Licitação

Conceito, características e princípios.

Conceito
• Procedimento administrativo pelo qual um ente público, no exercício da função administrativa, abre a todos os interessados, que se sujeitem às condições fixadas no instrumento convocatório, a possibilidade de formularem propostas dentre as quais selecionará e aceitará a mais conveniente para a celebração de contrato. (Di Peitro 2010, 350) • É o procedimento administrativo mediante o qual a administração pública seleciona a proposta mais vantajosa para o contrato de seu interesse. ( Hely Lopes Meirelles )

Características
• Competência: é competência privativa da União legislar sobre normas gerais de licitação e contratação, em todas as modalidades, para a administração pública, direta e indireta. (art.22, XXVII da CF). Assim os Estado e Municípios possuem competência legislativa suplementar.

Natureza jurídica
• Natureza Jurídica da Licitação: Procedimento administrativo. • Natureza Jurídica da Lei 8.666/93: • Lei Federal: é aquela que vale apenas para o âmbito da União, não se aplicando às demais esferas federativas. Ex: Lei 8.112/90 – Estatuto do Servidor Público Civil da União • Lei Nacional: é obrigatória para União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, alcançando todas as esferas Federativas. Ex: Lei 5.172/66 – Código Tributário Nacional. • Assim, a Lei 8.666/96, possui indiscutivelmente natureza jurídica de lei nacional.

jurídico e fático Toda a administração art. habilitação. respeito ao edital.Até a publicação do edital Edital. adjudicação. classificação. Menor preço Interna externa Tipos fases Concorrência Tomada de preços Convite concurso leilão pregão Consulta Licitação Dispensada – art 17 Licitação Dispensável – art 24 Inexigibilidade – art 25 Lógico. fiscalização . homologação.173 CF Melhor técnica Preço e técnica Maior lance ou oferta modalidades Licitação Exceções ao dever de licitar pressupostos Quem deve licitar ideias Competitividade.

Procedimento da licitação • FASE INTERNA: Compreende todos os atos anteriores a publicação do edital. • A) elaboração de projeto básico • B) orçamento detalhado • C) previsão de recursos orçamentários • D) abertura de processo administrativo para verificação da necessidade .

por Comissão. pode ser substituída por servidor designado por autoridade competente para o procedimento licitatório. inclusive para melhoria ou aprimoramento do edital.) . fixa as condições e convoca os interessados para apresentação de suas propostas.Fase externa • Audiência Pública: destina-se a dar conhecimento ao público das pretensões da administração referentes as obras e projetos que deseja realizar. conforme o pedido no edital. capacidade técnica. feito. habilitação e inabilitação de licitantes. • Documentação e propostas: reconhecimento da documentação e das propostas . ( capacidade jurídica. • Habilitação: é o reconhecimento dos requisitos legais para licitar. Idoneidade financeira. regularidade fiscal. no caso do convite. em regra. Na audiência a administração deve estar aberta a sugestões ali feitas . • Edital: instrumento através do qual a administração leva ao conhecimento público a abertura da licitação. que.

Adjudicação: ato pelo qual se atribui ao vencedor o objeto da licitação para efetivação do contrato. .homologando-se e adjudicando.• Julgamento das propostas: ato pelo qual se confrontam as ofertas . • Homologação e adjudicação: Após a classificação dos propostas deve enviar o resultado a autoridade . classificam-se os proponentes e escolhe-se o vencedor. o qual convocará o vencedor para assinar o contrato. Homologação: confirmação da classificação das propostas.

.Tipos de licitação (art.45 da lei 8.666/93) • Menor preço: quando o critério de seleção da proposta mais vantajosa para a Administração determinar que será vencedor o licitante que apresentar a proposta de acordo com as especificações do edital e ofertar o menor preço.

. passa-se a abertura de propostas de preço com valoração mínima.• Melhor técnica: utilizada exclusivamente para serviços de natureza predominantemente intelectual. • 1) abertura de envelopes • 2) Após a classificação da proposta tecnica.

. • 1) abertura dos envelopes contendo a proposta técnica • 2) avaliação e valoração das propostas de preços • 3) classificação de acordo com a valorização das propostas técnicas e preços.Técnica e preço • Utilizado exclusivamente para serviços de natureza predominantemente intelectual.

Maior lance ou oferta • Critério utilizado exclusivamente para a modalidade leilão. .

472/97 A qualquer interessados Pregão Lei 10.Quadro comparativo entre as diferentes modalidades de licitatórias. cadastrados ou não. escolhidos e convidados em numero mínimo de 3 5 dias úteis Concurso Lei 8666/93 A qualquer interessados Leilão Lei 8666/93 A qualquer interessados Consulta (Anatel) Lei 9. Concorrência Base legal Abertura Lei 8666/93 Quaisquer interessados desde que comprovem os requisitos mínimos exigidos no edital Tomada de preço Lei 8666/93 Interessados cadastrados ou que atendem às condições do edital até 3 dias antes do recebimento das propostas Convite Lei 8666/93 Interessados do ramo pertinente ao seu objeto.520/02 A qualquer interessados Intervalo mínimo entre instrumento s convocatóri o e entrega de envelopes 45 dias corridos (melhor técnica ou técnica e preço) 30 dias ( menor preço) 30 dias corridos (técnica ou técnica e preço) 15 dias (menor preço) 45 dias corridos 15 dias corridos Sem previsão 8 dias úteis .

. 24. mas sua realização pode não ser para a administração conveniente e oportuna.não acudirem interessados à licitação • X-Compra ou locação de imóveis destinado ao atendimento de finalidades da administração. . • IV.Emergência ou calamidade pública • V. a luz do interesse público. • OBS: DISCRICIONARIEDADE DE LICITAR DE ACORDO COM A MELHOR SOLUÇÃO – LICITAR OU CONTRATAR DIRETAMENTE.Guerra ou grave perturbação da ordem.. • ETC. LEI 8666/93) • Casos em que a competição é possível. • I.para outros serviços de compras de valor até 8 mil reais • III..obras e serviços de engenharia até 15 mil reais • II.Exceções ao dever de licitar • LICITAÇÃO DISPENSÁVEL (ART.

Não podendo ser repetida sem prejuízo para a administração.Licitação deserta • Quando não existir interessados para participar da licitação. • Assim serão mantidas na contratação direta todas as condições constantes do instrumento convocatório. . Ficando a licitação dispensada.

aparecem interessados para participar da licitação.Licitação fracassada • Neste caso. . mas nenhum é selecionado em decorrência da inabilitação ou desclassificação.

. locação ou permissão de uso de bens imóveis – Âmbito de programas habitacionais • Etc.: a licitação nestes casos está excluída.17 DA LEI 8666/93) Alienação de bens imóveis proveniente s de: A) dação em pagamento.. por outro imóvel que atenda os requisitos D) investidura E) venda a outro órgão da administração pública F) alienação gratuita ou onerosa.pagar dívida B) doação para outro órgão ou entidade C) permuta . .• • • • • • • • LICITAÇÃO DISPENSADA (ART. • Obs.

Imóveis Alienação. locação Doação Dação em pagamento Investidura Permuta Venda a outro órgão .Contratação dispensada. Dispensada pela própria lei Dispensável Conveniência adminis.

25 lei 8666/93) • Casos em que a realização do procedimento licitatório é logicamente impossível por inviabilidade de competição. • Para profissionais de setor artístico. equipamentos. Casos em que a realização do certame violaria o interesse público em razão de extrema urgência. . com profissionais de notória especialização. Ex: compra de vacinas em epidemia. • Para contratação de serviços técnicos.para aquisição de materiais. ou gêneros que só possam ser fornecidos por produtor exclusivo.Inexigibilidade (art. identificada pela doutrina. A administração é obrigada a adotar a contratação direta pelo fato de a proteção do interesse público ser incompatível com o período de tempo necessário para concluir o certame . • I. consagrado pela crítica ou pela opinião pública. • Licitação vedada ou proibida: sem previsão expressa.

• • • • • Legalidade – fiel observância do procedimento estabelecido em lei. lealdade. Vinculação ao instrumento convocatório – edital ou carta conviteobediência as normas e condições constantes no edital • Objetividade – proibição de critérios subjetivos. . Impessoalidade e igualdade – imparcialidade no procedimento Publicidade .atos públicos e sessões com portas abertas. decoro e boa fé.Princípios gerais da licitação • LIMP a moral com Instrumentos objetivos. Moralidade – padrões éticos .

também de acordo com a marca. à sede e ao domicílio dos licitantes. .Avaliar de forma padrão. tornam-se obrigatórias a garantia de ampla publicidade e a devolução dos prazos para não prejudicar os licitantes que eventualmente tenham deixado de participar do certame em virtude da clausula objeto da modificação. Porem. raças(animais). Etc. tipo. • Avaliar: marcas(bens). • Princípio da padronização (art15 da LL) • Uniformizar.Princípios específicos da licitação. • Princípio da inalterabilidade do edital: em regra o edital não pode ser modificado após sua publicação. raça . havendo necessidade de alteração de algum dispositivo. tipo (alimento) • Princípio do julgamento objetivo: o julgamento das propostas há de ser feito de acordo com os critérios fixados no edital • Princípio da Indistinção: são vedadas preferências quanto à naturalidade...

antes do momento adequado. (art.44.• Princípio da Fiscalização: Possibilidade de todos.43. participarem dos atos da licitação. tal princípio proíbe a elaboração de propostas vinculadas às ofertas de outros licitantes. CF) . • Princípio do sigilo das propostas: os envelopes não podem ser abertos. que é a sessão pública instaurada com essa finalidade. § 2º da lei 8. • Princípio da Obrigatoriedade: realização da licitação como um dever do Estado (art.666/93) • Princípio da vedação à oferta de vantagens: baseado na regra do art. § 1º da Lei 8.666/93.37. XXI.

Objeto da Licitação .

520/02 Pregão Lei 9.Modalidade da Licitação Concorrência Tomada de preço Convite Serve para todos os objetos Concurso Modalidade Possui finalidade específica Leilão (legalmente apreendido ou penhorado) Lei 10.472/97 Consulta .Anatel .

.000. comprovem possuir os requisitos mínimos de qualificação exigidos no edital para execução de seu objeto.00(seiscentos e cinquenta mil reias). -Licitações internacionais.(art. na fase inicial de habilitação preliminar. •Intervalo entre a publicação do edital e entrega dos envelopes é de 45dias corridos.000. •Nos casos de menor preço (30dias corridos) •Independente do valor é obrigatória: -Compras e alienações de imóveis.500.00(um milhão e quinhentos mil reais) Demais objetos para contratações superior a R$650. -Concessões de direito real de uso. A concorrência é a modalidade mais rigorosa. -Concessões de serviço público. •Obrigatória: Obras e serviços de engenharia com valor acima de R$1.Concorrência É a modalidade de licitação entre quaisquer interessados que.22§1daLei8666/93) •Utilizada para objetos de grande vulto econômico. -Contratos de empreitada integral.

.

.

.

.

Procedimento da Carta. •Recebidos os envelopes. •Dirigida no mínimo a três interessados.Convite Convocação dos licitantes é feita por escrito. segue-separa: •Classificação •Homologação •Adjudicação . •Cinco dias uteis para entrega dos envelopes.

.

.

.Intervalo mínimo entre o instrumento convocatório e ao data do leilão é de 15 dias corridos.

Procedimento do Leilão .

.

nos autos da ADIN 1668-5-DF) . 22 da Carta Magna "não exclui.666/93.Posicionamento do STF Favorável De acordo com esta interpretação do STF. a possibilidade de determinados tipos de modalidades de licitações serem criadas em lei específica (. o disposto no § 8º do art.. que vedava a criação de outras modalidades de licitação. o disposto no inciso XXVII do art. 8. evidentemente. pois.)" (Trecho do voto proferido pelo Ministro Nelson Jobim. foi efetivamente derrogado. não tendo mais eficácia jurídica.. 22 da Lei nº.em consonância com o que foi decidido pelo plenário do STF nos autos da ADIN 1668-5-DF.

. Ministro Relator Marco Aurélio Farias de Melo . ao dispor sobre as modalidades "consulta" e "pregão" acaba por esvaziar a razão de ser da existência de uma norma geral. Neste primeiro exame.. da moralidade.. 22 da Constituição Federal (.) O objetivo maior da existência de uma lei geral outro não é senão diretrizes básicas que. 9. da igualdade. homenageando os princípios norteadores da Administração Pública – da legalidade.472/97. tal como prevista no inciso XXVII do art..)".Desfavorável "(. tenho que a Lei nº. independentemente do objeto almejado. da probidade administrativa – sirvam a todo e qualquer contrato. da impessoalidade. da publicidade.

Para os casos não previstos no caput. DE 16 DE JULHO DE 1997. 58. na forma do regulamento. Encerrada a etapa competitiva. forma e valor. IV . Art. Dispõe sobre a organização dos serviços de telecomunicações. Nas seguintes hipóteses.quando o número de cadastrados na classe for inferior a cinco.para o registro de preços. considerando a qualificação do proponente. que serão chamados a formular lances em sessão pública. a Agência poderá utilizar procedimentos próprios de contratação.quando o Conselho Diretor assim o decidir. nas modalidades de consulta e pregão. a criação e funcionamento de um órgão regulador e outros aspectos institucionais.472. . que terá validade por até dois anos. Parágrafo único. após a etapa competitiva. 56.para a contratação de bens e serviços comuns de alto valor.LEI Nº 9. 57. 56 e 57. A decisão ponderará o custo e o benefício de cada proposta. III . nos termos da Emenda Constitucional nº 8. verificando-se a um só tempo. A contratação de obras e serviços de engenharia civil está sujeita ao procedimento das licitações previsto em lei geral para a Administração Pública. de 1995. A disputa pelo fornecimento de bens e serviços comuns poderá ser feita em licitação na modalidade de pregão. o pregão será aberto a quaisquer interessados. Parágrafo único. Art. II . 54. A licitação na modalidade de consulta tem por objeto o fornecimento de bens e serviços não compreendidos nos arts. a qualificação subjetiva e a aceitabilidade da proposta: I . Art. Parágrafo único. independentemente de cadastramento. Art. a Comissão examinará a melhor oferta quanto ao objeto. restrita aos previamente cadastrados.

LEI No 9. . 37. Parágrafo único. observado o disposto nos arts. DE 18 DE JULHO DE 2000. O disposto no caput não se aplica às contratações referentes a obras e serviços de engenharia. Dispõe sobre a gestão de recursos humanos das Agências Reguladoras e dá outras providências. cujos procedimentos deverão observar as normas gerais de licitação e contratação para a Administração Pública.472. 55 a 58 da Lei no 9. A aquisição de bens e a contratação de serviços pelas Agências Reguladoras poderá se dar nas modalidades de consulta e pregão. de 1997.986. Art. e nos termos de regulamento próprio.

a Agência adotará. de elevada qualificação. Consulta é a modalidade de licitação em que ao menos cinco pessoas. de modo subsidiário. a licitação na modalidade de consulta. 15. motivadamente. da auditoria e da elaboração de pareceres técnicos.Regulamento de Contratações da ANATEL DA CONSULTA Art. . serão chamadas a apresentar propostas para fornecimento de bens ou serviços não comuns. Art. Para aquisição de bens ou serviços não comuns. insuscetíveis de comparação direta. Em casos especiais e a seu critério. pelas normas procedimentais contidas no Regimento Interno. as modalidades da legislação geral para a Administração Pública. da elaboração de projetos. que será regida por este Regulamento e. da consultoria. a Agência poderá adotar. físicas ou jurídicas. não se lhe aplicando a legislação geral para a Administração Pública. 14. ou que tenham características individualizadoras relevantes ao objeto da contratação. Consideram-se bens e serviços não comuns aqueles com diferenças de desempenho e qualidade. Parágrafo único. bem assim da aquisição de equipamentos sob encomenda e de acordo com especificações particulares da Agência ou de outros bens infungíveis. para as contratações a que se refere o caput. Parágrafo único. preferencialmente. em casos como o dos trabalhos predominantemente intelectuais.

são chamadas a apresentar propostas para fornecimento de bens ou serviços não comuns . insuscetíveis de comparação direta. Serviços não comuns: diferenças de desempenho e qualidade. ou que tenham características individualizadoras relevantes ao objeto da contratação. físicas ou jurídicas.Consulta Pública da ANATEL Ao menos cinco pessoas. .

.

Agências Reguladoras Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT) Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) Agência Nacional do Cinema (Ancine) Agência Nacional de Águas (ANA) Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) Agência Nacional de Petróleo (ANP) Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) .

São Paulo: Saraiva. .Referências • MEIRELLES. Maria Sylvia Zanella. São Paulo: Atlas. • MAZZA. 2011. Hely Lopes.ed. 23. Direito Administrativo. Manual de Direito Administrativo. São Paulo: Malheiros. 12ª ed. 2010. Alexandre. Licitação e Contrato Administrativo. 1990 • DI PIETRO.