Peça de Teatro para Português

O nosso grupo vai escrever e representar uma peça de teatro sobre um miúdo que passa muito tempo na Internet.

Personagens: Ladrão (Sebastião) Policia (Philip) Mãe (Carolina) Miúdo (Diogo) Diálogo: Introdução: Carolina: Vamos fazer uma peça de teatro sobre um rapaz que passa muito tempo na Internet. Philip: Esta peça vai mostrar- vos os perigos de fornecer informação a um estranho na Internet.

Um menino entra na sala, liga o computador e começa a jogar na Internet. A mãe entra na sala. Mãe- Pára de estar sempre no computador. Já fizeste os trabalhos de casa? Diogo- Sim, sim, sim. Depois a mãe sai da sala muito aborrecida. Diogo- Oh, um miúdo novo! (Diogo escreve) - Olá, como te chamas? Miúdo novo- Chamo-me André! E tu como te chamas? Diogo- O meu nome é Diogo. Quantos anos tens?

André- Tenho 13 anos. E tu quantos anos tens? Diogo- Também tenho 13 anos! André- Eu vivo em Cascais, e tu, onde vives? Diogo- Eu vivo perto de Cascais, no Estoril. André- Onde exactamente? Diogo- Na Rua do Mato Verde, Condomínio Solar do Pinhal Bl. 4 Rc/A 2645-351 Alcabideche. André- Oh. A mãe do Diogo entra na sala. Mãe- Vou ao supermercado, não demoro muito. Diogo- Está bem. André- Quem era? Diogo- Era só a minha mãe a dizer que ia ao supermercado e que não vai demorar muito. André- Ah, olha tenho de ir, adeus” Diogo sai do computador e vai lanchar quando… Passaram 10min, André arromba a porta e entra com expressão triunfante. Diogo entra na sala. Diogo- Quem és tu? André- Sou o André. Diogo- És tu?! Porque é que tens essa cara? André- Porque tu caíste na minha armadilha! Tenho 19 anos e tu agora vens comigo! André agarra no Diogo com força e leva-o no carro dele. 5 min depois, a mãe chega a casa e vê a casa todo desarrumada. A mãe pega no telemóvel e chama a polícia.

Mãe- Estou sim boa tarde, chamem a polícia que houve um assalto, rápido! Polícia- Descanse minha senhora, acalme-se que nós vamos a caminho! Passaram 10 min e chegaram os polícias. Polícia- Boa tarde senhora, pode dizer me o que aconteceu? Mãe- Eu fui às compras, durante 15 min e quando cheguei vi a casa toda desarrumada, e também vi o computador ligado. Policia- Posso ver o computador? Mãe- Claro! Polícia (chega-se ao computador)- É esta a fotografia do seu filho que está no computador? Mãe- Sim, ele é muito viciado na internet! Policia- É este miúdo com quem ele estava a conversar na internet, conhece-o? Mãe- Não, nunca o vi na vida. De repente o telefone toca... Mãe- Estou sim, boa tarde? Quem fala? André- Tenho o seu filho. Se o quiser voltar a ver, daqui a 2 horas traga-me 10,000 euros para esta morada: Rua Chesol nº 504 Aldeia de Juzo 2750-024 Cascais. Venha sozinha e se chamar a polícia nunca mais verá seu filho.” André desliga o telefone e a mãe fica chocada. A mãe conta toda a história ao polícia, e o polícia de repente tem uma ideia. Polícia- Descanse, tive uma ideia: pomos dinheiro falso dentro dum envelope e nós ficamos escondidos atrás da casa. Quando o seu filho estiver a salvo nas suas mãos, nós fazemos a nossa parte. Mãe- Ok, então vamos começar a planear tudo.

Passa 1 hora e 30 minutos e a mãe põe-se a caminho da casa, com os polícias já escondidos. A mãe chega a casa e o André com o Diogo já lá estão à espera. Mãe- Está aqui o seu dinheiro. Entregue-me o meu filho André- Ponha o dinheiro no chão e eu entrego-lhe o seu filho. A mãe põe o dinheiro no chão e André entrega-lhe o Diogo. Enquanto André pega no dinheiro os polícias, sorrateiramente, vão para trás do André e gritam… Polícia- Polícia. Mãos no ar! André larga o dinheiro e põe as mãos no ar. Mãe- É isto que te pode acontecer quando estás muito tempo na internet. Diogo- Desculpa, nunca mais vou dar informação a um estranho, aprendi a minha lição. Os polícias levam André para a cadeia e o Diogo vai para casa com a sua mãe. Carolina- O Diogo conseguiu escapar ileso deste episódio. Infelizmente há muitos casos que acabam mal. Usem a Internet mas com consciência dos perigos! O FIM

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful