You are on page 1of 55

Conservatório Dramático Musical Maestro Paulino Martins Alves

Caderno de Exercícios para as aulas de: LEITURA I PERCEPÇÃO I SOLFEJO I

Organização: Rafael Rauski 2012

MANUAL PRÁTICO DE LEITURA EM CLAVES DE SOL, FÁ E DÓ – GEORGES DANDELOT

2

LEITURA

MANUAL PRÁTICO DE LEITURA EM CLAVES DE SOL, FÁ E DÓ – GEORGES DANDELOT

3

Estudo da Clave de Sol na 2a linha
Exercício – Memorizar os pontos de referência seguir:

Leitura:

Ler o trecho a seguir, até que se mantenha uma certa regularidade na leitura, aumentando progressivamente a velocidade.

Exercício
1o Solfejar a ordem das notas ascendentemente: Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá, Si, Dó, etc… E descendentemente: Dó, Si, Lá, Sol, Fá, Mi, Ré, Dó, etc… 2o Responder imediatamente a nota colocada logo acima ou logo abaixo dos pontos de referência. Exemplo: Logo acima de Sol: Lá – Logo acima de Dó: Ré. Logo abaixo de Sol: Fá – Logo abaixo de Dó: Si.

MANUAL PRÁTICO DE LEITURA EM CLAVES DE SOL, FÁ E DÓ – GEORGES DANDELOT

4

Observação: As notas que se sucedem na escala são colocadas da seguinte forma na pauta: se uma é colocada em uma linha, a outra é colocada em um espaço vizinho (superior ou inferior); ou se uma é colocada em um espaço, a outra é colocada em uma linha vizinha (inferior ou superior).

Leitura
Nesta leitura os pontos de referência são indicados por mínimas. Ler até atingir regularidade e velocidade.

Nesta leitura, os pontos de referência não são mais indicados; eles poderão ser indicados novamente durante este estudo quando forem necessários.

MANUAL PRÁTICO DE LEITURA EM CLAVES DE SOL, FÁ E DÓ – GEORGES DANDELOT

5

Exercício
1o Solfejar a ordem das notas passando direto pela próxima nota e indo para a terceira, ou seja, solfejar a ordem das notas em terças. Ascendentemente: Dó, Mi, Sol, Si, Ré, Fá, Lá, Dó, etc… Descendentemente: Dó, Lá, Fá, Ré, Si, Sol, Mi, Dó, etc…

2o Responder imediatamente a nota que fica uma 3a acima e uma 3a abaixo dos pontos de referência. Ex: Uma 3a acima de Sol: Si – Uma 3a acima de Dó: Mi. Uma 3a abaixo de Sol: Mi – Uma 3a abaixo de Dó: Lá.

FÁ E DÓ – GEORGES DANDELOT 6 Observação: O intervalo de 3a corresponde na pauta à distância de uma linha a uma linha vizinha.MANUAL PRÁTICO DE LEITURA EM CLAVES DE SOL. ou de um espaço a um espaço vizinho. Leitura Os pontos de referência são indicados como mínimas. Notas vistas até agora: Leitura .

.MANUAL PRÁTICO DE LEITURA EM CLAVES DE SOL. FÁ E DÓ – GEORGES DANDELOT 7 Novo ponto de referência a memorizar.

Exercício 1o Solfejar a ordem das notas ascendentemente: Dó. Fá. etc… 2o Responder imediatamente a nota colocada logo acima ou logo abaixo dos pontos de referência. Si. Ré. Dó. Sol. Lá. etc… E descendentemente: Dó. Exemplo: Logo acima de Sol: Lá – Logo acima de Dó: Ré. FÁ E DÓ – GEORGES DANDELOT 8 Estudo da Clave de Fá na 4a linha Exercício – Memorizar os pontos de referência seguir: Leitura: Ler o trecho a seguir. Mi. Si.MANUAL PRÁTICO DE LEITURA EM CLAVES DE SOL. Dó. Sol. Fá. Ré. Mi. Logo abaixo de Sol: Fá – Logo abaixo de Dó: Si. aumentando progressivamente a velocidade. até que se mantenha uma certa regularidade na leitura. Lá. .

. eles poderão ser indicados novamente durante este estudo quando forem necessários. FÁ E DÓ – GEORGES DANDELOT 9 Observação: As notas que se sucedem na escala são colocadas da seguinte forma na pauta: se uma é colocada em uma linha. Nesta leitura. a outra é colocada em uma linha vizinha (inferior ou superior). Leitura Nesta leitura os pontos de referência são indicados por mínimas. ou se uma é colocada em um espaço. Ler até atingir regularidade e velocidade. os pontos de referência não são mais indicados. a outra é colocada em um espaço vizinho (superior ou inferior).MANUAL PRÁTICO DE LEITURA EM CLAVES DE SOL.

Ré. ou seja. Lá. Dó.MANUAL PRÁTICO DE LEITURA EM CLAVES DE SOL. Fá. etc… Descendentemente: Dó. Sol. Si. etc… 2o Responder imediatamente a nota que fica uma 3a acima e uma 3a abaixo dos pontos de referência. Ex: Uma 3a acima de Sol: Si – Uma 3a acima de Dó: Mi. Dó. Si. Mi. . Uma 3a abaixo de Sol: Mi – Uma 3a abaixo de Dó: Lá. solfejar a ordem das notas em terças. Lá. Ré. Mi. Sol. Ascendentemente: Dó. FÁ E DÓ – GEORGES DANDELOT 10 Exercício 1o Solfejar a ordem das notas passando direto pela próxima nota e indo para a terceira. Fá.

FÁ E DÓ – GEORGES DANDELOT 11 Observação: O intervalo de 3a corresponde na pauta à distância de uma linha a uma linha vizinha. ou de um espaço a um espaço vizinho.MANUAL PRÁTICO DE LEITURA EM CLAVES DE SOL. Leitura Os pontos de referência são indicados como mínimas. Notas vistas até agora: Leitura .

.MANUAL PRÁTICO DE LEITURA EM CLAVES DE SOL. FÁ E DÓ – GEORGES DANDELOT 12 Novo ponto de referência a memorizar.

13 .

14 .

15 .

16 .

17 .

18 .

19 .

20 .

21 .

22 .

23 .

24 .

25 PERCEPÇÃO .

Anotar corretamente os ditados: a) b) c) d) e) 3. a) b) c) 2. representando os valores positivos e negativos com as figuras da notação musical tradicional.26 Exercícios para pulso. Marcar o pulso (traços verticais) e cantar apenas onde houver valor positivo (traço horizontal). tempo e valores de duração 1. Os espaços vazios entre os pulsos representam pausas (silêncio). a) b) c) d) e) . Transcrever os ditados acima.

27 Ditados Rítmicos .

a) Dado o som inicial (ponto de referência): 1) 2) 3) 4) 5) b) Não dado o som inicial: 6) 7) 8) 9) 10) 3) Entoar os três sons do exercício anterior. sendo um considerado médio (lá fundamental). dados antes do início do ditado. Serão tocados sons distintos em série. Após memorizar os três sons. Observação: Os três sons que foram utilizados no exercício anterior são as notas lá (médio). . si (agudo) e sol (grave). anotar a seqüência. e que servirá de referência para os outros dois sons (um mais agudo do que o lá fundamental e um mais grave do que o lá fundamental). 2) Ditados A – M – G.28 Percepção – Fundamentação de Altura (direção) 1) Entoar o lá fundamental 440 Hz.

Exemplo: a) b) c) d) e) f) g) .29 1) Exercícios de Ação Combinada: Anotar simultaneamente o ritmo e a melodia dos ditados a seguir.

30 .

31 .

32 Ditados melódicos incluindo saltos .

33 .

34 Percepção de graus da escala diatônica 1) ________ 2) ________ 3) ________ 4) ________ 5) ________ 6) ________ 7) ________ 8) ________ 9) ________ 10) ________ 11) ________ 12) ________ 13) ________ 14) ________ 15) ________ 16) ________ 17) ________ 18) ________ 19) ________ 20) ________ 21) ________ 22) ________ 23) ________ 24) ________ 25) ________ 26) ________ 27) ________ 28) ________ 29) ________ 30) ________ 31) ________ 32) ________ 33) ________ 34) ________ 35) ________ 36) ________ 37) ________ 38) ________ 39) ________ 40) ________ 41) ________ 42) ________ 43) ________ 44) ________ 45) ________ 46) ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ ________ .

35 SOLFEJO .

36 .

37 .

38 .

39 .

40 .

41 .

42 .

43 .

44 .

45 .

46 .

47 .

48 .

49 .

50 .

51 .

52 .

53 .

54 .

José Eduardo Ciocchi. Milwaukee: MCA Music Publishing.i. [s. [s. STARER. 2009. adaptação portuguesa de Raquel Marques Simões. Fa e Ut (Método Prático para o estudo das claves de Sol. BENWARD. Rítmica. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo / Editora da Unicamp. Tradução: Rafael Rauski. Georges. Ltda. Manuel Pratique pour L’Etude des Clés de Sol. Método de Solfejo: 1º Ano. 2004.d]. 1985. SILVA. Bruce. NASCIMENTO. . Prática auditiva para músicos. Rio de Janeiro: Carlos Wehrs & Cia.d]. São Paulo: Editora Perspectiva.i. Frederico. 1939.55 REFERÊNCIAS DANDELOT. Rhythmic Training (Treinamento Rítmico). Robert. editora Fermata do Brasil. Fá e Dó). WILLEMS. Curso Elementar. Edgar – Solfejo. GRAMANI. Percepção Musical. Paris: Editions Max Eschig. José Raymundo.