You are on page 1of 4

LISTA DE EXERCÍCIOS – Equilíbrio Químico – Química Geral II Prof. Dr.

Sergio Antonio Marques de Lima  pH e pOH

1) O estômago produz suco gástrico constituído de ácido clorídrico, muco, enzimas e sais. O valor de pH no interior do estômago deriva, principalmente, do ácido clorídrico presente. Sendo o ácido + clorídrico um ácido forte, a sua ionização é total em meio aquoso, e a concentração de H em quantidade de matéria nesse meio será a mesma do ácido de origem. Assim, qual o pH de uma solução aquosa de ácido clorídrico em concentração 0,01 mol L/l? (Resp.: 2)

2) Considere duas soluções aquosas A e B de mesmo volume e de pH 3,0 e 5,0 respectivamente. Analise as afirmações a seguir: (Resp.: b) I. A solução A é ácida. II. A solução B é básica. III. A mistura de A com B é ácida. São afirmativas CORRETAS: a) I e II apenas. b) I e III apenas. c) II e III apenas. d) I, II e III.

3) Na China, cientistas descobriram que tempestades de areia podem mudar o pH da água da chuva de 2,0 para 4,0, graças à presença de carbonatos em pó na areia que circula nessas tempestades. Nesse caso, a concentração hidrogeniônica na água da chuva passa a ser quantas vezes menor? (Resp.: 100 vezes)

4) De acordo com o Princípio de Le Chatelier, quando um sistema em equilíbrio sofre alguma modificação em parâmetros, como pressão, temperatura ou concentração, as proporções de reagentes e produtos se ajustam, de maneira a minimizar o efeito da alteração. Considerando essa reação em equilíbrio, responda: 2H2(g) + O2(g) → 2H2O(g) + calor a) Calcule a constante de equilíbrio para a reação quando a pressão parcial de H 2 for 1 atm, pressão parcial de O2 for 1 atm e a pressão parcial de H2O for 0,5 atm. (Resp.: K=0,25) b) Se adicionarmos 0,15 mol de H2 e 0,7 mol de O2 a um recipiente de 0,50 L e deixarmos mistura atingir o equilíbrio a 25 °C, observamos que 50 % do H 2 foi consumido. Qual é -1 composição final dessa mistura em mol L ? (Resp.: [H2] = 0,15 mol/L; [O2] = 1,33 mol/L; [H2O] 0,15 mol/L.) a a a =

5) Na atmosfera, uma das reações que inicia a produção da chuva ácida, objeto de preocupação de ambientalistas, é 2SO2(g) + O2(g) → 2SO3(g), ∆H < 0 Podemos afirmar, corretamente, que: a) Se as pressões parciais de SO2(g) e SO3(g) forem iguais em um determinado estado de equilíbrio, o valor numérico da pressão parcial de O2(g) é igual ao valor numérico de Kp. b) Diminuindo a temperatura do sistema em equilíbrio, sem alteração de volume, a concentração de SO3(g) aumenta até ser atingido um novo estado de equilíbrio. c) Aumentando a pressão sobre o sistema, sem variação de temperatura, a quantidade de SO 3(g) diminui até ser atingido um novo estado de equilíbrio. d) Adicionando-se um catalisador ao sistema em equilíbrio, sem alteração de temperatura, a concentração de SO3(g) diminui até ser atingido um novo estado de equilíbrio.

031 em 500 K. (b) Se 2. obterá uma solução colorida. Qual será o pH da solução que se obtém ao ser feita a dissolução de 5. (a) Se a pressão parcial de CO2 aumenta.0 x 10 e Kc = 1.1 x 10 mbar. 7) O conceito de pH foi introduzido na química pelo químico dinamarquês Soren Peter Lauritz Sorensen. em vez do cloro.0 x 10 mol. Se nenhuma mudança ocorrer.: 13.6 g de KOH em um litro de água? (Resp.2 x 10 . qual é a concentração de -1 Br2 no equilíbrio? (Resp. (c) aumenta. (d) não se altera) 6) Determine se os reagentes ou produtos são favorecidos pelo aumento da pressão total (resultado da compressão) em cada um dos seguintes equilíbrios. Os solos calcários são básicos. Se a -1 -1 composição de equilíbrio é 0. e os solos arenosos são ácidos ou neutros.0)  Gases 1) Escreva a expressão do equilíbrio Kc para cada uma das seguintes reações: a) CO (g) + Cl2 (g) ↔ COCl (g) + Cl (g) b) H2 (g) + Br2 (g) ↔ 2HBr (g) c) 2H2S (g) + 3O2 (g) ↔ 2SO2 (g) + 2H2O (g) 2) A constante de equilíbrio da reação Br2 (g) + Cl2 (g) ↔ BrCl (g) é Kc = 0. 10 10 qual é a composição da mistura no equilíbrio? Dados: em 500 K. (b) suco de limão.1 x 10 mol.0 mmol Cl2 (g) foi selada em um balão de 2.2 x 10 mol. o que acontece com a pressão parcial de H2? (d) Se a concentração de H2O diminui. em 1000 k.2 x 10 . Calcular a composição da mistura no equilíbrio. Se você fizer uma extração das flores de hortênsias em álcool.: 1. [F2] = 8 x 10 4 -1 mol. qual seria sua composição de equilíbrio em 1000 K? (c) Use os resultados das partes (a) e (b) para determinar qual o mais estável em relação a seus átomos.(Resp.4 mol. o que acontece com a pressão parcial de H2? (b) Se a pressão parcial de CO diminui.3 x 10 -5 (Resp.: [Br2] = [H2] = 1. (a) 2O3 (g) ↔ 3O2 (g) (b) H2O (g) + C (s) ↔ H2 (g) + CO (g) (c) 4NH3 (g) + 5O2 (g) ↔ 4NO (g) + 6H2O (g) (d) 2HD (g) ↔ H2 (g) + D2 (g) (e) Cl2 (g) ↔ 2Cl (g) .: (a) diminui.3 x 10 e Kc = 1.: (a) [Cl] = 1.L de Cl2 e 0.2 mbar) 4) (a) Uma amostra de 2.0 mmol de F2 fosse colocado dentro do recipiente de reação. para facilitar a caracterização da acidez de uma substância.L .0 L e aquecida a 1000 K para um estudo de sua dissociação em átomos de Cl. (b) R. o que acontece com a pressão parcial de CO2? (c) Se a concentração de CO aumenta.145 mol.0 x 10 e Kc = 1. (c) cloro) 5) Examine o equilíbrio CO (g) + H2O (g) ↔ CO2 (g) + H2 (g).L ) 3) A pressão inicial de HBr (g) em um balão é 1. K = 1. (b) [F] = 3. Hortênsias plantadas em solo de pH inferior a 7 são rosas. para F2 K = 1. (b) diminui.2 mbar. Dados: em 1000 -2 -4 -5 -7 K. Que cor terá essa solução se você colocá-la em contato com (a) vinagre. em 1909.L . (c) A).: b) 6) Os solos argilosos são neutros ou levemente ácidos.: (a)R. explique o porquê. (a) Se o recipiente é aquecido até 500 K.L de BrCl. Cl2 ou F2. o que acontece com a constante de equilíbrio da reação? (Resp. (c) água com sabão? (Resp. [HBr] = 1. -5 -1 -3 -1 -4 -1 (Resp.L . e em pH superior a 7 são azuis. para Cl2 K = 1. [Cl2] = 1.495 mol.L .

e -4 atingem o equilíbrio NH4HS (s) ↔ NH3 (g) + H2S (g). -3 (Resp.00 L? (Resp. a pressão do sistema deverá ser aumentada ou diminuída?  Soluções 1) Faça o balanceamento e descreva a constante de equilíbrio para: + 2(a) Ag2S (s) ↔ Ag (aq) + S (aq) (b) P4 (s) + O2 (g) ↔ P4O10 (s) (c) N2 (g) + H2 (g) ↔ NH3 (g) (d) S (g) + O2 (g) ↔ SO3 (g) 2) Calcule a concentração de íon fluoreto e o pH de uma solução de 0. para o qual Kc = 1.43 x 10 1. que foram coletados em 460°C e que são as concentrações molares de equilíbrio. (a) A 800ºC a constante de equilíbrio dessa reação é Keq = 14.14 atm.6 x 10 .7 x 10 . o vapor passado sobre o coque (uma forma de carbono obtida a partir do carvão) quente reage para formar CO e H 2: C(s) + H2O(g) ↔ CO(g) + H2(g). as concentrações de equilíbrio dos produtos será maior.9 para os casos 2 e3) 8) NH4HS sólido e 0.43 x 10 0.95 atm) -21 (c) A 25°C o valor de Keq para essa reação é 1.(Resp.0169 -3 -3 1.L-1) [I2] (mol.20 M de HF e 0.67 atm) (b) Qual é a pressão total no recipiente no equilíbrio? (Resp.L-1) determinar a constante -3 -3 Kc da reação: 6.100 mol de água em um recipiente de 1.8 x 10 .0100 (Resp. PH2O = 2.200 mol. Dados: Ka (HF) = 6.0 L. (c) Se a reação começa com concentrações maiores de reagentes. 3.4 x 10 M de fluoreto) 3) Verifique se as seguintes afirmações estão certas ou erradas. explique porquê. do monóxido de carbono e do gás hidrogênio na mistura em equilíbrio a esta temperatura se começamos com carbono sólido e 0. (e) reagentes) 7) Use os seguintes dados.L .: (a) reagentes.47 x 10 0.: Kc = 48. [H2S] = 8 x 10 mol.0137 -3 -3 H + I ↔ 2HI 2 (g) 2 (g) (g). em 24°C.10 M de -4 HCl. ácido forte. para [H2] (mol.HCl. Quais as pressões parciais de equilíbrio da água.52 x 10 0. .: 14. (b) Uma reação em equilíbrio não é afetada pelo aumento da concentração de produtos. A reação é exotérmica ou endotérmica? (d) Para produzir a quantidade máxima de CO e H2 no equilíbrio.L ) 9) A temperaturas próximas de 800°C. (a) Uma reação pára quando atinge o equilíbrio. A mistura de gases resultantes é um importante combustível industrial chamado gás d´água.1.8 para o caso 1 e 48.: 1. (c) reagentes. (d) Se a reação começa com maior pressão dos reagentes. a constante de equilíbrio será maior. Se estiverem erradas.594 x 10 0.L-1) [HI] (mol.84 x 10 1. (b) reagentes. PCO = PH2 = 6.: [NH3] = 0.400 mol de NH3 (g) são colocados dentro de um balão de 2. (d) não há alteração. Quais são as -1 -4 -1 concentrações de NH3 e H2S no equilíbrio? (Resp.

calcule a solubilidade molar deste hidróxido. (Resp. 1.021 mol.012) 2) Encontre as concentrações iniciais dos ácidos ou bases fracos em cada uma das seguintes soluções em água: (a) uma solução de HClO com pH = 4. pKa2 = 1. Supondo que Mg(OH)2 dissocia-se completamente em 2+ água e que não existem outros equilíbrios simultâneos envolvendo os íons Mg ou OH na -12 solução.9 x 10 ) -2 -5 -1 4) A molaridade de CrO4 em uma solução saturada de Tl2CrO4 é 6. calcule Kps para este composto. 8. (c) falso. (b) falso. H3PO3.: [Mg ] = mol. H2SeO4 .01. NH2NH2. (b) 1.3 x 10 .17.8 x 10 .3 x 10 mol. (d) 0. (b) 0.8 x 10 mol.015 mol. Qual é o Kps de Tl2CrO4? -2 (Resp.: (a) 7.L -3 -1 (d) MgF2.: (a) 0. (b) uma solução de hidrazina. +2 -1 (Resp. H3PO4. pois no exercício anterior os cálculos foram feitos a partir de várias aproximações.L . (d) verdadeiro)  Ácidos e Bases fracos 1) Dê os valores de Ka dos seguintes ácidos: (a) ácido fosfórico. conhecidas as suas solubilidades molares: -7 -1 (a) AgBr. pKa1 = 2.(Resp.5 x 10 .2 x 10 mol. 0. (b) 0.L .6 x 10 ) 2) O valor real do Kps para Mg(OH)2 é 1.L -7 -1 (b) PbCrO4.: 1.7 x 10 .11 mol.00 (c) ácido selenoso.20. (c) 5. -1 -1 (Resp.7 x 10 .L ) -11 3) Determine o Kps das seguintes substâncias pouco solúveis.0 x 10 ) . (c) 3.L )  Produto de Solubilidade 1) Uma solução saturada de Mg(OH)2 em contato com o sólido não dissolvido é preparada a 25°C. 1. pKa1 = 2.L -13 -14 -3 -9 (Resp. (d) 6.: (a) 7.46 (d) íons hidrogenosselenato. Utilizando então o valor real de Kps.92 -3 -3 (Resp. pKa1 = 2.: (a) falso.60.L -1 (c) Ba(OH)2. com pH = 10.12 (b) ácido fosforoso.: 1. Encontra-se que o pH da solução é 10. H2SeO3.6 x 10 .3 x 10 mol.