You are on page 1of 4

Caderno Especial 26o Festi va l de Da nç a de Join v ille 16 de j u l ho de 2008

De Belém a Joinville
A bailarina Maria Lúcia Ri-
beiro de Azeredo, 21 anos, veio de
Belém, capital do Pará, com uma
missão grande. Adquirir conheci-
mento e repassar para os demais
amigos que não puderam vir a
Joinville. Ela enfrentou 15 horas
de viagem entre Belém e Joinville
– parte do caminho, até o Rio de
Janeiro, foi feita de avião; restante
do caminho foi feito de ônibus. “Fi-
quei quase sete horas esperando o
ônibus do Rio até Joinville”, lembra
a bailarina. Até o final do festival, a paraense vai participar dos cur-
sos de balé clássico e dança contemporânea.
As bailarinas Juliana, Rosana, Luana e Alessandra, de Londrina, organizaram o kit de
sobrevivência para os próximos dez dias no alojamento da escola Pastor Hans Müller
iran correia/ND

Entusiasmo
que contagia
a cidade Centreventos todos os dias
Cleiton Bernardes H cleiton@jornalnoticiasdodia.com.br Ela está sozinha em Joinvil-

B
le, mas engana-se quem pensa que
atom, secador, espelho, pente, escova, rina é estudante de jornalismo, conta que vai aproveitar o
isso tirou a animação da bailarina
perfume e a indispensável chapinha. A curso de crítica de dança para aperfeiçoar sua formação
Nataly Beckert Takase, 19 anos.
mudança mal chegou aos alojamentos e teórica sobre dança. “Viemos só para os cursos, porque o
Pela manhã, ela vai participar do
o “kit de sobrevivência” das bailarinas festival de Joinville é uma vitrine”, elogia a paranaense.
curso de balé clássico intermedi-
Rosana Daher, 22 anos, Luana Prado, 19, Alessandra da Logo pela manhã, as serventes da escola Pastor
ário, com o professor Ady Addor.
Silva, 22, e Juliana Lima Barroso, 22, já estava a postos so- Hans Müller ainda limpavam o pátio e as bailarinas
Mas, à noite, já garantiu ingressos
bre carteiras da sala de aula que vai servir de quarto para de Londrina já haviam arrumado a cama e estavam
para todas as mostras competitivas.
elas nos próximos dez dias. As bailarinas de Londrina, no produzidas para curtir o primeiro dia de festival. A es-
“Só não consegui ingresso para a
Paraná, vieram para participar dos cursos do Festival de cola, onde normalmente circulam 680 alunos em dois
noite dos campeões porque preciso
Dança e vão aproveitar para conferir as apresentações du- turnos, será exclusiva para os cerca de 110 bailarinos
ir embora”, lamenta a bailarina que
rante os dez dias. nestes próximos dez dias. Só na sala-quarto, onde as
enfrentou dez horas na estrada, de
As meninas integrantes do grupo Jazz Ventre estão meninas vão ficar, está evidente a multirregionalidade
Maringá (PR) até Joinville. “É a minha sétima edição do festival. Cada
alojadas junto com outras 11 bailarinas na escola Pastor do evento. Maringá, Londrina e Belém eram alguns dos
ano é mais maravilhoso que o outro”, entusiasma-se.
Hans Müller, no bairro Glória. Rosana, que além de baila- endereços das alojadas.
2/3
Rosana Rosar H redacaoj@jornalnoticiasdodia.com.br

A
gora é concentrar e dar o melhor de si. Após a exibição de “O Lago dos Cisnes”, com Cecília Kerche, Vi-
tor Luiz, e os setenta bailarinos do Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, ontem, na noite desta
quinta começa a mostra competitiva que seguirá até a sexta-feira da próxima semana (25). Passarão,
pelo palco do Centreventos Cau Hansen, 230 coreografias das 1.700 inscritas de todo o Brasil e exterior.
A partir das 19 horas haverá competição de dança contemporânea, na modalidade solo feminino e duo, na categoria
avançada; e de balé clássico de repertório, na modalidade variação masculina e nas categorias sênior, conjunto e avan-
çado. Os gêneros de balé clássico, dança de rua, danças populares, jazz e sapateado serão julgados pela banca de jurados
nas noites posteriores. Nessa edição foram incluídos subgêneros na dança de rua, com solos, duos e trios.

Ainda dá
tempo • Estão aber-
tas as inscrições gratuitas para os
cursos e debate do projeto Encontro
das Ruas, voltado para os amantes
do universo hip hop. Neste domin-
go (20), das 10 às 12 horas, serão
quatro aulas simultâneas: locking,
poping, free style e b-boys. Todos
os cursos têm 20 vagas disponíveis
cada e ocorrem no Colégio Germano
Timm. Na sala 9 do Centreventos Cau
Hansen ocorre, no mesmo dia e ho-
rário, um debate sobre grafite, com
150 vagas. Inscrições no site www.
festivaldedanca.com.br ou mandar E a cidade está preparada. O dança, na Estação Ferroviária, que o espetáculo de balé Dom Quixote,
um e-mail para encontrodasruas@ vazio que tomava conta dos palcos atenderão aos moradores da região apresentado pela Companhia Brasi-
festivaldedanca.com.br. abertos no dia de ontem, será pre- sul. A montagem da estrutura da leira de Ballet do Rio de Janeiro, no
enchido pelos bailarinos de todas Americanas e dos shoppings Cidade sábado (19), às 12 e às 17 horas. Na Feira da Sapa-
IRAN CORREIA/ND

as partes do País a partir de hoje, das Flores e Mueller aconteceu na Para os artistas que dança- tilha, peças referentes à
às 10 horas, até a sexta (25). Nes- madrugadas de terça e quarta. Na rão na Nereu Ramos, haverá coxias dança, como sapatilhas
se ano, 257 grupos se apresentarão praça Nereu Ramos, uma grande e camarins para a preparação an- e colans são vendidas a
nas praças, shoppings, hospitais, tenda branca protegerá os especta- tes das exibições públicas. “A rua preços inferiores àque-
fábricas e nos bairros Vila Nova e dores, que poderão assistir aos es- da dança, na Estação Ferroviária les que as jovens bailari-
Morro do Meio. Desse total, 102 petáculos sentados nas 150 cadeiras será montada na sexta e no sábado nas do Corpo de Baile do Colégio
equipes não se classificaram para disponíveis. para ser realizada no domingo. Na Militar de Brasília encontram no
as mostras competitivas e vieram O desenho do painel externo sexta também montaremos a es- Distrito Federal. Assim que a feira
apenas para os palcos abertos. foi feito pelo artista plástico Ronaldo trutura do encontro das ruas, que foi aberta, às 10 horas, Thaís Oli-
A novidade dessa edição Diniz. Iraci Seefeldt, diretora execu- acontece fim de semana na esco- veira, 15 anos, e Kríssia Menezes,
é o retorno da dança ao shopping tiva do Festival de Dança, conferiu la Germano Timm”, explica Iraci. 13 anos, foram para um dos estan-
Americanas e a criação da rua da a montagem na praça e confirmou (Rosana Rosar) des com as colegas e se surpreen-
fotos Rogério Souza Jr./ND

É só por o ded
Caçula do mento no Festival de Dança deste an
festival • A pequena na prática um dos mais modernos d
Alice Roda chamou a atenção dos sistema de biometria, os participante
bailarinos na manhã de ontem nos clusive com captura da imagem, por
guichês de credenciamento. Com meio de uma webcam e com a co-
apenas dois meses de idade, a filha leta das informações da impressão
dos bailarinos Alex Kiton e Adriana Shopping Americanas Praça Nereu Ramos digital. São cinco guichês conferin-
Roda, do Corpo de Baile de Valinhos Palcos do e coletando as informações dos
(SP) foi o centro das atenções no abertos participantes que recebem na hora
Centreventos. Se puxar pelos pais, o crachá, idêntico a um cartão de
ela provavelmente também será bai- crédito. Desde o ano passado a im-
larina. Alex tem 14 edições do fes- pressão da 2a via do crachá só é for-
tival no currículo e Adriana outras necida depois do pagamento de uma
15. Os pais de Alice vão participar da de um adicional de R$ 50,00 fez c
mostra competitiva, hoje à noite, no crachás tivesse uma redução conside
gênero dança contemporânea, mo- o crachá, precisa comparecer à sala
dalidade duo (avançada). Shopping Mueller Shopping Cidade das Flores pedir uma autorização para reimpre
JOINVILLE, QUINTA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2008

Rogério Souza Jr./ND


Programação
Mostra competitiva Balé clássico de repertório
Onde: Arena do Centreventos – Conjunto (avançada)
Horário: a partir das 19h H Cia. de Ballet Adriana Assaf (SP)
– Giselle (2o ato)
Dança contemporânea – Solo H Ballet Aracy Jair Moraes (SP) – O
feminino (avançada) Despertar de Flora
H Pró-dança de Blumenau (SC) – O H Equilibrium Companhia de
Encontro Dança (SP) – “Fadas” – A Bela
H Soma3 Grupo de Dança (SP) Adormecida
– Carmen H Corpo de Baile do Mvsika! Centro
H Grupo Finac (SP) – Rastro de Estudos (GO) – Paquita
H Grupo de Dança Fernando Lima H Cia. do Conservatório (RJ) – La
(SC) – Cidadão de Papel Sylphide
H Taipas Cia. de Dança (RN) – Em
Solo Mostra de dança
H Cia. de Dança do Teatro Alberto contemporânea
Maranhão (RN) – Cartas para Onde: Teatro Juarez Machado
Ninguém Horário: a partir das 22h
H Gabriela N (SP) – Femme
H Luis Arrieta – Carnaval dos
Dança contemporânea – Duo Animais
(avançada) H Riscas Cia. de Dança – Escape
H Eliane Fetzer Centro de Dança
(PR) – Entre as Veias Palcos abertos
H Corpo de Baile da Casa da H Ancionato e Hospital Bethesda
Cultura Vicente Musselli (SP) – Pirabeiraba – 15 às 16h
– Só o Tempo H Feira da Sapatilha – Expocentro
H Segmento Porão (PR) – Sem Edmundo Doubrawa - 11 às 12h;
Notícias de Ti, Mon Cher. 13 às 13h30; 14 às 15h30; 16 às
H Studio de Dança Luciana 17h30
Junqueira (SP) – Doisum H Praça Nereu Ramos – Centro
H Domus Estúdio de Dança (RS) – 12 às 13h; 13h30 às 14h30; 15
– A Dois Corpos de Um Só às 16h; 16h30 às 17h30
H Phoccus Cia. de Dança (SP) H Shopping Americanas – Anita
– No Silêncio da Luz Garibaldi – 13 às 14h; 17 às 18h
H Grupo de Dança Univali (SC) H Shopping Cidade das Flores
– Peleja – Centro – 15 às 16h; 16h30 às
H Cia. Art Luz de Dança e Teatro 17h30
(RJ) – 2 Por 1 H Shopping Mueller – Centro
pectivamente. Também e vestuário. H Soma3 Grupo de Dança (PR) – 11h30 às 12h30; 15 às 16h;
– Pulse 17h30 às 18h30
elogiaram a qualidade Além do palco aberto, ha- H Supermercados Giassi – América
do produto. As 33 bai- verá o espaço alternativo, com Balé clássico de repertório – 17 às 18h
– Variação masculina (sênior)
larinas vieram dançar apresentações rápidas de circo, H Conservatório Brasileiro de
Prata
deram com os preços. “Nossa, tá
balé clássico nos palcos
abertos e participar dos
dança de rua, tributo a Madonna,
dentre outros. No espaço literário
Dança (RJ) – Arlequinade
H Academia de Ballet Elisa (SP)
– La Fille Russo
da casa
Bailariana
muito mais barato; meia ponta a 5 workshops gratuitos oferecidos nomes como Cecília Kershe, Car-
Cristiane Pereira na
reais”, apontou uma delas. (uma das novidades dessa edi- linhos de Jesus e o coreógrafo Fly
coreografia Cidadão
Em Brasília, as garotas ção). Lourdes Firmo, coordenado- serão atrações dos workshops.
de Papel, que estará
costumam pagar R$ 22,00 nas sa- ra da feira, conta que nesse ano Palestras sobre maquiagem, lan-
no palco hoje com
patilhas meia ponta e R$ 50,00 na o espaço do Expocentro Edmundo çamentos de CDs e experiência no
o Grupo de Dança
ponta. Aqui, os valores giram em Doubrowa está dividido por seto- mundo da dança também estão na
Fernando Lima
torno de R$ 5,00 e R$ 15,00, res- res como artesanato, alimentação programação. (Rosana Rosar)

dão • O sistema de credencia- Encontro de gerações • As 13 bailarinas do


no parece coisa de filme, mas é, Ballet Vanessa Oliveira (de rosa), de Itapetininga, no interior paulista, viaja-
da atualidade. Com auxílio de um ram dez horas para participar de cinco apresentações de balé clássico dos
es do festival são cadastrados, in- palcos abertos. É a primeira vez que as meninas vêm para Joinville. Já na
r chegada, encontraram o Grupo de Dança da Melhor Idade de São Vicente
iran correia/ND

- (de amarelo), da baixada santista, que viajou cerca de oito horas e também
o se apresentará nos palcos, com uma coreografia de dança de rua.
-
Luiz Hille/Divulgação/ND
Rogério Souza Jr./ND

s
a
e
-
-
a taxa. A exigência do pagamento
com que o número de perda de
EXPEDIENTE
erável. Se algum bailarino perder Coordenação e edição: Lorení Franck. Reportagem: Cleiton Bernardes, Mariana
a do Instituto Festival de Dança e Pereira, Sérgio Almeida e Rosana Rosar. Fotografia: Iran Correia, Joyce Reinert e
Rogério Souza Jr. Revisão: Solange Silva. Diagramação: Marcelo Duarte.
essão.
4 JOINVILLE, QUINTA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2008

Divulgação/ND
Haroldo Marinho
circulando@jornalnoticiasdodia.com.br

Coxia Concorrência
Dentre as várias histórias que rolam nos bastidores do Festival de Dança, Como sempre ocorre neste período, casas noturnas, restaurantes e
algumas marcam e nos remetem às lembranças dos tempos em que o evento era afins disputam quase que a tapas o público joinvilense, turistas e os poucos
realizado na vontade e determinação de inúmeros voluntários anônimos. São bailarinos que podem aproveitar as baladas durante o Festival de Dança.
essas pessoas que, doando seu tempo, ajudaram a conquistar a credibilidade tão Nesta batalha, esse ano entra em cena a lei seca. Como tem muita gente de
necessária ao festival. Do amadorismo e saudosismo dos anos 80 e 90, o Festival de férias – especialmente a galera que estuda fora – vamos ver como será o
Dança de Joinville se transformou em uma das grandes vitrines da dança mundial. comportamento na hora de retornar da folia noturna.

Cacos Em casa

Max Schwoelk/Divulgação/ND
Max Schwoelk/Divulgação/ND

Conhecido no meio, o
No início dos anos 90, ainda premiado bailarino, coreógrafo,
comandado por dona Albertina pesquisador e diretor artístico,
Tuma, o festival passou por problemas Luiz Arrieta, como inúmeros
financeiros. Por pouco não foi coreógrafos e bailarinos tem
realizado. O empresário Ony Bogo, forte ligação com o festival.
sócio-majoritário do Rariah Privê Club Nesta edição, Arrieta, que não
– na época uma das casas noturnas dispensa seu estilo moderno
mais sofisticadas do Sul – resolveu e irreverente, traz para o
patrocinar o evento. Como era DJ do Festival de Dança o espetáculo
Rariah, ficava intrigado ao ver sacos “Carnaval dos Animais”,
de lixo cheios de dinheiro sair da que integra a programação
bilheteria. Logo descobrimos, que no da Mostra de Dança
dia seguinte, a grana ia direto para Contemporânea.
cobrir as despesas do festival.

Divulgação/ND
Inspirada, Debora Machado solta seu sorriso durante encontro
regado à champa, bolo e velinhas na Joinvilândia

Mecenas O fotógrafo Nilson Bastian abriu ontem a exposição “Alma de Don Quixote!”
Das inúmeras pessoas e empresas que ajudaram na realização do festival naquela no Shopping Mueller, com fotos da Escola Teatro Bolshoi do Brasil
época, merecem serem lembrados a Büschle & Lepper, a Rommel & Halpe – empresa
paulista do ramo de sapatilhas e confecções para dança – Revista Dançar, nossa Tubos
Affonso Herbert e Bárbara
Cardoso, durante ensaio de dança e Conexões Tigre e Nielson. Tinha também a Coca-Cola, que durante os intervalos
de salão, na Academia Andança realizava aquelas brincadeiras com a platéia no Ivan Rodrigues.