You are on page 1of 26

Saber(es) docentes e

formação profissional

Cristiane M. Marinho crimarinho@yahoo.com.br

Saber(es) docentes e formação profissional Cristiane M. Marinho crimarinho@yahoo.com.br

Quais são os saberes que servem de base ao ofício de professor?

Quais são os conhecimentos, o saber-

fazer, as competências e as habilidades que os professores mobilizam

diariamente?

Como e onde esses saberes são adquiridos?

saberes docentes

Ou

saberes dos professores

Início das pesquisas na área foi em 1980

Tardif, Lessard e Lahaye (1991), Saviani (1996), Tardif e Gauthier (1996), Porlán Ariza (1997), Gauthier et al

(1998) e Pimenta (1999)

A questão dos saber não pode

ser separada das outras dimensões do ensino

saber não pode ser separada das outras dimensões do ensino Da história da profissão docente, e

Da história da profissão docente, e das situações dentro da escola e da sociedade

O saber é sempre o saber de alguém com o

intuito de um determinado objetivo

situações dentro da escola e da sociedade O saber é sempre o saber de alguém com

Relação com aluno

Identidade

Experiência de vida

Desejos

Formação inicial

“O professor é a pessoa e

uma parte importante da

pessoa é o professor”

Nóvoa (1995, p.15)

Cultura

Formação continuada

Medos

Valores

História profissional

Perigos no entendimento dos saberes

“mentalismo”
“mentalismo”

Reduz os saberes a processos mentais (representações, crenças, imagens, processamento de informações, esquemas, etc.). Atividade individual do pensamento

“sociologismo”
“sociologismo”

Tende a eliminar totalmente a contribuição dos atores na construção do saber, produção social em si por si mesmo, independente dos contextos de trabalho

O Saber dos professores é social

(p. 12-14)

1) Porque é partilhado por todo um

grupo de agentes com formação, condições, organizações e

estruturas de trabalho comparáveis;

2) Porque sua posse e utilização

repousam sobre sistemas legitimadores como universidades,

administração escolar;

3) Porque seus objetos são sociais,

isto é, práticas e sujeitos sociais;

objetos são sociais, isto é, práticas e sujeitos sociais; 4) O que ensinam e suas maneiras

4) O que ensinam e suas maneiras de ensinar envolvem o tempo e as

mudanças sociais; e

5) Por ser adquirido no contexto de

uma socialização profissional.

O saber dos professores depende, por

um lado, das condições concretas nas quais o trabalho deles se realiza e, por outro, da personalidade e da experiência profissional

dos próprios professores.

da personalidade e da experiência profissional dos próprios professores. Individual social O que faço O que

Individual

social

da personalidade e da experiência profissional dos próprios professores. Individual social O que faço O que
da personalidade e da experiência profissional dos próprios professores. Individual social O que faço O que

O que faço

O que sou

da personalidade e da experiência profissional dos próprios professores. Individual social O que faço O que

Saber e trabalho

o saber dos professores deve ser compreendido em íntima relação com o trabalho deles na

sala de aula.

São relações mediadas pelo trabalho que lhes fornece princípios

para enfrentar e solucionar situações cotidianas.(p.17)

Pluralidade do saber docente

dos

professores

heterogêneos,

próprio

conhecimentos e manifestações do saber-

no

“Os

saberes

são

pois

profissionais

plurais,

trazem

do

compósitos,

à

tona,

trabalho,

exercício

fazer

diversificados.(p.18)

e

do

saber-ser

bastante

Condições concretas

Personalidade

Experiência profissional

Tipologia dos saberes

Vários autores apontam diferentes

tipologias para representar a diversidade

dos saberes.

Tardif propõe um modelo construído a

partir de categorias dos próprios

professores e dos saberes que utilizam

efetivamente em sua prática. (p.18)

Tardif, Lessard e Lahaye (1991)

Pimenta (1999)

Gauthier et al

 

(1998)

1.

saberes da

1. saberes da

1.

saberes

formação

profissional

2. saberes das

disciplinas

3. saberes curriculares

4. saberes da experiência

experiência

2.saberes do conhecimento

3. saberes pedagógicos

disciplinares

2. saberes

curriculares

3. saberes das Ciências da Educação

4. saberes da tradição pedagógica

5. saberes

experienciais

6. saberes da ação pedagógica

Saviani (1996)

1. saber

atitudinal

2. saber

crítico-

contextual

3. saber

específico

4. saber

pedagógico

5. saber

didático-

curricular

Temporalidade dos saberes

O saber docente é um saber adquirido no contexto de uma história de vida e de uma carreira profissional “ensinar supõe aprender a ensinar” (p.20)

Trabalho fundamento do saber

“ensinar é mobilizar uma ampla variedade de

saberes, reutilizando-os no trabalho para adaptá- los e transformá-los pelo e para o trabalho” (p.21)

Saberes da formação profissional

Conjunto de saberes transmitidos pelas instituições de formação de professores oriundos das ciências da educação provenientes das reflexão sobre as práticas educativas. (p.36-37)

Formação inicial e continuada

Saberes disciplinares

Saberes de que dispõe a nossa

sociedade, tais como se encontram hoje

integrados nas universidades, sob forma

de disciplina.

Por

literatura, etc. (p. 38).

história,

exemplo,

matemática,

Formação inicial e continuada

Saberes Curriculares

Estes

saberes

correspondem

aos

discursos, objetivos, conteúdos e métodos selecionados pela escola.

Apresentam-se concretamente sob

a forma de programas escolares que

os professores devem aprender a aplicar (p. 38).

Saber experienciais ou práticos

São saberes baseados no trabalho cotidiano dos professores e no conhecimento de seu meio.

brotam da

experiência e são por ela validados.

(p. 38-39).

Esses

saberes

A relação dos professores com

seus próprios os saberes

Saber de segunda mão?

Saberes da formação profissional, os saberes disciplinares e os saberes curriculares

Se incorporam a prática docente sem serem produzidos e legitimados por ela (p.40)

transmissores

executores

Exterioridade

portadores

objetos

Tendência a desvalorizar a própria formação

Alguns elementos explicativos

existir uma

separação entre quem “produz”

conhecimentos e quem apenas os ensinam.

1

Na modernidade passa a

-

2 O saber alguma coisa passa a não ser mais suficiente, é preciso também saber ensinar.

Alguns elementos explicativos

3 - Enraizamento progressivo da pedagogia

moderna nos saberes psicológicos e

psicopedagógicos. O foco no aprender e não no saber.

trabalho

intelectual e profissional.

E

também

divisão

a

entre

Alguns elementos explicativos

4 - No século XIX e XX, a educação e a

infância tornam-se espaço e problema

públicos racionalizada

Estado.

pelo

planejada

e

O professor generalista, o polivalente, tem seu campo de atuação restrito passa a

especializar-se cada vez mais e sua

competência diminui.

Alguns elementos explicativos

5- Trata-se da erosão do capital de confiança

dos diferentes grupos sociais nos saberes

transmitidos pela escola e pelos professores.

Saberes experienciais - objetos

a) As relações e interações estabelecidas

com os atores que atuam no campo de

sua prática;

b) As diversas obrigações e normas às quais seu trabalho deve submeter-se;

c) E a própria instituição enquanto meio

organizado e composto de funções diversificadas. (p.50)

Referências

TARDIF, Maurice.Saberes docentes e formação

profissional,. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.