Nota de Indignação!

Venho aqui através de esta expressar a minha indignação, para com a SEJUSP-MT e ao senhor Coronel Antonio Benedito de Campos Filho, que estão tomando atitudes que privilegiam cada vez mais os marginais do estado, ao invés de trabalharem em prol da sociedade, não, estão fazendo o caminho inverso e trabalhando em prol dos marginais, começando com o Comandante geral da PM MT Coronel Campos Filho, que a cerca de seis semanas mais precisamente, simplesmente acabou com a Ronda Ostensiva Tática Metropolitana (ROTAM) do nosso estado, que tinham homens que prestavam um excelente trabalho em todo estado com saldo positivo de prisões a elementos perigosos ou não, e fizeram grande número de apreensões de armas de fogo durante os oito anos de existência, era uma companhia que colocava medo nos marginais, farda cinza era sinal de segurança para a sociedade e de terror para os bandidos, mas como o senhor Campos Filho disse que Cuiabá não é uma cidade violenta e que não precisava de um batalhão exclusivo como a ROTAM que na visão dele só era mais um gasto sem resultado, então foi criada a Força Estadual de Segurança que uniu soldados da ROTAM e Força Tática, foram entregues 1.000 automóveis e 500 motos para o funcionamento em todo estado, que bom q excelentíssimo senhor governador Blairo Maggi está investindo na segurança pública, mas aqui vai uma pergunta, esta realmente investindo ou é apenas fachada? O porquê da pergunta simples, eu nunca vi viaturas sem camburão, mas segundo entrevista dada a um site o coronel Maia disse que não é certo colocar quem rouba, mata e estupra no camburão, pois é contra os princípios dos direitos humanos, que na verdade é direito de bandido e todo mundo sabe disso que só serve para proteger o mau caráter, dias desses o pessoal dos direitos humanos receberam uma denúncia que carcereiros estavam maltratando o estuprador confesso Edson Alves Delfino o mesmo q violentou e matou o menino Kaytto Guilherme do Nascimento Pinto de apenas 10 anos, mas e os direitos humanos procuraram o pai do Kaytto para dar amparo ao mesmo? Bem mas vamos voltar ás viaturas e roupas novas da Força Estadual, é tudo muito bonito, mas para ficar em sites ou apenas ficarem nas ruas fazendo rondas sem repreensões não adianta, lembro que depois da criação da Força Estadual em menos de três semanas uma grande loja de eletrodomésticos do estado teve um prejuízo de quase um milhão de reais, vitima de assalto, agora imagina você se nem as grandes estão protegidas imagina as pequenas e os cidadãos de bens que estão acuados com medo da violência, um exemplo é o bairro Osmar Cabral que tem uma base comunitária, e os comerciantes a menos de 400 m da base sofre assaltos e vêem usuário se drogando sem medo da policia, os moradores afirmam que no tempo de ROTAM os

bandidos e usuários tinham mais medo, depois que pensei que já tinha visto de tudo, qual não foi minha surpresa hoje, o senhor Diógenes Curado secretário de segurança pública do estado determinou através de seus atributos legais publicou a lei, que a partir da data 26/06/2009 fica proibida imagens dos marginais que forem presos, não poderá jornais, sites ou televisão divulgarem os elementos presos, pois, isso também pode constrangi os vagabundos, pergunto eu, se a policia faz seu serviço prende um elemento que aterroriza certo bairro, como a população vai saber se o mesmo foi preso e como vão aparecer mais vitimas para fazer denuncias contra ele, pois todos sabem que quanto mais vitimas reconhecerem o elemento maior será a pena dele que na verdade também vai acabar cumprindo só 1/6 e como eu já havia escrito no começo Mato Grosso está fazendo o caminho inverso e trabalhando em prol dos marginais, mas a atitude do senhor Diógenes não prejudica só a sociedade mas também os profissionais da imprensa que atuam na área policial que agora não tem mais o direito de fazer seu serviço e mostrar a realidade os presos e os números de ocorrências que acontecem no estado, dar segurança querendo esconder a verdade e os números isso não adianta, além do mais, o tempo da Ditadura já acabou, e o policial que permitir que sejam feitas imagens do preso será punido, ou seja, se a Força Estadual esta realmente dando certo por que esconder o serviço deles, impedindo que a imprensa faça seu serviço? Bem era isso que eu tinha a dizer, a minha indignação com a SEJUSP e com o senhor comandante geral da PM MT, que juntos estão dando um ou vários passos para trás em relação á segurança!

Cuiabá 27/06/2009.

Jefferson Oliveira

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful