Wobben Windpower / ENERCON Seminário de Energias Renováveis

Maio 2012

Wobben no Brasil e na América Latina

17 anos de parcerias de sucesso com:

Segurança Qualidade Cumprimento de prazos Lucros para TODOS

2

A ENERCON NO BRASIL E AMÉRICA LATINA:

WOBBEN WINDPOWER

3

Costa Rica e Uruguai. • Usinas com mais de 14 anos de operação no Brasil.000 kW. Argentina. • Todos aerogeradores e usinas entregues nos prazos. e mais 350 MW a serem instalados no Brasil. de 800 a 3. conforme especificações contratuais.A Wobben hoje • Primeira empresa brasileira fabricante de aerogeradores de grande porte. • 701 MW já instalados. • Primeiras usinas do PROINFA instaladas. • 1 GW até 2012. • Primeiras usinas do Leilão de 2009 instaladas. 4 . • Primeiro produtor independente de energia oriunda de fonte eólica no Brasil.

Pecém .A Wobben hoje • Projeto. • Equipes de técnicos brasileiros especialistas em operação. instalação. operação e manutenção de usinas eólicas.400 Colaboradores diretos e 4.SP. 5 .700 Fornecedores nacionais. manutenção e assistência técnica em todas as usinas. • 1. ISO 14001/2004. atingindo índice de nacionalização acima de 60%. • Certificados de Qualidade do Germanischer Lloyd: ISO 9001/2008. • 3 Fábricas (Sorocaba .CE e Parazinho . • 1.RN). OSHAS 18001/2007.000 indiretos. construção.

459 MW – Dezembro 2011 Fonte: ANEEL Dezembro 2011 6 .Market Share no Brasil Capacidade Instalada 1.

Clientes da Wobben no Brasil 7 .

Clientes da Wobben na América Latina Argentina Uruguai Costa Rica Antilhas Holandesas Antilhas Holandesas 8 .

000 26 GW E101 E126 3000 kW 7500 kW 2000 kW à 2300 kW 3000 kW Aerogeradores instalados: Capacidade instalada: .Aerogeradores ENERCON E33 330 kW E44 900 kW E48 E53 800 kW 800 kW E70 2300 kW E82 E92 19.

para isso faz-se necessário a escolha de um modelo de aerogerador que permita um cálculo mais realista possível da geração esperada. 10 . • Curva de potência 100% garantida. • Experiência de 14 anos no comportamento real da geração de energia em usinas eólicas no Brasil. • Alta disponibilidade garantida e comprovada.Wobben . permitindo com isso oferecer a solução mais confiável em termos de geração para cada projeto. nas mais diversas regiões do País. Nesse sentido.Confiabilidade Preservar a Garantia Física é essencial para obter Lucro nos projetos dos Leilões. a Wobben oferece: • Aerogeradores que respeitam as classes de vento e as normas técnicas nacionais e internacionais.

em diversos estados onde os aerogeradores estão conectados. • Compatibilidade comprovada com a rede das concessionárias. • A Wobben pode atuar em conjunto com os Clientes desde o início do projeto. • Experiência na implantação de Usinas Eólicas em terrenos complexos. oferecendo inclusive suporte durante o período de medições de vento. otimizando assim a produção de energia. diminuindo as interfaces do projeto.Soluções Técnicas Otimizadas • Diversas opções e alturas de torre.Wobben . 11 . até 138 metros. • Diversas possibilidades de controle no ponto de conexão da Usina Eólica explorando as vantagens da avançada tecnologia de eletrônica de potência dos aerogeradores Wobben / Enercon. riscos e custos para os Clientes. • Possibilidade de contratação de amplo escopo de fornecimento.

possibilitando aumentar a alavancagem dos projetos. diminuição dos riscos de geração. • Todos os aerogeradores possuem credenciamento no FINAME . alto índice de nacionalização.BNDES.Melhor Financiabilidade • Contratos 100% em Reais e aderentes a realidade do mercado brasileiro. • Produto Brasileiro. • Ausência de riscos cambiais. ganhando com isso mais agilidade para obtenção do financiamento de longo prazo e evitando a utilização de empréstimos de curto prazo. 12 . • Conceito EPK para operação e manutenção: modelo de contrato que dá segurança aos bancos. • Aerogeradores certificados e dentro das normas: mais confiabilidade.Wobben . • Possibilidade de desenvolver o projeto desde o início com o cliente.

São Paulo 13 .Fábrica Sorocaba .

Fabricação de Aerogeradores E-44 900 kW.000 kW (índice de nacionalização acima de 60%) . E-48 800 kW.000 kW à 3. E-82 2.Sorocaba . E-70 2.300 kW.São Paulo 14 .

Sorocaba . E-70 2. E-82 2.300 kW.000 kW à 3.000 kW (índice de nacionalização acima de 60%) . E-48 800 kW.Fabricação de Aerogeradores E-44 900 kW.São Paulo 15 .

São Paulo 16 .Fabricação de Pás Sorocaba .

Ceará 17 .Fábrica Pecém .

Fabricação de Pás Fábrica do Pecém .Ceará 18 .

Fabricação de Torres de Concreto Fábrica do Pecém .Ceará 19 .

Rio Grande do Norte 20 .Fábrica de Torres de Concreto Parazinho .

Rio Grande do Sul 21 .Fabricação de Torres de Concreto Fábrica da Woebcke em Gravataí .

Tecnologia ENERCON / Wobben .

• Pás de alto desempenho: Maior coeficiente de potência • Acoplamento direto: Não possui caixa de engrenagens • Qualidade de energia: Eletrônica de potência de última geração • Controle de tempestade: Maior aproveitamento de ventos fortes 23 .Tecnologia ENERCON / Wobben Todos os modelos de aerogeradores ENERCON utilizam a mesma tecnologia.

Cargas e tensões reduzidas sobre as pás Apropriadas para locais com ventos mais fortes. maior faturamento! 24 . Coeficiente de potência mais elevado Mais de 50% da energia cinética do vento é transformada em energia elétrica. Qualidade elevada do produto Utilização da infusão a vácuo na fabricação.Tecnologia ENERCON / Wobben As novas pás do rotor • Redução de ruídos Planejamento de usinas eólicas e licença de instalação facilitadas. O rendimento dos aerogeradores Enercon é equivalente aos de aerogeradores convencionais com rotores maiores. • • • Mais produção.

menos manutenção. A emissão de ruído. Não possui caixa de engrenagens! A ausência da caixa de engrenagens reduz: • • • • • • A perda de energia entre o rotor e o gerador. O vazamento de óleo. Durante a operação. E principalmente os custos de operação e manutenção são significativamente menores. As perdas por fricção mecânica. O desgaste mecânico. maior faturamento. os dois componentes giram com a mesma velocidade. Mais produção. mais economia! 25 .Tecnologia ENERCON / Wobben O acoplamento direto rotor / gerador O cubo do rotor é ligado diretamente à parte rotativa do gerador através de uma flange.

Rotor Sapatas polares Mais produção. maior faturamento. Velocidade de rotação variável (maior eficácia e maior produção). mais economia! 26 . Elevado número de pólos (melhor refrigeração). Baixa velocidade de rotação (maior vida útil). Grande diâmetro.Tecnologia ENERCON / Wobben O gerador circular WOBBEN / ENERCON e a nacele Estator Função do gerador: Converter energia mecânica em energia elétrica Características: • • • • • • • Gerador síncrono. Excitação com corrente contínua através das sapatas polares. menos manutenção. 2 Sistemas com 3 fases respectivamente.

A seleção de uma das duas versões de torres depende de: • • Tipo e altura do aerogerador. Classes de Vento. Torres de concreto pré-fabricadas.Tecnologia ENERCON / Wobben As Torres A ENERCON oferece duas versões de torres aos seus clientes: • • Torres de aço. mais economia! 27 . Mais opções.

Tecnologia ENERCON / Wobben Alta disponibilidade! Sistema SCADA ENERCON (Supervisory Control and Data Acquisition) Usina Eólica Mundo Exterior WOBBEN / ENERCON Service Problema ?!? WOBBEN / ENERCON Central do Service Internet PC para Scada @ SMS Fax Mais produção. maior faturamento! 28 .

000 kW = 104 MW Estado do Rio Grande do Norte Cliente: Petrobras 29 .Usinas Usina Eólica Cerro Chato (2011) .Leilão 2009 52 x E-82/2.Leilão 2009 45 x E-82/2.000 kW = 90 MW Estado do Rio Grande do Sul Cliente: Eletrosul Usina Eólica Mangue Seco (2011) .

Usinas Usina Eólica Fazenda Rosário (2011) .000 kW = 42 MW (em construção) Estado do Rio Grande do Sul Cliente: Elecnor / Enerfín Usina Eólica de Santa Clara (2011) .000 kW = 188 MW (em construção) Estado do Rio Grande do Norte Cliente: CPFL 30 .Leilão 2009 94 x E-82/2.Leilão 2009 21 x E-82/2.

Usinas Usina Eólica da Taíba (1998) 10 x E-40/500 kW = 5 MW Estado do Ceará Proprietário: WWP Cliente: COELCE (fornecimento de energia) Usina Eólica da Prainha (1999) 20 x E-40/500 kW = 10 MW Estado do Ceará Proprietário: WWP Cliente: COELCE (fornecimento de energia) Usina Eólica de Palmas (1999) 5 x E-40/500 kW = 2.5 MW Estado do Paraná Proprietário: COPEL Cliente: Autogeração para COPEL 31 .

8 MW Estado de Santa Catarina Proprietário: EDP / CENAEEL Cliente: CELESC (fornecimento de energia) 32 .Usinas Usina Eólica do Mucuripe (2002) 4 x E-40/600 kW = 2.4 MW Estado do Ceará Proprietário: WWP Cliente: COELCE (fornecimento de energia) Usina Eólica de Bom Jardim da Serra (2002) 1 x E-40/600 kW = 600 kW Estado de Santa Catarina Proprietário: WWP Cliente: CELESC (fornecimento de energia) Usina Eólica de Horizonte (2003) 8 x E-40/600 kW = 4.

Argentina Proprietário: Municipalidad de Pico Truncado Cliente: Autogeração para a Municipalidad de Pico Truncado Usina Eólica de Rio do Fogo (2006) .Usinas Usina Eólica de Macau (2003) 3 x E-40/600 kW = 1.8 MW Estado do Rio Grande do Norte Proprietário: Petrobras Cliente: Autogeração para a Petrobras Usina Eólica Jorge Romanutti (2001 / 2005) 4 x E-40/600 kW = 2.PROINFA 62 x E-48/800 kW = 49.4 MW Pico Truncado .6 MW Estado do Rio Grande do Norte Proprietário: Enerbrasil (Iberdrola) Cliente: COSERN (fornecimento de energia) 33 .

PROINFA (Osório 50 MW.PROINFA 15 x E-40/600 kW = 9 MW Estado de Santa Catarina Proprietário: EDP / CENAEEL Cliente: COPEL (fornecimento de energia) Usina Eólica de Millennium (2007) . Sangradouro e Índios (2006) .PROINFA 13 x E-48/800 kW = 10. Índios 50 MW) 75 x E-70/2.Usinas Usina Eólica de Água Doce (2006) . Sangradouro 50 MW.000 kW = 150 MW Estado do Rio Grande do Sul Proprietário: Ventos dos Sul (Elecnor / Enerfín / Enervento / WWP) Cliente: CEEE (fornecimento de energia) 34 .4 MW Estado da Paraíba Proprietário: Pacific Hydro Cliente: SAELPA (fornecimento de energia) Usinas Eólicas de Osório.

PROINFA 60 x E-48/800 kW = 48 MW Estado da Paraíba Proprietário: Pacific Hydro Cliente: Energisa (fornecimento de energia) Usina Eólica de Beberibe (2008) .Usinas Usina Eólica de Vale dos Ventos (2008) .PROINFA 20 x E-44/900 kW = 18 MW Estado do Piauí Proprietário: Tractebel / Suez Cliente: CEPISA (fornecimento de energia) 35 .6 MW Estado do Ceará Proprietário: Tractebel / Suez Cliente: COELCE (fornecimento de energia) Usina Eólica de Pedra do Sal (2009) .PROINFA 32 x E-48/800 kW = 25.

Usinas Usina Eólica de La Gloria (2009) 55 x E-44/900 kW = 49.Costa Rica Usina Eólica de Bonaire (2009) 12 x E-44/900 kW = 10.5 MW Provincia de Guanacaste .3 MW Diadema .Argentina Cliente: Hychico / Capsa .Antilhas Holandesas Usina Eólica de Diadema (2011) 7 x E-44/900 kW = 6.Capex 36 .8 MW Bonaire .

Usinas Usina Eólica de Tramandaí (2010) .PROINFA 4 x E-82/2.PROINFA 27 x E-82/2.000 kW = 8 MW Estado do Rio Grande do Sul Proprietário: Elecnor / Enerfín Cliente: CEEE (fornecimento de energia) 37 .300 kW + 4 x E-82/2.1 MW Estado do Rio Grande do Sul Proprietário: EDP Cliente: CEEE (fornecimento de energia) Usina Eólica de Palmares (2010) .000 kW = 70.

AGRADECEMOS SUA ATENÇÃO! .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful