You are on page 1of 3

Como Copiar Arquivos Grandes no Linux?

Imagine que você precisa copiar um arquivo bem grande (ou de tamanho que consideramos bem grande para os dias de hoje, quando escrevo), algo em torno de vários gigas. Pode ser um dump geral de seu banco de dados, um arquivo de log gigantesco, um arquivo temporário ou um filme em Blue Ray. Pode ser que a cópia de backup deste arquivo falhe ou a escrita para ele comece a falhar a partir de certo ponto... o que fazer?? Calma, o Pajé tem a solução!!

Cópia em Ambiente Linux

Se você usa um sistema de arquivos moderno, como o ext4, então você poderá escrever vários gigas num mesmo arquivo. Se sua cópia ou escrita falhar, tente verificar se existe algum limite pré-definido de escrita, usando o comando: $ unlimited ulimit

Se a resposta for a que mostro aí em cima (unlimited), então não há limite para a sua cópia. De outra forma, pode haver limite. Daí, para redefinir o limite, basta usar este mesmo comando, passando o novo valor após o argumento -f: $ ulimit -f [valor] Para um tutorial completo sobre limites de escrita, uso e cotas de usuários, visite este endereço.

Cópia pela Rede, para Pen-Drives, HDs Externos ou Outros Dispositivos

Agora realmente a coisa muda de figura!! Você está tentando copiar um arquivo que está em um sistema de arquivos Linux para um dispositivo que provavelmente tem seu próprio sistema de arquivos, não necessariamente aquele que você usa na máquina de origem do arquivo. Lembre-se de que um sistema de arquivos é um banco de dados, e que cada tipo tem seus próprios limites. Se você está copiando para outro dispositivo, verifique qual o sistema de arquivos que ele usa com este comando (claro, presumindo que o dispositivo esteja montado e acessível!!): $ mount (....) /dev/sdb1 on /media/HDExterno type vfat

é usar o comando split. Depois desta quebra. pessoal.. vai falhar. o original pode ser apagado e os pedaços. DVD Players. recomendo sempre compactar os dados e. podem ser gravados sem problemas. como a combinação do tar com o gzip ou bzip2. usando o comando cat. ReiserFS. não é possível gravar nenhum arquivo maior que 4GB (na verdade. é um HD Externo. Notem que o HD Externo acima está formatado em FAT32. Muitos deles. Muitas vezes. ele é facilmente acessível e montável em ambientes os mais diferentes. então vale a pena o esforço!! 2.Reformatar o HD com outro sistema de arquivos. por hoje é isso. então coloquei estas saídas no formato de "(. você pode fazer um script para te ajudar nesta tarefa um tanto quanto enfadonha. exatamente dada a sua simplicidade. isto implica em fazer backup de tudo que tem nele. Porém. então tente fazer uma destas soluções: 1. desde Linux e MAC até Rádios (CD Players). Porém.  Achando a Solução para o Caso Acima Se o seu caso é este acima. um byte antes de 4GB de tamanho). que é acessível em /dev/sdb1 e está montado em /media/HDExterno. Pelas características deste sistema de arquivos. espero ter ajudado!! Como quebra um arquivo compactado em vários tamanhos menores! .Uma alternativa. mas a documentação dos mesmos é bem clara e certamente você conseguirá usá-los bem (digite "man split" e "man cat" para ver a página do manual de cada um)!! 3. se você precisa muito gravar um arquivão de mais de 4GB. Fique tranqüilo.. Se você pretende fazer backup. Claro.O comando acima vai mostrar tudo que está montado em seu sistema (a maioria não interessa neste momento. limitado e muito simples. suportam não só a compactação como também a quebra do arquivo compactado em arquivos menores e de mesmo tamanho.. como ext4. Excede o escopo deste tutorial explicar detalhadamente como eles funcionam. Porém. No caso acima. O sistema de arquivos FAT32 (vfat) é o pior que tem: um sistema antigo. apagar o HD Externo totalmente e reformatar.. para ficar mais fácil de entender).Existem compactadores muito bons que conseguem reduzir em grande parte o tamanho dos arquivos. que pode ser seu precioso banco de dados ou o Log de seu sistema. Não adianta. como o NTFS (para ter compatibilidade com Windows) ou mesmo os sistemas do Linux.. em menor tamanho. uma das linhas da saída vai se reportar ao dispositivo externo. Bom.. você pode usar mais de um compactador. CD Players de carros e aparelhos de som. etc. possivelmente um FAT32. claro. Observe que o tipo de sistemas de arquivos é vfat. ou seja. que quebra o arquivo em vários pedaços definidos por você. quantas vezes você tentar. TVs. como o rar. pois eles podem ser remontados sempre que necessário.)".

veja abaixo: split -b 1024m bsoares. mas podemos fazer da mesma forma com arquivos maiores. usei o parâmetro 1024m ( o arquivo irá ser quebrado em dois arquivos ( um de 1GB e outro de 500MB )).gz bsoares_quebrado Segue abaixo como fica o arquivo quebrado: -rw-r--r-.tar.tar.gz bsoares 2: Como já verifiquei que o arquivo tem o tamanho de 1. basta executar: cat bsoares_quebrado* > bsoares.gz Veja abaixo: -rw-r--r-.5GB.1 root staff 499887191 2009-02-03 16:58 bsoares_quebradoab 3: Para retornar o arquivo ao seu tamanho normal compactado (tar. 1: Compactar o arquivo chamado bsoares ( home do usuário bsoares) tar -zcf bsoares.gz).gz . Irei dá o exemplo de um arquivo de 1.1 root staff 1573629015 2009-02-03 17:04 bsoares.tar.1 root staff 1073741824 2009-02-03 16:57 bsoares_quebradoaa -rw-r--r-.Hoje temos uma grande dificuldade com relação a compactar um arquivo grande e enviar por e-mail.5GB (home de um usuário).tar. Vou demonstrar aqui como quebra esse grandioso arquivo em vários outros pequenos.