Vamos até Belém, a cidade do pão

Pastor Alcenir Oliveira 7 de dezembro de 2008 LUCAS 2:4-15

Vamos até Belém e vejamos os acontecimentos que Deus nos deu a conhecer
Bélem é um lugar de esperança, de paz, de fé, de alimento, de fartura na casa de Israel. Os judeus aguardavam o Messias que nasceria em Belém. O Messias é descrito pela Bíblia como ... • aquele que é “Conselheiro” trazendo consolo e conforto – essa é a função do conselheiro; • aquele que é Deus forte. Muitas vezes a palavra traduzida como Deus, principalmente na Septuaginta, significa governo; mas Jesus Cristo não veio apenas como Rei, governo, mas como Deus, o Filho de Deus. • aquele que é pai da eternidade, seria um reino espiritual; • aquele que é príncipe da paz, pacificador. Aqui está um paradoxo do que os judeus esperavam. Eles esperavam um Messias forte, guerreiro, pois não concebiam um Reino espiritual, mas um reino secular, superior e dominador sobre os demais reinos. Entretanto, ele representa paz para humanidade. Vamos até Belém. A palavra Belém é uma palavra composta de duas palavras hebráicas: Beith e láhme que significa “casa do pão”. Era de Belém que vinham os cordeiros para sacrífio. Belém era uma comunidade pastoril, ou seja, criadora de ovinos. Belém era chamada também Efrata. É a cidade onde Davi nasceu e foi criado, porisso conhecida como a “Cidade de Davi”. Davi, um Rei, mas um homem segundo o coração de Deus. Na mesma cidade, nasce o filho de Deus, Jesus, aquele que vai pastorear, apascentar o seu povo.
A palavra Pastor, no grego ¨POIMEN¨, refere-se àqueles que cuidam e apascetam o rebanho: alimentam, guiam e protegem as ovelhas. Esse é o propósito da vinda do filho de Deus. Se nós volvermos ao Salmo 23, o que ele nos diz: o Senhor é o meu pastor e nada me faltará.

O que chama atenção nos acontecimentos de Belém não são os seus significados particulares, mas seu significado principal: o Senhor anuncia através de um anjo acompanhado de um “grupo de louvor” angelical a seguinte mensagem: Hoje, na cidade de Davi, nasceu o Salvador que é Cristo, o Senhor ! Vamos até Belém. A palavra salvador tem um significado ainda muito maior. No âmbito secular temporal, pode significar livrar ou libertar de tudo aquilo que é danoso para nossa existência digna: a doênça, a fome, a pobreza, o sofrimento físico em geral, a violência, a opressão dos regimes políticos ou líderes de grupos ou agrupamentos, empresa que oferece trabalho e oprime para obter resultados. Mais tarde no seu ministério, várias vezes ao realizar um milagre de cura Jesus dizia “vai a tua fé te salvou”. Esse salvar não se referia à salvaçào espiritual que é a missão principal de Jesus mas a libertação daquilo que oprimia, que fazia a pessoa sofrer e possivelmente a levaria a morte. A palavra salvador aqui traz uma multiplicidade de propostas para a humanidade. O significado maior é que Deus esta aqui provendo aquele que vai redimir, resgatar a humanidade de sua condição de estrangeira em terra estranha; da condição de “alien”; da condição de peregrinos; resgatar a humanidade e trazer de volta para o propósito para o qual foi criada que é glorificar a Deus no habitat santo, puro, sem pecado, onde habita a perfeição, e onde habita a presença de Deus. Jesus Cristo veio para salvar a humanidade de seus pecados. Vamos até Belém. Nos nossos dias vemos a humanidade caminhando em direção a um progresso sem médida. Mas também parece que o sofrimento da humanidade hoje é muito maior. Não é

necessário listar aqui os problemas dos nossos dias, mas muitas vezes, dominados pela nossa limitação secular material, quando somos barrados pelos problemas ... caimos em depressão, ficamos irritados, espraguejamos, condenamos os governantes, os empregadores, criticamos até os nossos amigos que às vezes estão em condições melhores do que nós. Sabem o que precisamos? Nós precisamos retornar a Belém ... Vamos até Belém. Os dias que estamos vivendo são o momento de pararmos e refletimos sobre os acontecimentos de Belém. Em Belém há uma proposta de Paz; Em Belém há um bálsamo para as nossas dores, as conseqüências do pecado do mundo que nos afeta; Em Belém há esperança – quando não há mais esperança, quando tudo sucumbiu, quando a crise financeira mundial bateu à porta, quando o sucesso que esperávamos não virá mais ... quando não dá mais Vamos até Belém. É isto que os reis magos fizeram: vamos até Belém porque vimos a Luz de Deus; Não que estivessem na pobreza e foram à procura de riqueza; Não que estivessem em guerra e foram à procura de quem podia prover paz; Não que estivessem doentes e foram à procura de cura Não que estivessem oprimidos, sufocados, abatidos pelas coisas deste século. Não, eles foram até Belém porque era uma manifestação de Deus. Uma luz mostrou a eles que havia esperança para a humanidade, porque estava nascendo um Rei que ia mudar o destino da humanidade. Os dois evangelhos que narram o nascimento de Jesus descrevem dois episódios com relação a Belém completamente distintos e representam dois povos distintos: os judeus que são o povo da promessa, e os gentios representados pelos magos. Entretanto, os dois tomam a iniciativa de ir a Bélem: os pastores, judeus, vão a Belém para ver os “acontecimentos” que o Senhor os deu a conhecer. Os magos foram a Belém à procura de um grande Rei, o rei dos judeus. Ambos representantes dos dois povos aqui sabiam o que significava o nascimento de Jesus Cristo. Será que podemos tirar um pequeno momento para meditarm sobre o que significa o nascimento de Jesus Cristo? Ou só queremos festa. Vamos até Belém. Os pastores certamente tinham conhecimento das promessas do libertador; tinham conhecimento de que o messias viria e se tornaria rei sobre israel. Curiosamente, Belém é a cidade escolhida; - cidade que significa casa do pão, - cidade de uma região pastoril de onde veio um dos reis mais importantes de Israel, - cidade em que Davi também foi pastor de ovelhas; - cidade que produzia cordeiros para o sacrifício no templo; - cidade que agora abrigava o nascimento, como um cordeiro, numa estrebaria, colocado numa mangedouro, aquele que seria o Rei dos reis, Senhor dos senhores, salvador da humanidade – Aleluia! - cidade que traz à luz a revelação de Deus encarnado, Jesus Cristo, de quem o profeta Miquéias fala: “(2) Mas tu, Belém Efrata, posto que pequena para estar entre os milhares de Judá, de ti é que me sairá aquele que há de reinar em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade. (3) Portanto os entregará até o tempo em que a que está de parto tempo em que a que está de parto tiver dado ã luz; então o resto de seus irmãos voltará aos filhos de Israel. (4)E ele permanecerá, e apascentará o povo na força do Senhor, na excelência do nome do Senhor seu Deus; e eles permanecerão, porque agora ele (5)E este será a nossa paz.” Vamos até Belém. E isto vos será por sinal, diz o anjo. O encontrará em uma mangedoura, um peça que normalmente é feita de madeira onde se coloca comida para os animais.

Vamos até Belém. A trajetória de Jesus foi entre a mangedoura e a cruz. Nascendo
humildemente como um cordeiro. - Nasceu como nasce a maioria da humanidade, na pobreza. - Foi rejeitado e perseguido por herodes; - Viveu uma vida de trabalhador junto a José; - Honrou a Deus e se comoveu com o sofrimento humano; - Realizou cura, libertou endemoniados, confortou e deu esperança à humanidade com seus ensinamentos. Mas isto não foi bastante, ele levou sobre si as nossas dores, o nosso pecado para a cruz do calvário. Vamos até Belém. Foi entre a mangedoura e a cruz que Jesus veio para ser o seu Cordeiro, dado por Deus para sacrifício em seu e em meu lugar, para remissão dos pecados. Ele nasceu, viveu nossa vida, morreu a nossa morte, ressuscitou a nossa ressurreição para termos vida nova com Ele e para Ele. Ele levou sobre si as nossas dores ... Jesus Cristo é a Luz do mundo, como a estrela que foi um sinal de luz para guiar os magos a ele. E ele nos enviou o Espírito Santo para nos consolar, nos confortar até a sua volta. Veio para ser o presente, o dom de Deus, a vida eterna. Jesus é o Alfa e o Omega, o princípio e o fim. Vamos até Belém,.pois Ele é o Alfa. O princípio da esperança de salvação, prometido desde a eternidade, concretizado na mangedoura; Vamos até Belém,.pois Ele é o fim da morte, a derrota do pecado, o resgate da humanidade feita na cruz do calvário. Vamos até Belém,.pois Ele é Jesus, o princípio e o fim na história, no universo, na nossa vida todos os dias, entre Janeiro e Dezembro, entre a mangedoura e a Cruz, de eternidade a eternidade. Vamos até Belém em busca da esperança, da paz, do amor, da salvação que o mundo não é capaz de dar. Vamos até Belém,.pois em belém começa a caminhada de Jesus Cristo até a cruz para conquistar Jerusalém, mas a Jerusalém celestial onde todos aqueles que foram lavados por seu sangue vão tomar parte. Amém.