ABC

Estância Solidária
2008 - 2009
Catálogo de imagens

Mapa solidário

Um processo em processo... Não podíamos imaginar o que era possível construir com esta união de energias e idéias/ideais... De verdade, ainda não sabemos onde vamos chegar e o que realmente vamos construir. Efetivamente o que temos é a criação dessas novas relações humanas – entre humanos e com o mundo – que nos proporcionam grandes FELICIDADES: a de nos sentirmos CRIATIVOS, a de sermos LIVRES, a de podermos AMAR... E estamos SIM criando, sem pedir permissão, um mundo de liberdade, com a crença mais forte a cada dia que outro mundo é possível... Bem vind@ ao ABC, Estância Solidária!!! E permita-se inspirar...

Abaçá da Oxum, Centro de Estudos e Tradições do Negro – Ribeirão Pires ARCA (Associação Ribeirãopirense de Cidadãos Artistas) – Ribeirão Pires ● Ativismo ABC – Santo André ● Coletivo ABC Cineclube – Diadema, Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul ● Coletivo FOPP – Santo André (Paranapiacaba) ● Estilo e Raça – Santo André ● FundAÇÃO KAH-HUM-KAH – Ribeirão Pires e Santo André ● Kilombagem – Mauá, Ribeirão Pires, Santo André, São Bernardo do Campo e São Paulo ● Núcleo de Comunicação Marginal – São Bernardo do Campo ● Projeto OFICINATIVA – Ribeirão Pires e Santo André ● Quintal Orgânico – São Caetano do Sul ● UnicomLivre – Mauá, Ribeirão Pires e Santo André
● ●

Abaçá da Oxum
Centro de Estudos e Tradições do Negro
O Abaçá da Oxum foi fundado no início dos anos 80 como uma casa de Candomblé e a partir da metade dos anos 90, também assumiu a responsabilidade de ser um centro cultural dedicado às questões dos afrodescendentes. Desenvolve ações sociais comunitárias e tem como foco de destaque a construção de um acervo básico de registros sobre a africanidade e a afrobrasilidade.

ARCA
Associação Ribeirãopirense de Cidadãos Artistas

A ARCA nasceu em 2002 como uma consolidação da movimentação artística do município de Ribeirão Pires. Desde então vem realizando ações em diversas linguagens, relacionando o fazer e o pesquisar com a Educação, a Comunicação, o Meio Ambiente, sempre tendo como parâmetro a consciência cidadã.

Promove oficinas, exposições, apresentações, palestras, debates, materiais pedagógico, etc.
ABC, Estância Solidária -3-

Ativismo ABC

Coletivo

ABC Cineclube

Coletivo solidário e libertário que autogestiona a Casa da Lagartixa Preta Malagueña Salerosa, em Santo André, há 8 anos. Tem interesses e práticas contundentes em temas como Autosuficiência, Educação para a Liberdade, Agroecologia, Anarquia. Organiza diversas atividades periodicamente e integra um circuito de espaços autônomos da região metropolitana de São Paulo.

Reunião de indivíduos e grupos que acreditam no audiovisual como ferramenta de comunicação social e que, em rede, tem pensado e executado ações mais pela região do ABC, difundindo democraticamente produções alternativas e que destaquem temáticas não alienantes, acompanhadas de reflexões (e por vezes capacitações na linguagem).

ABC, Estância Solidária -4-

Coletivo FOPP

Estilo e Raça

O Coletivo FOPP foi criado por membros do movimento cultural ativo da Vila Histórica de Paranapiacaba e iniciou-se impulsionado pela ideia de manter viva a FOPP - Feira de Oratórios e Presépios & Festival de Culturas Populares de Paranapiacaba, festa/feira, concebida pela arteeducadora e liderança local em Cultura Wal Volk há 5 anos. Democratizando os fazeres e saberes ligados à proposta de "festa e desenvolvimento local", hoje a produção do evento já é uma realidade coletiva, e também recebe colaborações de outras entidades que caminham nesta mesma direção: o desenvolvimento sustentável através Cultura Popular.

Cooperativa de artistas e artesãos populares em formação, localizada na vila de Paranapicaba, este grupo cultural se preocupa com o entendimento da Cidadania - o viver com dignidade - através da valorização das diversidades étnicas em conexão com o Meio Ambiente. Seus trabalhos procuram colocar em discussão a situação de indígenas e afrodescendentes na sociedade brasileira e global, resgatando seus valores e visões de mundo. São membros da rede de Economia Solidária estadual.

ABC, Estância Solidária -5-

FundAÇÃO KAH-HUM-KAH

KILOMBAGEM

Iniciativa do grupo multicultural KAH-HUMKAH para expor suas idéias de ativismo social além das intervenções artísticas pontuais. Nesse sentido tem fomentado, ao longo de seus 13 anos de existência, inúmeras atividades (cursos, debates, intercâmbios, mostras, etc) com a intenção de empoderar as pessoas e gerar novas possibilidades de relacionamentos.

Coletivo de jovens pret@s - como preferem ser identificados - que através dos estudos de classe, gênero e raça/etnia pautam suas crenças ativistas e suas intervenções sociais. Contribuem com discussões em diferentes áreas (Educação, Cultura, Saúde, Trabalho, etc) e começam a produzir materiais de apoio para a luta antiracista na região do ABC e em outras paisagens.

ABC, Estância Solidária -6-

Núcleo de Comunicação Marginal

Projeto

OFICINATIVA

O Núcleo de Comunicação Marginal é uma organização da sociedade civil, que busca contribuir com a formação, conscientização e troca de saberes do universo da comunicação por meio de mídias digitais. Um de seus mais expressivos projetos atuais é o Sessão Fala Viela, que são exibições de cinema ao ar livre em comunidades periféricas do município de São Bernardo do Campo. Nestas são privilegiados filmes que abordam a cultura brasileira regional ou filmes com conflitos planetários semelhantes e que retratam um ambiente, independentemente de sua nacionalidade, que dialogue com as realidades dos locais onde o evento acontece.

Este projeto iniciou suas atividades no ano de 1997 e tem como objetivo a experimentação e a busca constantes por diferentes modelos para a vida, em diversos setores do cotidiano. É o principal estimulador do ABC, Estância Solidária e tem feito a ligação entre os ideais e as maravilhosas ações aqui apresentadas. Além disso, também desenvolve seus anseios específicos, que são caracterizados pela trocas de informações, sem melindres, entre os diversos.

ABC, Estância Solidária -7-

QUINTAL ORGÂNICO

UNICOMLIVRE

A proposta do Quintal Orgânico é desenvolver o estudo e a prática da agroecologia num contexto urbano, com um espírito de resistência popular e imaginando fundamentalmente mudanças de paradigmas. Ocupa um terreno de uma empresa fornecedora de energia elétrica e funde em suas atividades a Cultura, a Educação e Meio Ambiente, embalados pelo respeito ao entorno.

A idéia da Universidade de Comunicação Livre é deselitizar e desburocratizar toda relação com o produzir informação que foi criada ao longo dos tempos, muito astuciosamente pensada para gerar tamanha dependência e manipulação popular. Nesta ação, com base na Educação Popular, todos são comunicadores potenciais e devem preferencialmente permitir que os demais acessem tais conteúdos de maneira atraente.

ABC, Estância Solidária -8-

Intervenção em escola infantil em Córdoba

Escola de Rua em Ribeirão Pires

Visita com idosos ao Parque da Água Branca , São Paulo

“Invasão dos palhaços”, Festival de Rua em Ribeirão Pires

Oficina de interculturalidades, encontros solidários internacionais com jovens em São Roque Reunião Movimento Humanista sobre Meios de Comunicação, Curitiba, Paraná

ABC, Estância Solidária
Caixa Postal 73 Ribeirão Pires, SP CEP 09400 970 Brasil projetooficinativa@hotmail.com www.oficinativa.blogspot.com