Lista de Física – Dilatação Térmica

Aluno(a): _________________________________________________________________________

PROFESSOR CEBOLINHA

Série(s): 3 ANO Turma: ________ Unidade: Centro/Sul Data: ______ /_____/_____
6º ano ao Pré-Vestibular

01 - (FUVEST SP)

Para ilustrar a dilatação dos corpos, um grupo de estudantes apresenta, em uma feira de ciências, o instrumento esquematizado na figura acima. Nessa montagem, uma barra de alumínio com 30 cm de comprimento está apoiada sobre dois suportes, tendo uma extremidade presa ao ponto inferior do ponteiro indicador e a outra encostada num anteparo fixo. O ponteiro pode girar livremente em torno do ponto O, sendo que o comprimento de sua parte superior é 10 cm e, o da inferior, 2 cm. Se a barra de alumínio, inicialmente à temperatura de 25 ºC, for aquecida a 225 ºC, o deslocamento da extremidade superior do ponteiro será, aproximadamente, de NOTE E ADOTE Coeficiente de dilatação linear do alumínio: 2 x 10–5 ºC–1. a) b) c) d) e) 1 mm. 3 mm. 6 mm. 12 mm. 30 mm.

a)

=

15r0 r0 x
2

°C

b)

= 10

10r0 r0 x
2
2

°C

c) d) e)

=

15r02 r0 x

15 °C

= -10 °C = 10 °C

04 - (FGV) Em uma aula de laboratório, para executar um projeto de construção de um termostato que controle a temperatura de um ferro elétrico de passar roupa, os estudantes dispunham de lâminas de cobre e de alumínio de dimensões idênticas. O termostato em questão é formado por duas lâminas metálicas soldadas e, quando a temperatura do ferro aumenta e atinge determinado valor, o par de lâminas se curva como ilustra a figura, abrindo o circuito e interrompendo a passagem da corrente elétrica.

02 - (UECE) Uma haste metálica é composta de dois segmentos de mesmo tamanho e materiais diferentes, com coeficientes de dilatação lineares 1 e 2. Uma segunda haste, feita de um único material, tem o mesmo comprimento da primeira e coeficiente de dilatação . Considere que ambas sofram o mesmo aumento de temperatura e tenham a mesma dilatação. Assim, é correto afirmar-se que a) b) c) d) = ( 1 + 2) / 2. = ( 1 2) / ( 1 + = ( 1 + 2) / ( 1 = 1 + 2.

Dados: Coeficiente de dilatação linear do cobre = 1,7 x 10-5 °C-1 Coeficiente de dilatação linear do alumínio = 2,4 x 10-5 °C-1 Para que o termostato possa funcionar adequadamente, a) a lâmina de cima deve ser de cobre e a de baixo de alumínio. b) a lâmina de cima deve ser de alumínio e a de baixo de cobre. c) ambas as lâminas devem ser de cobre. d) ambas as lâminas devem ser de alumínio. e) as lâminas não podem ser do mesmo material e é indiferente qual delas está em cima. 05 - (UFBA) Impossibilitados de medir a longitude em que se encontravam, os navegadores que tomaram parte nas grandes explorações marítimas se viam literalmente perdidos no mar tão logo perdessem contato visual com a terra. Milhares de vidas e a crescente riqueza das nações dependiam de uma solução. (SOBEL, 1997). A determinação da longitude ao longo de viagens marítimas é feita pela comparação entre a hora local e a hora no porto de origem. Portanto, é necessário que se tenha, no navio, um

2). 2).

03 - (UFT TO) Uma chapa metálica quadrada possui um furo circular de raio r 0 em seu centro. Deseja-se encaixar uma chapa metálica circular de raio r=r0+x no orifício da chapa quadrada, que é do mesmo material metálico. Sabe-se que um cubo com volume inicial V0 deste material metálico sofreu uma variação volumétrica V=V0/10 após o aquecimento de um grau celsius (1°C). Qual a variação de temperatura ( ) necessária para que a chapa circular caiba exatamente no orifício da chapa quadrada? Considere o material puro, homogêneo, isótropo e que somente a chapa circular sofre variação de temperatura.

1

0002 s. 07 . 1. unida a um grande disco de bronze. ao ser reduzida para uma temperatura inferior Ti. pela linha contínua (água) e pela linha tracejada (recipiente). o período de oscilação de um pêndulo.(MACK SP) A 20 °C. se tornará a) b) c) d) 1. à raiz quadrada do quádruplo do comprimento do pêndulo. pois o seu funcionamento sofria influência de muitos fatores. 09 . possui um furo concêntrico de raio R0. correspondente a meio ciclo de oscilação do pêndulo. 10 . Suponha que a 20 ºC. Supondo que o conjunto tenha sua temperatura aumentada para T = T0 + T.(PUC RS) As variações de volume de certa quantidade de água e do volume interno de um recipiente em função da temperatura foram medidas separadamente e estão representadas no gráfico abaixo. II. O recipiente estará completamente cheio de água. inclusive das variações de temperatura. o comprimento de uma haste A é 99% do comprimento de outra haste B. um supermercado instalou um sistema de refrigeração que funciona da seguinte forme: ao atingir uma temperatura superior Ts.0002 s.relógio que seja ajustado antes de zarpar e marque. A temperatura em que as hastes terão o mesmo comprimento será a) b) c) d) e) 970 °C 1 120 °C 1 270 °C 1 770 °C 1 830 °C e) 2. isto é.(UFG GO) Por medida de economia e conservação da qualidade de alguns alimentos.0cm não se altera com a variação de temperatura. Os materiais das hastes A e B têm alto ponto de fusão e coeficientes de dilatação linear respectivamente iguais a αA = 10. I e III. analisando os dados apresentados no gráfico. (T–T0)+1 T T 1 2 T T 2 T T 1 1 08 . para a qual a distância D = 5. Esse sistema. 2.0cm e L2 = 15. é CORRETO afirmar que a relação R/R0 é expressa por a) b) c) d) e) T T Estudantes. a medida do tempo. que guarda em seu centro o centro de massa do conjunto haste-disco. O pêndulo de um carrilhão. no qual o problema das variações de temperatura foi resolvido com a utilização de tiras de comprimentos diferentes feitas de materiais de coeficientes de dilatação diferentes. respectivamente.(FGV) Na Terra. ele é ligado e. Com base nesse mesmo princípio físico. A água transbordará se sua temperatura e a do recipiente assumirem simultaneamente valores acima de 4 ºC ou se assumirem simultaneamente valores abaixo de 4ºC. a hora do porto de origem. apenas. A(s) afirmativa(s) correta(s) é/são: a) b) c) d) e) I. fizeram as seguintes previsões: I. II e III. 2 . devido à dilatação e à contração da haste do pêndulo. III. apenas quando a temperatura for 4 ºC. quando aquecido até uma temperatura T. I.0001 s. corresponde. ao longo de toda a viagem.(UPE) Um disco de alumínio. fazendo com que o relógio atrase. das barras. com boa aproximação. II e III. inicialmente a uma temperatura T0. apenas. à mesma temperatura.0002 s. 06 . inicialmente submetido à temperatura T0. ao oscilar. I e II. A água transbordará apenas se sua temperatura e a do recipiente assumirem simultaneamente valores acima de 4 ºC. 2. Considerando que o coeficiente de dilatação linear do aço é 10 10–6 ºC–1 e supondo que o centro de massa da haste-disco se mantenha sempre no centro do disco se a temperatura do conjunto haste-disco subir 10 ºC. é desligado. precisamente.1. fazendo com que o relógio atrase. determine a relação entre os coeficientes de dilatação linear. fazendo com que o relógio adiante. 10– 5 °C–1. bate o segundo e é constituído por uma fina haste de aço de massa desprezível. apenas. 10–5 °C–1 e αB = 9. Os relógios de pêndulo daquela época não serviam a esse propósito. A longitude pôde finalmente ser determinada através de um relógio. apenas. Considerando que o coeficiente de dilatação linear do alumínio é constante durante a variação de temperatura considerada e R é o raio do furo do disco após a dilatação térmica.0cm fixadas em uma das extremidades. O disco sofre uma dilatação térmica superficial. e supondo que a água seja colocada dentro do recipiente. sem haver derramamento. fazendo com que o relógio atrase. 2. o centro de massa do conjunto esteja a 1 metro do eixo de oscilação.0001 s. condição que faz o mecanismo funcionar com exatidão na medida do tempo. 1 e 2. fazendo com que o relógio adiante. considere um conjunto formado por duas barras de comprimento L1 = 10. o tempo que ele demanda para completar um ciclo completo.

O raio RA do rebite é menor que o raio RB do orifício e ambos os corpos se encontram em equilíbrio térmico com o meio. é preenchido com mercúrio e tem dois contatos metálicos separados por uma distância h. 16.(FFFCMPA RS) Considere a figura abaixo que representa duas vigas de concreto de 5.(UEPG PR) Uma lâmina bimetálica é constituída por duas lâminas. a folga aumentará. Use para os coeficientes de dilatação volumétrica da gasolina e linear do aço. respectivamente. Se a folga irá aumentar se ambos forem A B igualmente resfriados. conforme indicado na figura. 01. calcule a temperatura Ts quando o sistema é ligado. vaze gasolina pelo “ladrão”. à temperatura de 15 ºC. 3 . A placa contém um orifício em seu centro.10-5 º C-1 . Para que o volume dessa lâmina aumente 2. Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S). 11 . 12 .2 mm entre as outras duas extremidades.2. 04.7 m 2 V0 1. Se A B a folga ficará inalterada se ambos forem igualmente aquecidos.(UFMS) Um aluno de ensino médio está projetando um experimento sobre a dilatação dos sólidos.composto por um tubo cilíndrico fechado de área A0 acoplado a um bulbo em sua parte inferior. Sabendo-se que o coeficiente de dilatação linear do concreto é 1. de coeficientes de dilatação térmica.7%.0 m de comprimento. Considere que o tanque seja feito de aço inoxidável e tenha um volume máximo de 50 L.(URCA CE) Considerando o coeficiente de dilatação linear do aço 11x10 5 º C 1 e do alumínio 22x10 5 º C 1 . 08. Dados: Ti 12 º C A 0 1. A lâmina se curvará para baixo se a temperatura for menor que 0ºC. Se A B a folga ficará inalterada se ambos forem igualmente aquecidos. conforme a figura.1 x 10 -3 º C -1 e aço 1. A lâmina se curvará para cima se a temperatura for menor que 0ºC. Se A B a folga aumentará se apenas a placa for aquecida. respectivamente: gasolina 01. 04. com o aumento da temperatura. as duas vigas ficarão encostadas quando a temperatura atingir a) 12º C. 02. b) 15º C. uma de cobre ( Cu 17 x10 6 -1 6 º C -1 e outra de zinco ( Zn 30 x10 º C ) .6 º C 14 . d) 25º C. assinale o que for correto.(UNESP) Um tanque de gasolina de automóvel tem um volume máximo recomendado. A respeito deste assunto. a folga aumentará. 15 . A lâmina se curvará para baixo se a temperatura for maior que 0ºC.5 m 3 h 6. fixas em uma das extremidades. Se A B e aquecermos somente a placa. Ele utiliza um rebite de material A e uma placa de material B. devemos elevar a sua temperatura para: a) 1010ºC 1. com uma separação de 1.1 x 10 -5 º C -1 13 . A lâmina se curvará para baixo sempre que a temperatura for diferente de 0ºC. 02. Calcule o volume de gasolina que sairia pelo “ladrão” caso o tanque estivesse totalmente cheio e sua temperatura subisse 20 ºC.(UNIMONTES MG) Uma lâmina de vidro de coeficiente de dilatação linear 9 x 10 6 1 ºC tem volume V0 à temperatura de 20ºC. a 0ºC. A lâmina se curvará para cima se a temperatura for maior que 0ºC.0m a Hg 40 x 10 . soldadas entre si e fixadas a uma parede. Desprezando a dilatação térmica do recipiente. como mostra a figura abaixo. 16. 08. c) 20º C. qual a aço Al relação entre os comprimentos iniciais de uma barra de aço e uma barra de alumínio para suas dilatações serem sempre as mesmas? a) L0aço = L0Al b) 2L0aço = L0Al c) L0aço = 2L0Al d) L0aço = 3L0Al e) 3L0aço = L0Al 16 . 32. e) 35º C. 0 x 10 . a fim de evitar que. Se B B e aquecermos apenas o rebite. 0 x 10 . com as mesmas dimensões. iguais a A e B .

2 kcal d) L (m m) Dados: -6 -1 aço = 11 x 10 °C -6 -1 Al = 23 x 10 °C a) Calcule a distância de separação d para que.3x10-6ºC-1.0 19 . o coeficiente de –1 dilatação linear do metal. o coeficiente de dilatação linear do vidro vale: a) 6γ/5 b) 3γ/5 c) γ/5 d) 2γ/15 e) γ/15 20 . cujo volume é de 1000cm a 0ºC. M = 1. 1) Gab: C 2) Gab: A 3) Gab: C 4) Gab: A 5) Gab: 1. transbordam 9. volume de 600 cm 3. Aquecendo-se o conjunto até a 3 temperatura atingir 100°C.1L 13) Gab: D 14) Gab: 52 15) Gab: C 16) Gab: A 17) Gab: D 18) Gab: E 19) Gab: D 20) Gab: a) 2. Nessas condições.(UNIFOR CE) Certo líquido está quase transbordando de um béquer de vidro. está completamente cheio de mercúrio a essa temperatura. Calcule: a) o aumento de volume sofrido pelo mercúrio. de alumínio.5 d) 9. sem se comprimirem. 4 . as barras apenas se toquem.8x104 -1 ºC .8 mm c) 1.(UFF RJ) A figura mostra.10 cal/g°C ? d) Faça o gráfico L x .(UFOP MG) 3 Um frasco de vidro. à temperatura inicial de 10°C. ao se aquecer somente a barra de aço até 50°C. três barras homogêneas de comprimento L = 10 m. o volume da parte vazia é sempre o mesmo.45 b) 0. em cm . b) o coeficiente de dilatação linear do vidro. GABARITO: 4. A barra do meio é constituída de aço.2 mm b) 6. de capacidade 450 cm3 a 20°C. 21 .(UNIFOR CE) Um cilindro de metal possui. é: a) menor que 0. e as outras. b) V = 3. alinhadas e separadas de uma distância d.45 c) 4. Nessas condições. Aquecido até 120°C ele sofre uma dilatação equivalente a 0.0 e) maior que 9. a 20°C.4 0 o 10 20 30 40 50 ( C) 21) Gab: a) 36cm 3. a 0°C. c) Qual a quantidade de calor fornecida à barra de aço no item a. onde L é a variação do comprimento da barra de aço. b) Repita o cálculo do item a para o caso de as três barras serem aquecidas até 50°C.5 6) Gab: C 7) Gab: E 8) Gab: C 9) Gab: C 10) Gab: TS 17 º C 11) Gab: 09 12) Gab: V 1. 10 –7 b) 1 . Dado: coeficiente de dilatação cúbica do mercúrio. em °C . 10 –7 c) 3 . 10 –6 d) 1 . e é a temperatura.(UNIFOR CE) Um recipiente de vidro de capacidade 500cm3 contém 200cm 3 de mercúrio. 10–6 18 . sendo γ o coeficiente de dilatação volumétrica do mercúrio.b) 300ºC c) 500ºC d) 800ºC 17 . Verifica-se que. se ela tem massa de 300g e calor específico igual a 0. que varia de 10°C a 50°C. A 3 dilatação real desse líquido. em mm.0cm do líquido. em qualquer temperatura.03% do seu volume inicial. 10 e) 3 . Quando 3 o conjunto é aquecido até 200ºC transbordam 34cm de mercúrio. vale –8 a) 3 .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful