You are on page 1of 59

Universidade  Federal  de  Roraima Núcleo  de  Educação  a  Distância Pró-­‐Reitoria  de  Extensão

METODOLOGIA  EM  EAD
Curso  de  Extensão  em  Noções  Pedagógicas  e  Metodológicas  para  EaD

Profª  Esp.  Rosicler  Trivelato  de  Carvalho

Universidade Federal de Roraima Governo Federal Ministro da Educação Aloizio Mercadante Universidade Federal de Roraima (UFRR) Reitor Gioconda Santos e Souza Martinez Pró-Reitoria de Extensão Reginaldo Gomes Oliveira Coordenadora do NEaD - Núcleo de Educação a Distância Maria Sônia Silva de Oliveira Veloso Coordenador Acadêmico Dirceu Medeiros de Morais Coordenadora Operacional Jordânia Rosa Bernardo Coordenadora Tecnologica Thais Oliveira Almeida Coordenador Financeiro Oton Lira Carneiro Coordenadores da UAB - Universidade Aberta do Brasil Maria Sônia Silva de Oliveira Veloso Dirceu Medeiros de Morais Curso de Capacitação em Noções Pedagógicas e Metodológicas em Educação a Distancia Coordenação do Curso Jordânia Rosa Bernardo Professora Especialista/Autora Rosicler Trivelato de Carvalho
Carvalho, Rosicler Trivelato de Curso de Extensão em Noções Pedagógicas e Metodológicas para EaD, Rosicler Trivelato de Carvalho. UFRR,2012. 1. Metodologia. 2. EaD

DIREITOS RESERVADOS Universidade Federal de Roraima Campus Paricarana: Av. Cap. Ene Garcez, nº 2413. Bairro Aeroporto. CEP: 69310-000 Boa Vista / RR Créditos de autoria da editoração Capa e Projeto Gráfico : Simone Cibele Shuertz Souza Diagramação: José Guilherme Fernandes Queiroz Editoração eletrônica: NEaD Revisão de Texto Maria Leogete Jota da Costa : COPYRIGHT – É proibida a reprodução, mesmo que parcial, por qualquer meio, sem autorização escrita dos autores e do detentor dos direitos autorais.

2

SUMÁRIO

APRESENTAÇÃO .....................................................................................................3 Unidade 1: Introdução Educação a Distância .............................................................4 Unidade 2: Aprendizagem ........................................................................................12 Unidade 3: Habilidades e Competências ..................................................................23 Unidade 4: Metodologia ...........................................................................................27 Unidade 5: Modelos Pedagógicos em Educação à Distância ...................................34 CONSIDERAÇÕES FINAIS ...................................................................................56 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS .....................................................................57

3

APRESENTAÇÃO
Prezado e prezada cursista, Bem vindo e bem vinda à disciplina de Metodologia de EaD! Esta disciplina foi pensada e elaborada de maneira que possamos compreender um pouco mais sobre a importância da metodologia no processo de ensinoaprendizagem. Com as novas tecnologias de informação e de comunicação que estão ao nosso alcance além de trazer novas perspectivas para a educação, trouxe também a necessidade de criar um ambiente que favoreça uma aprendizagem significativa. Para que isto aconteça é preciso disponibilizar as informações pertinentes de maneira organizada, no momento apropriado e que promova a interiorização de conceitos construídos. Este livro-texto está dividido em quatro momentos: primeiramente, apresento à você um breve histórico sobre a evolução da Educação a Distância e o processo de como esta modalidade de ensino funciona. No Ambiente Virtual de Aprendizagem, que chamamos de AVA, será apresentada a sua sala de aula virtual. É nela que eu, você, tutores e seus colegas de curso nos encontraremos para trocarmos informações e construir conhecimentos através das atividades propostas em fóruns de interação, pesquisas e textos para leitura. Após conhecer o ambiente virtual de aprendizagem percorreremos caminhos, que passam por conceitos de aprendizagem, aprendizagem significativa segundo Vigotsky e Ausubel, habilidades e competências que precisam ser desenvolvidas através de uma metodologia adequada e modelos pedagógicos que foram elaborados para EAD. Espero sinceramente que este curso atenda às suas expectativas. Obrigada pela sua presença!

4

Unidade 1: Introdução Educação a Distância

1.1 Histórico da Educação à Distância (EaD) Você sabia que a Educação à Distância, embora pareça algo recente tem sua origem na educação por correspondência iniciadas no final do século XVIII e com largo desenvolvimento a partir de meados do século XIX, chegando atualmente a utilizar várias mídias, desde o material impresso à simuladores online com grande interação entre o aluno e o centro produtor, através da comunicação síncrona entre professores e alunos? Isso mesmo! E hoje mais de 80 países, nos cinco continentes, adotam a educação à distância em todos os níveis de ensino, em programas formais e não formais, atendendo a milhões de estudantes. A educação à distância tem sido usada para treinamento e aperfeiçoamento de professores em serviço. No momento é crescente o número de instituições e empresas que desenvolvem programas de treinamento de recursos humanos por meio da modalidade da educação à distância. As Universidades Européias à Distância têm incorporado em seu desenvolvimento histórico as novas tecnologias de informática e de telecomunicação.

Você sabia que já na Grécia antiga e, depois, em Roma, (Cartas de Platão e Epístolas de São Paulo) existia uma rede de comunicação que permitia o desenvolvimento significativo da correspondência?
http://ftp.comprasnet.se.gov.br/sead/licitacoes/Pregoes2011/PE091/Anexos/Eventos_modulo_I/topico_ea d/Aula_02.pdf

5

12. que regulamenta o Art. no âmbito do Fórum das Estatais pela Educação e possui como prioridade a capacitação de professores da educação básica. a realidade brasileira mudou. articular as que já existem.622.622. que foi regulamentada pelo Decreto n. mas sim.º 2. publicado no D. com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos. e nosso governo criou leis e estabeleceu normas para a modalidade de educação à distância em nosso país. Essa definição está presente no Decreto 5.394.Os resultados do passado não foram suficientes para gerar um processo de aceitação governamental e social da modalidade de educação à distância no Brasil. possibilitando levar ensino superior público de qualidade aos municípios brasileiros que não possuem cursos de formação 6 . Em 3 de abril de 2001.º 4. No Brasil. foi criado apenas em 2005.º 2.º 5. do Conselho Nacional de Educação estabeleceu as normas para a pós graduação lato e stricto sensu.561.361. e o Decreto n. de 2004 (que revogou a Portaria Ministerial n. 1.2005 (que revoga o Decreto 2.494/98). de 19. de 10 de fevereiro de 1998.3 Universidade Aberta do Brasil Veja que o Sistema Universidade Aberta do Brasil . de 20 de dezembro de 1996).O.º 301. entretanto.2 Educação à Distância no Brasil Mas o que significa Educação à Distância? A Educação à Distância é a modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação. de 20/12/05 (que revogou o Decreto n.UAB – que é um programa do Ministério da Educação.494. a Resolução n. de 27 de abril de 1998) com normatização definida na Portaria Ministerial n. as bases legais para a modalidade de educação a distância foram estabelecidas pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n. Seu objetivo é estimular a articulação e integração de um sistema nacional de educação superior. 1. Para isto a UAB não propõe a criação de uma nova instituição de ensino. de 07 de abril de 1998). 80 da Lei 9394/96 (LDB).º 9.U.º 1.

o Sistema Universidade Aberta do Brasil também disponibiliza vários cursos com este de extensão. Essa infraestrutura. o sistema tem como base. 1.4 Fundamentos da Educação a Distância O advento das tecnologias de informação e comunicação –TICs – trouxe novas perspectivas para a educação à distância. com laboratórios de informática além de biblioteca. Tendo como base o aprimoramento da educação à distância. cada município deve ter um polo presencial. com a oferta de cursos de Licenciatura e de formação continuada. universidades. Percebemos que a expansão desta modalidade de ensino busca responder as necessidades de atualizar nossos conhecimentos. devido às facilidades de distribuição de conteúdos. Já a elaboração dos cursos é de responsabilidade das instituições públicas de ensino superior de todo país. que aproxima os emissores dos receptores dos cursos. que inclui ainda o apoio de tutores. Para isso. estaduais e municipais do governo. interação com informações. Para ofertar cursos à distância. Virtualização da sala de aula presencial – recursos de redes telemáticas são utilizadas da mesma forma que a sala de aula presencial. Apesar da prioridade do programa ser a capacitação de professores da educação básica. que desenvolvem material didático e pedagógico. os quais podem ser de três tipos: Broadcast – tecnologia educacional empregada para “entregar” a informação ao aluno (rádio – televisão).superior ou cujos cursos ofertados não são suficientes para atender a todos os cidadãos. Estar junto virtual – também denominada Aprendizagem Assistida por Computador – AAC – propiciada pela comunicação multidirecional. centros de ensino e organizações empresariais oferecem cursos à distância através de recursos telemáticos. parcerias entre as esferas federais. Assim. recursos e pessoas. fica à disposição do aluno. Porém temos que estar conscientes 7 . o sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) visa expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior. escolas.

5 Universidade Aberta do Brasil na UFRR O Sistema Universidade Aberta do Brasil . tem como objetivo estimular a articulação e integração de um sistema nacional de educação superior por meio do aprimoramento da educação à distância. A comunicação é feita nas duas direções. A possibilidade de encontros ocasionais presenciais com propósitos didáticos e de socialização. Para isso. professor. atendendo aos anseios da comunidade e agindo como instrumento de promoção da educação e da cidadania. programa do Ministério da Educação. entre eles. 1. o sistema tem como base. uma nova organização do nosso tempo e novas formas de interação com os elementos que caracterizam a educação à distância.aluno e aluno-professor. Coordenação acadêmica: responsável pelo acompanhamento das atividades didático-pedagógicas do curso.que enfrentaremos vários obstáculos na busca dessa atualização. articulando as ações entre os professores formadores. parcerias entre as esferas federais. estruturação e acompanhamento do corpo docente e técnico. O aluno estuda de forma individual e independente. de maneira a 8 . materiais e equipamentos do curso.UAB. bem como pela articulação das ações junto aos órgãos e demais setores envolvidos e os demais aspectos organizacionais do curso. tais como: A distância existente entre professor-aluno. tutores dos polos e tutores a distância. 1. A utilização de tecnologias para comunicação entre professor e aluno. estaduais e municipais do governo.6 Estrutura de trabalho para Educação a Distância A metodologia de funcionamento da Educação a Distância funciona da seguinte forma: Coordenação geral: responsável pela articulação e implantação do curso. gerenciamento dos recursos financeiros. A Universidade Federal de Roraima (UFRR) por meio da Universidade Aberta do Brasil (UAB) está trabalhando para expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior.

Professor formador: responsável pela docência nas aulas à distância e presencial. os professores do primeiro módulo e suas respectivas disciplinas. embora isso não seja condição obrigatória.assegurar a unidade didática do curso. workshops e avaliação das atividades dos alunos. um espaço para discussão de temas propostos pelo professor. com a presença de todos os envolvidos no processo. Tutor: exerce o papel de auxiliar o aluno diretamente em seu polo de origem (tutor presencial) e a distância (tutor a distância). 1.7 Metodologia empregada na EaD Semipresencial: Assim. finalizando com a integração do grupo. Pode atuar posteriormente como professor formador. A interação síncrona ocorre por meio do chat ou outras formas de interação em tempo real. Nas interações assíncronas encontramos: síntese das aulas. Além de contribuir para a mediação on-line da participação dos cursistas nas aulas e produzir semanalmente relatórios sobre o andamento do curso a serem acompanhados pela coordenação geral e acadêmica. Responsável também por acompanhar e avaliar junto aos alunos. programas de estudo a serem desenvolvidos com os participantes e o fórum. um canal de comunicação direto entre professor e aluno. ocorre inicialmente uma aula inaugural. buscando o encaminhamento de soluções aos problemas identificados no decorrer do processo. tutores e professores formadores todas as etapas de realização dos cursos. Apoio técnico: responsável pela customização e manutenção da plataforma MOODLE (Ambiente Virtual de Aprendizagem) e pelo monitoramento da manutenção dos equipamentos dos pólos. A distância: No modelo virtual encontram-se as atividades síncronas e assíncronas em rede. além de links para aprofundamento e pesquisa. nas etapas semipresenciais do curso. Professor autor: responsável pelo desenvolvimento do material didático de base a ser utilizado no curso. se for o caso. 9 . Neste momento são apresentadas a proposta do curso (metodologia e ferramentas). Participará na orientação e acompanhamento de elaboração de Trabalho de Conclusão de Curso.

À partir do ano 2000 para cá a EAD cresceu muito em número de alunos no país e cresceram também as dúvidas em relação à qualidade nessa modalidade de ensino. Se você ainda não participou de algum cursou provavelmente deve ter ouvido falar à respeito. Estou te aguardando! Fórum 1 Você já participou de algum curso à distância. Não se trata apenas de um lugar onde o estudante irá acessar as suas aulas. Acima de tudo. como professor. que considerei interessante discutir para ver se você concorda ou discorda com o que foi abordado.Para o aluno que estuda a distância. faça as suas considerações e poste o seu comentário no Fórum 1 da Unidade 1 na sua sala virtual. Veja o quadro abaixo: 10 . O objetivo do ambiente virtual é proporcionar ao processo de aprendizagem a dinamização. interação e contextualização das disciplinas. no mínimo. Dos elementos que são imprescindíveis para que ocorra a educação à distância gostaria de chamar a sua atenção para a questão da forma da comunicação que deve ser bilateral: professor-aluno e aluno-professor. dois pontos positivos e dois negativos do curso e justifique sua resposta explicando à que você atribui o sucesso ou o insucesso do referido curso. O que você ouviu? Que ideia você tem sobre um curso à distância? Positiva ou negativa? Porquê? Agora vamos prosseguir. aluno ou tutor ? Você considera que o curso atendeu às suas expectativas? Cite. colaboração. concorda? E falando em comunicação. é nesse espaço que ele vai encontrar motivação para aprofundar seus estudos e também onde se dará a interação com os colegas de turma. Escolhi alguns mitos e algumas verdades que foram citadas na Revista Nova Escola (2009). vamos conversar um pouco no fórum da sala virtual? Leia com atenção o que está sendo solicitado. Pois se essa comunicação não for efetivada não haverá aprendizagem. o ambiente de aprendizagem on-line do curso é a Sala de Aula.

Para acompanhar as discussões sobre os conteúdos. João Vianney Valle dos Santos. atrair a clientela. quase 95% dos cursos credenciados é possível debater conteúdos e trocar ideias com os colegas através de ferramentas criadas exatamente para isso. e se professores. rico em material básico e complementar. 11 . O aluno fica isolado e não O MEC exige que sejam organizados momentos de convivência e interação. tutores e estudantes participam de várias atividades para construir o conhecimento coletivamente. Quem é disperso não se dá Quem é pouco comprometido ou necessita de alguém cobrando o tempo inteiro para que bem. terá dificuldade em fazer uma faculdade à distância. É preciso ter um bom Mais de 93% dos cursos de graduação e pós computador e uma boa utilizam a internet como o principal meio de ensino. 54% das instituições que oferecem cursos à distância declararam os mais jovens. O uso de vídeos online está presente conexão de internet em mais de 57% das instituições. sendo que em 52% delas a transmissão comporta interatividade entre estudantes e mestres. é necessário traçar uma rotina que inclua. Não há como estudar menos se o curso é bem A dedicação exigida é menor. afirma que em geral os mais jovens não atingiram o nível de maturidade. pois é necessário ter um método de estudo e um compromisso com a própria aprendizagem. todos os dias. MITOS É possível estudar quando Essa é uma das frases que mais têm sido usadas por instituições de má qualidade para quiser. planejado. estude. comprometimento e responsabilidade que o planejamento de estudos da modalidade requer. que a maioria dos matriculados tem mais de 30 anos. Em interage com os colegas. Num bom programa à distância não se estuda apenas quando se quer. leituras obrigatórias e complementares.VERDADES O curso não é adequado para De acordo com a Abed.

elabore em forma de texto. De acordo com o quadro acima. Nela estaremos falando um pouco sobre aprendizagem. se atendeu ou não às suas expectativas e à que motivos você atribuiu essas questões e também falamos sobre as verdades e os mitos da EAD. Poste na sala virtual no local: Atividade 1 . O texto precisa ter no máximo uma lauda. o perfil de um aluno e um perfil para o professor de EAD. elaborando um perfil de um aluno para participar de um curso à distância. Atividade 1. Vamos nessa? 12 .Unidade 1 Muito bem! Chegamos ao final da nossa I Unidade! Falamos sobre a evolução da EAD. refletimos sobre os pontos positivos e negativos de um curso que você tenha participado. qual a estrutura de um curso à distância. Parabéns! Agora vamos nos concentrar na próxima Unidade. quais seus fundamentos.Agora faça uma pausa para refletir sobre o que foi discutido até agora e logo em seguida. faça a próxima atividade.

como resultado de estudo. formação. 13 . Vamos iniciar este tópico com dois conceitos sobre aprendizagem. habilidades. Aprender é o resultado da interação entre estruturas mentais e o meio ambiente. o que é aprendizagem? Como sei que aprendi algo? Como sei quando outra pessoa aprendeu? Que critérios estabelecemos como referência para afirmamos que alguém realmente aprendeu? Com certeza estas questões foram objetos de estudo para muitos estudiosos. conhecimentos. neurológicos. 2012). comportamento ou valores são adquiridos ou modificados. experiência. então vamos estar refletindo um pouco sobre duas teorias que acreditamos que atende à expectativa deste curso: a teoria sócio-interacionista de Vigotsky e a aprendizagem significativa de Ausubel. de forma que há diferentes teorias de aprendizagem. Aprendizagem é um processo de mudança de comportamento obtido através da experiência construída por fatores emocionais. pois foram elaboradas muitas teorias para respondê-las. Na realidade o tempo é pouco para nos aprofundarmos em cada uma delas. Esse processo pode ser analisado a partir de diferentes perspectivas. raciocínio e observação.(Amélia Hamze. relacionais e ambientais. (Wikipedia.2012) Aprendizagem é o processo pelo qual as competências.Unidade 2: Aprendizagem Mas.

como estas eram sanadas? Obs. Esta atividade deve ser postada na sala virtualAtividade 2 – Unidade 2. “ O saber que não vem da experiência não é realmente saber” ( Vigotsky) Lev Vigotsky embasou a sua teoria em três ideias centrais que podemos considerar como sendo os pilares básicos do seu pensamento: As funções psicológicas têm um suporte biológico pois são produtos da atividade cerebral.1 Aprendizagem segundo Vigotsky . como estas eram sanadas? b)Lembre-se do professor ou professora que você considera que menos contribuiu com sua aprendizagem. Como ele ou ela atuava em sala de aula? Que característica mais lhe chamou a atenção em relação a como era repassado o conteúdo? Como você se sentia durante as aulas? As atividades eram claras? Em caso de dúvidas. 14 . Como ele ou ela atuava em sala de aula? Que característica mais lhe chamou a atenção em relação a como era repassado o conteúdo? Como você se sentia durante as aulas? As atividades eram claras? Em caso de dúvidas. 2.Antes de continuarmos vamos fazer uma atividade de reflexão. vejam a seguir: Atividade 2 – Descreva com o máximo de detalhes que você puder: a) Como você aprende? Lembre-se do professor ou da professora que mais contribuiu com a sua aprendizagem.

Ele carrega consigo a função para a qual foi criado e o modo de utilização desenvolvido durante a história do trabalho coletivo. chamados por Vigotsky de instrumentos psicológicos. por exemplo. 15 . Ao longo do desenvolvimento do indivíduo as relações mediadas passam a predominar sobre as relações diretas. relatar.26. A relação homem/mundo é uma relação mediada por sistemas simbólicos. Embora exista uma analogia entre esses dois tipos de elementos mediadores. Segundo Oliveira (p. reações automatizadas ou processos de associação simples entre eventos. O instrumento é um elemento interposto entre o trabalhador e o objeto de seu trabalho. são orientados para o próprio sujeito. eles têm características bastante diferentes. comparar coisas. as quais desenvolvem-se num processo histórico. O machado. Fazer uma lista de compras por escrito. Vigotsky distinguiu dois tipos de elementos mediadores: os instrumentos e os signos. imaginar eventos nunca vividos. que para ele é o processo de intervenção de um elemento intermediário numa relação: a relação deixa então de ser direta e passa a ser mediada por esse elemento. só que agora no campo psicológico. corta mais e melhor que a mão humana. São inúmeras as formas de utilizar signos como instrumentos que auxiliam no desempenho de atividades psicológicas.1997).etc). escolher. para dentro do indivíduo. Vigotsky acreditava que o ser humano tem a possibilidade de pensar em objetos ausentes. ampliando as possibilidades de transformação da natureza. é análoga à invenção e uso de instrumentos. Os instrumentos são elementos externos ao indivíduo e os signos. A invenção e o uso de signos como meios auxiliares para solucionar um dado problema psicológico (lembrar. A presença de elementos mediadores introduz um elo a mais nas relações organismo/meio tornando-as mais complexas. Esse tipo de atividade é considerada superior na medida em que se diferencia de mecanismos mais elementares tais como ações reflexas.O funcionamento psicológico fundamenta-se nas relações sociais entre o indivíduo e o mundo exterior. planejar ações a serem realizadas em momentos posteriores. O instrumento é feito ou buscado especialmente para um certo objetivo. Para Vigotsky o funcionamento psicológico está embasado na mediação.

eventos. A linguagem ordena o real. mas consegue comunicar seus desejos e seus estados emocionais aos outros através de sons. sentimentos. Como a linguagem é o sistema simbólico básico de todos os grupos humanos. o mundo da experiência vivida tem que ser extremamente simplificado e generalizado para poder ser traduzido em signos que possam ser transmitidos a outros. A função do pensamento generalizante é que torna a linguagem um instrumento de pensamento: a linguagem fornece os conceitos e as formas de organização do real que constituem a mediação entre o sujeito e o objeto de conhecimento. A compreensão das relações entre o pensamento e linguagem é.vontades. (Oliveira. fazer um diagrama para orientar a construção de um objeto. gestos e expressões. Pensamento e linguagem Os processos mentais superiores que caracterizam o pensamento tipicamente humano – ações conscientemente controladas. Para que a comunicação com os outros indivíduos seja possível de forma mais sofisticada é necessário que sejam utilizados signos. Vigotsky trabalha com duas funções básicas da linguagem: o de intercâmbio social e a de pensamento generalizante. a questão do desenvolvimento da linguagem e suas relações com o pensamento ocupa lugar central na obra de Vigotsky. atenção voluntária. essencial para a compreensão do funcionamento psicológico do ser humano. É esse fenômeno que gera a segunda função da linguagem: a de pensamento generalizante. comportamento intencional – são processos mediados por sistemas simbólicos. que traduzam ideias.1997). pensamentos de forma bastante precisa. situações.utilizar um mapa para encontrar determinado local. compreensíveis por outras pessoas. Essa função de comunicação é bem visível na criança que está começando a aprender a falar: ele não sabe articular palavras. Para se comunicar com seus semelhantes é que o homem cria e utiliza sistemas de linguagem. agrupando todas as ocorrências de uma mesma classe de objetos. memorização ativa. sob uma mesma categoria conceitual. Como cada indivíduo vive sua experiência pessoal de modo muito complexo e particular. pensamento abstrato. pois. 16 .

não sem antes detectar que condições eles têm de absorvê-las.2 Aprendizagem significativa segundo David Ausubel A aprendizagem é muito mais significativa à medida que o novo conteúdo é incorporado às estruturas de conhecimento de um aluno e adquire significado para ele a partir da relação com seu conhecimento prévio. E você? Já pensou em elaborar critérios para avaliar as habilidades que seus alunos já têm e aquelas que eles poderão adquirir? Percebe que certas atividades estimulam os estudantes a pensar de um modo novo e outras não despertam o mesmo entusiasmo? Vamos agora falar sobre David Ausubel. que o desenvolvimento das práticas sociais. porém. é apresentar formas de pensamento. da execução de projetos de pesquisa à distância. Você sabia que Vigotsky atribuiu muita importância ao papel do professor como impulsionador do desenvolvimento psíquico das crianças? A ideia de um maior desenvolvimento conforme um maior aprendizado não quer dizer. ela se torna 17 . mas com interesses comuns . pode ter novas “condições de possibilidades” com o uso da Internet. 2. portanto. O importante.Trazendo essa teoria para a EAD percebemos que a Internet evidencia a noção vygotskyana de interação entre pessoas com diferentes níveis de experiência . A interação. tanto na modalidade de ensino presencial como à distância. para o pensador. através da Internet. psicólogo que nasceu em 25 de outubro de 1918. pressupõe a natureza social e um processo através do qual podem ser criadas zonas virtuais de desenvolvimento proximal.a uma cultura tecnológica. consideradas muito importantes para a aquisição e desenvolvimento da linguagem na perspectiva de Vygotsky. dentre várias outras atividades.usuários que pertencem a diferentes contextos culturais. que se deve apresentar uma quantidade enciclopédica de conteúdos aos alunos. através de trabalhos colaborativos em rede. Será que a sua teoria concorda com a de Vigotsky? Vamos ver. Ao contrário. Entendemos.

que Ausubel chama de conceito “subsunçor”. uma vez que se produziu menos essa incorporação e atribuição de significado. o aluno precisa ter uma disposição para aprender: se o indivíduo quiser memorizar o conteúdo arbitrária e literalmente. em vez de comportamento em um sentido externo e observável. em vez de tentar somente generalizar e transferir à aprendizagem escolar conceitos ou princípios explicativos extraídos de outras situações ou contextos de aprendizagem. ou seja. Neste processo a nova informação interage em comum à estrutura de conhecimento específico. mas esquece após a avaliação. Assim. quando as novas informações são aprendidas sem interagir com conceitos relevantes existentes na estrutura cognitiva. e reconhecer a importância que os processos mentais têm nesse desenvolvimento.mecânica ou repetitiva. então a aprendizagem será mecânica. Em segundo. Com esse duplo marco de referência. leis. ocorre o que Ausubel chama de aprendizagem mecânica. Quando o conteúdo escolar a ser aprendido não consegue ligar-se a algo já conhecido. ou seja. cujas formulações iniciais são dos anos 60. e o novo conteúdo passa a ser armazenado isoladamente ou por meio de associações arbitrárias na estrutura cognitiva. Em primeiro lugar. e o significado psicológico é uma experiência que cada indivíduo tem. o conteúdo escolar a ser aprendido tem que ser potencialmente significativo. As ideias de Ausubel. As idéias de Ausubel também se caracterizam por basearem-se em uma reflexão específica sobre a aprendizagem escolar e o ensino. encontram-se entre as primeiras propostas psicoeducativas que tentam explicar a aprendizagem escolar e o ensino a partir de um marco distanciado dos princípios condutistas. ele tem que ser lógica e psicologicamente significativo: o significado lógico depende somente da natureza do conteúdo. as proposições de Ausubel 18 . a pessoa decora fórmulas. Para haver aprendizagem significativa são necessárias duas condições. Cada aprendiz faz uma filtragem dos conteúdos que têm significado ou não para si próprio. Condições para a aprendizagem significativa Para que a aprendizagem significativa ocorra é preciso entender um processo de modificação do conhecimento.

mais esses conteúdos são recebidos de modo não completamente acabado e o aluno deve definí-los ou “descobrí-los” antes de assimilá-los. Nesse caso. Essa dimensão refere-se à maneira como o aluno recebe os conteúdos que deve aprender: quanto mais se aproxima do pólo de aprendizagem por descoberta. já acabada. • Aprendizagem significativa • Aprendizagem memorística O primeiro é o eixo relativo à maneira de organizar o processo de aprendizagem e a estrutura em torno da dimensão aprendizagem por descoberta/aprendizagem receptiva. por parte do aluno. a aprendizagem escolar passa a caracterizar-se globalmente como a assimilação a essa rede de determinados corpos de conhecimentos conceituais. A partir dessa especificação. Análise e noção dos tipos de aprendizagem Para esclarecer como é produzida a aprendizagem escolar. e pela aprendizagem mecânica ou repetitiva. selecionados socialmente como relevantes e organizados nas áreas de conhecimento. a distinção estabelece. sendo que a sua complexidade depende muito mais das relações que esses conceitos estabelecem em si que do número de conceitos presentes. Entende-se que essas relações têm um caráter hierárquico. como uma rede de conceitos organizados de modo hierárquico de acordo com o grau de abstração e de generalização. por um lado. relações substanciais entre os 19 . a partir dos diversos valores que possam tomar em cada caso. ou não. quanto mais se aproxima do pólo da aprendizagem receptiva. o segundo eixo remete ao tipo de processo que intervém na aprendizagem e origina um continuum delimitado pela aprendizagem significativa. Ao contrário. Ausubel propõe distinguir dois eixos ou dimensões diferentes que originarão. a classes diferentes de aprendizagem.partem da consideração de que os indivíduos apresentam uma organização cognitiva interna baseada em conhecimentos de caráter conceitual. por outro. fundamentalmente. inversamente. de maneira que a estrutura cognitiva é compreendida. mais os conteúdos a serem aprendidos são dados ao aluno em forma final.

fatores que a delimitam como sendo a aprendizagem mais adequada para ser promovida entre os alunos. mais próxima se está da aprendizagem mecânica ou repetitiva. a educação escolar e. Contudo. Ausubel destaca como são importantes. Quanto mais se relaciona o novo conteúdo de maneira substancial e não arbitrária com algum aspecto da estrutura cognitiva prévia que lhe for relevante. a interação entre a estrutura cognitiva prévia do aluno e o conteúdo de aprendizagem. já que essa dimensão não constitui uma distinção tão crucial como dimensão de aprendizagem significativa/aprendizagem repetitiva. definida dessa maneira. A noção de aprendizagem significativa. Além do mais. A explicação dessas vantagens está nos processos específicos por meio dos quais se produz a aprendizagem significativa onde se implica. como um processo central. a aprendizagem significativa por percepção verbal. Em primeiro lugar. aumenta a capacidade de aprender outros conteúdos de uma maneira mais fácil. Segundo a teoria de Ausubel. Efetivamente. o conhecimento que se adquire de maneira significativa é retido e lembrado por mais tempo.conceitos que estão presentes na sua estrutura cognitiva e o novo conteúdo que é preciso aprender. Essa interação traduz-se em um processo de modificação mútua tanto da estrutura cognitiva inicial como do conteúdo que é preciso aprender. o que é crucial para entender as propriedades e a potencialidade. E. para dizer de outra maneira. a aprendizagem significativa tem vantagens notáveis. uma vez esquecida. pelas próprias finalidades que possui. mesmo se a informação original for esquecida. constituindo o núcleo da aprendizagem significativa. e com relação a essa segunda dimensão. pode-se conseguir a aprendizagem significativa tanto por meio da descoberta como por meio da repetição. do ponto de vista da explicação da aprendizagem escolar e do delineamento do ensino. 20 . torna-se nesse momento o eixo central da teoria de Ausubel. Quanto menos se estabelece esse tipo de relação. pelo tipo peculiar de conhecimento que pretende transmitir. Em segundo. tanto do ponto de vista do enriquecimento da estrutura cognitiva do aluno como do ponto de vista da lembrança posterior e da utilização para experimentar novas aprendizagens. na aprendizagem há três vantagens essenciais em relação à aprendizagem memorística. mais próximo se está da aprendizagem significativa. em terceiro. facilita a aprendizagem seguinte – a “reaprendizagem”. e de acordo com Ausubel.

Assim. os quais nem sempre vêm marcados pelos estudos evolutivos existentes e que.A construção humana através da aprendizagem significativa A reforma educativa tem como missão não somente a ordenação do sistema educativo. A reforma do ensino supõe também a reforma do currículo e. na qual não somente abranja o saber. a construção das aprendizagens significativas implica a conexão ou vinculação do que o aluno sabe com os conhecimentos novos. mas também a oferta de conteúdos e metodologias de aprendizagem. A clássica repetição para aprender deve ser deixada de fora na medida do possível. não tanto o aprender. mas também o saber fazer. devem complementar-se com a exploração dos conhecimentos prévios dos estudantes (alunos). o que já sabem ou têm construído em seus esquemas cognitivos. sugere-se que os alunos “realizem aprendizagens significativas por si próprios”. como resultado do aprender significativamente. por tal motivo. deve-se assegurar a auto-estruturação significativa. uma vez que se deseja que seja funcional. é necessária uma profunda reforma de conteúdos e métodos. o 21 . Em segundo. A soma de sua competência cognitiva e de seus conhecimentos prévios marcará o nível de desenvolvimento dos alunos. quer dizer. dos propósitos e condições para que a educação seja eficaz. garantem-se a compreensão e a facilitação de novas aprendizagens ao ter-se um suporte básico na estrutura cognitiva prévia construída pelo sujeito. Nesse sentido. portanto. Em terceiro. partir do nível de desenvolvimento do aluno. Uma maneira adequada de ampliar e/ou modificar as estruturas do aluno consiste em provocar discordâncias ou conflitos cognitivos que representem desequilíbrios a partir dos quais. isto é. a ação educativa está condicionada pelo nível de desenvolvimento dos alunos. faz-se necessário modificar os esquemas do sujeito. Em primeiro. Em outras palavras. o que é o mesmo que aprendam o aprender. Para isso. como o aprender a aprender. mediante atividades. de uma mudança de ótica substancial. o antigo com o novo. para que a mudança da funcionalidade do sistema educativo seja verdadeira. é necessário que os rumos da ação educativa incorporem em sua trajetória um conjunto de legalidades processuais. A intervenção educativa precisa. por conseqüência.

Em resumo.aluno consiga reequilibrar-se. mas uma reelaboração pessoal. está bem? Fórum 2 Escolha 10 palavras-chaves que você considera importante para definir a teoria de Vigotsky e 10 palavras-chaves que definam a teoria de Ausubel. 22 . o que é sugerido é a participação ativa do sujeito. 1997). Releia a teoria de Vigotsky e de Ausubel e participe do Fórum 2 da sua sala virtual. sua atividade auto-estruturante. superando a discordância reconstruindo o conhecimento (PIAGET. GOWIN. de maneira que eles não sejam uma repetição ou cópia dos formulados pelo professor ou pelo livro-texto. São instrumentos que permitem descobrir as concepções equivocadas ou interpretações não aceitas (podem não ser errôneas) de um conceito. ilustradas por uma frase que inclui no conceito. 1988). o que supõe a participação pessoal do aluno na aquisição de conhecimentos. é necessário que as aprendizagens não sejam excessivamente simples. o que provocaria frustração ou rejeição. Uma proposição é constituída de dois ou mais termos conceituais unidos por palavras para formar uma unidade semântica (NOVAK. Os mapas conceituais: uma técnica para a aprendizagem significativa Os mapas conceituais têm por objetivo representar relações significativas entre conceitos na forma de proposições. Para isso. Bom. vamos dar uma respirada! Vamos fazer o seguinte. Leia com atenção o que está sendo solicitado.

Nela estaremos falando um pouco sobre habilidades e competências. Muito bem! Chegamos ao final da nossa II Unidade! Falamos sobre aprendizagem. Obrigada por você estar comigo! Agora vamos nos concentrar na próxima Unidade.Devem ser hierárquicos. Escolha o que mais lhe chamou atenção. os conceitos mais gerais devem situar-se na parte superior. os alunos sempre trazem alguma coisa deles mesmos para a negociação. 23 . que segundo Ausubel. justifique o porquê de sua escolha e poste esta atividade na sala virtual. quer dizer. Também podem ser considerados instrumentos úteis para negociar significados. e os conceitos mais específicos e menos inclusivos na parte inferior. a teoria de Vigotsky em relação a aprendizagem através da mediação e a utilização de mapas conceituais. quer dizer. recorte e cole o mapa em um editor de texto. contribui para uma aprendizagem significativa. Veja o exemplo abaixo: Vamos fazer uma pesquisa? Atividade 3 Pesquise alguns exemplos de mapa conceituais.

descrever. por sua repetição intencional e sistemática e por sua abrangência e natureza instrumental podem ser denominadas habilidades. A consolidação desses ideais expressos nas competências se realizam por uma prática de operações mentais que. interpretar. ter caráter 24 . comentar. pois “saber” requer informação. é a prática de determinadas habilidades que constrói a competência. classificar. como o próprio nome diz. relaciona-se com os conceitos que precisamos adquirir sobre determinado objeto de estudo. A competência abriga três dimensões: saberes. Para isso precisamos saber: identificar.Unidade 3: Habilidades e Competências Para que possamos escrever e tornar-nos comunicativo preciso desenvolver algumas habilidades que são imprescindíveis neste processo. saber-fazer e saber-ser) na realização de uma atividade. Quando o que se busca é o desenvolvimento das potencialidades humanas é natural que se procurem instrumentos de realização dessa busca. relacionar. Para cada uma dessas dimensões é preciso desenvolver habilidades referentes a cada uma. Marise Ramos (apud Cruz. atitudes e valores. devem. ou seja. Mas o que são habilidades? O que são competências? Como desenvolvê-las? No contexto educacional. a ideia de competência é muito abrangente. a capacidade de realização de ações e exercícios de reflexão sobre a própria atividade e a sua explicação em contextos variados. procedimental e atitudinal. 2001) afirma que a competência é a conjugação dos diversos saberes mobilizados pelo indivíduo (saber. comparar. A habilidade procedimental nos leva a pensar em “procedimentos”. Vamos falar um pouco sobre cada uma delas. portanto. Em outras palavras. Iremos chamar de habilidade: conceitual. A habilidade conceitual.

tolerar. Lembre-se de colocar o nome do autor. Utilizamos então: manejar. preferir. Veja este exemplo que interessante que Carlos Henrique Carrilho Cruz (2005). Logo após leia os conceitos postados pelos colegas no fórum e elabore o seu próprio conceito sobre habilidades e competências. apreciar.ajudar o aluno a Apropriar-se criticamente. aplicar. desenvolver Analisar constantemente a Avaliar comunicação interpessoal e a consistência argumentativa. sentir. 25 . comportar-se. um acontecimento ou situação e atuar de acordo com essa avaliação. nos dá em relação à competências e habilidades: Referencial Competências . construir. preferências) e de conduta (ações manifestas e declaração de intenções). confeccionar. A formação e a mudança de atitudes mobilizam componentes cognitivos (conhecimentos. Portanto os verbos referentes a valores são: respeitar. Que ações mentais ele pode fazer para se apropriar desses conhecimentos: Ler e observar com atenção o que estuda. ter autonomia de. Habilidades Observação Comparação Classificação Interpretação Argumentação Análise Síntese Crítica Detalhando o exemplo acima: O desenvolvimento da comunicação interpessoal exige. entre outras operações mentais: apropriação de conhecimentos para que o aluno possa se expressar sobre o tema. Outra habilidade é a atitudinal que são as tendências ou disposições adquiridas e relativamente duradouras para avaliar de um modo determinado um objetivo. interessar-se por. Identificar e selecionar os aspectos relevantes. Fórum 3 Pesquise 2 conceitos sobre habilidades e 2 conceitos sobre competências. afetivos (sentimentos. crenças). uma pessoa.significativo e funcional. elaborar.

buscar relação entre a nova informação e a adquirida anteriormente. Requer que tenhamos sempre em mente que o que é. Porém para que possamos escrever com facilidade e desenvoltura precisamos desenvolver 3 tipos de habilidades. apresentando deduções e inferências que comprovem e justifiquem o que defende. Atividade 4 – Falamos no livro-texto que a escrita é a forma que mais utilizamos para nos comunicar no ensino à distância. Esta atividade deve ser postada na sala virtual. Pede continuidade. portanto organize logicamente o seu pensamento. Defender seus pontos de vista. Obs. Quais são elas? Explique com suas palavras cada uma delas.Comparar e relacionar o que está estudando com aquilo que já sabe sobre o assunto. estabelecendo relações. interpretá-la. está em processo (Cruz. O trabalho por competências exige inconclusão. classificá-la de forma útil. trazendo fatos. Explorar oralmente suas ideias. isto é. é porque está sendo. Lembre-se que você está escrevendo para que outra pessoa leia.2005). Acredito que ficou claro que precisamos adquirir habilidades para identificar uma informação relevante em determinado problema. Parece fácil? Mas não é. Você pode utilizar a mesma lógica da elaboração de um mapa conceitual: defina as palavras-chaves e depois coloque-as em forma de texto. 26 . leia o que escreveu e veja se está claro e objetivo sem repetições de palavras e parágrafos longos.

2. esses 3 tipos de habilidades precisam ser desenvolvidas para nos tornar competentes no que fazemos. participar de uma atividade coletiva e partilhar liderança. Como está nossa autonomia? Muito bem! Chegamos ao final da nossa III Unidade! Conversamos sobre habilidades e competências. Saber gerenciar e superar conflitos. Saber cooperar. 27 . Saber formar e conduzir projetos e desenvolver estratégias. Veja no quadro abaixo: Os saberes fundamentais para a autonomia das pessoas dividem-se em oito grandes categorias: 1. agir em sinergia. 5. vale a pena saber o que Perrenoud pensa sobre as habilidades e competências. Percebemos que todo o conteúdo que elaboramos numa sala de aula. relações e campos de força de forma sistêmica. Saber conviver com regras. avaliar e valorizar suas possibilidades. Saber identificar.Antes de terminarmos essa unidade. ou em qualquer local de trabalho. 7. servir-se delas e elaborálas. Saber construir normas negociadas de convivência que superem as diferenças culturais. Obrigada por continuar comigo! Agora vamos para a próxima Unidade. 8. 3. 6. Saber analisar situações. pesquisamos conceitos. seus limites e suas necessidades. Nela estaremos falando um pouco sobre Metodologia. Saber construir e estimular organizações e sistemas de ação coletiva di tipo democrático. 4. interagimos no fórum e você elaborou o seu próprio conceito. individualmente ou em grupo. seus direitos.

para que os objetivos sejam alcançados. pode ser caracterizada como baseada numa metodologia tradicional. Você concorda? Fórum 4 Descreva 3 exemplos de atividades na sequência que organiza quando você vai repassar uma informação. por dois fatores: pelo fato de sua presença ser ainda muito atuante e pelo obstáculo que pode representar para o educador na construção de uma nova concepção metodológica. Pesquisas pedagógicas demonstram cientificamente que a situação atual em sala de aula. Poste no Fórum 4 na sala virtual. A nossa reflexão agora será em relação a duas metodologias: Metodologia Tradicional e Metodologia Dialética.1 Metodologia Tradicional Faremos inicialmente algumas considerações sobre a Metodologia Expositiva. 4. Ao observarmos a estrutura de funcionamento desta metodologia verificamos que 28 .Unidade 4: Metodologia Mas o que é metodologia? Podemos dizer que é compreendida como a parte da teoria do ensino que estuda recursos mais eficientes na direção da aprendizagem. ensinar algo para uma outra pessoa.

é seu alto risco de não aprendizagem. análise. Se explica novamente o faz da mesma forma. justamente em função do baixo-nível de interação sujeito-objeto do conhecimento. manipulação. a análise e a síntese. Pode acontecer do aluno ouvir uma exposição e aprender? Sim. que na sala de aula tem uma especificidade. No caso de haver dúvidas.o trabalho do professor se concentra na exposição do conteúdo e a aula frequentemente acaba se resumindo no seguinte: Apresentação do conteúdo. 4. qual seja. Isto significa que o conteúdo que o professor apresenta precisa ser trabalhado. o processo de conhecimento por parte dos educandos é dirigido pelo educador. síntese. Basicamente. para se constituir em conhecimento dele. Ocorre. Proposição de uma série de exercícios para os alunos resolverem. Sendo essa dinâmica de conhecimento universal. vale também para a situação pedagógica. o conhecimento é construído pelo sujeito na sua relação com os outros e com o mundo.2 Metodologia Dialética Uma metodologia na perspectiva dialética entende o homem como um ser ativo e de relações. quando não sentir-se ofendido em sua capacidade de explicar. experimentação. pois o baixo nível de interação entre educador e educando ocorre tanto na interação objetiva ( contato com o objeto. poderíamos dizer que o grande problema da metodologia tradicional. ou seja. refletido. o grau de probabilidade de interação significativa é muito baixo. 29 . do ponto de vista pedagógico. forma de organização da coletividade de sala de aula). reelaborado pelo aluno. a tendência é o professor atribuí-la a problemas do aluno. estabelecimento de relações mentais. portanto. quanto a interação subjetiva (reflexão do sujeito. Segundo Vasconcellos ( ). Resolução de um ou mais exercícios modelo. A teoria dialética do conhecimento nos aponta que o conhecimento se dá basicamente em três grandes momentos: a síncrese. problematização. mas a probabilidade é muito pequena. etc).

Mobilização do conhecimento A mobilização coloca-se como um momento especificamente pedagógico uma vez que esta supõe o interesse do sujeito em conhecer. O trabalho inicial do educador é tornar o objeto em questão. objeto de conhecimento para o aluno. onde o educando possa compreendê-lo em suas relações internas e externas. Análise – soma do que eu sei mais as informações que me são disponibilizadas e orientadas. ou seja. Para que isso ocorra precisa ter um significado. Trata-se de um segundo nível de interação. na construção da representação mental do objeto em estudo. Elaboração da síntese do conhecimento. ainda que mínimo num primeiro momento. este interesse tem que ser provocado. o aluno tem que dirigir sua atenção. De modo geral. seu fazer . captarlhe a essência.ATENÇÃO! Síncrese – o que eu sei inicialmente sobre determinado assunto. quanto mais abrangentes forem as relações. Construção do conhecimento. ou seja. 30 . Construção do conhecimento Deve-se possibilitar o confronto de conhecimento entre o sujeito e o objeto. Síntese – quando consigo somar o que sabia com as informações que me foram apresentadas e formar uma opinião sobre determinado assunto. O educador deve colaborar com o educando na decifração. Uma metodologia dialética poderia ser expressa através de três grandes momentos: Mobilização para o conhecimento. seu pensar. a mobilização corresponde a uma sensibilização para o conhecimento para que ele possa elaborar as primeiras representações mentais do objeto a ser conhecido. seu sentir. Conhecer é estabelecer relações. melhor o sujeito estará conhecendo. onde o sujeito deve construir o conhecimento através da elaboração de relações o mais totalizantes possível.

com o objetivo de contemplar todas as possibilidades. O trabalho da síntese é fundamental para a compreensão concreta do objeto. Na modalidade de Educação a Distância. Assim.Elaboração da síntese Deve-se ajudar o educando a elaborar e explicitar a síntese do conhecimento. A aprendizagem por basear-se na interação. bem como da sua expressão. gráfica/escrita ou prática. seja de forma oral. Esse fato demonstra a preocupação no desenvolvimento de inúmeras competências. para possibilitar a interação do educador com o caminho da construção de conhecimento que o educando está fazendo. A elaboração da síntese é o momento em que o educando. Não é tanto a sequência rígida dos momentos que está em questão. é preciso que haja uma ligação. sejam elas tecnológicas. Linguagem dialógica Observe que para que possamos fazer essa síntese. Nesse sentido. entre elas a comunicação através da escrita. professores e tutores. a expressão constante dessas sínteses é também fundamental. linguísticas e midiáticas. tendo percorrido as etapas anteriores de aproximação e análise do objeto de conhecimento. pressupõe cuidadosa preparação. um elo que direcione à essa apreensão do conhecimento. bem como seu diferencial em relação a outros tipos de escrita. a comunicação constitui-se grande peça do processo educativo em modelos baseados na interação por meio de Ambientes Virtuais de Aprendizagem. deve ter a oportunidade de sistematizar o conhecimento que vem adquirindo e expressá-lo concretamente. E a dimensão relativa à sistematização dos conhecimentos que vêm sendo adquiridos. é preciso consolidar entre os diversos atores da EaD o papel social da linguagem. gestual. mas o passar por todos eles. Por seu lado. 31 . a linguagem é o maior elo entre alunos.

a habilidade procedimental está relacionada com a construção do conhecimento. Situar: 32 na sala . sistemática e abrangente da estrutura de algum objeto. família. procedimentais e atitudinais Identificar : tornar igual. ordem. inteligível. procedimentais e atitudinais e poste a atividade virtual. Classificar : distribuir em classes e nos respectivos grupos de acordo com o sistema ou método.Atividade 5– Comparando as 3 habilidades que estudamos e as 3 características de uma metodologia dialética. antecedentes e consequentes. arrumar. expor. estabelecer relação ou analogia entre coisas diferentes. expor por meio de escrita ou oralmente. Relacionar : discriminar causas e efeitos. determinar a que classe. Lista de algumas habilidades conceituais. concretas ou abstratas. fazer-se reconhecer. podemos dizer que: a habilidade conceitual está relacionada com mobilização para o conhecimento. Analise a tabela de habilidades disponibilizada nesta unidade e faça um quadro separando: habilidades conceituais. Descrever: representar alguém ou algo por escrito ou mesmo oralmente no seu todo ou em detalhes. Comparar: relacionar coisas animadas ou inanimadas. gênero ou espécie pertence. tomar consciência. explanar. adquirir informação. Conhecer : ficar sabendo. a habilidade atitudinal está relacionada com a elaboração da síntese do conhecimento. fornecer uma descrição objetiva. Explicar : tornar claro. fazer entender. para procurar as relações de semelhança ou de disparidade que entre elas existam.

Ligar por ato solidário. 33 . Fazer parte. Organizar com cuidado. entender.colocar-se em determinado lugar. julgar Elaborar: Preparar com atenção. Sensibilizar: Tornar receptivo a emoções. Maneira de agir em relação a pessoa. Atitude: Posição assumida. Dar certo sentido a. Aplicar com afinco. Orientação ou norma de proceder. Investigar. objeto. construir. Estar: Marcar presença. discutir acerca de. Provar: Justificar. conversar sobre. criticar. fazer uma apreciação crítica. Pertencer. situação. Analisar: Separar (um todo) em seus elementos ou partes componentes. Realizar à custa de esforço ou trabalho. Interpretar: Determinar o significado preciso de. Esclarecer. Defender ideias. Adivinhar a significação de algo por indução. Postura. examinar minuciosamente. Comentar: tornar inteligível ou interpretar por meio de comentário escrito ou falado.

ou seja.Muito bem! Chegamos ao final de mais uma Unidade! Falamos sobre 2 tipos de metodologia: a tradicional – que não contribui muito para que o aluno pense e a metodologia dialética. aquela em que há um diálogo entre professor e aluno. Parabéns! Agora vamos nos concentrar na próxima Unidade. Nela estaremos conversando sobre modelos pedagógicos que foram elaborados para EAD. 34 . O aluno sente a presença do professor durante todo o processo de aprendizagem.

Fundamentação do planejamento/proposta pedagógica (aspectos organizacionais).formas de interação/comunicação. 2. procedimentos de avaliação e a organização de todos esses elementos em uma sequência didática para a aprendizagem (aspectos metodológicos). A AP é constituída da seguinte forma: 1. que chamaremos aqui de Arquitetura Pedagógica (AP). Definição do ambiente virtual de aprendizagem (AVA) e suas funcionalidades. entre outros (aspectos tecnológicos). a organização do tempo e do espaço e as expectativas na relação da atuação dos participantes. 3. objetos de aprendizagem. software e outras ferramentas de aprendizagem.Unidade 5: Modelos Pedagógicos em Educação à Distância Vamos falar um pouco sobre o conceito de modelo pedagógico para EAD. Conteúdo – materiais instrucionais e/ou recursos informáticos utilizados. 35 . Atividades . Nessa unidade tenho a intenção de enfatizar que os elementos de um modelo pedagógico para EAD trazem uma estrutura que agem em consonância com uma ou mais teorias educacionais a serem utilizadas como eixo norteador da aprendizagem. explicam e orientam a forma como se aborda os conteúdos e que se concretiza nas práticas pedagógicas e nas interações professor/aluno/objeto de estudo. 4. em que estão incluídos os propósitos do processo de ensinoaprendizagem à distância. Este modelo está embasado em teorias de aprendizagem que representam. ferramentas de comunicação tais como vídeo e/ou teleconferência.

entende-se que este se caracteriza pelo material ou elemento(s) utilizado(s) com a finalidade de apropriação do conhecimento. devemos compreender o processo on-line. o aluno e o tutor devem adquirir. devemos evitar ao máximo uma sensação de isolamento. para acompanhamento das atividades dos alunos e ter muita disciplina. precisamos nos empenhar em definir horários fixos de estudo em casa ou no trabalho para se dedicar ao curso. todos nós. organização social da classe) se relacionem e formem um todo harmônico. Resumidamente. 36 . que é diferente do presencial. Com relação ao conteúdo. os aspectos organizacionais devem ter uma estrutura bem integrada. de tal forma que as partes (propósitos. os envolvidos nesse processo. habilidades e competências. De acordo com Cruz (2005). para isso é necessário acessarmos todos os dias o ambiente virtual que será nossa sala de aula. pois precisamos ser ou se tornar comunicativo principalmente por meio da escrita. observa-se que não é qualquer proposta pedagógica que se adapta à EAD. Para isso. espaço. Dependendo do público-alvo esse plano pode ser reformulado para adaptálo às necessidades ou circunstâncias do grupo e o planejamento e a proposta se caracteriza pela descrição específica.Para definir uma proposta pedagógica é necessário levar em conta as competências que o professor. em primeiro lugar. por existir uma distância física entre nós. Assim. Assim. mas principalmente da internet. deve-se pensar que na EAD. Como existe muita flexibilidade de tempo e espaço na EAD. o conteúdo é “o que” será trabalhado. Muitas vezes. Para definir os aspectos organizacionais de um modelo pedagógico para essa modalidade. no que se refere ao uso de programas em geral. a partir deles. competências ligadas a saber aprender em ambientes virtuais de aprendizagem e competências ligadas ao uso de comunicação escrita. Esse conjunto de elementos deve ser cuidadosamente planejado para que. em termos operacionais. seja possível construir conhecimento. os conteúdos com os quais se pretende trabalhar podem ser classificados de acordo com uma abordagem conceitual. atuação dos participantes. do objetivo pretendido para cada aula e/ou curso e se estabelecem os meios para atingi-lo. as competências que o aluno precisa desenvolver e que são importantes para participar de um curso à distância são os seguintes: competência tecnológica. atitudinal e procedimental. tempo. desenvolver capacidades.

à análise e à síntese de dados. Os aspectos metodológicos tratam não somente da seleção das técnicas. 37 . Se planeja e orienta o tutor nas atividades que considera importante para que você. Também é importante dar atenção à forma de disponibilização dos materiais: não basta exportar para a EAD os mesmos materiais utilizados no ensino presencial.Logo. Um material a ser utilizado à distância tem suas peculiaridades e. deve-se definir se o conteúdo requer alguns encontros presenciais e a distância. o objeto de avaliação. logo. O ato de avaliar diz respeito à coleta. Ela vai depender dos objetivos a serem alcançados e da ênfase dada aos conteúdos previamente estabelecidos. assim. 4. Considero importante quando se discute sobre avaliação enfatizar que. a ordem e as relações constituídas determinam. Se acessa o ambiente virtual todos os dias para verificar se há alguma dúvida que precisa ser sanada. semipresencial ou totalmente a distância? Os instrumentos de avaliação devem fornecer dados que mostrem se foram (ou não) atingidos os objetivos descritos no planejamento pedagógico. Os aspectos metodológicos têm relação direta com os objetivos do curso. se tem atividades práticas e teóricas. 3. o modelo e as características. como aluno. Se as orientações contribuem para o seu crescimento intelectual. mas o professor também será avaliado pelo aluno e pelo tutor. dos procedimentos e dos recursos informáticos a serem utilizados na aula. Para tanto. mas também da relação e da estruturação que a combinação desses elementos terão. sinta-se assistido e não fique com sensação de abandono. Logo. Como? 1. deve-se ter em mente as seguintes questões: O que será avaliado? Como? Por quê? Por quem? O que se quer avaliar? A avaliação será continua? Formativa? Somativa? Quais ferramentas do ambiente virtual auxiliam para tal? A avaliação será presencial. também aparecem as questões ligadas à avaliação. Gostaria de chamar sua atenção para a questão da metodologia de trabalho (o “como” deve ser trabalhado). de maneira significativa. na maior parte das vezes. ocupa-se muito tempo para o seu desenvolvimento. não é somente o aluno que está sendo avaliado. 2. configurando. se pode ser desenvolvido individual e coletivamente. Se o enunciado das atividades é claro e objetivo.

Qual (is) a(s) teoria(s) de aprendizagem ou o paradigma predominante que vai embasar o curso? Qual é o público-alvo? Qual seu nível de familiaridade com a tecnologia? É a primeira vez que participam de um curso/programa de EAD? Deve-se oferecer formação tecnológica antes de iniciar o curso? Quais são os objetivos principais do programa/curso? O que se espera dos alunos? O que será mais adequado desenvolver: um currículo mais estruturado ou não? Como os alunos trabalharão em relação ao tempo/espaço? Será sempre da mesma forma ou pode variar ao longo do curso? Que recursos serão utilizados para trabalhar os conteúdos? Material instrucional? Hipertextos? Áudio? Vídeo? Papel? Páginas web? Software educacional? Teleconferência? Que tipo de atividades serão utilizadas? Direcionadas? Não direcionadas? Resolução de problemas? Projetos de aprendizagem? Estudos de caso? Como se darão essas atividades no tempo? De forma síncrona? Assíncrona? Qual o tipo de interação/comunicação que se espera dos alunos? Qual o tipo de avaliação? Formativa? Somativa? Mediadora? Autoavaliação? Como determinar a motivação dos alunos em ambientes virtuais de aprendizagem. o dia. então. a data e a hora do envio de atividades e trabalhos. Se conseguiu interagir com você. retomar algumas questões que devem estar definidas antes de passar para os aspectos tecnológicos. indiferença) no processo de aprendizagem? 38 . É preciso. seus possíveis estado de ânimo (desinteresse. Dentre as diversas formas de acompanhamento avaliativo podem ser citados os diários. a incidência e a qualidade de mensagens. de maneira que fez com que se sentisse à vontade para tirar suas dúvidas sem se sentir constrangido ou constrangida.5. os webfólios ou portfólios. o nível e a quantidade de interação. entre outros.

Segue abaixo o Modelo Pedagógico para Educação à Distância. deve ser definido o AVA e suas funcionalidades e recursos de comunicação e interação a serem utilizados e que mais se adapta ao curso que se pretende ministrar. Leia a postagens dos colegas e escolha apenas uma delas para você fazer um comentário a fim de complementar a resposta dada pelo colega. funcionalidades que dão suporte ao trabalho em grupo. esses aspectos devem estar muito claros e definidos pelo professor/coordenador para construir um modelo pedagógico que responda às necessidades do curso e dos estudantes. Vamos definir um AVA como um espaço na internet formado pelos sujeitos e suas interações e formas de comunicação que se estabelecem por meio de uma plataforma. podem ser citadas as de comunicação síncrona e assíncrona. tendo como foco principal a aprendizagem. diários de bordo. fórum de discussão. Como pode ser observado. MSN. Assim. existem vários elementos que devem ser levados em conta para a realização de um curso a distância. publicação de arquivos. Entende-se por plataforma uma infraestrutura tecnológica composta pelas funcionalidades e interface gráfica que compõe o AVA . verificando se na proposta existem os elementos para se elaborar um Modelo Pedagógico para EAD que foram apresentados na unidade estudada. entre elas bate-papo (ou chat). Dentre as funcionalidades. Esta atividade será realizada da seguinte forma: cada aluno vai postar a sua resposta.Os aspectos tecnológicos. base de dados. 39 . Fórum 5 Analise o Modelo Pedagógico para Educação à Distância no Unilassale disponibilizado no quadro abaixo.

.......... 4 2.........3... EAD NO UNILASALLE ......... Do convênio.........................2.................... junho de 2008 SUMÁRIO 1................................................. 6 3................................................................................ Implementação.............. 4 3..... 9 3................................ 9 3...............................................................................br/virtual Canoas. 11 3.....2........................ Do modelo de EAD ......................... Dos Recursos humanos do Pólo .......2................................. Bases legais para EAD.. Da oferta ..........2.........3..... Modelo Pedagógico para disciplinas na modalidade EAD nos cursos superiores presenciais ................1....... 3 2............................................1........ Infra-estrutura para apoio as atividades na modalidade EAD......................... 6 3.......... Modelo operacional nos Pólos de Educação a Distância..................................................3... 7 3........................4.......................................2...................................1.... 17 4............... 6 3................1................4....................... Planejamento .1.3..........................................2.....3............. 4 2........... Desenvolvimento de Cursos a Distância ............. 17 4.......................................unilasalle.........1....................3................... 11 3.................. Dos Pólos de EAD.................................. Desenvolvimento de Material didático.......2..... 17 4.......................................... Avaliação do curso ................................................ 11 3................................... Modelo de avaliação... Modelo Pedagógico para cursos de Extensão a distância ..............................................2......Modelo Pedagógico para Educação a Distância no Unilasalle www.........3................................. MODELO PEDAGÓGICO PARA MODALIDADE A DISTÂNCIA...edu........................ Do Conceito . 10 3..... Da infra-estrutura dos Pólos .. 18 4.. 4 2.......................................................................1...... Modelo Pedagógico para atividades em EAD nos cursos superiores a distância....................................................................... 7 3............................................... 15 4........ 18 4....................... 8 3.3.....3.........2................................................... Atores envolvidos ..................................................................4........3........................................................1....... PÓLOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA ................................................. Princípios filosóficos e pedagógicos da EAD no Unilasalle........ 18 4............. 8 3........................................................................................................ Metodologia.................2......3.....................................2..................1... 18 40 .. Produção de materiais........... INTRODUÇÃO.......................................... 6 3............1....1.............................................

........7................. Em 2003 instituiu uma comissão de Educação a Distância para criar um Plano Piloto para o uso dos recursos da EAD no apoio ao ensino presencial.. atualmente......... O presente projeto tem como objetivo apresentar as bases pedagógicas e metodológicas para EAD no Unilasalle................................... administração) e inseri-la neste novo contexto e paradigma educacional..................... alunos....... em consonância com a Missão........ vêm se tornado cada vez mais presente na Sociedade em geral.... Matrícula........... Hoje temos esta modalidade de ensino institucionalizada e inserida no Plano Pedagógico Institucional e na maioria de seus cursos........... Da divulgação dos cursos .4..... e na Educação......... por meio do uso dos recursos da Internet................3......... INTRODUÇÃO A Internet e todos os outros modernos recursos da comunicação e da informação estão se firmando sempre mais como grandes e poderosos recursos didático pedagógicos no processo de ensino-aprendizado individualizado de todos que fizerem uso dos mesmos em sua prática formativa...3... Do processo de seleção............. bem como possibilitam com que a aprendizagem ocorra no ritmo e nas condições escolhidas pelos próprios estudantes............3.. Visão e Princípios da Instituição............. Biblioteca.......5..... no sentido de criarem uma rede católica de EAD.....3............... no cenário da EAD na instituição................. em 2001....3.8...... 41 ........... Neste contexto........ assinou........ Das sustentabilidade financeira ...... a Educação a Distância (EAD).. O resultado deste esforço está presente..........6................................ com o desafio de preparar a instituição como um todo (professores........ conforme Portaria do MEC121 de 22 de janeiro de 2008.... 19 1..... 19 4.. 19 4....4..................... 18 4................. 19 4......... Este cenário permitiu o credenciamento do Unilasalle para oferta de cursos superiores a distância.......... Criou-se a marca Unilasalle Virtual e um conjunto de ações permanentes visando capacitar os professores da Instituição para atuarem em EAD........... um convênio com as universidades católicas........... O Centro Universitário La Salle – Unilasalle – ciente de todo esse processo de inovação tecnológica especialmente da comunicação e da informação...................

de 20/12/05 com normatização definida na Portaria Ministerial n. Em 3 de abril de 2001. Miguel Alfredo.622. Princípios filosóficos e pedagógicos da EAD no Unilasalle Os Princípios Filosóficos e Pedagógicos da EAD no Unilasalle segue os pressupostos lassalista. 2007.1.2. A Equipe Técnica e de Apoio é responsável pelos recursos tecnológicos utilizados para suporte à EAD. conforme Portaria do MEC121 de 22 de janeiro de 2008. Infra-estrutura para apoio as atividades na modalidade EAD O setor de Educação a Distância (EAD) do Unilasalle conta com uma coordenação e equipes de trabalho. que foi regulamentada pelo Decreto n. v. 12. Javier Garcia. bem como no apoio ao 42 .º 1. Bases legais para EAD As bases legais para a modalidade de educação a distância foram estabelecidas pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n. EAD NO UNILASALLE O Unilasalle vem atuando em EAD.O. A partir de 2008 o Unilasalle foi credenciado pelo MEC para oferta de cursos lato sensu a distância.U. em consonância com os princípios filosóficos e pedagógicos da EAD no Unilasalle e seu público-alvo. de acordo com a legislação vigente. 2. p. do Conselho Nacional de Educação estabeleceu as normas para a pós graduação lato e stricto sensu.º 4. 2. 2. de 20 de dezembro de 1996).394.2.º 5. conforme pode ser observada na publicação da revista La Salle (Canoas): ORTH. A Equipe Didático-pedagógica é responsável pelo desenvolvimento de atividades relacionadas com questões didáticopedagógicas. de 2004. a Resolução n. LOPEZ. na forma de disciplinas totalmente ou parcialmente a distância.361. 55-68.3. desde 2005 com 20% da carga horária de alguns cursos sendo ministrados a distância. La Salle (Canoas). Princípios Filosóficos e Pedagógicos da Educação a Distância no UNILASALLE. Débora Nice Ferrari.º 9. BARBOSA. publicado no D.

desenvolvimento dos projetos nesta modalidade de ensino.1. do Unilasalle.1. equipes de trabalho e sala de desenvolvimento de material educacional. Estas etapas orientam o desenvolvimento de cursos e disciplinas na modalidade a distância no Unilasalle. antever. definição da linguagem. em consonância com os princípios filosóficos e pedagógicos da EAD no Unilasalle e seu público-alvo. é preciso definir em que condições e com que instrumentos vão se estabelecer as relações educativas.1. É preciso projetar. 3. Desenvolvimento de Cursos a Distância Segundo Rodrigues (1998). estruturação do conteúdo em módulos. em uma área de aproximadamente 75m2. entre outros. antecipar. prever.1. um curso a distância envolve quatro etapas: planejamento. organizando-se em um modelo para atender as atividades de EAD em cursos presenciais e em cursos a distância. definição dos objetivos. Planejamento O planejamento envolve. 3. do tema.2. com equipamentos adequados a necessidade do setor e da oferta dos cursos. bem como aspectos gerais quanto ao desenvolvimento de cursos. MODELO PEDAGÓGICO PARA MODALIDADE A DISTÂNCIA O desenvolvimento de cursos ou disciplinas na modalidade EAD leva em consideração os princípios filosóficos e pedagógicos da EAD. programação das atividades dos alunos. implementação e avaliação. com cronograma de realização. com espaço para a coordenação. definição da forma de avaliação dos alunos e do curso e das estratégias de suporte aos alunos (RODRIGUES. 3. quem são as pessoas envolvidas e até que ponto seus perfis podem interferir no resultado pretendido. produção dos materiais. Produção de materiais 43 . 3. O setor de EAD está fisicamente situada na sala 617. prédio 1. 1998).

os trabalhos. que deverão orientar os alunos visando ajudá-los a superar as dificuldades que se lhes apresentam quanto ao ambiente virtual. dinâmica a ser adotada no curso. 44 . Nos Pólos de Educação a Distância.Em função das potencialidades do ambiente virtual de aprendizagem. como ele será oferecido. Na avaliação é verificado se tudo o que foi planejado foi implementado. objetivo geral. disponibilizando horários semanais para atendimento personalizado ou em pequenos grupos aos alunos. os seminários. Implementação Esta etapa compreende o curso propriamente dito: as aulas. Os horários serão estabelecidos em função das características de cada curso. Os seguintes pontos devem ser considerados para uma boa avaliação da disciplina ou curso.1. as interações. · Estratégias metodológicas: estrutura do conteúdo programático. tais como: · Informações gerais: título. ementa. obtidos através de questionários respondidos por alunos e professores. 3. métodos de avaliação. Avaliação do curso Esta etapa visa analisar se o curso atingiu seus objetivos. Além disso. Essa etapa é fundamental para a qualificação dos programas de EAD.3. o material educacional de um curso a distância no Unilasalle consiste em materiais nas diversas mídias. as aplicações dos testes. 3. duração do curso e método de trabalho. A avaliação pode considerar dados coletados durante a implementação do curso e outros.4. A partir desta etapa a participação dos alunos influencia a condução do curso.1. Oferecer formas de colaboração entre os participantes do curso. os alunos terão a sua disposição os Multiplicadores. Tudo o que foi planejado e preparado é colocado em prática. seguindo as definições propostas pele setor de EAD para o desenvolvimento de material e as especificadas em cada curso ou disciplina. é necessário avaliar se o objetivo pretendido (a aprendizagem dos alunos) foi atingido.

Responsável pela disciplina e sua organização metodológica. é permitido a oferta da modalidade de Educação a Distância. A avaliação de uma unidade deve verificar se os alunos desenvolveram as atividades propostas e se assimilaram o conteúdo.2. Atores envolvidos · Professor. Ele pode participar das atividades presenciais e/ou síncronas a distância. O Monitor auxilia o professor no acompanhamento e desenvolvimento da disciplina na modalidade a distância. · Implementação da comunicação: Definir o uso das ferramentas de comunicação (bate-papo.) para executar atividades colaborativas e estabelecimento da forma de contato entre os participantes do curso.· Planejamento do conteúdo: identificação dos objetivos do curso. segundo o MEC. grupos de discussão. modalidade semipresencial. bem como pelo desenvolvimento do material educacional. tipo de avaliação (diagnóstica. e no desenvolvimento das atividades. dividir o conteúdo programático em unidades referentes a objetivos específicos de aprendizado. pessoas envolvidas. chats.). videoconferência. etc. formativa. trabalhos. somativa) e momento de realização. · Planejamento da avaliação: definir propósito da avaliação. conforme estabelecido pelo planejamento da 45 .etc. .Planejamento da dinâmica do curso.059/04 que trata da oferta de 20% da carga horária dos cursos superiores na modalidade semi-presencial. · Monitor. Modelo Pedagógico para disciplinas na modalidade EAD nos cursos superiores presenciais Nos cursos superiores presenciais. Alunos selecionados através do Programa de Monitoria do Unilasalle – denominado monitor de Laboratório de Informática para EAD. apresentando um calendário (agenda) com as datas das atividades do curso (inicio. participação no curso. tempo previsto de retorno do professor e/ou tutor para os alunos. A propriedade intelectual do material é do professor. denominando-se neste caso. etc). avaliações. métodos utilizados (prova em cada unidade ou final. 3.2. 4. 3.1. é regida pela Portaria MEC No.

Para estar apto a ministrar disciplinas na modalidade EAD o professor deverá realizar o curso de Capacitação Docente em EAD oferecido pelo UNILASALLE. Os direitos autorais do material são de propriedade do Professor. A seleção e a capacitação dos Monitores serão de responsabilidade do setor de EAD do Unilasalle. Os materiais são elaborados pelo professor. A avaliação presencial deve possuir um peso maior sobre a avaliação referente as atividades virtuais.2. Os atores poderão contar ainda com a Equipe Didático-pedagógica da EAD. 3. Modelo de avaliação A avaliação aborda tanto as avaliações presenciais como a participação do aluno nas atividades virtuais.2. Desenvolvimento de Material didático Em função das potencialidades do ambiente virtual de aprendizagem. explorando. o material educacional de um curso na modalidade a distância no Unilasalle consiste em materiais nas diversas mídias. imagens. Assim. recursos multimídia como áudio. que tem como objetivo auxiliar o professor nas atividades de organização metodológica do curso. através da Assessoria Pedagógica.2. Suas atividades são normatizadas pelo Programa de Monitoria institucional e constam no Guia do Professor EAD. sugere-se que as atividades virtuais correspondam a 40% da nota total do aluno. etc. 46 . Os trabalhos ou provas são apresentados/realizados em encontros presenciais pré-definidos no início da disciplina. simulações.disciplina. 3. portanto.3. A avaliação da participação virtual dos alunos é realizada através da participação dos mesmos em atividades no ambiente virtual de aprendizagem. Recomenda-se que pelo menos um tópico de cada conteúdo abordado pelo professor na disciplina esteja adequado à modalidade de educação a distância. percebe-se a avaliação em EAD como um processo contínuo. bem como de andamento das atividades. Desta forma. podendo este ser auxiliado pelo Monitor. Em disciplinas na modalidade EAD. a mesma é realizada através de trabalhos ou provas teórico/práticas e das participações virtuais. som.

Cada curso deve prever um encontro semanal síncrono (batepapo ou vídeoconferência) para desenvolvimento ou acompanhamento do conteúdo sendo abordado nas atividades propostas. Dessa forma o aluno acompanha. através do ambiente. Os encontros presenciais. monitor e colegas. interagindo através das ferramentas de comunicação disponíveis no ambiente. bate-papo e elaboração de trabalhos individuais e em grupo. fóruns de discussão. apoiando a exposição de conteúdos.2. estes devem ocorrer dentro dos dias letivos e horários previstos para aulas no Unilasalle e o aluno deve ser informado no momento da matrícula. bem como as atividades a serem realizadas. outros encontros síncronos podem ser agendados. Caso necessário. tanto de desenvolvimento de conteúdo como de avaliação. desde que abordem os mesmos objetivos do desenvolvido dentro do horário da disciplina. leituras críticas. utilizando as ferramentas adequadas para esse fim. O total de horas dos encontros não poderá ultrapassar a carga horária semanal prevista para disciplina.4. Este encontro semanal síncrono deve ocorrer no horário alocado para a disciplina. Esta sistemática também facilita a avaliação do professor sobre o andamento do aluno. o retorno do professor quanto a avaliação na atividade proposta. 47 . a partir dessa ferramenta. Através do ambiente virtual de aprendizagem os alunos irão se comunicar com o professor. Metodologia As atividades de ensino se articulam em torno de metodologias que envolvem o uso dos recursos de apoio as atividades a distância. devem ser previstos no programa de ensino e estar disponível ao aluno por ocasião da matrícula. são disponibilizadas pelo professor no ambiente semanalmente.As atividades virtuais realizadas pelos alunos devem ser associadas a uma ferramenta de controle de avaliação disponível no ambiente virtual de aprendizagem. 3. enviando seus comentários e avaliando cada atividade realizada. As atividades devem ser acompanhadas pelo professor que. irá interagir com os alunos. A metodologia de trabalho de cada semana. Caso a metodologia preveja encontros síncronos também em horários alternativos.

ao mesmo tempo. Do modelo de EAD O modelo de EAD para cursos superiores a distância no Unilasalle é baseado no uso das tecnologias da Informação e Comunicação. a instituição assume as prerrogativas de Pólo de EAD. Assim.3. Toda atividade de ensino é realizada a partir do Ambiente Virtual de Aprendizagem. 48 . Responsável pela disciplina ou curso. bem como pelo conteúdo e pelo desenvolvimento do material educacional. especificando os Pólos de EAD envolvidos. A.3. Cursos de Pós-graduação lato sensu podem ser ofertados em instituições não credenciadas como Pólo de EAD. É através deste que ocorre a interação entre os atores envolvidos. as aulas são realizadas no Unilasalle e transmitidas.1. Modelo Pedagógico para atividades em EAD nos cursos superiores a distância Este modelo pedagógico segue os Referencias de Qualidade para Educação a Distância propostos pelo Ministério da Educação. desde de que possua infra-estrutura física e tecnológica para oferta e desenvolvimento dos cursos. mediante análise de demanda da instituição ou solicitação da Sociedade Porvir Científico. O recurso de Videoconferência é usado para atender as atividades presenciais nos Pólos de EAD.2. Da oferta Os cursos superiores a distância podem ser ofertados na área de abrangência do Unilasalle e dos Pólos de Educação a Distância – Pólos de EAD. Neste caso. 3. para a área de abrangência dos cursos.3. O Projeto Pedagógico do curso deverá deixar claro sua área de abrangência. sendo toda a atividade relacionada ao desenvolvimento acadêmico e administrativo dos cursos centralizados no Unilasalle. 3. Atores envolvidos no desenvolvimento dos cursos · Professor.3.

o desenvolvimento de materiais educacionais. A seleção do Tutor é de responsabilidade da coordenação do curso e sua capacitação responsabilidade do setor de EAD do Unilasalle. páginas web. vídeos. atuando a partir do Unilasalle. participar dos processos de avaliação e demais atividades conforme estabelecido pelo planejamento da disciplina ou curso. o professor deverá realizar o curso de Capacitação Docente em EAD oferecido pelo UNILASALLE. todo o material é disponível ao aluno no formato digital através do ambiente virtual de aprendizagem. áudio. participa do processo pedagógico.· Tutor. É necessário que cada tópico do conteúdo da disciplina 49 . auxiliar o professor no desenvolvimento do conteúdo e na seleção de material de apoio e outros elementos de sustentação teórica dos conteúdos. Conforme o Projeto Pedagógico de cada curso. Cada tutor poderá ter uma dedicação de até 20 horas-aula para atender no máximo 100 alunos por disciplina. possuindo domínio do conteúdo. o número de alunos a serem atendidos e as horas de trabalho do tutor são especificadas no Projeto Pedagógico do curso. software. tecnicamente. Para estar apto a ministrar disciplinas na modalidade EAD. O professor é remunerado para desenvolvimento do material a ser utilizado pela disciplina. Suas principais funções consistem em auxiliar o professor no acompanhamento e desenvolvimento da disciplina. A propriedade intelectual do material é compartilhada entre o professor e o Unilasalle. o número de tutores necessários para disciplina. A Equipe Técnica e de Apoio do setor de Educação a Distância do Unilasalle é responsável por apoiar. módulo ou área.) de forma a atender os Referencias de Qualidade para Educação a Distância propostos pelo Ministério da Educação. módulo ou área. B. A priori. auxiliar os alunos no desenvolvimento das atividades. mediar as atividades síncronas e assíncronas a distância. animações. A metodologia de trabalho do tutor. poderá ser disponibilizado aos alunos materiais impressos ou gravados em CDROM. atender dúvidas dos alunos pertinente as atividades e conteúdos. etc. Desenvolvimento de Material Didático O material educacional de um curso na modalidade a distância no Unilasalle deve ser formatado em diversas mídias (tais como apostilas. O valor da remuneração é estabelecido pelo projeto financeiro do curso.

semestre ou disciplina. O setor de Educação a Distancia do Unilasalle deve auxiliar os cursos nesse processo. o Multiplicador tem como função atender os alunos nos momentos presenciais avaliativos. Em disciplinas na modalidade EAD sugerese que as atividades virtuais correspondam a 45% da avaliação total do aluno. módulo. A prova é aplicada presencialmente pelo Multiplicador. Demais aspectos específicos são estabelecidos no Contrato de Cessão de Direitos Autorais assinado entre as partes. Sugere-se que os materiais a serem desenvolvidos para atender o primeiro semestre ou eixo temático do curso sejam desenvolvidos durante o curso de Capacitação Docente para EAD e avaliados após 30 dias de ocorrência do curso. portanto. C. O projeto pedagógico do curso deverá especificar o percentual de materiais pedagógicos que serão avaliados e validados. Em caso de prova. com datas pré-definidas no início de cada curso. A avaliação deverá abordar as participações virtuais do aluno em atividades no ambiente virtual de aprendizagem. avaliações presenciais e defesa presencial de monografia ou trabalho de conclusão de curso. As atividades virtuais realizadas pelos alunos devem ser associadas a uma ferramenta de controle de avaliação disponível no ambiente virtual de aprendizagem. Modelo de avaliação A avaliação aborda tanto as avaliações presenciais como a participação do aluno nas atividades virtuais. Dessa forma o aluno acompanha.seja adequado à modalidade de educação a distância. O professor deve acompanhar a aplicação on line através de videoconferência ou pelo Ambiente Virtual de Aprendizagem. 50 . para verificar se estão atendendo as necessidades pedagógicas e tecnológicas dos alunos. diversas mídias. esta será enviada com antecedência ao Pólo pelo Unilasalle. a partir dessa ferramenta. o feedback do professor. explorando. ajustes devem ser realizados. O material desenvolvido deve atender à portadores de necessidades especiais. necessariamente. Os cursos oferecidos a distância deverão incluir. Nesses. Avaliação nos Pólos de Educação a Distância As avaliações presenciais poderão ser realizadas na sede do Unilasalle ou nos Pólos de EAD. Após isso.

exercícios. bate-papo e elaboração de trabalhos individuais e em grupo. Através do ambiente virtual de aprendizagem os alunos irão se comunicar com o professor. As atividades devem ser acompanhadas pelo professor e/ou tutor que. Metodologia As atividades de ensino se articulam em torno de metodologias que envolvem o uso dos recursos da informação e da comunicação para o desenvolvimento das atividades a distância. D. tais como blogs. atividades no portfólio individual.. O Projeto Pedagógico do curso deverá prever. wikis e ferramentas de colaboração. além de outras potencialidades disponíveis no ambiente virtual de aprendizagem. fórum e bate-papo. além do uso de outras ferramentas de suporte a interatividade. bate-papo. irá interagir com os alunos. além de videoconferência. atividades no portfólio de grupos. etc. intercalando o uso das ferramentas disponíveis no ambiente virtual de aprendizagem. interagindo através das ferramentas de comunicação disponíveis no ambiente. monografia ou trabalho de conclusão de curso. enviando seus comentários e avaliando cada atividade realizada. Essa atividade deve ser articulada junto ao setor de EAD da instituição e envolver os tutores. com objetivo de capacitá-los para uso do ambiente virtual de aprendizagem. o Projeto Pedagógico do curso poderá estabelecer que um professor se deslocará até o Pólo de EAD ou será utilizado recursos de videoconferência. A metodologia de trabalho de cada atividade. fóruns de discussão. Caso 51 . apoiando a exposição de conteúdos.No caso de apresentação de trabalho. tais como fórum. leituras críticas. diário de bordo. bem como no conhecimento das questões operacionais e da dinâmica de um curso na modalidade a Distância. Cada disciplina ou curso deve prever pelo menos um encontro semanal síncrono (bate-papo ou videoconferência) para desenvolvimento ou acompanhamento do conteúdo sendo abordado nas atividades propostas. uma atividade ou disciplina presencial de nivelamento dos alunos. através do ambiente. são disponibilizadas semanalmente pelo professor no ambiente virtual de aprendizagem. bem como as atividades a serem realizadas. Os recursos utilizados para desenvolvimento das atividades devem possuir um caráter dinâmico. tutor e colegas. tais como correio. no seu início.

A metodologia segue os pressupostos pedagógicos que norteiam a EAD no Unilasalle. professor responsável e tutores. Caso a metodologia preveja encontros síncronos também em horários alternativos. outros encontros síncronos podem ser agendados. leituras críticas. 3. além de determinar se o supervisor do estágio se deslocará até o Pólo ou se serão contratados professores da região. As atividades de ensino se articulam em torno de metodologias que envolvem o uso dos recursos de apoio as atividades a distância. interagindo através das ferramentas de comunicação 52 . fóruns de discussão. A data e horário dos encontros presenciais e síncronos a distância devem ser previstos no programa de ensino e estar disponível ao aluno por ocasião da matrícula do mesmo na disciplina ou curso. O total de horas dos encontros não poderá ultrapassar a carga horária semanal prevista para disciplina. o Projeto Pedagógico do Curso deverá deixar claro como serão realizados convênios entre o Unilasalle e as entidades das regiões dos Pólos. Através do ambiente virtual de aprendizagem os alunos irão se comunicar com o professor e colegas. Modelo Pedagógico para cursos de Extensão a distância O (s) professor (es) é o ator responsável pela metodologia e pelo curso de Extensão.4. apoiando a exposição de conteúdos. bem como estabelecer os critérios e horários de atendimento aos alunos por parte do professor e do tutor. Metodologia envolvendo os Pólos de Educação a Distância A atividade presencial de nivelamento dos alunos prevista no Projeto Pedagógico dos cursos é apoiada presencialmente nos Pólos de EAD pelos Multiplicadores e ministrada através de videoconferência pelo setor de EAD do Unilasalle. bate-papo e elaboração de trabalhos individuais e em grupo. estes devem ocorrer dentro dos dias letivos e horários previstos para aulas no Unilasalle e o aluno deve ser informado no momento da matrícula. A metodologia de ensino deve especificar o número de horas semanais necessárias de dedicação do aluno ao curso. Em caso de estágios supervisionados ou atividades que exijam a presença de supervisão presencial.necessário.

PÓLOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 4. Av. para a execução descentralizada de funções didático-administrativas do curso. são postados no ambiente virtual de aprendizagem. intercalando o uso de ferramentas como fórum. irá interagir com os alunos. Recomenda-se que o curso seja dinâmico quanto ao uso das ferramentas do ambiente virtual de aprendizagem. Dos Pólos de EAD O Unilasalle. sendo os seguintes: AMAZONAS.2. bem como a especificação das atividades. como instituição lassalista.622 de 19/12/2005 do MEC. mantém Pólos de Educação a Distância em instituições da Rede La Salle. que poderão ser organizados em conjunto com outras instituições. bate-papo. fórum e bate-papo. tais como correio. bem como as atividades a serem realizadas. Desta forma. através do ambiente. no País ou no exterior. bem como estabelecer os critérios e horários de atendimento aos alunos por parte do professor. quando for o caso”. Dom Pedro I. os Pólos de EAD atuam como uma extensão das atividades em EAD do Unilasalle. exercícios. A metodologia de ensino deve especificar o número de horas semanais necessárias de dedicação do aluno ao curso. são entendidos como unidades operativas. Faculdade La Salle. A metodologia de trabalho. etc. Os encontros presenciais devem ser previstos no programa do curso e estar disponível ao aluno por ocasião da matrícula do mesmo no curso. enviando seus comentários e avaliando cada atividade realizada pelos alunos. diário de bordo. de forma que o público da região dos referidos Pólos possam ter o apoio técnico para cursarem os cursos oferecidos. trabalhos em grupos. 53 . 4. conforme a especificidade determinada pelo curso. 4. As atividades devem ser acompanhadas pelo professor que. Cada curso deve prever um encontro semanal síncrono (batepapo) para desenvolvimento ou acompanhamento do conteúdo sendo abordado nas atividades propostas. 151.1. “os pólos de educação a distância. Do Conceito Conforme o Decreto 5. Manaus. conforme Convênio específico.disponíveis no ambiente.

1. Fone (51) 3223-1078. Conforme legislação vigente. · SANTA CATARINA. São Miguel do Oeste. atendendo pela 54 . 372. a instituição terá as mesmas prerrogativas de um Pólo de EAD.3. Rua Luiz de Camões. Caxias do Sul. matrícula e serviços de secretaria. técnicos e metodológicos que irão nortear as ações nos Pólos de EAD. desde de que possua infra-estrutura física e tecnológica para oferta e desenvolvimento dos cursos. Colégio Santo Antônio.3. 4. Porto Alegre. 1754. responsável institucional do Pólo de EAD e que responde pelo convênio firmado com o Unilasalle. Fone (49) 3621-0014. Rua La Salle.2. Rua Os 18 do Forte. Da infra-estrutura dos Pólos Cada Pólo possui um laboratório de informática com pelo menos 20 máquinas e uma sala de aula destinada as atividades presenciais dos cursos a distância nos Pólos.Fone (92) 3655-1200 Fax: (92) 3656-3786. Fone (54) 220-3500. Dos Recursos humanos do Pólo Cada Pólo de Educação a Distância possui um Representante. · RIO GRANDE DO SUL. Neste caso. Colégio La Salle Peperi. 4.3.3. O Multiplicador é o responsável operacional do Pólo. Fax: (54) 220-3510. os Cursos de Pós-graduação lato sensu podem ser ofertados em instituições não credenciadas como Pólo de EAD. Colégio La Salle Carmo. Modelo operacional nos Pólos de Educação a Distância O modelo operacional esclarece questões relacionadas a atores envolvidos. 4. Do convênio Para oferta de cursos nos Pólos de EAD deve ser firmado um termo aditivo ao Convênio de Cooperação estabelecendo os procedimentos administrativos. Outras estruturas necessárias dependerão das necessidades específicas de cada curso e estarão especificadas em Termo Aditivo ao Convênio dentre o Unilasalle e o Pólo.3. 4. 1557. Fax: (49) 3622-0258. biblioteca.

Da divulgação dos cursos A divulgação dos cursos a distância nos Pólos de EAD é de responsabilidade do Unilasalle e segue o calendário estipulado pela instituição. Esses aspectos são definidos em Termo Aditivo ao Convênio de Cooperação. 4. Biblioteca Cada Pólo de Educação a Distância possui uma biblioteca e uma responsável pelo acervo dos cursos na modalidade a distância. Essas bibliotecas são.3. Os alunos dos Pólos de EAD se enquadram e seguem normas previstas pela biblioteca do Unilasalle para acesso às bibliografias.6.4. 55 . Os Pólos de EAD devem auxiliar na divulgação dos cursos em sua região.infraestrutura necessária para apoio às atividades presenciais nos Pólos de EAD. 4. receptoras e gestoras de acervo para EAD. auxiliando os alunos com relação a dúvidas quanto ao ambiente virtual de aprendizagem e intercambiando a relação do aluno com o Unilasalle.7.3.5.3. portanto. Das sustentabilidade financeira Cada Pólo receberá uma taxa administrativa para custear as despesas de pessoal e de infra-estrutura que envolvem o suporte às atividades dos cursos a distancia nos Pólos.3. 4. Do processo de seleção O processo de seleção para os cursos a distância nos Pólos de EAD é de responsabilidade do Unilasalle e segue as determinações estipuladas pela instituição conforme a especificidade dos cursos oferecidos. cada Pólo receberá um percentual referente ao número de alunos matriculados no curso. 4. Além disso. Os multiplicadores são capacitados pelo Unilasalle através do setor de Educação a Distância Cada Pólo deve possuir ainda um responsável pela Biblioteca e pelo atendimento aos alunos.

3.4. 56 .8. Todo o processo de secretaria é realizado no Unilasalle. Matrícula As matrículas nos cursos a distância oferecidos pelo Unilasalle seguem normas específicas. Cada Pólo de EAD possui uma pessoa responsável por receber e auxiliar no processo de matrícula dos alunos do Pólo.

buscando cada vez mais conhecimento que irá beneficiar você e à todos que estão á sua volta. Lembre-se: devemos fazer da busca por conhecimentos um hábito! Parabéns pela persistência e dedicação. interagimos com assuntos que são pertinentes a como desenvolver uma aprendizagem significativa através de uma metodologia dialética que desenvolva habilidades e competências para uma mediação consistente através das ferramentas utilizadas na EAD. pesquisamos.CONSIDERAÇÕES FINAIS Muito bem. chegamos ao final desta unidade! Refletimos. Espero que os assuntos discutidos nesta disciplina contribuam com o seu desenvolvimento como indivíduo e como profissional. Boa sorte! 57 . Mas ainda não terminou! Nas próximas disciplinas você estará refletindo sobre planejamento e como utilizar os recursos disponíveis no ambiente virtual de aprendizagem.

Disponível em http://ftp.REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BEHAR. CRUZ.extra. Revista Nova Escola. B.pdf (acesso 05/08/2012).pdf.com. Disponível em http://www. Joice Nunes. Vigotsky: Aprendizado e desenvolvimento. Modelos Pedagógicos em Educação à Distância. Acesso em 29/08/2012. D. 4.2005.ed.se. Celso dos Santos.htm (Acesso em 10/08/2012). HAMZE.pdf (acesso em 05/08/2012). São Paulo. nº 22. LANZARINI.pdf ( acesso em 01/08/2012). Ana Rita. OLIVEIRA. Teoria y practica de la educación. em KOELLING. jul – 2009. J. Evolução Histórica da EAD. Marta Kohl de. 58 . Editora Scipione.gov. D..ufpe. 92 a 94.br/html/conteudo-produto/12livros/275814/275814. Modelos Pedagógicos para Educação a Distância: pressupostos teóricos para a construção de objetos de aprendizagem. Liliana. pág. Um processo sócio-histórico. São Paulo.br/storage/materiais/0000012381. Carlos Henrique Carrilho. PELAZZARI. Anderson.mec.comprasnet. Competências e Habilidades: da proposta à prática. Disponível http://educador. Amélia.pdf (acesso em 13/08/2012). Vale a pena entrar nessa? Revista Nova Escola. Sandra Beatriz.br/sead/licitacoes/Pregoes2011/PE091/Anexos/Eventos _modulo_I/topico_ead/Aula_02. Disponível em http://portaldoprofessor. Patrícia Alejandra. V A SCONCELLOS. PASSERINO.br/ciclo10/artigos/4bPatricia.1997. Editora: Loyola. nº 25. NOVAK. Grandes Pensadores.brasilescola. Lev Vigotsky.gov. Adriana. MOÇO. GOWIN. nov – 2009.br/nehte/hipertexto2009/anais/b-f/educacao-a-distancia-alinguagem-como-facilitadora. São Paulo. Disponível em: http://www. Disponível em http://imagens. GOMES. Aprendizagem.cinted. Disponível em Error! Hyperlink reference not valid. O processo teórico do ensino como processo social. (acesso em 09/08/2012). pág. 52 a 59.ufrgs. Silvane Guimarães Silva.com/trabalho-docente/o-que-e-aprendizagem. São Paulo. 1988. MARTINS. Teoria da Aprendizagem Significativa segundo Ausubel. Educação à Distância: A Linguagem como facilitadora da aprendizagem.

%)(8% !1+'%(2+3+)(0 .+%"/(0*% !45+"6+5+"7%"."$%./(&+%!'1 !"#$%&%'( !"#)*+"#).-'. !.&/0.!"#$%%"&'()"!*#+" %.-.