You are on page 1of 21

ANHANGUERA EDUCACIONAL LTDA

MANUAL DE APLICAÇÃO DAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (ATPS) - 2012/01 5ª EDIÇÃO

Vice-Presidente Acadêmico Ana Maria Sousa Diretora de Planejamento e Organização Pedagógica Cleide Marly Nebias Diretora Adjunta de Inovação e Engenharia Pedagógica Alessandra Cristina Fahl Gestão do Projeto Emanuela de Oliveira Fábio Cavarsan Edição / Ilustração Flávia Passarelli Lopes Redação Daniela Vitor Ferreira Denise Lourenço Emanuela de Oliveira Fábio Cavarsan Luciene Maria Garbuio Revisão Textual Daniela Vitor Ferreira

Valinhos 2011

Manual do Professor da Disciplina

LISTA DE FIGURAS

Figura 1: Modelo de ATPS..................................................................................................12

Anhanguera Educacional

Manual do Professor da Disciplina

SUMÁRIO

1 FUNDAMENTAÇÃO PEDAGÓGICA DAS ATPS................................................................6 2 OBJETIVOS DAS ATPS.....................................................................................................8 3 DIRETRIZES PARA APLICAÇÃO DAS ATPS....................................................................8 3.1 Como dar Início à Proposta.............................................................................................9 3.2 Como Acompanhar o Desenvolvimento..........................................................................9 4 ROTEIRO DE ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR............................................................10 5 COMPOSIÇÃO DE NOTAS E CÔMPUTO DE FREQUÊNCIA........................................10 5.1 Nota...............................................................................................................................10 5.2 Frequência.....................................................................................................................11 5.3 Como Finalizar o Ciclo de Produção do Conhecimento..................................................11 6 EXEMPLO DE APLICAÇÃO.............................................................................................11 6.1 Competência e habilidades...........................................................................................13 6.2 Desafio..........................................................................................................................13 6.3 Elaboração da Etapa 1..................................................................................................14 6.3.1 Passos........................................................................................................................14 6.4 Elaboração da Etapa 2..................................................................................................15 6.4.1 Passos........................................................................................................................16 6.5 Elaboração da Etapa 3..................................................................................................17 6.5.1 Passos........................................................................................................................17 6.6 Elaboração da Etapa 4..................................................................................................18 6.6.1 Passos........................................................................................................................19 7 CONTATO FACILITADOR DO TRABALHO......................................................................19 8 GLOSSÁRIO....................................................................................................................20

Anhanguera Educacional

APRESENTAÇÃO

Caro(a) Professor(a),

Elaboramos este Manual como contribuição ao relevante trabalho que você desenvolverá como supervisor de Atividades Práticas Supervisionadas (ATPS). Nosso objetivo é apresentar as diretrizes de aplicação e utilização do material didático produzido para a metodologia das ATPS. Sempre que identificarmos novas necessidades, esclarecimentos úteis ou ideias que contribuam para o aperfeiçoamento da aplicação das ATPS, uma nova versão do Manual será editada. Solicitamos a sua colaboração para propor melhorias à ATPS que irá aplicar em sua disciplina. Nas próximas páginas você encontrará os seguintes tópicos: - Fundamentação pedagógica - Objetivos - Diretrizes de aplicação em sala de aula - Roteiro de Atribuições do Professor - Composição de Nota e cômputo de frequência - Exemplo de Aplicação - Contato facilitador do trabalho - Glossário de Siglas Este documento apresenta a fundamentação pedagógica e as diretrizes para a aplicação das Atividades Práticas Supervisionadas (ATPS) no 2º Semestre de 2011, em uma versão de utilização exclusiva do professor da disciplina.

Desejamos um bom trabalho com excelentes resultados.

Diretoria Adjunta de Inovação e Engenharia Pedagógica

Manual do Professor da Disciplina

6

1 FUNDAMENTAÇÃO PEDAGÓGICA DAS ATPS

Sobre o conceito das Atividades Práticas Supervisionadas, pode-se dizer que são atividades organizadas na forma de desafios com o objetivo de desenvolver as competências e habilidades previstas no perfil do profissional egresso de cada curso. Um dos modelos pedagógicos adotados nos cursos de graduação das IES da Anhanguera Educacional apresenta, na matriz curricular, carga horária reservada às Atividades Práticas Supervisionadas – ATPS, como componente de algumas disciplinas. Devemos esclarecer a você, professor da disciplina de ATPS, que estas atividades foram planejadas e elaboradas para promover a autonomia intelectual do estudante, estimular o trabalho em grupo e desenvolver habilidades cognitivas em relação aos conteúdos das disciplinas. Estão entre as habilidades cognitivas mais esperadas como resultado da aplicação das ATPS: análises e sínteses que promovam a busca correta de informações; questionamentos; leituras dirigidas e produção de textos; raciocínio crítico, argumentativo, dedutivo e indutivo; aquisição de novos conceitos e revisão de antigas abordagens e solução de problemas, dentre inúmeras outras possibilidades para situações bastante específicas encontradas em diversas disciplinas. Trabalhando com este enfoque, as ATPS contemplam as competências1 propostas nas Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação (DCN) ao mesmo tempo em que atendem competências e habilidades específicas, apontadas por projetos pedagógicos institucionais e por decorrentes projetos pedagógicos de cursos. Todos esses documentos evidenciam, dentre outros aspectos, as características prioritárias do perfil dos egressos dos cursos de graduação e fornecem indicadores indispensáveis à modelação de cursos com qualidade. Na Anhanguera Educacional, trabalhamos com o intuito de preparar os profissionais para um mercado de trabalho em constante mudança, que exige das pessoas mais do que habilidades técnicas; requer seres humanos com a capacidade de saber aprender, de saber pensar, de saber conviver e de saber ser.
1 Competências: “Combinações de Conhecimentos, Habilidades e Atitudes, expressas pelo desempenho profissional em um contexto organizacional e que agregam valor às pessoas e organizações.” Conforme definição de FREITAS, I.A; BRANDÃO, H.P, Trilhas de aprendizagem como estratégia para desenvolvimento de competências [Resumo]. In: Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração (Org.), XXIX Encontro da Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração, 2005.

Anhanguera Educacional

Manual do Professor da Disciplina

7

Obviamente, as ATPS são uma das diversas formas para desenvolver as competências previstas para cada curso. Entretanto, essa opção se justifica na medida em que as Atividades Práticas Supervisionadas trabalham visando a articulação entre o conhecimento e a experiência, evitando propor um modelo de assimilação de conteúdos embasado unicamente na leitura dos textos dos livros. As ATPS ocorrem no horário regular do curso, mais precisamente na quarta aula. Neste momento do desenvolvimento da disciplina o aluno fará uso do material produzido e programado para as Atividades Práticas Supervisionadas, que podem ocorrer em diferentes ambientes de aprendizagem, tanto na instituição de ensino (sala de aula, laboratórios, biblioteca, salas de estudo em grupo) quanto em outros espaços de formação fora do espaço educacional formal. O conteúdo das ATPS foi produzido em forma de um desafio pedagógico a ser solucionado pelo aluno ao longo do semestre letivo, por meio de etapas previamente planejadas e correspondentes aos temas de aula previstos no PEA (Plano de Ensino e Aprendizagem). Este desafio é uma situação-problema com o objetivo de desenvolver as competências e habilidades propostas para a sua disciplina. Na elaboração das ATPS foram consideradas as características dos alunos que frequentam o ensino superior - adultos, que de acordo com Cavalcanti (1997)2: a) Precisam ver a utilidade e a aplicabilidade do que aprendem. b) Acumulam experiências de vida que devem ser aproveitadas para o seu aprendizado. c) Retém 75% daquilo que ouvem, veem e fazem/praticam. Se puderem utilizar imediatamente o que aprendem, a retenção será potencializada em 95%. d) Preferem aprender para resolver problemas e desafios. e) Comparam o novo conhecimento com aquilo que já sabem, construindo novos conhecimentos. f) Seus interesses pelo aprendizado se direcionam para o desenvolvimento das habilidades aplicáveis no seu papel social, na sua profissão. É orientado por estas premissas que você, professor da disciplina, trabalhará na aplicação das ATPS, orientando atividades que estimulam a corresponsabilidade do aluno no processo de aprendizagem.
2 CAVALCANTI, Roberto Albuquerque. Andragogia: A Aprendizagem nos Adultos. Disponível em: http://www.rau-tu. unicamp.br/nou-rau/ead/document/?view=2>. Acesso em: 28 de jun. 2010.

Anhanguera Educacional

Manual do Professor da Disciplina

8

Contamos com seu apoio para explicar, logo nas primeiras semanas de aula, essa fundamentação aos seus alunos e garantir o sucesso desta nova proposta que entrou em vigor no primeiro semestre letivo de 2010 e, desde então, vem sendo qualitativamente aprimorada. Para 2012 novamente é fundamental seu empenho e comprometimento para que esta prática pedagógica seja cada vez mais bem sucedida.

2 OBJETIVOS DAS ATPS

Iniciamos expondo o percurso de desenvolvimento das Atividades Práticas Supervisionadas e, em linhas gerais, explicitamos as intenções pedagógicas que alicerçam essa proposta. Sabemos que autonomia e independência são elementos que diferenciam a educação de adultos e que o processo de aprendizagem que buscamos está diretamente relacionado à disposição que o aluno deve ter para aprender e também à significância que o material didático deve representar para ele. Pensando assim, estão entre os principais objetivos das ATPS:

- Estimular a corresponsabilidade do aluno pelo seu aprendizado eficiente e eficaz. - Promover o estudo, a convivência e o trabalho em grupo. - Aplicar as teorias e os conceitos na solução de problemas relativos à profissão. - Direcionar o estudante para a emancipação intelectual. - Oferecer diferentes ambientes de aprendizagem.

3 DIRETRIZES PARA APLICAÇÃO DAS ATPS

Em diversos momentos, do planejamento à finalização do material, tivemos plena consciência da importância de seu trabalho como professor-facilitador destas atividades e tentamos equilibrar a quantidade da produção que será gerada pelos alunos levando em consideração a carga horária atribuída ao seu trabalho. Sua tarefa divide-se, basicamente, em três etapas: como dar início à proposta, como acompanhar o desenvolvimento das ATPS, orientando os alunos e corrigindo os desafios pedagógicos e como finalizar o ciclo de construção do conhecimento.
Anhanguera Educacional

Manual do Professor da Disciplina

9

3.1 Como dar Início à Proposta Para iniciar, sugerimos a atenta leitura da ATPS de sua disciplina. Analise qual será a melhor maneira de preparar suas aulas, tendo em vista o desenvolvimento do desafio pedagógico que os alunos precisarão desenvolver durante todo o semestre. Se houver dúvida sobre o conteúdo dos desafios pedagógicos, imediatamente entre em contato com a supervisão do projeto pelo e-mail: emanuela.oliveira@aesapar.com ou fabio.cavarsan@aesapar.com . O passo seguinte será, então, postar a ATPS na sala virtual da sua disciplina para que os alunos acessem e baixem os arquivos.

3.2 Como Acompanhar o Desenvolvimento Planeje os encontros e informe aos estudantes, no primeiro dia de aula da disciplina, para que possam programar entregas parciais das etapas das ATPS e contar com sua orientação no desenvolvimento do trabalho. Nas outras duas aulas que você não estará presente, incentive a autonomia de aprendizagem em seus estudantes e forneça as orientações necessárias à resolução das etapas que devem ser solucionadas no dia. É bastante desejável e necessário que você apresente as ATPS aos seus estudantes, na primeira aula da disciplina, para que eles saibam que estão diante de uma atividade semestral, que deve ser desempenhada com seriedade e afinco. Feito isso, você passará a acompanhar as etapas de desenvolvimento do desafio principal. É de sua total responsabilidade garantir o encaminhamento da proposta a partir do momento em que possuir as ATPS em mãos. Para facilitar, siga o roteiro de atribuições do professor que direciona aos corretos procedimentos de trabalho.

Anhanguera Educacional

Manual do Professor da Disciplina

10

4 ROTEIRO DE ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR - Leia a ATPS, disponibilizada pelo coordenador de curso, para planejar suas aulas. - Disponibilize a ATPS para seus alunos na sala virtual de sua disciplina. - Conduza a sua aula de forma que o estudante tenha instrumentos para resolver as etapas propostas para a realização do desafio. - O professor deverá permanecer na quarta aula, a fim de orientar os seus estudantes na resolução das atividades. Defina um calendário de orientação e disponibilize-o para a turma. - Nos outros dois dias em que você não estará presente, oriente os estudantes à utilização do 4º horário da disciplina para resolver as etapas do desafio que devem ser solucionadas no dia. - Defina e informe claramente as etapas que comporão a nota de cada um dos bimestres e combine, com antecedência, as datas de entrega. - Acompanhe a resolução das etapas do Desafio. - Receba e corrija as atividades que comporão a nota. - Oriente os estudantes para solucionar as principais dúvidas durante a execução das etapas. - Informe aos estudantes sobre o desempenho de cada uma das etapas que foram entregues.

5 COMPOSIÇÃO DE NOTAS E CÔMPUTO DE FREQUÊNCIA 5.1 Nota Escolha uma ou mais etapas do desafio para compor 20% da nota do primeiro bimestre e informe aos estudantes, com antecedência, quais são estas etapas e quando devem ser entregues. No segundo bimestre, avalie a resolução total do desafio para compor 30% da nota, a maioria dos desafios foram elaborados para que a entrega final seja resultado de um trabalho em equipe. O lançamento das notas finais de cada bimestre será feito pelo professor, via área restrita em ata oficial.

Anhanguera Educacional

Manual do Professor da Disciplina

11

5.2 Frequência O DCA deve gerar a lista de frequência para cada dia letivo para convalidar os quatro períodos de aula, incluindo o momento de supervisão da ATPS.

5.3 Como Finalizar o Ciclo de Produção do Conhecimento Na Avaliação Institucional (PAI), você será convidado a avaliar a qualidade da ATPS disponibilizada para sua disciplina e apresentar suas sugestões de melhorias. Fica, desde já, o convite para você se candidatar a professor-autor de futuras edições desta ou de novas disciplinas.

6 EXEMPLO DE APLICAÇÃO

Observe um exemplo de ATPS e de como o professor poderia aplicá-la. A seleção das etapas que serão trabalhadas em cada encontro pode variar de acordo com o desenvolvimento das aulas, das características dos alunos, das dificuldades da turma, etc.

Anhanguera Educacional

Manual do Professor da Disciplina

12

Figura 1: Modelo de ATPS Anhanguera Educacional

Manual do Professor da Disciplina

13

6.1 Competência e habilidades Ao concluir as etapas propostas neste desafio, você terá desenvolvido as competências e habilidades descritas a seguir. - Executar e orientar o trabalho de criação e de produção de campanhas de propaganda em veículos impressos, eletrônicos e digitais. - Dominar linguagens e competências estéticas e técnicas para criar, orientar e julgar materiais de comunicação pertinentes a suas atividades. Competência e habilidades - foram retiradas das Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN), aparecem em todas as ATPS e variam de acordo com o curso.

6.2 Desafio Os estudantes devem se dividir em grupos, de 7 a 10 integrantes, para produzir um comercial televisivo de 15 a 30 segundos de duração. O produto ou serviço anunciado fica a critério do grupo, podendo ser real ou fictício. Cada grupo precisará contar necessariamente com um diretor, um diretor de produção, um diretor de fotografia, um assistente para o diretor de fotografia, um diretor de arte, um editor e um roteirista. Caso o grupo tenha menos que 10 integrantes, um mesmo membro pode exercer duas funções, como por exemplo, o diretor pode editar ou roteirizar o comercial. Grupos maiores podem contar também com um assistente de direção, um assistente de produção e outro de arte. O desafio é importante para estimular a articulação do grupo e incentivar o trabalho especializado. Cada membro desempenhará uma ou duas funções, no máximo, para que a produção seja a mais especializada possível.

Desafio - descrição exata da produção que a ATPS solicita como “resultado final” do semestre letivo. Nos momentos de orientação, deixe claro para os estudantes que todo o esforço para solucionar as etapas gira em torno da resolução deste desafio inicial. É muito importante manter o foco aqui, buscando o resultado do percurso da aprendizagem.

Anhanguera Educacional

Manual do Professor da Disciplina

14

6.3 Elaboração da Etapa 1 Esta é a etapa a ser desenvolvida nas aulas 2 e 3, em consonância com o PEA.

Exemplo: Aula-tema: Criação e criatividade aplicada à produção audiovisual. Esta atividade é importante para que você aprenda a analisar propagandas televisivas e compreenda a sua linguagem e mecanismos de persuasão. Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos.

6.3.1 Passos Para desenvolver esta primeira etapa de trabalho, o aluno deve percorrer três passos:

Passo 1 – Assista ao comercial “Parmalat- Porque somos mamíferos”. Depois, converse com os integrantes do seu grupo de trabalho sobre os motivos que tornaram a propaganda assistida tão bem-sucedida. http://mais.uol.com.br/view/qnke4kgfrrpk/comercial--parmalatmamiferos-0402C0B133C6
PARMALAT. Comercial Mamíferos. Disponível em: <http://mais.uol.com.br/view/qnke4kgfrrpk/comercial--parmalatmamiferos-0402C0B133C6>. Acesso em 03 de jun. 2010.

Passo 2 – Escolha um comercial, assista e discuta com o seu grupo de trabalho quais os elementos presentes que a tornaram eficiente. Como sugestão para análise das propagandas são apresentadas algumas: Sukita é jóia. Link: http://videolog.uol.com.br/video.php?id=240609
VIDEOLOG. Sukita é jóia. Disponível em: <http://videolog.uol.com.br/video.php?id=240609>. Acesso em 03 de jun. 2010

Sukita -2 é muito legal. Link: http://videolog.uol.com.br/video.php?id=240614
VIDEOLOG. Sukita - 2 é muito legal.Disponível em: <http://videolog.uol.com.br/video.php?id=240614>. Acesso em 03 de jun. 2010

Meu primeiro Sutiã. Link: http://videolog.uol.com.br/video.php?id=164288
VIDEOLOG. Meu primeiro Sutiã. Disponível em: <http://videolog.uol.com.br/video.php?id=164288>. Acesso em 03 de jun. 2010

Anhanguera Educacional

Manual do Professor da Disciplina

15

Comercial Skol Brasil versus Argentina. Link: http://www.videonatela.com.br/videos/ videos08.asp?cod=3365
TELA, Video na. Comercial Skol Brasil versus Argentina. Disponível em: <http://www.videonatela.com.br/videos/ videos08.asp?cod=3365>. Acesso em 03 de jun. 2010.

Skol paquera. Link: 0402346CE4C91346?types=A

http://mais.uol.com.br/view/d52rltzih2do/skol--paquera-

UOL. Skol paquera. Disponível em: <http://mais.uol.com.br/view/d52rltzih2do/skol--paquera0402346CE4C91346?types=A>. Acesso em 03 de jun. 2010.

O Boticário: acredite na beleza. Link: http://videolog.uol.com.br/video.php?id=487210
VIDEOLOG. O Boticário: acredite na beleza. Disponível em: <http://videolog.uol.com.br/video.php?id=487210>. Acesso em 03 de jun. 2010.

Passo 3 – Analise a propaganda realizada pelo grupo, juntamente com os seus colegas de trabalho, e discuta as seguintes questões: A propaganda realizada é convincente? Eu compraria o produto anunciado pela propaganda? Se a resposta for positiva, descreva os elementos que a tornaram convincente. Caso seja negativa, descreva os elementos que faltaram para torná-la convincente. Para saber mais sobre a linguagem publicitária e seus mecanismos de persuasão, leia: Santos Neto, Hermano Balbino; Barbosa, Ivan Santo. Propaganda e Publicidade, Linguagem e Identidade, Consumo e Cidadania: articulação entre conceitos e suas significações. http://www.almanaquedacomunicacao.com.br/files/others/Propaganda%20 e%20Publicidade,%20Linguagem%20e%20Identidade.pdf
COMUNICAÇÃO, Almanaque da. Propaganda e Publicidade. Disponível em: <http://www.almanaquedacomunicacao. com.br/files/others/Propaganda%20e%20Publicidade,%20Linguagem%20e%20Identidade.pdf>. Acesso em: 20 de maio 2010.

Faça um resumo e entregue para o professor.

6.4 Elaboração da Etapa 2 Esta é a etapa a ser desenvolvida na quinta aula, em consonância com o PEA. Retome o objetivo do desafio da aprendizagem, retome o trabalho desenvolvido nas aulas anteriores e oriente os alunos na execução desta etapa.

Anhanguera Educacional

Manual do Professor da Disciplina

16

Ao finalizar a etapa 2, o aluno estará na metade da resolução do desafio. Neste momento, você já possui elementos para recolher parte do trabalho a validar a nota parcial para o primeiro bimestre. Retome o objetivo do desafio da aprendizagem, retome o trabalho desenvolvido nas aulas anteriores, forneça o feedback da correção que realizou e posicione os alunos sobre a forma como estão avançando nesta atividade. Oriente-os na execução das próximas etapas, que irão ao encontro da resolução total do desafio proposto. Exemplo: Aula-tema: A pré-produção de um audiovisual. Esta atividade é importante para que você conheça as funções e profissionais envolvidos na pré-produção de um comercial televisivo. A atividade se refere às aulas “Criação e criatividade aplicada à produção audiovisual”; “Roteiros publicitários para produção audiovisual”; “Pré-produção: O plano, o elenco, a equipe técnica e cronograma de filmagens”. Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos.

6.4.1 Passos Para desenvolver a etapa, o aluno deve percorrer quatro passos.

Passo 1 – Converse com o seu grupo de trabalho e cada um deve escrever uma frase de efeito, relacionando um produto ou serviço com um ditado popular. Por exemplo: relacionar uma lavanderia com o ditado popular “Roupa suja se lava em casa”. Desta relação pode surgir, por exemplo, o seguinte texto: “Roupa suja NÃO se lava em casa. Se lava na 5 à Sec”. Acesse o link abaixo e com o seu grupo leia as dicas de como redigir um bom roteiro publicitário para TV. Analise as frases elaboradas com o seu grupo e eleja a mais eficiente de acordo com as dicas fornecidas pelo texto, mais especificamente no tópico referente às analogias. http://www.redigindo.hpg.com.br/red-publicitaria.htm.
REDIGINDO. Redação Publicitária. Disponível em: < http://www.redigindo.hpg.com.br/red-publicitaria.htm.>Acesso em: 03 de jun. 2010.

Passo 2 – Converse com seu grupo de trabalho e, em conjunto, faça um levantamento de todas as tarefas necessárias para iniciar a gravação de um comercial. Quando a lista estiver pronta, leia o texto sobre a pré-produção, p. 2 in Estudos de Mercado. Produção Audiovisual. Sebrae, 2008. http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/BDS.nsf/BB5607E956 B17773832574DC0046FA3B/$File/NT00039092.pdf
SEBRAE. BDS. Disponível em: <http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/BDS.nsf/BB5607E956B17773832574DC0046

Anhanguera Educacional

Manual do Professor da Disciplina

17

FA3B/$File/NT00039092.pdf>. Acesso em: 03 de jun. 2010.

Passo 3 – Escolha o produto ou serviço anunciado juntamente com o seu grupo de trabalho. O roteirista, ou roteiristas, devem redigir o roteiro. Passo 4 – Faça o orçamento, o plano de filmagem, selecione o casting e providencie os objetos de cena, figurinos, cenários ou locações. O orçamento será realizado pelo diretor de produção na falta de um produtor executivo. O plano de filmagem, pelo diretor, diretor de produção e pelo assistente de direção, caso haja alguém no grupo para desempenhar esta função. Os objetos de cena, figurinos, cenários ou locações devem ser planejados pelo diretor de arte e o seu assistente. A equipe de produção ou o diretor de produção deve providenciá-los. Para saber o que é um orçamento e um plano de filmagem, leia o texto: GARCIA, Jorge Edson. Como organizar uma produção cinematográfica [s.d.]. http://www.milenio. com.br/ogersepol/principal/saiba/produ%C3%A7ao.htm
MILENIO. Como organizar uma produção cinematográfica. Disponível em: <http://www.milenio.com.br/ogersepol/ principal/saiba/produ%C3%A7ao.htm>.Acesso em 30 de maio 2010.

6.5 Elaboração da Etapa 3 Esta é a etapa a ser desenvolvida nas aulas 6 e 7, em consonância com o PEA. Retome o objetivo do desafio da aprendizagem, retome o trabalho desenvolvido nas aulas anteriores e oriente os alunos na execução desta etapa. Exemplo: Aula-tema: A produção de um audiovisual. Esta atividade é importante para que você conheça as funções e profissionais envolvidos na produção de um comercial televisivo. A atividade se refere às aulas “Produção: A câmera, as filmagens em estúdio e locação” e “Produção- Iluminação, áudio e filmagem”. Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos. 6.5.1 Passos Passo 1 – Converse com seu grupo de trabalho e em conjunto faça um levantamento de todas as tarefas necessárias para executar a gravação de um comercial. Quando a lista
Anhanguera Educacional

Manual do Professor da Disciplina

18

estiver pronta, leia o texto sobre a produção audiovisual, p. 2 in Estudos de Mercado. Produção Audiovisual. Sebrae, 2008. http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/BDS.nsf/BB 5607E956B17773832574DC0046FA3B/$File/NT00039092.pdf
SEBRAE. BDS. Disponível em: <http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/BDS.nsf/BB5607E956B17773832574DC0046F A3B/$File/NT00039092.pdf>. Acesso em 03 de jun. 2010.

Passo 2 – Grave o comercial. Apenas o editor e o roteirista não participam ativamente desta etapa. Tanto um como o outro deve apenas assistir ao trabalho dos demais colegas. É importante que os outros integrantes assistam ao trabalho dos colegas para ter uma visão mais completa e ampla do processo de produção audiovisual. Passo 3 – Assista ao comercial gravado e em grupo faça a análise dos pontos positivos e falhos da gravação no que diz respeito à direção, ao roteiro, à fotografia, ao som e à interpretação. Nesta etapa, cada integrante pode fazer uma autoavaliação, falar sobre as dificuldades e facilidades encontradas para executar o trabalho. Passo 4 – Regrave o comercial, caso o diretor considere necessário.

6.6 Elaboração da Etapa 4

Esta etapa deve se estender por todo o segundo bimestre. Ao final desta etapa, o aluno deve ter construído elementos suficientes para entregar o trabalho final, contendo a solução do desafio proposto na primeira página do material. Recolha os trabalhos e valide a nota para o segundo bimestre. Exemplo: Aula-tema: A pós-produção de um audiovisual. Esta atividade é importante para que você conheça as funções e profissionais envolvidos na pós-produção de um comercial televisivo. A atividade se refere à aula “Pósprodução: A edição e conceituação teórica”. Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos.

Anhanguera Educacional

Manual do Professor da Disciplina

19

6.6.1 Passos Passo 1 – Converse com seu grupo de trabalho e, em conjunto, faça um levantamento de todas as tarefas necessárias para finalizar a produção de um comercial. Quando a lista estiver pronta, leia o texto sobre a pós-produção audiovisual, p. 2 in Estudos de Mercado. Produção Audiovisual. Sebrae, 2008. http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/BDS.nsf/BB 5607E956B17773832574DC0046FA3B/$File/NT00039092.pdf
SEBRAE. BDS. Disponível em: <http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/BDS.nsf/BB5607E956B17773832574DC0046 FA3B/$File/NT00039092.pdf>. Acesso em: 03 de jun 2010.

Passo 2 – Edite o comercial. Este passo deve ser realizado pelo editor e pelo diretor. Os outros integrantes devem assistir ao trabalho dos colegas. É importante que os outros integrantes assistam ao trabalho dos colegas para ter uma visão mais completa e ampla do processo de produção audiovisual. Passo 3 – Assista ao comercial editado e, em grupo, faça a análise dos pontos positivos e falhos da gravação no que diz respeito à edição e como esta contribuiu ou não para a direção, roteiro, fotografia, som e interpretação. Nesta etapa, o diretor e o editor podem fazer uma autoavaliação, discutir sobre as dificuldades e facilidades encontradas para executar o trabalho. Passo 4 – Apresentação do comercial em data agendada pelo professor.

7 CONTATO FACILITADOR DO TRABALHO Profª. Ms. Emanuela de Oliveira - emanuela.oliveira@aesapar.com Profº. Ms. Fábio Cavarsan - fabio.cavarsan@aesapar.com

Anhanguera Educacional

Manual do Professor da Disciplina

20

8 GLOSSÁRIO

2012/01: Primeiro semestre do ano de 2012. ATPS: Atividade Prática Supervisionada. DCN: Diretrizes Curriculares Nacionais IES: Instituição de Ensino superior MEC: Ministério da Educação. PAI: Programa de Avaliação Institucional das Faculdades Anhanguera PEA: Plano de Ensino e Aprendizagem de determinada disciplina

Anhanguera Educacional

DIRETORIA ADJUNTA DE INOVAÇÃO E ENGENHARIA PEDAGÓGICA ANHANGUERA EDUCACIONAL LTDA Copyright © 2011