You are on page 1of 37

CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof.

Heron Lemos _____________________________________________________________
Olá pessoal, tudo bem? Meu nome é Heron Lemos, sou professor da disciplina de administração pública e é com grande prazer que iniciaremos este curso de Administração Pública para o concurso de Fiscal de Rendas do Estado de São Paulo realizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC). Antes de começarmos, deixo aqui um breve resumo do meu currículo:  Graduado em Administração na Universidade de Fortaleza - UNIFOR;  Pós-graduando em Gestão Pública pela UNILAB;  Consultor Organizacional;  Palestrante;  Já fui aprovado em diversos concursos  Atualmente, leciono nos principais cursos preparatório para concurso, aqui em Fortaleza; Sobre o curso O nosso curso será composto de Teoria com abordagem focada na FCC (pois não adianta sabermos muito a teoria sem termos a prática das provas da nossa banca) e de Exercícios (com comentários), caso não haja uma grande gama de questões de determinado assunto será incluído questões de outras bancas. A nossa disciplina tera nesse concurso 10 questões com peso1, não desvalorize por ter peso 1, você precisa pontuar em nossa disciplina para alcançar a sua desejada aprovação. Os comentários dos exercícios composto nesta aula, será disponibilizado sempre na aula seguinte, até o termino do nosso curso. O foco deste curso é capacitá-los para resolver a prova do concurso de Fiscal de Rendas do Estado de São Paulo realizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC), na disciplina Administração Pública e tenho certeza que com esforço e dedicação alcançará seu objetivo. Gostaria de dar uma recomendação: nunca desista, independente do grau de dificuldade, acredite sempre, só depende de você, estude com afinco. Meu objetivo aqui é fazer com que vocês acertem as questões desta disciplina e que isso contribua para a aprovação no certame. O curso será composto de 08 aulas, além desta demonstrativa, no seguinte cronograma:

_____________________________________________________________ www.canaldosconcursos.com.br/curso _pdf

CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. Heron Lemos _____________________________________________________________

Aula Demonstrativa:

Governabilidade, Governança e Accountability.

Aula 01 – 24/01:

Evolução da administração pública no Brasil (após 1930). Reformas Administrativas. Análise crítica aos modelos de gestão pública: patrimonialista, burocrático e gerencial.

Aula 02 – 31/01:

Conceitos de Eficiência, Eficácia e Efetividade aplicados à Administração Pública: avaliação e mensuração do desempenho governamental.

Aula 03 – 07/02:

Parceria entre governo e sociedade, ouvidorias, governança interna e externa. Controle e Desempenho. Transparência. Desconcentração e descentralização administrativa.

Aula 04 – 14/02:

Gestão Pública Empreendedora.

Aula 05 – 21/02:

Modernização da gestão contemporânea e modelo de gestão pública por resultados. Políticas públicas e monitoramento de resultados. Mensuração de desempenho controles, indicadores de produtividade.

Aula 06 – 28/02:

Tendências de modernização e novos modelos de gestão da administração pública.

Aula 07 – 14/03:

SUPER SIMULADÃO COM QUESTÕES COMENTADAS

_____________________________________________________________ www.canaldosconcursos.com.br/curso _pdf

CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. Heron Lemos _____________________________________________________________

FIQUE DE OLHO!!!!! Nesta aula demonstrativa, vocês poderão ter uma ideia de como será nosso curso. O assunto escolhido para esta é de suma importância e aposto pelo menos em duas questões sobre este assunto na sua prova, então, vamos aos estudos. Espero que gostem e que possamos ter uma jornada proveitosa pela frente. Boa Aula!

_____________________________________________________________ www.canaldosconcursos.com.br/curso _pdf

pp.. Vamos a eles!!! O Estado (DALLARI. através do Direito. A essa autodeterminação do Estado dá-se o nome de soberania. 2009.canaldosconcursos. Heron Lemos _____________________________________________________________ Governabilidade. vamos entender alguns conceitos de supra importancia. internamente e externamente. deverá ter ampla liberdade para controlar seus recursos.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. O Estado vai controlar essas pessoas. decidir os rumos políticos.br/curso _pdf . para garantir que as pessoas tenham acesso a direitos básicos definidos na constituição de cada território. a Carta Magna da República. 2003. uma identidade.) de um modo geral. apud CRUZ. ou como povo. Ratificando a expectativa das pessoas (povo de um determinado território soberano). imperativa fonte primária (originária) de _____________________________________________________________ www. ARACELI. entre eles. MARQUES. dessa forma. 10-23) Os elementos que caracterizam o Estado são:  População: entende-se pela reunião de indivíduos num determinado local. O Estado. 10-23) “é uma ordem jurídica soberana que tem por fim o bem comum de um povo situado em determinado território”. a religião e sentem que há. quando há reunião de indivíduos num território e que apesar de se submeterem ao poder de um Estado.  Território: espaço geográfico onde reside determinada população. econômicos e sociais internamente e não depender de nenhum outro Estado ou órgão internacional. em especial no Brasil. Antes de começarmos a relatar sobre Governabilidade.. as pessoas costumam acreditar que o Estado existe para promover o bem comum. e os indivíduos que se encontram num determinado território estão obrigados a se submeterem. cultura. língua. etnias e religiões diferentes. É limite de atuação dos poderes do Estado. quando os indivíduos que habitam o mesmo território possuem como elementos comuns a cultura. p. Máxime as autoras destacam que: (. Vale dizer que não poderá haver dois Estados exercendo seu poder num único território. Governança e Accountability. possuem nacionalidades. submetidos a um poder central.com. 2009.  Soberania: é o exercício do poder do Estado. MARQUES e ARACELI. para assegurar ainda que interesses privados não se sobreponham ao interesse público (CRUZ. daí então a finalidade precípua do surgimento do Estado na visão de Dallari: o bem comum. A população pode ser classificada como nação. Governança e Accountability. visando. o bem comum.

com destaque para a governança e governabilidade atualmente em estudo numa visão contemporânea da gestão pública como “Nova Gestão Pública”. um cientista político norteamericano contemporâneo. pluripartidarismo etc. época na qual o termo dominante quando referia-se aos Estados na Guerra Fria (com destaque no ocidente) era a “segurança nacional” contra a “ameaça vermelha soviética”. a igualdade e a justiça elevando-os ao nível de valores supremos da sociedade. respeito à oposição.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. o desenvolvimento. _____________________________________________________________ www. governabilidade e sustentabilidade públicas. o Estado necessariamente pratica ações executivas e políticas de governo.36). da reforma do Estado e de seu aparelho. ou seja.canaldosconcursos. via de regra. Destarte. É aí que a Contabilidade ganha força como instrumento útil ao processo de gestão em nível de governança. ATENÇÃO: Considerando a governabilidade apenas no seu sentido democrático. bem-estar. Somente após a crise do Estado nos anos 70 e o aprofundamento do processo de integração ou internacionalização das economias chamado de globalização. a primeira citação destes conceitos ainda nos anos 60. liberdade de expressão e associação. execução. sufrágio universal. Monteiro e Araceli (2009) convergentes à visão de Botelho (2004. como um componente dos sistemas políticos dos países cujos Estados tenham uma legitimidade democrática mínima na formação/orientação dos seus respectivos governos (voto secreto. ou New Public Management (NPM) que pressupõe administrar o setor público à luz dos modelos de gestão aplicados na iniciativa privada consoante aos conceitos de gestão estratégica e. a segurança. que estes termos passaram a constar com maior freqüência nos papers da área e a serem encarados como um instrumental analítico importante para a compreensão de todo este período de transformação sem precedentes pelo qual estamos passando e. “a ação do Estado para o suprimento das demandas da coletividade está condicionada à disponibilidade de recursos públicos”. face às ainda arraigadas características da Administração Patrimonialista e Burocrática). Heron Lemos _____________________________________________________________ nosso ordenamento jurídico. haja vista atuar. inclusive quanto à qualidade do gasto público). Para promover o bem comum de seus entes. Atribui-se. controle e avaliação. ainda incipiente em nosso Estado. sobre o Orçamento Público (elaboração. que é o instrumento utilizado para definir a quantidade e destinação dos recursos do Estado.br/curso _pdf . para Cruz.com. começaram a integrar o debate nos meios acadêmico e político. Os conceitos de governabilidade/governança. p. sobretudo. empreendedorismo (visando ao empreendedorismo público. a Samuel Huntington. apenas em um período mais próximo. eleições diretas. até.). embora tenham existido de forma embrionária desde o surgimento dos Estados modernos no século XIX (democracia liberalburguesa). regula que o Estado brasileiro tem por finalidades precípuas assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais. a liberdade.

como condições para evitar métodos de pirataria nos governos:  clientelismo. etc. orientação ideológica e a ênfase que é dada a um ou outro elemento. transformar o ato governamental em ação pública. vincula-se à probabilidade normativa de “bom governo”. Maria Helena de Castro Santos. sendo complementares. governar os negócios públicos. Heron Lemos _____________________________________________________________ FIQUE DE OLHO!!!!! O desafio da reforma do Estado e seu ajuste à nova ordem econômica e financeira global provocou profusa literatura sobre os conceitos de governabilidade e governança. Como a maior parte dos conceitos em ciência política. no sentido da participação. administrar. _____________________________________________________________ www.  favorecimentos imorais e. o ambiente governamental em espaço público. sem ser incriminado de ingerência no plano político e social. cabendo a separação apenas para fins didáticos e analíticos. eficácia. dirigir. Seria então. confiabilidade. variando de autor para autor.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. controlar as políticas do governo.canaldosconcursos.br/curso _pdf . como aos que este ensaio se propõe. reger. É quase consensual entre os autores que os conceitos aqui abordados mantêm entre si uma relação muito forte. e o seu vínculo instável. Nesse sentido. no sentido de regulação social com vistas à governabilidade.1 Origem O termo governança. dinâmico e indissolúvel. 1.2 Conceito Governar significa “administrar. inovação.conduzir”. Contudo.  corrupção. para articulação das ações do governo. 1. ter poder sobre. governabilidade quer dizer aptidão de conduzir.com. a governabilidade/governança não possuem uma definição muito clara e precisa. Governabilidade 1. de acordo com a sua nacionalidade. somos capazes de citar algumas características comuns entre as diferentes conceituações existentes e estabelecer alguns paralelos. imperando aí o consenso controlado. questionando a governança através da demarcação do alcance da governabilidade. originado do inglês governance.

Quer dizer. o sistema de intermediação de interesses” (SANTOS. que emperra as significações. nos seus aspectos técnicos. mas em face de um quadro concreto” O citado autor define. pode-se inferir que a governabilidade condiz mais à dimensão político-estatal e diz respeito às “condições sistêmicas e institucionais sob as quais se dá o exercício do poder. ou ainda à capacidade dos poderes públicos de intermediar os interesses da sociedade civil. ainda.com. ação de “governar” enquanto verbo. 1997. financeiros e gerenciais. A governabilidade está condicionada as peculariedades da sociedade governada.. as relações entre os Poderes. por sua vez está ligada à ação do governo. tais como as características do sistema político. Assim. 342).. tem se que: [. Segundo Bresser Pereira.] a governabilidade encontra-se referida às condições materiais do exercício do poder.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. a governabilidade pode ser definida como as condições de legitimidade de um determinado governo para empreender as transformações necessárias. Heron Lemos _____________________________________________________________ Manoel Gonçalves Ferreira Filho conceitua governabilidade como sendo a “possibilidade de ação governativa eficaz. em regra.não em abstrato. que “a governabilidade de um Estado consiste na capacidade de obtenção dos resultados almejados. ao passo que a governança estaria relacionada à capacidade de implementação das reformas." A governabilidade. depende das condições políticas. na capacidade de efetivar a política definida pelo Governo”. Se relacionada às condições políticas em que se devem fixar as ações da administração pública e a legitimidade dos governos. No entanto.canaldosconcursos. deploravelmente o Brasil apresenta um vício de raiz. Ou seja. enquanto que governança está relacionada à capacidade de colocar as condições da governabilidade em ação." Segundo Caio Marini (1996). à legitimidade e sustentação política dos governos para levar a cabo seu programa. Governabilidade é a "capacidade de governar derivada da relação de legitimidade do Estado e do seu governo com a sociedade civil. p. ou para formular estratégias de desenvolvimento de longo prazo. Governabilidade diz respeito às condições de legalidade de um determinado governo para atentar às transformações necessárias. econômicas. a forma de governo.br/curso _pdf . não a projeto de poder. traduz a aptidão de um Estado determinado realizar os objetivos que se propõe – a sua missão . são "condições de legitimidade de um determinado governo para empreender as transformações necessárias. sociais e da adequação do Governo aos objetivos planejados e resulta da relação dessas condições com a máquina governamental e seu governante. Segundo Leonardo Valles Bento. Crise de governabilidade A crise de governabilidade. de articular coalizões políticas entre partidos e grupos sociais que apóiem o governo. ou seja." Para Eli Diniz são "condições sistêmicas de exercício do poder pelo Estado e seu governo em uma determinada sociedade. abrange três crises que estão interligadas: _____________________________________________________________ www. Governabilidade e governança dizem respeito à democracia e cidadania.

adotada por muitos países. já que a própria estrutura do Legislativo dificulta muitas decisões. ou seja.br/curso _pdf . inclusive empresas. às comunidades o que podem estas realizar. O Estado precisa definir sua finalidade quanto governo. ao Estado o que não ser bem feito pelos círculos menores. pode não interessar para o outro. Legislativo e Judiciário. no plano da economia.canaldosconcursos. em que o Estado. Heron Lemos _____________________________________________________________ . Utilizando. E.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. aos grupos. Crise democrático-representativa A crise decorre em função da vontade real do povo não ser transmitida aos órgãos da administração pública. mas não é isso que ocorre. . e abrangem todos os setores da sociedade.crise de sobrecarga. Sendo que essas tarefas aumentam de forma ilimitada. da segurança (interna e externa. ao Poder local o que este pode desempenhar. Crise de sobrecarga Esta crise consiste na incapacidade do Estado dar conta de todas as tarefas assumidas e que lhe são atribuídas pela Constituição e leis. para o seu proveito e não de acordo com os interesses das pessoas que os elegeram.] deixar ao homem aquilo que ele pode fazer por si. É necessário utilizar uma política racional. incentive. somente.crise (político) institucional.. independentes e autônomos entre si). para tanto. o princípio da sudsidiariedade. à sociedade o que somente esta pode atender. A solução seria substituir a separação de poderes de Montesquieu por uma separação mais adequada para cada Estado. Para solucionar essa crise. O ideal seria que o Estado cuidasse. fiscalize e ampare e realize as funções que apenas ele pode desempenhar. _____________________________________________________________ www. apenas se dando ao Poder mais alto o que não pode ser conduzido a não ser por ele. E que os governantes. diplomacia.. o que interessa para em determinada ocasião. Um exemplo da crise é que para o Executivo poder atuar de forma eficiente. para que um não prejudique a atuação do outro.crise do modelo (político). . por serem poderes autônomos. E assim. que é a separação dos poderes seguindo o modelo de Montesquieu (separação em três poderes: Executivo. que para Manoel Gonçalves Ferreira Filho consiste em: [. Crise de Agenciamento A crise governamental resulta da base de organização governamental inadequada para um Estado intervencionista.com. coordenar a atuação dos poderes. oriente. E no âmbito deste. apenas. da assistência o que lhes está ao alcance. agem seguindo a própria pretensão. E assim. da saúde. garantir os direitos naturais de fundamentais de todo ser humano. através da força armada e da polícia). depois de eleitos. também. administração pública e justiça. em nível mais alto. ele precisa de leis e no momento que são necessárias.

sem fundamentais. pois somente assim existirá maior propriedade na governança. Aconselho aos políticos interessados na reconstrução política do nosso país a leitura do livro de Stephen R. reduzindo a fragilidade gerada pelo momento. transformando a situação do Brasil. prioridade. A primeira decorre do fato de o Governo realiza as promessas que estão na Constituição. para que o povo brasileiro se torne sujeito e não apenas objeto de sua própria história.canaldosconcursos. que em ultima análise define o que é justo. considerando todos como direitos Isto aumenta a visão assistencialista e paternalista do Estado. Há necessidade de se mobilizar toda a sociedade para esse extraordinário esforço de superar as dificuldades desse cenário político. mas não cumprem. No cenário político a corrupção é um dos maiores riscos para a sobrevivência de um governante no poder. No meu ponto de vista os partidos devem ser responsáveis pela governabilidade. A política tem muito de ação pela influência dos recursos de poder. Além disso. E a segunda está relacionada aos políticos que prometem. ocorrem as três crises acima citadas e por causa de algumas pecularidades do país chega-se a uma quarta crise. nos limites que há de preservar. dilaceradas pelos excessos do economismo e de uma corrupção dissoluta. votos. basicamente. FIQUE DE OLHO!!!!! A ingovernabilidade é o domínio da desordem.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. de dois motivos: a insatisfação com a conduta do Estado e com a dos governantes.. e isto resulta na escolha equivocada e aleatória de desconhecidos ou aproveitadores.br/curso _pdf . A transparência da estrutura de poder estatal e o respeito aos interesses da sociedade são a única segurança de paz social.com.. Lei Magna não de sobrecarga se agrava porque a Constituição Brasileira elencou muitos estabelecer uma hierarquia.] é a adequação do Poder à crença prevalecente numa comunidade quanto à atribuição do Poder. que origina o colapso e degeneração do corpo político. A crise direitos. Essa crença se insere num quadro mais amplo. a trouxe os meios para o desenvolvimento de tantos direitos e tarefas. A crise de legitimidade resulta. é um caminho que leva a uma sociedade cada vez mais livre e participativa. estruturando o sistema eleitoral. ou direito. A solução está na melhora do processo de escolha. A democracia é um processo. que já não obedecem a objetivos sociais. e a disputa neste sentido nem sempre atende a importância da dimensão social. que é a da legitimidade. pessoas.3 Ingovernabilidade no Brasil No Brasil. O novo panorama político que desejamos para o Brasil terá como principal desafio reconstruir com rapidez e energia as organizações de solidariedade e de participação. o fato de o processo de escolha dos políticos ser feito por intermédio dos partidos políticos. Heron Lemos _____________________________________________________________ Soma-se a isto. como: cargos. o modo de seu exercício. que influenciam na formação da opinião da população. 2. Covey “Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes”. _____________________________________________________________ www. Segundo Manoel Gonçalves Ferreira Filho legitimidade é: [. numa sociedade determinada.

Um tipo de troca distinta das trocas sociais em geral. é um conceito que descreve uma relação de troca política. mais inespecíficas. organizar.br/curso _pdf . regularmente bem mais específicas – trocas de bens envolvendo mercadorias em uma racionalidade monetária. al. 287) definem corporativismo como: “Uma doutrina que propugna a organização da coletividade baseada na associação representativa dos interesses e das atividades profissionais (corporações).canaldosconcursos. entre iguais ou entre sujeitos hierarquicamente dispostos. pois trocamos socialmente de tudo: afetos. no entanto. São termos “guerreiros”. A troca pode. São os chamados recursos patrimoniais do Estado sob gestão dos poderes públicos. chamamo-las de representação democrática de interesses. redes de contatos. até mesmo. obtendo algum tipo de apoio por parte desses demandantes. usamos de forma recorrente para explicar certos males nacionais que seriam provenientes de uma condição inescapável de país atrasado. Designam certo tipo de exercício do poder que considera demandas específicas de um potencial eleitor em seu cálculo político. Assim. por sua vez. Toda a sociedade. disciplinar e orientar os interesses do Estado. o demandante – classicamente chamado de cliente –. Clientelismo. presentes etc. mas fundados em acordo político ou na expectativa mútua entre patronus e cliente em auferir benefícios com a troca. chama para ela todos que trabalham e produzem em um determinado ramo da produção levando-os a discutir. Heron Lemos _____________________________________________________________ Clientelismo O clientelismo é um destes termos que. servir como meio de definição hierárquica dos participantes. Uma elite constituída de “raposas velhas” que manipulam um povo ignorante e indefeso em função da sua miséria e baixa escolaridade. como forma associativa. É uma estrutura organizacional subordinada ao Estado. As trocas políticas.com. populismo e clientelismo são expressões que nos vêm à mente de imediato quando nos defrontamos com determinada forma de exercício do poder político com a qual não compartilhamos. de algum modo. seja do ponto de vista do observador ou dos trocadores. O que há em comum entre as trocas sociais e as trocas econômicas é que podem acontecer entre atores sociais mais ou menos assimétricos. funda sua estrutura de organização e poder com base no maior ou menor controle desses recursos e no caráter inexoravelmente discricionário com que se tem acesso a eles. Diagnóstico que vem acompanhado de todos os subprodutos que lhe são peculiares. p. como nos sugere Weber.” O modelo corporativo tradicional de Estado apresenta-se para disciplinar a economia e assim poder controlá-la. das trocas econômicas. controla ou influencia. Assimétrica porque opera em um eixo vertical no qual um dos participantes da troca. freqüentemente utilizados para desqualificar a ação política de um outro. Quando o mesmo cálculo preside ações que consideramos positivas. deseja obter as benesses dos recursos de autoridade política que um outro – tradicionalmente chamado de patronus –. Corporativismo O modelo corporativo tradicional. Bobbio et. _____________________________________________________________ www. O Estado cria a corporação.(1995. Diferente. se caracterizam por serem sempre assimétricas.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. surge para contrapor o modelo sindical e com a proposta de evitar conflitos. como nos sugere Marcel Mauss. também. independente de sua posição social ou status. A especificidade do caráter clientelista da troca política diz respeito aos termos não regulados pela lei – embora não seja necessariamente ilegal –. no qual o mais generoso é também o mais poderoso. como o populismo.

Heron Lemos _____________________________________________________________ com uma perspectiva política da supremacia do interesse nacional. Fonseca e Bursztyn (2009. 818). e entre estes e as organizações empresariais e da sociedade civil. Governança As origens da governança pública datam de meados da década de 1990 do século XX. al. controlando as forças que ameaçam o status quo do Estado Bobbio et.br/curso _pdf . al. O termo neocorporativismo surge para conceituar os fenômenos de intermediação de interesses. e também que: (. pp. p. trazendo a discussão para o setor público brasileiro. conseqüentemente. Neocorporativismo O neocorporativismo é uma forma de intermediação dos interesses entre a sociedade civil e o Estado (Bobbio et. 1995. O antigo corporativismo era criado pelo Estado e por este controlado. pp.. 2006. HEIDEMANN. 2. 479-499). e traduzem um consenso de que a eficácia e a legitimidade da atuação pública se apoiam na qualidade da interação entre os distintos níveis de governo. responsabilidades. O conjunto de mudanças ocorridas nas relações entre Estado e organizações representativas de interesse privado. além de representar os interesses.canaldosconcursos.. entendem a governança pública como sendo “um termo-chave na implantação de políticas ambientais e de desenvolvimento” e que: _____________________________________________________________ www. reduzindo as forças do modelo representativo democrático e.1 Conceito Sobre Governança Pública (KISSLER. no qual o termo era usado para referir-se a políticas de desenvolvimento que se orientavam por determinados pressupostos sobre elementos estruturais – como gestão. nos países capitalistas com regime democrático. O neocorporativismo surge dentro da sociedade democrática onde as organizações entram em processo de negociação com o Estado movidas pelas mudanças e novas situações a serem enfrentadas. referenciando o debate atual acerca da modernização do setor público alemão. transparência e legalidade do setor público – considerados necessários ao desenvolvimento de todas as sociedades (pelo menos de acordo com os modelos idealizados por organizações internacionais como a Organização das Nações Unidas [ONU] ou a Organization for European Cooperation and Development [OECD] (KISSLER. al. p. destacam que “esta se tornou um conceito-chave que todos utilizam sem saber exatamente o que é”. cuja característica fundamental é a existência das grandes organizações representativas de interesse privado (corporações) na intermediação política.) seu significado original continha um entendimento associado ao debate político-desenvolvimentista.17-46) de forma aderente à visão de Kissler e Heidmann (2006). 1999. Não obstante. 479-499). permitiu a passagem do corporativismo para o neocorporativismo que. 2006. 2. HEIDEMANN. passa a decidir junto com o Estado as políticas públicas (Kalatzis..CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof.. p. et. (1995. pp.com. 290).13).

as regras e normas que determinam quem detém poder e como são tomadas as decisões sobre o exercício da autoridade. (ARAÚJO. relações de responsabilização entre representantes. (ARAÚJO. estabilidade política e do marco regulatório.-17-46). Em 1991. a eficiência e a transparência nas escolhas e decisões públicas. 2007). o Banco Mundial publicou um documento sobre questões relacionadas a governança e sua implicação para o desenvolvimento de seus países membros.. Em geral cita-se a governança como a capacidade que um determinado governo tem para formular e implementar as suas políticas. e à continuidade sustentável. cidadãos e agências do Estado. trabalhadas numa abordagem econométrica. Esta capacidade pode ser decomposta analiticamente em financeira. do governo. para este “conceito” que tem sido bastante trabalhado no âmbito de discussão provocada pelo Banco Mundial. Trata-se então do povo. Segundo Araújo. 2003) _____________________________________________________________ www.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. a legitimidade e autoridade dessas instituições. gerir os assuntos administrativos e fiscais do Estado.com.) governança consiste em: distribuição de poder entre instituições de governo. e prover bens e serviços. a capacidade financeira.. numa abordagem mais substantiva: (. efetividade da ação governamental. na qual este coloca a governança como dimensão central para a questão do desenvolvimento. Nessa toada infere-se que o processo de governança pública envolve múltiplas categorias de partes interessadas (stakeholders). pp..) o fortalecimento da governança representa uma possibilidade de estabelecer um processo político mais abrangente. As dimensões são o regime político (montagem. técnica e gerencial do aparelho do Estado e zelo do equipamento institucional. 2009. visando incluir uma ampla gama de atores sociais e processos (FONSECA e BURSZTYN. habilidade do governo em fazer políticas. 12) IMPORTANTE!!!!!! Para diversos autores. intitulado Managing Development: The Governance Dimension. os autores trazem ao plano a relevante visão de Grindle (2004. e impacto das instituições e políticas sobre o bem estar público. todas importantes para a consecução das metas coletivas definidas pela coletividade. Heron Lemos _____________________________________________________________ (. esse conceito não passa de uma reformulação do conceito de governabilidade. gerencial e técnica. respeito ao direito e controle da corrupção. A definição de governança do Banco Mundial é citada pela grande maioria dos autores que tratam do assunto. eficiente e justo.) [decompõe] o conceito governance (definida com ênfase nos seus aspectos dinâmicos como exercício da autoridade através de instituições) em dimensões com variáveis mensuráveis para sua operacionalização. Chamo a ATENÇÃO. As variáveis são transparência. pp. 525-548) para quem. razão de ser do Estado enquanto ente público. 2005.... p.canaldosconcursos. monitoramento e substituição dos governos). Nessa mesma direção de entendimentos. entretanto. A idéia de governança promove o pluralismo político (McFarland.br/curso _pdf . das instituições e de suas inter-relações visando ao interesse da coletividade e à prevalência do bem comum – princípio da supremacia do interesse público -. Segundo Vinícius de Carvalho Araújo: O Banco Mundial (.

Nessa conjuntura.br/curso _pdf . A fim de especificar um pouco mais o conceito. o conceito de boa governança foi muito bem sintetizado por Canotilho (2006). Nesse contexto. entendida como capacidade de ação do Estado. Ainda melhor. _____________________________________________________________ www. podem-se considerar as dimensões que estariam aí incluídas. que a idéia de governança está centrada na questão administrativa do Estado e em sua capacidade de ação. 2003). 2003). processos e práticas que dizem respeito à qualidade do exercício do poder em nível europeu.  abertura. transparência. sejam da sociedade civil ou internos ao próprio Estado. então. como sendo “a condução responsável dos assuntos do Estado”. de implementar políticas" (BRESSER apud ARAÚJO. os constrangimentos sofridos pelos agentes estatais ao perseguir o interesse público. focada em eficácia. incorporando visões dos seus vários segmentos (ARAÚJO. Contudo. essencialmente no que se refere a sua responsabilidade. a compreensão de governança. as formas pelas quais as demandas e apoios são transformadas em decisões. o governo tem a função de gerenciar a rede de atores. a capacidade de agir do Estado define-se por sua capacidade de conviver harmonicamente com os diferentes grupos sociais e atores políticos. controlando e gerenciando recursos. Tem-se. Considerando que o funcionamento de um sistema político é definido pelos seus processos de conversão. que devem se comunicar e dividir responsabilidades.canaldosconcursos.  eficácia. Canotilho enumera como princípios condizentes com a boa governança:  transparência. como uma busca de soluções através de formas clássicas e novas (negociação e participação). Eli Diniz complementa. em um sentido amplo.  democracia participativa. 2005). quais sejam. eficiência e eficácia. coerência. passa a incluir também sua capacidade de resistir às pressões externas e internas. entendida como a maneira pela qual o Estado dispõe de seu poder e de sua autoridade. os padrões de articulação e cooperação entre atores sociais e políticos e os arranjos institucionais que coordenam e regulam as transações dentro e através das fronteiras de um sistema (MELO. envolvendo cidadãos e associações representativas. na implementação de políticas públicas. A governança pública vem como uma continuidade do modelo de Administração Pública gerencial. e estas implementadas. que devem se unir para enfrentar as ações sociais segundo os preceitos da flexibilidade. e propõe entender governança como o conjunto dos mecanismos e procedimentos que. podendo estar traduzido como a capacidade de implementação de políticas públicas.  coerência entre as diversas políticas do Estado. isto. o formato político-institucional dos processos decisórios. a definição da mistura apropriada do público/privado nas políticas. se relacionam com a dimensão participativa e plural da sociedade. da visão estratégica. principalmente. propõe-se uma nova forma de atingir esses resultados: a interação entre os diversos atores sociais.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof.com. ou seja. quais sejam. como respostas às necessidades sociais. também. Heron Lemos _____________________________________________________________ Bresser Pereira também define governança como "capacidade financeira e administrativa. da transparência e da comunicação (PRATS I CATALÀ. 1995). O Livro Branco da Governança Europeia aponta que governança designa o conjunto de regras.

gov. c) Divulgação de editais de compras governamentais. e-Governo no Brasil No Brasil. o e-governo envolve basicamente três tipos de transações: G2G. a melhor estratégia para a disseminação do uso da Internet na função pública e a definição de qual é o papel do Estado neste campo vêm sendo objeto de crescente interesse e debate. G2B.com. caracterizado por transações entre governos e fornecedores.br). de forma a possibilitar a universalização e a democratização do acesso aos serviços. h) Envio de mensagens pelos correios. O Governo Federal é amplamente comprometido com a aplicação e uso das novas tecnologias da informação e tem como grande desafio a ampliação do acesso a Internet para população de baixa renda. mas também por meio de telefonia móvel. em especial na área de prestação de serviços aos cidadãos. de Rede Governo (www. _____________________________________________________________ www. inicialmente. com destaque para: a) Entrega de declaração de imposto de renda. Estas transações ocorrem não apenas por meio da Internet. O ponto de partida para a elaboração de uma política sistemática de e-governo foi um processo amplo e visionário iniciado em maio de 1999. e) Acompanhamento de processos judiciais. o governo federal já disponibilizava um amplo conjunto de serviços e informações por meio eletrônico e dispunha de um portal único denominado. d) Cadastramento de fornecedores.e. g) Prestação de informações sobre aposentadorias e benefícios da previdência social. na perspectiva de implantar um sistema eletrônico de comunicação. De acordo com Afonso e Fernandes (2001). a redução de custos. envolvendo relações entre governos e cidadãos. as organizações governamentais brasileiras vem implementando sites na internet. por meio de quiosques públicos. b) Emissão de certidão de pagamento de impostos.com. televisão digital. call centers e outros tipos de aplicações ligadas aos computadores pessoais. focado no cidadão/cliente.br/curso _pdf . Heron Lemos _____________________________________________________________ Governança Eletrônica Desde a década de 1990. além da interiorização dos serviços do governo. Algumas iniciativas relevantes foram resgatadas. em setembro de 2000.canaldosconcursos. quando se trata de uma relação intra ou intergovernos. Diversos serviços já estavam disponíveis.redegoverno. a melhoria na gestão e na qualidade dos serviços públicos. que culminou com a publicação de um documento fundamental intitulado “Livro Verde”. e. com quiosques públicos ou comunitários. A premissa motivadora da Proposta de Política de Governo Eletrônico inserida nesse documento era o estabelecimento de um novo paradigma cultural de inclusão digital. e G2C. posteriormente de portal e-governo (www.br). a transparência e a simplificação de processos.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. f) Acesso a indicadores econômicos e sociais e a dados dos censos. de forma que o delineamento de um governo eletrônico pudesse se iniciar a partir de um patamar já avançado. O documento também considerou fundamental a inclusão social e a ampliação do uso da tecnologia de informação pelo cidadão brasileiro. Dessa forma. i) Informações sobre programas de governo federal.

” (AFONSO.. em sentido amplo como um processo complexo de tomada de decisão que antecipa e ultrapassa o governo (RHODES.canaldosconcursos. abordar as diferentes visões sobre governança. com base na literatura. segundo Chahin et al (2004). estando preparado para participar das novas dimensões da vida democrática que tais tecnologias estão instaurando no país e no mundo. além disso. humanos. Também se incluí na governança a gestão dos recursos públicos. 26). foi fundamental para os Estados e Municípios. Os aspectos frequentemente evidenciados nessa literatura estão relacionados á legitimidade do espaço em constituição.gov. aos processos de negociação entre os atores sociais ( os procedimentos e práticas. à medida que o Estado melhora a prestação de serviços e o estende a todos os cidadãos. notadamente as capitais. FERNANDES. patrimoniais e outros. nesse contexto. Governança Eletrônica A Governança Eletrônica no âmbito dos governos contempla.) qualquer cidadão brasileiro tenha acesso às novas tecnologias de informação.com. além dos vários gestores públicos de diferentes escalões. Pode-se. melhorar a gestão financeira e os sistemas de arrecadação. Prestação Eletrônica de Serviços ao Cidadão Chahin et al (2004) apontam uma dimensão mais democrática na relação governo/cidadão ao se falar de melhor prestação de serviço. 1996). todo o suporte digital para a elaboração de políticas públicas. á repartição do poder entre aqueles que governam e aqueles que são governados. o estabelecimento de redes e os mecanismo de coordenação). p. O mais comum é a internet. e o Br@sil. Ao longo do tempo. para as public choices e para workgroup. mas podem ser igualmente úteis os telefones celulares e fixos.br/curso _pdf . financeiros. 2001. informacionais e de conhecimento. confundiu-se o termo “governo eletrônico” com a ampliação de serviços utilizando os meios eletrônicos de informação e comunicação (TIC). as Fazendas Estaduais e algumas dos grandes municípios brasileiros. utilizar os recursos de tecnologia de informação e comunicação (TIC) como plataforma para o exercício da prática democrática. Distintas visões da Governança O termo governança. Os autores ainda lembram ainda que durante algum tempo.. A meta dos três é permitir que “(. construíram um perfil de uso de tecnologia inovador. perseguindo práticas modernas de gestão. o Brasil Transparente. Torna-se relevante. Heron Lemos _____________________________________________________________ Existiram no Brasil três grandes conjuntos de iniciativas que definiram as linhas mestras da implantação do e-governo no país: o Programa Sociedade da Informação. estudos e atenção política dedicados ao tema nos últimos anos. Esses programas compartilham alguns objetivos comuns e são complementares entre si. por meio de atos transparentes. e á descentralização da autoridade e das funções ligadas ao ato de governar.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. entre outras atividades. Os autores salientam ainda que a governança. a gestão das interações e das interdependência que desembocam ou não em sistemas alternativos de regulação. Por fim os autores enfatizam que é na prestação de serviços ao cidadão que reside a maioria dos esforços. conforme apresentadas a seguir: _____________________________________________________________ www. pagers e a TV digital. para a tomada de decisões. pode ser definida.

Assumido esse entendimento de governança corporativa.  Governança enquanto conjunto de redes organizadas: a governança refere-se a managing networks that are self-organizing. aquele autor argumenta que assim o mundo político seria marcado pelas coestratégias: a cogestão. responsabilidade pelos resultados e obediência às leis do país.  Boa governança: utilizada originalmente pelo banco mundial em relação a sua políticas de empréstimos. o conselho de administração deve agir sempre com base em quatro princípios fundamentais:  (a) Fairness: justiça e equidade nos relacionamentos entre os acionistas. a efetiva monitoria da diretoria executiva ocorre pela atuação do conselho de administração. bem como do estabelecido de medidas incitativas ( incentives) no setor público. A Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico – OCDE (2004) editou relatório sobre governança corporativa afirmando que no desempenho de suas funções. meios de comunicação) desenvolvem suas políticas e modelam o ambiente desse sistema ( RHODES. P. acentua a necessidade de eficácia. O desempenho independente desses órgãos é fundamental para o exercício do controle. Considerando que o estado é um dos atores ( e não mais o único e exclusivo ator) no sistema mundial. transparência. _____________________________________________________________ www. 1996). a boa governança é uma norma que supõe a eficácia dos serviços públicos.canaldosconcursos. evitando que os majoritários sejam beneficiados em detrimento dos minoritários.  Governança enquanto sistema sociocibernético: a governança pode ser considerada como o teste padrão ou a estrutura que emerge em um sistema socialpolítica como o resultado ou o resultado comum dos esforços de interação da intervenção de todos os atores envolvidos ( KOOIMAN. assim como as parcerias público-privada. 1994). além da complexidade da definição.br/curso _pdf .  Governança enquanto new public managment (NPM): o NPM prega a gestão e os novos mecanismos institucionais em econimia por meio da introdução de métodos de gestão do setor privado. esse uso da governança refere-se a uma nova forma de intervenção pública e ao papel dos mercados na produção dos serviços Públicos ( GERY STOCKEK. o rigor orçamentário e a descentralização administrativa. redes integradas e horizontais (ONGs. 35). a corregulação. Nesse sentido.  Governança corporativa: oriunda das teorias do management. 1993.com. assim como a da accountability na gestão dos bens públicos ( TRICKER.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. Governança Corporativa Para o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa . a privatização das empresas estatais. 1995). e assegura aos acionistas a equidade. Heron Lemos _____________________________________________________________  Governança enquanto Estado mínimo: baseada na necessidade da redução dos déficits públicos. auditoria independente e o conselho fiscal.IBGC (2007) governança corporativa é um sistema que assegura aos sócios proprietários o governo estratégico da empresa e efetiva monitoração da diretoria executiva. redes profissionais e científicas.

Apesar das diferenças societárias e relações de propriedade existentes entre as empresas em geral. a governança corporativa no Brasil pode ser vista à luz de três diferentes visões: a abordagem internacional. e em especial as relações da empresa comshareholderse stakeholders. Todos. no setor privado. A governança corporativa no setor público inclui-se no tema da governança pública. acionistas majoritários.com. remetendo inclusive à governança corporativa propriamente dita como origem do modelo. o próprio interesse público. Heron Lemos _____________________________________________________________  (b) Disclosure: transparência das informações relativas às empresas. aplicado ao setor público. O fato é que o debate ainda é recente. têm a finalidade de aumentar o valor da entidade. a governança corporativa é vista como um conjunto de princípios e práticas que têm sido incorporados aos modelos de gestão das organizações e tem atraído a atenção de diferentes partes interessadas e. entretanto. a governança corporativa possui como desafio minimizar os potenciais conflitos de interesse entre esses agentes. Alguns pesquisadores utilizam o termo governança corporativa no setor público. é um conceito desenvolvido para o setor privado. empregados. apenas delimitando o foco. os conflitos de interesse ocorrem entre uma gama mais ampla de agentes. Assim. facilitar seu acesso ao capital e contribuir para sua perenidade. não é constante na literatura.  (d) Compliance: o estrito cumprimento da lei. evitando a ocorrência de informações privilegiadas. o ponto comum entre elas é resguardar os direitos dos demais atores de uma organização. da existência de conflitos de interesses e relações de poder aproximam as necessidades de governança também para o ambiente das redes.ou seja. são consensuais na definição do conceito. Segundo Souza (2001). em sentido mais amplo. os stakeholders: acionistas minoritários. vale lembrar que a utilização do termo governança corporativa. a princípio. aquela segundo o IBGC e a terceira.canaldosconcursos. credores. consumidores e sociedade como um todo. e as redes de empresas. os estudos mais aprofundados começaram a ser desenvolvidos no início de 1990. para diferenciar da governança corporativa propriamente dita . _____________________________________________________________ www. Governanca Corporativa no Setor Público Governança corporativa. Primeiramente. Bernhoeft (2003) destaca que a preocupação quanto ao tema da governança corporativa vem de longa data. as boas práticas de governança corporativa. saindo da capacidade de ação do Estado como um todo para uma análise mais específica de órgãos governamentais e agências públicas. Independente das diferentes visões expressas sobre governança corporativa. Outros autores utilizam o termo governança governamental. Entretanto. 2001). à luz da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). apontadas nos estudos de Escuder e Tinoco (2008).CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof.br/curso _pdf . aspectos comuns da gestão. tradicionalmente.  (c) Accountability: o dever e a responsabilidade pela prestação de contas. ou governance in the public sector. enquanto conjunto de regras contempla a preocupação em resolver os conflitos de interesse entre administradores e acionistas (Almeida. A governança corporativa. Porém. ao menos analiticamente. da discussão mais ampla sobre governança (governance). Destarte. Utilizam-se ainda somente governance. como forma de ilustrar a origem do conceito e diferenciar. Assim. gerentes.

com. O conceito de governança corporativa está relacionado com accountability. A questão realmente importante é se os princípios e conceitos do modelo de governança corporativa podem ser aplicados ao setor público. abertura. Considerando que a governança corporativa é uma tentativa de solucionar problemas do conflito agente x principal. uma verdadeira compreensão do relacionamento entre as partes interessadas da organização e sua estrutura de administrar os recursos e entregar resultados. a transposição de práticas de administração privada em órgãos governamentais. Segundo Mello: Enquanto a governança trata da aquisição e distribuição de poder na sociedade. a publicação do orçamento do governo fundamenta discussões sobre as políticas públicas (NETHERLANDS.  controle e  assistência social. como pode dar a entender. devido às particularidades do setor.. particularmente de alto nível" (MELLO. em contraste com a governança corporativa no setor público. assim como maior responsabilização constrange burocratas a buscarem melhorar seu desempenho. práticas estão ligadas a questões específicas de cada setor . É. inclusive as tratadas no âmbito político. a qual faz referência à administração das agências do setor público através dos princípios de governança corporativa do setor privado. tanto no setor público como privado. 2006) Os princípios da governança corporativa. assim. eficiência. então essa governança no setor público é composta pelos elementos:  responsabilidade em atender a sociedade. 2000). a boa governança corporativa. (MELLO. Aumento da transparência sobre recursos e gastos públicos contribui para melhor avaliação do desempenho dos executores das políticas públicas.canaldosconcursos. 2003). 2006). empresas publicam relatórios financeiros. a resposta é sim. desde que corretamente observados. Na verdade. Os relatórios financeiros das empresas servem de base para a distribuição dos lucros e para que os executivos prestem contas.) (BHATTA. que são totalmente aplicáveis no setor geral do Estado (..e derivam da aplicação de princípios e de conceitos mais abstratos estabelecidos pelo modelo de governança corporativa. A grande quantidade de publicações oficiais e artigos acadêmicos tratando de governança corporativa no setor público corrobora essa posição. há objetivos como o lucro e a produtividade . uma vez que o modelo agente x principal pode ser utilizado para um número enorme de relações sociais. implicaria práticas diferentes. Segundo Marques apud Mello.br/curso _pdf . e o governo publica seu orçamento. a governança corporativa denota a maneira pela qual as corporações são governadas e administradas. A aplicação dos mesmos princípios na administração pública. _____________________________________________________________ www. A diferença entre o setor privado e o público pode ser exemplificada pela publicação de documentos.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof.  supervisão. Heron Lemos _____________________________________________________________ Falar de governança corporativa no setor público não é. conforme demonstrado. e suporte para a administração. transparência e responsabilização. requer "uma clara identificação e articulação das definições de responsabilidade. quais sejam. usualmente compreendida. independentemente de qual a estrutura. podem ser aplicados ao setor público.no caso de organizações privadas.

credores etc. para alcançar as melhores práticas. para barret (2005. Bresser Pereira. da sociedade organizada. conformidade. integração e transparência (são principalmente o produto de estratégias.). O uso das práticas de governança corporativa exige que todas as organizações do setor público sejam transparentes e responsáveis por suas atitudes.br/curso _pdf . órgãos de controle – e. Heron Lemos _____________________________________________________________ E quais seriam os stakeholders de uma política pública? Segundo o estudo Governance in the Public Sector. Princípios de Governança na Gestão Pública Uma boa governança pública. que exige uma participação proativa de todos os atores envolvidos – dirigentes. o autor do PDRAE. políticas e processos no lugar). _____________________________________________________________ www.  Provedores de recursos (contribuintes. sistemas. agências de rating etc. em todas as suas dimensões.  Fornecedores de serviços e parceiros. p.  Usuários dos serviços.  A sociedade em geral. A busca permanente da prática desses princípios na administração do país ou gestão de qualquer instituição deve ser vista como uma condição indispensável para que essa instituição possa continuar a progredir. faz uma distinção bem clara entre a governabilidade e a governança em uma de suas obras.  Mídia. e prestação de contas.  Representantes políticos (Congresso). e responsabilidade em prestar contas.  Analistas e coletores de estatísticas (cientistas políticos. É importante ressaltar que essa é uma tarefa permanente. á semelhança da corporativa. transparência. está apoiada em quatro princípios: relações éticas. são: liderança. da IFAC.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. economistas. stakeholders de entidades do setor público podem incluir:  A entidade ou o(s) indivíduo(s) que elege ou nomeia o corpo diretor e que tem responsabilidade pela performance da instituição.canaldosconcursos. políticos.). as suas raízes e orientações teóricas e o trabalho que executou diante do extinto MARE. por meio do acesso do cidadão à informação governamental. que torna mais democráticas as relações entre o Estado e sociedade civil. A ausência desses princípios requer mudança na forma de gestão. analistas financeiros. integridade. FIQUE DE OLHO!!!!! Os princípios mais relevantes a que as entidades do setor público devem aderir para efetivamente aplicar os elementos de governança corporativa. A transparência do Estado se efetiva. em especial. na qual tece comentários sobre este plano.  Grupos de interesse. 5-6). Distinção entre Governabilidade e Governança No entanto.com. compromisso ( relativos a qualidades pessoais).

_____________________________________________________________ www.canaldosconcursos. 1998: 33).com. a sua ligação orgânica com o conteúdo da ação estatal (aspecto substantivo/material) ou com a sua forma (aspecto adjetivo/instrumental). em sentido amplo. Heron Lemos _____________________________________________________________ Nesta ele diz de maneira textual: “A governabilidade e a governança são conceitos mal-definidos. (Bresser Pereira. governabilidade é uma capacidade política de governar derivada da relação de legitimidade do Estado e do seu governo com a sociedade. também.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. É possível inferir.br/curso _pdf . ou seja. governança é a capacidade financeira e administrativa. Para mim. de um governo implementar políticas”. que para Bresser Pereira o traço distintivo entre a governabilidade e a governança é o seu caráter intrínseco. freqüentemente confundidos.

mas implica também em mecanismos informais. b) II. c) I.( ESAF .Prefeitura de São Paulo .CGU . c) Modificar as relações entre o Estado e a Sociedade Civil para dividir as responsabilidades na execução das políticas públicas. b) A definição de políticas públicas universais. Assinale abaixo com que tipo de ações esta mudança está relacionada. 1 .Analista de Finanças e Controle ) Sobre os avanços recentes na promoção da governança democrática e da participação social no Brasil. a forma de governo. é um fenômeno mais amplo que governo. as relações entre os Poderes e o sistema de intermediação de interesses. diz respeito às condições sistêmicas e institucionais sob as quais se dá o exercício do poder. com instituições públicas e não públicas. refere-se a padrões de articulação e cooperação entre atores sociais e políticos e arranjos institucionais que coordenam e regulam transações dentro e através das fronteiras do sistema econômico. d) II.br/curso _pdf . Está correto o que se afirma APENAS em a) I e III.2012 . é a capacidade do governo para identificar problemas críticos e formular políticas adequadas ao seu enfrentamento. 3 . IV e V. e) Ações que garantam o controle dos processos políticos. de caráter governamental.2012 .canaldosconcursos. que fazem com que as pessoas e as organizações dentro da sua área de atuação tenham uma conduta determinada. d) Ações que permitam governar de forma cooperativa. de caráter nãogovernamental. com medidas periódicas de prestação de contas aos cidadãos. abrange as instituições governamentais. I. III e IV. 2 .( ESAF .Analista de Finanças e Controle ) O surgimento de um conceito como o de governança supõe uma mudança na forma de atuar do poder público. por parte do poder público.SP . II. V.com. no setor público. podemos citar os seguintes: _____________________________________________________________ www. a) Ações que garantam. tais como as características do sistema político. Heron Lemos _____________________________________________________________ EXERCÍCIOS PARA FIXAÇÃO. III.2012 . por parte do poder público. IV. participando e cooperando na definição e execução das políticas públicas. e) III e V.Auditor Fiscal do Município ) Governança.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. implica principalmente mecanismos formais. IV e V. com amplo respaldo popular.CGU . satisfaçam suas necessidades e respondam às suas demandas.( FCC .

com. introduzindo métodos de contratação de gestores semelhantes aos da iniciativa privada. responsáveis pela implementação dos programas governamentais. redução dos cargos comissionados e eliminação da terceirização na administração pública. numa tentativa de colocar em prática os preceitos da democracia participativa previstos na Constituição de 1988. para os comportamentos. c) O aperfeiçoamento nos mecanismos de prestação de contas pessoais dos parlamentares que estabeleceu um novo marco fundamental para a redução dos escândalos envolvendo o Poder Legislativo nos Estados e Municípios.Analista Judiciário ) O desenvolvimento da capacidade de governança aplicada às organizações públicas foca. visto que os ocupantes de todos os cargos de direção no Poder Executivo são submetidos a processo seletivo amplo e transparente. II.11ª Região (AM) . a redução dos níveis hierárquicos e maior autonomia gerencial para os níveis operacionais. que servem de guia. atitudes e decisões de todas e quaisquer pessoas. 4 . Heron Lemos _____________________________________________________________ a) A integração e consolidação dos subsídios concedidos pelos estados e municípios.2012 . estejam executando a Missão da organização. A visão deve contemplar o perfil daquilo que a empresa pretende se tornar quando intenções. _____________________________________________________________ www. principalmente. b) as questões ligadas ao formato político-institucional dos processos decisórios. não tem a ver com os projetos ou sistemas que se pretende ver implantados na organização. ou crenças. e) A expansão no número e na atuação dos conselhos nacionais de políticas públicas ao longo dos últimos 10 anos. a) o desenvolvimento de estratégias de fortalecimento da burocracia profissional. d) A maior profissionalização da burocracia federal. e) a introdução da gestão por resultados. recursos e projetos se tornarem realidade.( FCC . c) a reforma do regime político. e na busca dos seus objetivos. d) a redução da máquina burocrática. A visão. reduzindo a necessidade de coalizões amplas de sustentação do governo e aperfeiçoamento de técnicas de planejamento estratégico na gestão dos programas ministeriais.br/curso _pdf . esforços. considere: I. tornando mais coerente e transparente a política tributária dos estados. a definição do mix apropriado do público/privado nas políticas. que no exercício das suas responsabilidades. por construção conjunta. especialmente nos níveis gerenciais.2012 . visto que hoje mais de 2/3 dos investimentos públicos federais são decididos a partir de consultas à população mediante mecanismos de orçamento participativo. b) A ampliação do controle social sobre a política fiscal. Visão é o conjunto princípios. por meio da universalização dos concursos públicos. ou critério. III.canaldosconcursos.6ª Região (PE) .TRT . assim como o escopo global dos programas. 5 .TRT . a participação e a descentralização.( FCC .CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof.Analista Judiciário ) Com relação à definição da visão de uma organização quanto à governança.

o segundo representa os aspectos instrumentais do exercício do poder. ou seja. Está correto o que se afirma APENAS em a) I e II. a capacidade do Estado de formular e implementar políticas públicas.EBC . as relações entre os poderes e o sistema de intermediação de interesses. IV e V. e) III. b) I.Técnico . d) II. a forma de governo. A governabilidade diz respeito às condições sistêmicas e institucionais sob as quais se dá o exercício do poder. bem como à experiência e à legislação brasileira nesse setor. pois não passará de uma mera intenção.( CESPE . Governança e governabilidade são conceitos distintos. até mesmo.TCU .2011 . IV e V.( CESPE . realista e visível. complementares. se ela propuser resultados inatingíveis. ( ) Certo ( ) Errado 7 . O enunciado da visão é uma declaração concisa responsabilidades da sua empresa perante os seus clientes. 6 .2008 .br/curso _pdf .canaldosconcursos.Analista de Controle Externo ) Com referência aos conceitos e situações aplicáveis à administração pública. Heron Lemos _____________________________________________________________ IV. julgue os próximos itens. III e IV. II. ( ) Certo ( ) Errado _____________________________________________________________ www. A visão precisa ser prática. contudo fortemente relacionados. III e IV. c) I. V.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. tais como as características do sistema político.com.Administração ) do propósito e das Tendo o fragmento de texto acima como referência inicial. referentes a noções de administração pública. julgue os itens. O primeiro refere-se às condições substantivas de exercício do poder e de legitimidade do Estado.

Mas não é somente a dimensão legal da accountability que deve ser levada em conta. uma rápida revisão dos trabalhos produzidos revela que a definição do conceito ainda carece de consenso quanto a seu significado e de uma clara delimitação teórica.canaldosconcursos. prestar contas a. como também ao longo do mandato de seus representantes. por meio dos mecanismos de participação popular. a questão fundamental consiste na identificação das atividades relacionadas à responsabilização dos agentes públicos – burocratas e governantes – que devem ou não ser incluídas sob o termo. mais recentemente. Accountability é também um atributo da sociedade civil.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof.com. de sujeição do poder público a estruturas formais e institucionalizadas de constrangimento de suas ações à frente da gestão pública. devendo. Accountability O conceito de accountability vem se tornando largamente empregado nas ciências sociais. para tanto. dar satisfação a. restringir-se-á a exegese da idéia de accountability ao exame do debate recente acerca do conceito dentro das tradições da ciência política e da administração pública. independente dos poderes públicos.1 Conceito O termo accountability vem do latim: ad + computare: contar para. Percebe-se que a definição tende a variar acentuadamente não apenas de autor para autor. tornando-o obrigado a prestar contas e a tornar transparente sua administração. não só em períodos eleitorais. _____________________________________________________________ www. Inicialmente.br/curso _pdf . e para não perder de vista o nosso foco. Heron Lemos _____________________________________________________________ GABARITOS: 1-A 2-D 3-D 4-B 5-D 6-E 7-C 3. como forma de fiscalizar. A extensa produção acadêmica acerca do tema – tanto na tradição anglo-saxônica como. mas também conforme a tradição disciplinar na qual o trabalho se insere. 3. Dadas as restrições de tempo e espaço. Entretanto. passando pela administração pública e a ciência política. não só na implementação das políticas públicas como também na aferição dos resultados conforme as expectativas da sociedade. corresponder à expectativa de. A idéia de accountability está presente hoje em diversas áreas das ciências sociais: desde a administração de empresas até a educação. A accountability é uma forma de controle social. cabe destacar que a maior fonte de dissensão e controvérsia refere-se à delimitação do conceito: quão abrangente ou limitado ele deve ser? Nesse sentido. na literatura de língua portuguesa – nos últimos anos é uma constatação de sua importância. haver uma conscientização da classe política em torno da necessária comunicação com a sociedade. É preciso dar ênfase à dimensão política.

do Estado.Aquele que é accountable aceita a responsabilidade e mantém sua integridade. e o de. duas partes: a primeira. embora com conseqüências e de forma diferenciada. Começaremos pela concepção de O´Donnell sobre accountability. na política. do processamento do bem público. ser um exemplo para outros. O´Donnell enfatiza que essa divergência leva a implicações distintas quanto aos “direitos e _____________________________________________________________ www. a busca incessante do melhor interesse público como sua marca distintiva. Segundo Coelho: Uma pessoa ou instituição é accountable quando é responsável por decisões e pelas conseqüências de suas ações e inações. Entretanto. como sinônimo de responsabilidade ou dever de prestar contas dos atos. portanto. o espaço público é o lugar das virtudes.com. na esfera do mercado. alcançando um alto nível de credibilidade junto à sociedade. horizontal e societal. Tendo como ponto de partida que as poliarquias incorporam elementos das três tradições. evitando a “aparência de improbidade” e resguardando (no caso de uma organização) sua reputação.2 Accountability vertical. pressupõe uma relação entre iguais.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. Para a tradição liberal. A accountability representa a responsabilidade objetiva de uma pessoa ou organização responder perante outras pessoas ou organizações. A falta de interesse em se traduzir o termo no Brasil está intimamente relacionada à inexpressiva ou inexistente aplicação das formas de accountability.br/curso _pdf . 3. republicanos e democráticos no exercício da accountability. contudo. tendo sido atribuído. A análise deste autor sobre as várias accountabilities tem como matriz básica as três correntes clássicas do pensamento político: democracia. A accountability envolve. um sentido genérico de prestação de contas e fiscalização. O componente liberal das poliarquias modernas aponta para a existência de direitos que não devem ser usurpados por nenhum poder. Para a tradição republicana. “Quanto mais avançado o estágio democrático. tendo em vista a relação direta dessa forma de controle com a democracia. pelos gestores da coisa pública. A noção de accountability horizontal. portanto. à existência de mecanismos institucionais efetivos. nas dimensões vertical ou horizontal da accountability. principalmente. quando não cumprirem suas responsabilidades básicas. o autor identifica os componentes liberais. mas. O termo ainda não foi traduzido para o português. O conceito de accountability. incluindo o estado. por meio do mecanismo de “checks and balances” da mútua vigilância entre os três poderes. O componente republicano salienta o cumprimento do dever público. o locus do valor está no espaço privado. que delega responsabilidade para que a segunda proceda à gestão dos recursos. gerando obrigação para o gestor de prestar contas da sua gestão. que permitam chamá-los à fala. portanto. Para Lamounier accountability diz respeito à sensibilidade das autoridades públicas em relação ao que os cidadãos pensam. maior o interesse pela accountability”. autônomos. pela maioria dos autores. não deve ser restrito. Heron Lemos _____________________________________________________________ Accountability é um termo abrangente que vai além da prestação de contas. os agentes da sociedade civil. Alguns autores atribuem esse fato à fragilidade da democracia do Brasil e de outros países. é preciso esclarecer como se situam. demonstrando o bom uso desses recursos. pura e simples. devendo ser analisado não só na dimensão legal. liberalismo e republicanismo.canaldosconcursos. Ambas as tradições pressupõem uma divisão clara entre o privado e o público.

apontam esta insuficiência. a tradição democrática é monista. aceitando que todos são qualificados para o exercicio da política. mesmo desviando de seus mandatos. E. No sentido de uma distinção entre o privado e o público. ou ambos. indagando sobre os limites do voto para induzir a atuação dos governantes no sentido do “melhor interesse do cidadão”. 1998. 1998. 1998. uma vez que pode ter informações e condições de agir no melhor interesse do cidadão mas não o faz. os autores identificam que um governo pode agir de forma representativa (agir no melhor interesse do cidadão) porque ou é responsivo ou accountable. p. entre eles e especialmente.canaldosconcursos. Pzerworski resume apropriadamente o ponto: “ou governantes seguem políticas que proporcionam o bem estar dos eleitores. eles dispõem de uma enorme janela para fazer coisas que eles. Dessa forma. a dimensão democrática da accountability é assegurada pelo exercício da accountability vertical. afirmam que as eleições não constituem o mecanismo democrático por excelência para induzir a representatividade. em certa medida. a capacidade de governança do Estado. Estes. por não pressupor tal distinção como constitutiva e nem pressupor uma elite virtuosa. Heron Lemos _____________________________________________________________ deveres políticos. para participação no demos. querem” (Przeworski. Tendo pontuado a questão da insuficiência do mecanismo do voto (accountability vertical) para garantir representatividade e.12). A noção de accountability horizontal aponta para a existência de “agências estatais que têm o direito e o poder legal e que estão de fato dispostas e capacitadas para realizar ações. p 32). Manin e Stokes. pp 30-33). Distinguindo entre governo responsivo (adota política assinaladas como preferidas pelos cidadãos) e accountable (na medida em que os cidadãos podem discernir se os governos estao agindo em seus interesses e podem punir apropriadamente os governos não representativos). eles não podem ter certeza se o governo está agindo no sentido de seus melhores interesses quando o governo implementa ou trai suas promessas.com. O que segue do argumento é que um governo pode ser responsivo sem ser representativo. são insuficientes para o controle da ação governamental. O demos pode deliberar sobre qualquer questão e tem como suposto a igualdade dos cidadãos em seu direito positivo de participação na decisão do demos (O´Donnell. cabe apresentar a concepção de controle mútuo dos poderes como instrumento de responsabilização governamental.br/curso _pdf .a participação política. e não os eleitores. Sinteticamente. Se os eleitores nao estiverem certos sobre quais políticas melhor serviriam aos seus interesses. o argumento do autor é o seguinte: nas poliarquias modernas. o caráter da cidadania e da sociedade civil e de outros temas que constituem a substancia mesma do debate político” (O´Donnell. Vários autores. _____________________________________________________________ www. ou eles aderem aos seus mandatos mesmo sabendo que ao implementá-los resultados sub-ótimos para os eleitores emergirão. entretanto. Przerworsky. que vão desde a supervisão de rotina a sanções legais ou até o impeachment contra ações ou emissões de outros agentes ou agências do Estado que possam ser qualificadas comodelituosas” (O´Donnell. desde que os governos sabem que os eleitores não sabem. embora siga as orientações de seu mandato. p 40). principalmente através dos mecanismos das eleições e do voto. O argumento dos autores problematizam a questão da eleição (accountability vertical) e representação. 1998.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof.

com a participação da sociedade. entre outras. legislativo ou judiciário. inclusive financeira. existência de informação confiável e adequada. por meio de associações. com o objetivo de tornar mais transparente os atos do governo. portanto. mas entre os processos. entre os poderes.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. principalmente. Suas conclusões apontam para os recursos institucionais necessários: a autonomia. com a utilização de ferramentas institucionais e não institucionais.br/curso _pdf . Accountability Societal Essa nova conceituação de accountability societal vem ampliar significativamente o conceito de accountability vertical proposto por Donnell. o autor reconhece a existência de outros mecanismos de controle nas poliarquias contemporâneas. embora necessária para o tema da governança democrática. A noção de accountability horizontal. movimentos e mídia. é insuficiente para garantir a legitimidade necessária para o exercício da democracia. internas ao estado.canaldosconcursos. externas aos poderes executivo. _____________________________________________________________ www. existência de redes bem estruturadas nacionais e internacionais. Entretanto. incluindo. entendida dessa forma. Por fim. O´Donnell identifica aqui as “várias agencias de supervisão.com. como os ombusdmen e as instancias responsáveis pela fiscalização das prestações de contas” (O´Donnell. nesta dimensão as diversas ações que podem ocorrer não só no processo eleitoral. Heron Lemos _____________________________________________________________ A accountability horizontal. é produto de uma rede de agencias. 1998. O conceito de soberania popular implicíto na concepção da democracia exige uma base de legitimidade que vai além da existencia de mecanismos de checks and balances entre os órgãos do governo e também dos tradicionais mecanismos de controle através das eleições. p 43). expondo seus erros. trazendo novas questões para a agenda pública ou influenciando decisões políticas a serem implementadas pelos órgãos públicos. o autor identifica os desafios para que se efetive a accountability horizontal.

III. 10 . está correto o que se afirma em a) I.br/curso _pdf .Auditor de Controle Externo ) Infere-se da situação apresentada pressupostos de accountability.2011 . III. II. _____________________________________________________________ www. II. IV e V. Heron Lemos _____________________________________________________________ EXERCÍCIOS PARA FIXAÇÃO.BAHIAGÁS . III e V. IV e V. denotando articulação entre Estado e sociedade.TC-DF .2010 . IV e V.TCE-PR . IV. No âmbito da esfera pública. A Governança tem um sentido amplo.Analista de Controle ) Considere as afirmativas: I. apenas. apenas. 8 .( FCC . c) II. A Accountability horizontal requer a institucionalização de poderes para aplicação de sanções legais em atos verificados como nocivos à gestão pública.2012 .CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. III e IV. d) I. e) I. A Governabilidade denota um conjunto essencial de atributos de um governo a fim de executar sua gestão. III.com.canaldosconcursos. III. V. A Accountability relaciona-se ao princípio da publicidade. ( ) Certo ( ) Errado que a Alfa está se alinhando com os 9 .( CESPE . apenas.Analista de Processos Organizacionais ) Accountability é a) a relação de legitimidade e autoridade do Estado e do seu governo com a sociedade.( FCC . apenas. b) II. II. Há relação direta e proporcional entre a percepção dos cidadãos na avaliação positiva de governantes agirem em função do interesse coletivo e a maior accountability do governo.

d) a capacidade do governo de representar os interesses de suas próprias instituições. d) Gestão por objetivos.CETESB . dependente das crenças e das opiniões subjetivas. _____________________________________________________________ www.br/curso _pdf . Heron Lemos _____________________________________________________________ b) o reconhecimento que tem uma ordem política. garantindo-se a maior transparência e a exposição das políticas públicas: a) Governança. 11 .canaldosconcursos.( VUNESP . e) a aquisição e centralização de poder do setor público na administração das agências.com. e seus princípios são justificações do direito de mandar. e) Administração Pública Burocrática. c) Accountability.2009 .Analista Administrativo ) Pode ser considerado como o conjunto de mecanismos e procedimentos que levam os dirigentes governamentais a prestarem contas dos resultados de suas ações. garantindo-se maior transparência e a exposição das políticas públicas. b) New Public Management. por meio dos princípios de governança corporativa do setor privado.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. c) o conjunto de mecanismos e procedimentos que levam os decisores governamentais a prestarem contas dos resultados de suas ações.

com. 1. a) CLIENTELISMO: troca de benefícios por apoio político. b) CORPORATIVISMO: é uma ação sindical. É uma “ponte” entre mercado/sociedade civil e a governabilidade.1 Sistema utilizado pelo Governo. 2. com propriamente dita. GOVERNABILIDADE: refere-se ao poder público em si. em que prevalece a defesa dos interesses de um setor organizado da sociedade. ATENÇÃO: Nova Governança Pública: participação do mercado e da sociedade civil nas decisões. política. de decisões políticas. é o braço operacional da fortalece a legitimidade do governo e aumenta _____________________________________________________________ www. diz respeito capacidade gerencial.br/curso _pdf . decorre dorelacionamento do estado e do seu governo com a sociedade. implementar políticas públicas que atendam às a parâmetros de competência técnica.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof.C 11 . capacidade de governar. O antigo corporativismo era criado pelo Estado e por este controlado. de decidir e necessidades da população. sua governabilidade. legitimidade para governar.canaldosconcursos. Diz respeito a mecanismo de interesse.C RESUMO SISTEMATIZADO: 1. c) NEOCORPORATIVISMO: O termo neocorporativismo surge para conceituar os fenômenos de intermediação de interesses. financeira e técnica governabilidade. Heron Lemos _____________________________________________________________ GABARITOS: 8-C 9–D 10 . de redes de informações e de decisões estratégicas. tem como desafio a intermediação de interesse. FIQUE DE OLHO!!!!! GOVERNANÇA ELETRÔNICA (E-GOVERNANCE): refere-se à capacidade dos governos utilizarem as tecnologias da informação e comunicação para definir e implementar políticas públicas com eficiência e efetividade. para uma boa governança. cuja característica fundamental é a existência das grandes organizações representativas de interesse privado (corporações) na intermediação política. GOVERNANÇA: Capacidade de governar. tem na governança seu meio de atuação.

ATENÇÃO: Num ambiente democrático.  Ação entre iguais – ocorre entre poderes. tais como. TCs. PARTIDOS POLÍTICOS E IMPRENSA EM GERAL. adotando políticas por estes escolhidos. Instrumrntos de exercício do ACCOUNTABILITY: 1. OUVIDORIAS PÚBLICAS. SINDICATOS.canaldosconcursos. É INCAPAZ DE APLICAR SANÇÕES. Despertar a consciência para a correta utilização dos recursos públicos. Vertical: Exercido pelos CIDADÃOS através do VOTO e da AÇÃO POPULAR. MÍDIA ETC. 3. ACCOUNTABILITY: Conceito: Capacidade do sistema político de prestar contas de suas promessas aos CIDADÃOS.com. PRESTAÇÃO DE CONTAS DOS _____________________________________________________________ www. RESPONSABILIZAÇÃO.  Ação entre autônomos – ocorre entre órgãos. Atuação do MP. ASSOCIAÇÕES. Social ou Societal: Ligados às diversas ENTIDADES SOCIAIS. ONGs.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. CONTROLADORIAS GERAIS. Objetivos: 1. 2. AGÊNCIAS FISCALIZADORAS. Fortalecimento dos controles e 2. há um forte aspecto político no ACCOUNTABILITY.br/curso _pdf . Horizontal: Estabelecido pela CF/88. Características: GOVERNANTES. Heron Lemos _____________________________________________________________ 3. Responsabilidade: Os governos são responsivos quando promovem os interesses dos cidadãos.

b) A accountability vertical é caracterizada por uma relação entre desiguais. mas um prolongamento desta. Administração Pública.Auditor Público Externo ) Com relação ao conceito de accountability. Seu conteúdo também varia ao longo do tempo.( FMP-RS .CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. na forma de empregos. c) O grau de governança democrática de um Estado independe do quantum de accountability existente na sociedade.SEPLAG-DF . o clientelismo indica um tipo de relação entre atores políticos que envolve concessão de benefícios públicos. 12 .2011 . ou seja. de acordo com os recursos controlados pelos atores políticos. assinale a alternativa incorreta.Auditor Público Externo ) Com relação à governança na Administração Pública. assinale a alternativa INCORRETA. _____________________________________________________________ www. são os próprios agentes públicos ou servidores do Estado que possibilitam a formulação e a implementação adequada das políticas públicas e representam a face deste diante da sociedade civil e do mercado. a) Governabilidade diz respeito ao exercício do poder e de legitimidade do Estado e do seu governo. e) O voto é um típico mecanismo de accountability horizontal. 13 . d) A accountability social abarca formas de controle exercidas pelos meios de comunicação e por organizações não governamentais (ONGs). sobretudo na forma de voto. à prestação de contas da Administração Pública e dos agentes públicos perante a sociedade. basicamente.( FMP-RS . isenções. Heron Lemos _____________________________________________________________ EXERCÍCIOS PROPOSTOS. em todas as suas dimensões. no setor de prestação de serviços diretos ao público.( FUNIVERSA . assinale a alternativa INCORRETA.2009 . há certo consenso de que se refere. benefícios fiscais. e) Uma boa governança pública está apoiada em quatro princípios: relações éticas. da vigilância recíproca entre os poderes autônomos do Estado.canaldosconcursos.Analista ) Quanto aos conceitos de Ciência Política. b) Governança é a capacidade que determinado governo tem para formular e implementar as suas políticas. no entanto. em troca de apoio político.2011 . 14 . d) A fonte direta da governança não são os cidadãos ou a cidadania organizada em si mesma.TCE-RS .br/curso _pdf . no caso brasileiro pelos mandões e pelo governo. b) O clientelismo é o mandonismo visto do ponto de vista bilateral. e prestação responsável de contas.com. governabilidade. governança e intermediação de interesses. c) A accountability horizontal é caracterizada por uma relação entre iguais. conformidade.TCE-RS . a) A accountability é um conceito cujos contornos são bastante imprecisos. realizada principalmente pelos instrumentos de checks and balances. seja pelo controle de baixo para cima ou pelo controle de cima para baixo. Esse é um dos sentidos em que o conceito é usado na literatura internacional. a) De modo geral. transparência.

implicando ainda a capacidade dos governos de planejar. ( ) Certo ( ) Errado 16 . e) metodologia gerencial norteamericana que inspirou a Reforma Administrativa implementada nos anos 90 pelo Ministério da Administração Federal e Reforma do Estado (MARE). c) formas de elaboração do orçamento público pautadas pela responsabilidade fiscal.com. a forma de governo. julgue os itens subsequentes. Predomina nos países escandinavos. é a maneira pela qual o poder é exercido na administração dos recursos sociais e econômicos de um país visando ao desenvolvimento. e) A modalidade institucional-redistributiva de proteção social se abriga sob o padrão social-democrata de Welfare State. d) A governabilidade refere-se mais à dimensão estatal do exercício do poder. tais como as características do sistema político.MTE . também.2009 .Analista Judiciário ) A respeito de administração pública. d) Instâncias responsáveis pela fi scalização das prestações de contas contribuem para o desempenho da accountability vertical. administração. representa ferramenta de combate à corrupção.br/curso _pdf . 15 . a) As eleições e o voto são mecanismos de accountability horizontal.TRE-BA . Heron Lemos _____________________________________________________________ c) A definição geral de governabilidade é o exercício da autoridade. b) Uma alta demanda social por accountability afeta. Ao Estado compete a produção e a distribuição de bens e serviços “extramercado”. não há como se falar em governabilidade.Auditor Fiscal do Trabalho ) Assinale a opção correta.canaldosconcursos. poder de governo.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. o sistema de intermediação de interesses. 17 . O conceito de accountability implica a transparência das ações e práticas governamentais que passam a ter mais visibilidade e ser do conhecimento das pessoas em geral. em grande parte financiados por impostos gerais e dirigidos a todos os cidadãos. Diz respeito às condições sistêmicas e institucionais sob as quais se dá o exercício do poder. negativamente. Precisando melhor. proporcionando a base para acordos de largo alcance e longa duração. as relações entre os Poderes. controle.( FCC . c) Sem legitimidade.( ESAF . portanto. onde. a capacidade de governança. b) mecanismos contemporâneos de elaboração das contas públicas. o corporativismo (ou neocorporativismo) se enraízou. d) sistema gerencial de controle dos gastos públicos.MPE-SE . formular e implementar políticas e cumprir funções.2010 . e) Uma boa governabilidade garante uma boa governança. _____________________________________________________________ www.2010 .Analista do Ministério Público ) O conceito de accountability liga-se a a) prestação de contas da Administração e dos funcio nários públicos perante a sociedade.( CESPE .

( ) Certo ( ) Errado 20 .( CESPE . b) Governança pode ser entendida como um modelo horizontal de relação entre atores públicos e privados no processo de elaboração de políticas públicas. ( ) Certo ( ) Errado 21 . Heron Lemos _____________________________________________________________ 18 .2007 . A reengenharia. de modo a garantir recursos necessários para a realização de determinados projetos urbanos. devem obedecer a padrões de governança corporativa.( ESAF . com vistas à substituição de mão-de-obra por equipamento. julgue os itens a seguir.TCU .2008 .2009 . julgue os itens. e) A governabilidade refere-se mais à dimensão estatal do exercício do poder.( CESPE . constituídas com a finalidade precípua de implantar e gerir o objeto dos contratos de parceria público-privada. concebida como um aprimoramento ou redesenho de processos.TCU . As chamadas sociedades de propósito específico.Auditor Fiscal da Receita Federal ) Sobre o tema 'governabilidade. ( ) Certo ( ) Errado 19 . acerca do empreendedorismo governamental. _____________________________________________________________ www. d) As parcerias público-privadas (PPPs) constituem um exemplo de coordenação de atores estatais e não estatais.Receita Federal . Com base nessa situação hipotética. típico da governança.Analista de Controle Externo ) Com base nos conceitos da administração pública e na legislação e experiência brasileiras nessa área. está voltada para a automação e robotização dos processos de trabalho. c) O conceito de governança possui um caráter mais amplo que o conceito de governabilidade. e conseqüente redução dos custos de produção e venda dos bens e serviços. o seu gestor público.Analista de Controle Externo ) Com relação às novas tecnologias de gestão.com.TRE-BA . governança e accountability'. assinale a opção incorreta.( CESPE . firmou alianças entre esferas de poder de elites políticas locais. julgue o item a seguir. A inexistência de recursos oriundos dos órgãos públicos para realização dos projetos constitui um ponto fraco dessa gestão. sob a ótica do planejamento estratégico. tanto no âmbito da administração pública como no do setor privado. em detrimento do controle burocrático.br/curso _pdf .Técnico Judiciário ) Em um município.canaldosconcursos.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. a) A accountability visa a fortalecer o controle social e político. das novas lideranças no setor público e de gestão estratégica. os quais vêm sendo crescentemente exigidos.2010 . depois de dois anos de governo.

( ) Certo ( ) Errado 23 . e que engloba. Um aspecto importante para dar seguimento à reforma do Estado é a existência de governabilidade. Desse modo.Técnico ) Visando-se ao fortalecimento da regulação coordenada pelo Estado. b) III e IV.com. Diz respeito à capacidade de decidir.( FCC .2008 .2009 . I. Correspondem ao conceito de governança APENAS: a) I e II. d) II e V.2008 . denomina-se: a) Transparência. 25 .TRE-MS . e) IV e V. V. desse modo. e) Accountability. II. É o conjunto de condições necessárias ao exercício do poder.INSS . que diz respeito à maneira pela qual o poder é exercido no gerenciamento dos recursos sociais e econômicos de um país.Analista Judiciário ) Considere as afirmativas abaixo. em função das responsabilidades que lhes foram atribuídas por delegação de poder. É a capacidade do governo de implementar as decisões tomadas.2007 . que versam sobre reforma e revitalização do Estado. conceito que descreve as condições sistêmicas de exercício do poder em um sistema político. é correto afirmar que uma nação é governável quando oferece aos seus representantes as circunstâncias necessárias para o tranqüilo desempenho de suas funções.canaldosconcursos. sistema partidário e equilíbrio entre as forças políticas de oposição e situação.( CESPE . b) Integridade. Heron Lemos _____________________________________________________________ 22 . Compreende a forma de governo. relações entre os poderes.SEFAZ-SP . as técnicas de governo.Analista de Finanças e Controle ) Considerado fundamental à governança no setor público. _____________________________________________________________ www.( ESAF . d) Responsabilidade Fiscal.INSS . é importante reforçar a governança. c) Equidade. c) II e III. o processo pelo qual as entidades públicas e seus responsáveis devem prestar contas dos resultados obtidos. III.br/curso _pdf . ( ) Certo ( ) Errado 24 . IV.Técnico ) Julgue os itens seguintes.CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. Envolve arranjos institucionais pelos quais a autoridade é exercida de modo a viabilizar as condições financeiras e administrativas indispensáveis à execução das decisões que o governo toma.( CESPE .

CGU . V.Analista de Finanças e Controle ) Assinale como verdadeira (V) ou falsa (F) as definições sobre a Governabilidade. e) A governança é a capacidade que um determinado governo tem para formular e implementar as suas políticas. F e) F. ( ) A fonte e a origem da governabilidade são as leis e o poder legislativo. entendida como a habilidade que este tem para agregar os múltiplos interesses dispersos pela sociedade e apresentar-lhes um objetivo comum. relacionadas a seguir: ( ) A governabilidade refere-se às próprias condições substantivas / materiais de exercício do poder e de legitimidade do Estado e do seu governo. a) A governança consiste na própria autoridade política ou legitimidade possuída pelo Estado para apresentar à sociedade civil e ao mercado um amplo projeto para determinada nação. V d) V.Analista de Finanças e Controle ) O desafio do Estado brasileiro pressupõe uma tarefa de transformação que exige a redefinição de seus papéis.2004 . funções e mecanismos de funcionamento interno. V 27 . F. d) As principais fontes e origens da governança são os cidadãos e a cidadania organizada. V. F. derivadas da sua postura diante da sociedade civil e do mercado. pois é ele que garante a estabilidade política do Estado. Assinale a opção correta entre as seguintes afirmações sobre governança.com. ( ) A governabilidade é o apoio obtido pelo Estado às suas políticas e à sua capacidade de articular alianças e coalizões para viabilizar o projeto de Estado e sociedade a ser implementado. por representar todas as unidades da Federação e os diversos segmentos da sociedade. Escolha a opção correta. a) V. V. F. F b) F. c) A governança visa não apenas superar a crise do Estado e do seu aparelho.CGU . os aspectos adjetivos/ instrumentais da governabilidade. V c) V.( ESAF .br/curso _pdf . ou seja. V. F. Heron Lemos _____________________________________________________________ 26 . _____________________________________________________________ www.canaldosconcursos. Este processo impõe novas exigências à sociedade como um todo. F. ( ) A governabilidade é a autoridade política do Estado em si.( ESAF . b) A governança é composta das condições sistêmicas nas quais se edifica um projeto de Estado e sociedade. F. V. V. ( ) A fonte da governabilidade são os agentes públicos ou servidores do Estado que possibilitam a formulação / implementação correta das políticas públicas.2004 .CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. mas também cooperar na superação do atual quadro social persistente em nosso país. V. F. F.

br/curso _pdf .CURSO EM PDF – ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – ICMS SP Prof. Heron Lemos _____________________________________________________________ GABARITOS: 12 .canaldosconcursos.E 14 .C 24 .A 22 .com.E 25 .C 16 .D 26 .C 19 .E _____________________________________________________________ www.C 27 .C 23 .A 17 .E 21 .C 18 .C 15 .C 13 .C 20 .