SISTEMA DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Eduardo Viana Jocasta toledo Jhordana Vilela Bezerra Campanema Maicon Ricardo Reis

RESUMO O presente relatório tem como objetivo descrever o processo de geração de energia elétrica, desde as fontes utilizadas até toda sua parte técnica, dando-se um destaque para a geração de energia elétrica brasileira. INTRODUÇÃO A geração de energia elétrica compreende todo o processo de transformação de uma fonte primária (recurso natural) de energia em eletricidade (forma secundária da energia) e é responsável por uma parte significativa dos impactos ambientais, socioeconômicos e culturais dos sistemas de energia elétrica.ísticas e estocásticas, de certa forma cíclica, em períodos de tempo compatível com a operação das usinas elétricas e bem inferiores à vida útil dessas usinas. No contexto das fontes renováveis, as usinas hidrelétricas e o uso da biomassa apresentam um passado histórico bem significativo, assim como a utilização da energia eólica para fins energéticos diferentes da energia elétrica. Consequentemente, adotou-se uma forma específica de classificar as outras fontes renováveis para produzir energia elétrica - tais como eólicas, solar, células a combustível – como novas fontes renováveis ou fontes alternativas. No Brasil, a maior parcela da geração é efetuada por grandes hidrelétricas (atualmente responsáveis por mais de 90% da geração de energia elétrica no país), o que o torna um país diferenciado nesse cenário das emissões atmosféricas, mas não o redime ambiental e socialmente por causa de seus sérios problemas associados aos reservatórios desse tipo de usina e também por causa da formação de gases estufa (metano, no caso). 0909550-x 0809553-1 0909567-5 0909516-x

SISTEMA DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA O sistema de geração de energia elétrica é o processo de conversão de energia elétrica, até o despacho da mesma para as linhas de transmissão, como é mostrado na figura abaixo.

estão citados abaixo: a) Transformação de energia mecânica em elétrica. etc) em elétrica. dentre os principais tipos de conversão (transformação) de energia. . solar. b) fotovoltaicos. São normalmente construídas de silício. Transformação direta da energia solar em elétrica. com o uso de painéis As células fotovoltaicas convertem a irradiação solar em eletricidade a partir de processos que se desenvolvem ao nível atômico nos materiais de que são constituídas. térmica. Composição Básica do sistema é a turbina. conectada a um gerador que faz o trabalho de conversão da energia mecânica em energia elétrica. marés) e cata-ventos (acionados pelo vento) para acionar geradores elétricos.O processo de geração de energia elétrica consiste na conversão de outras formas de energia (mecânica. por meio do uso de turbinas hidráulicas (acionada por quedas d'águas.

plutônio etc. d) Transformação da energia produzida por reações químicas. As fontes não renováveis são aquelas passíveis de se esgotarem por serem utilizadas com velocidade bem maior que as centenas de milhares de anos necessários para sua formação. fissão nuclear. por meio da utilização de máquinas térmicas (turbinas e motores) que acionam geradores elétricos. o carvão mineral. ventos) ou cujo manejo. em energia mecânica. os combustíveis radioativos (urânio. sol.c) Transformação de energia térmica produzida por combustão (da energia química). Nessa categoria estão os derivados de petróleo. como no caso das células a combustível. tório. associadas ao ciclo do hidrogênio. marés. pode ser efetuado de forma compatível com as necessidades . As fontes renováveis são aquelas cuja reposição pela natureza se dá em período de tempo consistente com sua utilização energética (águas dos rios.) e o gás natural. FONTES DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA As fontes primárias usadas para a produção da energia elétrica podem ser classificadas em não renováveis e renováveis. pelo sol ou energia geotérmica. pelo homem.

de sua utilização energética (biomassa: cana-de-açúcar. As usinas hidrelétricas de micro. ciclo combinado).A primeira foi a privatização das companhias operadoras. A produção de energia renovável pode prover desenvolvimento econômico e oportunidades de emprego. marcou a retomada da responsabilidade do planejamento do setor de energia elétrica pelo estado. mini e pequeno porte (PCH’s) são uma boa opção.A segunda mudança. promover inserção social com os programas de universalização. SISTEMA DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO BRASIL A atual estrutura institucional do setor elétrico brasileiro é dada a seguir: . para muitas regiões. A geração eólica de eletricidade está crescendo rapidamente a baixo custo e se mostra como a melhor opção econômica em locais específicos. Tais características dependem do tipo de combustível (carvão mineral. em diversos países. no âmbito de um modelo sustentável. Viabilidade das fontes A geração termelétrica apresenta problemas gerais associados à emissão de poluentes atmosféricos. e a impactos ambientais negativos associados às necessidades de água para condensação. biomassa) e da tecnologia (turbinas a gás. As fontes renováveis. derivados do petróleo. cogeração. com a introdução do novo Modelo do Setor Elétrico que teve como finalidade garantir a segurança do suprimento. gás natural. Esta última. combustível nuclear. entre outros. O custo dos módulos fotovoltaicos tem decrescido significativamente nos últimos anos em razão do progresso tecnológico e da experiência de campo. que teve início em dezembro de 1996. economicamente viável e ambientalmente aceitável. florestas energéticas e dos resíduos animais. especialmente em áreas rurais. foi em 2004. a uma menor eficiência energética do que a geração hidrelétrica. O modelo institucional do setor energético nacional passou por 2 mudanças desde a década de 90. humanos e industriais). poderão ajudar a reduzir a miséria nessas regiões e a aliviar as pressões sociais e econômicas que conduzem à migração urbana. o que tem garantido sua viabilização em certos projetos e aplicações.

Isso ocorreu devido a construção de usinas baseadas em outras fontes ( como termelétricas a gás e a biomassa) em um ritmo maior do que em anos anteriores. ao contrário do que ocorreu no fim dos anos 80 e início dos anos 90. quais são as capacidades energéticas instaladas no Brasil: . são destinados para estimular fontes alternativas. devido os investimentos em expansão terem sido praticamente congelados. A tabela a seguir mostra. Alguns destes. o Brasil conta com 1768 usinas em operação com capacidade instalada de 104. que mais tarde. Os encargos nas taxas de energia. são estabelecidos de acordo com cada região. Há alguns anos as hidrelétricas representavam 90% da capacidade instalada do país. de acordo com a Aneel.O mercado nacional é formado por 63 concessionárias que são responsáveis pelo atendimento de mais de 61 milhões de unidades consumidoras. Desde 1999.816MW.Em 2008 a sua participação recuou para 74%. 4 mil MW foram adicionados a capacidade instalada. o aumento na capacidade energética do país tem sido permanente. A tabela a seguir mostra que em 2007. Pela última pesquisa divulgada pela Aneel em 2008. Estes valores são inseridos como subsídios. serão destinados à financiamentos de programas do setor elétrico definido pelo governo federal.

custos. de modo a analisar. de modo que sempre consiga suprir a demanda de energia elétrica dos consumidores sem existir nenhum transtorno. . problemas ambientais e disponibilidade é importante para que se possa ter um sistema de geração mais confiável e com um menor custo. a possibilidade de compor um sistema elétrico com diferentes opções de geração.CONCLUSÃO Visto o grande leque de opções de fontes para a geração de energia elétrica.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful