You are on page 1of 16

Profa. Dra.

Ana Cristina de David Universidade de Brasília

Fatores que afetam o Desenvolvimento Motor
Gallahue, D. & Ozmun J. C. Compreendendo o desenvolvimento motor. Bebês, crianças adolescentes e adultos.

Direção Desenvolvimentista  Desenvolvimento Físico e aquisição de Habilidades Motoras: o o Céfalo Caudal Próximo-Distal  Gesell (1954) x Exigências da Tarefa (Arrastar/Engatinhar/Caminhar)  Idosos .

1954)   Intervenção apropriada  Período mais crítico: Neo-Natal e Infância .Índices de Crescimento  Padrão Característico e Universal Flutuação Auto-Reguladora (GESELL.

Diferenciação: progressão gradual dos padrões de movimento amplo e global para os mais refinados e funcionais. Integração: coordenação entre músculo e sistemas sensoriais (ex.: habilidades óculo-manuais)  Idade x Uso-Desuso .

afetivo Prontidão: maturação biológica e fatores ambientais voltados para o encorajamento e êxito (habilidades anteriores)    Estímulo Precoce? Experiências Perceptivo-Motoras? Desenvolvimento Maturacional + Ambiente Propício + Educador . cognitivo.Variabilidade e Prontidão Variabilidade: variabilidade na média de idades para aquisição de habilidades motoras motor.

Períodos Críticos/Suscetíveis Período Crítico  Período Suscetível: janela no tempo em que há maior facilidade e rapidez para o aprendizado de determinada capacidade ou habilidade (instrumento musical. .  Primeira infância: déficit nas experiências motoras diversificadas nesse período dificulta que a criança atinja níveis mais altos posteriormente. movimentos ginástica).

Níveis de Aptidão  Níveis de aptidão física e exigência da tarefa  Fatores Físicos e Mecânicos .

Prematuridade Prematuro  ≠ Nasciturnos de baixo peso  Retardamento Mental e Físico. . linguagem e interação social  prejudicadas e problemas de coordenação motora. hiperatividade e morte Dificuldades no aprendizado.

distância. Vínculo: Pais . privações   .Bebê Crianças adotadas X Período Sensível Tempo.

Estímulo e Privação  Nutrição Pobreza  .

Estímulo e Privação  Trabalho infantil .

• Desvios do comportamento alimentar que podem levar ao emagrecimento extremo ou à obesidade. . 56% das nadadoras e 58% das demais confessaram o temor de engordar.Desordens Alimentares •Estudo da Universidade Federal de São Paulo (2002): •74% das ginastas. entre outros problemas físicos e incapacidades.

Fatores da Tarefa Desordens Alimentares Anorexia / Bulimia Nervosa  Anorexia o o ♀ 10x mais q ♂ 1% das mulheres o Após dietas (45%) ou situações competitivas (40%) Bulimia o  2 a 4% mulheres jovens Em média. dos 17 aos 40 anos o  Mortalidade em torno de 10% .

e de 38% no caso das mulheres.Fatores da Tarefa Desordens Alimentares  Obesidade • Brasil (Dados do Ministério da Saúde): •20% das crianças são obesas •Cerca de 32% da população adulta apresentam algum grau de excesso de peso. . no caso dos homens. sendo 25% casos mais graves (situação mais crítica no Sul) •28%.

Fatores da Tarefa Desordens Alimentares Obesidade •Genética ??   Desordens Alimentação Baixo nível de endocrinológicas  Ambos obesos Pai ou mãe obeso (a) 80% 40% Ambos não obesos 10%  atividade física .

Fatores da Tarefa Desordens Alimentares  Outras Desordens •Comedores compulsivos •Transtorno Alimentar Noturno .