You are on page 1of 1

Pág.

8 / 01 A 07 Maio 2009 - Edição 104

CULTURA

9ª Cavalgada Rumo ao Muquém reúne mais de 2,5 mil cavaleiros e 20 mil nos shows
Evento promove a tradição e os costumes do povo niquelandense, valoriza a arte e a cultura locais e resgata o convívio do homem com a natureza
A 9ª Cavalgada Rumo ao Muquém, realizada pela Prefeitura de Niquelândia, nos dias 6 e 7 de junho, sábado e domingo passados, reuniu cerca de mais de 2,5 mil cavaleiros, inscritos pelos organizadores. As comitivas partiram do Posto Canoeiro, às 7h do sábado, e seguiram os 45 km de estrada, da sede do município até o distrito de Moquém. No caminho, a elas se juntaram os cavaleiros solitários. No trajeto, percorrido debaixo de sol forte, os tropeiros utilizaram as fazendas nas margens da rodovia para alimentar e matar a sede dos animais. Para o prefeito Ronan Batista (PTB), o evento, além de representar um misto de fé e prazer por cavalgar, resgata os costumes do homem do campo e valoriza a cultura local. “Este é um momento para rever os amigos e fortalecer as nossas raízes”, afirmou o prefeito, em pronunciamento público, durante a Missa Sertaneja, ocasião em que pediu paciência aos cavaleiros com os amigos, durante o percurso, e que evitassem brigas. Na parada oficial para o almoço, música ao vivo animou os cavaleiros que, recarregada a energia, ainda percorreram outros 20 km até o Santuário do Muquém. À noite, cerca de 20 mil pessoas, segundo a PM (Polícia Militar), assistiram aos shows da dupla Chrystian e Ralf e da Banda Mississipi. A cada ano, o prefeito Ronan percebe a Cavalgada Rumo ao Muquém muito melhor e maior, em função do que, no próximo ano, pretende investir ainda mais na festa. Presente no evento, o deputado federal Jovair Arantes (PTB-GO) falou que vai apresentar uma emenda, no ano que vem, para que a Cavalgada se torne a maior e melhor do Brasil. A Prefeitura de Niquelândia deu total apoio aos participantes ––café da manhã, almoço e jantar, além de água mineral durante a cavalgada. Na abertura, a Missa Sertaneja foi celebrada pelo padre Valdeon Júnior.

REGIÃO

Padre Valdeon Júnior celebrando a Missa Sertaneja, na abertura

Prefeito Ronan, discursando, pede paciência aos cavaleiros e que evitem brigas

Prefeito Ronan Batista (com o chapéu na mão) e cavaleiros, na saída da Cavalgada

Prefeito Ronan (de chapéu, à dir.), a primeira-dama Gracilene Batista e a dupla Chrystian e Ralf

Cerca de 20 mil pessoas assistem à apresentação de Chrystian e Ralf, no Muquém

Cavalgada seguindo rumo ao Muquém: tropeiros dão provas de fé e prazer por cavalgar

Tradicionais em Jaraguá, Cavalhada e Festa do Divino contagiam a cidade
Mais uma vez, o Clube de Cavalhada de Jaraguá foi palco das Cavalhadas de Jaraguá, tradicional evento que contagiou a cidade, durante todo o dia 30 de maio, sábado da semana passada. Milhares de pessoas prestigiaram a festa, uma das mais antigas realizadas no município, feita paralelamente à Festa do Divino Espírito Santo. Entre os convidados, autoridades estaduais e do município, de cidades vizinhas e, ainda, o chefe de gabinete da Presidência da República. A organização do evento ficou a cargo da Prefeitura de Jaraguá, da Fundação Grace Machado e da Superintendência municipal de Cultura, que, por sinal, prestaram um excelente serviço de entretenimento e lazer social para a comunidade. Para o prefeito de Jaraguá, Lineu Olímpio (PTB), quem participou do grandioso evento, que retrata um traço importante da cultura brasileira, constatou a importância das festividades para o município, para o estado e para o país. “Temos que melhorar a estrutura para que possamos receber melhor o público que prestigia esses eventos cultural e religioso de Jaraguá, que são as Cavalhadas e a Festa do Divino, e que crescem a cada ano”, afirmou. Além do grande público, gente de Jaraguá que espera pelas festividades o ano todo, também foi registrada a presença de visitantes vindos de cidades vizinhas e até de outros estados. No camarote dos convidados, palco para várias figuras do cenário político, estavam o chefe de Gabinete da Presidência da República, Gilberto Carvalho, que representou o presidente Lula; os deputados federais Jovair Arantes (PTB-GO) e Rubens Ottoni (PT-GO); o deputado estadual Thiago Peixoto (PMDB); e os prefeitos de Inhumas, Abelardo Vaz, que Superintendente de Cultura de Jaraguá, Paulo Vítor manifestou que a festa da cavalhada representa a tradição e a cultura de Jaraguá. “Depois de muitos anos nossa cidade volta a ter uma festa à altura daquilo que o povo merece. Nós, equipe da prefeitura, e da Paróquia, estamos felizes com a Festa do Divino realizada neste ano”, afirmou Paulo Vítor. A Cavalhada teve origem nos torneios medievais, dos quais se tem, entre outras reminiscências, o uso de fitas como prêmio, que são oferecidas pelo ganhador a uma mulher ou outra pessoa que deseje homenagear. Em Portugal, teve feição cívico-religiosa, envolvendo temas do período da Reconquista ––movimento cristão com início no século 8, cue visava à recuperação dos Visigodos cristãos das terras perdidas para os árabes durante a invasão da Península Ibérica. Sua difusão no Brasil, registrada desde o século 17, partiu do Nordeste e espalhouse pelo resto do país. Em 1641, quando da aclamação de D. João 4º (1604-1656), foram promovidas várias cavalhadas como parte dos festejos oficiais. É ainda um folclore vivo em vários pontos do Brasil, como Alagoas, Minas Gerais e Goiás. Em Jaraguá (GO), a cavalhada é realizada durante a Festa do Divino e representa o auto de cristãos. Segundo o superintendente de Cultura de Jaraguá, a festa chegou à cidade por meio dos bandeirantes e, portanto, “é um patrimônio cultural nosso”. “A prefeitura investiu muito para que este evento fosse realizado com tamanha qualidade. E agradecemos toda a equipe que participou da realização do mesmo, bem como todos que, direta ou indiretamente, contribuiu para que a festa fosse abrilhantada como todos estão vendo hoje”, concluiu.

Clube de Cavalhada, local do evento em Jaraguá, transformado em grande teatro

Prefeito Lineu Olímpio, no centro, entre autoridades convidadas
é presidente da AGM (Associação Goiana dos Municípios); de Niquelândia, Ronan Batista (PTB); de São Francisco de Goiás, Luiz Antônio (PMDB); e de Campinaçu, Welinton Fernandes Rodrigues (PR); entre outras autoridades de municípios vizinhos. Embora tenha circulado a informação das presenças do senador Marconi Perillo (PSDB-GO) e do governador Alcides Rodrigues (PP), para participarem do evento ao lado do prefeito Lineu, nenhum deles compareceu ––o senador Marconi justificou, alegando que já havia agendado participação nas Cavalhadas de Pirenópolis, sua cidade natal (É????). “É muito importante, para mim, como prefeito, em nome de toda a população, nesta data tão importante, que é a das Cavalhadas de Jaraguá, receber todas essas autoridades”, afirmou o prefeito, agradecendo, em especial, às presenças do chefe de Gabinete do presidente Lula; do presidente da AGM e prefeito de Inhumas, dos outros prefeitos de Niquelândia, Campinaçu e São Francisco, entre outros; e dos deputados Jovair, Rubens e Thiago. Em entrevista à imprensa jaraguense, doutor Gilberto Carvalho, em nome do presidente Lula, de cujo gabinete é chefe, agradeceu ao convite recebido do prefeito Lineu para participar “deste evento cultural e religioso”. “Eu, em nome do presidente Lula, só tenho que agradecer. O povo desta cidade deve se sentir honrado por ter uma cidade tão bela e com traços culturais tão grandes. Fiquei impressionado com tamanha beleza das apresentações realizadas aqui”, afirmou. No momento em que via as apresentações, Gilberto Carvalho disse ter percebido sua importância para a cultura: “Nossas raízes estão preservadas neste momento”, disse. Ele também parabenizou ao prefeito Lineu, por tudo o que tem feito pelo bemestar da comunidade, e, ao ver uma apresentação do Peti (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), expressou uma determinação do presidente Lula: “Ele [o presidente Lula] determina que seus assessores viajem muito, para que vejam de perto todos os recursos investidos no interior do Brasil, como é o caso de Jaraguá”. O Peti, cuja demonstração também elogiou, é um programa do governo federal, desenvolvido em parceria com as prefeituras.

Diante da Paróquia Nossa Senhora da Penha, de Jaraguá, público participa das festividades