You are on page 1of 4

TRABALHO SOBRE PARASITOSES INTESTINAIS

PARASITOSES INTESTINAIS

>

Base de dados : LILACS


Pesquisa : 80149 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1 no formato [Detalhado]

página 1 de 1

1 / 1 LILACS

seleciona
para imprimir
Fotocópia
Documentos relacionados
Id: 80149
Autor: Carrancho, Pedro Vieira; Figueiredo, Angela Fátima de; Rangel, Suely R;
Queiroz, Watson Helvécio de F.
Título: Incidência de parasitoses intestinais em crianças previdenciárias
atendidas em ambulatório, INAMPS-ES / Intestinal parasitosis in outpatient
children, INAMPS, ES
Fonte: Clín. pediatr. (Rio J.);13(5):17-8, 21, set.-out. 1989. Tab.
Idioma: Pt.
Resumo: Foram realizados 102 exames de fezes em crianças da faixa etária de um a
12 anos, atendidas no ambulatório de pediatria do INAMPS/ES, PAM Goiabeiras,
utilizando-se o método de Hoffman-Pous-Janner & Baermann na análise de uma amostra
de fezes de cada paciente. Encontrou-se um percentual de 60,80% de positividade
para protozoários e/ou helmintos. Os parasitas mais freqüentes foram: 1) Ascaris
lumbricoides; 2) Trichocefalus trichiurus; e 3) Giardia lamblia. A associaçäo mais
comum de parasitas foi Ascaris lumbricoides + T. trichiurus. A faixa etária de
dois a sete anos foi a mais acometida (AU)

Descritores: Doenças Parasitárias/epidemiologia

-Contagem de Ovos de Parasitas


Assistência Ambulatorial
Protozoários/parasitologia
Helmintos/parasitologia
Brasil
Limites: Lactente
Pré-Escolar
Criança
Humanos
Masculino
Feminino

Responsável: BR1.1 - BIREME

--------------------------------------------------------------------------------
página 1 de 1

Escrito por Pedro Carrancho às 15h02


[(0) Comente] [envie esta mensagem] [link]

TRABALHO SOBRE IVAS

ARTIGO SOBRE I VAS-INFECÇÃO DE VIAS AÉREAS SUPERIORES

>

Base de dados : LILACS


Pesquisa : 69154 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1 no formato [Detalhado]
página 1 de 1

1 / 1 LILACS

seleciona
para imprimir
Fotocópia
Documentos relacionados
Id: 69154
Autor: Carrancho, Pedro Vieira.
Título: Prevalência das infecçoes de vias áereas superiores: em crianças
previdenciárias atendidas em ambulatório / Prevalence of the superior aereal ducts
infections: in previdenciary childrens care in ambulatory
Fonte: Clín. pediatr. (Rio J.);12(3):52-4, maio-jun. 1988. Tab.
Idioma: Pt.
Resumo: O autor apresenta a incidência de IRA (Infecçöes Respiratórias agudas) -
47,5% - em 518 crianças previdenciárias, atendidas em ambulatório, demonstrando a
alta prevalência das IVAS (infecçöes de Vias Aéreas Superiores) - 92,68% -,
sobretudo na faixa etária de 1 a 5 anos, bem como a ocorrência, a elas associadas,
de diarréia (10,5%), otite (5,2%) e vulvovaginites (3,5%). Conclui chamando a
atençäo para a importância que devem merecer as IRA, pela alta taxa de mortalidade
que determinam bem como recomenda maiores cuidados nas IVAS, em face das
conseqüências imediatas ou tardias que a elas podem se associar (pneumonias
bacterianas, GNDA e a D. reumática) (AU)

Descritores: Infecções Respiratórias/complicações


Diarréia/etiologia
Otite/etiologia
Vulvovaginite/etiologia

-Doença Aguda
Assistência Ambulatorial

Limites: Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Humanos
Masculino
Feminino

Responsável: BR1.1 - BIREME

Escrito por Pedro Carrancho às 14h59


[(0) Comente] [envie esta mensagem] [link]