You are on page 1of 27

Avaliação das aprendizagens

dos alunos
As vertentes formativa e sumativa

Workshop para professores

Charneca de Caparica, 9 de Julho de 2009

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos
 Objectivo desta sessão

Melhorar as práticas avaliativas


com carácter formativo e
regulador entre os professores

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos
 Legislação

◦ Decreto-Lei nº 6/2001 de 18 de Janeiro

◦ Despacho Normativo nº 1/2005 de 5 de


Janeiro

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos
 Modalidades de avaliação (diagnóstica, formativa e sumativa)

◦ Diagnóstica

 Pode acontecer em qualquer momento do ano

 Pretende adoptar estratégias de diferenciação

 Contribui para a melhoria do PCT

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos
 Modalidades de avaliação (diagnóstica, formativa e sumativa)

◦ Formativa

 É a principal modalidade de avaliação do EB

 Recorre a uma variedade de instrumentos

 Gera medidas de diferenciação pedagógica

 Permite melhor os processos de trabalho

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos
 Modalidades de avaliação (diagnóstica, formativa e sumativa)

◦ Sumativa

 Interna – ocorre no final de cada período


 Juízo globalizante sobre as aprendizagens

 Externa – ocorre no final do 9º ano


 Exames de Língua Portuguesa e Matemática

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos Estado dos
Pontos alunos em
de relação ao
Percursos
Partida esperado
… • Teste
• Pesquisa
• Relatório

Avaliação

Avaliação • Questão
Avaliação • Redefinição
Diagnóstica de aula
Formativa (ou não) do
… • Texto
• Apresen- trabalho
tação Oral planificado

Estratégias …
• Diferenciação
de pedagógica
Diferenciação

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos
 Como se integra este processo na
avaliação sumativa?
Instrumento 1

Instrumento 3
Instrumento 6

Instrumento 8

Instrumento 11
Dinamizado por Sónia Dias
Avaliação das aprendizagens
dos alunos
 Não faz sentido:
◦ Marcar todos os instrumentos de
avaliação com muita antecedência
◦ Definir a priori todos os instrumentos de
avaliação
◦ Comparar instrumentos de avaliação de
turma para turma
◦ Definir a priori que peso cada instrumento
terá na avaliação final

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos
 1º Exercício

É avaliação formativa?

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos

 Não é possível afirmar que alguma


das situações privilegie a avaliação
formativa
 Não é possível afirmar que alguma
das situações seja reguladora do
processo de ensino e aprendizagem.

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos
 Mitos:
◦ Ao aplicar instrumentos diversificados…
◦ Ao reduzir o tamanho dos instrumentos…
… estamos a avaliar formativamente
É o que acontece regra geral, mas não
chega!!!

 Qualquer instrumento de avaliação


pode servir a avaliação formativa e
regular as aprendizagens, desde que:
Dinamizado por Sónia Dias
Avaliação das aprendizagens
dos alunos
◦ Os resultados sejam analisados
◦ Impliquem uma acção por parte dos
alunos e do professor
◦ Permitam redefinir percursos
◦ Permitam adequar estratégias
◦ Permitam melhorar aprendizagens
 Caso contrário, a diversidade de
instrumentos apenas serve a
avaliação sumativa

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos – o Feedback

 Conceito central na avaliação


formativa
 Condição necessária à regulação das
aprendizagens
 Provoca ganhos significativos nas
aprendizagens
 Existe sob variadas formas

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos – o Feedback
 2º Exercício

Analisar instrumentos de avaliação e


dar feedback aos alunos com o
objectivo de esse feedback regular o
processo de ensino e aprendizagem,
servindo a avaliação formativa

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos – o Feedback

 Para o professor:
◦ Permite apropriar-se do tipo de erros dos
alunos
◦ Permite entender melhor a sua linguagem
◦ Transmite ao aluno o que se espera dele

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos – o Feedback
 Para os alunos:
◦ Altera a visão do erro
◦ Dá evidências do que sabem fazer
◦ Dá evidências de como sabem fazer
◦ Permite entender melhor a linguagem do
professor
◦ Tomam consciência do que é esperado
de si
◦ Favorece os mais fracos

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos – o Feedback
 Não é qualquer dizer que implica
regulação pedagógica
 O que acontece amiúde é o feedback
não implicar nenhuma acção
 O mesmo feedback não implica a
mesma resposta por parte de todos os
alunos, mesmo com erros
semelhantes
 A 1ª versão de um trabalho é
essencial
Dinamizado por Sónia Dias
Avaliação das aprendizagens
dos alunos – o Feedback
 Deve:
◦ Ser regular, incentivador, claro e
informativo
◦ Incentivar a análise da resposta dada
◦ Apontar pistas de acção futura
◦ Incidir sobre o processo e não apenas
sobre o produto
◦ Referir o que os alunos já sabem fazer
◦ Acompanhar o processo de
aprendizagem

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos – o Feedback
 Não deve :
◦ Incluir a correcção do erro
◦ Incluir apenas a sinalização dos erros
◦ Incluir simbologia
◦ Incluir juízos de valor sobre o aluno
◦ Ser culpabilizante
◦ Incluir classificações
◦ Ser muito extenso, com várias acções a
desenvolver
◦ Ser posterior aos alunos terem acesso às
respostas

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos – o Feedback
 Dificuldades
◦ Moroso
◦ Difícil de adequar às necessidades dos
alunos
◦ Demora tempo até os alunos o
considerarem uma “ferramenta” de
trabalho
◦ Natureza aberta das tarefas


Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos – o Feedback

A professora levava e só ao fim de duas


ou três aulas é que levava tudo para dar
a nota. Íamos melhorando aula a aula.
Víamos o que estava mal, tentávamos
melhorar, e víamos o que estava bem e
deixávamos estar. É a errar que a gente
aprende, por isso acho que era bom.

Adriana, 8º A, 2007/2008

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos – o Feedback

Porque se pusesse a nota, se pusesse


tipo um bom ou satisfaz, as pessoas
ficavam todas felizes e nem olhavam
para a ficha. Como não pôs nota, faz
com que nós olhemos para a ficha e
vejamos p que é que está certo e o que
é que está errado.

Pedro Coelho, 8º A, 2007/2008

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos – o Feedback
Acho que não era o dar avaliação, era
perceber se estão a entender as coisas, ou
o que é que devem estudar, o que é que
devem melhorar na aprendizagem.
Tentávamos ver o que é que estava mal e
depois então tentávamos melhorar. Talvez
para não pensarmos que, nós fazíamos e
pronto, já está feito, despachámos, pronto já
não estudamos mais aquela matéria, então
assim voltávamos, tentávamos perceber o
que não tínhamos feito bem, voltávamos a
fazer até conseguirmos aprender.
Gonçalo Henriques, 8º A, 2007-2008
Dinamizado por Sónia Dias
Avaliação das aprendizagens
dos alunos – o Feedback

Penso que nós, só por não estar lá [a


classificação], penso que nós
se calhar não dávamos tanta importância,
mas isso não quer dizer nada, a stôra
pode ter cadernos para marcar as notas,
mesmo que diga que serve para nos
ajudar, que temos de melhorar.

Jorge, 8º A, 2007/2008

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos – o Feedback
 Informação sobre avaliação formativa
e reguladora
 Informação sobre estudos feitos

http://area.fc.ul.pt

Projecto AREA Avaliação Reguladora do Ensino e Aprendizagem

Dinamizado por Sónia Dias


Avaliação das aprendizagens
dos alunos – o Feedback
 Para acabarmos a reflectir…

Qualquer aula é como música. Por


exemplo, nós estamos a dar matéria de
notas e é muito, é muito, pronto,
secante. Mas se nós estivermos a tocar
instrumentos é mais divertido para nós.

Jorge, 8º A, 2007-2008

Dinamizado por Sónia Dias