You are on page 1of 1

Introdução

http://www.fluxo-de-caixa.com/fluxo_de_caixa/introducao.htm

Anterior

Próximo

1 - INTRODUÇÃO A finalidade deste texto é a de fornecer informações relevantes e orientações de cunho exclusivamente financeiro a empresários, microempresários, gerentes, executivos, estudantes e outros interessados no sentido de conscientizá-los do quão importante são as finanças para uma empresa. Ele se divide em quatro partes dispostas de acordo com o grau de necessidade e conveniência para o aprendizado. Cada parte mostra ao leitor as ferramentas que poderão ser utilizadas no dia-dia empresarial como controles financeiros para tornar a tarefa da administração financeira mais fácil de ser realizada. Inicialmente, faz-se uma análise pela Contabilidade. Neste módulo o leitor terá noções sobre essa ciência, aqui ele verá como é a representação gráfica do patrimônio, sua divisão, as principais demonstrações financeiras de acordo com a lei 6404/76, dentre outros assuntos, possibilitando a compreensão de o porquê dos empreendimentos necessitarem desta ciência e a utilizarem nas tomadas de decisões. Neste capítulo, o leitor também terá uma introdução à análise das demonstrações financeiras, onde verá os principais índices de análise. Depois de ter visto este capítulo, que lhe possibilitou uma macro visão das finanças de uma empresa, passará para o capítulo dois, onde conhecerá um pouco sobre a arte de se administrar finanças através das principais funções do Administrador Financeiro, que dentre tantas, são destaques fundamentais a análise do capital de giro, o controle dos estoques e a elaboração do fluxo de caixa. O administrador financeiro necessita do fluxo de caixa como instrumento de tomada de decisão, para projetar as entradas e saídas de recursos. O terceiro capítulo levará o leitor a ter conhecimentos do mundo das Negociações Comerciais, onde são realizadas transações com prazos médios que são de vital importância para a empresa, como também os juros simples e compostos. O quarto capítulo apresenta um assunto que poucos executivos e empresários dão importância ou desconhecem. É o Ponto de Equilíbrio. Item, também, de suma importância para a sobrevivência do empreendimento. Para aqueles que não trabalham com orçamento de vendas e nem de despesas, o ponto de equilíbrio é uma luz no fim do túnel. O quinto e último capítulo apresentam a Formação do Preço de Venda. Sem o conhecimento da estrutura patrimonial da empresa, jamais se conseguirá precificar corretamente uma mercadoria, ou seja, saber se o preço colocado no produto está dando realmente lucro ou prejuízo. É sabido que o preço quem determina é o mercado e para que se possa saber se o preço de uma determinada mercadoria está compatível com o mercado, deve-se conhecer, primeiramente, a estrutura operacional da empresa. Anterior Próximo

1 de 1

16/08/2011 12:50