Manual do

ACADÊMICO
(69)
www.saolucas.edu.br www.saomateus.edu.br

3211-8009/8075

Rua Alexamdre Guimarães, 1927 - Areal - (69) 3211-8019 -orto P Velho/RO

Manual do
ACADÊMICO

Apresentação
Caro aluno: Este manual, destinado aos acadêmicos dos cursos de graduação, contém informações importantes para a sua vida no Centro Universitário São Lucas, e reúne a regulamentação que responde a muitas questões de seu cotidiano. A utilização destas informações, que estão contidas nos documentos normativos da Faculdade São Lucas (Regimento Geral e Resoluções Normativas Vigentes), irá possibilitarlhe a tranquilidade de vivenciar o ambiente acadêmico, no cumprimento de seus deveres e realização dos seus direitos. Os documentos normativos poderão ser consultados no Maiss Atendimento e na Biblioteca. As informações constantes deste manual poderão sofrer alterações, a depender da emissão de novas Resoluções Normativas.

Seja bem-vindo (a).

Maria Eliza de Aguiar e Silva Diretora Geral

1

2

em área de aproximadamente quatro hectares. Assim está sendo construída a história da Faculdade São Lucas. de competência técnica em nível de excelência. Enfermagem e Biomedicina. no sentido de tornar a IES um instrumento de melhorias para a comunidade. Biomedicina e Nutrição foram pioneiros em Rondônia. A Faculdade São Lucas está comprometida com o projeto nacional de desenvolvimento e bemestar social. Turismo. Destaque-se que os cursos de Administração Hospitalar. com os cursos de Turismo e de Administração (com as habilitações em Administração de Negócios e Administração Hospitalar). contribuindo para estimular a busca e a prática dos princípios da cidadania. 3 4 . Fisioterapia. através do conhecimento constituído de serviços permeados pela excelência e qualidade. propicia um ambiente de excelência para a aprendizagem. os cursos de Direito e Medicina. No primeiro semestre de 2002 foram implantados os cursos de Fonoaudiologia. do estado e da nação. Localiza-se no centro de Porto Velho. clínicas de excelência. gerida e operacionalizada por pessoal técnico competente. Em 2003. O constante investimento em recursos humanos. das habilidades. biblioteca moderna com acervo bibliográfico extenso. Ética . Fonoaudiologia. adequado e com infraestrutura tecnológica de ponta. modernos laboratórios. com boas instalações.Manual do ACADÊMICO Manual do ACADÊMICO Nosso Compromisso MISSÃO A missão da Faculdade São Lucas é estimular o desenvolvimento do conhecimento. VALORES Pessoas são essenciais – Em nossa Instituição. pessoal. dos talentos e das atitudes de seus alunos para que atinjam a realização profissional. uma postura de formador de opinião. visando contribuir para a melhoria social e cultural da cidade. em sede própria. social. Ousadia – Nossa Instituição acredita na ousadia para tentar fazer o que precisa e deve ser feito. investindo em sua infraestrutura de forma que os diversos cenários de ensino sejam de qualidade. Inovação – Inovação socialmente impactante. Ciências Biológicas e Administração Pública. além da preparação do indivíduo para o exercício pleno da cidadania. capacitando e atualizando toda a comunidade acadêmica. A estrutura física conta com salas de aulas climatizadas. Histórico da Faculdade São Lucas A Faculdade São Lucas foi credenciada em dezembro de 1999. proporcionando à sociedade. VISÃO Referencia no ensino superior (Graduação e Pós-Graduação) do Estado de Rondônia. Iniciou suas atividades acadêmicas em março de 2000. Integração entre a Sociedade e a Academia – Nossa Instituição está compromissada com um projeto continuamente em execução. Em 2001. as PESSOAS são a essência de todas as atividades desenvolvidas com base num padrão de comportamento que garante a plena inclusão do indivíduo. os cursos de Fisioterapia e Odontologia e em 2005.Valores éticos superiores são o alicerce do relacionamento saudável entre as pessoas e permanentes em nossas atitudes. implantou os cursos de Nutrição. aprimorando a formação acadêmica de seus docentes. Exemplo como agente de transformação social – O egresso da IES deve possuir além.

b r / w w w.e Marcelo Augusto Mendes Barbosa Profª.e. Camila Shiavinato Canova Lagares Profª. Allyne Christina Gomes da Silva Andreia Kuhner Marivanda Gonçalves da Conceição BIOMEDICINA DIREITO CENTRAL DE ATENDIMENTO AO ACADÊMICO Prof. s a o l u c a s . Fábio Luiz Storer Prof. e d u . Dr.a. Esp. M. Viviane Castro de Araújo Perillo Profº. Ricardo Pianta Rodrigues da Silva 5 w w w. M. Luis Marcelo Aranha Camargo NUTRIÇÃO ODONTOLOGIA Profª. e d u .e. s a o m a t e u s . Raimundo Oliveira Filho Solange Almeida Oliveira ENFERMAGEM FISIOTERAPIA Prof. M. Juliana Souza Closs Correia Profª.Manual do ACADÊMICO Manual do ACADÊMICO Organização administrativo-Acadêmica DIRETORA VICE-DIRETORA Corpo Acadêmico Administrativo SECRETARIA GERAL COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO Maria Eliza de Aguiar e Silva DIRETOR FINANCEIRO: Eloá de Aguiar Gazola Marlene Ferrando Borges BIBLIOTECA Ivanete Saskoski Caminha DEPARTAMENTO DE TALENTOS HUMANOS DIRETOR ADMINISTRATIVO: Jaime Gazola Jefferson Dorighetto Bonifácio Leandra Bezerra Perdigão GERÊNCIA FINANCEIRA Renata Campana Moraes NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DIRETOR PÓS-GRADUAÇÃO: Jaime Gazola Filho Ana Cristina de Aguiar Gazola NÚCLEO DE INFORMAÇÕES E PROGRAMA INSTITUCIONAIS Suzana Lima Neves Amaral NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO Coordenadores dos Cursos de Graduação ADMINISTRAÇÃO CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Ivanete Saskoski Caminha Ligia Macário COMISSÃO PERMANENTE DE VESTIBULAR NÚCLEO DE COMUNICAÇÃO Prof.a. M. Dr.a. Ana Paula Fernandes de Angelis Rubira MEDICINA Prof. s a o m a t e u s . e d u . e d u . M. M. Jandra Cibele Rodrigues de Abrantes Pereira Leite FONOAUDIOLOGIA Profº. b r 6 . Iracema Correa Amaral Ribeiro COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO HOTELARIA Prof. s a o l u c a s . M.. Ms.a. b r w w w. M.a. b r / w w w.

elaborar estudos sobre a qualidade dos serviços. tanto para as disciplinas básicas. Funções da Ouvidoria: Receber. s a o m a t e u s . analisar e encaminhar sugestões. comentários.edu. em seu parque tecnológico. acompanhando o processo. Todos os docentes têm acesso aos microcomputadores existentes na sala dos professores. adquiriram-se novos equipamentos.br/laboratórios O início das atividades em laboratório na Faculdade São Lucas deu-se com o Curso de Nutrição. Ouvidoria www. dos cursos. com espaço físico adequado ao número de acadêmicos. acústica e higiene. com o objetivo de torná-los cada vez melhor. a Faculdade disponibiliza atenção especial aos discentes. e d u . disponíveis à solicitação docente. informações e questionamentos. distribuídos em todas as salas de coordenações. em boas condições de iluminação. Laboratorios www. sobre os diversos setores da Faculdade.saolucas. todas climatizadas.Manual do ACADÊMICO Manual do ACADÊMICO Infraestrutura Estão em funcionamento 63 salas de aulas. funcionários e comunidade em geral. s a o l u c a s . As diversas clínicas e laboratórios na área de saúde possuem computadores para os serviços administrativos e /ou para atender os diversos equipamentos específicos. b r 8 . até a solução final. com 35 máquinas. 7 w w w. com aproximadamente 295 computadores. antes do início das aulas. As salas são preparadas com recursos audiovisuais específicos. manter e atender as exigências específicas Infraestrutura de apoio aos discentes Através dos setores relacionados a seguir.saolucas. foram construídos novos laboratórios. Novos cursos na área da saúde foram implantados. na medida do possível e da razoabilidade às particularidades de estudantes. ou nos 02 laboratórios de pesquisa acadêmica. dúvidas ou qualquer informação relacionada à FSL. à diversidade e ao volume de trabalho executado. Possui 5 (dois) Laboratórios de Informática para ensino. encaminhando as observações imediatamente aos setores competentes. com o padrão de qualidade adequado ao tipo. secretarias de coordenação e todos os setores que compõem a administração da Faculdade. b r / w w w. levando à necessidade de expansão da estrutura física e equipamentos. Infraestrutura Tecnologica A Faculdade São Lucas conta. localizado na biblioteca. Prestar informações ao colaborador sobre o andamento da sugestão se for o caso. carteiras estofadas e quadro branco. A internet está disponível para todo e qualquer usuário da rede da instituição. sempre com a preocupação de estabelecer. s a o l u c a s . A cada semestre. b r / w w w. aumentando o fluxo de alunos e professores. no sentido de que. tenham o percurso sem dificuldades. e d u . sugerir à Diretoria medidas que contribuam para a melhoria dos serviços prestados. e d u .edu. em março de 2001.br/ouvidoria É um setor que recebe sugestões. e d u . atender. com média de 35 a 40 máquinas cada um. professores. s a o m a t e u s . b r w w w. durante a sua trajetória acadêmica. quanto para as específicas de cada curso da saúde.

b r 10 .HFSL está instalado na Faculdade São Lucas. sementes e amostras de madeira. s a o m a t e u s . que estão à disposição das clínicas e laboratórios da Faculdade. s a o l u c a s . As principais funções de um herbário são: armazenar exemplares identificados de todas as espécies de plantas da região. provenientes de diversas regiões geográficas. sendo o primeiro e único herbário do estado de Rondônia. fotografias de determinadas espécies. através do fornecimento de coletas de plantas. sementes para propagação. ajudar na elaboração de trabalhos científicos ou populares sobre a flora da região. Centros de Esterilizacao Em consonância com o que preconizam as normas de biossegurança. e d u . Está totalmente informatizado. Um herbário consiste basicamente de coleções de materiais botânicos. fornecer identificação de plantas aos pesquisadores. O Herbário “Dr.177 espécimes registradas. utilizando o programa BRAHMS para coleções botânicas. bem como uma carpoteca com 151 amostras de frutos e sementes da região. promover toda ajuda possível aos pesquisadores em seus estudos taxonômicos. O acervo conta atualmente com 5. e d u . Ary Tupinambá Penna Pinheiro” . 9 w w w. s a o m a t e u s . a Faculdade dispõe de dois modernos e adequados centros de esterilizarão. b r / w w w. servir como centro de treinamento em botânica. s a o l u c a s . Constituem exemplares de um herbário: plantas dessecadas e colocadas Laboratórios: Anatomia 1 e 2: Multidisciplinar 1 e 2: Embriologia Histologia Citologia Patologia Multidisciplinar 4.Manual do ACADÊMICO A Faculdade Sao Lucas dispoes dos seguintes laboratorios Manual do ACADÊMICO Herbario Importante cenário de aprendizagens dos acadêmicos de Ciências Biológicas. frutos. b r / w w w. não taxonomistas que precisem das informações. especialmente taxonomia. e d u . Preparo Multidisciplinar 3 e 5: Química Geral Química Orgânica Bioquímica Bromatologia Bioquímica dos Alimentos Microbiologia Microbiologia Básica Microbiologia dos Alimentos Micologia Bacteriologia Genética e Biologia Molecular Imunologia e Bioquímica Clínica Multidisciplinar 06 Hematologia Parasitologia líquidos Corporais Técnicas Dietéticas/Tecnologia de Alimentos e Alimentos e Bebidas Biologia Botânica Zoologia em cartolina. e d u . b r w w w.

a Clínica de Fisioterapia oferece: Fisioterapia Cardio-Respiratória. aprendizagem. diagnóstico precoce. habilitação e reabilitação. com conhecimentos e habilidades específicas. Ambulatorio e Laboratório de Análises Clínicas A Faculdade São Lucas tem o objetivo de formar profissionais que atuem na promoção da saúde da população. A Clínica de Fisioterapia foi implantada com equipamentos nas mais diversas áreas. de segunda à sexta-feira. ainda. através de atendimento. nas mais diversas patologias. em termos de estrutura física. s a o m a t e u s . b r w w w. Termofototerapia. direcionadas à prevenção. monitorados por profissionais. s a o l u c a s . Apresenta uma área física com total conforto e privacidade para os pacientes. equipamentos tecnológicos de última geração e profissionais altamente especializados para o atendimento aos pacientes. s a o m a t e u s . que desenvolve suas atividades diariamente. A clínica está localizada no campus da Faculdade São Lucas. Hidroterapia. professores especializados. Os trabalhos realizados nas Clínicas e Laboratório de Análises Clínicas atendem a alta demanda dos serviços de saúde. Dentre as áreas básicas para atendimento fisioterápico. Fisioterapia Neurológica (adulto e infantil). Fisioterapia Geriátrica. Fisioterapia Gineco-obstétrica. O ingresso na clínica se dá após triagem sócio-econômica no Serviço Social da Instituição. b r 12 . b r / w w w. bem como atende a população em geral. com equipamentos tecnológicos de última geração. melhorando a qualidade de vida da população. motricidade orofacial e audição. e d u . e d u . para que saia apto a exercer a profissão. Centro Odontológico O Centro Odontológico da Faculdade é a clínica-escola para os alunos de odontologia. Clínica de Fisioterapia A Clínica de Fisioterapia é um setor de reabilitação que oportuniza aos acadêmicos do Curso a continuidade de sua formação. com equipamentos tecnológicos de última geração. dentre outros. Tem suas atividades embasadas no comprometimento social com a comunidade rondoniense. tendo como campo de trabalho não só a atuação curativa de doenças socialmente conhecidas. concomitantemente. Clínicas. tendo como campo de trabalho não só a atuação curativa de doenças socialmente conhecidas. e d u . Os atendimentos são realizados diariamente. Maiores informações através do telefone: 3211. linguagem. têm como objetivo sedimentar os conhecimentos teórico-práticos dos acadêmicos. A clínica oferece todo o suporte necessário. oportunizando aos acadêmicos do Curso a continuidade de sua formação. s a o l u c a s . possibilitando a interferência terapêutica e preventiva. 11 w w w. clínico e laboratorial. tais como: Cinesioterapia. onde o aluno faz treinamento em condições reais de trabalho. nos períodos matutino e vespertino. mas principalmente a prevenção e manutenção da saúde. Pode. Traumatológica e Reumatológica. Clínica de Nitrição A Clínica de Nutrição funciona como um laboratório onde o aluno aprimora seus conhecimentos. diretamente ligados à atuação clínica. ser utilizada para realização de trabalhos de extensão e serviços à comunidade. acompanhamento e avaliação nutricional. Mecanoterapia. Fisioterapia Ortopédica. bem como atender a população em geral com distúrbios da comunicação humana. proporcionando a oportunidade de transpor a teoria para a prática. ética e científica. Massoterapia. objetivando diagnosticar possíveis distúrbios ou deficiências do estado nutricional e de nutrientes. profissionais especializados e propostas eficazes. com formação humanista.Manual do ACADÊMICO Manual do ACADÊMICO Clínica de Fonoaudiologia A Clínica-Escola de Fonoaudiologia da Faculdade São Lucas tem por objetivo permitir a realização de estágios supervisionados. b r / w w w. Presta serviços em fonoaudiologia nas áreas de voz. mas também a prevenção e manutenção da saúde bucal. buscando a melhoria da saúde bucal. visando o amadurecimento profissional. Crioterapia. com entrada pela rua Brasília. Eletroterapia. atender a comunidade. encaminhamento e orientação. e d u . vinculadas à Associação São Lucas. e. Existe um balanceamento entre aulas teóricas e práticas em laboratórios e um destaque para as aulas em clínica. O atendimento da clínica é realizado por uma equipe de acadêmicos.8053. O aluno passa por um intenso treinamento prático. As clínicas da Faculdade.

prevenção do câncer de colo do útero. e d u .). contagem de plaquetas. e d u . líquor. Bioquímica (glicemia. 13 w w w. que. cultura e antibiograma de bactérias e identificação e cultura de fungos de materiais biológicos). tratamento e rotina. e d u . dentre outros). b r / w w w. Laboratório de Enfermagem O Laboratório de Enfermagem da FSL tem um ambiente que proporciona o aprendizado prático. Os usuários são orientados a se dirigirem. Em virtude do aumento da demanda dos serviços e do reconhecimento por parte desta IES da sua relevância. C e D. b r 14 . estipulação de valores correspondentes aos serviços. O Serviço Social é a porta de entrada do usuário que busca atendimento nesta Instituição. potássio. planejamento das ações correspondentes ao Serviço Social. destacam-se a verificação de pressão arterial. O planejamento é realizado em parceria com as coordenações das clínicas. dentre outras provas hematológicas). reproduzindo o ambiente hospitalar. em situações reais. assim como adquirir maior habilidade. Os exames são nas áreas de Imunologia (hepatites virais do tipo A. Este cenário local possibilita grandes oportunidades para a comunidade acadêmica. buscando uma interação entre eles e a equipe multiprofissional. Microbiologia (identificação. colesterol. HIV. antes de executar as técnicas junto ao cliente. b r / w w w. que tem à sua disposição um amplo mercado de trabalho. estabelecimento de parcerias entre a Instituição e Órgãos governamentais. Dentro do seu âmbito profissional. também. atende à demanda de cinco unidades de saúde municipais. hoje este setor possui duas profissionais que atendem as clínicas da instituição: Odontologia. à matriz (Rua Joaquim Nabuco. o Núcleo está sempre à disposição para prestar o melhor atendimento. líquido sinovial e os demais líquidos corporais) e Hematologia (hemograma. Serviço Social de Apoio às Clínicas O Serviço Social da Faculdade São Lucas atua de maneira diversificada. s a o m a t e u s . especialmente do Município de Porto Velho. com infindas possibilidades de desenvolvimento. triagem socioeconômica dos pacientes que buscam atendimento. etc. glicemia. contagem de reticulócitos. B. Primeiramente contava com a presença de uma Assistente Social. o Serviço Social desenvolve ações de promoção. Ambulatório de Enfermagem Visa a promoção da Saúde dos alunos. Areal. com uma prática integrada com as demais áreas do conhecimento. b r w w w. funcionários e professores da Faculdade. Parasitologia (todos os exames parasitológicos dos diversos materiais biológicos). Porto Velho-RO). Destaque-se. Este serviço teve início em março de 2005. dentre unidades básicas e policlínicas e ainda aos principais convênios de assistência médica. A coordenação técnica do Ambulatório é de responsabilidade da coordenação do curso de Enfermagem.Manual do ACADÊMICO Manual do ACADÊMICO Núcleo de Análises Clínicas São Lucas É um laboratório com atendimento diferenciado à população do estado de Rondônia. até o momento. conforme o caso. Dentre as diversas atividades oferecidas pelo ambulatório. Fisioterapia. Oferece ao aluno do Curso de Enfermagem a possibilidade de rever técnicas e procedimentos. toxoplasmose. 1310. atendendo a pacientes e suas famílias. e d u . Fonoaudiologia e Nutrição. Perfil Alérgico e Teste de Paternidade. a partir do uso de equipamentos modernos. Hormônios. Atualmente. primando sempre por altos padrões de qualidade e dos princípios éticos. s a o m a t e u s . a fim de levar os serviços a um número cada vez maior de beneficiários. Líquidos Corporais (urinálises. s a o l u c a s . palestras educativas e eventuais atendimentos de emergência. A dinâmica de funcionamento deste setor tem os seguintes procedimentos: orientação aos interessados em obter atendimento quanto às normas de funcionamento das clínicas. s a o l u c a s . sódio. prevenção e inclusão social. rubéola. os pacientes foram encaminhados para avaliação e tratamento. Para o público da Faculdade São Lucas.

e d u . s a o l u c a s . Esse objetivo é conseguido pela participação do aluno nas atividades práticas e teóricas no ambiente de pesquisa. s a o l u c a s . Gerar novos conhecimentos e aperfeiçoar recursos humanos. de forma integrada.PIBIC www. b r w w w. Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica . voltado para mudança de hábitos e reflexão sobre o modelo de sociedade atual.cnpq. sobre a problemática ambiental. ao homem e à sua dignidade. Tem como objetivos gerais: Incentivar e estimular os acadêmicos da instituição à prática da pesquisa científica e tecnológica. s a o m a t e u s . b r 16 . Proporcionar a aplicabilidade dos conhecimentos formais adquiridos pelos acadêmicos nos meios produtivos da região geo-educacional. possibilitar à comunidade através da prática da coleta seletiva. como Saúde e Ciências Sociais Aplicadas. b r / w w w. Transformar a Sala Verde em laboratório de experimentação de práticas e recursos a serem levados para a comunidade externa. nos focos institucionais prioritários. preferencialmente. 15 w w w. INICIAÇÃO CIENTÍFICA Programa de Iniciação à Pesquisa A iniciação científica deve fazer parte da cultura acadêmica de trabalho coletivo entre docentes e alunos. Vincular diretamente os projetos de pesquisa à graduação. com espírito geral de participação. e d u . Apoiar. sociais.br De acordo com a Resolução Normativa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e com as decisões do Comitê Técnico-Científico da Faculdade São Lucas. Desenvolver atividades que auxiliem na percepção das práticas cotidianas que reforçam a degradação ambiental e da necessidade destas serem alteradas. oferecendo aos alunos a oportunidade de descobrir como a ciência é produzida e como o conhecimento é adquirido e transmitido. ao futuro e a exigência de uma qualidade de vida acessível a todos. e d u .Manual do ACADÊMICO Manual do ACADÊMICO Sala Verde Consiste num espaço de múltiplas potencialidades ambientais. s a o m a t e u s . Criar um espaço que sirva como referência para pesquisas em Educação Ambiental. e tem na bolsa de iniciação científica uma estratégia de apoio financeiro seletivo aos alunos vinculados a projetos de docentes que tenham a pretensão de se tornarem futuros pesquisadores. e. a compreensão da natureza complexa do meio. Visa também estimular os pesquisadores a envolverem estudantes de graduação no processo de investigação científica. Divulgar as pesquisas científicas através de publicações. A pesquisa constitui-se em elemento essencial para a formação profissional e para a produção de novos conhecimentos. b r / w w w. da interdependência entre os seus diversos elementos e da possibilidade de seu uso comprometer a sobrevivência futura da vida em nosso planeta. Contribuir para a consolidação de uma ética fundamentada no respeito à natureza. Tem como objetivos: Discutir entre professores e alunos das escolas públicas e privadas.PIBIC se destina a complementar o ensino de graduação. otimizando a capacidade de orientação da instituição. culturais. o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica . um exercício cotidiano de ação conseqüente. projetos. informações de pesquisas e articulações de projetos. e d u .

corpo docente e corpo técnico-administrativo. criando condições para o aperfeiçoamento teórico e o desenvolvimento de habilidades relacionadas à atividade docente. mediante entrevista. esclarecem dúvidas quanto ao curso. desde que seja considerada a adequação de conhecimentos do aluno candidato a monitor com a disciplina em questão. O preenchimento das vagas deverá ser realizado. Os objetivos deste Programa são: Motivar o aluno da Faculdade São Lucas. inclusive o quantitativo de alunos previstos para o semestre. de caráter consultivo. b r / w w w. Sua principal finalidade é o aperfeiçoamento do processo profissional e da melhoria da qualidade de ensino.315. conforme Art. Monitoria O Programa de Monitoria é um espaço de aprendizagem proporcionado aos alunos de graduação. através da mediação dos monitores nos processos pedagógicos.br-CEP Monitoria deverão enviar à Diretoria Acadêmica. Toda pesquisa envolvendo seres humanos deverá ser submetida à apreciação de um Comitê de Ética em Pesquisa. A distribuição do quantitativo de monitores por disciplina. com "munus público". entre outros. com o plano de trabalho do monitor. 68. aprovando.: Os alunos devem estar atentos aos prazos estipulados pela Secretaria Geral.saolucas. promovendo a cooperação entre docente e discente. Integrar ensino. cabendo-lhe a responsabilidade primária pelas decisões sobre a ética da pesquisa a ser desenvolvida na instituição. criado para defender os interesses dos sujeitos da pesquisa em sua integridade e dignidade e para contribuir no desenvolvimento da pesquisa dentro de padrões éticos. 17 w w w. b r w w w. O programa de Monitoria está subordinado à Diretoria Acadêmica da FSL. Secretaria Geral Órgão subordinado à Diretoria Geral tem como atributos registrar e controlar a situação acadêmica dos alunos. e d u . matrículas. valorizando os procedimentos científicos para a realimentação do processo de ensino aprendizagem. portanto o monitor exercerá suas atividades sem qualquer vínculo empregatício. s a o l u c a s . conforme as necessidades específicas das disciplinas e do quantitativo de alunos matriculados. calendário da disciplina. pesquisa e extensão. a se iniciar nas atividades de ensino ou técnicas didáticas. s a o m a t e u s . requerem revisão de notas e freqüência. deverá ser realizada no semestre anterior. Este é um colegiado interdisciplinar e independente. diplomas. declarações. Nessa perspectiva. ficando o conteúdo destas. e d u . e d u . com base no número de alunos previstos e/ou matriculados para cursar as disciplinas. Emite parecer consubstanciado. b r 18 .IV do Decreto no.edu. s a o l u c a s . A monitoria é atividade de caráter eminentemente formativo. o Programa valoriza a participação do aluno-monitor em atividades teóricas e práticas desenvolvidas aos estudantes para apoio quanto ao conteúdo da(s) disciplina(s). possibilitando a transversalidade dos conteúdos. deliberativo e educativo. Obs. b r / w w w. inclusão de dependências e/ou adaptações.Manual do ACADÊMICO Comitê de Ética em Pesquisa CEP-FSL Manual do ACADÊMICO Os Coordenadores de Curso que possuírem disciplinas incluídas no Programa de www. Assegurar a cooperação recíproca entre os alunos que sejam detentores de descontos nas mensalidades e a FSL. Assegurar a cooperação recíproca entre corpo discente. inclusive os multicêntricos. ou não aprovando a realização da pesquisa. a critério da Coordenação do Curso com conhecimento da Diretoria Acadêmica. O CEP revisa todos os protocolos de pesquisa envolvendo seres humanos. Maiss Atendimento É o setor onde os alunos solicitam documentos. O aluno monitor exercerá suas atividades sob a orientação de um professor da Disciplina. constantes no calendário acadêmico e aos informativos divulgados nos painéis. de 13/03/1970. que tenha rendimento excelente. s a o m a t e u s . solicitando esclarecimentos e alterações dos projetos. e d u . O número de vagas será fixado pela Diretoria Geral.

mediante recolhimento da taxa correspondente. e d u . Disciplinas que estão sendo cursadas com as respectivas notas parciais. A impressão do Boletim acadêmico na Secretaria da Coordenação é gratuita. CPF. identificação das disciplinas com seus nomes. e d u . acompanhado de Histórico Escolar (autenticado). devidamente registrado. dentro do prazo estipulado no calendário acadêmico. munido da documentação prevista no edital do processo seletivo (vestibular). 2º semestre: de 1º de julho a 31 de dezembro. no prazo fixado em sua convocação. 1 Foto 3x4. histórico escolar. b r / w w w. Nome do Curso. créditos e aproveitamento obtido. O pagamento somente poderá ser efetuado caso o candidato convocado compareça . Certidão de nascimento e/ou casamento. No Boletim acadêmico constam as seguintes informações: Nome completo do aluno. o aluno poderá requerer a sua matrícula. s a o l u c a s . Comprovante de pagamento de taxa de matrícula. com o preenchimento de requerimento. divulgados. b r / w w w. estará automaticamente Boletim Acadêmico Documento para simples conferência que informa a situação acadêmica do aluno e pode ser solicitado na SECRETARIA DE CURSO ou nos terminais de atendimento acadêmico. É nessa Secretaria que as solicitações acadêmicas são analisadas e têm seus resultados divulgados. Médias e resultado final. matriculado em todas as disciplinas do semestre. De posse do comprovante do pagamento de matrícula. Título de Eleitor. Comprovante de Residência. modalidade/habilitação cursada. 19 w w w. devidamente autenticado. em data e horário estabelecidos. classificação no processo seletivo. em duas cópias autenticadas: Certificado ou diploma de conclusão do Ensino Médio ou equivalente. Carteira Nacional de Habilitação (se tiver). será exigida a apresentação do diploma. Notas e faltas bimestrais. podendo ser requerido no Maiss Atendimento. ao efetuar sua matrícula. Comprovante de votação (2 últimos). Os candidatos aprovados no Processo Seletivo e convocados para a matrícula deverão efetuar os pagamentos devidos. O regime adotado é seriado.Manual do ACADÊMICO Manual do ACADÊMICO Secretaria das Coordenações Cada Coordenação possui uma Secretaria que dá suporte à administração dos recursos necessários ao desenvolvimento das atividades acadêmicas e administrativas. Realiza-se no Maiss Atendimento. identificação do curso atual de matrícula ou de conclusão de curso. b r 20 . em substituição ao certificado ou diploma de conclusão do Ensino Médio. Matrícula É o ato formal de ingresso no curso de vinculação à faculdade. No caso de diplomado em curso de Graduação. Carteira de Identidade. Histórico Escolar A Faculdade fornece. s a o m a t e u s . A consulta do informativo do aluno é visualizada gratuitamente no Portal Acadêmico. Número do Registro Acadêmico. no setor financeiro. Período. até o limite de 1 (um) documento por semestre. s a o m a t e u s . cargas horárias. Prova de quitação com o serviço militar. ao aluno. em prazos estabelecidos no calendário acadêmico. sendo: 1º semestre: de 1º de janeiro a 30 de junho. contendo dados pessoais. O aluno. e d u . s a o l u c a s . b r w w w. anexado à seguinte documentação. e d u .

EXIGIDO PELO MEC. que ajuda o aluno a aprender e está diretamente subordinado ao Diretor Acadêmico. até a última mensalidade vencida. Comissão Permanente de Vestibular É um órgão vinculado à Diretoria Geral e tem por competência gerenciar. O ALUNO DEVE FICAR ATENTO AOS PRAZOS. para o pagamento da matrícula. em prazos estabelecidos no calendário acadêmico. Neste caso. Para a renovação de matrícula. o aluno deverá estar em dia com os pagamentos. a democratização do saber e a participação cidadã. b r 22 . CIPI Coordenação de Informações e Programas Institucionais Órgão vinculado à Diretoria Geral tem por objetivo a inserção e atualização de cadastro Trancamento de Matrícula Será concedido o trancamento de matrícula para efeito de. s a o m a t e u s . b r / w w w. b r / w w w. e d u . no prazo estabelecido pelo calendário acadêmico. discente e técnico) que compõem a Instituição. planejar. no sentido de contribuir para a melhoria do processo de ensinoaprendizagem. A renovação semestral de matrícula é um procedimento legal. no total. de acordo com as normas regimentais vigentes. s a o l u c a s . à metade da duração do curso em que se encontre matriculado o requerente. No trancamento de matrícula. se o aluno não se rematricular perde o vínculo e deixa de ser aluno. ficando. Manual do ACADÊMICO NAAP.edu. através do site www. Tem como objetivo selecionar e classificar candidatos para preenchimento das vagas oferecidas nos cursos de Graduação da Faculdade. junto ao financeiro. e d u .br. O MEC ESTIPULA INDIRETAMENTE PRAZO PARA REMATRÍCULA. a matricula ou rematricula sujeita à disponibilidade de vaga. será indispensável que o aluno esteja em dia com as obrigações financeiras. deverá liquidar seus débitos e efetuar o pagamento da matrícula na data prevista. será cobrada multa sobre o respectivo valor. interrompidos temporariamente os estudos. ainda. s a o l u c a s . e garante o acesso do acadêmico às instalações da faculdade. b r w w w. que não poderá ser superior. na esfera acadêmica e administrativa. estabelece a ligação entre a Faculdade e as comunidades internas e externas. coordenar e realizar todas as atividades relativas aos Processos Seletivos para ingresso dos alunos nos cursos de Graduação oferecidos pela Faculdade São Lucas. além de ter que passar pela aprovação da Diretoria. 21 w w w. s a o m a t e u s . COPEVE e dados da Faculdade e de acadêmicos junto aos órgãos governamentais. dando cumprimento às diretrizes emanadas do Conselho Acadêmico e Conselho Superior. à rede de ensino público e particular. à empresas e sociedade em geral.saolucas. Atua junto aos três segmentos (corpo docente. o aluno que estiver em débito com a instituição. no curso e período.Núcleo de Comunicação Responsável pela divulgação de todas as ações da instituição.Núcleo de Apoio Psicopedagógico É um órgão de apoio educacional. na interação da formação acadêmica com o mundo do trabalho e a realidade social. junto à mantenedora. e d u . PORTANTO. que presta acompanhamento didático e psicológico aos discentes. Caso o aluno não efetue sua matrícula ou rematrícula em tempo hábil. por tempo expressamente estipulado no ato. O aluno poderá efetuar durante sua vida acadêmica dois trancamentos. visando uma formação profissional de nível superior de maior qualidade. manter a sua vinculação à faculdade e seu direito à renovação de matrícula. NUC.Manual do ACADÊMICO Rematrícula ou Renovação de Matrícula A matrícula será renovada semestralmente. e d u . Portanto. Estará sujeito a não emissão de ficha de cobrança. e assessoria didático-pedagógica às diversas atividades desenvolvidas no âmbito dos Cursos de Graduação. Nenhuma das formas de trancamento dará direito ao aluno à restituição dos valores pagos a título de matrícula ou das parcelas pagas anteriormente. É um órgão da Diretoria Acadêmica. O trancamento será concedido.

br/cpa científico que articula. b r 23 24 . por meio do qual uma instituição constrói conhecimento sobre sua própria realidade. desvenda formas de organização. a extensão é um trabalho interdisciplinar. s a o m a t e u s . como: auto-avaliação. como atividade-fim da Faculdade. fornecer subsídios para a pesquisa. um processo cíclico. bem como para a sistematização do conhecimento produzido. e d u . SINAES Criado pela Lei nº 10. e estabelece estratégias de superação de problemas. capacitar os discentes para atender as exigências do mercado de trabalho e as demandas sociais. Tem como finalidade a concessão de bolsas de estudo. o desempenho dos alunos. isenção de alguns tributos àquelas que aderirem ao Programa. o corpo docente. a estudantes de cursos de graduação e sequenciais de formação específica. Este contato com a sociedade. Visa estabelecer a integração entre ensino. bem como pontos fortes e potencialidades.gov. oferecendo. A Comissão Própria de Avaliação . Só pode se candidatar ao Prouni o estudante que tiver participado do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e obtido a nota mínima divulgada pelo Ministério da Educação. pesquisa e a realidade social. amplia e desenvolve conhecimentos. resultante do confronto com a realidade nacional e regional. a responsabilidade social. além de prestar contas à sociedade. em todos os níveis da instituição. sistematiza informações. contribuir para reformulações de concepções e práticas curriculares da Faculdade. Os processos avaliativos são coordenados e supervisionados pela Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (CONAES). b r / w w w. condições de ensino e instrumentos de informação (censo e cadastro). onde se realiza o processo histórico-social com suas múltiplas determinações. administração e ação. que favorece a visão integrada do social. dentro e fora da Faculdade. analisa coletivamente os significados de suas realizações. incentivar a prática acadêmica que contribua para o desenvolvimento da cidadania e melhoria da qualidade de vida. identificar as causas dos seus problemas e deficiências. b r w w w. 11. para melhorar a qualidade educativa e alcançar maior relevância social. Os aspectos a serem avaliados são: o ensino. e d u . buscando compreender os significados do conjunto de suas atividades. que visa o desenvolvimento mútuo. e d u . a extensão.edu.5 salário mínimo para bolsas de 100% e ter cursado todo o ensino médio na rede pública de ensino ou na rede privada com bolsa integral comprovada Os interessados devem se cadastrar no site www. o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior. garantir uma concepção do espaço acadêmico. de 14 de abril de 2004/MEC. a gestão da instituição. é o novo instrumento do MEC/Inep. de análise.861. a democratização do conhecimento acadêmico e a participação efetiva da comunidade na atuação da Faculdade.br w w w. s a o l u c a s . as instalações e vários outros aspectos: utiliza-se de uma série de instrumentos complementares.br www. portanto. A Avaliação Interna é um processo contínuo. e d u . de 13 de janeiro de 2005. PROUNI. s a o m a t e u s .Manual do ACADÊMICO Manual do ACADÊMICO COEX Coordenação de Extensão A extensão. cultural e Comissão Própria de Avaliação-CPA cpa@saolucas. entendido como todos os ambientes. em instituições privadas de educação superior. pôr em questão os sentidos do conjunto de atividades e finalidades cumpridas pela instituição. a pesquisa. identifica pontos fracos. de 14 de abril de 2004. s a o l u c a s . em contrapartida. b r / w w w. com o objetivo de retro-alimentar as atividades de ensino e pesquisa e viabiliza a relação transformadora entre a Academia e a sociedade. em 2004. Além de instrumentalizar este processo dialético de teoria e prática. em seu art. estabelece a troca de saberes e tem como consequência a produção do conhecimento. e institucionalizado pela Lei nº. ENADE. 11.Programa Universidade para Todos É um programa de bolsas de estudo. é o processo educativo. Para tanto. A avaliação interna ou auto-avaliação é.mec.861. formado por três componentes principais: a avaliação das instituições. dos cursos e do desempenho dos estudantes. criado pelo Governo Federal.CPA foi instituída pela Lei nº 10.096.edu.saolucas. avaliação externa. tornar mais efetiva a vinculação da instituição com a comunidade. aumentar a consciência pedagógica e capacidade profissional do corpo docente e técnico-administrativo. O candidato deverá comprovar renda familiar per capita de até 1. criativo e renovador. interpretação e síntese das dimensões que definem a Instituição. fortalecer as relações de cooperação entre os diversos atores institucionais. integrais e parciais. julgar acerca da relevância científica e social de suas atividades e produtos. É da competência da CPA a Avaliação interna ou auto-avaliação tendo como principais objetivos produzir conhecimentos.

b r / w w w. o estudante não pode ter sido previamente beneficiado nem pelo extinto Programa de Crédito Educativo (PCE/CREDUC). A retirada de material.Manual do ACADÊMICO Manual do ACADÊMICO FIES. caso a publicação não esteja reservada. A atualização do acervo é permanente e crescente. dicionários. durante 24 horas. O Estadão do Norte. aos sábados. e d u . Quadro1: Graduação Pós-graduação Funcionario Professor Quantidade 3 4 4 5 Prazo 5 7 7 10 Cadastro É indispensável no cadastro a entrega de uma foto 3X4. e d u . A renovação poderá ser efetuada. Está dividida em: acervo. de modo a garantir a democratização do acesso ao FIES e. assim como a utilização dos equipamentos. Todos os livros e periódicos estão disponíveis para consulta. s a o m a t e u s . s a o m a t e u s . processadores de texto e acesso à base de dados. Horário de Funcionamento Segunda à Sexta: das 07 às 23 horas Sábado: das 08 às 18 horas Reserva e Renovação A reserva de livros. Empréstimo e Referência BIBLIOTECA A biblioteca. biblioteca virtual com acesso à internet.600m². cabines para estudo individual. ao ensino superior. O acervo de periódicos é adquirido gradativamente e conta com títulos de variadas áreas do âmbito científico. guichês de atendimento. assinamos seis jornais de circulação regional e nacional: Folha de São Paulo. Visita Orientada O Serviço de Visita Orientada tem por objetivo mostrar aos seus visitantes toda a infraestrutura da biblioteca. é restrita aos acadêmicos. pois a apresentação da carteira de identificação é imprescindível para a retirada de material. s a o l u c a s . ao ser recebido pela biblioteca. A Referência possui um acervo de normas técnicas da ABNT. por um período igual ao do empréstimo. ficará à disposição do solicitante. SERVIÇOS A biblioteca fica aberta a toda comunidade acadêmica e. 25 w w w. O empréstimo domiciliar é um serviço oferecido ao usuário que tem vínculo institucional e está em dia com suas obrigações. mediante solicitação à biblioteca. audiovisual. e d u . Para receber o financiamento. salão de leitura. O livro reservado. Diário da Amazônia e Alto Madeira. b r 26 . os serviços que ela oferece aos seus usuários e enfatizar especialmente a questão da conservação e preservação do acervo. enciclopédias e guias para a consulta na Biblioteca. processamento técnico.Programa de Financiamento Estudantil É destinado a financiar a graduação no Ensino Superior de estudantes que não têm condições de arcar com os custos de sua formação e estejam regularmente matriculados em instituições não gratuitas. que estejam emprestados poderá ser feita pelo usuário. Gazeta Mercantil. consequentemente. a partir de sua data de devolução. com um espaço de 1. salão de estudo em grupo e consultas variadas. cadastradas no Programa e com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. tem como objetivo subsidiar o ensino e a pesquisa bibliográfica. aos usuários externos. O solicitante não pode reservar material que já esteja em sua posse. b r w w w. nem pelo FIES. b r / w w w. funcionários e professores da instituição. A única forma de ingresso no Programa é mediante participação em Processo Seletivo de candidatos ao financiamento. Valor Econômico. e d u . s a o l u c a s .

O valor cobrado visa custear apenas as cópias e as taxas de envio. e d u . sem comunicação oficial à Faculdade. mediante processo de reingresso. Poderá cursar outras disciplinas de outros semestres seguintes. em caso de perda ou dano. Comutação Bibliográfica O serviço de comutação bibliográfica permite obter. na data determinada. A solicitação está vinculada ao “nada consta da Biblioteca e da Gerência Financeira”. sendo que o deferimento poderá ser concedido ou não mediante análise e disponibilidade de vaga no curso e período. O usuário deverá repor a obra. No caso de cancelamento de matrícula. Abandono de Curso Caso o aluno venha a abandonar o curso. de acordo com os termos do Contrato de Prestação de Serviços Educacionais. Cancelamento O cancelamento é um processo para deixar o curso sem abandoná-lo. não ficando dispensado do pagamento da multa. o pagamento de multa é apenas educativo. desde que haja compatibilidade de horários e não sejam matérias clínicas. terá seu débito financeiro acumulado até o final do período em que estiver matriculado. Deve trazer disquete para a gravação de seus arquivos. ficando sujeito às adaptações e possíveis alterações curriculares. mediante quitação dos débitos das mensalidades. matricula-se no semestre subseqüente. antes da data prevista para o início das aulas do semestre letivo. conforme parágrafo único. na qual o aluno não foi aprovado. de mensalidades pendentes e deferimento do processo. Os prazos são previstos no calendário acadêmico. retendo-se a importância de 4% do valor da semestralidade. download de arquivos.Manual do ACADÊMICO Manual do ACADÊMICO INFORMAÇÕES GERAIS Multas A não-devolução do material bibliográfico. Dependência Disciplina cursada em semestres anteriores. Se o aluno deixar de freqüentar as aulas. b r 28 . e d u . O aluno com dependência(s). Acesso à Internet e Bases de Dados O usuário poderá utilizar os computadores da biblioteca por uma hora/dia e este período poderá ser renovado. A biblioteca não tem fins lucrativos. e d u . Sua documentação será liberada. 13. no decurso do 1º semestre de ingresso (calouro). será permitida sua reintegração. acarretará cobrança de multa diária por obra. s a o m a t e u s . perderá o vínculo com a Faculdade. entretanto é obrigado a cursar primeiro as disciplinas em que está em dependência. necessitando cursar disciplinas em diferentes turmas. O quadro de horário em cada semestre é elaborado na coordenação do curso. Reingresso O retorno à Instituição poderá ser mediante o processo de reingresso. jogos e acesso a sites não relacionados a fins educativos e de pesquisa. teses e anais de congressos. muda de curso ou efetuou trancamentos. seguida do pagamento da matrícula. ele poderá requerê-lo na Secretaria Geral. do parecer 872/82 da CEF. b r w w w. necessitando cursá-la novamente. Se o cancelamento da matrícula for efetuado. far-se-á a devolução da parcela paga. a ser fixada pela Administração Superior. até o ajuste de sua grade curricular. de outras bibliotecas. s a o l u c a s . e d u . 27 w w w. não existentes no acervo da biblioteca. b r / w w w. Não se rematriculando. s a o l u c a s . desde que não haja nenhum outro usuário aguardando e tenha equipamento disponível. Adaptação Ocorre geralmente quando o acadêmico vem transferido de outra IES. no semestre seguinte. não punitivo. cópias de artigos de periódicos. Art. b r / w w w. mas seu débito permanecerá acumulado. s a o m a t e u s . O dinheiro arrecadado é revertido na aquisição de materiais para o acervo. não sendo permitida a impressão. Este serviço é restrito aos usuários cadastrados. Este serviço não tem fins lucrativos.

sua forma e conteúdo. no caso de afastamento mínimo de 15 dias. O início e o término do período do afastamento são determinados por atestado médico a ser apresentado na Secretaria Geral. as seguintes informações: Programa da Disciplina . não fica dispensado da realização de verificações de aprendizagem. duração que não ultrapasse o máximo ainda admissível. moléstia infecto-contagiosa. pelo professor da disciplina. o Plano de Ensino deve conter. incapacidade física relativa. o aluno poderá requerer compensação de faltas. pode usufruir do regime de exercícios domiciliares pelo prazo de três meses. b r 30 . a critério da Coordenação do Curso. em que conste necessariamente o CID (Código Internacional de Doenças). que deverá anexar o atestado médico junto ao Requerimento. junto com o pedido de regime de exercícios domiciliares. em cada caso. Freqüência Mínima Obrigatória A frequência mínima obrigatória para aprovação é de 75% das aulas ministradas e/ou atividades realizadas. devidamente comprovados mediante atestado médico. mediante o pagamento da taxa correspondente. para a continuidade do processo pedagógico de aprendizagem. por intermédio de seu representante. que devem ser analisadas e deliberadas pelo CONSA. destaca-se a importância de os professores. 3. antes e/ou depois do parto. comentarem seu conteúdo com seus alunos. nos casos de gravidez. Não será necessário que o aluno se dirija ao professor. após a correção das provas e em data pré-fixada. sob regime de exercícios domiciliares. Conteúdo Programático. 29 w w w. Recursos utilizados. a indicação do trabalho. em cada disciplina. são atribuídos a esse aluno exercícios domiciliares com acompanhamento. COMPENSAÇÃO DE FALTAS Conforme Decreto-Lei 1044/69 e Lei nº 6. que poderá ser solicitada por terceiros. s a o m a t e u s . o interessado deverá. Após 60 (sessenta) dias do início do período seguinte. b r / w w w. e d u . no prazo de 48 horas. informando. Abono de Faltas A lei e o Regimento Geral da Faculdade não preveem abono de faltas. desde que se verifique a conservação das condições intelectuais e emocionais necessárias para o prosseguimento da atividade escolar em novos moldes. Interdisciplinaridade e Cronograma. Como compensação da ausência às aulas. no prazo de 48 horas. A Coordenação do Curso terá 10 (dez) dias úteis para informar a decisão final. a contar da data do atestado médico. O aluno. O requerimento será dirigido ao professor da disciplina. a partir do 8º mês de gestação. junto à Secretaria Geral. É considerado merecedor de tratamento excepcional o aluno que apresente problema de saúde caracterizado por: 1. requerer a compensação. Avaliação. além da identificação da disciplina. desde que se verifique a conservação das condições intelectuais e emocionais necessárias para o prosseguimento das atividades escolares: a) a aluna em estado de gravidez. a seguir o interessado. s a o l u c a s . no Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA antes da primeira semana do período letivo Documento elaborado pelo professor e aprovado pelo Conselho de Curso. b) o aluno em condições de merecer tratamento excepcional. Para tais casos. 2. Cabe ao aluno. s a o m a t e u s . moléstia que impeça a locomoção e de tratamento prolongado. e d u . Regime de exercícios domiciliares São considerados passíveis da aplicação do regime de exceção.Manual do ACADÊMICO Manual do ACADÊMICO Plano de Ensino da Disciplina Este plano deve ser disponibilizado aos alunos. Metodologia das Aulas. manter-se em contato com a Secretaria da Coordenação para o cumprimento das tarefas estabelecidas no regime de exercícios domiciliares. o período poderá ser ampliado.202/75. e d u . incompatível com a freqüência aos trabalhos escolares.Ementa. b r / w w w. Bibliografias básica e complementar. Os professores podem devolver aos alunos as provas e/ou trabalhos. em casos excepcionais. após a divulgação dos resultados. quando o afastamento for igual ou superior a 15 dias. e d u . junto ao professor. Revisão de Provas O aluno poderá requerer revisão de provas na Secretaria. s a o l u c a s . Objetivos. Ciência e vista de provas Como parte do processo pedagógico. das atividades práticas obrigatórias e do estágio curricular. sendo que. as provas e/ou trabalhos não devolvidos poderão ser expurgados. A Secretaria da Coordenação providenciará. (elaborando trabalhos domiciliares). b r w w w. sempre que compatíveis com seu estado de saúde e as possibilidades de cada uma das disciplinas em que se encontrar matriculado. ocorrência isolada ou esporádica de problema de saúde.

b r w w w. fora do prazo. para cada período letivo. b) haja semelhança entre os Conteúdos Programáticos. O aluno deve acompanhar todas as informações adicionais divulgadas na Secretaria Geral e nas Secretarias das coordenações. indicando a disciplina ou disciplinas em que deseja aproveitamento. parecer e decisão. o prazo para: matrícula acadêmica ou rematrícula. quando se tratar de aluno especial. devidamente justificados e instruídos. reposição de aulas. exceto. Pesquisa. caracterizado como equivalência entre disciplinas cursadas na própria Faculdade São Lucas ou em outra IES. III – diploma(s) de graduação e/ou certificado (s) de conclusão do curso de pós-graduação. Iniciação científica. c) a carga horária da disciplina cursada contemple. s a o m a t e u s . Os mesmos casos. etc. cancelamento de disciplina(s).espectivos créditos. neste caso. O calendário acadêmico fixa. cancelamento de matrícula. A dispensa do cumprimento de disciplina equivalente deve ser solicitada pelo aluno junto à Secretaria Geral. A solicitação será protocolada na Secretaria Geral. início e término de semestre. devem ser submetidos à apreciação do Conselho de Curso. além de outros. antes denominadas extra-curriculares. s a o l u c a s . congressos e conferências cujos temas sejam relacionados ao curso. tais como provas.Manual do ACADÊMICO Manual do ACADÊMICO Retificação e Assentamento de Médias Finais e Freqüências Eventuais retificações e assentamentos de nota final e freqüência. 75% da carga-horária da disciplina cuja equivalência é pretendida. e d u . Aproveitamento de Estudo/Equivalência/Dispensa de Disciplina Pode ser autorizado o aproveitamento de estudo. Atividades de extensão. b r / w w w. no mínimo. práticas de formação. desde que: a) seja requerida dentro dos prazos estabelecidos em Calendário Acadêmico da Faculdade. obrigatórias para as licenciaturas. mediante: I – requerimento do interessado. Calendário Acadêmico O calendário acadêmico é aprovado pelo Conselho Acadêmico (CONSA) e estabelece datas e prazos de interesse dos alunos. quando for o caso. solicitação de aproveitamento de disciplina. em que conste a disciplina ou disciplinas em que deseja aproveitamento e a respectiva carga-horária. e d u . w w w. Monitoria no próprio curso. IV – cópia autenticada pela instituição de origem do programa ou do plano de ensino da disciplina ou disciplinas cursadas. A dispensa de disciplina pode ser concedida. dentro do prazo estabelecido no Regimento Interno. b r 31 32 . Participação em seminários. realizados na Faculdade ou fora dela. mediante anexação de Programa de Disciplina e Histórico Escolar. segundas chamadas. e d u . e d u . em formulário próprio. devem ser requeridos na secretaria da coordenação. II – fotocópia autenticada do Histórico Escolar. em que conste a disciplina ou disciplinas objeto da análise. s a o l u c a s . trancamento de matrícula. Será objeto de análise. simpósios. Sua resolução se dá na própria Coordenação. s a o m a t e u s . b r / w w w. Atividades complementares As atividades. podem enquadrar-se como atividades complementares e ser realizadas através de: Disciplinas cursadas e que não estejam previstas no currículo pleno e que tenham relação com o curso. período de realização de exames finais.

A renovação da Identificação Acadêmica dar-se-á semestralmente. b r w w w.Geral Sec. 6. com validade para o semestre/ano que estiver impresso. Para outras vias será cobrada taxa de emissão. 2. s a o l u c a s . b r / w w w. s a o m a t e u s . é intransferível. pela Coordenação de cada Curso. Histórico Escolar Justificativa de Faltas (Obs: Com apresentação do Atestado Médico) Processo para Cancelamento de Matrícula Processo para Fins de Transferência Processo de Reingresso Solicitação de Vaga Processo para Trancamento de Matrícula Relatório de Freqüência Diploma de Conclusão de Curso Certificados de Monitoria Conteúdos Programáticos (por disciplina) Declaração de Cancelamento de Matrícula Declaração de Matricula Declaração de Situação Escolar Declaração de Trancamento de Matrícula Declaração para Imposto de Renda Declaração Sob Judice Manual do ACADÊMICO Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Gerência Financeira Gerência Financeira Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Sec.O porte de Identificação Acadêmica é obrigatório para todos os integrantes do Corpo Discente. conforme reportado pelas Coordenaçõs.A Identificação Acadêmica. b r / w w w. é fator de preservação de bom nível de segurança institucional e pessoal e. a qualquer título. portanto. constituindo esta prática falta disciplinar grave. s a o l u c a s . sempre a partir das informações cadastrais dos discentes rematriculados junto a IES. e d u . e d u . abaixo relacionados. e d u . s a o m a t e u s . passível da aplicação da respectiva sanção. mediante remessa de informações cadastrais do Corpo Discente. que podem ser solicitados e emitidos. e d u . 5. por se constituir em documento de uso e aplicação exclusiva dos discentes regularmente matriculados na IES.Manual do ACADÊMICO Disciplinamento do Uso de Identificação Acadêmica 1.Geral Sec. 3.A emissão da Primeira Via da Identificação Acadêmica será gratuita. b r 34 .A emissão da Identificação Acadêmica será de competência da Diretoria Administrativa. entre discentes ou entre estes e terceiros.A Identificação Acadêmica é documento de âmbito interno. conforme indicado no quadro a seguir: 72h Tipo de Documento / Solicitação 2ª Chamada 2ª Via de Boleto (por cada folha) Aproveitamento de Disciplina/Estudos Cartão de Identificação Estudantil Carteirinha da Biblioteca Certidão de Conclusão de Curso Local de Solicitação Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Emissão Copiadodra Biblioteca Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Maiss Atendimento Prazo Médio para entrega Conforme Calendário imediato 10 dias imediato 07 dias 72h 72h 72h 72h após ter recebido Atestado de Vaga 24h 72h 72h 72h Certidão de Estudos 33 w w w.Geral Maiss Atendimento Maiss Atendimento 72h 72h 24h 24h 24h 72h 72h 24h 30 dias + tempo de Registro na UNIT 72h Documentos Escolares A Faculdade São Lucas emite os documentos escolares. 4.

e d u . ressaltando a que bimestre se refere. são devidas pelo aluno. o aluno deverá alcançar. e d u . b r / w w w. caso o aluno não tenha seguido os prazos estabelecidos para a definição de sua situação antes da geração das mesmas. deverá constar: identificação do aluno. Pela participação em atividades complementares de ensino. será substituído pelo vice. de ZERO a DEZ. rifas. ou seu representante legal. não sendo aceitas reclamações para a sua redução ou devolução de pagamentos efetuados. a fim de facilitar a comunicação entre o corpo docente.TAA As consultas de informações acadêmicas (freqüência. grade horária e impressão de boletos de mensalidades. levando-se em conta a freqüência às atividades escolares e o aproveitamento acadêmico. para consultas. s a o l u c a s . Representante de Classe Cada turma deverá eleger um representante de classe e um vice. Encargos Educacionais/Orientação ao Aluno As parcelas da semestralidade. s a o m a t e u s . Eventos Notas: A avaliação de aproveitamento será expressa em grau numérico. Para aprovação. terá registrado em seu histórico escolar a média da somatória das notas do primeiro bimestre. principalmente no que diz respeito à utilização do nome da Faculdade. s a o l u c a s . Quando o acadêmico prestar exames finais. seminários. congressos. b r 36 . Prova em 2ª Chamada O aluno poderá realizar prova em 2ª chamada. incluindo pesquisa. entre outras. Independentemente dos resultados obtidos. bonés. Tem representatividade no colegiado de curso. adesivos etc. disciplina. b r / w w w. Os acadêmicos poderão acessar. mediante apresentação do boleto bancário. após a realização da prova. terão seus vencimentos todo dia 15 do mês. subsequentes à matrícula. admitido o meio ponto. Também será adotado o mesmo procedimento para afixar cartazes no quadro de avisos. a freqüência mínima de setenta e cinco por cento e que tenha obtido um total igual ou superior a doze pontos.Manual do ACADÊMICO Manual do ACADÊMICO Terminais de Atendimento Acadêmico . na somatória das notas bimestrais (N1 + N2). As parcelas deverão ser pagas nos bancos autorizados e/ou na Gerência Financeira da Faculdade. notas. na sua ausência. Será considerado aprovado. 35 w w w.). e d u . Será submetido a exame final o aluno que não tenha obtido o total de 12 (doze) pontos. curso. s a o m a t e u s . O aluno que programar qualquer tipo de evento (formaturas. será considerado reprovado o aluno que não obtenha freqüência mínima de 75% às aulas e demais atividades programadas. extensão. nome do professor e justificativa da solicitação. o aluno terá. a avaliação do aproveitamento dar-se-á: Pelos trabalhos de aplicação (teóricos e/ou práticos). mediante requerimento à coordenação do curso e pagamento de taxa na Gerência Financeira. com exame final. b r w w w. na somatória das notas do primeiro e segundo bimestres com a nota do exame final. confecção de camisetas. poderão ser feitas através do portal do aluno. etc. em cada componente curricular. o aluno que tenha cumprido. no máximo. 15 (quinze) pontos. festas. Para tanto. a coordenação. Por instrumentos de verificação dos conteúdos conceituais desenvolvidos. 48 horas para requerer a prova em 2ª chamada. constará no histórico escolar a média resultante da nota do primeiro com a do segundo bimestre. deverá pedir autorização junto à direção. que está disponível no site da instituição. do segundo bimestre e do exame final. situado no prédio da biblioteca. a direção e o corpo discente. no Laboratório de Pesquisa. As parcelas com os valores emitidos. O mandato do representante de classe será de 01 semestre e. Para efeito de registro acadêmico. iniciação científica. Avaliação de Desempenho Escolar A avaliação do desempenho escolar será feita por disciplina. no mínimo. Conforme as normas regimentais. e d u .). O pagamento das taxas referentes à segunda chamada compõe um fundo de aplicação social. monitoria. No requerimento.

bem como as decorrentes do Contrato de Prestação de Serviços. sob a forma e a título de remuneração pelos serviços prestados ao corpo discente. s a o m a t e u s . Para alunos inadimplentes. b r / w w w. Certificados. não serão aceitos requerimentos enviados por fax. 37 w w w. junto à Gerência Financeira. de certificados de conclusão de cursos. Atestado de Escolaridade. preencher requerimento para cada finalidade. principalmente mensalidades escolares. A solicitação de quaisquer documentos. Para a quitação de débitos. Histórico Escolar (autenticado). e d u . internet e outros meios semelhantes. material destinado a provas e exames. No caso de perda ou extravio. Declaração. 2ª chamada. e d u . s a o l u c a s . Taxas e Emolumentos Serão cobrados. utilização de laboratórios e biblioteca.Serviço Central de Proteção ao Crédito. de currículos e de programas”. o requerimento deverá ser protocolado no Maiss Atendimento. o débito do aluno permanecerá em aberto. Manual do ACADÊMICO O aluno. junto ao Maiss Atendimento. nos pagamentos efetuados após o seu vencimento. devendo. terá plena consciência de que o resgate de recibos posteriores não significa nem representa quitação de outras obrigações estipuladas pela instituição. inclusive a de caráter judicial e comunicação ao SCPC . Portanto não estão incluídos nas mensalidades os serviços especiais de recuperação. se devidamente fundamentado e protocolado no Maiss Atendimento. para tanto. a segunda via deverá ser solicitada. materiais didáticos de uso individual e obrigatório. de boletins de notas. certidões. de horários escolares. Esse requerimento somente será aceito pelo Maiss Atendimento mediante carimbo e visto da Gerência Financeira e comprovante de pagamento do valor correspondente. telex. conforme prevê o artigo 943 do Código Civil Brasileiro. estágios obrigatórios. multas. No caso de utilização dessas formas de pagamento. transferências. A quitação outorgada em cada mês não quita débitos anteriores não cobrados. de conformidade com a legislação aplicável à espécie. histórico escolar. após ter sido paga a taxa correspondente. Não serão aceitos cheques de terceiros ou notas promissórias. os seguintes itens: Prova em Segunda Chamada. será feito encaminhamento para cobrança judicial. cronogramas. Todo e qualquer recurso ou reclamação pertinente ao regime financeiro será encaminhado e submetido à apreciação da Diretoria Financeira. retorno ao curso. e d u . carta. Aproveitamento de Estudos. pois essas modalidades de pagamento não permitem a identificação do pagador. deverá ser feita com antecedência. s a o l u c a s .00 (cinco reais). estando sujeito ao prosseguimento das rotinas de cobrança. b r / w w w. Segunda via de documentos. material de ensino de uso coletivo. b r w w w. neste caso. e d u . de acordo com a resolução 3/89 do então Conselho Federal de Educação.Manual do ACADÊMICO Os boletos das parcelas subsequentes à matrícula estarão à disposição do aluno na Gerência Financeira. Revisão de Notas e de Faltas. serão emitidas cartas mensais de cobrança das parcelas em atraso para acerto junto à Gerência Financeira. neste ato. de identidade estudantil. serão estabelecidos os valores para pagamento Inadimplência Haverá cobrança de multa no valor de 2 % (dois por cento) sobre o valor fixado. até 3 (três dias) antes do seu vencimento e custa R$ 5. adaptações. telegrama. Todos os alunos estarão obrigados ao recolhimento das taxas previstas neste item. Antes do início do período letivo. que serão objeto de tabela à parte. mais juros de mora de 1 % ao mês na ficha de cobrança. de acordo com os prazos previstos no Quadro 2. dispensa de disciplinas. “Mensalidade escolar constitui a contraprestação pecuniária correspondente à educação ministrada e à prestação de serviços a ela diretamente vinculados como matrícula. dependências. uniformes e outros atendimentos extras. s a o m a t e u s . bem como a forma de reajuste. Todos os serviços especiais citados no parágrafo anterior deverão ser requeridos. Será terminantemente proibido o pagamento das parcelas por meio de depósito bancário ou DOC. Dependências. segunda via de diploma e quaisquer documentos. Não havendo regularização. b r 38 . será aceita apenas a moeda corrente. de cada um dos itens anteriores.

126. Recorrer das decisões dos órgãos deliberativos ou executivos da Faculdade. De suspensão e desligamento.CIPI. I. A desistência.a Instituição oferece descontos pela antecipação do pagamento. A participação nos órgãos colegiados da Faculdade não exonera o aluno do cumprimento dos seus deveres acadêmicos. os acadêmicos a eles vinculados. Direitos e Deveres do Corpo Discente Dispõe o Art. Desligamento. por: a) Reincidência nas faltas previstas no item II. como forma de incentivo aos alunos. De repreensão. dentro ou fora do estabelecimento. III. com efeito suspensivo. por: Desrespeito a qualquer diretor. o acadêmico que desejar quitar o semestre inteiro (6 parcelas). Repreensão. e d u . cancelamento. c) Prática de atos desonestos ou delituosos e/ou ofensivos à moral e aos bons costumes. com esmero e dedicação. ou qualquer outra situação pela qual um dos acadêmicos deixe de freqüentar o curso acarreta perda do benefício ao outro acadêmico que por ventura continue na instituição (Regulamento Financeiro). Os alunos estarão sujeitos às seguintes penalidades disciplinares: Advertência verbal. única e exclusivamente. beneficiando. Na aplicação das sanções disciplinares será considerada a gravidade da infração. s a o l u c a s . única e exclusivamente. II. b r w w w. incompatíveis com a dignidade da instituição. Convênios . São direitos e deveres do corpo discente: Freqüentar as aulas e demais atividades curriculares. durante as aulas. Ocupar-se. incompatíveis com a dignidade da instituição. por: a) Reincidência nas faltas previstas no item I. c) Danificação do patrimônio da Faculdade. s a o m a t e u s . Utilizar as dependências físicas. Parágrafo único. Contribuir. ouvido o Conselho Acadêmico. § 2º Da aplicação das penalidades de suspensão e desligamento caberá recurso. Regime Disciplinar O ato da matrícula implica o compromisso formal de respeitar os princípios éticos que regem a faculdade. terão direito a desconto especial . o Diretor Geral. Esses convênios podem ser consultados na Coordenação de Informação e Programas Institucionais . associações ou órgãos de classe. Zelar pelo patrimônio da Faculdade.a instituição possui convênios com alguns sindicatos. professor ou funcionários ou a membros da Direção Geral da Faculdade. ou a membro da Diretoria da entidade Mantenedora. conforme indicado no contrato de prestação de serviços educacionais. 39 w w w. 109 do Regimento da FSL: Art. os serviços administrativos e técnicos oferecidos pela Faculdade. os Coordenadores de Curso. professor ou funcionário da Faculdade. em qualquer outro trabalho estranho às mesmas. b) Ofensa a qualquer diretor. Participar. dentro do estabelecimento. b r / w w w. no mês das rematrículas. Descontos Desconto por antecipação de pagamento . com descontos. desde que ambos estejam cursando cursos da graduação.A instituição concede o desconto família para os casos de parentesco. de acordo com o Regulamento financeiro. b) Ofensa ao qualquer diretor. s a o m a t e u s . além da pena disciplinar. observadas as normas regimentais. A transgressão a esse compromisso constitui infração disciplinar punível. Tomar parte. desta maneira. coordenador. por: a) Reincidência nas faltas previstas no item III. nos órgãos colegiados da Faculdade. sempre.Pagamento de Dependências As disciplinas cursadas em regime de dependência serão cobradas.(Regulamento Financeiro). irmãos e cônjuges. Sair da sala de aula sem permissão do professor. c) Prática de atos desonestos. trancamento. a dignidade acadêmica. ao Conselho Superior. professor ou a qualquer membro do corpo técnico-administrativo. e d u . e d u . coordenador. §1º São competentes para aplicação das penalidades: De advertência. b) Ofensa ou agressão a outro aluno. Observar o regime disciplinar e comportar-se de acordo com os princípios éticos e morais de cidadania e com os ideais da Faculdade. como representante discente. de manifestações ostensivas a pessoas ou instituições. proporcionalmente ao número de aulas semanais e o valor será acrescido às parcelas da semestralidade. 92. e d u . Desconto-Família . as normas contidas na legislação do ensino e o Regimento da Faculdade. Art. b r / w w w. dentro ou fora do estabelecimento. Além disto. caso em que. d) Incitação à greve ou prática de atos subversivos. Suspensão. fica na obrigação de indenizar o dano. de acordo com os parâmetros definidos no Regimento da Faculdade (cópias na biblioteca). quando convocado. coordenador. inclusive freqüência. s a o l u c a s . respeito e dignidade da Faculdade. a Vice-Diretoria. e destinados ao pleno desenvolvimento de suas atividades. b r 40 . término do curso. para o prestígio. entre pais e filhos.

e d u . b r 42 . b r / w w w. e d u . s a o l u c a s . b r / w w w.41 w w w. s a o m a t e u s . e d u . b r w w w. s a o m a t e u s . e d u . s a o l u c a s .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful