You are on page 1of 14

Prefeitura Municipal de Miranda do Norte Maranhão

Gestão 2009 - 2012
“Juventude, Atitude e Compromisso com o povo...” “A certeza de novas conquistas”

Programa Saúde na Escola Projeto Municipal
“somando forças para potencializar o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens nas escolas”

Março de 2009

SUMÁRIO EXECUTIVO APRESENTAÇÃO____________________________________________________03 JUSTIFICATIVA / MARCO LEGAL____________________________________04 DIAGNÓSTICO SITUACIONAL – SETOR SAÚDE _______________________06 OBJETIVOS_________________________________________________________09 AÇÕES PRIORITÁRIAS_______________________________________________10 Eixos das Ações Ações e Metas METODOLOGIA_____________________________________________________12 GLOSSÁRIO_________________________________________________________13 REFERÊNCIAS BIBLIGRÁFICAS______________________________________16 .

a ser implementado por adesão dos municípios. com a posterior aprovação do Conselho Municipal de Saúde. democrática e participativa. adolescentes e jovens do município. o diagnóstico local em saúde do escolar e a capacidade operativa em saúde das Equipes de Saúde da Família e dos professores. de 04 setembro de 2008. Serão desenvolvidas. tem como missão principal contribuir para a formação integral dos estudantes da rede pública de educação básica por meio de ações de prevenção. integrando permanentemente as políticas e ações de educação e de saúde. a integração e articulação das redes públicas de ensino e de saúde. conforme previsto na Portaria Nº 1. onde se considerou a atenção. é submetido à Secretaria de Estado de Saúde do Maranhão.PSE.861. a integralidade. Na elaboração do Projeto foram envolvidos técnicos das Secretarias Municipais de Educação e Saúde. sob a coordenação dos Ministérios da Educação e da Saúde. instituindo no âmbito da administração pública. articulada ações em conformidade com os princípios e diretrizes do SUS. foi publicado o Decreto Nº 6. o Programa Saúde na Escola. matriculados na rede de ensino público. a longitudinalidade. envolvendo as equipes de saúde da família e da educação. . prevenção e assistência à saúde.286. membros do Grupo de Trabalho Intersetoral. de forma articulada. objetivando a concretização do Termo de Adesão. Assim. será observada a integração e a articulação intersetorial. promoção e atenção à saúde. o Projeto Municipal de implementação do “Programa Saúde na Escola”. O Programa Saúde na Escola . considerando o contexto escolar e social. bem como a adoção de estratégias de monitoramento e avaliação permanentes. Na implementação das ações no âmbito do município de Miranda do Norte – Maranhão. que em muito contribuirá para a atenção integral á saúde das crianças. de forma. o controle social. as especificídades locais e à autonomia federativa.APRESENTAÇÃO Aos 05 dias do mês de dezembro de 2007. de forma articulada com as Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde e Educação. promoção. os aspectos relacionados à territorialidade. encaminhado ao Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde. com a participação da comunidade escolar.

JUSTIFICATIVA A proposta apresentada pelo município de Miranda do Norte está consubstanciada no Decreto Nº 6.69%). Este problema interfere na visão para perto e prejudica a leitura. A implementação do projeto pode mudar a percepção coletiva do cuidado em saúde dos municípes. Em Miranda do Norte. onde a Escola Municipal Gersina Durans Medeiros. cerca de 36 % da população. No Brasil. Cerca de 26% da população brasileira está matriculada nas redes de educação pública e privada. que aderirem ao Programa Saúde na Escola – PSE. com uma população de 17. principalmente nas areas onde históricamente o acesso à educação sempre foi mais difícil. nas 23 escolas públicas existentes no municipio. numa demonstração do esforço da nova gestão municipal com a erradicação do analfabetismo. que instituiu o Programa Saúde na Escola -PSE e na Portaria Nº 1. Os dados também mostram que 100% dos adultos com mais de 40 anos têm vista cansada (presbiopia). De acordo com dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia. 07 milhões de crianças estão matriculadas na Educação Infantil. o número de alunos matriculados na modalidade de educação para jovens adultos. onde foram estabelecidos os recursos financeiros pela Adesão dos municípios com 100 % de Equipes de Saúde da Família. a maioria está na área rural. distribuidos em seus 354 km de extensão teritorial. priorizados a partir do Indíce de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB. 5190 alunos da urbana estão matriculados para o ano de 2009. estão matriculados na modalidade de educação de jovens adultos. de dezembro de 2007. 33 milhões estão matriculadas no Ensino Fundamental. 08 milhões de adolescentes e jovens estão matriculados no ensino médio. esta á 59 km de distância do centro do municípo.861. impactando positivamente no perfíl epidemiológico do município.742 habitantes (IBGE / 2007). . Cabe destacar que. as escolas localizadas na área rural estão distantes cerca de 18 Km da sede do município. O município está se preparando para implantar também o Programa “Olhar Brasil”. 14. tendo como objetivo promover o bem estar.31%) e 2732 nas áreas rurais (16. que está em consonância com o Programa Saúde nas Escolas. 10 % desse total. localizada no Povoado Prata. proporcionalmente. Dados estatisticos apontam a capacidade de multiplicação das crianças em seus lares quando lhes são ensinadas praticas saudáveis de vida. 30% das crianças em idade escolar apresentam problemas de refração.782 pessoas residem na área urbana (83. na maioria das vezes solucionados com o uso de óculos. Na média. foram matriculados 6419 alunos para o ano de 2009. bem como cerca de 750 mil jovens e adultos estão matriculados na educação profissional. de 04 de setembro de 2008. prevenir doenças na comunidade e apoiar a inclusão no ensino. escrita e outras atividades que exigem acuidade visual de curta distância.286. O município possui uma extensa área rural com 1229 alunos matriculados em 12 escolas. num total de 614 alunos.

. e reduzir as taxas de evasão escolar e repetência. Dessa forma.Com a implantação do projeto no município. o acesso às consultas oftalmológicas será ampliado. será possível contribuir para a melhora do aprendizado do público alvo. jovens e adultos do Programa Brasil Alfabetizado. aumentar o rendimento escolar dos estudantes do ensino público.

01 enfermeiro. 01 Enfermeiro e 01 auxiliar de Enfermagem. atende a população residente no Bairro Novo. O município dispõe de 07 Unidades Básicas de Saúde. 01 enfermeiro. Em tal unidade de Saúde é cadastrada a Equipe de Saúde Bucal Campestre. 01 auxiliar de enfermagem e 05 Agentes Comunitários de Saúde. ainda no primeiro trimestre de 2009. A UB Saúde da Família Santa Barbara. 01 auxiliar cirurgião-dentista. a partir da atualização da base populacional por parte do Ministério da Saúde. A Equipe é composta por 01 médico. bem como ampliar mais duas Equipes de Saúde Bucal. 01 auxiliar de enfermagem e 09 Agentes Comunitários de Saúde. A Equipe cadastrada nessa unidade é a Equipe Saúde da Família Campestre. 01 auxiliar de enfermagem e 03 Agentes Comunitários de Saúde. A UB Saúde da Família Campestre. atende a população residente no Bairro Campestre. A Equipe cadastrada nessa unidade é a Equipe Saúde da Família Bairro Novo II. Em tal unidade de Saúde é cadastrada a Equipe de Saúde Bucal Bairro Novo II. composta por um cirurgião-dentista. A Equipe é composta por 01 médico. cadastrada sob o nº 5083338. devidamente credenciadas no Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde – CNES. 01 auxiliar de enfermagem e 06 Agentes Comunitários de Saúde. cadastrada sob o nº 2390280. onde. composta por um cirurgião-dentista. A Equipe é composta por 01 médico. atende a população residente na Travessa São Pedro. contando cada uma delas com 01 Cirurgião Dentista e um Auxiliar de Consultório Odontológico. 01 enfermeiro. conforme a população do IBGE / 2007. A UB Saúde da Família Bairro Novo I. A Equipe é composta por 01 médico. Em tal unidade de Saúde é cadastrada a Equipe de Saúde Bucal Pindoval. 01 enfermeiro. A Equipe cadastrada nessa unidade é a Equipe Saúde da Família Bairro Novo. 01 enfermeiro. cada uma composta por 01 Médico. com a previsão de contratação de mais 03 ACS.DIAGNÓSTICO SITUACIONAL – SETOR SAÚDE Na elaboração das ações propostas foram observados os dados relacionados às famílias cadastradas por cada uma das equipes de Saúde da Família. composta por um cirurgiãodentista. onde foram implantados 44 Agentes Comunitários de Saúde. constantes no Sistema de Informação da Atenção Básica. poderá ser implantada mais 01 Equipe de Saúde da Família. o município conta com 100 % de sua população coberta pela Estratégia Saúde da Família. cadastrada sob o nº 2455455. cadastrada sob o nº 5083311. A UB Saúde da Família Bairro Novo II. foram implantadas 07 Equipes de Saúde da Família. cadastrada sob o nº 5083346. A Equipe é composta por 01 médico. 01 . totalizando 08 Equipes de Saúde Bucal. A Equipe cadastrada nessa unidade é a Equipe Saúde da Família Santa Barbara. A Equipe cadastrada nessa unidade é a Equipe Saúde da Família Pindoval. No que tange a rede de atenção à saúde. atende a população residente no Povoado Pindoval. do Ministério da Saúde. atende a população residente no Bairro Novo. 01 auxiliar cirurgião-dentista. A UB Saúde da Família Pindoval. 01 auxiliar cirurgião-dentista. do Ministério da Saúde.

A Equipe cadastrada nessa unidade é a Equipe Saúde da Família Triangulo. 01 enfermeiro. na média. um número elevado de gestantes precoces. A Equipe cadastrada nessa unidade é a Equipe Saúde da Família Santa Cruz. Das 137 gestantes. No ano de 2008. Em tal unidade de Saúde é cadastrada a Equipe de Saúde Bucal Santa Cruz. . conveniada ao Sistema Único de Saúde. tendo 23 nascidos vivos. composta por um cirurgião-dentista. atende a população residente no Bairro Santa Cruz. responsáveis pela melhoria dos indicadores e das condições de vida da população do municipio. clínico geral (03). 01 auxiliar cirurgião-dentista. bem como da Unidade de Vigilância Sanitária e Epidemiológica. cadastrada sob o nº 2604094. atende a população residente no Bairro Triângulo. A UB Saúde Santa Cruz. equipo-odontológico (08). 01 auxiliar cirurgião-dentista. respectivamente. foram realizadas. 01 enfermeiro. Raio X dentário (01). 34 delas eram menores de 20 anos. Incubadora (01) e Reanimador Pulmonar. No mesmo período. 01 auxiliar de enfermagem e 11 Agentes Comunitários de Saúde. foram acompanhadas 100% das 137 gestantes. 133 tiveram seu calendário vacinal atualizado. 01 auxiliar de enfermagem e 08 Agentes Comunitários de Saúde. A Equipe é composta por 01 médico. Ultrassom Dopller colorido (01). 08 visitas mês/família. A Equipe é composta por 01 médico. assistente social (01). num total de 1. 01 auxiliar cirurgião-dentista. médicocirurgião (02). composta por um cirurgião-dentista. Os equipamentos disponíveis na rede pública do município são : Raio X de 100 a 500 mA (01). A UB Saúde da Família Triângulo. Cabe destacar que todas essas ações são realizadas pelas equipes de Saúde da Família. pediatra (01). Foram acompanhados 225 diabéticos e 949 hipertensos dos 228 e 957 cadastrados. farmaceutico (03). radiologista (02) e tecnico em patologia clínica (01). 4790 visitas domiciliares pelos profissionais da Equipes de Saúde da Família. numa média de 4424 famílias acompanhadas. que realiza atendimento ambulatorial.auxiliar de enfermagem e 04 Agentes Comunitários de Saúde. que possue os seguintes profissionais cadastrados: auxiliar de enfermagem (03). Há ainda a Unidade Mista de Saúde Pedro Vera Cruz Bezerra. composta por um cirurgião-dentista. Nesse total de gestantes. ginecologista-obstetra (01). Indicador acima da média estadual e nacional que é de 01 visita / mês. Em tal unidade de Saúde é cadastrada a Equipe de Saúde Bucal Triângulo. O município dispõe da Clínica Rosa dos Ventos. Em tal unidade de Saúde é cadastrada a Equipe de Saúde Bucal Santa Barbara. cadastrada sob o nº 2604086.

OBJETIVOS − Promover atenção integral á saúde das crianças. articular as Equipes de Saúde da Família e Saúde Bucal às Escolas. Estabelecer processo de educação permanente e valorização dos profissionais que atuam nas áreas de saúde e educação. estudantes da rede pública do município de Miranda do Norte. OBJETIVOS ESPECIFICOS − desenvolver e fortalecer a cultura de planejamento intersetorial no âmbito da administração pública municipal. de forma a articular as Redes de Atenção à Saúde e Escolas do município. adolescentes e jovens. potencializar e qualificar a rede de atenção à saúde do município para o atendimento das demandas de saúde das crianças. com ações intersetoriais no âmbito das escolas e / ou dos Postos de Saúde. adolescentes e jovens. contribuir com ações que possam ser incorporadas ao Plano Municipal de Saúde. contribuir com ações que possam ser incorporadas ao Plano Político Pedagógico das Escolas. qualificar a rede escolar do município para o atendimento das demandas de saúde das crianças. − − − − − − . respeitando os respectivos territórios de abrangência das Equipes. adolescentes e jovens.

c) avaliação.Eixos das ações a) avaliação e tratamento clínico e psicossocial. b) realizar campanhas de detecção precoce da hipertensão arterial em 100 % dos alunos. g) capacitar 100 % dos professores para disseminação de uma cultura voltada para uma alimentação saudável. h) saúde sexual e reprodutiva II . e) articular ações entre os profissionais das ESF e professores para realização de avaliação auditiva de 100 % dos alunos até o final de 2009. f) distribuir material didático a 100% dos alunos sobre a alimentação saudável. e) avaliação da saúde e higiene bucal. orientação e acompanhamento nutricional. b) avaliação. c) capacitar 100 % dos Agentes Comunitários de Saúde e professores (as) do município para realização de avaliação oftalmológica. d) avaliação oftalmológica. introduzindo como tema transversal no currículo escolar. datas destinadas à realização de açoes sobre alimentação saudável e prática de .Ações e metas a) atualizar o calendário vacinal de 100 % dos alunos da rede pública no ano de 2009. f) avaliação auditiva e psicossocial. g) atualização e controle do calendário vacinal. orientação e tratamento à saúde bucal.AÇÕES PRIORITÁRIAS I. h) articular ações intersetoriais que visem potencializar os espaços públicos existentes para o desenvolvimento de atividades físicas e esportivas i) capacitar 100 % dos professores para disseminação de cultura voltada à prática de atividades físicas j) instituir no calendário escolar de 2009 e na programação das ações das ESF e SB. d) realizar avaliação oftalmológica em 100 % dos alunos no ano de 2009.

com informações do PSE o) realizar no âmbito de 100 % das escolas e Postos de Saúde.atividades físicas k) realizar avaliação nutricional de 100 % dos alunos da rede pública l) realizar avaliação / atividades de promoção das condições de saúde bucal de 100 % dos alunos da rede pública m) garantir consultas odontológicas para 100% dos alunos. atividades de promoção da saúde sexual e reprodutiva . atividades de prevenção e redução do consumo de álcool e drogas p) realizar no âmbito de 100 % das escolas e Postos de Saúde. conforme diagnósticos realizados n) qualificar prontuários individuais de 100 % dos alunos.

As despesas decorrentes das ações propostas devem ser encaminhadas à gestão da Secretaria de Saúde para que possa inserir na sua programação. Tais agendamentos devem ser realizados em consonância com a Direção das escolas.METODOLOGIA As equipes de Saúde da Família e Saúde Bucal realizarão visitas periódicas e permanentes às escolas participantes do PSE para avaliar as condições de saúde dos educandos e educadores. conforme pactuado pelo município. bem como para proporcionar o atendimento à saúde ao longo do ano letivo. que instituiu os Blocos de Financiamento. de acordo com as necessidades locais de saúde identificadas. Será observada atentamente a utilização dos recursos. considerando que os mesmos devem ser utilizados conforme previsto na Portaria 204. Anualmente as ações devem ser avaliadas e inseridas novas ações. de 2007. . As ações desenvolvidas devem ser inseridas no Plano Municipal de Saúde para avaliação anual por parte do conselho Municipal de Saúde. componente variável. Devem ser realizadas reuniões periodicas de construção e avaliação das ações. considerando que os recursos disponibilizadosb são do Piso da Atenção Básica. Semestralmente devem ser elaborados relatórios de avaliação dos resultados. de forma que não prejudique a rotina escolar. mensurando os impactos das ações com as respectivas percepções dos alunos das escolas. os diretores das escolas. pais e representação dos alunos. A gestão municipal deve garantir o atendimento preferencial aos casos encaminhados pelas Equipes que demandem uma atenção especializada. reunindo as Equipes.

atividade. acompanhamento. preceito legal. Consiste em atribuir um valor ao encontrado. Avaliar Conjunto de ações que permite emitir um juízo de valor sobre algo que está acontecendo (sendo observado) a partir de um paradigma (optimum. auditoria. controle. O monitoramento sempre está baseado num conjunto de informações e indicadores que. Monitorar Conjunto de ações de acompanhamento de um determinado plano. programa. Avaliação pode se constituir em uma ferramenta para se fazer fiscalização. 5. no seu sentido mais amplo. dão a dimensão da ação que vem sendo implementada. regulação. ou seja. dentre outras. hospital.Glossário 1. estão contemplados os componentes: Vigilância Epidemiológica. mediante o exercício de funções de coordenação. articulação. o controle de vetores e hospedeiros e a operação de sistemas de saneamento ambiental (mediante o pacto de interesses. planejamento. melhorar desempenhos e qualidades. Vigilância Sanitária e Vigilância Ambiental. etc. Gerência Administração de uma unidade ou órgão de saúde (unidade básica de saúde. 7. bem como em outros espaços. com o objetivo de verificar sua adequação aos critérios e parâmetros de eficácia (grau de atingimento de metas). que se caracteriza como prestador de serviços no Sistema único de Saúde. trata-se da análise da estrutura. especialmente no domiciliar. controle. ação ou processo. 4. etc. incluindo as relações e as condições sanitárias nos ambientes de vida e de trabalho. desejável. auxiliar a qualificação do processo de gestão. pré-definidos. para o atendimento das demandas pessoais e das exigências ambientais. Atenção à Saúde Engloba o conjunto de ações levadas a efeito pelo SUS. individual ou coletivamente. dos processos e resultados das ações. estadual ou nacional. em que as atividades são dirigidas às pessoas. compreendendo os campos a saber: a) o da assistência. as fiscalizações e outros). fundação. serviços e sistemas de saúde. Assim. desenvolvimento e apropriação de ciência e tecnologias. apontando os indicativos de correção de rumos. Vigilância em Saúde Neste Termo quando se escreve vigilância em saúde. 6. e que é prestada no âmbito ambulatorial e hospitalar. avaliação e auditoria. negociação. Avaliação de Programas . em todos os níveis de governo. eficiência (recursos envolvidos) e efetividade (impacto) estabelecidos para o sistema de saúde. b) o das intervenções ambientais. gestão do trabalho. 2. Gestão Atividade e a responsabilidade de dirigir um sistema de saúde – municipal.). instituto. as normalizações.). o grau de alcance dos resultados. 3. a partir do esperado. planejamento.

10. Desafios São alvos a serem atingidos para promover a estratégia de desenvolvimento proposta pela gestão governamental. 9. Os desafios são enfrentados por meio da implementação de ações e programas.Processo de coleta e análise sistemática de informações sobre características. 12. atividade ou programa em relação ao previsto. Efetividade É a medida do grau de atingimento dos objetivos que orientaram a constituição de um determinado programa ou ação. Eficiência É a medida da relação entre os recursos efetivamente utilizados para a realização de uma meta para um projeto. de forma a gerar recomendações para aperfeiçoar a gestão e a qualidade do gasto público. Implementação de programas Processo estruturado que articula diversos tipos de recursos (materiais. monitoramento. informacionais e institucionais) para a execução das metas físicas das ações que compõem o programa e o alcance de seus objetivos. atividade ou programa frente à padrões estabelecidos. avaliação e revisão dos programas e ações. Gestão de programas e ações rocesso composto pelas etapas de implementação. Eficácia É a medida do grau de atingimento das metas fixadas para um determinado projeto. visando o alcance de seu objetivo e contribuindo para o alcance da estratégia de desenvolvimento governamental. . expressa pela sua contribuição à variação alcançada dos indicadores estabelecidos pela gestão pública. eficácia e efetividade. processos e impactos de um programa. com base em critérios de eficiência. humanos. 11. 13. financeiros. 8.

Disponível em URL: http://www.estudo http://dtr2004.gov.php#historico http://dtr2004.ibge.planalto.htm CORTES. às 10:00 horas .planejamento.br http://www.saude. Porto Alegre.br/dab/caadab/abnumeros. Sociologias.php/monitoramento.estudo segep. às 22:00 horas http://www.br/dab/caadab/avaliacao.br – acessado em 19/09/2007. ano 4 n. V.saude. Constituição da República Federativa do Brasil. M.gov. S.br/dab/caadab/localiza_cadastro. 7. promulgada em 05 de outubro de 1988.br – acessado em 13/02/2009. às 22:30 horas http://www. DF. 2002 http://dtr2004.gov. Brasília.php/monitoramento.18-49.br/dab/caadab/avaliacao.presidencia.Referências Bibliográficas BRASIL.saude.gov.gov.br/ccivil_03/Constitui%C3%A7ao.gov.php. Construindo a possibilidade da participação dos usuários: conselhos e conferências no Sistema Único de Saúde..php http://dtr2004.br – acessado em 11/02/2009.gov. Diário Oficial da União.saude. 05 out. 1988.gov.php.dema@saude.gov. p.