You are on page 1of 14

3

INTRODUÇÃO

O objetivo deste trabalho é expor sobre o tema “Terceirização” através de uma abordagem que engloba os conceitos básicos, as razões que levam a terceirizar, o contexto histórico, sua aplicação e formas, as diretrizes básicas que devem ser traçadas e bem como as vantagens, desvantagens e riscos que podem ser ocasionados com a terceirização, através de uma metodologia ampla e sistemática desenvolvida em torno do assunto. Deste modo, a terceirização se tornou um tema muito abrangente em nossa sociedade, pois se trata de um processo ou de uma sistematização que com o passar dos tempos foi se incorporando gradativamente no cotidiano das empresas, assim a partir deste momento os estudos em torno do assunto tornaram cada vez mais cobiçados pelos os profissionais do ramo e autores que dedicaram estudos específicos com intuito de esclarecer os principais pontos, correntes, discussões e críticas em que são feitas a este sistema. Por fim, cabe ressaltar que a terceirização tornou-se um termo bastante utilizado, ou seja, é considerada a palavra chave da economia moderna, não se tratando de um modismo, mas sim de uma opção de sobrevivência para as empresas. Num breve significado, terceirizar é uma atividade nada mais que repassar a terceiros a sua realização, ou seja, em termos empresariais, é o regresso de uma atividade meio a terceiros.

percebe-se que este tema por ser tão abrangente possui uma variada de definições colocadas por diversos autores. preservando e evoluindo em qualidade e produtividade. reduzindo custos e gerando competitividade. A empresa tomadora (a que irá terceirizar alguma atividade meio) contrata um prestador de serviços para executar uma tarefa que não esteja relacionada o seu objetivo principal. Segundo Ciro Pereira da Silva. terceirizar é entregar a terceiros atividades não essenciais da empresa. A Terceirização se tornou palavra chave na economia moderna. a terceirização deve ser entendida como: “A transferência de atividades para fornecedores especializados. mas sim de uma opção de sobrevivência para as empresas. A Terceirização é um conceito moderno de produção. o cunho específico deste tópico e propor a discussão dos diversos conceitos que são mais relevantes ao tema. Dessa forma. Terceirização é o conjunto de transferência de produção de partes que integram o todo de um mesmo produto.4 1 TERCEIRIZAÇÃO 1. mineração. Para que a terceirização cumpra a sua verdadeira função será preciso que haja planejamento na empresa. pois se sabe que este assunto demanda uma variada quantidade de definições.1 CONCEITOS BÁSICOS Primeiramente convém estabelecer os principais conceitos que circundam na temática de terceirização. observada principalmente em empresas de telecomunicações. não se tratando de um modismo. Desse modo. ter um objetivo traçado a ser atingido e uma noção real de modernidade e busca da qualidade do produto a ser terceirizado. Pode ser usada em larga escala por grandes corporações e. Apresentando então um conceito mais simplório temos que a terceirização ou outsourcing (expressão em inglês) é uma prática que visa à redução de custo e o aumento da qualidade.Em outras palavras. detentores de tecnologia própria e moderna. assim o objetivo e trazer algumas dessas discussões que é objeto de estudo neste tópico. liberando a tomadora para concentrar seus esforços gerenciais em seu negócio principal. indústrias e etc. que tenham esta atividade terceirizada como atividade-fim. que se firma na parceria consciente entre as empresas especializadas em determinados ramos.” .

abrem perspectivas de sucesso da aplicação da Terceirização. Na verdade. cujos reflexos são sentidos pelo Direito de forma muito intensa. porém de maior especialização na atividade transferida”. pois transfere a execução de certas atividades para outras empresas. daí. flexibilidade e transformação do sistema produtivo.” A expressão ‘terceirização’ adivinha de um neologismo utilizado pela ciência da Administração. Por fim é importante destacar as palavras-chaves das definições de Terceirização e que assegurado o seu entendimento. a partir dessa definição. A terceirização. a relação entre duas pessoas poderia ser entendida como a realizada entre o terceirizante e o seu cliente. que a terceirização é instituto da Administração de Empresas. não fica restrita a serviços. um terceiro à empresa. objetivando dar ênfase à descentralização empresarial de atividades para outrem.5 Percebe-se. o interveniente. . Rodolfo Pamplona conceitua a terceirização como sendo a “transferência do segmento ou segmentos do processo de produção da empresa para outros de menor envergadura. que seria o estranho a uma relação entre duas pessoas. Tal feito interfere na clássica e pragmática relação de emprego. em regra. por ser esse instituto uma das formas de concretização da denominada “flexibilização” do Direito do Trabalho. visando ao incremento da competitividade pelo aumento da produtividade. não relacionadas diretamente a sua atividade produtiva principal. entretanto. sendo que o terceirizado ficaria fora dessa relação. dessa forma. Como preceitua Fernando Basto Ferraz. portanto. Para o autor Sérgio Pinto Martins: Terceirização deriva do latim tertius. Terceiro é o intermediário. podendo ser feita também em relação a bens ou produtos. “a expressão ‘terceirização’ surgiu através da área de administração de empresas. pela qual uma empresa transfere para outras determinadas atividades produtivas. ser terceiro. No caso. a terceirização é um fenômeno que se estabeleceu nos meios empresariais de forma abrangente e que vem se solidificando cada vez mais. já que colabora para a especialização das atividades. permitindo a desverticalização das empresas. que poderá possibilitar a redução de custos e o aumento de qualidade. maior agilidade. que são: processo de gestão e parceria. A terceirização possibilita. significando uma forma de reestruturação administrativa.

Evitar capacidade ociosa: uma decisão de investimentos para ampliação de capacidade é decidida quando uma utilização mínima dos recursos patrimoniais está planejada. O conceito de parceria. processual. Falta de “know how”: justifica-se quando há insuficiente competência interna para as condições de competitividade do mercado. meio e fim) e uma ótica estratégica dimensionada para alcançar objetivos. que tem critérios de aplicação (início. a terceirização pode ser um meio de suprir ou desenvolver mais rapidamente as competências. obtém economia de escala que se justifica a terceirização. Ex: frotas próprias de transporte. enquanto essa condição não for atingida. Limitação de recursos : especialmente no caso de recursos administrativos. 1. As razões que normalmente justificam a terceirização são: Indisponibilidade de capital: o fato de terceirizar algumas atividades pode reduzir as necessidades imediatas de capital. Economia de escala: quando fabricantes independentes atingem elevado nível de produção de componentes para fornecimento a várias empresas.6 O conceito processo de gestão entendida como uma ação sistêmica.2 RAZÕES DA TERCEIRIZAÇÃO A terceirização deve atender a uma necessidade existente e sua implantação deve ser decorrência de uma avaliação racional sobre sua validade e não decorrência de modismo gerencial ou simplesmente atender ao desejo de alguém. Flexibilidade: a necessidade de respostas rápidas às solicitações do mercado pode ser suprida por terceirização. onde o fornecedor se integra num comprometimento de verdadeiro sócio do negócio do cliente. a terceirização da produção é uma alternativa. Surgimento de um mercado eficiente de fornecedores: quando o mercado oferece serviços eficientes justifica-se a terceirização. .

7 Diante do exposto. e as atividades de suporte deveriam ser transferidas para terceiros. sem dúvida. quando os Estados Unidos aliaram-se aos países europeus para combater as forças nazistas e também o Japão. que também devem ser pesados para fins de tomada de decisão. como as contratações feitas pela Administração Pública. o que. As indústrias de armamento não conseguiram abastecer o mercado. compreende-se melhor o desenvolvimento desse instituto. vê-se. pois somente a partir deste marco histórico é que temos a terceirização interferindo na sociedade e na economia. poder-se-ia comparar com o modelo de produção toyotista. necessitando suprir o aumento excessivo da demanda e aprimorar o produto e as técnicas de produção. 2 HISTÓRIA DA TERCEIRIZAÇÃO: CONTEXTO HISTÓRICO Ao retomar ao passado. pois que a par das necessidades acima mencionadas que podem justificar a terceirização há inconvenientes potenciais que podem surgir em decorrência do fato de terceirizar. porém não poderíamos conceituá-las como terceirização. Retomando a história. Esses fabricantes tornaram-se sérios concorrentes. . gerou um maior número de empregados na época. que promoveu profundas modificações nas clássicas relações de trabalho. Ao estudar o fenômeno da terceirização e seu surgimento. o autor Rubens Ferreira de Castro destaca que: “Antes da II Guerra Mundial existiam atividades prestadas por terceiros. É certo que a terceirização encontra sua origem durante a II Guerra Mundial. Na década de 80 inúmeras empresas americanas contrataram fornecedores asiáticos como forma de reduzir seus custos de produção. tanto no âmbito das relações privadas como também nas relações de trabalho regidas por normas de Direito público. Os principais são: Perda de know how : talvez o termo mais correto seja oportunizar que outros desenvolvam “know how” superior. Custos da transação: o tempo e os recursos necessários para negociar a terceirização e depois gerenciá-la podem ter efeito negativo sobre o resultado geral da atividade empresarial. Essa necessidade demonstrou que a concentração industrial deveria voltar-se para a produção.

pelo interesse que tinham em se preocupar apenas com a essência do seu negócio. com o objetivo de aumentar sua eficiência. A fim de solucionar tal problema. têm ocorrido mudanças no mercado mundial. 1967. pois existem desde. aproximadamente. enxugamento de organograma e diminuição de cargos. ou seja. No entanto. sem se furtar às disposições tutelares da legislação trabalhista. começaram a sentir-se ameaçadas pelas pequenas e médias empresas.” Sua origem vem desde o surgimento da indústria automobilística. a preocupação com um modelo de gestão empresarial que permitisse a especialização das atividades da empresa. aliado com o desejo social de abertura de novas empresas. redução de níveis hierárquicos. Notável. valendo lembrar que mesmo este também sofre grande aprimoramento a partir de então. surgiu também o "Outsourcing" conhecido no Brasil como "Terceirização". Portanto. recessão e o mercado restrito. acostumadas a imposição ao mercado. desde tempos remotos. e hoje há a preocupação com o cliente. Em decorrência deste processo. por terem uma estrutura funcional ultrapassada. as grandes organizações foram obrigadas a repensar seus procedimentos internos. As empresas que têm por atividade limpeza e conservação também são consideradas pioneiras na terceirização de serviços no Brasil. as grandes organizações.8 autorizando seu estudo pelo Direito Social. Neste a noção de terceirização foi trazida por multinacionais por volta de 1950. que aprimorou a nova estratégia do mercado mundial. a qual visa a proteger o hipossuficiente da relação de trabalho. O objetivo dessas empresas era conseguir mão-de-obra com menores custos. foi a crise econômica. ou seja. compram-se peças fabricadas por terceiros e efetua-se a montagem propriamente dita. ao mesmo tempo. o problema principal. de onde surgiu o "Downsizing". . ou seja. ao possibilitar a concentração de esforços na sua atividade-fim e. depois da busca da lucratividade. No Brasil. forçaram as empresas nacionais a modernizarem seus processos de gestão empresarial. garantir a lucratividade das suas operações. a partir da última década. onde existe o aspecto de montadora. houve a preocupação com a qualidade. O elo estava formado para o desenvolvimento da terceirização no país.

de relações trabalhistas. saber se o mercado informal cresceu com essas mudanças. no entanto. tesouraria.9 Antes de se tornar algo comum. tais como: compensação de cheques. . Não é possível. podemos enumerar alguns setores financeiros. serviços sindicais. A Lei Geral para Micro e Pequenas Empresas também prevê outras novidades na terceirização como a obrigatoriedade das grandes empresas vencedoras de licitações de contratar pequenas e micro empresas para os projetos. a terceirização foi alvo de várias críticas. serviços de telefonia. no caso do Brasil. Na área bancária. a terceirização veio para ficar. a terceirização deve manter os direitos dos trabalhadores que. serviço de digitação. contabilidade entre outros. serviços de conservação patrimonial e de limpeza. Hoje. os órgãos públicos também aderiram à proposta. 3 APLICAÇÃO E FORMAS DE TERCEIRIZAÇÃO 3. Ou seja. manutenção. nas seguintes áreas: serviços de Alimentação. no entanto. serviço de recepção. além dos serviços acima citados. uma empresa terceirizada contrata outra empresa para fazer alguma outra atividade-meio. serviços de processamento de dados. Hoje. serviço de oficina mecânica. Com o passar dos anos. transporte para funcionário. As empresas terceirizadas chegam a quarterizar seus serviços. serviços de segurança. estadual e municipal. de máquinas e equipamentos. de correspondência. administração. Pelo entender jurídico. arquitetura. distribuição de produtos. são os direitos da CLT. administração de Recursos Humanos. serviço de assistência médica. pulverizando ainda seu próprio sistema. a terceirização é uma modalidade usada com freqüência pelos governos federal. distribuição interna. frota de veículo. serviço jurídico. predial e especializadas em engenharia. A principal é que os trabalhadores estavam perdendo seus direitos. serviços de secretárias e outros. serviços de movimentação interna de materiais. serviço de mensageiro.1 APLICAÇÃO Os projetos da terceirização podem ser implantados tanto nas empresas públicas como nas privadas. serviços de manutenção geral.

executando seu trabalho nas instalações deste ou onde for determinado. E a desverticalização que elimina atividade autogerida para comprar componentes que antes fabricava. Concessão: uma empresa atua em nome da outra. quando se efetua a aquisição de matéria-prima de terceiros que a industrializam.   Nomeação de Representantes: empresas contratam profissionais especializadas para atuarem como seus prepostos no mercado. em condições preestabelecidas ou comercializa os seus produtos ou serviços. Por isto. sem. Eis. que venham a contribuir para o seu desenvolvimento. 4 DIRETRIZES BÁSICAS PARA A TERCEIRIZAÇÃO Para se chegar a algum objetivo é necessário que se tracem caminhos. Para entrar no processo de terceirização não é diferente. então a seguir especificada algumas diretrizes:  Contratação de apenas serviços para as atividades . Exemplos:   Franquia: uma empresa concede a terceiros o uso de sua marca. para a fabricação dos produtos fim. Compra de Serviço: as empresas buscam obter de terceiros especialistas. assim como a avaliação Legal é indispensável quanto ao atual prestador de . ou seja. que sede sua marca sob condições determinadas para comercializar os seus produtos. vendendo produtos ou prestando serviços. mediante determinadas especificações técnicas desejadas. isto é.meio.2 FORMAS Uma das formas de respeito à maneira mais comum de aplicá-la e a mais amplamente utilizada pelas empresas.  A negociação de terceirização deve considerar claramente as vantagens econômicas e financeiras. complementares ou de apoio. buscam-se diretrizes. A prestação de serviço é uma ampla evolução.10 3. abordar os aspectos mais específicos. o terceiro intervém na atividade-meio do tomador. orientações gerais sobre o assunto. a prestação de serviços de manipulação de materiais. que não devem ser confundidas com a atividade fim do estabelecimento tomador de serviço. no entanto.

11 serviço. É vedada a contratação de ex-empregados em caráter de exclusividade. Maior agilidade nas decisões. Aumento da produtividade e competitividade.  Os empregados das prestadoras de serviço devem ser utilizados. Favorecimento da economia de mercado. resultando em aumento de qualidade em benefício da empresa tomadora. . Otimização dos serviços. Menor custo. Maior esforço de treinamento e desenvolvimento profissional. 5 VANTAGENS. Ganhos de flexibilidade. Maior lucratividade e crescimento. Aumento da especialização do serviço. Aprimoramento do sistema de custeio. Redução das atividades-meio. Aumento da qualidade. para serviços objeto da contratação. A empresa prestadora deve comprovar sua idoneidade e sua capacidade técnico-econômico por assumir as responsabilidades contratuais. Redução dos níveis hierárquicos.  Deve haver entre a tomadora e a prestadora de serviço um contrato formal (padronizado) das responsabilidades de ambas as partes. exclusivamente.1 VANTAGENS                Focalização dos negócios da empresa na sua área de atuação. Diminuição dos desperdícios. DESVANTAGENS E RISCOS DA TERCEIRIZAÇÃO 5. previamente submetidos à aprovação da assessoria Legal.    A contratação de serviço deve recair sobre a pessoa Jurídica. A empresa prestadora não deverá fornecer serviços com exclusividade para a nossa empresa e suas subsidiárias. mesmo que com intermediação de pessoas Jurídicas. pois isto opera uma competição para prestadores de serviços de um mesmo tipo.

Dificuldade de aproveitamento dos empregados já treinados. Diminuição da ociosidade das máquinas. Maior poder de negociação. Dificuldade de encontrar a parceria ideal. durante a recessão. vejamos alguns fatos. Mudanças na estrutura do poder. por parte dos funcionários. Aumento da dependência de terceiros. em longo prazo. por exemplo:  Empresa responde por créditos trabalhistas no caso de inadimplência da prestadora de serviços. Demissões na fase inicial. porém a longo prazo o próprio futuro da empresa é ameaçado. Perca do vínculo para com o empregado Desconhecimento da legislação trabalhista. Perda da identidade cultural da empresa. 5.3 RISCOS Embora o uso da terceirização tenha como objetivo focar a empresa na sua atividadefim. . Conflito com os sindicatos. Diminuição do risco de obsolência das máquinas. Aumento do risco a ser administrado. Resistências e conservadorismo. Possibilidade de crescimento sem grandes investimentos. Risco de coordenação dos contratos. A curto prazo é o que realmente ocorre. 5. na verdade o mercado em geral busca a redução de custos. Falta de parâmetros de custos internos. Ampliação do mercado para as pequenas e médias empresas. Falta de cuidado na escolha dos fornecedores.2 DESVANTAGENS                 Risco de desemprego e não absorção da mão-de-obra na mesma proporção.12        Redução do quadro direto de empregados. Custo de demissões. Economia de escala.

.. Queda de qualidade freqüentemente é relatada por clientes da empresa.13      Custo de controle dos serviços terceirizados progressivamente torna-se maior. Almoxarifado. Perda da identidade da empresa. tais como: Financeiro. Risco ao terceirizar-se setores chave.   Decadência do clima organizacional. Recursos Humanos.. Perda de bons funcionários. Assessoria.. Ao longo do tempo a empresa pode tornar-se extremamente dependente da terceirização. por exemplo: Sistema de Informática com padrões incompatíveis com outros. devido a rotatividade da mão-de-obra dessas empresas.

não mais sendo vista como um “modismo”. que vertem ao crescimento da empresa. Desta forma. percebe-se que a terceirização tornou-se um fato cotidiano na vida e existência das empresas. No entanto. trazendo mudanças em suas técnicas com o passar dos tempos. pois o grande objetivo para terceirizar serviços é visar à redução de custos e uma melhor eficiência na realização de certas atividades. precisa ser encarada como um enfoque estratégico e não como modismo. porém por outro lado a empresa tem vantagens e desvantagens e assume uma série de fatores de riscos que podem prejudicar sua sobrevivência. deve-se observar que para a mudança dar resultado. ou seja. tendo em vista que o termo terceirização surgiu na 2ª Guerra Mundial e desde então foi garantindo espaço no sistema capitalista e no mundo globalizado. Vê-se.14 CONCLUSÃO Diante do exposto. com a otimização da gestão. atingindo desta forma a eficácia. eficiência ligada a uma redução de custos aparentes e concentrando seus esforços e energia na atividade principal da empresa. para que todos possam buscar os mesmos objetivos. até chegar à atualidade e ser considerado o pilar da economia moderna. pois que é exatamente neste âmbito que se enfoca a terceirização. por se tratar de um projeto moderno e arrojado de Administração. . onde se busca claramente a qualidade. é necessário uma mudança geral na mentalidade da empresa no sentido de seus processos e de seus funcionários.

Acesso em: 30 de jul. São Paulo: LTr. Publicado em 13 de junho de 2007 (atualizado em 24 de junho de 2008). Suporte Teórico ao projeto .htm>.com. Terceirização. Projeto “Manufacturing 2000 do IMD”. INDRIUNAS. .html>. Acesso em: 30 de jul. Lívia Maria Silva.>.maurolaruccia. Disponível em: <http://www.eps.2010. Atlas.. de Rubens Ferreira. Ciro Pereira da apud CARELLI.com.com/articles/1743/1/Terceirizacao/pagina1. 2000.15 REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA CASTRO. Disponível em: < http://www. VOLLMANN. Carlos. 44.2010.uol. Acesso em 30 de jul.com/administracao/terceirizacao> Acesso em: 30 de jul.Como funciona a terceirização de empresas".apsassessoria.hsw.2010. 2004. Luís. 2005.br/terceirizacao-empresas. Formas atípicas de trabalho.br/Terceiriza%C3%A7%C3%A3o. O que e por que terceirizar.2010. "HowStuffWorks .adm. CORDON. p.2010. São Paulo.html>. Rosa Maria de Jesus. Publicado em 29 de maio de 2007. A terceirização no Direito do Trabalho. Jussi. Thomas E.Terceirização. Terceirização.br/disserta98/tome/cap3.doc. Terceirização.75. Publicado em novembro de 2000. Disponível em: < http://www. Sérgio Pinto. MEIRELES. São Paulo. Disponível em: <http://www. Malheiros. MARTINS.webartigos.htm>. A terceirização e o Direito do Trabalho. 7 ed.19. p.2010. Rodrigo de Lacerda. HIKKILA. Acesso em 30 de jul.br/trabalhos/terceiriz. SILVA. GRANGEIRO. Acesso em: 30 de jul. p. Disponível em:<http://empresasefinancas. Disponível em:< http://www.coladaweb.ufsc.

Acesso em: 30 de jul.wikipedia. Paulo. WIKIPÉDIA.2010. Disponível em: < http://pt. Terceirização. .16 VIANA.com.sebraesp.org/wiki/Terceiriza%C3%A7%C3%A3o>. Disponível em: < http://www.br/midiateca/publicacoes/artigos/juridico_legislacao/terceirizacao>.2010. Acesso em: 30 de jul. O que é terceirização?.