You are on page 1of 20

PARCEIROS NA

CRIAÇÃO DE
VALOR
COMUNIDADE LEAN THINKING
COMUNIDADE LEAN THINKING ©
2
APRESENTAÇÃO
de 20

 A comunidade lean thinking é uma organização criada para desenvolver e promover


a filosofia lean thinking junto de organizações públicas e privadas, com ou sem fins
lucrativos;
 A ideia de comunidade nasce da importância da interdependência alcançada através
do trabalho em equipa e em prol de todos;
 A aplicação dos princípios lean thinking permite o estabelecimento de relações de
mútuo benefício (win-win) com as diversas organizações com quem a comunidade
interactua.

MISSÃO
 Contribuir para o desenvolvimento dos seus stakeholders através da criação e
partilha de conhecimento e experiências baseado em relações win-win;
 Contribuir de forma desinteressada e íntegra para o bem comum partilhando ganhos
e conhecimento, numa perspectiva de melhoria contínua;
 Ser uma organização de referência no domínio da investigação, desenvolvimento e
inovação nas áreas do lean thinking;
 Obter reconhecimento nacional e internacional através da implementação da filosofia
lean thinking em organizações empresariais através da metodologia going lean ®.

COMUNIDADE LEAN THINKING ©


3
Honestidade de 20

Manter os Equidade
compromissos

Encorajar Respeito
a iniciativa CORE VALUES pelo indivíduo
individual VALORES

WIN-WIN
COMUNIDADE LEAN THINKING ©
4 CONHECER O CLIENTE quem servimos?
de 20

PRINCÍPIOS LEAN THINKING


DEFINIR VALOR o objectivo de todos

DEFINIR A campo de
CADEIA DE VALOR intervenção

OPTIMIZAR FLUXOS os meios a aplicar

IMPLEMENTAR o sistema a usar


O SISTEMA PULL

PERFEIÇÃO a insatisfação

INOVAR SEMPRE a atitude certa

COMUNIDADE LEAN THINKING ©


5
POR ACASO, de 20

ISTO É-LHE
FAMILIAR?

 Papeis (burocracia);
 Demasiados níveis hierárquicos;
 Tempo e recursos mal aproveitados;
 Subestimar o valor das pessoas;
Controlos Rework Stock
 Transportes e movimentações;
 Controlos e inspecções;
 Acertos e ajustes (setups);
 Defeitos e erros;
 Stocks;
 E muitos mais...

DESPERDÍCIO É TUDO QUE NÃO


ACRESCENTA VALOR!!! Excesso de Avarias Transportes
actividades
ANDA A FAZER NA PERFEIÇÃO
O QUE NÃO NECESSITA DE SER FEITO?

COMUNIDADE LEAN THINKING ©


6
de 20
ABORDAGEM CLT AO LEAN MANAGEMENT
Envolvimento de todos na organização:
• Orientação às pessoas;
• Focalização nos processos;
• Gestão por resultados.

rápida intervenção
VALOR

4
EXCELÊNCIA

2
Desenvolvimento

Transferência
de conhecimento
1
Introdução
Avaliação

TEMPO
Eliminar o desperdício
Criar valor para os stakeholders

COMUNIDADE LEAN THINKING ©


GOING LEAN ®
7
de 20

WORLD
Eliminar o desperdício
Criar valor para os Stakeholders CLASS
ENTERPRISE

Ganhos Redução de desperdícios, redução de custos, rapidez nas entregas, melhor Integração e Best in class!
qualidade, maior utilização de recursos sincronização da SC Value-base mgt
Iniciativas GOING LEAN ®

Planeamento colaborativo da cadeia de valor


Hoshin kanri strategy deployment na cadeia valor

Validação do LOS em toda a cadeia de valor


(Value Stream)

Visão e missão do sistema Lean-SCM


Iniciativas junto de parceiros na cadeia de valor.

Formação, treino e coaching de todas as pessoas;


rever continuamente o LOS

Transferência de conhecimento Going Lean e


iniciativas kaikaku (rapid improvement events).

Rever a missão e a visão do sistema de


operações. Value Stream Design (to-be)

Alertar para as ameaças, oportunidades, pontos


fortes, e desperdícios existentes.
Realizar VSM e Lean Assessment (as-is)

Etapas Definição da Desenho do Implementação do lean Desenho e implementação Sincronização do sistema


base-line. lean operations operations system do sistema lean supply chain Lean-SCM. Cooperação
Introdução do LT ao nível system (LOS) baseado na management (Lean SCM) através de toda a Cadeia de
operacional metodologia Going Lean © Valor (Value Stream)

Tempo 2-4 meses 4-9 meses 9-18 meses 1-2.5 anos > 3 anos

COMUNIDADE LEAN THINKING ©


8

A METODOLOGIA GOING LEAN ®


de 20

 A CLT desenvolveu a metodologia Going Lean®, uma


abordagem poderosa e sistemática para alcançar a
excelência lean. Este processo maximiza o desempenho no
curto prazo e prepara as organizações para a mudança
cultural sustentada;
 O procedimento Going Lean® requer uma intensa e
focalizada acção em áreas chave, como por exemplo:
 Liderança e visão;
 Envolvimento de toda a organização;
 Sistema de gestão e cultura;
 Pessoas e processos;
 Resultados do negócio.

COMUNIDADE LEAN THINKING ©


9
de 20

GOING LEAN ® PRINCÍPIOS


[achieving customer satisfaction]

1 CUSTOMER FOCUS

2 DELIVER VALUE

3 ELIMINATE WASTE CUSTOMER


SATISFACTION
4 PEOPLE & PROCESS FOCUSED

5 WIN-WIN RELATIONS

6 DRIVEN BY RESULTS & FACTS FIRM'S


SUCCESS

7 CONTINUOUS IMPROVEMENT

8 SUSTAINED DEVELOPMENT

COMUNIDADE LEAN THINKING ©


10
de 20 ROADMAP GOING LEAN ®
Visão e
CICLO KAIZEN PROPOSTA DE CRIAÇÃO DE VALOR
estratégia (longo prazo)
da empresa
Focar na Cadeia Identificar problemas e
de Valor oportunidades-chave
Mapear a cadeia de valor;
Identificar o VALOR Definição de Como é criado o valor?; Projecto/produto errado;
Definição de
sucesso: Como os recursos são usados? Abordagem global;
sucesso:
• Amplitude e âmbito; Desenhar o estado to-be; Perdas de valor;
Valor do Produto • Amplitude e âmbito;
• Necessidades Identificar os gaps Qualidade de processos/produtos;
ou Serviço • Necessidades
dos clientes e partes; e oportunidades. Ineficiências.
• Identificar os dos clientes e partes;
• Objectivos lean.
stakeholders; • Objectivos lean.
• Perceber as Targets e métricas lean
necessidades Rever a Targets e métricas lean
Rever a • Prioridades balanceadas;
• Perceber a utilidade cadeia de valor • Prioridades balanceadas;
cadeia de valor • Kpis locais e globais
do produto • Kpis locais e globais
ou serviço.

CICLO KAIKAKU ENTREGAR VALOR


Valor do projecto
(curto prazo)
• Visão estratégica
para o projecto; Planear (P)
• Constrangimentos; Verificar (C)
•Identificar os stakeholders chave;
• Recursos; •Avaliar as melhorias;
•Analisar a cadeia de valor local;
• Requisitos. •Reter as lições aprendidas; Actuar (A) •Identificar o muda e as oportunidades
•Identificar oportunidades emergentes; Adaptar e para criar valor;
•Usar kpis apropriados. melhorar •Perceber o feedback e as interacções
Valor criado para
todas as partes;
Fazer (D)
Crescimento e Valor
Valor •Incorporar as lições externas aprendidas; Rapid
sustentabilidade; adicional
adicional •Perceber os trade-offs custo/benefício e mudanças;
Novas oportunidades; Improvement
•Desenvolver kpi’s e acções em colaboração;
Inovação; Events
•Implementar e captar melhorias.
Lições aprendidas.

COMUNIDADE LEAN THINKING ©


11
A EVOLUÇÃO ESPERADA de 20

LEAN
ESTRATÉGIA DE GESTÃO ESTADO ESTADO
POSSÍVEL IDEAL

ESTADO NÃO MUITO


MRP

DESEJADO IMPROVÁVEL
(tradicional) DE ACONTECER!

ESTRATÉGIA DE INVENTÁRIO

MTS/BTS MTO/BTO MTS – make to schedule


BTS – build to schedule
MTO – make to order
BTO – bild to order

COMUNIDADE LEAN THINKING ©


12
de 20
CONSULTING e COACHING
ÁREAS DE INTERVENÇÃO

LEAN

Estratégia
Coorporate leadership
Business management
lideranç
liderança
MÉTODOS E PRÁTICAS
Lean office
Lean services
fornecedores Gestão de operações clientes
Gestão da cadeia de fornecimento
gestão supply chain
PESSOAS E PROCESSOS

Lean manufacturing
Continuous improvement
Value stream management
Customer service
operaç
operações People empowerment

ABORDAGEM INTEGRADA E COLABORATIVA DE TODA A CADEIA DE VALOR

COMUNIDADE LEAN THINKING ©


13
ÁREAS DE INTERVENÇÃO
de 20

 Liderança e Visão;
 Alinhamento estratégico (hoshin kanri; strategy deployment);
 Lean Operations (implementação de sistemas de gestão lean);
 Supply Chain Management (gestão da cadeia de fornecimento);
 Global Value Stream Mapping (VSM) and Analysis;
 Rapid Improvement Events (RIE/kaikaku);
 Melhoria contínua e eliminação de desperdícios;
 Planeamento e análise de layouts;
 Implementação de sistemas pull e kanban;
 Total Pull Flow Management;
 Trabalho em equipa e empowerment;
 Implementação Lean Six Sigma;
 Avaliação do desempenho e Kpi’s;
 Methods and Time Measurement (MTM);
 Formação, treino e coaching nas áreas anteriores.
COMUNIDADE LEAN THINKING ©
14
GOING LEAN® : RESULTADOS ESPERADOS!
de 20

 Redução do lead time 70-90%;


 Redução do tempo de ciclo 50-80%;
 Redução dos tempos de resposta > 75%;
 Redução de desenvolvimento de produtos 70%;
 Redução de custos de qualidade 80%;
 Redução do espaço ocupado 30-50%;
 Redução de custos operacionais 50%;
 Melhoria do customer service > 90%;
 Melhoria na participação e moral das pessoas;
 Aumentos de produtividade 15-55% por ano;
 Redução de stocks (ex. WIP) > 70%;
 Melhoria no retorno de investimentos > 90%.

COMUNIDADE LEAN THINKING ©


15
de 20

CRIAR VALOR CONTINUAMENTE


As regras da melhoria: Soluções lean
 Processos uniformizados e estáveis Takt time, pull,
Os resultados reforçam o sistema

 Ligação directa e inequívoca entre cliente e flow…


fornecedores

Mudança cultural sustentada


 Caminhos/links simples e directos
 Resolução de problemas in loco através de
métodos simples (PDCA e MC)
Conhecimento detalhado de Cultura de melhoria
todo o sistema de operações, contínua em toda a cadeia
produtos e serviços: CONFIANÇA de valor
 Através da cadeia de valor  Insatisfação e curiosidade
 Em cada um dos processos  Estrutura baseada em
valores

Relações win-win,
aprendizagem, resolução Lideres como Senseis
Estabilidade a de problemas em
todos os níveis: e mentores:
conjunto.  Presença e lideranças
 Produtos e  Trabalho em equipa
serviços  Perceber o trabalho
 Parcerias e apoiar
 Processos  Cooperação
 Pessoas  Aprender fazendo.

AS
AS PESSOAS
PESSOAS COMO
COMO ELO
ELO DE
DE LIGAÇÃO
LIGAÇÃO
DE
DE TODO
TODO O
O SISTEMA
SISTEMA

COMUNIDADE LEAN THINKING ©


COMPETÊNCIAS
NO ÂMBITO DA VSM
FORMAÇÃO mapeamento da
cadeia de valor
Liderança, estratégia e
gestão empresarial
E TREINO

ge
en ia
im de

st
Gestão da cadeia

to

ão
Planeamento

ec ca
de fornecimento
e controlo de

de
rn a
fo o d
operações

CLT

op
de stã

er
ge


õe
comunidade
lean thinking

s
Lean Lean six
SCM
LEAN THINKING sigma

Customer service e Soluções lean


stakeholders manufacturing
satisfaction & services

COMUNIDADE LEAN THINKING ©


17
FORMAÇÃO E TREINO
de 20

 Curso de Pós-Graduação em Lean Management (PG_LM), a decorrer à


sexta-feira (18h30) e ao sábado de manha no Porto, Leiria e Setúbal.
Duração total: 170 hrs, mais projecto de 3 meses em ambiente empresarial.
Sexta edição marcada para 16 de Outubro de 2009
 Formação inter e intra-empresa nos seguintes domínios:
Lean Thinking Gestão de Operações
Soluções Lean Gestão da Cadeia Fornecimento
Team work Lean People
Lean Six Sigma Engenharia de Manutenção
 Formação, coaching e treino à medida das necessidades da sua empresa;
 Possibilidade de realizar algumas destas acções através da nossa plataforma
de e-learning, permitindo aos colaboradores da sua empresa receberem
formações em áreas específicas.

A CLT é uma entidade acreditada pela DGERT para a formação profissional e o


seu Sistema de Gestão da Qualidade está certificado no âmbito da ISO 9001:2008.
Mais informações em www.leanthinkingcommunity.org

COMUNIDADE LEAN THINKING ©


18
de 20
PORQUÊ ENVOLVER A CLT?
 A metodologia Going Lean® permite às organizações iniciarem o seu percurso de
criação de valor, potenciando o impacto da focalização no cliente, e desenvolvimento de
uma cultura proactiva de melhoria contínua;
 Ao longo da jornada lean, os objectivos poderão ser alcançados de forma sustentável se
a organização for suportada e orientada por “senseis” que, trabalhando em parceria,
possam maximizar os ganhos para a organização;
 Baseada na abordagem hands-on-approach, aprender fazendo, a experiência da nossa
equipa na implementação de soluções lean em vários sectores de actividade é uma
importante mais valia;
 Para que a sua organização possa tirar partido do apoio externo é necessário saber o
que pretende alcançar e saber também quanto está disposta a pagar por isso;
Assim, identificamos algumas das formas de apoiar a sua organização:
 Garantia de alcance dos resultados a que nos propomos;
 Manter o equilíbrio entre clientes, pessoas, processos e ganhos;
 Valorizar o seu tempo e colocar em elevado patamar o alcance de objectivos dentro
dos prazos e custos estabelecidos;
 Promover ideias e a criatividade da sua equipa e da nossa de forma a resolver os problemas;
 Partilhar experiências e conhecimentos livremente.
se isto lhe parece uma boa opção para a sua empresa, por favor contacte-nos e
ajude-nos a perceber melhor as suas necessidades.

COMUNIDADE LEAN THINKING ©


19
PRINCIPAIS CLIENTES de 20

 ALMEDINA Coimbra
 ARVATO - TELESERVICE Porto;
 BRIEL Porto;
 BRINTONS Viseu;
 CORTICEIRA AMORIM Coruche e Pnt Sôr;
 Grupo EDP Porto
 EFACEC Porto;
 EURICO FERREIRA Trofa;
 FAPOMED Felgueiras;
 GAMOBAR Porto;
 HEXION Specialty Chemicals Lda Coimbra;
 HOSPITAL DE SJ DO PORTO Porto;
 IDT/ISEP Porto;
 IOLine Guarda;
 IPE - Indústria Produtora de Espumas, SA Pedroso;
 LAMEIRINHO Guimarães;
 LEASEPLAN Lisboa;
 PETRATEX Confecções SA Carvalhosa;
 PIONEER PORTUGAL Seixal;
 SIMOLDES Oliveira de Azeméis;
 SAFIRA Matosinhos;
 SODÉCIA Guarda
 TOYOTA CAETANO PORTUGAL Ovar.

COMUNIDADE LEAN THINKING ©


CLT ©, Abril de 2009
comunidade lean thinking
RELAÇÕES WIN-WIN

Rua Cupertino de Miranda, 35 - 4Dto


4760 124 VN de Famalicão
Telf. 91.853.89.82
Telf. 93.600.00.78/79
Fax. 211.454.136

management@leanthinkingcommunity.org
www.leanthinkingcommunity.org
lean today, win tomorrow
COMUNIDADE LEAN THINKING ©