You are on page 1of 18

06/06/13

Com partilhar

PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA
3

mais

Próximo blog»

Criar um blog

Login

domingo, 15 de fevereiro de 2009

ANÁLISE SINTÁTICA

O que você procura neste blog? Pesquisar Links relacionados Grupo do Facebook

A análise sintática examina a estrutura de um período que pode ser dividido em orações e determina a função sintática dos termos de cada oração. Neste texto, daremos uma breve noção do que é frase, oração, período e falaremos dos termos que compõem as orações: TERMOS ESSENCIAIS Sujeito Predicado Predicativo TERMOS INTEGRANTES Objeto direto Objeto direto preposicionado Objeto direto pleonástico Objeto indireto Objeto indireto pleonástico Complemento nominal Agente da passiva TERMOS ACESSÓRIOS Adjunto adnominal Adjunto adverbial Aposto Vocativo Abordaremos o período composto subordinação em outros artigos. FRASE É todo enunciado capaz de transmitir tudo que pensamos a quem nos ouve: Cuidado! Que horror! Por que agridem a natureza?
portuguesnaveia.blogspot.com.br/2009/02/analise-sintatica.html

Siga-me no twitter Português na prática Erros do Facebook A palavra de hoje é...

Gostou desse conteúdo?
3

A PALAVRA DE HOJE É ... LÍVIDO PATUSCO ENTRONIZAR RÚTILO PERSCRUTAR

por

coordenação

e

o

por

1/18

Notem que. Período composto: O comandante garante que a tropa chegará a tempo. TERMOS ESSENCIAIS SUJEITO É o ser do qual se diz alguma coisa. É constituído de um nome. Orações coordenadas e subordinadas fazem parte do período composto e serão estudadas em outros artigos deste blog.blogspot. temos a oração principal (O comandante garante) e a segunda oração.com.br/2009/02/analise-sintatica. pronome ou qualquer termo substantivado. expresso ou oculto Expresso portuguesnaveia. O sujeito possui um núcleo que é o nome ou pronome e ao redor dele podem aparecer palavras secundárias como artigos e adjetivos: Todos os ligeiros rumores da mata tinham uma voz para a selvagem filha do sertão. Choveu durante a noite. que. Composto Mais de um núcleo: Jairo e Mônica foram à escola juntos. Núcleo do sujeito: rumores O sujeito pode ser: simples ou composto Você sabia? Simples Um só núcleo do sujeito: O gato bebeu o leite. existem 2 ou mais verbos ou locuções verbais. De uma forma prática. Sujeito: Todos os ligeiros rumores da mata. Pode ser chamado também de oração absoluta. PERÍODO É um enunciado composto de uma ou mais orações. No exemplo acima. só existe um verbo ou locução verbal. Pode ser simples (apenas uma oração) ou composto (mais de uma oração). Observem que cada oração tem seu verbo. No composto. no simples.TIVERAM PERTURBAR . cada oração é organizada em torno de um verbo: Período simples: O amor vence sempre.html 2/18 ERROS DO FACEBOOK SUJEITOS DIFERENTES ENTRE VÍRGULAS NECESSÁRIO TERÃO .06/06/13 PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA ORAÇÃO É a frase que apresenta sujeito e predicado ou apenas predicado: Nossa viagem será longa. é subordinada (que a tropa chegará a tempo). no caso.

que neste caso passa a ser índice de indeterminação do sujeito: Aqui se vive bem.html 3/18 . paciente ou agente e paciente Agente Aquele que pratica a ação imposta pelo verbo: O remorso atormenta o criminoso. anoitecer e outros que exprimem fenômenos meteorológicos: Ontem choveu muito. Pode-se apresentar de três formas: 1) Usando-se o verbo na 3ª pessoa do plural: Atropelaram uma senhora na esquina. O conteúdo verbal não é atribuído a nenhum ser: Ventava muito durante o desfile. gear. 2) Usando-se o verbo na 3ª pessoa do singular acompanhado do pronome se. Questões comentadas de crase. Paciente Aquele que sofre a ação: O criminoso é atormentado pelo remorso. Você sabia? Downloads Questões comentadas de concordância. deduzido da desinência do verbo) agente. 2) Fazer. relampejar. indeterminado Quando não se indica o agente da ação verbal. acontecer: Havia quadros nas paredes. nevar.blogspot. 3) Chover. Agente e apaciente Aquele que pratica e sofre a ação imposta por verbos reflexivos: O vidraceiro feriu-se. (sujeito oculto: Eu. Orações sem sujeito São constituídas com verbos impessoais. 3) Usando-se o verbo no infinitivo impessoal: É triste assistir a estas cenas repulsivas. Oculto Quando está implícito: Viajarei amanhã. passar. Questões comentadas de regência. Facebook . ocorrer.06/06/13 PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA Quando está explícito: Eu viajarei amanhã. ser e estar com referência ao tempo: Faz muito calor naquela cidade.com.compartilhar Share View stats Visitantes 375657 Siga-me Acompanhe este blog no twitter. São verbos impessoais:1) Haver no sentido de existir. amanhecer. ventar.br/2009/02/analise-sintatica. Salvem a nossa Língua Portuguesa! Você sabia? portuguesnaveia.

TRT-MG (NÍVEL SUPERIOR 2009) MIL COISAS. esse verbos têm sujeito.PETROBRAS SUPERIOR (2012) FCC . ficar. etc.BANCO DO AMAZONAS SA (2010) CESPE . VIU??? TI NA PRÁTICA (Questões comentadas por assunto) PLANEJAMENTO E GESTÃO DE 4/18 .AGU (2010) CESGRANRIO . Choveram pétalas sobre a imagem da santa. PREDICADO VERBAL Seu núcleo é um verbo seguido ou não de complemento ou termos acessórios.TEC. Sujeito: Nossas praias Núcleo do sujeito: praias Predicado nominal: são lindíssimas Verbo de ligação: são Predicativo do sujeito: lindíssimas ATENÇÃO: O predicativo do sujeito é uma qualidade ligada ao sujeito pelo verbo de ligação. parecer .com.06/06/13 PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA ATENÇÃO: Usados em sentido figurado. adjetivo.br/2009/02/analise-sintatica.. Sujeito: Eu (oculto) Predicado verbal: comprei um novo aparelho.. A PROMOÇÃO CHOQUE DE REALIDADE REFLEXO AÇÃO (ESMOLA) BRASIL CARINHOSO QUE DIA. Sujeito: Carlos Predicado verbal: morreu (verbo intransitivo) Transitivo direto O verbo precisa de complemento que é ligado a ele de forma direta. permanecer. Carlos morreu. São verbos de ligação: ser. SUPERIOR DETRAN/ES (2010) CESPE . Comprei um novo aparelho. É ligado ao sujeito por um verbo de ligação: Nossas praias são lindíssimas.html Já é um membro? Fazer login Seguidores Participar deste site Google Friend Connect Membros (104) Mais » PORTUGUÊS NA PRÁTICA (Questões comentadas) CESPE . pronome). sem o auxílio de preposição. portuguesnaveia. Classifica-se em: Intransitivo Transitivo direto Transitivo indireto Transitivo direto e indireto Intransitivo O verbo não precisa de complemento. estar. Verbo transitivo direto: comprei Objeto direto: um novo aparelho. Este complemento chama-se objeto direto. PREDICADO Há três tipos de predicado: Nominal Verbal Verbo-nominal PREDICADO NOMINAL Seu núcleo é um nome (substantivo.blogspot. ou seja.

fez os doces e estava nervosa) A ganância deixou pobre o avarento comerciante.blogspot.. Formado por um verbo transitivo ou intransitivo e um predicativo do sujeito ou do objeto. Visualizar meu perfil completo Assuntos ► 2012 (2) ► 2011 (4) ► 2010 (2) ▼ 2009 (5) ► Outubro (1) ► Junho (1) ► Maio (1) ▼ Fevereiro (1) 5/18 .html PROJETOS REDES DE COMPUTADORES UML e OO LÓGICA E ESTRUTURA DE DADOS ANÁLISE E PROJETO No ORKUT.. Sujeito: Todos Predicado verbal: precisam de afeto Verbo transitivo indireto: precisam Objeto indireto: de afeto Transitivo direto e indireto O verbo necessita dos dois complementos: o direto e o indireto.br/2009/02/analise-sintatica. ou seja. Sujeito: A ganância Núc leo do sujeito: ganância Predicado verbo-nominal: deixou pobre o avarento comerciante Verbo transitivo direto: deixou Objeto direto: o avarento comerciante Predicativo do objeto: pobre ATENÇÃO!! O predicativo do objeto é uma qualidade ligada ao objeto: O avarento comerciante está pobre. Todos precisam de afeto. Este complemento chama-se objeto indireto. A empresa fornece comida aos trabalhadores.com. Você sabia? Quem sou eu? MO I SÉ S Concursado da Embasa como Analista de Tecnologia em Bancos de Dados. Sujeito: Isabel Predicado verbo-nominal: fez os doces nervosa Verbo transitivo direto: fez Objeto direto: os doces Predicativo do sujeito: nervosa (.com.. Sujeito: A empresa Núcleo do sujeito: empresa Predicado verbal: fornece comida aos trabalhadores Verbo transitivo direto e indireto: fornece Objeto direto: comida Objeto indireto: aos trabalhadores PREDICADO VERBO-NOMINAL Tem dois núcleos significativos: um verbo e um nome. Isabel fez os doces nervosa. Acesse nossa comunidade no ORKUT: http://www. com o auxílio de preposição. Estudioso e apreciador da nossa Língua Portuguesa. PREDICATIVO Há o predicativo do sujeito e do objeto.orkut. portuguesnaveia.aspx?cmm=59377493 Aqui você encontrará questões de concursos públicos para praticar..br/Com munity.06/06/13 PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA Transitivo indireto O verbo precisa de complemento que é ligado a ele de forma indireta. Certificado SQL Server MCTS 70-431..

questão 20.. Os inimigos chamam-lhe (de) traidor.) Parabéns a quem marcou a terceira alternativ a. Além disso. fica o aprendizado. ao pai o filho amado. prejudicas a ti e a ela. normalmente. que está presente no predicado nominal e no verbo-nominal. Uma bola foi comprada por João. (bem -com portados tem hífen) 63 (1 1 %) Onde v ocê v ai com essa tosse? (Quem v ai. Pedro. Imperativo afirmativo O verbo da frase "Dize não às drogas" está no imperativo afirmativo que deve ser conjugado como em http://portuguesnapratica. gosta de.) 51 (8%) Ela só usa minissaia quando v ai à praia. Minissaia escrev e-se junto e com "ss". (Resposta certa. v ai a algum lugar. (Quem gosta. 4) Com os verbos que exprimem sentimentos. A casa era de vidro. estado ou modo de ser do sujeito. João comprou uma bola. Este complemento. Aos que marcaram outras alternativ as. portanto: Aonde v ocê v ai. Isso acontece principalmente: 1) quando o objeto direto é (obrigatoriamente preposicionado): Deste modo. 31 5 (55%) A fruta que mais gosto é maçã. A mãe viu-o desanimado.html V amos à correção da enquete: Os alunos que sentam na frente da sala são mais bem comportados. Assim. vem ligado ao verbo sem auxílio de preposição.. ANÁLISE SINTÁTICA ► Janeiro (1) ► 2008 (12) Você sabia? TERMOS INTEGRANTES Resposta da enquete OBJETO DIRETO É o complemento de verbos transitivos diretos. 2) quando o objeto é pronome relativo quem (obrigatoriamente preposicionado): Pedro Severiano tinha um filho a quem idolatrava. 3) Para evitar ambiguidades (obrigatoriamente preposicionado): Convence.com/2009/10/fcc-trtceanalista2009. Alguns chamam-no (de) impostor.br/2009/02/analise-sintatica. qualidade. A vida tornou-se insuportável.. portanto: A fruta de que m ais gosto. PREDICATIVO DO OBJETO É o termo que se refere ao objeto de um verbo transitivo. ao qual se prende por um verbo de ligação.blogspot.blo gspot. Não amo a ninguém. ATENÇÃO!! O objeto direto torna-se sujeito da voz passiva. O menino abriu a porta ansioso. conseguimos detectar qual 6/18 pronome pessoal tônico . geralmente a preposição a. OBJETO DIRETO PLEONÁSTICO Quando se quer chamar atenção para o objeto direto que precede o portuguesnaveia. A ilha parecia um monstro. a crase é obrigatória porque o v erbo ir pede preposição "a" e praia é substantiv o fem inino singular e pede artigo definido fem inino "a"). OBJETO DIRETO PREPOSICIONADO É o complemento de verbos transitivos diretos com o auxílio de preposição..06/06/13 PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA PREDICATIVO DO SUJEITO É o termo que exprime um atributo.com.html. enfim. O juiz declarou o réu inocente. referindo-se a pessoas: Judas traiu a Cristo. Melhor errar aqui e acertar na hora da prov a.

2) pelos artigos: O ovo é a cruz que a galinha carrega na vida. Assim. mas se o artigo for colocado. Regência do verbo dizer. mas o verbo beber não pede artigo feminino. adjetivos e advérbios) sempre regido de preposição. Evite os vícios TERMOS ACESSÓRIOS ADJUNTO ADNOMINAL É o termo de valor adjetivo que serve para especificar ou delimitar o significado de um substantivo. como o substantivo perseguições está no plural. COMPLEMENTO NOMINAL É o complemento de nomes (substantivos. 4) Diga não a perseguições. Os filhos precisam de carinho. Assim. O correto seria: Iogurte.com. 42% disseram. A defesa da pátria. A crase aqui é pedida pela junção da preposição a da regência do verbo dizer + o artigo feminino plural as do substantivo drogas. o alvo da declaração expressa por um nome. O verbo dizer é transitivo direto e indireto com preposição a. AGENTE DA PASSIVA É o complemento de um verbo na voz passiva. Frase correta porque o verbo dizer pede a preposição a.06/06/13 PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA verbo. acertou a enquete quem marcou Humilde (83% dos votos).me tudo.br/2009/02/analise-sintatica. Esse é a pessoa do sujeito. menas e areoporto não existem. o paciente. menos e aeroporto. Neste caso. O verbo dizer pede a preposição a e o substantivo fumo pede artigo masculino singular. O respeito às leis. Frase errada. Jaime os trazia escondico nas mangas da camisa. onde abrigar o nosso íntimo sonho. Assim. 46% acertaram a enquete.blogspot. ATENÇÃO!! COMPLEMENTO NOMINAL X OBJETO INDIRETO A diferença entre o complemento nominal e o objeto indireto é que este complementa verbos e aquele complementa nomes. diz alguma coisa a alguém.html . Portanto. Frase correta. portanto "Dize (tu) não às drogas". Frase correta. a crase deverá aparecer: Diga não às perseguições. Iorgute. que o sujeito é indeterminado porque a frase não pode ser construída. Menos. contrário de mais. reclamado pela sua significação transitiva incompleta. costuma-se repeti-lo por meio do pronome oblíquo. vamos analisar as alternativas: 1) Diga não as drogas. 3) Diga não ao fumo. O dinheiro. 2) Diga não a beber e dirigir. vem acompanhado pela preposição por: Uma bola foi comprada por João. OBJETO INDIRETO PLEONÁSTICO À semelhança do objeto direto.47% dos votos. "dize" é segunda pessoa do singular. Geralmente. absurdamente. São vícios que devem ser evitados. O correto seria: Diga não às drogas. No caso da enquete. (João praticou a ação de comprar) ATENÇÃO!! Na voz passiva pronominal ou sintética não se declara o agente: Assobiavam-se as canções dele nas ruas. Assisti ao jogo. Representa o recebedor. OBJETO INDIRETO É o complemento de verbos transitivos indiretos. é advérbio e invariável. Quem diz. A esse objeto repetido sob forma pronominal chama-se pleonástico. pode-se omitir o artigo sem prejuízo. complemento vem ligado ao verbo por meio de preposição. enfático ou redundante. Pode ser expresso: 1) pelos adjetivos: Na areia podemos fazer até castelos soberbos. Classificação das palavras quanto à acentuação tônica As palavras com mais de uma sílaba classificam-se em: 7/18 portuguesnaveia. não existe menas e nenhuma das outras duas citadas no início deste tópico. Representa o ser que pratica a ação expressa pelo verbo passivo. o objeto indireto pode vir repetido ou reforçado por ênfase: A mim ensinou. Aqui só existe a presença da preposição pedida pelo verbo dizer. portanto sem crase. Acertou a enquete quem marcou "Oculto (tu)" .

sério e magro. tem-se um predicativo. Ru. 5) pelas locuções adjetivas: Tinha uma memória de prodígio. Pró-xi-mo ATENÇÃO!! As palavras com apenas uma sílaba podem ser monossílabas tônicas ou átonas: Tônicas . Prezamos acima de tudo duas coisas: a vida e a liberdade. Ex: Ca. modo. etc. A NOVA GRAMÁTICA DO PORTUGUÊS CONTEMPORÂNEO (Celso Cunha) ainda fala em magríssimo que o VOLP não adota e segundo a NOVÍSSIMA GRAMÁTICA DA LÍNGUA PORTUGUESA (Domingos Paschoal Cegalla) é uma forma popular. a resposta certa foi a segunda (seríssimo. Já a palavra sério. APOSTO É uma palavra ou expressão que explica ou esclarece. que modifica o sentido de um verbo. GRAU SUPERLATIVO ABSOLUTO SINTÉTICO DO ADJETIVO Ninguém tem dúvida que o grau superlativo absoluto sintético de cruel é crudelíssimo e de sábio é sapientíssimo. foi um monarca sábio. Bí-ceps Proparoxítonas . Eleição do presidente. Minha irmã Beatriz é linda. 2) por locução adverbial: Lá embaixo aparece Jacarecanga sob o sol do meio-dia. Casas e pastos. Já o adjunto adnominal serve para especificar ou delimitar o significado de um substantivo.im Paroxítonas .ni-a.blogspot. mas Cegalla diz que. mas este é um assunto controverso. Este é o paciente da ação expressa por um nome transitivo. Aquele representa o agente da ação ou a origem. segundo o VOLP. Nestes casos. Deus e pá são monossílabos tônicos e oceania é paroxítona.com. Audaciosos. ao adjetivo ou ao advérbio cujo sentido integra ou limita. que disputaram a opinião dos internautas. (Presidente é agente do discurso. O sufixo -érrimo é restrito aos adjetivos terminados em r no latim. em outras palavras. 4) pelos numerais: Casara-se havia duas semanas. Ex: Pá.br/2009/02/analise-sintatica.têm autonomia fonética. ATENÇÃO!! ADJUNTO ADNOMINAL X COMPLEMENTO NOMINAL Não se deve confundir o adjunto adnominal formado por locução adjetiva e o complemento nominal. pois tivemos outras duas opções. os dois surfistas atiraram-se às ondas. sendo proferidas fortemente na frase. (Audaciosos = predicativo do sujeito) portuguesnaveia.06/06/13 PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA 3) pelos pronomes adjetivos: Vários vendedores de artesanato expunham suas mercadorias. adjetivo ou advérbio. pratica a ação) Oxítonas .o acento prosódico localiza-se na penúltima sílaba. lugar. por isso que o superlativo de magro (macer em latim) é macérrimo.não têm autonomia fonética e são proferidas fracamente na frase. Pode vir representado: 1) por advérbio: Aqui não passa ninguém.) ou. Ex: O-ce-a. prefere-se a forma seríssimo que o VOLP não adota. Sol Átonas . imperador do Brasil.o acento prosódico localiza-se na última sílaba. árvores e planatações. de Portanto. ADJUNTO ADVERBIAL É o termo que exprime uma circunstância (de tempo. tudo foi destruído pela enchente. sofre a ação) Discurso do presidente. 33% dos votos). (Presidente é paciente da eleição. com 40% 8/18 O complemento nominal vem ligado por preposição ao substantivo.html . 3) por oração adverbial: Fechemos os olhos até que o sol comece a declinar. qualidade de alguém ou de alguma coisa.fé. Ex: que. Pedro II.o acento prosódico localiza-se na antepenúltima sílaba. ainda admite a opção magérrimo. Portanto. O VOLP. acertou a enquete quem respondeu RUIM (oxítona. Pé. Ex: Mé-di-co. na língua atual. ATENÇÃO!! O aposto não pode ser formado por adjetivos. desenvolve ou resume outro termo da oração: D. que é o vocabulário a que devemos recorrer nas dúvidas. tem o seu superlativo em seriíssimo apenas.

por isso não se anexa ao sujeito nem ao predicado. cujo. mesmo com pouco tempo!!! hehehehe 27 de abril de 2009 15:17 Moisés disse.. Um método prático para identificá-lo é trocá-lo pelo pronome ISSO. responderia a enquete (conjunção subordinativa condicional) Ele queixou-se da prova (Parte integrante do verbo . Pronome relativo O pronome relativo refere-se a um nome que o antecede. quantas. O quê refere-se a jogador.br/2009/02/analise-sintatica. acertou a enquete quem votou na terceira opção (50% dos votos): Veja se ele chegou (Veja ISSO).06/06/13 PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA VOCATIVO [do latim vocare = chamar] É o termo usado para chamar alguém ou alguma coisa. basta trocá-lo por "o qual" e flexões. de base essencialmente articulatória. podemos dizer: O horizonte foge de mim. eu tb adorei este blog Continue por favor. cujas. São pronomes relativos: o qual. quanto. Na dúvida. Obrigado. Assim. Portanto. quantos. dos votos). Não se preocupe... a qual. antigo poer (do latim ponere). Meu nobre perdigueiro. Raquel. A ordem.. as quais.br/).. São eles: 9/18 --> Postado por Moisés às 11:23 +3 Recomende isto no Google 28 comentários: ANA LUIZA disse. acertou a enquete quem votou na primeira opção (100% dos votos): O jogador que (o qual) for o artilheiro ganhará a bola de ouro. Ana Luíza!! São pessoas como você que me dão forças para continuar postando mesmo com pouco tempo. Verbo pôr O verbo pôr.. Não pertence à estrutura da oração. Nas outras alternativas temos: Deixou-se ficar na poltrona (pronome reflexivo) Se eu soubesse. é a base do gorverno. perdeu a vogal temática do infinitivo. o "se" será conjunção integrante. que. móises estas de parabéns!!! :) amei 23 de abril de 2009 16:01 Moisés disse.. o quê é um pronome relativo e refere-se a horizonte. Se o pronome se encaixar na frase. Como o pronome substitui um nome. meus amigos. quem e onde.com.blogspot. postando sempreeee. vem comigo! ATENÇÃO!! O vocativo é um termo à parte. pode-se afirmar que o "que" é sujeito de foge.. Irei postar sempre porque vocês merecem. Portanto.html . os quais. 23 de abril de 2009 17:51 RAQUEL disse.:) portuguesnaveia.academia. cujos. Que "achado" este blog. cuja. que foge sempre de mim". É um verbo anômalo da 2ª conjugação (100% dos votos na enquete). Para se saber se o quê é um pronome relativo.verbo pronominal) PONTO DE ARTICULAÇÃO DAS CONSOANTES As consoantes são classificadas em função de quatro critérios. No exemplo: "Quero ver do alto o horizonte. consulte o VOLP (http://www. O "se" como conjunção integrante O "se" é conjunção subordinativa integrante quando inicia oração subordinada substantiva.org.

.. ajo. /g/. carro... /l/. portuguesnaveia. Esses são os dois modos de articulação. /t/. Abraços Fica na Paz! 10 de m aio de 2009 09:29 Anônimo disse. sim. LABIODENTAIS . perfeito este blog !!!! parabéns 21 de jane iro de 2010 19:28 Mika disse.faca. Grande blog! Isto vai dar jeito para o exame de Português! :D Continua! 17 de junho de 2009 13:34 erafontes disse. Show de bola. as consoantes se classificam em: BILABIAIS . Ex: /p/. Perfeito! adorei este blog. páginas com conteúdos iteligentes. nh. VELARES . Ex: acho. Muito bom este blog! 9 de m arço de 2011 14:27 Anônimo disse. alho... cara.blogspot. dado.Formadas pelo contato da ponta da língua com os alvéolos dos dentes incisivos superiores.. Ex: /n/. /r/ .. No primeiro caso. Ex: /k/. Para a resposta a esta enquete 10/18 Elizane disse. lh. no segundo. as seguintes gramáticas: Domingos Paschoal Cegalla Celso Cunha & Lindley Cintra Mas também utilizo outros autores como apoio para ver a tendência geral: Cilene da Cunha Pereira Renato Aquino Nilson Teixeira de Almeida 10 de de ze m bro de 2009 16:49 mar.. ou um obstáculo parcial. /z/..com.. Quanto a este ponto.html . /R/. responder a enquete. LABIODENTAIS (38% dos votos). Sendo assim.pato.br/2009/02/analise-sintatica.Formadas pelo contato dos lábios. Ex: /s/. LIGUODENTAIS .. acertou a enquete quem marcou a segunda opção...... ralo. CONSTRITIVAS.. balde.. Ex: /x/.Formadas entre o lábio inferior e os dentes incisivos superiores.. Adriano Kury? 10 de de ze m bro de 2009 04:18 Moisés disse. Ex: calo. obg Lana aki 22 de m arço de 2011 12:01 Rosane disse. Aqui. Sempre encontram ou um obstáculo total momentâneo.Formadas pela parte posterior da língua com o palato mole ou véu palatino. Precisamos de idéias como esta. Mas em que ponto existe a interrupção total ou parcial do ar? O ponto de articulação ou zona de articulação pode produzir-se em diversos lugares da cavidade bucal. /b/.Formadas pelo dorso da língua com o palato duro ou céu da boca. anho. mato. como base. /v/ . zinco. Ex: /f/. através da cavidade bucal.06/06/13 27 de abril de 2009 17:58 PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA ana disse. essa análise sintática segue qual gramático? Sr Bechara. Muito bom o blog. Acho q vou me dar bem na prova de portugues. PALATAIS .cinco. /d/ . /j/. cala. 20 de outubro de 2009 06:01 Anônimo disse. boa iniciativa.nada. parabéns. ta show exe blog me ajudou muito bgda 7 de m aio de 2009 11:59 Quanto ao modo de articulação Quanto ao ponto de articulação Quanto ao papel das cordas vocais Quanto ao papel das cavidades bucal e nasal As consoantes não encontram a passagem livre do ar. na hora da sua pronúncia. Olá. galo. vaca. ALVEOLARES . português é meio complicado.. parabéns Moises!!!! 11 de agosto de 2009 17:55 Anônimo disse... a intenção não é falar sobre todos os critérios e. talco. Celso Cunha.. /m/ . as consoantes dizem-se OCLUSIVAS.amaral disse... Rocha Lima.Formadas pela aproximação do pré-dorso da língua à face interna dos dentes incisivos superiores. Utilizo.

com acento) é substantivo que sempre aparece antecedido de um determinante: Desconheço o porquê de sua recusa. mestre. Parabéns Mesmo.. de está completa a aula de período simples.. Móises estas de parabéns!!! Adorei o blog 11 de de ze m bro de 2011 04:59 Anônimo disse. tinha algumas dúvidas quanto a análise sintática. idem a vc. /R/) entre gramáticos no que diz respeito a este tópico. 5 de junho de 2011 11:57 marcosladarense disse. por quê? Porque (junto. /z/..blogspot. Porquê (junto... Muito bem explicada a aula e o melhor. Moisés.. Vandra 23 de agosto de 2011 13:06 Anônimo disse. pois existem pequenas divergências (/s/.. 26 de de ze m bro de 2012 13:40 Moisés disse. 3316Nossa.. sem acento) é utilizado quando se trata de duas palavras: preposição por e pronome que.com. é disto que a internet precisa. Conteúdo de qualidade. que liga orações: Eu canto porque o instante existe..seu blog é muito bom e estou aprendendo umas dicas de português que iluminaram meus estudos. Uso dos porquês Por que (separado.html . fiquei com algumas dúvidas. é concursado? 16 de junho de 2011 20:42 foi seguida a linha da NOVA GRAMÁTICA DO PORTUGUÊS CONTEMPORÂNEO de Celso Cunha. Me formei a pouco em análise de sistemas. Desta forma. você está de parabéns Moisés. e pretendo passar num concurso da área. mas no final de frase ou pausa forte: Você sempre desconfiou de mim.. 11 de abril de 2013 15:22 portuguesnaveia. 16 de junho de 2011 20:56 Xica disse... moisés.. Parabéns e continue postando pois isso é muito bom. tens uma maneira clara e objetiva de repassar seu conhecimento. Procure por classificação das orações neste blog. Parabéns. sem acento) é uma conjunção.. Parabéns.mas na verdade estou em busca da aula completa de período composto..06/06/13 PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA Bem explicado. poderia me mandar teu email para resolve-lás? 8 de outubro de 2012 06:49 Laila Lais' disse. mas com esse blog maravilhoso tirei todas as minha dúvidas.. com acento) é utilizado quando também se trata de duas palavras. 21 de m arço de 2013 11:50 JJ disse.. 26 de de ze m bro de 2012 17:13 Mario disse. Obrigado por visitar meu blog.. O pronome pode ser: Relativo: Só eu sei as esquinas por que passei Interrogativo: Por que você está chorando? (Por qual motivo?) Por quê (separado... Temos que ter paciência. acertou a enquete quem marcou a primeira opção (25% dos votos): só eu sei as esquinas por que passei. Plural dos substantivos compostos Os dois elementos vão para o plural quando ocorrer: a) substantivo+substantivo redatores-chefes b) substantivo+adjetivo amores-perfeitos c) adjetivo+substantivo más-línguas d) numeral+substantivo segundas-feiras Varia apenas o segundo elemento quando houver: a) elementos unidos sem hífen os pontapés b) verbo+substantivo os guarda-chuvas 11/18 Moisés disse. Espero que você volte sempre. Ainda não sou concursado. consegui tirar várias dúvidas que não conseguia entender!!!Continue assim Moisés. mas na boca de ser chamado em alguns concursos.br/2009/02/analise-sintatica. Como disse a Ana luiza: que "achado" este blog. Meru caro Marcos. E vc. Sou um aluno do 8 ano e tenho prova de português amanhã.

Usa-se um só artigo e palavra para designar homem e mulher.. estudo e paciência são importantes. os fora-da-lei. Para sermos aprovados. nesta postagem.. Obrigado por todos os elogios que tenho recebido. 12 de abril de 2013 04:27 c) elemento invariável+palavra variável os alto-falantes d) palavras repetidas os reco-recos Varia apenas o primeiro elemento: a) quando existir substantivo+preposição+substanti vo as mulas-sem-cabeça b) quando o segundo elemento limita ou determina o primeiro os pombos-correio (A tendência moderna é pluralizar os dois elementos) Os dois elementos ficam invariáveis quando existir: a) verbo+advérbio os bota-fora b) verbo+substantivo plural os saca-rolhas Alguns casos especiais os bem-te-vis. o colega (masculino) a colega (feminino) Anônimo disse.. obrigada mesmo. que você seja recompensado por simplesmente querer ajudar o próximo! Continue sendo assim e você chegará ainda mais longe. já sou concursado. obrigada! 20 de m aio de 2013 17:31 Nair disse. Assim.Diferenciam o sexo com as palavras macho e fêmea. você hoje foi a minha salvação! Continue postando!! Adorei a forma que você explica. Quero dizer aqui que cada postagem é feita com muito carinho e dedicação.. Substantivos uniformes quanto ao gênero São substantivos que não variam para designar o sexo. Eles têm a seguinte classificação: Epicenos (desinativos de animais) ..06/06/13 PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA Moisés disse. os micos-leões-dourados. dizia que ainda não tinha sido chamado em concursos que me classifiquei. acertou a enquete quem votou na segunda opção: as mulas-sem-cabeça (50% dos votos)... mas.com. a paciência também é importante.html 12/18 . É sempre um prazer poder ajudar. 20 de m aio de 2013 19:04 Moisés disse. 21 de m aio de 2013 04:07 Postar um comentário Postagem mais recente Início Postagem mais antiga Assinar: Postar comentários (Atom) portuguesnaveia. o jacaré (macho) o jacaré (fêmea) Sobrecomuns (designativos de pessoas) . Fico muito feliz em saber que o conteúdo montado por mim e baseado em gramáticos e autores de livros sobre Português tem agradado vocês. os sem-terra. Obrigada por ter me ajudado viu! Valeu muito isso aqui pra mim. concurseiros.br/2009/02/analise-sintatica. os ponto-e-vírgulas. Em um comentário anterior meu. Por isso..blogspot. agora. a criança (pode se referir a menino ou menina) Comum de dois gêneros (designativos de pessoas) .. Mais uma vez. pensando na aprovação de todos.Usase um substantivo e diferencia-se o homem da mulher pela presença do artigo. Nossa muito obrigada Moisés... para que vocês nunca desistam! A fila anda. lembrem-se disso.

como mostrado acima. Se ele fizesse parte. porque pronunciamos / ãtigo/ e /escãdalo/. isto é um dígrafo. e sim. temos o dígrafo. Portanto. escute o som e verá que a resposta da enquete é amam (ãmãu) com 22% dos votos. e não.06/06/13 PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA Dito isso. letras. Uruguai (tritongo – semivogal + vogal + semivogal). o verbo teria que ser “catequesar”. saúde (hiato – vogais juntas em sílabas diferentes: saú-de). a resposta da enquete é “catequisar” (62% dos votos). Com isso. Portanto. A vogal e a semivogal são fonemas. grafa-se o verbo com izar. 1ª conjugação) paralisia – paralisar catálise – catalisar catequese – catequizar (aqui. ó.com. existe o dígrafo. Observe que as outras não têm ditongo: quilo (kilo). ê. acertou a enquete quem marcou criança (55% dos votos). Assim: análise – analisar (AR é a terminação do verbo. Nas outras alternativas. isar ou izar? Usa-se isar quando os radicais dos nomes correspondentes terminam com S. em uma palavra. Se o radical não tiver S.blogspot. Assim.br/2009/02/analise-sintatica. Dígrafo Quando duas letras formam um só fonema. Nas outras alternativas. i. Ditongo É o encontro de uma vogal com uma semivogal na mesma sílaba ou vice-versa. A diferença é que as vogais são fonemas sonoros (a. Em escândalo. os radicais dos nomes correspondentes terminam em S e seus verbos são grafados também com a mesma letra. se escrevemos duas letras e só percebemos um som. é. que o s não faz parte do radical. mas não é por causa do sc. IZAR é sufixo) Observe. u) que têm passagem livre pela boca e as semivogais são os fonemas /i/ e /u/ átonos que se unem à vogal fomando uma só sílaba. a enquete sobre dígrafo tinha 2 respostas: Antigo (37% dos votos) e escândalo (18% dos votos).html 13/18 . no último exemplo. portuguesnaveia. ô. do ân (ã).

megalon) é um radical de origem grega que significa grande e escreve-se sempre junto de outras palavras. Segundo. A loteria da Caixa da enquete é escrita dessa forma. é vamos em boa hora.com.blogspot. A pergunta que fica é: quem marcou escândalo. Você não sabe BULUFAS!! portuguesnaveia. também pode ser escrito BULHUFAS. É. Portanto. sim. Por que não é chuva? Primeiro.br/2009/02/analise-sintatica. temos de resumir as palavras é incrível!! Bó. Não é pela consoante que se escreve. popularmente. falamos /xuva/. não? Pode rir: eu deixo. depois "bora" e agora "bó". No segundo.06/06/13 PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA (pedra e tórax) temos encontros consonantais. Observe que no primeiro caso ouvimos o C e o S. a junção de fonemas consonânticos na mesma palavra. Com o tempo. só ouvimos o X. para "vombora".. Segundo o VOLP. Impressionante. Bulufas é um pronome indefinido que significa NADA. BULUFAS!!! Há palavras que ouvimos e não sabemos se realmente existem na língua culta. tornou-se vamos embora. etc.. mas nós queríamos mais e reduzimos.html 14/18 . Mega (megas. Portanto.. É pela que se fala. o quê? Megassena. a resposta da enquete (28% dos votos) que foi exibida neste blog é TÁXI. nordestinos. por exemplo. Até aqui. ao se pronunciar chuva. Bó. ao se pronunciar táxi. marcou por quê? :) Encontro Consonantal Encontro Consonantal não é a junção de duas consoantes na mesma palavra. falamos /tacsi/.. Mega. escreva: Megassena Megapromoção Megaempresa Megacéfalo Megainvestidor. Apenas 11% das pessoas que votaram acertaram a enquete. linguagem culta.??? A capacidade que nós. Uma delas é BULUFAS.

br/2009/02/analise-sintatica. portuguesnaveia. fazer alusão. mencionar." As duas construções podem ser usadas tendo sentidos diferentes: Há dias em que Jailton trabalha.) Nas duas construções. Aludir significa referir-se. o verbo haver é impessoal. surpresa. Sabe quem eu encontrei? (não esperava encontrar) Encontrar-se com alguém = idéia de encontro marcado Sabe com quem eu me encontrei? (marquei hora) Aludir x Anuir São verbos pouco utilizados e não devem ser confundidos. Enfim significa finalmente: Enfim. sós. dar anuência. ou seja. (Haver está no sentido de existir e em que tem sentido seletivo." x "Há dias que.blogspot.. "Em fim" ou Enfim? Em fim significa no fim: Em fim de frase. começou a trabalhar e não parou mais.com. assentir.06/06/13 PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA Formas variantes Na ortografia. Anuir significa consentir. utilize o ponto final.. Algumas delas são citadas aqui: aluguel ou aluguer bêbado ou bêbedo flecha ou frecha neblina ou nebrina registrar ou registar "Há dias em que. existem palavras que podem ter uma pequena variação na sua escrita sem perder o seu significado.html 15/18 .. (Haver no sentido de fazer: Faz dias que Jailton trabalha. Dois verbos transitivos indiretos que regem a preposição a e rejeitam o pronome lhe. Há dias que Jailton trabalha. Encontrar alguém ou encontrar-se com alguém? Encontrar alguém = fato acidental. Isso significa que existem dias em que ele trabalha e existem dias em que ele não trabalha). Emergência ou Urgência? EMERGÊNCIA: Utilizada mais como ocorrência de perigo..

Se colocarmos a frase na ordem direta.blogspot.com.br/2009/02/analise-sintatica. sonha com alguma coisa. Aqui.academia. pois quem sonha. URGÊNCIA: Utilizada no sentido de pressa. Serviço hospitalar para o qual são encaminhados os feridos e pacientes que necessitam de tratamento imediato. Portanto. O termo destacado refere-se a uma locução adverbial feminina e deve vir com crase: Matenha-se à portuguesnaveia. havia a seguinte frase: "Matenha-se a direita". Há ou a? Use há para tempo passado: O casal morreu há onze anos. a regência do verbo sonhar foi empregada incorretamente.html 16/18 . Estada ou estadia? Use estada para permanência de pessoas: Minha estada em Gramado foi ótima! Use estadia para permanência de veículos: A estadia do navio será de três dias em Salvador. Ex: Isto é uma emergência: balearam o dono do bar. perceberemos a regência correta deste verbo: Você sempre sonhou com tudo.br/ Frases erradas na mídia Frase VII Na entrada de um condomínio. VOLP Quer saber se uma palavra existe na Língua Portuguesa? Consulte o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP). encontrei uma placa que dizia: "Tudo que você sempre sonhou". Acesse: http://www. Frase VI Numa placa de trânsito.06/06/13 PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA Situação que necessita de uma intervenção médica ou cirúrgica imediata. Ex: Preciso do relatório com urgência. a empresa terá muitos clientes. Use a para tempo futuro: Daqui a um ano. a frase deveria estar escrita assim: Tudo com que você sempre sonhou.org.

A frase é: Bem vindo ao maior shopping de automóveis do estado. A frase é: FURACÃO. Frase IV Nesta frase. o jornal de toda CALIFÓRNIA. Esta frase está errada porque o sujeito (a entrada) vem determinado pelo artigo feminino a. ou seja. o certo seria dizer: FURACÃO. escreva: bem-vindo bem-amado bem-nascido bem-feito bem-aventurado (para não se ler bem-maventurado) Frase III A frase é: É proibido a entrada de vendedores ambulantes. Assim. Foi levado à força.blogspot. Chamaremos o jornal de "FURACÃO" e o estado de "CALIFÓRNIA". Outros exemplos: Saiu às pressas. A presença do artigo. Frase V Numa placa de determinada cidade está escrito: Acesso a Base Aérea. Nela.html 17/18 . o predicativo fica no masculino: É proibido entrada de vendedores ambulantes.06/06/13 PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA direita. o jornal de toda A CALIFÓRNIA. portanto a frase certa deve ser: Acesso à Base Aérea. Se a frase não vier determinada pelo artigo.br/2009/02/analise-sintatica. A palavra acesso rege a preposição a (regência nominal) e a palavra base é feminina e aceita o artigo a (a+a=à). depois do pronome indefinido TODA. a palavra bem faz a função de prefixo e deve ser escrita sempre com hífen antes de outras que têm vida autônoma e quando a pronuncia o exigir.com. dá a portuguesnaveia. e o seu predicativo deve concordar com ele. Frase II Neste tópico. a concordância se faz com o fato que se tem em mente. considerando que o estado é único. Sendo assim. o certo seria dizer: É proibida a entrada de vendedores ambulantes. iremos omitir o nome do estado para tentar preservar o estabelecimento que a divulgou. Bem. pouparemos o nome do jornal e o estado a que ele se referiu.

a idéia seria de QUALQUER. não cabe dizer a frase sem ele. Não me apaixonei pela varanda. pois não se usa próclise em início de frase.blogspot.06/06/13 PORTUGUÊS NA VEIA: ANÁLISE SINTÁTICA idéia de INTEIRO. o certo seria: Apaixonei-me pela varanda. CADA. Agora. por exemplo. caso haja. Veja Áureo Augusto Profissão: concurseiro eXPlorador Blog do Zeca Camargo Bit . Frase I A frase "Me apaixonei pela varanda. na frase. Portanto.html).html 18/18 .br/2009/02/analise-sintatica.Portal de serviços em informática *** portuguesnaveia.com." está incorreta. com/2008/07/colocaopronominal. PRÓCLISE: Colocação dos pronomes pessoais oblíquos átonos antes do verbo (http://portuguesnaveia. a próclise será obrigatória. Sem o artigo. mas como o estado é único. ou seja.blogspot. advérbio anteposto ao verbo. A CALIFÓRNIA INTEIRA.