You are on page 1of 8

RESUMOS DE FISICÓ-QUÍMICA

Matéria para o teste:
Matéria dos últimos testes;
Construção de modelos moleculares;
Fórmulas e substâncias moleculares;
Fórmulas químicas de substâncias iónicas.

Densidade ou Massa Volúmica

É a relação entre a massa (m) e o volume (V) de um material.

m V
As unidades mais usadas são : g/dm3 ou g/cm3.

A massa é medida através de balanças.
O volume é medido com um líquido, uma pipeta ou uma

proveta.
Transformações Físicas/Químicas
Uma Transformação Física é quando, por exemplo, se passa a
roupa a ferro, isto é, neste processo não houve formação de
substâncias novas e, neste caso, a roupa continua a ser o mesmo
material.

Numa Transformação Química existe formação de novas
substâncias, evidenciadas por uma nova cor, novo cheiro, nova
textura, etc. Assim, quando se queima a roupa, ao passar a ferro, vai
haver uma formação de substâncias, ou seja, uma Transformação
Química.

Transformações Químicas
Uma substância pode decompor-se dando origem a outras, por
acção:

Mecânica: (fricção) Ex: Raspar um fósforo;
Da Luz: (chama-se Fotólise) Ex: Fotossíntese;
Do Calor: (chama-se Termólise)
Ex: Decomposição de Dicromato de Amónio;
Da Corrente Eléctrica: (chama-se Electrólise)
Ex: Decomposição da Água.
Combustões
As reacções de combustão são reacções químicas que ocorrem
entre um combustível e um comburente, com libertação de energia.

Assim, um combustível é o material que arde, enquanto que
um comburente é a substância que reage com o combustível (o
Oxigénio é um gás comburente).

Combustão Viva:
Quando se faz uma fogueira liberta-se energia sob a forma de
calor e luz. Assim dizemos que ocorreu uma Combustão Viva.

Combustão Lenta:
No dia-a-dia humano ocorre muitas outras reacções com o
Oxigénio do ar, mas sem chama. É o caso, por exemplo, do Ferro que,
quando exposto ao ar húmido, oxida; assim, dizemos que enferruja.

O enferrujamento do Ferro conduz à sua corrosão (degradação).
Por isso, para evitar a corrosão, os metais são pintados, envernizados
ou revestidos por outros metais ou por outro tipo de materiais de
protecção.
Mas nem todos os metais sofrem corrosões quando oxidados;
por exemplo, o zinco, o cobre e o alumínio não sofrem estas corrosões.
Isto porque, nestes metais, a película fina do óxido que se forma
protege-os da acção do ar, pois estes óxidos não são permeáveis ao
Oxigénio.

Assim, dizemos que é uma combustão lenta, pois não se
forma chama.

Soluções Ácidas/Neutras/Básicas
As Soluções Ácidas são caracterizadas por:

Terem sabor azedo;
Avermelharem a tintura azul de tornesol;
Reagirem com alguns metais, corroendo-os;
Reagirem com o calcário, libertando dióxido de carbono;
Conduzirem a corrente eléctrica.

As Soluções Básicas são caracterizadas por:

Serem escorregadias ao tacto;
Tornarem carmim a solução alcoólica de fenolftaleína;
Conduzirem a corrente eléctrica.

Exemplos de soluções ácidas: sumos, vinagre, leite, frutos, etc.

Exemplos de soluções neutras: água destilada, etc.

Exemplos de soluções básicas: detergente, lixívia, fermento, etc.

Indicadores de Ácido-Base
São substâncias que adquirem cor diferente na presença de
soluções ácidas, neutras ou básicas:

Tintura de Tornesol: torna-se vermelha na presença
de soluções ácidas;
Fenolftaleína: torna-se azul na presença de soluções
básicas (indicador incolor)
Indicador Universal: indicador mais rigoroso que
nos dá o grau de acidez ou de basicidade de uma solução.
É formado por uma gama de cores e a sua escala de pH
vai desde 0 a 14. (figura abaixo)

Reacções de Precipitação:
As reacções de precipitação são reacções em que se formam
sais pouco solúveis em água. Estes sais pouco solúveis chamam-
se precipitados.

* Águas Duras: Águas com concentração elevada de sais de
cálcio e de magnésio. Fazem pouca espuma com o sabão e,
quando aquecidas, deixam um depósito branco de carbonato de
cálcio e de carbonato de magnésio.

NOTA:
Durante uma Reacção química, a massa dos reagentes
diminui e a dos produtos de reacção aumenta.
Lei de Lavoisier

« Na Natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma. »

A massa dos Reagentes é igual à massa dos Produtos de
Reacção.

Factores que influenciam a velocidade de
uma Reacção Química
Natureza dos Reagentes;
Concentração dos Reagentes ( quanto mais concentrados
estiverem, maior é a velocidade);
Temperatura ( quanto maior for a temperatura, maior é a
velocidade);
Luz (há reacções que, quando expostas à Luz, aumentam a
velocidade);
Estado da Divisão ( quanto mais dividido estiver um reagente,
maior é a velocidade);
Catalisadores/Inibidores (aceleram/diminuem a velocidade).

Teoria Corpuscular da Matéria:
A Matéria é constituída por pequeníssimos
corpúsculos;
Os corpúsculos estão em constante movimento;
Entre os corpúsculos existem espaços vazios.
Estados Físicos da Matéria:

Substâncias Moleculares
Átomo: é uma partícula muitíssimo pequena de matéria, visível
apenas com microscópios electrónicos especiais, que contÍm cargas
eléctricas negativas e positivas, mas no qual essas cargas se
cancelam. Assim, a carga total de um átomo é zero.

Existem substâncias formadas por átomos sozinhos (exemplo:
Árgon e Hélio). Estes átomos estão sozinhos porque são
electricamente estáveis deste modo e não precisam de se ligar a
outros.

Molécula: é o conjunto de dois ou mais átomos que não são
estáveis sozinhos. A carga total de uma molécula também é neutra.