You are on page 1of 3

MARKETING PESSOAL TAMBÉM É COMPORTAMENTO Não é somente a aparência que pode prejudicar o profissional.

Normalmente, as pessoas que praticam marketing pessoal precisam tomar certos cuidados com a maneira como se comportam, uma vez que um simples gesto pode eliminá-lo de um processo seletivo. Inês Perna, consultora sênior da Divisão Case Consultores do Grupo Catho, afirma que várias atitudes podem prejudicar um profissional em situações formais como reuniões, entrevistas de emprego, almoços e jantares de negócios. Algumas delas são:
              Não estar adequadamente vestido com a formalidade que a situação exige Mascar chiclete Falar sem olhar nos olhos do interlocutor Ser arrogante e autoritário Falar demais Demonstrar ansiedade Consumir bebidas alcoólicas durante jantares e almoços Fumar Chegar atrasado Falar mal de ex-empregadores Assediar o entrevistador Invadir o espaço do entrevistador com palavras ou gestos Colocar objetos na mesa do entrevistador Não desligar o telefone celular ou atendê-lo durante a entrevista

A acne, a obesidade e o mau hálito são fatores que também influenciam no marketing pessoal, mas de acordo com Inês Perna, alguns deles podem ser controlados. “Pessoas com mau hálito devem chupar uma bala minutos antes destas ocasiões para disfarçar o problema. Evitar comer alho e cebola antes de encontros formais também é uma boa dica”, ensina a consultora. (leia também o artigo Dificuldade de comunicação ou desculpa para o mau hálito, edição 28 do jornal Carreira & Sucesso). O implantodontista doutor Sérgio Marques de Lima Neves vai mais longe e explica que o mau hálito pode ser causado por patologias bucais como cárie, doenças periodontais (na gengiva) ou até por problemas estomacais e fumo. Para resolver o mau hálito proveniente destes problemas, além de fazer um tratamento periódico, o dentista recomenda uma boa higienização. “Aconselho fazer uma boa escovação nos tecidos duros e moles da cavidade bucal, como dentes, língua, gengiva, bochecha e céu da boca”. O consultor Rogério Martins afirma que estes fatores podem prejudicar, e muito, o marketing pessoal, principalmente se a pessoa não dobrar a atenção com outros cuidados. Inês Perna complementa, alertando que a acne não interfere em alguns processos seletivos, mas já a obesidade pode ser fator eliminatório para vagas que exigem uma ótima apresentação. “Dificilmente uma empresa contrata um obeso, pois ainda existe um preconceito de que as pessoas obesas são mais lentas, transpiram muito e as roupas não ficam elegantes.”

1

e empresas percebem isso rapidamente. solidariedade. “Conhecer a opinião de especialistas em moda e se atualizar com freqüência sobre o assunto é uma das estratégias de sucesso de quem pratica o marketing pessoal”. Vamos então a uma listinha.catho. É alguém entender o que esta fazendo e porque está fazendo. no caso de uma reunião ou encontro de negócios. ressalta Martins. conforme os objetivos de cada pessoa. é essencial estar sempre atento a todos os acontecimentos e agir com naturalidade.com. “Quanto mais informação souber sobre a reunião e os participantes. o seu cartão de visitas. E dá uma dica importante neste quesito: “Se tiver dúvida. “A abordagem que utilizo é humanista. principalmente sobre o assunto em pauta. O profissional precisa estar sempre muito bem informado.   visão. Por quê? Porque eles estão fazendo tudo certo. Outros baixam a cabeça e só fazem o que têm que fazer. orienta. 2 . muito mais do que é influenciado por eles. um sorriso. melhor”. Alguns funcionários param o que estiverem fazendo quando são consultados por seus colegas. O marketing pessoal é a apresentação da sua imagem. Levando em consideração que esta prática é uma mescla de diversas ações. Outro fator de grande importância é o conhecimento. até a elaboração de um plano de marketing pessoal com metas definidas. Antes mesmo de ter um cargo. mas estão esquecendo do marketing pessoal. http://www. O consultor Rogério Martins afirma que uma boa estratégia de marketing pessoal vai desde pequenos atos cotidianos como uma saudação. Ele se torna um formador de opinião. pois a possibilidade de erro é menor”. E sugerir pequenas mudanças que podem melhorar o próprio trabalho e o trabalho dos colegas. Durante estes encontros. É importante mostrar por meio da aparência física o seguinte conjunto: profissional + marketing pessoal = competência e experiência. complementa. por isso a importância da aparência. um funcionário pode influenciar seus colegas. quanto técnicas”. de nada adianta vestir uma boa roupa se não tiver etiqueta a mesa” afirma. sobre assuntos de trabalho ou mesmo que nada tenham a ver com o trabalho.ATITUDES QUE NÃO PREJUDICAM O MARKETING PESSOAL Os profissionais interessados em colocar em prática o seu marketing pessoal devem levar em consideração alguns aspectos. use roupas clássicas. “tanto pessoais.br/carreira-sucesso/dicas-emprego/comportamento/atitudes-queprejudicam-o-marketing-pessoal Fonte: Atitudes que prejudicam o marketing pessoal | Portal Carreira & Sucesso 10 Dicas de Marketing Pessoal Funcionários dedicados e eficientes muitas vezes não conseguem uma promoção. dos 10 fatores que compõem o bom marketing pessoal:  liderança. ou seja. um aperto de mão e.

e propor soluções que os outros consideram apropriadas. É não ser excessivamente ambicioso. Fonte: forum.vocesabia. principalmente daquelas que parecem ruins. Quem elogia é elogiado.net/domesticas/10-dicas-de-marketing-pessoal/ 3 . É oferecer ajuda aos colegas. Marketing pessoal não é criar uma imagem vazia. otimismo.   empatia. É fazer o seu trabalho sem prejudicar a ninguém.  Quem tem no mínimo 7 desses 10 fatores. Quem só critica sempre acaba sendo criticado. integridade. visibilidade.angolaxyami. É se oferecer para fazer uma apresentação. É ser o primeiro a erguer a mão quando se precisa de um voluntário para uma tarefa. E se preocupar com que o trabalho dos outros também saia bem feito. nem querer atropelar quem aparece pela frente. Pessoas assim ajudam a criar um ambiente de trabalho saudável. saber se sobressair sem ser chato e conseguir simpatias sem ser puxa-saco.    espírito de equipe. É saber elogiar o trabalho de um colega e reconhecer os méritos dos outros. dificilmente deixa de decolar na carreira. maturidade. É saber a hora certa de pedir uma oportunidade. paciência. É saber solucionar conflitos sem provocar mais conflitos. É se apresentar para compor um grupo de trabalho ou para ajudar a implantar um programa novo. É conseguir enxergar o lado positivo de qualquer situação. além de apresentar bons resultados.com http://www. É saber apaziguar discussões entre colegas. É. É ser bem-humorado e aceitar eventuais críticas. sem ser solicitado. ao invés de ficar reclamando que a empresa não dá oportunidades.