A faixa etária dos 0 aos 3 anos

Também designada por primeira infância, é o único momento ao longo da vida de um indivíduo em que se assiste a um desenvolvimento tão rápido e dinâmico aos mais diversos níveis. A criança passa de um estado de dependência absoluta para um indivíduo com linguagem, pensamento e vontade própria. Parte da sua personalidade é desenvolvida nesta fase, daí ser tão importante proporcionar um ambiente rico, estimulante e seguro onde a criança se sinta amada e aceite por todos, de forma a, desenvolver-se harmoniosamente. Diariamente, procuramos pautar a nossa ação educativa em princípios, objetivos e estratégias específicos à faixa etária dos 4 aos 36 meses. O nosso compromisso para com as crianças e as famílias está assente em diversos pilares. Procuramos que as crianças se desenvolvam na sua plenitude, de forma holística, num processo em que todos nós somos responsáveis. A criança aprende a saber ser, a saber fazer e a saber estar. Para compreender melhor o que acontece à criança ao longo destes três anos achámos importante incluir neste projeto educativo, embora de forma sucinta e linear, pois nem todas as crianças se desenvolvem ao mesmo ritmo ou ordem, um quadro síntese de todo o desenvolvimento infantil. Este trabalho elaborado por Carlos Supervia (2002) com a colaboração de outros profissionais da área é referido na obra "Projeto Creche - Educação para a 1ª Infância"

Objetivos da Creche
Constituem objetivos da creche:
     

Respeitar e valorizar o desenvolvimento de cada criança; Promover uma aprendizagem ativa, em que a criança é o principal agente no seu processo de aprendizagem; Desenvolver atividades que valorizem a criatividade da criança e promovam a sua livre espontaneidade; Promover um ambiente seguro, acolhedor e flexível, de forma a facilitar a adaptação de cada criança à creche; Estabelecer uma rotina adequada às crianças, respeitando sempre os seus interesses e necessidades; Proporcionar na rotina diária momentos que estimulem a aquisição da autonomia e da autoestima, bem como de ocasiões que permitam a afirmação da criança e o sentimento de pertença a um grupo; Proporcionar valores essenciais para viver em sociedade como o Respeito e a Partilha;

deverá aumentar progressivamente de acordo com o ritmo e reações de cada criança e em estreita colaboração com a equipa profissional. Como modelo de adaptação proposto para as Crianças. quer através de diálogos constantes.   Estimular a socialização da criança com os seus pares e com os adultos que diariamente lhe prestam cuidados. realizando a rotina normal. como também de relatórios de desenvolvimento escritos trimestralmente pelas educadoras de infância de cada uma das salas. quer através de contatos formais como também informais Processo de Adaptação à Creche A entrada da Criança na Creche constitui-se geralmente na sua primeira experiência de vida em grupo e separada dos Pais. horas. Observar e avaliar regularmente todo o processo educativo e comunicá-lo aos encarregados de educação de uma forma direta e clara. Promover uma estreita ligação com as famílias. a Mimarte Creche. propõe:      1º 2º 3º 4º 5º Dia Dia Dia Dia Dia - 1 2 4 5 7 / / / / / 2 3 5 6 8 horas. horas. Neste contexto o tempo de permanência da criança na Creche. exigindo um processo de adaptação que será variável de criança para criança. horas. sem a presença dos Pais. . horas. com a presença de um dos Pais em sala. realizando uma refeição e a sesta. realizando já uma refeição.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful