You are on page 1of 69

CURSO SIMPLIFICADO

PROFESSOR :RICARDO A. SUARES

ÍNDICE

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

Conhecendo o aplicativo Auto Cad 2000 Conhecendo a Área de Trabalho Definindo os limites da Área de Trabalho Construindo Linhas Sistemas de Coordenadas Apagando um objeto Desenhando um Retângulo Explodindo um objeto Cópias paralelas de um objeto Cortando um segmento Comandos de visualização Carregando os estilos de linhas Abrindo um desenho já existente Salvando um desenho Desenhando uma circunferência Desenhando um polígono Copiando um objeto Espelhando um objeto Movendo um objeto Rotacionando um objeto Escalonando um objeto Alongando um segmento Alongando ou Reduzindo um objeto

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

Extendendo um segmento Regenerando partes cilíndricas Movendo a área de trabalho Verificando a distância entre pontos Calculando a área de um objeto Construindo uma linha infinita Criando um estilo de texto Digitando um texto Hachurando um objeto Plotagem ou impressão de um desenho Dimensionamento ( Configuração de variáveis no quadro de diálogo ) Dimensionando linhas na horizontal e vertical Dimensionando o comprimento de linhas inclinadas Dimensionando um raio Dimensionando um diâmetro Dimensionando um ângulo Criando um dimensionamento contínuo Construindo uma linha de cota Configurando da área de trabalho Carregando as barras de ferramentas Configurando o layout da área de trabalho Alterando a cor de fundo da área de trabalho Alterando o número de linhas da região de comandos Alterando o comprimento do cursor de tela Alterando os parâmetros de salvamento Configurando os grips de edição Descrição de atalhos dos comandos Exercícios Teclas de auxílio

sempre buscando facilitar o usuário e otimizar o tempo de trabalho. Ricardo A.13. fornecendo sempre mais ferramentas de trabalho.CAD ? AUTO = AUTODESK – Empresa Norte Americana que detém a patente do aplicativo (AUTODESK INCORPORATION) CAD = Desenho Assistido/Confeccionado por Computador.Teclado . Suares Professor CONHECENDO UM POUCO ESTE APLICATIVO QUE FASCINA E ENCANTA O MUNDO GRÁFICO.PREFÁCIO: Esta apostila visa atender todas as necessidades básicas de um Desenhista na utilização do aplicativo Auto Cad. dedicação e comprometimento: Estas são as qualidades necessárias para alcançar a satisfação profissional”.14 até chegar a versão 2000 que estudaremos o curso. Desejo a todos um ótimo aproveitamento do curso e desta apostila que foi elaborada com muito carinho e dedicação e aproveito a oportunidade para fazer uma colocação a todos.Menus . de modo que a cada exercício. novos comandos serão estudados e praticados e utilizaremos a versão 2000 do AUTO-CAD. mas só a partir de 1982 é que se tornou o Software Gráfico mais utilizado no mundo.11. Mas afinal o que é AUTO. facilitar todo o aprendizado que envolve este aplicativo que fascina e encanta o mercado de trabalho que utiliza os afeitos gráficos em seu meio. Surgiu na versão 09/DOS passando ao longo do tempo pelas versões 10. O aplicativo AUTO-CAD surgiu por volta de 1964. Ela é apresentada de forma clara e simples. “Disciplina . • AUTOCAD – É um aplicativo para confecção de desenhos no computador que é fornecido pela Empresa AUTODESK.Ícones de Comandos .12. A cada versão novos comandos aparecem e novas facilidades de aplicação destes comandos . Procuramos através desta. Estaremos mostrando o uso dos comandos através de três acessos diferentes: .

ENTRANDO NO APLICATIVO AUTO CAD 2000 Para que comecemos a conhecer o aplicativo.Ou simplesmente clicando duas vezes no atalho do aplicativo (AUTO-CAD 2000 ) que está na área de trabalho de nosso computador: BASTA CLICAR DUAS VEZES SOBRE ESTE ATALHO CONHECENDO A ÁREA DE TRABALHO Vamos conhecer agora a área de trabalho do AUTO CAD 2000. primeiramente vamos verificar o caminho á seguir para abri-lo. Este procedimento poderá ser realizado de duas formas descritas a seguir: .Através do menu ( INICIAR ). clicando na pasta ( PROGRAMAS ) e em seguida acionando o aplicativo ( AUTO. . . MENU SUPERIOR / CASCATA MENU LATERAL ( ÍCONES) REGIÃO DE COORDENADAS BARRAS DE FERRAMENTAS OBJECT PROPERTIES/ FERRAMENTAS STANDARD CURSOR DE TELA REGIÃO DE COMANDOS BARRA DE STATUS BARRA DE ROLAGEM É importante salientar que será nesta área de trabalho que vamos encontrar todas as ferramentas necessárias para execução dos desenhos.CAD 2000 ). definindo cada barra e qual a sua função.

MODIFY-MODIFICAÇÃO. Salientamos ainda que a área de trabalho pode sofrer alterações em seu Lay –Out original. ÁREA DE TRABALHO: Tem como padrão na instalação do CAD a cor preta. A região de comandos é a parte da área de trabalho mais importante do CAD. mas podendo ser alterada com comandos específicos de configuração da área de trabalho que será estudado adiante.etc. Y e Z. alterações estas que serão estudadas no decorrer do curso. BARRA DE STATUS: Nesta barra podemos acionar alguns comandos auxiliares com maior agilidade. DEFININDO OS LIMITES DA ÁREA DE TRABALHO Quando vamos iniciar a confecção de um desenho . São nestas barras que poderemos editar propriedades especificas dos objetos. No computador esta será também a etapa inicial para a confecção de um desenho. Consideramos que a região de comandos é a caixa de diálogo entre o operador e o computador. REGIÃO DE COMANDO: Caixa de diálogo entre a máquina e o desenhista.) MENU LATERAL / MENU DE ÍCONES: Barra lateral que pode ser acionada através do mouse com um clique sobre o ícone desejado. BARRA STANDARD/ OBJECT PROPERTIES: Também denominada de barras de ferramentas. É nela que vamos encontrar todos os passos á seguir durante a aplicação dos comandos. Basta clicar sobre o comando desejado e ele estará ativo. REGIÃO DE COORDENADAS: É nela que estará a localização do cursor em relação ao eixo X . estaremos se familiarizando com a área de trabalho do AUTOCAD.A partir deste momento.5 x 210 210 x 297 297 x 420 420 x 594 594 x 840 840 x 1188 . MENU SUPERIOR/ MENU CASCATA: Barra de comandos que após acionada abre uma barra de rolagem em forma de cascata contendo todos os comandos específicos a cada tarefa desejada(DRAW-DESENHO. CURSOR DE TELA: É através deste cursor que vamos localizar os pontos desejados ou ainda selecionar objetos a serem editados. É nela que vamos manter o diálogo com o computador . Formato A5 Formato A4 Formato A3 Formato A2 Formato A1 Formato A0 = = = = = = 148. a primeira tarefa é definir qual o formato da folha a ser utilizado.

0000 > : 2° PONTO (297.MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS COMANDO LIMITS: trabalho. 210.0000 > : 1° PONTO ( Enter ) Specify upper right corner < 297. Command : Z ( enter ) ZOOM Specify corner of window .210) (Enter) Y 2° PONTO X= 297 Y= 210 X 1° PONTO NOTA: A partir do momento que definimos o formato da folha .0000. enter a scale factor ( nX or nXP ) . CONSTRUÇÃO DE LINHAS MENU SUPERIOR DRAW / LINE MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS LINE ( L ) . 0.or [ All / Center / Dynamic / Extents / Previous / Scale / Window ] < real time>: A (Enter ).0000 . FORMAT / DRAWING LIMITS LIMITS Comando utilizado para definirmos os limites da área de Command: LIMITS (Enter) Reset Model space limits: Specify lower left corner or [ ON/OFF ] < 0. nós fixamos este limite na área de trabalho com os comandos Z ( enter ) – A ( enter ) Comando Zoom ( Z ) será estudado no decorrer do curso.

Commando: L ( Enter ) LINE Specify first point: 1o Ponto ( Clicar com o mouse ) Specify next point or [ Undo ]: 2 º Ponto ( Obtido através do mouse ou por meio de Coordenadas / Valores ) Specify next point or [ Undo ]: ( Enter ) – Para finalizar o comando. posição em “y” ) • dimensão da tela: 500 x 300 unidades • determinação de uma figura • conceito relativo de localização * APAGANDO UM OBJETO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS MODIFY / ERASE ERASE ( E ) .COMANDO : LINE : Comando utilizado para construção de linhas. SISTEMA DE COORDENADAS COORDENADAS Direção * Coordenadas polares ( @ medida < grau ) • determinação de uma figura • orientação através do grau Coordenadas retangulares ( posição em “x” .

conseguimos apagar tudo que está dentro da janela ativa ( Window ). Dentro do comando Rectangle temos ainda alguns parâmetros que podemos carregar como por exemplo. Command: REC ( Enter ) RECTANGLE Specify first corner point or [ Chamfer/Elevation/Fillet/Thickness/Width]: 1° ponto Specify other corner point: Entramos com as coordenadas retangulares para definirmos o 2° ponto ( @ 00. .COMANDO : ERASE : Comando utilizado para apagar / deletar um objeto. conseguimos apagar os objetos que se localizarem dentro da janela ou ainda aqueles que se cruzarem com a janela ativa ( Crossing ). podemos utilizar uma das alternativas abaixo: .Abrindo-se uma janela da esquerda para a direita. DESENHANDO UM RETÂNGULO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS DRAW / RECTANGLE RECTANG ( REC ) COMANDO : RECTANGLE : Comando utilizado para a construção de retângulos.00 ) (@X.Abrindo-se uma janela da direta para a esquerda. construir um retângulo com chanfros em seus vértices ( Chamfer ).Y ) . ou ainda definirmos a espessura da linha do retângulo ( Width ). ou ainda carregarmos raios nos vértices do retângulo ( Fillet ). Command: E ( Enter ) ERASE Select objects: Selecionar os objetos ( Enter ) Nota: Para selecionarmos um objeto. .Clicando sobre o objetivo a qual queremos apagar.

Exemplo: Desenhando um retângulo com o comando ( REC ) 100 Command: REC ( Enter ) RECTANGLE Specify first corner point or [Chamfer/Elevation/Fillet/Thickness/Width]: 1° ponto Specify other corner point: @ 100. Y ( Enter ) EXPLODINDO UM OBJETO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS EXPLODE (x) MODIFY / EXPLODE COMANDO : EXPLODE : Comando utilizado par explodir um objeto. de modo que se quisermos selecionar uma entidade deste objeto. desta forma 50 . todo o bloco será selecionado.50 ( Enter ) @ X. Sempre que aplicamos o comando RECTANGLE será necessário explodirmos este objeto. Isto acontece porque o retângulo mantém as características de um bloco.

teremos que explodir este objeto separando cada segmento e poderemos assim editar o objeto separadamente. Specify point on side to offset : Clicamos um ponto que vai orientar o sentido da cópia. Command: X ( Enter ) EXPLODE Select objects: 1 found ( Selecionar o objeto a ser explodido ) ( Enter ). Command: O (Enter ) OFFSET Specify offset distance or [Through] < 1. Select object to off set or <exit>: * Cancel * P2 P1 Command: O ( Enter ) OFFSET Specify offset distance or [Through] <40.0000>: 40 ( Enter ) Select object to offset or<exit>: P1 Specify point on side to offset: P2 (Indica a direção que vai ser colocado a cópia ) Select object to offser or <exit>: * Cancel * . Select object to offset or <exit>: Selecionamos o elemento que queremos copiar. CÓPIAS PARALELAS DE UM ELEMENTO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS MODIFY / OFF SET OFFSET ( O ) COMANDO : OFFSET : Comando utilizado para gerar cópias paralelas de um objeto.0000>: 40 ( Enter ) Entramos com a distância que desejamos entre os elementos.

Nota 2: Conforme a própria descrição do comando nos traz. selecionar qual o objeto que queremos cortar e os limites de corte deste objeto selecionado. faz-se necessário após ativar o comando. .CORTANDO UM SEGMENTO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS MODIFY / TRIM TRIM ( TR ) COMANDO : TRIM : Comando utilizado para cortar ou aparar um objeto. Nota 3: Se durante o processo de seleção do objeto clicarmos a tecla ( Enter ) todos os objetos estarão selecionados bastando apenas clicar sobre o objeto que queremos cortar. Select objects: 1 found. podendo-se chegar a diversos objetos selecionados para então aplicarmos a seqüência do comando. Select object to trim or [Project/Edge/Undo]: ( Clica-se na entidade que queremos eliminar ). Command: TR ( Enter ) TRIM Current settings: Projection = UCS Edge = None Select cutting edgcs … Select objects: 1 found ( Seleção dos objetos ) – Selecionar qual entidade queremos cortar e os seus limites. será necessário sempre termos selecionados pelo menos dois elementos que possuam entre si uma intersecção. 2 total Select object to trim or [Project/Edge/Undo]: ( Confirmamos os objetos selecionados ) – Enter. Nota 1: Podemos selecionar os objetos clicando sobre os mesmos ou abrindo-se uma janela e ativando os elementos. No comando TRIM.

ponto e 2 o. enter a scale factor ( nX or nXP ). enter a scale factor ( nX or nXP ). Command: Z ( Enter ) ZOOM . or [All/Center/Dynamic/Extents/Previous/Scale/Window] <real time>: A ( Enter ) – ( ALL ) O desenho volta ao formato definido pelo commando LIMITS – Limite da folha. Command: Z ( Enter ) ZOOM Specify corner of window. Dentro deste comando. or [All/Center/Dynamic/Extents/Previous/Scale/Window] <real time>: W ( Enter ) – ( Window ) Conseguimos abrie uma janela de visualização buscando detalhes do nosso desenho Specify first corner: Specify opposite corner: 1o. ponto da janela. temos diversos parâmetros que podem facilitar todo o processo de visualização de um objeto e para acionar qualquer um destes parâmetros basta digitar a inicial do mesmo dentro do comando (ZOOM). Command: Z ( Enter ) ZOOM Specify corner of window.VISUALIZAÇÃO ATRAVÉS DO ZOOM MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS VIEW / ZOOM ZOOM ( Z ) COMANDO : ZOOM : Comando utilizado para melhor visualização do objeto.

Command: Z ( Enter ) ZOOM Specify corner of window. enter a scale factor ( nX or nXP ). Enter a scale factor (nX or nXP): 2 (Enter) ( Exemplo de visualização duas vezes maior ). enter a scale factor ( nX or nXP ). or [ All/Center/dynamic/Extents/Previous/Scale/Window] <real time>: S ( Enter) – ( SCALE ) Conseguimos visualizar aplicando uma escala de visualização em nosso objeto. Command: Z ( Enter ) ZOOM Specify corner of window.Specify corner of window. Digitando um valor superior a 1 vai ocorrer uma visualização ampliada de nosso objeto. Command: Z ( Enter ) ZOOM Specify corner of window. Enter magnification or height <148. enter a scale factor ( nX or nXP ). Digitando um valor menor que 1 vai ocorrer uma visualização reduzida de nosso objeto. or [ All/Center/dynamic/Extents/Previous/Scale/Window] <real time>: E ( Enter) – (EXTENTS ) Conseguimos visualizar nosso objeto em toda a extensão da área de trabalho. Command: Z ( Enter ) ZOOM Specify corner of window. or [ All/Center/dynamic/Extents/Previous/Scale/Window] <real time>: ( Enter) – ( REAL TIME ) . enter a scale factor ( nX or nXP ). or [ All/Center/dynamic/Extents/Previous/Scale/Window] <real time>: P ( Enter) – ( PREVIOUS ) Voltamos etapa a etapa das visualizações ativadas no comando. enter a scale factor ( nX or nXP ).5000>: Specify second point: ( Ponto na tela para fixar a visualização ). Specify center point: ( Ponto do objeto que queremos centralizar ). or [ All/Center/dynamic/Extents/Previous/Scale/Window] <real time>: C ( Enter) – ( CENTER ) Conseguimos localizar nosso objeto no centro da área de trabalho.

) CARREGANDO OS ESTILOS DE LINHAS MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS FORMAT / LINETYPE LINETYPE ( LT ) COMANDO : LINETYPE : Comando utilizado para carregar os estilos de linhas que são utilizados na confecção de um desenho mecânico. os estilos de linhas utilizados para a confecção de um desenho mecânico: LINHA CONTÍNUA .Conseguimos de forma dinâmica ampliar ou reduzir a visualização de nosso objeto. Salientamos agora. É importante salientar neste momento que estaremos carregando os estilos de linhas para após criarmos as nossas referida camadas de desenhos ( Linhas de desenho ). ( Manter o mouse clicado até obter a vista desejada. com um simples clique do mouse na área de trabalho.

Após carregarmos os estilos clicamos ( OK ) no quadro LINETYPE MANEGER para voltarmos a execução do desenho. conseguimos observar que apenas a linha CONTÍNUA está carregada. . conforme a seqüência abaixo: Primeiramente clicamos sobre o botão ( LOAD ) que abrirá um novo quadro de diálogo. Repetimos a seqüência para carregarmos os outros estilos necessários para a confecção do desenho. desta forma precisamos carregar os estilos ( TRACEJADA E TRAÇO – PONTO ). No quadro de diálogo ( LOAD OR RELOAD LINETYPES ) clicamos sobre a linha desejada e em seguida clicamos ( OK ) para carregarmos a linha no quadro LINETYPE.- LINHA TRACEJADA LINHA TRAÇO – PONTO Command: LT ( Enter ) – Abre-se o quadro de diálogo LINETYPE Conforme a visualização do quadro de diálogo.

NOTA: Dentro da caixa ( SELECT FILE ). Quando acionamos o comando ( OPEN ) abrirá o quadro de diálogo ( SELECT FILE ) que nos proporciona a facilidade de localização de um arquivo / desenho. de modo que abre-se apenas as configurações selecionadas pelo usuário e também conseguimos a visualização do desenho peLo quadro ( PREVIEW ). logo após confirmaremos o comando clicando ( ABRIR ). . do mesmo modo que trabalhamos em outros aplicativos. Primeiramente acionamos o comando ( OPEN ). conseguimos ainda um desenho parcialmente através do botão ( PARTIAL OPEN ) desta forma minimiza o espaço ocupado em disco. Temos ainda a possibilidade de carregarmos outra extensão do aplicativo no campo ( ARQUIVO DO TIPO ). de modo que podemos procurar o arquivo.ABRINDO UM DESENHO JÁ EXISTENTE MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS FILE / OPEN OPEN COMANDO : OPEN : Comando utilizado para abrir um desenho já existente. em seguida vamos clicar na barra de rolagem e localizar o arquivo desejado. NOTA: Todo desenho cuja extensão seja ( DWG ) ou ainda ( DWT ) são arquivos do aplicativo AUTO CAD. como por exemplo os arquivos temporários do CAD ( extensão DWT ).

SALVANDO UM DESENHO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS FILE / SAVEAS SAVEAS ( CTRL +S ) COMANDO : SAVEAS : Comando utilizado para salvar um desenho. dando um nome ao desenho e localizando a pasta ou drive para salvamento. Em seguida devemos dar um nome ao arquivo ( PASSO 2 ). Sempre que confeccionamos um desenho devemos salvar o mesmo. . Quando acionamos o comando SAVEAS abre-se o quadro d e diálogo ( SAVE DRAWING AS ). O primeiro passo para salvar um desenho é localizar a pasta de salvamento ou o drive desejado ( PASSO 1 ).

Entrar com o comando ( PREFERENCES ) – PR ( Enter ). NOTA 1: durante o processo de salvamento devemos tomar cuidado com as versões a serem utilizadas. a não ser que durante o salvamento do desenho no 2000 seja feito a alteração na extensão para a versão 14 no campo (SALVAR COMO TIPO) desta forma estará solucionado o problema de compatibilidade de versões. . Campo ( SALVAR COMO TIPO ): NOTA 2: Conseguimos configurar durante o processo de salvamento que todos os desenhos sejam salvos com a extensão da versão 14. Clicar sobre o botão ( OPEN AND SAVE ). Quando confeccionamos um desenho na versão 14 conseguimos abrir o mesmo na versão 2000 sem que ocorra nenhuma interferência compativa de versões.No campo ( SALVAR COMO TIPO ) nós conseguimos definir qual a versão a ser utilizada no processo de salvamento ou até mesmo definir uma extensão de proteção ou de arquivo temporário a ser utilizado ( PASSO 3 ). Porém quando confeccionamos um desenho na versão 2000 não conseguimos abrir o mesmo na versão 14. seguindo o processo descritivo a seguir.

Specify radius of circle or [Diameter] <25. DESENHANDO UMA CIRCUNFERÊNCIA MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS DRAW / CIRCLE CIRCLE ( C ) COMANDO : CIRCLE : Comando utilizado para desenhar uma circunferência. . carregar na barra de rolagem a versão - Após feita as alterações basta aplicar o comando ( APPLY ) e clicar ( OK ) que todos os desenhos confeccionados serão salvos na versão 14 do AUTO CAD.0000>: 50 ( Enter ) – ( Especificamos o valor do diâmetro ou do raio a ser confeccionado). No campo FILE SAVE.0000>: D ( Enter) – ( Indicamos se o valor a ser informado será em forma de raio ( R ) ou diâmetro ( D ) ). Command: C ( Enter ) CIRCLE Specify center point for circle or [ 3P/2P/Ttr (tan tan radius) ]: ( Devemos indicar o ponto que será o centro da circunferência ). Specify diameter of circle <50.14 do AUTO CAD.

Specify center of polygon or [Edge]: ( Especificamos o centro do polígono ). Specify radius of circle: 25 ( Enter ) ( Entramos com o valor do raio do polígono ). Polígono Inscrito – É aquele em que o raio do polígono toca os vértices maiores do polígono. Vejamos a diferença de um polígono Inscrito e Circunscrito. NOTA: Um polígono pode ser INSCRITO OU CIRCUNSCRITO dependendo da forma geométrica do mesmo.Temos ainda dentro do comando CIRCLE alguns parâmetro que podemos seguir. DESENHANDO UM POLÍGONO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS DRAW / POLYGON POLYGON ( POL ) COMANDO : POLYGON : Comando utilizado para construção de polígonos ( forma geométrica que possui diversos lados ou segmentos de mesma dimensão ). Enter na option [ Inscribed in circle / Circumscribed about circle ] <C>: C ( Enter ) ( Especificamos se o polígono será Inscrito ou Circunscrito – Veja nota a seguir ). Command: POL ( Enter ) POLYGON Enter number of sides <6>: 6 ( Enter ) (Informamos o número de lados do polígono). . como por exemplo desenhar uma circunferência através de dois pontos ( 2P ) ou ainda uma circuferência através de três pontos ( 3P ) ou ainda tangenciando um mais elementos ( Ttr – Tan Tan Radius ). O comando POLYGON pode gerar polígonos de 03 lados até 1024 lados iguais.

COPIANDO UM OBJETO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS MODIFY / COPY COPY ( CO ) COMANDO : COPY : Comando utilizado para copiar um objeto. or [Multiple]: ( Especificar um ponto base ). Specify base point or displacement.Polígono Circunscrito – É aquele que o raio do polígono toca o centro dos vértices que originaram o mesmo. Specify second point of displacement or <use first point as displacement>: (Especifique o ponto ou a coordenada para localização do objeto a ser copiado). Command: CO ( Enter ) COPY Select objects: 1 found ( Selecionar o objeto a ser copiado ). ( . Select objects: ( Enter ) ( Confirmar o elemento a ser copiado ).

NOTA: A localização do ponto de inserção do objeto a ser copiado pode ser feito através do sistema de coordenadas ou através dos comandos auxiliares. . Specify first point of mirror linc: ( Especifique o ponto base para o espelho – Auxílio dos comandos precisão ). Midpoint. Sempre que estamos desenhando uma peça simétrica ( objeto que possui entre si. Delete source objects? [Yes/No] <N>: ( Enter ) ( Informamos se queremos deletar ou não a outra metade do objeto espelhado ). duas metades iguais ).. Specify second point of mirror line: ( Especifique o ponto de fixação do espelho – comandos de precisão ). Command: MI ( Enter ) Select objects: 1 found ( Selecionar o objeto a ser espelhado ). podemos aplicar o comando o comando MIRROR para que o comando construa a outra metade do objeto.NOTA: A localização do ponto base pode ser feita de forma aleatória na área de trabalho ou através dos comando auxiliares ( Endopoint. Select objects: ( Enter ) ( Confirmar o objeto a ser espelhado ).. ). . Intersection. ESPELHANDO UM OBJETO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS MODIFY / MIRROR MIRROR ( MI COMANDO : MIRROR : Comando utilizado para espelhar um objeto.

ROTACIONANDO UM OBJETO MENU SUPERIOR MODIFY / ROTATE . Command: M ( Enter ) MOVE Select objects: 1 found ( Selecionar o objeto que queremos mover ) Select objects: ( Enter ) ( Confirmar o objeto que queremos mover ) Specify base point or displacement: ( Especifique o ponto base para mover o objeto ) Specify second point of displacement or < use first point as displacement >: ( Especifique o ponto de localização para fixação do objeto a ser movido ) – Pode ser localizado através dos comandos auxiliares ou através de coordenadas ).Objeto a ser espelhado / Aplicando o comando / Objeto espelhado e concluído MOVENDO UM OBJETO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS MODIFY / MOVE MOVE ( M ) COMANDO : MOVE : Comando utilizado para mover um objeto.

5 Escala 1:3 = Fator 0. Command: SC ( Enter ) SCALE Select objects: 1 found ( Selecione o objeto a ser escalonado ) Select objects: ( Enter ) ( Confirmar o objeto a ser escalonado ) Specify base point: ( Especifique um ponto base escalonar o objeto ) Specify scale factor or [reference]: 2 ( Enter) ( Informar o fator de escala ) NOTA: Vejamos uma demonstração do fator de escala a ser aplicado em um desenho: Escala 1:1 = Fator 1 Escala 2:1 = Fator 2 Escala 3:1 = Fator 3 Escala 1:2 = Fator 0.25 .333 Escala 1:4 = Fator 0. Command: RO ( Enter ) ROTATE Select objects: 1 found ( Selecionar o objeto a ser rotacionado ) Select objects: ( Enter ) ( Confirmar o objeto a ser rotacionado ) Specify base point: ( Especificar o ponto base para rotação ) Specify rotation angle or [Reference]: 90 ( Enter ) ( Especificar o ângulo de rotação ). ESCALONANDO UM OBJETO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS MODIFY / SCALE SCALE ( SC ) COMANDO : SCALE : Comando utilizado para escalonar um objeto.MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS ROTATE ( RO ) COMANDO : ROTATE : Comando utilizado para rotacionar um objeto.

Command: LEN ( Enter ) LENGTHEN Select an object or [Delta/Percent/Total/Dynamic]: DE ( Enter ) ( Opção delta ) .Vejamos agora a utilização do comando SCALE trabalhando com o processo de referência: Exemplo: Queremos que uma linha de 50mm fique com 10mm: Command: SC ( Enter ) SCALE Select objects: 1 found ( Selecione o objeto a ser escalonado ) Select objects: ( Enter ) ( Confirmamos o objeto a ser escalonado ) Specify base point: ( Especifique um ponto base para escalonar o objeto ) Specify scale factor or [reference]: R ( Enter ) ( Especifique “ R “ para o processo Reference ) Specify reference length <1>: 50 ( Enter ) Informamos a dimensão real do objeto ) Specify new length: 10 ( Enter ) ( Informamos a dimensão desejada ) ALONGANDO UM SEGMENTO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS LENGTHEN ( LEN ) MODIFY /LENGTHEN COMANDO : LENGTHEN : Comando utilizado para o comprimento de um segmento.

PERCENT ( P ) = Conseguimos alongar o segmento trabalhando com um valor de porcentagem a ser ampliado. TOTAL ( T ) = Conseguimos especificar qual será o comprimento final do segmento a ser alongado. 2 total ( Selecionar até onde queremos extender o segmento ) . EXTENTENDO UM SEGMENTO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS MODIFY /EXTEND EXTEND ( EX ) COMANDO : EXTEND : Comando utilizado para extender um segmento.0000>: 40 ( Enter ) (Comprimento a ser alongado) Select an object to change or [Undo]: ( Selecionar o segmento a ser alongado ) Opções do commando: DELTA ( DE ) = Conseguimos especificar o comprimento que queremos alongar em cada extremidade do segmento. Command: EX ( Enter ) EXTEND Current settings: Projection = UCS Edge = None Select boundary edges… Select objects: 1 found ( Selecionar qual a linha que queremos extender ) Select objects: 1 found. DYNAMIC ( DY ) = conseguimos reduzir a extensão de um segmento através de pontos especificados na seleção do mesmo.Enter delta length or [Angle] <10.

Definimos como regeneração. MOVENDO A ÁREA DE TRABALHO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS VIEW ( PAN ) PAN ( P ) COMANDO : PAN : Comando utilizado para mover a área de trabalho. NOTA 2: Se durante o processo de seleção do objeto clicarmos a tela ( Enter ) todos os objetos estarão selecionados bastando apenas clicar sobre o objeto que queremos extender. Pelo acionamento do comando PAN. Conseguimos mover a área de trabalho através de dois processos : Pelas barras de rolagens laterais. Acionando o comando REGEN todas as partes cilíndricas estarão regeneradas. . isto ocorre devido o CAD construir as partes cilíndricas através de pequenos segmentos retos de construção que após regenerados apresenta a sua real forma cilíndrica na área de trabalho. REGENERANDO PARTES CILÍNDRICAS MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS VIEW ( REGEN ) REGEN ( RE ) COMANDO : REGEN : Comando utilizado para regenerar partes cilíndricas.Select objects: ( Enter ) ( confirmar o comando ) Select object to extend or [Project/Edge/Undo]: ( clicar sobre a linha que queremos extender ) NOTA 1: Sempre será necessário pelo menos dois objetos selecionados para que possamos ter a conclusão do comando. a aproximação real das partes cilíndricas confeccionadas. Command: RE ( Enter ) REGEN Regenerating model.

Delta Z = 0. Command: DIST ( Enter ) Specify first point: endp of Specify second point: endop of ( Especificar o primeiro e o Segundo ponto a ser examinado ) Endopoint / Intersection / Etc… Distance = 100. CALCULANDO A ÁREA DE UM OBJETO / DESENHO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS TOOLS /INQUIRY/ DISTANCE AREA ( AA ) COMANDO : AREA : Comando utilizado para calcular a área e o perímetro de um objeto ou desenho.0000 ( O comando identifica qual a distancia entre os pontos. Delta Y = 0.0000. VERIFICANDO A DISTÂNCIA ENTRE PONTOS MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS TOOLS /INQUIRY/ DISTANCE DISTANCE ( DIST ) COMANDO : DISTANCE: Comando utilizado para verificar a distância entre dois pontos que serão definidos através dos comandos auxiliares. Angle from XY Plane = 0 Delta X = 100. Y e Z informando ainda a inclinação do segmento selecionado. Command: AA ( Enter ) AREA . assim como também a distância nos eixos X.Command: P ( Enter ) PAN Press ESC or ENTER to exit. Quando acionamos o comando aparece uma “ MÃO “ que basta clicarmos sobre a área de trabalho e mantermos clicado que poderemos mover a tela no melhor local de visualização do objeto. Angle in XY Plane = 0.0000. or right-click to display shortcut menu.0000.

é informado o valor da área e o perímetro da mesma. Primeiramente faz-se necessário ativar este parâmetro ( ADD ) e selecionar a figura maior do desenho. SUBTRACT: Após selecionado a figura maior ativamos o parâmetro ( SUBTRACT ) e selecionamos a figura menor que será subtraída da área total do objeto. Specify next corner point or press ENTER for total: ( Endpoint ) Specify next corner point or press ENTER for total: ( Endpoint ) Specify next corner point or press ENTER for total: ( Endpoint ) Specify next corner point or press ENTER for total: ( Endpoint ) ( Enter ) Área = 12315.Specify first corner point or [Object/Add/Subtract]: ( Especificamos ponto a ponto casa vértice da figura que queremos calcular ).1309.8796 ( Fechando-se o perfil da figura. Exemplo utilizando os três do comando AREA: P2 P1 Command: AA ( Enter ) AREA Specify first corner point or [Object/Add/Subtract]: A ( Enter ) ( Ativamos o parâmetro ADD ) Specify first corner point or [Object/subtract]: O ( Enter ) ( ativamos o parâmetro OBJECT e selecionamos o objeto – P1 ) (ADD mode) Select objects: ( Selecionar o objeto a ser adicionado ) . ADD: Para subtrair um elemento de outro no cálculo da área. Temos ainda dentro do comando os seguintes parâmetros: OBJECT: Onde selecionamos um objeto por completo ( Para isto o mesmo deve ser confeccionado com uma poli-linha ou transformado em uma região com o comando REGION. Perimeter = 476.

Área = 2500. Perimeter = 80. Perimeter = 200. Command: XL ( Enter ) XLINE Specify a point or [Hor/Ver/Ang/Bisect/Offset]: Specify through point: ( Especificamos o primeiro ponto ) Specify through point: ( Especificamos o segundo ponto ) Temos dentro do comando XLINE os seguintes parâmetros: HOR – Para construir uma linha infinita na horizontal.0000.0000 ( É informado a área e o perímetro do primeiro objeto ) Total área = 2500.0000. .0000 (ADD mode) Select objects: Specify first córner point or [Object/Subtract]: S ( Enter ) ( Ativamos o parâmetro SUBTRACT ) Specify first córner point or [Object/Add]: O ( Enter ) ( Ativamos o parâmetro OBJECT e selecionamos o objeto – P2 ) (SUBTRACT mode) Select objects: Area = 400.0000 ( Ao final é informado a área total do objeto após a subtração ) CONSTRUINDO UMA LINHA INFINITA MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS XLINE ( XL ) DRAW / CONSTRUCTION LINE COMANDO : XLINE : Comando utilizado para construir um linha infinita.0000 ( É informado a área e o perímetro do segundo objeto ) Total área = 2100.

ANG .Para construir uma linha infinita na vertical. Quando acionamos o comando.VER . abre-se o quadro de diálogo TEXT STYLE.Para construir uma bissetriz infinita a partir do ponto selecionado. . OFFSET – Para construir uma cópia ordenada infinita de uma linha a ser selecionada. BISECT – Para construir uma bissetriz infinita a partir do ponto selecionado. CRIANDO UM ESTILO DE TEXTO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS FORMAT / TEXT STYLE STYLE ( ST ) COMANDO : STYLE : Comando utilizado para criar um estilo de texto na confecção do desenho.

NEW : Para criar um novo estilo de texto. FONT NAME : Para selecionar o formato do caractér. . UPSIDE DOWN : Espelha-se o texto de forma que o mesmo se apresente de “ ponta cabeça “. PBLIQUE ANGLE : Controla a inclinação dos caracteres durante a digitação. VERTICAL : O texto é digitado na posição vertical. itálico. FONT : Definido o estilo dos caractéres.STYLE NAME – Nome do estilo a ser criado. HEIGHT : Define a altura dos caracteres. DELETE : Para deletar um estilo de texto já criado. sublinhado ou regular. EFFECTS : Efeitos a ser aplicados no texto. FONT STYLE : Para ativar os parâmetros de negrito. Como norma de desenho carregar este parâmetro com 15 graus de inclinação em relação a posição vertical. RENAME : Para renomear um estilo já existente. USE BIG FONT : Abre-se caracteres com formatos asiáticos. BACKWARDS : O texto é digitado de trás para frente. WIDTH FACTOR : Fator de escala a ser aplicado no estilo criado. Este campo é ativado de acordo com o formato do caractér que foi selecionado.

5000 (Informação do parâmetro corrente) Specify start point of text or [Justify/Style]: ( Selecionamos o estilo a ser utilizado com a opção STYLE ou clicamos um ponto base para construção do texto ) Specify height <2. CANCEL : Cancela todos os parâmetros acionados na criação de um novo estilo de texto.PREVIEW : Visualização do estilo criado. APPLY : Aplicar e confirmar o estilo a ser criado.5000>: 4 ( Enter ) ( Definimos a altura dos caracteres ) Specify rotation angle of text <0>: ( Enter ) ( Definimos o sentido da linha a ser digitada – Horizontal ( 0 graus ) Enter text: AUTO CAD ( Entramos com o texto a ser digitado ) Enter text: Precionando um ( Enter ) o caracér se desloca a linha de baixo e com mais um ( Enter ) o comando é finalizado. MIDDLE: Define o ponto médio do texto a ser digitado. FIT: Com o mesmo conceito do ALIGN porém define também a altura do caractér. . No campo JUSTIFY temos as seguintes opções: ALIGN: Gera um texto alinhado em relação a dois pontos pré determinados. DIGITANDO UM TEXTO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS DRAW / TEXT DTEXT ( DT ) COMANDO : DTEXT : Comando utilizado para digitar um texto na área de trabalho do Auto-Cad. OBS1: Com o parâmetro STYLE conseguimos selecionar qual o estilo que queremos utilizar r com o parâmetro JUSTIFY definimos as opções de justificação de textos assim como seu alinhamento no processo de digitação. Command: DT ( Enter ) Current text style: “Standard” Text height: 2. CENTER: Define-se o ponto central para a localização do texto a ser digitado.

No AUTO-CAD se você tentar imprimir um desenho clicando apenas no ícone da Impressora você vai ter uma decepcionante posição ao final do processo. PLOTAGEM OU IMPRESSÃO DE UM DESENHO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS FILE / PRINT -PLOT PLOT / ( CTRL + P ) COMANDO : PLOT : Comando utilizado para plotar ou seja imprimir um desenho confeccionando com o aplicativo AUTO-CAD. Para que ocorra a perfeita impressão de um desenho. assim como definição da área de impressão para que não ocorra nenhum problema na impresão final.RIGHT: Define o ponto final a direita do texto a ser digitado. faz-se necessário seguir todos os passos de configuração. TL/TC/TR: Alinha o texto a ser digitado pelo ponto superior. Desta forma seguiremos passo a passo as configurações necessárias para uma perfeita impressão do desenho. 1 º PASSO: Faz-se necessário definir qual será a impressora a ser utilizada no processo de plotagem. ML/MC/MR: Alinha o texto a ser digitado pelo ponto mediano. . Nos aplicativos básicos de Informática basta clicarmos na impressora que se apresenta como ícone que sairá a impressão. OBS: comparamos por curiosidade o processo de impressão feito pelo Aplicativo EXCEL ou ainda WORD e verificamos que se difere em muito o procedimento em questão. Para isto clicamos na barra de rolagem do campo PLOTTER CONFIGURATION e selecionamos a mesma. pois dificilmente vai conseguir visualizar o desenho desejado. BL/BC/BR: Alinha o texto a ser digitado pelo ponto inferior.

vai ocorrer a impressão de modo que a dimensão usada no desenho ficará igual a dimensão do papel ( Escala 1:1 ). . ITEM 2: Se ativamos a variável de 1mm = 1 drawing units. para isto clicamos na barra de rolagem e também definimos qual será a unidade de impressão INCHES ou MM. 6 º PASSO: No campo PLOT SCALE. OBS: É importante que se tenha o formato da folha definido de modo que cliquemos sobre o ENDPOINT superior esquerdo e o ENDPOINT inferior direito ocupando toda a extensão do formato da folha. ocorre a configuração da área selecionada para impressão em relação ao formato da folha definido no campo PAPER SIZE. 3 º PASSO: No campo PAPER SIZE AND PAPER UNTTS. devemos definir qual será o formato da folha a ser utilizado. devemos definir se o desenho se apresenta na forma RETRATO ( PORTRAIT) ou PAISAGEM ( LANDSCAPE ) 5 º PASSO: no campo PLOT AREA vamos clicar no botão WINDOW e de volta ao nosso desenho devemos abrir uma janela que defina a área a ser impressa. ITEM 1: Se ativamos a variável SCALED TO FIT. 4 º PASSO: No campo DRAWING ORIENTATION.2 º PASSO: clicar no botão PLOT SETTINGS onde vamos definir todos os parâmetros de configuração do desenho. vamos definir o fator de escala a ser utilizado na impressão.

Vamos agora conhecer todo o quadro de impressão. ocorrerá a centralização do desenho em relação ao formato de folha definido. conseguimos uma prévia visualização de como ficará o desenho após a impressão. Conseguimos então visualizar se houve algum problema durante a configuração antes de concluirmos a impressão. 8 º PASSO: Clicamos sobre o botão FULL PREVIEW.7 º PASSO: Se ativarmos no campo PLOT OFFSET a variável CENTER TER PLOT. 9 º PASSO: Após concluído todo este procedimento basta clicar em OK e aguardar o fim da impressão e verificar a qualidade de um desenho confeccionado com este aplicativo fascinante e preciso em seus conceitos. Quadro PLOT DEVICE: . todas as variáveis e quais as suas funções durante o processo.

ou ainda definir a qualidade de impressora no campo ( CUSTOM PROPERTIES ) e outros itens de configuração da impressora selecionada.LAYOUT NAME – SAVE CHANGES TO LAYOUT : quando este campo está ativo. para isto faz-se necessário saber qual o seu número no quadro de diálogo de cores . ou ainda especificar o local de armazenamento das informações para posterior plotagem – Computador ou Impressora. de forma que podemos alterar a espessura de uma linha padrão. Conseguimos também trabalhar com todas as configurações da máquina ativando o botão PROPERTIES de modo que estará ativo o quadro de diálogo onde podemos definir novos formatos de folhas ( CUSTOM PAPER SIZE ) . ou ainda alterar um formato já pré definido ( MODIFY STANDARD PAPER SIZES ). PAGE SETUP NAME: Conseguimos salvar as configurações do Plotter / Impressora assim como também as configurações da página a ser impressa. PLOT STYLE TABRE ( PEN ASSEGMENTS ) : Conseguimos neste campo especificar uma nova configuração de espessuras de linhas presentes no desenho. automaticamente é salvo as configurações atuais do Layout corrente. A impressora selecionada estará carregada no campo PLOTTER. Clicando no botão ADD conseguimos adicionar as configurações existentes em um quadro de diálogo de salvamento de Layouts. PLOTTER CONFIGURATION: Neste campo vamos especificar qual será a impressora ou plotter a ser utilizado no processo de impressão.

recurso este que possibilita imprimir diversas cópias do desenho ao mesmo tempo mantendo assim sua original configuração ( NUMBER OF COPIES ). WHAT TO PLOT: Neste quadro temos um dos maiores recursos desta nova versão do Auto-Cad. PAGE SETUP NAME: Conseguimos salvar as configurações do Plotter / Impressora assim como também as configurações da página a ser impressa.. automaticamente é salvo as configurações atuais do Layout corrente. Clicando no botão ADD conseguimos adicionar as configurações existentes em um quadro de diálogo de salvamento de Layouts. . OBS: Na versão 14 do Auto-Cad conseguia imprimir apenas uma cópia do desenho. Quadro PLOT SETTINGS: LAYOUT NAME – SAVE CHANGES TO LAYOUT: Quando este campo está ativo. PLOT TO FILE: Este campo nos informa o endereço de localização das configurações salvas durante o processo de impressão. fazendo-se necessário configurar todos os campos de impressão para conseguir uma nova cópia.

Temos 05 variáveis para obtenção da área a ser impressa. PLOT UPSIDE DOWN: ativado ocorrerá a inversão da posição do desenho na folha. bastando clicar na posição desejada. Recurso muito utilizado de tal forma que ele padroniza sua escala de impressão. LIMITS: Imprime a área de trabalho definida no campo LIMITS do desenho. PLOT AREA: Neste campo conseguimos definir qual será a área a ser impressa. de forma que o que estiver fora desta área não será impresso. EXTENTS: Imprime tudo que está presente na área de trabalho. DISPLAY: Imprime o que sendo visualizado na área de trabalho. PLOT SCALE: Neste campo conseguimos especificar qual será a escala de impressão de modo que no campo CUSTOM saberemos a relação do desenho a ser impresso e de sua respectiva unidade de medida. DRAWING ORIENTATION: Neste campo conseguimos especificar se o formato da folha selecionado estará na forma de apresentação RETRATO ou PAISAGEM. Recomenda-se utilizar esta variável pela facilidade do objeto a ser impresso.PAPER SIZE AND PAPER UNITS: Neste campo conseguimos especificar qual será o formato da folha a ser utilizado no processo de impressão. VIEW: Imprime uma área do desenho que foi previamente selecionada e salva com o comando view. mesmo que ultrapasse a área definida pelo comando LIMITS. . automaticamente define a relação do objeto a ser impresso com o formato da folha selecionado de tal forma que ele padroniza sua escala de impressão. O campo SCALED TO FIT. WINDOW: Imprime o que estiver selecionado por uma janela de seleção que se abre após a variável ser ativada. Exemplo: 1mm = 1 drawing units – Um milímetro da área de trabalho será igual a um milímetro do objeto a ser impresso. onde podemos utilizar qualquer uma delas de acordo com a sua função a critério do usuário. assim como a unidade de medida a ser utilizada no desenho / papel.

PLOT WITH PLOT STYLES: imprime os estilos durante a configuração de plotagem no processo de salvamento do Layout do desenho. ou ainda centralizarmos carregando as dimensões nos eixos X e Y de acordo com a necessidade. PLOT OPTIONS: Campo que define as opções de impressão. . PLOT OFFSET: Neste campo conseguimos centralizar a posição do desenho no formato da folha selecionado. Conseguimos a exata posição do desenho em relação ao tamanho do papel visualizando os campos PRINTABLE AREWA / EFFECTIVE AREA do quadro PARTIAL PREVIEW. HILDE OBJECTS: Imprime o desenho removendo as linhas que ficam escondidas atrás de um segundo plano de visualização. PLOT PAPERSPACE LAST: Imprime seqüencialmente primeiro a configuração do MODEL SPACE para após concluir as configurações do PAPER SPACE. campo este que devemos deixar ativo durante a impressão. conseguimos especificar se a escala a ser utilizada no desenho será a mesma a ser aplicada nas espessuras das linhas a serem impressas. para isto podemos ativar o campo CENTER THE PLOT.SCALE LINEWEIGHT: Neste campo quando ativo. FULL PREVIEW: conseguimos visualizar como ficará a impressão final ativando o botão FULL PREVIEW. PLOT WITH LINEWEIGHTS: Define a impressão das espessuras das linhas. PARTIAL PREVIEW: Conseguimos visualizar a exata posição do desenho em relação ao tamanho do papel e conseqüentemente conseguimos configurar os possíveis erros antes que ocorra a impressão. Muito utilizado quando se trabalha com ferramentas 3D. Mantém como padrão o processo de visualização dos outros aplicativos de informática.

onde cada um mantém sas configurações definidas isoladamente nos campos PLOT DEVICE e LAYOUT SETTINGS. modificação e visualização.NOTA IMPORTANTE: Todo o desenho deve ser feito no MODEL SPACE. ficando o PAPER SPACE ( LAYOUTS ) para receber as configurações de plotagem / impressão do desenho a ser impresso. CONFIGURANDO AS VARIÁVEIS NO QUADRO DE DIÁLOGO DDIM MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS DDIM ( D) FORMAT / DIMENSION / STYLE COMANDO : DDIM : Comando utilizado para abrir o quadro de diálogo de dimensionamento. campo este criado para receber todas as informações referentes ao desenho assim como receber todos os comandos de construção. substituindo na versão 14 o campo PAPER SPACE. . Na versão 2000 do auto Cad foi incorporado o campo Layout. desta forma podemos criar os Layouts e após definir qual foi a melhor configuração criada. selecionar este layout e ativarmos o comando de Plotagem ( CTRL + P ). Podemos criar diversos Layouts de impressão. onde podemos carregar cada variável de acordo com a sua característica de atuação em um dimensionamento.

. LIST: Campo onde conseguimos carregar os estilos presentes no desenho ou ainda apenas o estilo corrente que está sendo utilizado no dimensionamento. PREVIEW OF: Neste campo conseguimos especificar qual será o estilo a ser configurado como corrente do desenho. assim como a presença da mira de centro em um dimensionamento. Vamos agora identificar cada variável presente no quadro NEW DIMENSION STYLE e como alterarmos cada campo deste quadro de diálogo. OVIRREDE e COMPARE possuem diferentes características de visualização e configuração de um estilo.STYLES: Quando que mostra todos os estilos de dimensionamento criados no desenho. abrindo-se a janela OVIRREDE CURRENTE STYLE. NOTA: Os campos MODIFY. LINES AND ARROWS: Nesta janela vamos configurar todas as variáveis envolvidas na posição e configuração das setas e linhas de extensões e dimensão. OVIRREDE: Campo que nos permite alterarmos campos específicos de um estilo já criado e determinado como corrente. COMPARE: Campo que possibilita visualizar e comparar dois estilos de dimensionamento e todas as suas variáveis existentes. onde a conclusão será alterar e configurar um estilo de dimensionamento. porém abre-se a mesma janela de comandos e variáveis por caminhos diferentes. MODIFY: Campo que nos permite alterarmos as configurações de um determinado estilo já existente. NEW: Campo que nos permite carregar um novo estilo de dimensionamento de modo que faz-se necessário definirmos um nome a este estilo no campo NEW STYLE NAME.

DIMENSION LINES: Será neste campo que vamos carregar as variáveis envolvidas na configuração da linha de dimensão. e neste campo sim definimos a espessura do conjunto da cota a ser utilizada. EXTENSION LINES: Será neste campo que vamos carregar as variáveis envolvidas na configuração das linhas de extensões. NOTA: Importante carregarmos um estilo de COTA no quadro de diálogo LAYERS. LINE WEIGHT: Campo onde conseguimos especificar qual será a espessura da linha de dimensão. LINEWEIGHT: Campo onde conseguimos especificar qual será a espessura da linha de dimensão. EXTEND BEYOND: Campo onde definimos quanto a linha de extensão vai ultrapassar a linha de dimensão. Também controlado com a variável DIMDLE. Também controlada com a variável DIMCLRD. EXTEND BEYOND: Campo onde definimos quanto a linha de dimensão vai ultrapassar a linha de extensão. e neste campo sim definirmos a espessura do conjunto da cota a ser utilizada. COLOR: Campo onde conseguimos definir qual será a cor da linha de extensão. DIMSE1 / DIMSE2. SUPRESS: Campo onde conseguimos suprimir parte da linha de dimensão ou até mesmo a supressão por completo desta linha no processo de dimensionamento. Também controlada com a variável DIMCLRE. Também controlado com a variável DIMEXE. . COLOR: Campo onde conseguimos definir qual será a cor da linha de dimensão. Também controlado com a variável DIMDLI. BASELINE SPACING: Campo onde definimos qual será a distância a ser obedecida entre um dimensionamento e outro quando o processo de dimensionamento é o BASELINE. NOTA: Importante carregarmos um estilo de linha de COTA no quadro de diálogo LAYERS.

Também controlado com as variáveis DIMSE1 e DIMSE2. Também controlado com a variável DIMASZ. CENTER MARKS FOR CIRCLES: Será neste campo que vamos carregar as variáveis envolvidas na mira de centro em um dimensionamento. A seta é definida com a variável CLOSED FILLED. 2ST: Campo onde definimos qual será o estilo da 2 º seta ou terminador a ser utilizado. Também controlado com a variável DIMEXO. assim como a exata localização da cota em relação ao desenho confeccionado. TYPE: Campo onde definimos qual será o tamanho de centro. LINE: Cria uma linha de centro e o valor da variável DIMCEN é definida com valor negativo. 1ST: Campo onde definimos qual será o estilo da 1 º seta ou terminador a ser utilizado. SUPRESS: Campo onde conseguimos definir a supressão das linhas de extensões. NONE: Não cria a marca de centro – DIMCEN = 0. . A seta é definida com a variável CLOSED FILLED. MARK: Cria uma marca de centro e o valor da variável DIMCEN é definida com valor positivo. Também controlado com a variável DIMCEN. LEADER: Campo onde definimos qual será o estilo da seta ou terminador a ser utilizado para a construção de uma linha de cota.OFFSET FRON ORIGIN: Campo onde definimos quanto a linha de extensão vai se afastar de nossa peça. Para definir qual será a linha a ser suprimida faz-se necessário saber qual foi o primeiro ponto para a origem do dimensionamento ( DIMSE1 ) e qual o segundo ponto do dimensionamento ( DIMSE2 ). ARROW SIZE: Campo onde definimos qual será o tamanho da seta ou do terminador. ARROWHEADS: Será neste campo que vamos carregar as variáveis envolvidas na configuração das setas de dimensionamento. TEXT: Nesta janela vamos configurar todas as variáveis envolvidas na posição e forma do texto da cota.

DIMTAD=0. TEXT PLACEMENT: Será neste campo que vamos definir a posição do texto de cota em relação ao dimensionamento. FRACTION HEIGHT SCALE: Campo onde definimos o fator de escala a ser empregado na utilização de tolerância no dimensionamento. TEXT COLOR: Campo onde definimos qual será a cor do texto ( da cota ) do dimensionamento. TEXT STYLE: Campo onde definimos qual será o estilo de dimensionamento a ser configurado. ABOVE: Valor da cota posicionado sobre a linha de dimensão. Também definido com a variável DIMLFAC. . DIMTAD=1. TEXT HEIGHT: Campo onde definimos qual será a altura da cota no dimensionamento. VERTICAL: Campo onde definimos a posição do texto de cota em relação ao dimensionamento. Também controlado com a variável DIMTXT. DRAW FRAME AROUND TEXT: Campo onde definimos a construção de uma moldura em torno do valor da cota.TEXT APPEARANCE: Será neste campo que vamos carregar todas as variáveis que definem a forma e o tamanho do texto de dimensionamento. Também controlado com a variável DIMCLRT. CENTERES: Valor da cota posicionado sobre a linha de dimensão.

Também controlado com a variável DIMGAP. OVER EXT LINE 1 E 2: Valor da cota posicionado sobre as linhas de extensões. FIT: Nesta janela vamos configurar todas as variáveis envolvidas na posição e distribuição da forma de dimensionamento em relação ao desenho. Também controlado com as variáveis DIMTIH e DIMTOH. entre as linhas de extensões. ALIGNED WITH DIMENSION LINE: Valor da cota ficará sempre paralelo de dimensão. CENTERED: Valor da cota posicionado no centro da linha de dimensão. Também controlado com a variável DIMJUST. AT EXT LINE 1 E 2: Valor da cota posicionado próximo as linhas de extensões. Variáveis DIMTIH e DIMTOH ativadas. ISO STANDARD: Valor da cota ficará paralelo a linha quando estiver entre as linhas de extensões e quando estiver fora das linhas de extensões o valor ficará na posição horizontal. TEXT ALIGNMENT: Será neste campo que vamos definir a orientação do valor de cota. HORIZONTAL: Campo onde definimos a posição horizontal do texto de cota em relação ao dimensionamento. HORIZONTAL: Valor da cota ficará sempre na posição horizontal.OUTSIDE: Valor da cota posicionado de forma que fique mais distante do ponto de origem do dimensionamento. . OFFSET FROM DIM LINE: Campo onde definimos a distância em que ficará o valor da cota em relação a linha de dimensão.

OVER THE DIMENSION WITHOUT: Valor da cota ficará fora da linha de dimensão e não apresentará a linha guia de dimensionamento. valor de cota e linha de dimensão quando não possuir espaço suficiente para a sua própria configuração. SCALE FOR DIMENSION FEATURES: Será neste campo que vamos definir qual será o fator de escala a ser empregado nas variáveis de dimensionamento. porém com a presença de uma linha guia de dimensionamento. Padrão de escala=1. BOTH TEXT AND ARROWS: Configuramos que o valor da cota assim como as setas serão movidas para fora das linhas de extensões. DIMFIT=3. DIMFIT=4. OVER THE DIMENSION WITH: Valor da cota ficará fora da linha de dimensão. FINE TUNING: Campo que nos permite ajustes opcionais do texto de dimensionamento. TEXT: Configuramos que o valor da cota será movido para fora das linhas de extensões. DIMSOXD ativo.FIT OPTIONS: Será neste campo que vamos configurar a posição das setas. ARROWS: Configuramos que as setas serão movidas para fora das linhas de extensões. BESIDE DIMENSION LINE: Valor da cota ficará ao lado da linha de dimensão. Devemos carregar este fator no campo USE OVERALL SCALE. como por exemplo ignorar o processo horizontal de justificação ( PLACE . ALWAYS KEEP TEXT: Configuramos que o valor da cota ficará sempre entre ass linhas de extensões. DIMFIT=2. SUPRESS ARROWS: Configuramos que se não houver espaço suficiente para a presença das setas faz-se necessário a supressão das mesmas. TEXT PLACEMENT: Será neste campo que vamos configurar a colocação do valor da cota quando o mesmo sofreu algum tipo deslocamento. Também controlado com a variável DIMFIT.

. NOT STACKED: Cria uma barra separando os valores da fração. UNIT FORMAT: Campo onde definimos qual será a unidade de dimensão a ser utilizada no dimensionamento. LINEAR DIMENSION: Será neste campo que vamos especificar qual será a unidade de dimensão a ser utilizada assim como a precisão do dimensionamento. Também controlado com a variável DIMDSEP. Também controlado com a variável DIMDEC. PRECISION: Campo onde definimos o número de casas decimais a serem utilizadas no dimensionamento. Também controlado com a variável DIMFRAC. FRACTION FORMAT: Campo onde definimos a apresentação da forma de fração em um dimensionamento. HORIZONTAL: Cria o traço da fração na posição horizontal. DIAGONAL: Cria o traço da fração na posição diagonal.TEXT MANUALLY ) ou ainda definir a presença da linha de dimensão entre as linhas de extensões ( ALWAYS DRAW ) também controlado com a variável DIMTOFL. DECIMAL SEPARATOR: Campo onde definimos o parâmetro de separação da parte decimal. PRIMARY UNITS: Nesta janela vamos configurar todas as variáveis de controle da forma e precisão das unidades de dimensão além dos prefixos e sufixos de dimensionamento.

NOTA: Nos campos PREFIX e SUFIX conseguimos carregar uma constante nestes valores de modo que todo o dimensionamento apresente a simbologia de diâmetro carregado no campo PREFFIX e de tal forma que todas as cotas apresente no campo SUFFIX a cota proporcional apresentada em polegada milesimal. ANGULAR DIMENSION: Campo onde definimos qual sertã a unidade angular a ser utilizada no processo de dimensionamento. ALTERNATE UNITS: Nesta janela vamos configurar todas as variáveis de controle da forma e precisão das unidades de dimensões alternativas de um dimensionamento. ZERO SUPPRESSION: Campo onde definimos a supressão dos valores zeros a esquerda da dimensão ( LEADING ) ou ainda a supressão dos valores zeros a direita da dimensão ( TRAILING ). . SUFIX: Campo onde definimos a presença ou não de um sufixo no texto de dimensionamento. MEASUREMENT SCALE: Campo onde definimos qual será o fator de escala a ser aplicado no dimensionamento de tal forma que todo o dimensionamento obedeça esta constante que será carregada no campo SCALE FACTOR. Valor definido atrás do valor da cota.ROUND OFF: Campo onde definimos um valor de arredondamento para as dimensões não angulares. Valor definido a frente do valor da cota. PREFIX: Campo onde definimos a presença ou não de um prefixo no texto de dimensionamento. NOTA: Sempre que aplicamos o comando SCALE em um desenho faz-se necessário ajustarmos este parâmetro para que o dimensionamento seja real da peça. Também controlado com a variável DIMRND.

MULTIPLIER FOR ALT: Neste campo especificamos o valor do fator de conversão entre a dimensão e a unidade alternativa.UNIT FORMAT: Neste campo vamos especificar qual será a unidade da dimensão alternativa a ser utilizada no dimensionamento. . PRECISION: Neste campo vamos especificar qual será o número de casas decimais do valor da cota alternativa a ser utilizada. TOLERANCES: Nesta janela vamos configurar todas as variáveis de controle da forma e precisão das unidades a serem apresentadas no dimensionamento. PLACEMENT: Neste campo especificamos se o valor da cota alternativa será apresentada após a unidade primária ( AFTER PRIMARY ) ou abaixo da unidade primária ( BELOW PRIMARY ). ZERO SUPRESSION: Neste campo especificamos a supressão dos valores zeros a esquerda do valor de cota alternativo ( LEADING ) ou ainda a supressão dos zeros a direita do valor de cota alternativo ( TRAILING ).

já possuindo o sinal positivo. SCALING FOR HEIGTH: Campo onde definimos a escala que especifica a altura das tolerâncias no processo de dimensionamento. LIMITS: Carrega a forma de tolerância onde é informado o limite máximo e mínimo de um dimensionamento. NONE: Não carrega a apresentação dos valores de tolerâncias. Também controlado com a variável DIMTOL. PRECISION: Campo onde definimos o número de casas decimais das tolerâncias. Também controlado com a variável DIMTP. Também controlado com a variável DIMTM. UPPER VALUE: Campo onde carregamos o limite superior do dimensionamento. DEVIATION: Carrega a forma de tolerância de modo que vamos especificar qual será o limite superior ( UPPER VALUE ) e o limite inferior de afastamento ( LOWER VALUE ). já possuindo o sinal negativo. Também controlado com a variável DIMTDEC. VERTICAL POSITION: Campo que define a justificação de apresentação vertical dos valores das tolerâncias no processo de dimensionamento.METHOD: Campo onde definimos o método de apresentação das tolerâncias de dimensionamento. TOP: Valores das tolerâncias alinhados com a parte superior do texto da cota. LOWER VALUE: Campo onde carregamos o limite inferior do dimensionamento. . Também controlado com a variável DIMTFAC. MIDDLE: Valores das tolerâncias alinhados por um ponto médio em relação a cota. BOTTOM: Valores das tolerâncias alinhados com a parte inferior do texto da cota.mesmo valor ). SYMETRICAL: Carrega a forma de tolerância com limite superior e inferior com o mesmo padrão de afastamento positivo e negativo ( + . Valor carregado no campo UPPER VALUE. Também controlado com a variável DIMLIM.

podemos alterar o ângulo do valor da cota de forma que o mesmo apresente uma inclinação definida pelo usuário. Specify first extension line origin or ( select object ) : Devemos identificar o primeiro ponto do dimensionamento. Specify second extension line origin: Devemos selecionar o segundo ponto do dimensionamento.DIMENSIONANDO LINHAS NA HORIZONTAL E VERTICAL MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS DIMENSION / LINEAR DIM / LINEAR ( DLI ) COMANDO : DLI : Comando utilizado para obter um dimensionamento de linhas confeccionadas na posição horizontal ou vertical. é descrito o seguinte procedimento na região de comandos. . Specify dimension line location or ( Mtext / Text / Angle / Horizontal / Vertical / Rotated ): Após selecionado os pontos que vão originar o dimensionamento. HORIZONTAL / VERTICAL: Variável que cria um dimensionamento linear horizontal ou vertical de acordo com a variável a ser ativada digitando-se (H) ou (V). podemos trabalhar com as variáveis que editam a dimensão pré determinada. Quando o comando é ativado. TEXT: Digitando a letra (T) na região do comando DLI. onde definimos cada uma destas variáveis abaixo: MTEXT: Digitando a letra (M) na região do comando DLI abre-se a caixa de diálogo de editor de texto onde podemos editar o valor da cota assim como definido no comando MTEXT. ANGLE: Digitando a letra (A) na região do comando DLI. podemos editar o valor da cota assim como definido no comando TEXT.

Vejamos alguns exemplos de dimensionamentos lineares e a função de suas variáveis. podemos rotacionar as linhas de extensões assim como a linha de dimensão conforme o ângulo definido pelo usuário.NOTA: Não se faz necessário ativarmos estas variáveis pois a partir do momento que definimos o primeiro e o segundo ponto automaticamente o CAD já define qual será o estilo linear a ser utilizado no dimensionamento. 50 50 50 Dimensionamento Linear Horizontal e Vertical Dimensionamento Linear com a variável ANGLE ativada Dimensionamento Linear com a variável ROTATED ativada DIMENSIONANDO O COMPRIMENTO DE LINHAS INCLINADAS 35 . ROTATED: Digitando a letra ( R ) na região do comando DLI. Mantém o padrão de dimensionamento que será definido no comando DIM / ALIGNED.

MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS DIMENSION / ALIGNED DIM / ALIGNED ( DAL ) COMANDO : DAL : Comando utilizado para obter um dimensionamento de linhas inclinadas onde o objetivo é definir o seu comprimento. Specify second extension line origin: Devemos selecionar o segundo ponto do dimensionamento. é descrito o seguinte procedimento na região de comandos. podemos trabalhar com as variáveis MTEXT. Exemplo de dimensionamento linear alinhado: DIMENSIONANDO UM RAIO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL DIMENSION / RADIUS 35 . Specify first extension line origin or ( select object ): Devemos identificar o primeiro ponto do dimensionamento. TEXT e ANGLE assim como definido no comando DLI onde editamos o texto de dimensionamento com as variáveis MTEXT ou TEXT e podemos aplicar uma inclinação do valor de cota com a variável ANGLE. Quando o comando é ativado. Specify dimension line location or ( Mtext / Text / Angle ): Após selecionado os pontos que vão originar o diumensionamento.

R25 DIMENSIONANDO UM DIÂMETRO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS DIMENSION / DIAMETE DIM /DIAMETER ( DDI ) COMANDO : DDI : Comando utilizado para obter o dimensionamento de diâmetros. ANGLE: Variável que define a inclinação a ser obedecida do valor da cota no dimensionamento. é descrito o seguinte procedimento na região de comandos. Exemplo de dimensionamento com o comando DIM / RADIUS. é descrito o seguinte procedimento na região de comandos. Specify dimension line location or ( Mtext / Text / Angle ): Devemos definir o ponto onde queremos fixar o valor do dimensionamento. . Select are or circle: Devemos selecionar o raio ou o círculo onde queremos obter o seu dimensionamento.BARRA DE COMANDOS DIM /RADIUS ( DRA ) COMANDO : DRA: comando utilizado para obter o dimensionamento de raios. Quando o comando é ativado. Quando o comando é ativado. MTEXT / TEXT: Variáveis para editar o valor da cota no dimensionamento.

Exemplo de dimensionamento com o comando DIM / DIAMETER. Select are. circle. Quando o comando é ativado. line or <specify vertex>: Devemos selecionar a primeira linha que servirá como base para obter o valor do ângulo.Select are or circle: Devemos selecionar o raio ou o círculo onde queremos obter o seu diâmetro. 30 DIMENSIONANDO UM ÂNGULO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS DIMENSION / ANGULAR DIM /ANGULAR ( DAN ) COMANDO : DAN : Comando utilizado para obter o dimensionamento de ângulos. ANGLE: Variável que define a inclinação a ser obedecida do valor da cota no dimensionamento. é descrito o seguinte procedimento na região de comandos. Select dimension line location or ( Mtext / Text / Angle ): Devemos definir o ponto onde queremos fixar o valor do dimensionamento. . MTEXT / TEXT: Variáveis para editar o valor da cota no dimensionamento.

Specify second line: Devemos selecionar a segunda linha para obter o valor do ângulo. Specify dimension are line or ( Mtext / Text / Angle ): Devemos clicar um ponto que servirá de base para fixar o dimensionamento. MTEXT / TEXT: Variáveis para editar o valor da cota no dimensionamento. ANGLE: Variável que define a inclinação a ser obedecida do valor da cota no dimensionamento. Exemplo de dimensionamento com o comando DIM / ANGULAR.

45°

CRIANDO UM DIMENSIONAMENTO CONTÍNUO MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS DIMENSION / CONTINUE DIM / CONTINUE

COMANDO : CONTINUE : Comando utilizado para obter um dimensionamento contínuo, ou seja, obter dimensionamentos que mantenham entre si o mesmo alinhamento. Quando o comando é ativado, é descrito o seguinte procedimento na região de comandos. Select continued dimension: Devemos selecionar uma cota já existente que será a base para a construção dos demais dimensionamentos contínuos. Specify a second extension line origin or ( Undo / Select ): Devemos selecionar o segundo ponto que será a base para a construção deste dimensionamento contínuo.

Specify a second extension line origin or ( Undo / Select ): Devemos selecionar o terceiro ponto que será a base para a construção deste dimensionamento contínuo assim sucessivamente até a conclusão de todas as cotas necessárias. Exemplo de dimensionamento com o comando DIM / CONTINUE.
20 20 20 20

CONSTRUINDO UMA LINHA DE COTA MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS DIMENSION / LEADER DIM / LEADER

COMANDO : LEADER : Comando utilizado para construir uma linha de cota. Este comando é utilizado para cotagem de chanfros ou quando se faz necessário a construção de uma linha de cota para colocação de anotações no desenho confeccionado. Quando o comando é ativado, é descrito o seguinte procedimento na região de comandos. Specify first leader point, or [ Setting ]: Devemos selecionar qual será o ponto base onde ficará localizado a seta de dimensionamento.

Specify next point: Devemos construir a primeira linha de dimensionamento de modo que se faz necessário clicar um ponto para a construção desta linha. Specify next point: Devemos então após construir a primeira linha, confirmar a sua construção clicando a tecla ( ENTER ) Enter first line of annotation text < Mtext > : Devemos carregar qual será o texto a ser descrito no dimensionamento. ( ENTER ) / ( ENTER ) : Clicamos então após descrito o texto ( 2 ) duas vezes a tecla ENTER para finalizar o comando. NOTA: No campo ( enter first line of annotation text <Mtext>: ) se clicarmos a tecla ENTER abre-se a caixa de diálogo MTEXT – Multiline Text Editor, onde podemos editar e construir o texto a ser digitado.

Exemplo de dimensionamento com o comando DIM / LEADER.

20x45°

esta será excluída da área de trabalho. basta clicarmos sobre a barra que nos interessa e ela se apresentará na área de trabalho. do mesmo modo será para a retirada de uma barra. Veja o exemplo descrito a seguir: Selecione a barra desejeda confirme .CONFIGURANDO A ÁREA DE TRABALHO ITEM 1 – Carregando as barras de ferramentas. clicando então sobre a mesma. Para que ocorra a apresentação de uma das barras laterais que o CAD possui. MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS VIEW / TOOLBARS TOOLBAR ( TO ) COMANDO : TOOLBAR : Abre-se um quadro de diálogo que apresenta todas as barras de ferramentas laterais ( Menu de Ícones / Menu de Atalhos ). onde podemos carregar ou até mesmo excluir as barras laterais.

etc.All .. além de outras ferramentas de controle.. ou até mesmo criar um novo desenho. etc... Barra de Ferramentas: MODYFY – Barra de ferramenta que apresenta todos os comandos de modificação de um desenho como por exemplo os comandos Erase. Barra de Ferramentas: STANDARD – Barra de ferramenta que possui os atalhos para abrir um novo desenho. Barra de Ferramentas: DRAW – Barra de ferramenta que apresenta todos os comandos de construção do desenho como por exemplo o comando Line. É através desta que conseguimos editar as linhas e até mesmo mudar as suas propriedades. . Zoom Window. Rectangle.Conheça agora as principais barras de ferramentas laterais que podem ser ativadas pelo comando TOOLBAR: Barra de Ferramentas: OBJECT PROPERTIES – Barra que apresenta as configurações das respectivas linhas a serem utilizadas durante a execução de um desenho. Offset.. etc. Barra de Ferramentas: ZOOM – Barra de ferramenta que apresenta todos os comandos de visualização do desenho como por exemplo os comandos Zoom ..

selecione a cor desejada. clique em ( APPLY & CLOSE ) e em seguida ( OK ).Barra de Ferramentas: DIMENSION – Barra de ferramenta que apresenta todos os comandos de dimensionamento dos desenhos. Através desta barra podemos executar qualquer estilo de dimensionamento como por exemplo o Dim-Linear. entre outros. Para realizar estas alterações de acordo com a preferência do usuário. clicamos no botão superior ( DISPLAY) – ( COLORS ) – ( COLOR ). . configurações estas que podem ser aplicadas conforme a preferência de cada usuário e podem ser alteradas a qualquer momento durante a execução de um desenho. Dim-Diameter. MENU SUPERIOR MENU DE ÍCONES / MENU LATERAL BARRA DE COMANDOS TOOLS / OPTIONS PREFERENCES ( PR ) Vamos então citar as principais configurações a que podemos alterar em nossa área de trabalho: 2. faz-se necessário ativar o comando PREFERENCES do Auto-Cad 2000.1 – Alterando a cor do fundo da área de trabalho: Para alterarmos a cor primeiramente vamos acionar o comando de preferência do usuário ( Comando PREFERENCES ) No quadro de diálogo do comando Preferences. ITEM 2 – Configurando o layout da área de trabalho Podemos realizar diversas configurações na área de trabalho.

ou ainda das linhas de comandos. 2.2 Alterando o número de linhas da Região de Comandos: .Veja o exemplo: Podemos ainda alterar a cor do cursor. assim como o fundo da região de comandos. Basta clicarmos dentro da janela DISPLAY na barra de rolagem WINDOW ELEMENT e selecionar qual o elemento que queremos alterar.

conforme exemplo abaixo. 2.4 – Alterando os parâmetros de salvamento: Podemos deixar definido no Auto-Cad 2000 que o salvamento seja feito com a extensão do Auto-Cad 14 ou até mesmo outra extensão conforme a preferência do usuário. clique no botão ( OPEN AND SAVE ). É importante salientar neste momento que um desenho salvo com a extensão do 2000 não abrirá no Cad 14. diante deste problema é aconselhado salvar os desenhos com a extensão do R14.Basta clicarmos na janela DISPLAY e alterarmos o número de linhas no campo ( TEXT LINES IN COMAND LINE WINDOW ). conforme segue o exemplo: Dentro do comando PREFERENCES. em seguida na barra de rolagem ( SAVE AS ) e escolha a opção ( AUTO CAD R14 / LT 99 / LT 97 DRAWING – DWG ).3 – Alterando o comprimento do cursor de tela: Basta clicarmos na janela DISPLAY e alterarmos o valor que se apresenta no campo ( CROSSHAIR SIZE ) conforme exemplo: 2. .

2. devemos clicar no campo ( PICKBOX SIZE ) e fazer a alteração.Podemos ainda definir o tempo de salvamento automático ( SAVETIME ) clicando no campo ( MINUTES BETWEEN SAVES ) no botão ( OPEN AND SAVE ) do comando PREFERENCES. . Durante a utilização do aplicativo ocorrer algum problema com os GRIPS devemos verificar se o campo ( ENABLE GRIPS ) está habilitado ou até mesmo o campo ( NOUN / VERB SELECTION ) onde ambos realizam suas tarefas de seleção dos GRIPS e edição de objetos. Para definirmos o tamanho da mira do cursor de tela.5 – Parâmetros dos GRIPS de Edição: Podemos editar os GRIPS de trabalho pelo comando PREFERENCES NO BOTÃO ( SELECTION ) ou ainda ( DRAFTING ).

RELAÇÃO DE ATALHOS ATALHO COMANDO ATALHO COMANDO ATALHO COMANDO A ARC GR DDGRIPS RE REGEN AA ÁREA H BHATCH REA REGENALL AL ALIGN HE HATCHEDIT REC RECTANGLE AR ARRAY HI HIDE REG REGION AT DDATTDEF I DDINSERT REN DDRENAME ATE DDATTE IAD IMAGEADJUST RM DDRMODES B BMAKE IAT IMAGEATTACH RO ROTATE BH BHATCH ICL IMAGECLIP RPR RPREF BO BOUNDARY IM IMAGE RR RENDER BR BREAK IMP IMPORT S STRETCH C CIRCLE IN INTERSECT SC SCALE CH DDCHPROP IO INSERTOBJ SEC SECTION CHA CHAMFER L LINE SHA SHADE COL DDCOLOR LA LAYER SL SLICE COP COPY LE LEADER SN SNAP D DDIM LEN LENGTHEN SO SOLID DAL DIMALIGNED LI LIST SP SPELL DAN DIMANGULAR LS LIST SPL SPLINE DBA DIMBASELINE LT LINETYPE SPE SPLINEDIT DCE DIMCENTER LTS LTSCALE ST STYLE DCO DIMCONTINUE M MOVE SU SUBTRACT DDI DIMDIAMETER MA MATCHPROP T MTEXT DED DIMEDIT ME MEASURE TA TABLET DI DIST MI MIRROR TH THICKENESS DIV DIVIDE ML MLINE TI TILEMODE DLI DIMLINEAR MO DDMODIFY TO TOOLBAR DO DONUT MS MSPACE TOL TOLERANCE DOR DIMORDINATE MT MTEXT TOR TORUS .

Alguns sites interessantes : www.mundocad.br www.br .br “ Deixo aqui o meu sincero desejo a todos que se realizem profissionalmente e sempre caminhando em busca de novas conquistas pois temos perfeitas condições de superar todas as dificuldades que surgirão em nossos caminhos. Martins Editora: Érica *Auto Cad 2000 avançado 2D & 3D.com.cadklein.” Ricardo Alexandre Suares ( 019 – 3276-6159 / 019 – 91042130 ) Professor ricardo_projarqui@terra.DOV DRA DST DT DV E ED EL EX EXIT EXP EXT F FI G DIMOVERRIDE DIMRADIUS DIMSTYLE DTEXT DVIEW ERASE DDEDIT ELLIPSE EXTEND QUIT EXPORT EXTRUDE FILLET FILTER GROUP MV O OS P PE PL PO PLO PR PRE PRINT OS PU R RA MVIEW OFFSET DDOSNAP PAN PEDIT PLINE POINT POLYGON PREFERENCES PREVIEW PLOT PSPACE PURGE REDRAW REDRAWALL TR UC UNI UNI V VP W WE X XA XB XC XL XR Z TRIM DDUCS DDUNITS UNION DDVIEW DDVPOINT WBLOCK WEDGE EXPLODE XATTACH XBIND XCLIP XLINE XREF ZOOM BIBLIOGRAFIA: *Solução em auto Cad 2000.com. Autores: Reynaldo Turquetti Filho Leonardo Berges Bento Marlos Fabiano de Moraes Editora: Érica *Revista Cadesign.com. Autores: Aparecido H. Pedro Alexandre G.