You are on page 1of 3

Administração de medicamentos

Administração de medicamentos é o processo de preparo e introdução de medicamentos no organismo humano, visando obter efeitos terapêuticos. Segue normas e rotinas que uniformizam o trabalho e, todas as unidades de internação, facilitando sua organização e controle. Administração de medicamentos é um dos deveres de maior responsabilidade da equipe de enfermagem. Para administrar medicamentos de maneira segura a enfermagem deve ter alguns cuidados: - Preparar o medicamento em ambiente com boa iluminação; - Evitar distração e conversas paralelas durante o preparo das medicações, diminui o risco de erros; - Obter a prescrição médica (PM), realizar sua leitura e compreende-la, caso haja dúvida, esclarecê-la antes de iniciar o preparo da PM; Vale ressaltar que toda medicação só pode ser prescrita por profissional competente e autorizado (p.ex.: médicos, odontólogos). Toda prescrição só pode começar a ser preparada se estiver assinada e carimbada pelo profissional habilitado para isso. Prescrição sem assinatura e sem carimbo não é uma prescrição válida. - Utilizamos de duas regrinhas para evitar erros durante a administração dos medicamentos: Regra dos 5 certos e a Regra das 3 leituras. Regra dos cinco certos: 1. Identificar o paciente certo: deve-se identificar o leito e o nome do paciente (p. ex.: leito 08 – xxx); 2. Identificar o medicamento certo: p. ex.: dipirona; 3. Identificar a dose certa do medicamento a ser administrada: p.ex.: 02 ml ou 1 ampola; 4. Identificar a via certa a ser administrada: p ex.: via endovenosa (EV); 5. Identificar a hora certa a ser administrada: p ex.: 16hs Regra das três leituras: Confira SEMPRE o rótulo da medicação. Nunca confie. Leia você mesmo. 1. Primeira leitura: antes de retirar o frasco ou ampola do armário ou carrinho de medicamentos;

devem ser desprezados.Antes e após o preparo e administração das medicações as mãos devem ser lavadas. . se injetável. OBS: Ter atenção em estar sempre verificando a validade do medicamento. Quando em comprimido. . . conforme a vias de administração: bandeja. chegando ao leito do paciente e chamando o cliente pelo nome e conferindo o rótulo da medicação (feito previamente) – sempre atento para os 5 certos.Deixar o local de preparo de medicação limpo e em ordem.Utilizar bandeja ou carrinho de medicação devidamente limpos e desinfetados com álcool a 70%. . é conveniente organizar a bandeja dispondo-os na seqüência de administração ( por horário e por ordem dos leitos).É imprescindível conhecer a técnica adequada para cada via. . copo se Via Oral (VO). rasgados ou abertos. . utiliza técnica asséptica durante sua aspiração.Lavar as mãos e preparar o material. Terceira leitura: antes de recolocar no armário ou desprezar o frasco ou ampola no recipiente. .Utilizar técnicas assépticas no preparo das medicações: não toque no medicamento com as mãos. siga com a bandeja até o quarto para administração. Não administrar medicamentos preparados por outra pessoa. . alterações no seu aspecto e informações sobre a diluição – não administrar sem estes cuidados prévios. .Após prepará-lo com técnica. evitando que se molhe o rótulo do frasco.Após interpretar e entender a prescrição médica inicia-se o preparo das medicações a serem administradas. seringa e agulha do tamanho indicado para cada via. pois não se encontram mais estéreis. . coloque-o em copo.2. Segunda leitura: antes de retirar ou aspirar ao medicamento do frasco ou ampola.Realizar etiqueta de identificação de todos os medicamentos que serão preparados (conforme exemplificado acima – NÃO esquecendo as regras que devem ser utilizadas individualmente para cada medicamento a ser preparado). 3. utilizando álcool a 70% para desinfecção da bancada. . algodão e álcool a 70%. .Verificar o período de validade. mantenha-o em blister.Quando da preparação de medicamentos para mais de um paciente.Verificar a integridade dos invólucros que protegem a seringa e a agulha: se estiverem molhados. se líquido. ou coloque-o em copo. certificando-se de todos os certos antes: Inicie a administração. .

. . desprezar o material utilizado em local adequado. com a hora de realização (no prontuário).Não deixar o medicamento na mesa de cabeceira do paciente ou permitir que terceiros administrem. . permanecer junto ao paciente até que o mesmo degluta o medicamento.Esclarecer ao paciente sobre o medicamento que irá receber.Anotar no prontuário e comunicar ao médico qualquer reação adversa apresentada pelo paciente após uso da medicação. e não esquecer de lavar as mãos.Utilizar luvas sempre que houver a possibilidade de entrar em contato com secreções ou sangue do paciente. . Em caso de paciente consciente e medicamento VO. . . .A rejeição do paciente ou familiares de um medicamento deve ser registrada no prontuário e comunicado ao médico (medicação não administrada deverá circular o horário na prescrição).Após administração dos medicamentos.Manter a bandeja ou o carrinho de medicação sempre à vista durante a administração. nunca deixando-o junto ao paciente. ..Todo medicamento administrado deve ser registrado na prescrição. Devemos estar atento também para as seguintes observações: . .Nas aplicações parenterais é importante anotar o local da administração.Efetuar o registro do medicamento administrado.