Folha de Guarda Em branco

1

Folha de Guarda Em branco

2

CAPA Criação – Silvia Duprat Ilustração – Maria Lúcia Dermargos Campos mlucampos@hotmail.com Arte-final – Studio26 Gráfica Digital Ribeirão Preto/SP www.studio26.com.br REVISÃO Maria Lúcia Dermargos Campos

ADRIANA CANOVA
(Por inspiração do nosso Corpo de Luz)

Copyright© Adriana Canova Simionato CFL0025/1 – 200 – 120 – 2008
O conteúdo desta obra é de responsabilidade do(a) autor(a), proprietário(a) do Direito Autoral.

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)
Canova, Adriana Manual para um monólogo amoroso / Adriana Canova (por inspiração do nosso Corpo de Luz). -São Paulo : Scortecci, 2008. ISBN 978-85-366-1233-1 1. Amor 2. Liberdade 3. Pluralidade dos mundos 4. Vida espiritual I. Título

08-06277

CDD-133.93

Índices para catálogo sistemático: 1. Sociedade cósmica : Reintegração : Mensagens psíquicas : Parapsicologia 133.93

Scortecci Editora
Caixa Postal 11481 - São Paulo - SP - CEP 05422-970 Telefax: (11) 3032-1179 e (11) 3032-6501 www.scortecci.com.br editora@scortecci.com.br

Fábrica de Livros
Telefax: (11) 3815-4259 www.fabricadelivros.com.br fabricadelivros@fabricadelivros.com.br

Para Silvia Duprat, Partícula de luz no enredo do meu sonho.

Em branco

8

Agradecimentos

A energia de Kryon, amoroso Ser multidimensional que me abriu as portas para um mundo invisível e maravilhoso. A Ariane Monteiro Mazzeu, pelo precioso suporte durante a transcrição deste material e a Silvia Tognato Magini, pelo trabalho dedicado de propagação dos ensinamentos da Nova Energia no Brasil, do qual me beneficiei. A todas as Partículas de Luz, que silenciosa e amorosamente acompanharam a publicação eletrônica deste material. A Maria José Moreira, portadora da pergunta que me encaminhou a este manual. A Maria Lúcia Dermargos Campos, pelo apoio amoroso desde o início, bem como pelos belos trabalhos de ilustração da capa e Prefácio desta obra. A Heloisa Duprat, pelas palavras-chave pontuais. A Marizilda Carneiro Simionato, irmã de alma sempre presente. À minha mãe e à memória de meu pai. Finalmente, à minha querida Silvia, companheira e fiel escudeira, cujo amparo incondicional em todos os momentos possibilitou a publicação destes originais.

9

Em branco

10

Prefácio

Você, sim, você leitor/a que chega a mais um livro porque sente, sabe que ainda está procurando algo, é a você que me dirijo para convidá-lo/la a saborear o conteúdo desta obra com o coração leve, com a mente aberta e os sentidos focados na sua alegria de viver. O sentido do tato fornece informações a respeito do objeto que você tem em suas mãos, o da visão promove a identificação das imagens, e assim vai. Abrem-se as portas para uma dimensão construída sobre um suporte de papel, uma dimensão construída por letras, espaços, palavras, frases e conceitos; silêncio e som. E você lê um pouco, pára, faz uma reflexão, procura na sua memória as analogias, as diferenças e estabelece um diálogo. Mas, espere um pouco, diálogo com quem? Pensando bem, não é um diálogo, é um monólogo: você com você mesmo! Aliás, será que no seu firmamento existe algo ou alguém além de você? E será possível viver amorosamente com uma expansão de consciência que podemos experimentar neste tempo? E que tempo tão particular é este que proporciona tantas oportunidades para todos? Questões interessantes, não lhes parecem? Minha amiga Adriana se dispõe a nos fornecer a matéria a ser pensada, processada e interpretada. O pensamento gera a imaginação e tem início a aventura. Então boa viagem e aproveitem o vôo que o veículo está iniciando seu movimento. E, se tudo parecer um sonho, está na hora de despertar!

Maria Lúcia Dermargos Campos São Paulo, 29 de maio de 2008.

11

Em branco

12

Introdução

Este texto era para ser uma breve resposta a uma intrigante pergunta que fizeram a mim, em uma tarde de maio de 2006. Sem ter o que dizer de imediato, insisti na pergunta e o conteúdo que você lerá a seguir apresentou-se como sendo muito mais do que uma resposta. Mostrou ser um universo que mudou minha percepção sobre a vida e, especialmente, sobre minha existência em 3ª Dimensão. O conteúdo deste texto não é o que se poderia chamar uma canalização. Tive plena consciência dele o tempo todo e, como você verá, não canalizei nenhuma informação vinda de alguma fonte externa. Fui apenas inspirada por nosso Corpo de Luz, do qual obtive revelações surpreendentes para mim, uma perfeita ignorante a respeito de conhecimentos cósmicos. Sei que o resultado deste material chegou por um canal especial pela forma como eu o recebi. O texto completo veio como um manancial de informações, que eu redigi em menos de uma semana. Surgia em blocos de pensamento, que eu imediatamente procurava transformar em palavras, com receio de perder o conjunto da informação. A operação toda era como abrir um arquivo que chegava em estado comprimido. Uma questão de descompactar a informação e substituir códigos por palavras. Todo o material foi publicado inicialmente em um blog. O resultado me estimulou a transpor o mundo virtual e editar uma versão impressa. Esta versão está dividida em três partes, compostas por textos curtos, respeitando a maneira como foram transmitidos os pacotes de informação. Na parte I você encontrará as primeiras mensagens postadas no blog, uma tentativa de introduzir o universo compilado no manual para um monólogo amoroso. A parte II contém os textos do manual. Finalmente, a parte III condensa
13

algumas reflexões que fiz a partir do próprio manual. Pode ser que façam algum sentido... Depois de ler... e ler... e ler este manual me perguntei inúmeras vezes sobre o porquê de uma publicação. A melhor resposta que obtive até agora foi: “O que importa é manifestá-lo nesta dimensão e seguir aprendendo os caminhos da mestria”. Espero que este conteúdo seja tão proveitoso para você, como foi para mim! Antes de iniciar a leitura, respire... e peça ao seu coração para acompanhá-lo nesta jornada. Que ele o faça se assim lhe ressoar... Obrigada!

14

Sumário

PARTE I O que estamos criando? .................................................................. 19 Identificando os sinais ..................................................................... 21 As portas para a Semente ................................................................ 23 A Nova Terra já existe ..................................................................... 26 Alcançando a 5ª Dimensão ............................................................. 29 PARTE II O grande sonho ................................................................................ 37 Um pouco sobre a Matemática Divina ......................................... 45 Reconhecendo as Dimensões ......................................................... 48 Reconhecendo as imagens-personagens ....................................... 52 Reconhecendo os Episódios .......................................................... 54 Reconhecendo o Tempo Cósmico ................................................ 57 Reconhecendo a Compreensão Amorosa .................................... 59 Reconhecendo o Amor ................................................................... 61 Reconhecendo a dimensão de Deus ............................................. 63 Reconhecendo a 3ª Dimensão ........................................................ 64 Reconhecendo o Norte ................................................................... 66 Reconhecendo o Um e a Unidade ................................................. 68 Reconhecendo o Ser Umnico ......................................................... 70 Reconhecendo o Sofrimento .......................................................... 75 Reconhecendo o Enredo ................................................................. 77 Reconhecendo o Pensamento ........................................................ 80 Reconhecendo Ilusões ..................................................................... 83 Reconhecendo a Transição ............................................................. 86 Epifania .............................................................................................. 88

PARTE III Em busca do centro ......................................................................... 93 Em que Terra estarei... ..................................................................... 95 Um mapa interno da Terra ............................................................. 99 Um novo Lar ................................................................................... 102 E o centro... ..................................................................................... 103 Transmutação .................................................................................. 104 Quem é você? .................................................................................. 107 Um pouco de trigo... ...................................................................... 109 O trigo e o joio ............................................................................... 111 Transição planetária ....................................................................... 113 Sonar ................................................................................................. 115 Sete notas ......................................................................................... 116 Sinfonia ............................................................................................ 117

Parte I

É preciso uma compreensão amorosa sobre a 4ª Dimensão para descobrir que o tempo não existe.

Em branco

18

O que estamos criando?

Um amigo multidimensional me pediu para explicar que quando Einstein incorporou à consciência tridimensional a variável denominada tempo estava dado o momentum cósmico para uma grande transformação no que nos acostumamos a chamar de realidade. Toda a realidade do século XX sofreu profundas conseqüências deste ingresso da consciência humana na 4ª Dimensão – o tempo. Uma realidade é sempre resultado do que conseguimos perceber através da nossa consciência. Por isso o mundo “muda”, por isso a vida “muda”, por isso a própria realidade “muda”. Aquilo que nossa consciência consegue captar como verdade é o que convertemos em realidade. Por isso não é o mundo, a vida ou mesmo a realidade que mudam e, sim, o que conseguimos enxergar como verdade e que, a partir daí, convertemos em realidade, ou seja, manifestamos... materializamos... realizamos. Esta é uma Lei da Matemática Divina que se aplica do pessoal ao coletivo em 3ª Dimensão. E assim é que ao ser dado o momentum cósmico, adentramos ao mundo da consciência em 4ª Dimensão. As 3ª e 4ª Dimensões são os níveis mais limitados de consciência cósmica. Não porque sejam “pobres”, já que em todo estágio da espiral evolutiva se manifesta a Perfeição da Criação. Mas, porque a consciência destas dimensões é isolada do convívio com a Unidade. A partir da 5ª Dimensão está franqueada a partilha com a Unidade, até que em dimensões superiores, sejamos a pura expressão de Tudo O Que É. Já somos tudo isto no maravilhoso plano do Agora contínuo; do Eterno... só não temos ainda plena consciência disto. E é o que estamos a fazer neste momento.
19

Estamos alcançando pessoal e coletivamente a expansão de consciência para a 5ª Dimensão, porque é dado o momentum cósmico para esta criação. Por este motivo embarcamos uma oitava acima na espiral evolutiva da Matemática Divina. O primeiro indício deste embarque se deu quando percebemos que somos todos UM. O que esta revelação transmite é que, na verdade, pessoal e coletivo são mera aparência tridimensional. Somos partículas de um mesmo Corpo Cósmico que começa a despertar. Algumas destas partículas já estão em 5ª Dimensão, outras vão chegando. Todas chegarão juntas no Agora contínuo... até que o Anjo – o Corpo Cósmico que habitamos – seja o último a despertar. Meu amigo multidimensional me pediu para lembrar: “Esta maravilha da co-criação faz parte da perfeição da Matemática Divina”.

PS.: Existe uma Verdade Maiúscula, Eterna e Absoluta. Mas não é esta a verdade que está sendo tratada aqui. Esta verdade é aquela que faz da 3ª Dimensão um mundo material.

20

Identificando os sinais

À medida que o tempo tridimensional é linear, acreditamos que o futuro é sempre algo desconhecido, para onde rumamos de olhos vendados. Isto é mera ilusão porque todo o enredo de nossa vida foi por nós definido no Agora contínuo, onde somos consciências multidimensionais, antes de emergirmos para os limites da consciência tridimensional, onde parte de nós está neste momento. Tudo aquilo que materializamos em nossa vida já foi projetado na Grande Tela do Agora contínuo, antes de chegarmos aqui. E o que atraímos como manifestação para nossa vida foram escolhas para experimentar. Por isso, todas as experiências são sinais... migalhas de pão, como nos contos de fada... que nos ajudam a lembrar o enredo que escolhemos e para que possamos movimentar as peças deste enredo da maneira como considerarmos melhor. Se permanecermos sempre atentos... se nos concentrarmos em manter nossa consciência sempre no presente, livres de preocupações com o futuro, ou de mágoas do passado, vamos aprendendo pouco a pouco a identificar os sinais que surgem em nosso agora... postos ali para dialogar conosco. Por exemplo... Se estamos com receio de estar doentes, não tenham dúvida de que logo surgirá em nossa vida, alguém a nos sinalizar a respeito disso. Ou seja, logo aparecerá alguma pessoa relatando um caso grave de doença que nos colocará internamente em pânico com respeito à nossa dúvida. Este é um típico sinal. Se nos mantivermos conscientes destes sinais, ao invés de entrarmos em pânico, devemos agradecer a nós mesmos pela migalha posta no caminho para nos ajudar a lembrar a saída para nossos desafios. Como agir neste exemplo?
21

Dizendo: “Opa... Isto é um sinal. Se eu confirmá-lo com minha apreensão, corro um sério risco de manifestar e materializar aquela doença”. Este é um exemplo muito simples de um sinal. Dia a dia, durante toda nossa permanência em 3ª Dimensão, nos deparamos constantemente com sinais. E eles não servem apenas para iluminar o caminho de nossos desafios. Servem também para nos alertar sobre momentos decisivos ou nos avisar sobre mudanças de rota no enredo de nossa vida, entre outros. Todos os sinais são sempre bem-vindos. Eles são inúmeros, durante nossa existência tridimensional. Todos os sinais são fontes amigas de informação... porque, afinal... foram postos ali por nós mesmos. Ao aprendermos a lê-los, nossa passagem pelo enredo da 3ª Dimensão se torna mais fácil. Meu amigo multidimensional pediu para lembrar: “Agradecer é sempre um bom caminho para integrar o que estamos experimentando em 3ª Dimensão, com o que Eu Sou”.

22

As portas para a Semente

A vida em 3ª Dimensão transcorre de trás para frente, apesar de acreditarmos o contrário. Para uma consciência tridimensional a linha de tempo tem uma direção definida e o presente está sempre entre o passado e o futuro. Como o futuro vem sempre à frente, ele é a locomotiva do trenzinho do tempo. Uma estranha locomotiva... já que nunca está presente, pois sempre será. Mas, esta “locomotiva fantasma” é que puxa o presente para trás até que ele se torne passado, para que a própria locomotiva se torne o presente. Bem... mas ao se tornar presente deixa de ser locomotiva e uma outra assume o seu lugar. Este é, de fato, um estranho trenzinho. Primeiro, porque tem uma locomotiva fantasma. Depois, porque sempre puxa o trem para trás já que se não transformar o presente em passado, não pode tomar o seu lugar. É assim que nossa consciência tridimensional consegue captar o transcorrer do tempo. E captar nossa própria vida, que aparentemente passa com ele... Até que no último momento de nossa existência em 3ª Dimensão teremos vivido todo o futuro que nos cabia, convertendo-o em passado. Um passado imutável porque já aconteceu. Será? Mera ilusão tridimensional. Vamos imaginar, então, o espaço do Agora contínuo. É difícil para uma consciência tridimensional conceber um tempo contínuo, sem passado e sem futuro. Mas é nesse espaço que habitam as consciências expandidas, a partir da 5ª Dimensão. Neste exato momento nós estamos lá, no Agora contínuo, em um belo Corpo de Luz para o qual começamos a despertar, desde aqui, a 3ª Dimensão.
23

E é de lá, através daquele Corpo de Luz, que escolhemos nos fragmentar em bilhões de partículas tridimensionais que isoladas perderiam a lembrança de quem São. Um único e belo Corpo Cósmico, com expressão própria – o Anjo Adormecido. Porém... pela Perfeição da Matemática Divina... este Corpo de Luz que nos criou, aguarda absolutamente concentrado que nós o realizemos para que ele confirme sua Existência ao Cosmos. Vejam a maravilhosa perfeição da Criação. O Anjo que Somos, nos criou e ao criar-nos aguarda Agora, como semente, que nós a ele retornemos para confirmar sua Existência ao Cosmos. Esta é a verdadeira expressão de dar à luz. Esta é a verdadeira obra de Amor. Aquele que cria, dá de si integralmente e permanece semente... porque a semente é a potência... é o projeto de Tudo O Que É... aguardando que a criatura confirme o criador. Por isso, no Agora contínuo está a potência do que Somos. Em forma concentrada... sem passado e sem futuro... Em um único ponto... a Semente, simples e original. E porque rumamos para a Semente, com o propósito de confirmar a existência do Anjo adormecido, este Anjo será o último a despertar. E se o futuro está plenamente definido no Agora, ele não é a “locomotiva fantasma” para onde rumamos de olhos vendados. Assim, ao chegarmos em 3ª Dimensão, desenrolamos o enredo de nossa vida de trás para diante. Partimos de algo realizado – o nosso nascimento – e seguimos rumo ao potencial – a Semente do Anjo que nos criou. Todavia, é este potencial, o futuro, que na verdade Existe. Aquilo que é realizado, o passado, não passa de uma ilusão que se transforma continuamente ao confirmarmos o futuro. Portanto, o futuro é imutável porque já o definimos. O que muda é o passado, graças aos sinais que deixamos pelo caminho

24

para nos lembrar, em 3ª Dimensão, desta estranha e maravilhosa condição da co-criação cósmica. Meu amigo multidimensional me pediu para lembrar: “Tudo faz parte da perfeita Matemática Divina, sobre a qual em 3ª Dimensão, mal sabemos a cartilha”.

25

A Nova Terra já existe

As mensagens anteriores trataram do tempo tridimensional e do Agora contínuo para que fosse mais fácil compreender o que é a Nova Terra, pela qual aguardamos tão ansiosamente. A Nova Terra é o Lar onde habitam seres com uma consciência expandida para a 5ª Dimensão. Já sabemos que as quatro dimensões são compostas pelas variáveis: comprimento, largura, profundidade e tempo. Como nos relacionamos com estas variáveis é o que determina nossa consciência, até hoje denominada, consciência tridimensional. A relação entre estas variáveis define o que realizamos como verdade... E o que acreditamos ser verdade... se manifesta, acontece. Por exemplo, uma das verdades de uma consciência tridimensional é: O Mundo é material. E assim ele nos parece. Outro exemplo de como uma consciência tridimensional apreende a existência é a separação do tempo e do espaço em duas categorias distintas. Ou seja, para a consciência em 3ª Dimensão, tempo e espaço existem separadamente. Por isso é tão difícil para uma consciência tridimensional compreender a concepção: O espaço do Agora contínuo. Ao contrário do que possa parecer inicialmente, a 5ª Dimensão não resulta da somatória de mais uma variável às dimensões anteriores. Ela se realiza a partir de uma base – o Amor – que se expande através de trilhos de energia, que podemos denominar como trilhos da compreensão amorosa. Mas, a 5ª Dimensão é o ponto de partida, na espiral evolutiva, da jornada para a expansão de consciência, rumo à realização da Consciência Cósmica.
26

Por isso, uma consciência em 5ª Dimensão possui um leque de atributos, entre eles: • Seres em 5D são amorosos. Realizam sua Existência pelo Amor, para o Amor e com o Amor. • Seres em 5D conhecem sua origem cósmica. • Seres em 5D superaram o isolamento da condição de uma consciência dual. • Seres em 5D sabem que são um só Corpo de Luz e a ele estão continuamente conectados. • Seres em 5D utilizam capacidades que até hoje foram consideradas paranormais. • Seres em 5D sabem que a matéria é um estado de consciência. • Seres em 5D se comunicam francamente com energias multidimensionais. • Seres em 5D permanecem no Agora, de onde retiram os recursos necessários para sua Existência. • Seres em 5D têm plena consciência de que se encaminham para dimensões cada vez mais etéreas, onde São a manifestação de Tudo o Que É. Uma parte significativa das partículas que habitam o planeta Terra já está em 5ª Dimensão. Outra parte vem chegando a esta consciência. E todas alcançarão juntas o Agora contínuo... Lar do Anjo Adormecido. A Nova Terra é o Lar destas consciências em expansão. E... Anunciem em todos os quadrantes... a Nova Terra já Existe. A Nova Terra é onde estamos com nossas consciências em 5ª Dimensão. E é de onde compreendemos que ela sempre existiu no eterno Agora. O que recentemente se realizou cosmicamente foi a fundação das bases para confirmá-la. Uma co-criação reconhecida pelo Cosmos.

27

Por ora, como somos crianças em 5ª Dimensão, ainda “vamos e voltamos” de uma Terra tridimensional para a Terra em 5D. Quanto mais nos expandirmos em consciência, mais conseguiremos permanecer na Nova Terra. A melhor maneira de sabermos quando estamos nesta Nova Terra é: Há um bem-estar indescritível de pertencer ao Todo. Sem estranhamento. Tudo está em seu lugar. Todas as peças se encaixam perfeitamente, sem que qualquer uma esteja ausente. Esta sensação pode durar um instante, ou se estender indefinidamente. Depende do quanto conseguimos sustentar a consciência em 5ª Dimensão... Alguns de nós “vêm e vão” por Amor. Até que em determinado momentum estaremos escolhendo não regressar mais à 3D... Por vontade própria; por expressão de Tudo o Que É. Se você ainda não sentiu isto, não desanime. Esteja certo de que sentirá! É este o espaço que devemos habitar de agora em diante. Um espaço que começa no interior de nosso coração e se estende pelos trilhos da compreensão amorosa até o Corpo Cósmico de Luz. Neste espaço encontramos um enredo essencialmente diferente do que desenrolamos com uma consciência tridimensional. Ser uma consciência em 5ª Dimensão está a um passo apenas. O passo de romper uma barreira e seguir oitava acima. Simples e original. Mas, um imenso e maravilhoso evento cósmico. Meu amigo multidimensional me pediu para lembrar que: “Esta é uma oportunidade para todos”.

28

Alcançando a 5ª Dimensão

Cada Dimensão de consciência possui um conjunto ordenado de Conhecimento, que torna realizado aquele nível de consciência. Isto quer dizer que a cada espiral da evolução cósmica corresponde um Conhecimento próprio, que ao ser convertido em verdade, se manifesta e acontece. Ou seja, realiza aquela Dimensão. Para cada Dimensão de consciência, um conjunto ordenado de Conhecimento. Assim, a consciência tridimensional possui um conjunto de Conhecimento que só faz sentido para aquela Dimensão. Cada Conhecimento dialoga com a sua própria Dimensão. Como estamos em um momentum de transição dimensional, experimentamos uma interessante condição. Vivemos em duas dimensões simultaneamente, a 3ª e a 5ª Dimensão, por onde transitamos em vai-e-vem contínuo. Quanto mais despertamos como uma consciência em 5ª Dimensão, mais este vai-e-vem é trilhado de maneira consciente... Mais sabemos definir quando estamos em uma ou em outra Dimensão. Aqueles que ainda não possuem total destreza e domínio deste estado, fazem isto da mesma maneira, durante o período de sono. Bem, mas se a consciência tridimensional possui um conjunto ordenado de Conhecimento que a torna verdade, não é de se estranhar que com a consciência de 5ª Dimensão ocorra algo semelhante. Afinal, a Matemática Divina é perfeita. Assim é que para a consciência tridimensional Deus é Algo que será essencialmente diferente do que para uma consciência em 5D, por exemplo. Ainda que Ele seja UM. Outra vez a Matemática Divina, sobre a qual mal conhecemos a cartilha. No que toca a Deus, sem dúvida a consciência mais limitada sobre Ele é a de 3ª Dimensão. E... Por que é tão importante recorrermos sempre às dimensões nestas mensagens?
29

Primeiramente, porque precisamos começar a lembrar do conjunto ordenado de Conhecimento que manifesta a consciência de 5ª Dimensão. Este Conhecimento já Existe no Agora contínuo... precisamos apenas ir buscá-lo. E o melhor caminho para isto é lembrar... lembrar... lembrar. E aprender e ensinar. Depois, porque começaremos a compreender com nossa consciência em 5ª Dimensão, que os seres não habitam as dimensões... Os seres são a própria Dimensão, através de suas consciências. Algo que é incompreensível para uma consciência tridimensional... mas que será melhor colocado em momentos posteriores. Finalmente, porque uma vez que existe um número significativo de partículas de nosso Corpo Cósmico começando a habitar a 5ª Dimensão – a Nova Terra – o conjunto de Conhecimento tridimensional não é mais suficiente para dialogar com elas. Por isso é momentum de buscarmos pela lembrança, os códigos de 5ª Dimensão. Cada conjunto de Conhecimento cumpre o seu propósito. É como um idioma, sem o qual, seria impossível realizar as dimensões. E cada conjunto de Conhecimento se sobrepõe cosmicamente na forma de um funil, de modo que quanto mais sutil é a Dimensão, maior é a circunferência daquele conjunto. Esta condição possibilita às dimensões superiores compreenderem o idioma das que estão postas abaixo no funil e com elas conviverem. O Conhecimento de 3ª Dimensão é Eterno. E fará sempre sentido para as partículas que experimentam uma Tela de 3ª Dimensão. Mas, para a 3ª Dimensão o que é dela e para a 5ª... que soprem os ventos do Cosmos a favor! Um exemplo de como cada conjunto de Conhecimento cumpre o seu propósito? Uma Lei do conjunto de Conhecimento em 3ª Dimensão: “Amarás ao próximo como a ti mesmo”. Perfeito. Ensi-

30

na para o Amor... sobre como devemos Amar incondicionalmente. Matemática Divina para a 3ª Dimensão de consciência. Esta Lei no conjunto de Conhecimento em 5ª Dimensão: “Amarás a ti mesmo porque assim estarás Amando o Todo”. Perfeito. Ensina para o Amor... sobre como devemos Amar incondicionalmente. Matemática Divina para a 5ª Dimensão. Para uma consciência em 5ª Dimensão, a primeira versão da Lei não é mais portadora de sentido, tampouco necessária. Primeiro porque para a consciência em 5D, somos todos UM. Ou seja, esta consciência tem Conhecimento Cósmico suficiente para desvendar que, em 5ª Dimensão, somos um só Corpo de Luz, já que superamos a ilusão do isolamento em bilhões de partículas de uma só consciência. Depois... e esta é uma interessante condição... porque não há nada além de si, para Amar em 3ª Dimensão. As partículas que despertam para a 5ª Dimensão começam a compreender que na 3ª Dimensão não existe o próximo; o outro. Não só porque somos todos UM. Mas, especialmente porque cada partícula do Corpo de Luz experimenta seu próprio enredo tridimensional, conhecido como vida, dentro do qual as outras partículas são apenas projeções... Esta é uma condição incompreensível para uma consciência tridimensional. Só faz sentido para aquelas partículas que vão despertando para a 5ª Dimensão. Há uma Lei Eterna da Matemática Divina que rege: “O Conhecimento se auto-protege”. E assim é até que seja dado o momentum cósmico para que ele se revele a cada consciência. E é porque cada Conhecimento faz sentido para sua própria Dimensão de Existência, que chega o momentum de lembrar o conjunto ordenado de Conhecimento para a 5ª Dimensão, com o propósito de realizá-la. Esta é uma tarefa para todas as partículas que despertam.

31

Um Serviço em favor do Despertar do Anjo. Em plena Harmonia com a Matemática Divina. E estas mensagens têm a finalidade de acompanhar a lembrança para o Lar. Sinais... migalhas de pão deixadas nos caminhos do passado, com o propósito de transmutá-lo, em busca do Corpo de Luz. Assim é que meu amigo me pede para acrescentar mais uma Lei e seus respectivos conjuntos de Conhecimento, com o propósito de convidar a uma viagem em 5ª Dimensão. Lei em 3ª Dimensão: “Matéria é um estado de energia”. Perfeito. Matéria é energia vibrando a uma freqüência mais baixa. Uma verdade em 3ª Dimensão. Esta Lei, em 5ª Dimensão: “Matéria é um estado de consciência”. Perfeito. Uma verdade em 5ª Dimensão. Tudo é energia no Cosmos. E toda forma de energia emana da energia primária – o Amor. Fonte de Tudo Que É. Bem, considerar que a matéria é um estado de energia cumpre o seu propósito para uma consciência tridimensional. Uma criança pode se contentar em saber que um rio é composto de água. Mas, quando amadurecer, será mais interessante descobrir o que compõe a água, que compõe o rio. E para isso terá que adentrar em um mundo invisível... para além do que seus olhos consideram verdade. Assim, matéria não é apenas um estado de energia... mas, simultaneamente, um estado de consciência. A Física Quântica começa a se deparar com esta condição. Uma estimulante equação que será resolvida com a expansão daquela Lei tridimensional que limita a composição da matéria a um estado de energia. Ou seja, a

32

Física Quântica encontrará esta resposta em 5ª Dimensão... quando começar a compreender a Matemática Divina. A matéria é um estado de energia, como o rio é composto de água. A matéria é um estado de consciência, como a água é composta de H2O. E por que isto faz alguma diferença para as partículas humanas que se expandem a uma consciência em 5ª Dimensão? Porque esta é uma das Leis Fundamentais em 5ª Dimensão. Como? Já foi dito que “cada partícula do Corpo de Luz experimenta seu próprio enredo tridimensional, conhecido como vida, dentro do qual as outras partículas são apenas projeções...” A explicação de como aquelas partículas são projeções é um convite a uma fantástica viagem para a consciência que desperta em 5ª Dimensão. Esta viagem será narrada, de agora em diante, pelo próprio Mensageiro. Ao fim dela, será mais fácil compreender como “matéria é um estado de consciência” e porque esta é uma Lei Fundamental em 5ª Dimensão. Meu amigo pede para lembrar ainda que: “Todo Conhecimento é um patrimônio cósmico e como tal deve ser reconhecido”. Que a compreensão amorosa permaneça abrindo suas asas generosas... Boa viagem! Um abraço fraterno!

33

Em branco

34

Parte II

Seja Mestre no seu sonho e todo o enredo o acompanhará!

Em branco

36

(Início da transmissão)

O grande sonho

Que a compreensão amorosa permaneça abrindo suas asas generosas...

Querido, Como pareceria... se eu dissesse que você existe quando dorme e sonha enquanto acorda. Estranho? Então, vamos reconhecer o que acabei de afirmar. Eu disse: “Você existe quando dorme e sonha enquanto acorda”. Ao fazer tal afirmação estou invertendo um eixo, não? Para o que parece normal aos parâmetros tridimensionais, a afirmação correta seria: Você existe quando acorda... e sonha enquanto dorme. Bem, esta é uma verdade em 3ª Dimensão. Por mais que o dia pareça ter 24 horas; que estas horas sejam compostas de três períodos cronológicos: manhã, tarde e noite; que toda a paisagem durante os momentos que permanece acordado sejam repletas de movimentos surpreendentes e inesperados... tudo isso é um sonho. Um grande sonho projetado em uma Tela de 3ª Dimensão. O que sustenta a ilusão de que o sonho tridimensional é uma realidade são os acordes seqüenciais de tempo, necessários para uma consciência em 3ª Dimensão reconhecer-se. Ou seja,
37

você acorda sempre no mesmo ponto... no ponto exato em que deixou o sonho antes de dormir, no “dia” anterior. Você poderia dizer: “Mas eu sonho quando durmo!” De fato, não. Alguns eventos durante o sono são episódios... continuações do grande sonho tridimensional. Aqueles eventos que normalmente você lembra e chama de sonho, são pontos de passagem que estão lá para fazer a ponte entre a 3ª Dimensão e as dimensões superiores. Quando você entra em sono profundo, já deixou a 3ª Dimensão. Aí você está desperto e transita como um ser multidimensional que É. Quando acorda, volta a adormecer... no sonho tridimensional. Você quase nunca lembra do que vive quando dorme. Caso contrário, saberia deste segredo de antemão. Só eventualmente traz alguns sinais de volta consigo para o sonho em 3ª Dimensão, como forma de lembrar-se de despertar. É quando você diz ao acordar: “Nossa, hoje eu tive um “sonho” estranho...!” Acontece que, como você vai se tornando uma consciência que se abre para a 5ª Dimensão, começa a perceber que acordar é essencialmente diferente de despertar. Acordar é experimentar o sonho tridimensional continuamente... despertar é ter consciência dele na 3ª Dimensão. O que muda a partir daí? Tudo! Bem, se você experimenta um sonho enquanto acorda em 3ª Dimensão, o que acontece com tudo à sua volta... com aquilo que você se acostumou a chamar de dia-a-dia? Para a consciência tridimensional, dormir é tão importante quanto acordar. Não porque seja uma necessidade biológica e, sim, porque é lá que você Existe. O ato de acordar é somente a continuação do sonho em 3ª Dimensão. E o seu ambiente... todo o em torno que você percebe, apenas acompanha o sonho. Assim, o

38

próximo; os outros são projeções, imagens-personagens que não existem senão para você dialogar consigo mesmo. Em outras palavras, esta ilusória polifonia que você percebe como vida (às vezes confusa, às vezes inteligível) nada mais é do que um belíssimo monólogo, onde os outros são apenas projeções – imagens-personagens – que você acessa com o fim de dialogar consigo mesmo. Você acessa tais projeções por necessidade de experimentar... Neste caso, confere tamanho poder às imagenspersonagens que elas atuam materialmente para a sua consciência tridimensional, como se fossem algo além de você. Como se fossem algo efetivamente material. Mas, na verdade, o sonho é seu. Você o planejou em todos os detalhes no Agora contínuo. Criou ambientes, imagens-personagens, eventos... Pintou a paisagem para a 3ª Dimensão. Depois adormeceu para vivê-lo. Ao fazer esta passagem, do Agora contínuo para a 3ªDimensão, o enredo do sonho passa a parecer inesperado para sua consciência tridimensional, caso contrário não haveria o despertar. E, da mesma forma que acordar é diferente de despertar... Dormir é diferente de adormecer. Você é o Anjo adormecido... que precisa dormir para lembrar que É. Na Terra de 3ª Dimensão você é uma Essência fragmentada em bilhões de expressões. Em bilhões de partículas polifônicas. Na Terra de 5ª Dimensão você é a Essência, o Corpo de Luz com expressão própria. Mas, se você estivesse apenas com sua consciência em 3a Dimensão, não poderíamos estar nos comunicando desta maneira. Para que esta comunicação seja possível, sua consciência não está mais apenas em 3ª Dimensão. Ela está em trânsito... Para ser mais claro, ela está a meio caminho entre a 3ª e a 5ª dimensões. A meio caminho de um passo.

39

Por isso é que você alterna reações a este monólogo. Você sente uma vontade irresistível de prossegui-lo, ao mesmo tempo em que pergunta até que ponto enlouqueceu. Fique tranqüilo, você não enlouqueceu. Neste momento você é um ser interdimensional. Com um pé na 3ª e outro na 5ª Dimensão. E ainda vai engatinhar um pouco até aprender a caminhar por esta última. Na 3ª Dimensão, ou seja, no seu campo de sonho, você está cercado por bilhões de fragmentos; por bilhões de partículas de uma só consciência, o Corpo de Luz. Mas, aqui está uma charada cósmica em que o “Conhece-te a ti mesmo” é a chave para a resposta. Tal chave sempre sugeriu: “Não há nada além de você mesmo para conhecer. Tudo em torno é apenas uma ilusão porque você É Um”. Era uma questão de ler a chave com outros olhos. Cada partícula de uma só consciência vive seu próprio enredo de sonho, onde todas as outras partículas são apenas projeções, que amorosamente amparam o desenrolar do sonho e do enredo que a partícula escolheu experimentar. Em cada enredo, cada uma das partículas conversa consigo mesma, através de suas imagenspersonagens, assim realiza o enredo escolhido. Interessante, não? Acontece que é hora de despertar, querido Anjo! A Unidade está chamando por você! Ao ouvir este chamado cósmico, que na verdade é um mantra... um continuo harmônico que o convida a reintegrar-se... você já está despertando. Preste atenção... Quando você consegue silenciar-se no seu sonho... fechar os olhos... e ouvir... em seu interior existe um som contínuo... chamando... chamando... de volta à Unidade. Mantenha-se conectado a ele... é o som do Norte... da Fonte... para onde Tudo segue! Ouça a bússola...

40

Durante todo o seu estágio de sonho, você chamou para si as imagens-personagens e os eventos que decidiu experimentar. Agora que está despertando, tudo começa a mudar. As imagens-personagens que você pintou para o seu sonho não têm o atributo do Poder. O sonho é seu... e é você que tem o Poder de respondê-lo. O papel delas é apenas interagir com o monólogo. Não lhes confira Poder... elas não seriam capazes disto. O máximo que poderiam fazer seria sustentar a ilusão do seu sonho... o que fizeram sempre. Com os eventos que preenchem sua paisagem acontece o mesmo. Enquanto sonhava, você era pego de surpresa com os episódios que decidiu experimentar. Agora que está despertando, você não precisa mais deles... tampouco das surpresas, elas serviam apenas para manter a charada cósmica. Você já compreendeu este segredo. O que acontece a partir daí? Muito interessante! Você vai Existir uma oitava acima, na espiral evolutiva, em 5ª Dimensão. À medida que vai transmutando o seu passado tridimensional, já está fazendo isto no Agora contínuo. Até que isto se realize, há um período de passagem para que você possa se adaptar, como já fez quando bebê... no instante em que chegou à consciência tridimensional. Durante esta passagem, você está sendo orientado por companheiros amorosos multidimensionais durante o sono, quando É. Recebe informações sobre como co-criar, faz exercícios para aprender a dar o salto para a 5ª Dimensão... Pouco a pouco você permanecerá cada vez mais desperto enquanto acorda. A partir deste momento, está habitando dois ambientes simultaneamente. O ambiente de 3ª e o de 5ª Dimensão. Neste estágio é preciso concentração para poder diferenciá-los. Inicialmente

41

é natural confundi-los e é isto que alimenta em você a impressão de estar perdendo o senso. De certa maneira está mesmo. Você está perdendo o senso tridimensional. Porém, quanto mais você despertar, mais trará para a consciência, sua Existência em 5ª Dimensão. Em outras palavras, estará mais em 5ª do que em 3ª Dimensão. Por este motivo existem hoje dois ambientes. A Velha Terra, em 3ª Dimensão e a Nova Terra, em 5ª Dimensão... o Lar do Anjo que despertou... a Casa do Corpo de Luz com expressão própria. Quando você alcançar totalmente o despertar, estará continuamente co-criando a Nova Terra. Nesta ambiente não conviverá mais com imagens-personagens e, sim, com outras partículas do Corpo de Luz, que também já despertaram. Mas, entre a Velha e a Nova Terra existe um limiar maravilhoso! É neste intervalo dimensional, enquanto desperta, que você diz adeus agradecido ao sonho e às imagens-personagens que o sustentaram. Você as libera para acolher outras partículas também despertas, em uma esplendorosa Reunião. É, de fato, um momento mágico em sua perfeição... porque Você simultaneamente cria e assiste à criação de um Anjo. Então, com a consciência expandida, você não utiliza mais imagens-personagens dentro de um sonho. Você está se dirigindo para outra Dimensão. No caminho, encontrará outras partículas despertas e as reconhecerá. Enquanto transita entre os dois ambientes, na 3ª Dimensão ajudará amorosamente a despertar outras partículas que ainda permanecem adormecidas. E fará isto no ritmo mágico do Tempo Cósmico... pois, lembre-se: cada partícula adormecida do que

42

Eu Sou vai ao seu ritmo... E vai sempre no Agora... Não importa em que momento tridimensional isto aconteça! Com este conjunto de informações fica mais fácil compreender porque “matéria é um estado de consciência”, não? A consciência tridimensional se realiza através de uma Grande Tela de projeção – uma Tela de 3ª Dimensão chamada Terra – que atua como um laboratório para partículas do Corpo de Luz experimentarem enredos. E como esqueceram que são UM, cada uma destas partículas experimenta os resultados deste ilusório isolamento, à sua maneira. Bem, mas se as partículas experimentam enredos projetados, na verdade, então, matéria é um estado de consciência, porque deixa de existir em dimensões mais sutis, por uma falta absoluta de necessidade. Perfeito. Matemática Divina. A matéria só existe para aqueles níveis de consciência que precisam projetar fora de si, a Existência. Condição típica de uma consciência tridimensional. Por isso, durante o sono, quando você é um ser multidimensional, não precisa da matéria para Existir. E por esta perfeição da Matemática Divina, é que matéria como um estado de consciência torna-se uma Lei fundamental em 5ª Dimensão. Preste atenção! Você não alcança a Nova Terra com seu corpo físico. Você a alcança com sua consciência em 5ª Dimensão... porque este corpo é apenas um estado de consciência. Um estado da consciência tridimensional. Enquanto você permanecer em um ambiente interdimensional – indo e vindo entre a 3ª e a 5ª dimensões – fará todo este movimento dentro de seu corpo físico. Já está fazendo

43

regularmente, por isso sente aquela sensação de paz e bem-estar quando acessa a 5ª Dimensão. A Terra experimenta um momento de transição semelhante ao seu. Está deixando de ser uma Tela de 3ª Dimensão, onde foi o berço amoroso de um Anjo. Haverá um momentum cósmico em que toda a Terra passará a existir em 5ª Dimensão. Naquele momentum você escolherá permanecer nela com seu corpo físico ou apenas em consciência, como parte do Corpo de Luz – o Anjo que despertou. Isto porque em 5ª Dimensão ainda é possível existir materialmente. Um último estágio na espiral evolutiva cósmica, onde a matéria se realiza como energia vibrando a uma freqüência mais baixa. A 5ª Dimensão é palco para um adeus agradecido às experiências materiais. É um estágio para que a Existência se reconheça multidimensional até tornar-se completamente etérea, em dimensões superiores. Você está participando desta maravilha da Matemática Divina. Começa a se lembrar de que se apresentou no Agora contínuo para realizar esta missão, antes de adormecer. A partir de agora, agradeça! Todas as partículas têm chaves que abrem as portas para a 5ª Dimensão. À medida que você vai despertando para a 5ª Dimensão, parte de sua missão em 3ª Dimensão é lembrar aquelas partículas que ainda não despertaram, destas chaves. Você fará isto com maior mestria, quanto mais permitir que a compreensão amorosa abra suas asas generosas...! Prossiga! O Caminho está aberto! E lembre-se: Você é uma partícula do que Eu Sou... Você Sou Eu!

44

Um pouco sobre a Matemática Divina

Você me perguntou: “Nós só experimentamos aquilo que necessitamos aprender. Anjos são oniscientes... por que precisariam experimentar o que já sabem?” Eu respondi: “Será que experimentar por necessidade de aprender é a única possibilidade?” Sem dúvida, não! Nós podemos experimentar, sem a necessidade de aprender, por Amor. Não importa que papel cada partícula adormecida desempenhe, não há o Bem e o Mal, senão para a cindida consciência tridimensional. Só há o Amor. E vamos ascendendo ao ambiente da 5ª Dimensão, à medida que despertamos o Anjo. Você me perguntou, então, por que escolhemos viver esta experiência? Estes eventos fazem parte da Matemática Divina. Mas, posso adiantar... tais eventos integram o movimento do Universo. A Existência experimenta... experimenta... experimenta... até alcançar o Nada. A partir desse ponto... experimenta... experimenta... experimenta... até alcançar a Existência, uma oitava acima. Em cada um destes multiversos que compõem o movimento da Existência ao Nada e do Nada à Existência, não há evolução ou involução. Apenas o vai-e-vem de Deus.

45

Se captamos... a melhor expressão seria... Se capturamos com uma consciência tridimensional, o momento em que a Existência está experimentando e experimentando, até alcançar o Nada... temos a impressão de que andamos para trás. É mais ou menos como viver a vida de trás para frente. Mas, isto é só uma impressão porque a Existência que vai ao Nada e o Nada que vai à Existência, são movimentos simultâneos. Isto porque há no Universo um vice-versa contínuo sustentando a Unidade. Deus existe em frente e verso simultaneamente. Se pudéssemos capturar a frente de Deus, ela nos pareceria uma expressão. Se capturássemos o verso, nos pareceria outra. Mas, isto não é possível porque Deus é Unidade em frente e verso... não há como separá-la. Se permanecemos capturando o movimento da Existência ao Nada, este nos parece um movimento retroativo. Mera aparência. Mas, é nesta aparência que as dimensões superiores existem, sem terem sido inferiores. Um exemplo: Você me perguntou se eu considerava justo que um Ser de Dimensão Superior pudesse ser criado assim, Superior, sem ter passado pela existência em dimensões inferiores. Sua pergunta foi: “Isto não contraria o princípio evolutivo?” Absolutamente, não. Quando você está capturando o momento da Existência ao Nada, as dimensões superiores ainda não passaram pelas dimensões inferiores. Assim É... Mas, esta também é uma meia verdade porque não é possível desmembrar o vai-e-vem de Deus e do Universo. E, enquanto vem a Existência rumo ao Nada, vai o Nada rumo à Existência, oitava acima. Então, o mais próximo da verdade seria dizer: “As dimensões superiores já passaram enquanto não passa-

46

ram ainda pelas dimensões inferiores”. E os Seres que as habitam, também. Isto é o Agora contínuo. Uma imagem que talvez ajude sua compreensão é o conceito de números palíndromos ou capicuas, isto é, aqueles números que são iguais em frente e verso. Por exemplo, o número 13:31. Bem... eles são iguais apenas na aparência. E se eu pegar dois blocos deste número... Você sabe qual é a diferença entre 13:31 e 13:31? Eu poderia dizer que o segundo bloco é o verso do primeiro. Você pode negar tal afirmação? Certamente, não. Isto corresponderia a dizer que 13:31 e 13:31 já passaram, sem passar ainda, pela frente e pelo verso. Por isso são iguais e diferentes simultaneamente. E é graças a este Agora contínuo que não podemos interferir nos eventos cósmicos externamente, senão seguir o seu fluxo, de oitava em oitava acima. Matemática Divina... igual e diverso simultaneamente. Muito diferente da justiça dos homens e muito estranha ao princípio da evolução concebida em parâmetros tridimensionais. No entanto, é este Agora, sem passado e sem futuro, em contínuo movimento oitava acima, que permite ao Onisciente experimentar o Novo. Caso contrário, a expressão da Perfeição seria o tédio. E é por este motivo que a energia crística onisciente, pode experimentar a vida tridimensional em sua plenitude. Como nova... Todas estas questões fazem parte da cartilha sobre a Matemática Divina. Esta cartilha pode estar momentaneamente fora de você. Mas, o Norte que conduz a ela, não. Esta bússola está dentro de nós agora e sempre. E, veja! Comece a encarar os parâmetros “fora” e “dentro”, como blocos-capicuas, frente e verso do inseparável e simultâneo. Talvez fique mais fácil compreendê-los.

47

Reconhecendo as Dimensões

Você é, no momento, um ser interdimensional. Esta qualidade é especial... Todavia pode trazer uma certa confusão inicialmente. Como um ser interdimensional, você passa a transitar entre a 3ª e a 5ª Dimensões. À medida que transita, passa também a conviver com este “duplo” ambiente simultaneamente. Como sabe, o Grande Salto para a 5ª Dimensão já aconteceu no Agora contínuo. É só uma questão de você lembrar-se dele pouco a pouco. Quanto mais permanecer desperto enquanto sonha, mais próximo estará de alcançá-lo. É onde estou, esperando amorosamente por você. Mas... lembre-se do vai-e-vem de Deus... Eu já Existo sem existir ainda... por isso espero amorosamente por você. Talvez fique mais fácil para uma consciência tridimensional compreender esta passagem, com a seguinte imagem: Como já disse, quando se captura o movimento da Existência ao Nada, parece que o tempo transcorre de trás para diante. Isto é só uma aparência porque não é possível desmembrar o vai-evem de Deus. Mas, para o seu tempo tridimensional representaria dizer que, neste momento especial, você vai tomando consciência de que suas partículas despertas, que estão também em trânsito, rumam no sentido do passado ao presente, enquanto o que Eu Sou multidimensional vem no sentido do futuro ao presente. Na fusão, ambos se encontrarão e se encontraram no Agora. Digo desta maneira porque o tempo tridimensional não existe, senão para o seu sonho. Então, no vai-e-vem de Deus, ambos apenas se confirmam e reconhecem. Tanto suas partículas despertas, quanto o que Eu Sou. Já que Você é o que Eu Sou, aprende agora que tudo é uma
48

questão de lembrar. Um exemplo disto é sua velha saudade. Lembra quando entrava naquele estado melancólico dentro do seu sonho... e sentia uma saudade inexplicável? Era saudade do futuro, meu querido! Melhor dizendo, era saudade do Agora, onde o tempo tridimensional não existe, e Você É o que Eu Sou! Expressão da Matemática Divina. Bem... Uma vez que o Grande Salto para a 5ª Dimensão já aconteceu (sem ter acontecido ainda para sua consciência tridimensional), as Terras de 3ª e 5ª Dimensões estão existindo simultaneamente também. Por esse motivo, é importante que você aprenda a identificar onde está em cada momento. Uma vez que você existe quando dorme, não preciso dizer nada a este respeito. Até porque, conversamos continuamente neste estado. Eu falo Agora, dentro do seu sonho, para ajudá-lo a se lembrar. Você já está co-existindo nas duas dimensões. A partir de então, é só uma questão de identificar uma e outra. E isto será sempre um convite a despertar do sonho. A condição que “separa” a 3ª e a 5ª Dimensões é a sincronicidade. No ambiente de 3ª Dimensão, você convive com suas imagens-personagens sustentando o sonho. No ambiente de 5ª Dimensão, você convive com suas partículas despertas, construindo a Nova Terra. Toda vez que existir sincronicidade você está em 5ª Dimensão. Esta sincronicidade é possível porque o tempo não existe nesta Dimensão. Por este motivo, quando você perceber que as peças se encaixam perfeitamente... enquanto está acordado... é porque você está desperto dentro do sonho. Ou seja, está em 5ª Dimensão. Isto lhe dará a sensação de milagres acontecendo. Na verdade, não são milagres... são a 5ª Dimensão manifestada.

49

Em contrapartida, como você ainda está sonhando e não despertou completamente, os eventos do seu sonho também estarão presentes. Nestes momentos você estará em 3ª Dimensão. Mas, não será difícil identificá-los. Sempre que você chamar para si eventos que não são sincrônicos, estes são ambientes do seu sonho. Eles permanecerão por algum tempo ainda, para ajudá-lo a superar todos os medos. E, eles serão também, um exercício para aprender a transitar dimensionalmente. Vou dar um exemplo: Você tem medo de escorpião... tem medo de adoecer... tem medo de ficar sem dinheiro... tem medo de errar. Seja lá qual for o enredo tridimensional que você pintou para o seu sonho, estará ainda convivendo com ele, até o momento em que se permitir superá-lo. E as imagens-personagens também estarão lá para sustentá-lo. Toda vez que você se perceber chamando tais eventos, diga: “Eu reconheço que este é um teste para confirmar minha convicção. Eu Sou multidimensional... por isso acolho, ilumino e libero este enredo do meu sonho. Obrigada(o)!” O sonho é seu... Só você tem a capacidade de respondêlo, lembra? E há mais um detalhe... Algo divertido vai se tornar bastante comum de agora em diante. De repente... todo o seu em torno se aquieta. Apesar de a paisagem permanecer a mesma, tudo se acalma e está em Paz. Você entrou em 5ª Dimensão sem perceber. Mas, não se iluda, a mesma paisagem em 3ª Dimensão continua “pegando fogo”... Você é que se desgarrou... momentaneamente. Este é outro aprendizado. Será importante para você, caso tenha que amparar momentos difíceis em 3ª Dimensão.

50

Há muito que exercitar, meu querido! Faça um bom proveito. E, não esqueça da Matemática Divina: Se você acreditar que é um Anjo, um Anjo você se tornou!

51

Reconhecendo as imagens-personagens

Eu sei que é difícil para uma consciência tridimensional compreender como as imagens-personagens atuam no sonho de cada partícula do que Eu Sou. Procure me acompanhar... então. Imagine um imenso disco de vinil. Agora imagine este disco como a base que sustenta o enredo que você criou para o seu sonho quando estava em dimensões superiores, antes de se recolher a uma consciência tridimensional. Ele funcionaria como um hardware, o ambiente tridimensional, por onde o software, o enredo do seu sonho, rodaria. Neste imenso disco estão diversas trilhas por onde você roda o sonho e, eventualmente, várias faixas que representariam mudanças significativas na trajetória do seu sonho. Procure agora imaginar bilhões de discos de vinil sobrepostos em uma imensa pilha. Cada disco representa o enredo das partículas do que Eu Sou. No âmbito de uma consciência tridimensional, cada disco daquela pilha permanece intocável, ou seja, não há uma comunicação entre os discos. O que existe são enredos se desenrolando simultaneamente. Vou explicar melhor... No enredo do seu sonho, você escolheu “conviver” com inúmeras imagens-personagens. Cada partícula do que Eu Sou fez o mesmo. No interior do seu disco, ou seja, no seu sonho, cada partícula do que Eu Sou é uma imagem-personagem. Como você é imagempersonagem para o disco de cada uma delas, compreende? Por isso... Você, sem perceber, elabora um grande monólogo com o intuito de conversar consigo mesmo no interior do seu sonho. Apesar da aparente polifonia da paisagem que você recebe
52

como vida. Em seu disco, todo o em torno acompanha o sonho... como forma de você experimentar o enredo que escolheu. O interessante da Matemática Divina é que você é uma partícula e imagens-personagens para outras partículas simultaneamente. Uma rede interativa e ininterrupta, ainda que cada disco permaneça intocado durante o Grande Sonho. À medida que aprende a despertar, mudam as condições da pilha de discos. Cada partícula desperta do que Eu Sou cria pontos de tangência com os discos de outras partículas despertas. As tangências correspondem à sincronicidade, isto é, aos eventos sincrônicos. E toda tangência acontece em 5ª Dimensão. Isto é possível porque apesar de estarem em uma pilha, na 5ª Dimensão os discos se interpenetram. Isto corresponderia a dizer que, em tal dimensão, não se aplica a lei da física tridimensional de que “dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço simultaneamente”. Afinal, cada partícula desperta integra o Corpo de Luz com expressão própria. Tudo isso é maravilhoso, não? Esta é a grande possibilidade disponível a você, querido! E, veja... Enquanto habita a 3ª Dimensão! Se você permanecer atento... desperto dentro do seu sonho...Vai pouco a pouco aprendendo a transitar entre as imagens e as partículas. Vai pouco a pouco diferenciando os dois ambientes. Se, inicialmente, sentir algum desconforto, chegará um momento em que achará tudo muito divertido! E, lembre-se: Quanto mais você acolher, iluminar e liberar as trilhas que compõem o seu sonho em 3ª Dimensão, mais você habitará em 5ª Dimensão... onde, de fato, escolhe o que é real. A partir daí, a 3ª Dimensão será como um ambiente de “visitas” porque há muito Serviço a realizar.

53

Reconhecendo os Episódios

Esta equação da Matemática Divina é uma das mais difíceis de serem compreendidas por uma consciência tridimensional. Mas, é importante iluminá-la. Vamos... então! Em 5ª Dimensão, as nuances das partículas despertas habitam harmonicamente o Corpo de Luz com expressão própria... o que Eu Sou. Cada uma delas está em perfeita harmonia. Bonito... Muito bonito ver este bailado manifesto! Em 3ª Dimensão, as partículas ainda vibram desarmônicas. Quanto mais desperto permanecer em seu grande sonho, maior capacidade para harmonizar você terá. Quando alcança a 5ª Dimensão, através da sincronicidade, a harmonia manifesta sua face graciosa. Todavia, ao retornar para a 3ª Dimensão, nem sempre encontra tal paisagem. Raiva, tristeza, ansiedade, ressentimento, dor... são todos, facetas do medo tridimensional. Registros dispostos por seu enredo para serem superados. Quanto mais alinhado com a 5ª Dimensão você estiver, menos destes registros manifestará na 3ª Dimensão. Com o corpo de Gaia acontece o mesmo. Em 3ª Dimensão, este berço amoroso de um Anjo também começa a despertar. Por isso também acolhe, ilumina e libera as facetas do seu medo. Então, aqui está um aspecto importante para você lembrar. Uma vez que já tem consciência do seu grande sonho, você permanece mais tranqüilo em 3ª Dimensão, a maior parte do tempo. Mesmo assim, a paisagem do seu sonho, parece às vezes destoar. Você questiona:
54

“Ora, se eu já sei que estou no sonho, por que não consigo equilibrá-lo”? Lembre-se: “O sonho é seu... só você pode respondê-lo”. Acontece, meu querido, que apesar de você permanecer tranqüilo... todo o em torno do seu sonho, incluindo as imagens-personagens, ainda estão dispostas a sustentar o seu enredo. Estar tranqüilo é um “presente”... pelo mérito de ter aprendido a despertar. Resta acolher, iluminar e liberar o que falta do enredo do seu sonho... o que resta de episódios que você propôs experimentar. Então, toda vez que seu em torno destoar, respire... e diga internamente: “Faça um furacão longe de mim! Obrigado!” Isto é apenas uma imagem... mas possui Poder suficiente para você equilibrar os episódios do seu sonho. Com Gaia estará acontecendo o mesmo. É importante que você diga isto internamente, por um gesto de Amor. E, também, em respeito às imagens-personagens que acompanham o seu sonho. Eu disse a você que esta é uma equação da Matemática Divina difícil de ser compreendida em 3ª Dimensão. Assim é, porque pode parecer estranho se manter tranqüilo quando nossas queridas imagens-personagens parecem destoar. Mas, é importante dizer a elas também: “Faça um furacão longe de mim! Obrigado!” Não tenha medo...

55

E fique ciente... Toda vez que interagir desta maneira com suas imagens, em 5ª Dimensão seu “disco de vinil” terá tangenciado o delas. E, por Amor, estarão se transformando cada vez mais em partículas despertas. Assim você constrói a Nova Terra! De “dentro” para “fora”... para “dentro”. De “dentro” para “fora”... para “dentro”. De “dentro” para “fora”... para “dentro”. Como blocos-capicuas. A Matemática Divina é Perfeita!

56

Reconhecendo o Tempo Cósmico

Esta parte da viagem é especialmente divertida. Talvez haja uma certa dificuldade em compreendê-la inicialmente... mas, procure me acompanhar com Amor. Você já sabe que a Matemática Divina é um contínuo vai-evem... um eterno frente e verso, de Oitava em Oitava. Assim Deus se manifesta. Do Nada à Existência e da Existência ao Nada simultaneamente. Aí está Tudo O Que É. Por mais difícil que seja para uma consciência tridimensional compreender, lembre-se que você não é mais apenas a 3ª Dimensão. Bem... graças àquele movimento simultâneo, o Corpo de Luz com expressão própria já Existe, sem ter Existido ainda. Isto equivale a dizer, mais ou menos, que a uma consciência que desperta para a 5ª Dimensão, a impressão contínua a partir deste despertar, será “viver a vida” de trás para frente. Hummm... Vou tentar explicar melhor! Se você não esquecer que sonha enquanto acorda... Se você se mantiver desperto durante o sonho... Quanto mais permanecer neste “estado” de concentração, melhor perceberá que a “vida” se “desconstrói” quando ruma ao futuro linear dentro do seu sonho. Eu sei que é difícil compreender isto. Ficará mais fácil se você fizer um esforço para se lembrar. Veja, vou utilizar uma imagem que talvez ajude... Pense em um filme que você vai assistir do fim para o começo. Assista a este filme do fim ao começo. Quando chegar ao primeiro minuto é que você compreenderá porque ele terminou como terminou.
57

Agora imagine o Filme do nascimento de um Anjo. Assista a este filme do fim ao começo... Você já sabe a resposta... Somente quando “chegar” à Semente deste Anjo, você confirmará Sua Presença! O resto, meu querido... É 3ª Dimensão... É sonho que você experimentou para despertar a Semente. Isto não é maravilhoso e divertido? E quer ver como fica mais divertido ainda? Como tudo parece andar para trás, cada partícula desperta do que Eu Sou quando se manifesta, compreende pouco a pouco aquela condição. A partir daí, espera jubilosamente até o Anjo confirmar Presença. O Corpo de Luz já existe sem existir ainda, lembra? E cada partícula deste Corpo segue ao seu ritmo... no ritmo do Tempo Cósmico... e sempre no Agora contínuo, lembra? O que faz você concluir: O Anjo é sempre o “último” a despertar! E espera até a última partícula se apresentar! Então, acompanhe a simbiose Divina... Agora não Sou mais Eu ajudando Você a se lembrar... É também Você me ajudando a despertar! Esta é a Matemática Divina... Frente e verso do Inseparável.

58

Reconhecendo a Compreensão Amorosa

De fato, não é fácil para uma consciência tridimensional compreender o Tempo Cósmico. Não é fácil... Mas é simples... Desde o ponto de vista da 5ª Dimensão, que é uma Dimensão de Amor e de compreensão amorosa. Na verdade, o conteúdo do monólogo sobre o Tempo Cósmico fala a respeito da humildade cósmica. Daquele que ao não precisar confirmar nada... Retribui. E como retribui o Ser onisciente? Esperando que a Criatura chegue ao Criador para confirmá-lo. Por isso o vai-e-vem divino que não impele ao tédio... Por isso o frente e verso simultâneo. Perfeição. O Corpo de Luz só confirma sua Presença no Cosmos, ao alcançar sua Semente. Semente... Aquela que é simples e original. Nada Sabe aquele que não se tornar Semente. Assim, a consciência tridimensional “nasce” grande para se tornar Semente. Por este motivo a vida tridimensional é trilhada de “trás para frente”. Você sonha enquanto acorda e neste movimento deixa sinais no seu “futuro” para não esquecer de se tornar Semente. Enquanto isso... Eu o “espero” amorosamente no Agora contínuo, para confirmar minha Existência. Você, então, me pergunta: “Quantas partículas despertas são necessárias para compor o Corpo de Luz?” Eu respondo: “O suficiente...” Não esqueça, meu querido, que no Agora contínuo todas as
59

partículas já chegaram, caso contrário, não estaríamos traçando este monólogo. Então, o que “falta” para a confirmação? Que você alcance completamente a 5ª Dimensão. E... cada partícula vai ao seu ritmo... no ritmo do Tempo Cósmico... mas, sempre, no Agora contínuo. Quando você alcançar de vez a 5ª Dimensão, estará vendo no Agora que todas as partículas já estão lá. E o Corpo de Luz terá jubilosamente despertado. Iogues, monges, shamans, mestres... Todos já sabiam deste segredo. Ele agora está aberto a todas as consciências tridimensionais. O Anjo é sempre o “último” a despertar! E espera até a última partícula se apresentar! Por isso, Agora não Sou mais Eu ajudando Você a se lembrar... É também Você me ajudando a despertar! Divina simbiose... que pode ser experimentada em sua “vida” atual. Basta despertar do sonho. Você atinge com maior facilidade tal compreensão, quanto menos riscar a sua faixa do “grande disco de vinil”. E é assim mesmo que Tudo funciona. Você sabe que uma faixa riscada obriga você a permanecer na trilha indefinidamente. Gira... gira... sobre o mesmo ponto... repetindo o enredo incessantemente... até que a compreensão amorosa dê um empurrãozinho. Como a compreensão amorosa cumpre o seu papel? Através das palavras-chave que as partículas do que Eu Sou lhe enviam como Sinais. Isto não é lindo, meu querido? Ouça os Sinais!

60

Reconhecendo o Amor

Você está se lembrando de que a matéria é um estado de consciência e quanto mais multidimensionais, mais sutis são estas consciências. Os animais, por exemplo, manifestam qualidades de consciência que trazem em comum, a necessidade de estar em contato com a matéria, para confirmarem sua Presença no cosmos. São energias densas que precisam tocar a 3ª Dimensão para Existir em confor midade com esta dimensão. A consciência tridimensional, também. Ao longo de seu sonho, você sempre precisou tocar a matéria tridimensional para confirmar que estava “vivo”. Objetos, imagens-personagens, paisagens... todos sempre fizeram parte de sua realidade tridimensional e confirmaram Presença através do toque. Tocar a matéria é uma condição da consciência tridimensional. Quanto mais densa a consciência, maior necessidade de tocar ela manifesta. O contrário também é uma lei cósmica. Os animais vivem em conformidade com a 3ª Dimensão, basta que a toquem. À medida que tocar é uma necessidade sensorial da 3ª Dimensão para confirmar a existência tridimensional, é natural que você considere o toque também como uma manifestação de amor. De fato, se transmite energia no toque. Um grande círculo de mãos dadas é veículo energético. Mas, não se esqueça de que o Amor é a energia primordial. De onde partem e se nutrem todos os matizes energéticos cósmicos. E este Amor é intocável. Os seres multidimensionais, como Agora você começa a se
61

lembrar, sabem que esta energia permeia o Todo. E sabem que ela se encontra “dentro” e “fora” simultaneamente de Tudo O Que É. O Amor é a energia de Expressão. É a expressão de Deus. O alfa e o ômega da Matemática Divina. Se você tentar tocar este Amor, perderá Dele a melhor parte. Procure não aprisionar tal energia dentro dos limites da 3ª Dimensão. Seria impossível. Deixe que ela o leve para as dimensões superiores, onde Você e o Amor são Um. É nessa escala de compreensão que você se torna o Corpo de Luz com expressão própria. É dessa escala de compreensão que você se nutre para alcançar o Agora contínuo e confirmar o despertar de um Anjo. É com esta escala de compreensão que você transforma o enredo do seu sonho, “sem riscar a faixa”. O Amor é o veículo condutor que permite você estar no Todo simultaneamente, através do Infinito Cósmico. E Aquele que Ama sabe... o infinito é menor... muito menor que um grão de areia. Sinta esta Verdade, querido!

62

Reconhecendo a dimensão de Deus

Esta é a mais importante das lembranças de uma consciência que se expande para a 5ª Dimensão. Você já ouviu inúmeras vezes que não deve procurar por Deus fora e, sim, dentro de si. Pois é momentum de dizer que também não deve procurar por Ele, nas grandes escalas. Lembre-se, a consciência tridimensional “nasce” grande para se tornar Semente. Assim, tudo ao redor de uma consciência em 3ª Dimensão parece imenso. Esta é uma escala alterada sobre a dimensão de Tudo O Que É. É uma escala em 3ª Dimensão. Por esse motivo, todos os “tamanhos” tridimensionais são gigantescos. As distâncias entre um ponto e outro são vastas. Sua noção de universo é fantástica. O infinito é incomensurável. A esfera celeste segue além do seu campo de visão. Tudo é longe! Você sonha em grandes dimensões. E... para um grande telão, onde projeta seu sonho, grandes limites. Mas, procure se lembrar Agora, meu querido! Apenas feche os olhos e sinta... O Infinito é menor que um grão de areia... E Deus é Mínimo. A Semente... simples e original. Aquele que Ama sabe a dimensão de Deus.

63

Reconhecendo a 3ª Dimensão

Com tudo que você já se lembrou até este instante, possui recursos para uma compreensão amorosa sobre o grande sonho tridimensional. Você já lembrou que sonha... que o sonho é seu... que o enredo do seu sonho foi escolhido por você no Agora contínuo, antes de cair no esquecimento em 3ª Dimensão... e já lembrou também, que só você pode responder a ele. Suas amorosas imagens-personagens apenas acompanham o enredo do seu sonho. Pois é momentum de lembrar Agora, o que é o grande sonho em 3ª Dimensão. A 3ª Dimensão é uma escola para o Amor. É um espaço de consciência onde o Criador experimenta como se comporta a Existência que esqueceu o que é Amar. Todo o cenário do seu sonho é perfeitamente apropriado para esta experiência. Por isso a ilusão de que o Corpo de Luz está desintegrado em bilhões de partículas desiguais. A 3ª Dimensão é uma escola cósmica de Amor e você passa Agora a compreender que o Caminho para o Amor começa em “Amar a si próprio para Amar o Todo”. O sonho é seu e as partículas do que Eu Sou apenas acompanham seu monólogo amoroso. Assim é que todo o em torno do seu sonho cumpre o enredo escolhido por você para que você aprenda a se Amar. Quanto mais você permanecer desperto no interior do seu sonho, melhor compreenderá que todos os episódios que você chama para si estão relacionados ao que se propôs realizar em 3ª Dimensão, para lembrar de se Amar. Se as imagens-personagens do seu sonho o convidam à tristeza, à raiva, à mágoa, à escassez de recursos materiais, à violên64

cia... lembre-se que elas apenas o acompanham. Elas representam o que falta de Amor para você. Elas são as partes de você que clamam por Amor. Saiba, meu querido! Quanto mais você reconhecer o que falta Amar em você... mais Harmonia, Paz e Alegria recolherá no enredo do seu sonho tridimensional. Por isso, a partir de Agora, a cada episódio desagradável que presenciar em seu sonho, reconheça o que este evento está amorosamente indicando sobre o que falta de Amor por si próprio. Depois acolha, ilumine e libere ao Cosmos este episódio do enredo. Ele retornará ao Criador, à Fonte de Tudo O Que É, como um lindo feixe de luz. E o enredo do seu sonho se tornará cada vez mais harmonioso com o Cosmos e alinhado ao Corpo de Luz. Aquele que lembrou o que é Amar, manifesta Amor e todo o enredo o acompanha. Você sabe, o Amor não tem antônimo. Esta é a 3ª Dimensão revelada. A partir de Agora você pode reconhecê-la um pouco mais.

65

Reconhecendo o Norte

Procure compreender que não se acessa uma nova dimensão, mantendo intactos referenciais de uma outra. Não se trata sequer de dizer que aqueles referenciais devem ser superados, porque o “trajeto” de uma dimensão a outra não se faz pelo caminho do pior ao melhor. Trata-se apenas de acessar qualidades distintas da compreensão amorosa, que convidam sempre à mudança de parâmetros. Pior e melhor são referências tridimensionais que ainda convivem com uma consciência polarizada. Pior e melhor repousam no pano de fundo que sustenta o bem e o mal como distintos e contrários. Mas, lembre-se... o bem e o mal não existem... Não há nada além do bem e do mal, senão o Amor. E o Amor não tem antônimo. Procure compreender também, que cada partícula enquanto segue ao seu ritmo, mas sempre no Agora contínuo, já possui recursos para esta compreensão. É só uma questão de abertura para acessá-los. O acesso à 5ª Dimensão sugere sempre rever o que se chamam crenças, que sustentam a 3a Dimensão. Ao se deparar com a palavra crença procure não restringi-la ao que se denomina religião. Crenças representam muito mais do que dogmas religiosos. Elas são o suporte que nutre a ilusão de que o sonho é a realidade. São todo um sistema que você reconhece como lógico – a lógica tridimensional – com o qual você se relaciona para confirmar o sonho. Uma ótima imagem para a compreensão do que se trata um trânsito dimensional é o sentido de Norte. Você sempre acompanhou o Norte, não? O Norte tridimensional. Agora é momentum de compreender que o Norte mudou de “lugar”.
66

O Norte para a 5ª Dimensão não está lá... como na 3ª Dimensão. Nem poderia, não é? É possível dizer que Agora você possui um Norte multidimensional e, para continuar acompanhando este Norte, há um convite aberto para que desvele “novos lugares cósmicos”. Aquelas partículas que continuarem seguindo o Norte tridimensional se sentirão “desnorteadas”, até realinharem a bússola. Você está compreendendo este realinhamento agora. E, por mais difícil que possa parecer, está no Caminho. Não desista. Nem se perca no Norte tridimensional. Quanto mais você conseguir acessar a 5ª Dimensão enquanto acorda, no interior do seu sonho, mais suave a viagem se tornará. E, lembre-se: Este não é um desafio para poucos... É uma possibilidade para todos. Cada partícula ao seu ritmo... no ritmo no Tempo cósmico... mas sempre no Agora contínuo.

67

Reconhecendo o Um e a Unidade

Existe uma diferença de qualidade entre ser Um e ser a Unidade. E é preciso fazer esta distinção para que você compreenda, com sua consciência em trânsito para a multidimensionalidade, aquelas duas condições. A Unidade é Tudo O Que É. E uma consciência multidimensional É em perfeita harmonia com a Unidade. Todavia, você não acessa uma consciência multidimensional, tampouco É em perfeita harmonia com a Unidade, enquanto não compreende o que é Ser Um. Você já ouviu inúmeras vezes, sinais a lembrá-lo de que não se trata de egoísmo cuidar de si mesmo... Amar a si próprio. Agora você já sabe o motivo. Não há nada além de si para Amar, no interior do seu sonho. Não há nada para Amar além de si, em 3ª Dimensão... suas imagens-personagens apenas acompanham o enredo do seu sonho. Quanto mais partes de si carecem de Amor, maior será a convivência com imagens-personagens clamando por isto. Elas cumprem seus papéis perfeitamente... conforme o combinado. Então, sempre que você “encontra” imagens que clamam em desarmonia, na verdade estão chamando sua atenção àquilo que falta em você para ser Amado. Se você ficar atento enquanto sonha poderá perceber facilmente estas relações. Quanto mais Amado, menos clamores. Quanto mais Amado, mais em 5ª Dimensão você permanece. E você já tem o Caminho... Toda vez que chamar para si tais clamores: Acolher, iluminar e liberar.
68

Depois, dizer interiormente: “Faça este furacão longe de mim. Obrigado!” E lembre-se, meu querido! Toda vez que consegue completar estas jornadas no seu sonho, encerrar estes enredos, você tangencia os “discos de vinil” das partículas que participam como imagens no seu sonho. Se você pudesse ver como há luz nestas tangências, ficaria maravilhado. São momentos gloriosos! Sincronicidades. Você está aprendendo a ser uma consciência multidimensional. É quando aprende que é Aquele Ser perfeito para você. Isto é Ser Um. Isto é ser um Corpo de Luz com expressão própria. Isto É em perfeita harmonia com a Unidade. Por isso, quando duas partículas despertas do que Eu Sou se reconhecem, há entre si nada mais do que o silêncio... O profundo, pleno e magistral Silêncio! Seria preciso mais?

69

Reconhecendo o Ser Umnico

Cada consciência multidimensional é um Ser único, com expressão própria, vivendo a Unidade. Apenas em 3ª Dimensão, a consciência é fragmentada em bilhões de partículas que se nutrem da ilusão de sua “individualidade”. Assim, ao se tornar uma consciência multidimensional, você começa a experimentar a natureza do que poderia ser denominado um Ser Umnico. O primeiro resultado desta expansão de consciência é a compreensão amorosa que abrange todas suas imagens-personagens e as partículas despertas do que Eu Sou. Afinal, você tem consciência de que são partes, ao seu ritmo, do Ser Umnico. E que o diálogo com elas em 3ª Dimensão é, na verdade, um monólogo comigo em 5ª Dimensão. Na Lei em 3ª Dimensão: “Amarás ao próximo como a ti mesmo”, estava uma chave para esta compreensão amorosa. Vou explicar melhor... Você precisa exercitar permanecer desperto dentro do seu sonho. É sempre muito fácil cair no esquecimento do grande sonho tridimensional. Ao ficar desperto você lembra que o sonho é seu e só você tem a capacidade de respondê-lo. E lembra que foi você que escolheu as imagens-personagens que fariam parte do enredo que gravou em seu grande disco de vinil, antes de cair no esquecimento em 3ª Dimensão. Estas imagens-personagens são o seu “próximo”, aquelas partes de você que estão amorosamente convidando a lembrar-se o que se propôs experimentar a respeito do Amor, no grande sonho tridimensional. O Amor a si próprio em um perfeito monólogo amoroso. Ao alcançar uma compreensão amorosa sobre esta Lei em 3ª Dimensão, você percebe que, em Verdade, ela se transmuta em
70

uma Lei em 5ª Dimensão: “Amarás a ti mesmo porque assim estarás Amando o Todo”. Esta compreensão amorosa opera o que você poderia considerar “milagres”. Isto porque suas imagens-personagens são também partículas do que Eu Sou. Elas atuam por Amor, como imagens-personagens no enredo do seu sonho. Mas, cada uma possui seu próprio enredo em seus discos de vinil. Cada partícula tem o seu próprio enredo particular. Quando você reconhece o que suas imagens-personagens o estão convidando a Amar em si próprio, simultaneamente você toca os discos de vinil daquelas imagens e as ajuda a despertar como partículas do que Eu Sou. Este é um contínuo movimento amoroso, um bailado cósmico de partículas convidando-se mutuamente ao despertar da 3ª Dimensão. Há um momentum em que todas as imagens-personagens se tornam partículas despertas do que Eu Sou. No momentum em que todas as imagens-personagens se tornam partículas despertas do que Eu Sou, o Corpo de Luz com expressão própria confirma sua Presença ao Cosmos, no Agora contínuo. Por isso, o diálogo com elas em 3ª Dimensão é, na verdade, um monólogo comigo em 5ª Dimensão. Então, a Lei “Amarás a ti mesmo porque assim estarás Amando o Todo” se manifesta. Vou explicar melhor... Você já sabe que o conhecimento se auto-protege. O que equivale a dizer que as palavras são mais do que uma somatória de letras. Para as consciências que ainda precisam de um conhecimento traduzido por palavras, algo que a partir da 5ª Dimensão deixa de ser gradualmente necessário, tais símbolos são sempre chaves que se abrem ou fecham na medida exata. Desta forma, este monólogo que mantemos em 5ª Dimensão torna-se incompreensível para uma consciência puramente tridimensional. Isto é

71

Perfeito. É parte da Matemática Divina de “esperar” cada partícula ao seu ritmo... mas sempre no Agora contínuo. E é tão perfeito que para o Agora contínuo não há espera. Tudo já É. Apenas confirma a Presença. O sentido de “espera” se manifesta apenas em 3ª Dimensão, onde opera uma consciência que acredita na existência de um tempo cronológico, que avança em movimento contínuo do passado ao futuro. Quanto mais você permanece em 5ª Dimensão durante o sonho, menos sente tal “espera”. Quanto mais Você permanece em 5ª Dimensão, mais abrange a natureza do Ser Umnico. Esta é a Nova Terra. Por isto é possível afirmar que o Salto para a 5ª Dimensão “já aconteceu”. O que você experimenta neste instante é um período de transição interdimensional em que mescla estados híbridos de consciência. Ora cai no esquecimento do sonho tridimensional, ora se expande para uma consciência em 5ª Dimensão. Enquanto sonha, se mistura com o próprio sonho... se esquecendo dele. Enquanto desperta torna-se um Ser Umnico com o atributo de co-criar. Mas, compreenda, meu querido! É preciso que você esteja desperto no seu sonho, é preciso que você esteja em 5ª Dimensão, para poder co-criar em 3ª Dimensão. Isto porque, é a sua consciência expandida para a 5ª Dimensão que o habilita a reconhecer o sonho e com ele interagir co-criando. O que você cria em 5ª Dimensão, recria o seu sonho tridimensional. O que você escolhe em 5ª Dimensão, causa

72

a sincronicidade em seu sonho de 3ª Dimensão. Então, você percebe o propósito de interagir desperto com suas imagens-personagens. Ao interagir desperto, por Amor você é capaz de retribuir ao que elas amorosamente o ajudam a lembrar a respeito de sua experiência sobre o Amor. Aquela que você escolheu experimentar, antes de cair no esquecimento em 3ª Dimensão. Tudo é sempre uma experiência amorosa, mesmo que você não se lembre desta condição em 3ª Dimensão. E você continuamente É uma consciência e outra, ainda que não se lembre disto. Matéria é um estado de consciência, não? Assim, o que pode parecer espantoso para uma consciência em 3ª Dimensão, é uma Lei básica para uma consciência em 5ª Dimensão. Quando você interage desperto com suas imagens-personagens, constrói com elas uma compreensão amorosa e muda o enredo do seu sonho. Isto porque, o enredo que você escolheu antes de cair no esquecimento em 3ª Dimensão tinha o propósito de ajudá-lo a se lembrar desta compreensão amorosa. Quando você alcança tal compreensão, habilita-se a co-criar dentro do sonho, a partir de um outro enredo. A Matemática Divina é uma Perfeita combinação de Amor. Uma combinação em movimento Agora contínuo. Esta é a Nova Terra, cujas bases para manifestação já estão fundadas. O que você “aguarda” desde então, é a fusão, que confirma

73

a Presença do que Eu Sou, ao deixar completamente a 3ª Dimensão, como partícula desperta. Esta transição é diferente da “morte”, como se presencia no sonho em 3ª Dimensão, por duas condições cósmicas. Primeiro porque é uma transição voluntária. Chega o momentum em que você diz: ‘É Agora que digo adeus agradecido à 3ª Dimensão”. Depois, porque é uma transição consciente. Você tem plena consciência de que está deixando a 3ª Dimensão definitivamente e acompanha toda a viagem para a 5ª Dimensão. Uma viagem que, aliás, é curta. Está apenas a um passo. Um Salto dimensional. Quando deixa completamente a 3ª Dimensão está habitando a Nova Terra em 5ª Dimensão. E, se você escolheu habitá-la com seu corpo material, isto assim se manifesta. Todas as partículas estão sendo amorosamente orientadas sobre este Salto, em seus respectivos discos de vinil. Especialmente durante o sono. A diferença é que algumas têm mais consciência disto enquanto acordam, pois mantêm-se despertas em 5ª Dimensão. Como já foi dito: “Este não é um desafio para poucos. É uma possibilidade para todos”.

74

Reconhecendo o Sofrimento

Você já sabe que o Amor não tem antônimo. Assim, todo o sofrimento não tem relação com o Amor. O sofrimento é da natureza de uma consciência em 3ª Dimensão... Uma consciência que polariza. Bem ou mal, bom ou ruim, confortável ou desconfortável... O sofrimento é sempre um alarme audível, para o qual não é possível “virar as costas”. Mágoa, ressentimento, violência, tristeza, escassez, raiva, perda, solidão, dor... todas as experiências que você considera desagradáveis, fazem parte de um estado de sofrimento e atuam como sinais no enredo do seu sonho, para ajudá-lo a despertar. Você escolheu um leque de sofrimento ao criar o seu disco de vinil, antes de cair no esquecimento do seu sonho em 3ª Dimensão. Este leque pode ser “longo” ou “breve”, “grande” ou “pequeno”, mas tem sempre a medida exata do que você definiu como enredo para chegar à lembrança do que é Amor. Você é uma consciência experimentando como se comporta a Existência que esqueceu o que é Amar, lembra? Este sofrimento é um sinal que atua como o som de um pingo d’água caindo, a marcar um compasso para o seu despertar. Quando ocorre o momentum de despertar, você reconhece o sonho e passa com ele a atuar em outra Oitava na espiral da evolução cósmica. A partir deste momentum aprende a co-criar um novo enredo em 3ª Dimensão.
75

Compreenda, meu querido! Sofrimento não gera sofrimento. Sofrimento é apenas um sinal audível para lembrá-lo de despertar. O sofrimento pode apenas mantê-lo girando como em uma faixa riscada do seu disco de vinil, até que a compreensão amorosa dê um empurrãozinho e o encaminhe a outra faixa. E esta passagem é sempre amparada por suas imagens-personagens que acompanham amorosamente o seu enredo. Para uma consciência que se expande ao Amor, não existe o sofrimento... apenas porque não há mais nele necessidade de ser. Procure manter-se desperto no seu sonho. Identifique e reconheça o que suas imagens-personagens o convidam a lembrar-se sobre o Amor. Estabeleça com suas imagens-personagens uma compreensão amorosa. Seguindo estes passos você estará cada vez mais expandindo sua Existência para a 5ª Dimensão. Esta é a Nova Terra. Nela você é capaz de co-criar. Em 5ª Dimensão não há necessidade para o sofrimento... e ele não se manifesta.

76

Reconhecendo o Enredo

Eu sei que às vezes é difícil agradecer aos enredos do seu sonho tridimensional, diante do estado de sofrimento. Eu sei que às vezes é difícil acreditar que estes enredos foram escolhidos por você para experimentar o Amor em 3ª Dimensão. Mas, procure compreender... Ou você é mestre no seu sonho ou dele se torna refém. Vamos criar uma imagem... que facilite sua compreensão. Imagine um Grande Jogo. Um jogo é feito de regras. Possui uma razão para existir, um objetivo a ser alcançado e desafios a serem superados para que seus jogadores alcancem o objetivo. Lembre-se, desafios são sempre bloqueios que mantêm os jogadores distantes do objetivo a ser alcançado. A razão do Jogo... Experimentar como se comporta a consciência que se esqueceu o que é o Amor. O objetivo do Jogo... Lembrar-se o que é Amar. Alguns desafios a serem superados que você já reconhece... 1º DESAFIO: Este jogo é jogado por um único jogador que tem a impressão de que partilha esta experiência com bilhões de participantes. Você Sou Eu. 2º DESAFIO: Neste jogo o jogador se esqueceu que as
77

respostas não estão no jogo e, sim, estampadas no próprio jogador, que olha o jogo. O ambiente de 3ª Dimensão é palco para uma consciência que experimenta a Existência fora de si. 3º DESAFIO: Este jogo possui episódios que marcam o compasso da partida e desviam a atenção do jogador. O estado de sofrimento é um som audível convidando ao despertar. 4º DESAFIO: Este jogo ilude o jogador criando espelhos, que refletem o inverso, para afastá-lo do objetivo. O “futuro” já foi definido no Agora contínuo, como potência, o que você muda é o “passado” e ao mudar o “passado”, confirma a potência. Meu querido! O enredo do seu sonho tridimensional é preenchido por estes conteúdos. Por mais difícil que seja experimentar certos episódios deste enredo, escolhidos por você no Agora contínuo, lembre-se... eles são episódios. Você não pode olhar apenas para o enredo do seu sonho. O enredo não traz respostas. As respostas estão em você, que olha o enredo. O enredo somente apresenta experiências, não as respostas para elas. Quando você olha o enredo, é uma consciência tridimensional. Quando você olha para você, no enredo... é uma consciência em 5ª Dimensão. É o Que Eu Sou. Por isso é essencial que você se mantenha desperto no seu sonho. Toda vez que alcança a 5ª Dimensão torna-se Mestre do seu enredo e é capaz de co-criar. Assim é que se torna capaz de co-

78

criar em harmonia, superando o estado de sofrimento que escolheu para experimentar o Amor. A Matemática Divina é Perfeita. E você se apresentou para experimentar esta parte dela, lembra?

79

Reconhecendo o Pensamento

O pensamento é veículo condutor. Um veículo por onde se move a consciência em 3ª Dimensão. Por isso, o pensamento está no interior do sonho tridimensional. Com o pensamento você pode nutrir a “matéria” do seu sonho. Mas, se você fechar os olhos e sentir... compreenderá que há “algo” para além do pensamento. Um “algo”, por exemplo, que alimenta o que se denomina Arte, no ambiente de 3ª Dimensão. A “inspiração” para a Arte não vem do pensamento, não é? E esta “inspiração” tampouco é material. Matéria é um estado de consciência. De uma consciência que experimenta a Existência fora de si, lembra? Uma consciência que se expande para a 5ª Dimensão começa a habitar a Existência. Assim integra a parte e o Todo. Para esta consciência, o Pensamento não é mais suficiente. Esta consciência pede uma integração com a Sabedoria Cósmica, com a Fonte de Tudo O Que É, para nutrir a sua co-criação. O pensamento não é capaz de criar porque está no ambiente de 3ª Dimensão. Quem cria é o Ser Umnico que habita a 5ª Dimensão e manifesta a criação em 3ª Dimensão. O pensamento em si pode girar em círculos indefinidamente, como em uma faixa riscada do disco de vinil. E gira até que a compreensão amorosa dê um empurrãozinho e a sincronicidade manifeste uma criação. A consciência em 3ª Dimensão diz:
80

“Quando se pensa com fé...” “Quando se pensa com certeza...” “Quando se pensa sem conflito, o resultado deste pensamento se manifesta”. Bem... então não é o pensamento... e sim aquilo que o transcende... aquilo que o transmuta de um simples pensamento... o responsável pela manifestação, não? E Assim É, meu querido! Você começa a compreender que quando alcança a 5ª Dimensão, ultrapassa o pensamento. Então, começa a compreender que não é o pensamento que manifesta a 3ª Dimensão... O pensamento se manifesta na 3ª Dimensão. Mas, você não é mais apenas uma consciência tridimensional. Toda vez que você co-cria, não está co-criando com o pensamento. Você co-cria com a energia do Amor. Esta é a única energia capaz de criar. Assim, quando se Ama o pensamento, o Amor é capaz de manifestar o pensamento em 3ª Dimensão. O pensamento sem Amor não se manifesta. O pensamento pode apenas manter girando... girando... o enredo do sonho no seu disco de vinil. À medida que você vai se lembrando o que é Amar, se expande para a 5ª Dimensão e expande sua capacidade de co-criação. Compreende a diferença? Quer fazer um teste? Pegue duas chaves iguais, sendo que apenas uma delas abre uma porta qualquer. Procure confirmar a chave certa. Se você usar o pensamento, terá sempre 50% de chance de errar.

81

Se você aprender a “escolher” a chave, antes de pensar sobre esta escolha, acertará em 100% das tentativas. E aos poucos você aprenderá a distinguir quando pensou antes de “escolher”. Duvida? Você está se lembrando do que é co-criar! Você está se tornando um Mestre no seu sonho!

82

Reconhecendo Ilusões

É chegado um momentum especial desta viagem... Então, lembre-se que o sonho é a expressão tridimensional. E matéria é um estado de consciência. Portanto, tudo que aparenta ser palpável, é mera ilusão. Até que você desperte completamente. Você já pode compreender que o seu sonho é uma Jornada. Uma Jornada particular e intransferível. E cada partícula do que Eu Sou tem sua Jornada particular, escolhida no seu disco de vinil. Assim, você já é capaz também, de reconhecer duas ilusões que sustentavam o seu sonho. O primeiro efeito da ilusão do seu sonho acontece com o que você chama de “encarnações”. Você deve saber que as encarnações não possuem uma ordem temporal linear. Você não teve “vidas passadas”. Todas são facetas de sua multidimensionalidade, acontecendo simultaneamente. E com elas existe a mesma teia de relações com as imagenspersonagens e as partículas despertas, como neste momento do seu sonho. Isto é, no seu “sonho atual”. É como se você experimentasse várias situações, vários enredos simultaneamente, sem ter noção desta faculdade que possui. Estas são as suas “encarnações”. Você deve perceber, então, que não há “reencarnações”, uma vez que você vive todas as experiências, todos os seus sonhos simultaneamente. Apenas não se lembra, ou não se lembra completamente disto. Bem... Você compreende, então, que há teias e teias da Matemática Divina, que sustentam os seus sonhos tridimensionais. Neste instante, você está tendo oportunidade de tangenciar tam83

bém os seus discos de encarnações, cuja imagem mais adequada seria: os discos de todos os enredos dos seus sonhos. Por isso começa a se lembrar também de suas outras experiências – de sua multidimensionalidade. Se você continuar me compreendendo... Posso acompanhálo à segunda ilusão, ou seja, o que acontece com o que se denomina seres multidimensionais. Em casos que se justifiquem cosmicamente, é possível contatar energias sutis em 3ª Dimensão. Mas, este contato não será físico ou material. Não há motivo para uma energia materializar-se no que não é material, visto que é um sonho. Depois, energias sutis não precisam materializar-se. No máximo, projetam imagens em 3ª Dimensão para propor um diálogo. E, este sim, seria um diálogo, não um monólogo. De uma energia sutil para uma consciência tridimensional. Sempre com o mesmo objetivo: Ampará-lo, orientá-lo em seu aprendizado multidimensional. Estes diálogos são comuns durante o seu sono, quando você Existe multidimensionalmente. E poderão acontecer enquanto acorda, ou seja, no seu sonho... se assim couber. Mas, lembre-se, você já convive com estes seres francamente, em 5ª Dimensão. Porém... compreenda, querido! Nenhum “objeto material” virá “buscar” qualquer partícula do que Eu Sou. Corpos de Luz não precisam de “naves espaciais” para transitar dimensionalmente. Você existe quando dorme e transita multidimensionalmente sem a necessidade delas. Tampouco é possível “tocar materialmente” uma imagem multidimensional, uma projeção.

84

Tudo são “recursos didáticos” que se põem no enredo tridimensional para amparar o despertar do Anjo. Cada partícula ao seu ritmo... no ritmo do Tempo Cósmico... mas sempre no Agora contínuo. Pode parece difícil ultrapassar tais ilusões, mas lembre-se: O Infinito é menor que um grão de areia... Quanto mais expandida é uma consciência, para esta, menores são as distâncias cósmicas.

85

Reconhecendo a Transição

Esta viagem está chegando ao seu ponto. Assim, lembre-se: Para uma consciência multidimensional, a 3ª Dimensão será sempre um episódio. Ainda que inúmeras consciências multidimensionais não tenham experimentado in loco a experiência de 3ª Dimensão. Você está chegando ao princípio do filme rodado de trás para diante... que é também, o fim do enredo do seu sonho. Para você e as partículas que se encontram neste limiar, a Terra – este berço amoroso de um Anjo – vive os eventos derradeiros em 3ª Dimensão. Mas, há múltiplas Terras em 3ª Dimensão existindo paralelamente. Elas abrigam experiências de consciências tridimensionais. Algumas Terras de 3ª Dimensão já se integraram ao Corpo de Luz, em 5ª Dimensão. E há outras em que este evento, denominado Transição Multidimensional, não está se manifestando “ainda”. A Terra que você habita, aquela que amorosamente abrigou o enredo do seu sonho, está neste momentum, acessando a 5ª Dimensão, com todos os eventos que os preparam para isto. As partículas que experimentam sonhos semelhantes presenciam o mesmo. Outras, que possuem enredos diferentes, não. Elas vivem tal transição ao seu ritmo. No interior de seus discos de vinil. Tal qual cada partícula do que Eu Sou, as múltiplas Terras seguem ao seu ritmo... no ritmo do Tempo Cósmico... mas sempre no Agora contínuo... rumo à fusão com o Corpo de Luz em 5ª Dimensão.
86

Lembre-se: O sonho é seu... O que significa dizer que é você que o experimenta. E não há nada além de você no interior do seu sonho. Apenas imagenspersonagens que acompanham seu enredo. E partículas despertas que têm uma compreensão amorosa a respeito desta condição. Discos de vinil tangenciando... Mas, compreenda, em outros discos este enredo não está acontecendo até que chegue o momentum cósmico. Por isto, a 3ª Dimensão existirá eternamente, para abrigar consciências tridimensionais. E haverá sempre “começos” e “fins” em 3ª Dimensão. E haverá sempre “começos’” e “fins” Oitava acima... que a partir de uma consciência multidimensional serão mais fáceis de ser compreendidos. O Salto de transição dimensional encontra-se no interior de cada disco de vinil. A Matemática Divina é uma Perfeita combinação de Amor! Siga, Mestre no seu enredo. Você Sou Eu!

87

Epifania

Você sabe que no Agora contínuo não há passado e futuro. O tempo linear só se manifesta em uma consciência tridimensional. Por este motivo, aquilo que você conhece como “história” é resultado da ilusão do seu sonho. Não há um leque de “feitos do passado” com os quais você se habituou a se relacionar, tampouco tempo decorrido dentro dele. O que você conhece como “história” é apenas parte do enredo que escolheu para confirmar seu sonho. E, dentro desta “história” existe uma lógica, que você identifica como “real”, para que se sinta confortável experimentando o sonho. Dito de outra maneira, aquilo que você se acostumou a chamar de “história” são “eventos coletivos”. Os eventos coletivos que você experimenta no seu sonho são maneiras de lembrar às partículas do que Eu Sou sobre a Unidade. Mas, você ainda está no sonho tridimensional. O que acontece é que quando há eventos coletivos, cada disco de vinil tangencia os outros. Na maioria dos casos, esta tangencia produz uma expansão da consciência momentaneamente, causando resultados sensoriais quase palpáveis a respeito da Unidade. É quando se ouve um grande solo de partículas manifestando-se: ‘Nossa! Nós somos mesmo Um!” Mas, esta “história” não existe senão para a composição do enredo do seu sonho. Não há este tempo decorrido, com eventos de distintas qualidades, que o encaminham de um passado a um futuro. Isto é ilusão do sonho. Quando você deixar completamente a 3ª Dimensão, com88

preenderá amorosamente o significado de todo o enredo. E o que são estes eventos coletivos? São peças do enredo do seu sonho que estão presentes em todas as partículas do que Eu Sou. É mais ou menos como dizer que, quando você escolhe o enredo do seu sonho, antes de manifestar-se na 3ª Dimensão, define todo o cenário com as peças que achar mais conveniente. Dentre as inúmeras peças que você escolhe para o seu sonho, existem algumas que são comuns a todos os enredos das partículas. Elas fazem parte do cenário de todas as partículas. E assim é, para que estas partículas não se desintegrem da Unidade, enquanto durar o episódio tridimensional. São como símbolos latentes que permanecem durante todo o sonho tridimensional para lembrá-las de sua origem: a Semente, simples e original. Um desses eventos coletivos diz respeito à existência de avatares. Os avatares são registros multidimensionais depositados no interior da consciência tridimensional. A energia Crística, a energia Búdica são exemplos. Mas, não houve uma materialização destas energias na “história”. Lembre-se, não há materialidade em 3ª Dimensão. Apenas a ilusão dela. O que ocorre é que a Existência destas energias multidimensionais está depositada no interior dos enredos do sonho tridimensional. São todas, registros anciões que sintetizam chaves a lembrar as partículas, sobre a Unidade. É por esse motivo que você passa a “conviver” neste instante do seu sonho, com a imagem de que a energia Crística, por exemplo, estará se integrando a todas as partículas despertas do que Eu Sou. Na verdade, ela não estará se integrando... Ela É. Perfeita e Plena.

89

O que muda é sua consciência desta condição. Em 5ª Dimensão, o acesso às energias multidimensionais está franqueado. E o Ser Umnico, com expressão própria, vive a Unidade, lembra? Querido, sua Jornada é particular e intransferível. Você completa o círculo da espiral evolutiva quando se manifesta ao Cosmos. Não é às suas imagens-personagens, tampouco às partículas despertas do que Eu Sou que você manifesta sua Existência. E, sim, ao Cosmos. É quando a Criatura retorna ao Criador, que amorosamente por ela aguarda. Você completa o círculo ao agradecer... pelo enredo do seu sonho, pelos Sinais, pelas Sincronicidades, pela companhia amorosa ao longo do enredo... E pelo Amor Eterno do Criador... que esperou o seu Tempo Cósmico de despertar! O seu Tempo Cósmico de a Ele retornar! Manifeste-se! E Assim É! Obrigado! Que a compreensão amorosa permaneça abrindo suas asas generosas a todas as partículas do que Eu Sou!

(Fim da transmissão)

90

Parte III

A janela por onde você acredita ver o mundo é apenas um espelho.

Em branco

92

Em busca do centro

As recentes mensagens canalizadas por sensitivos respeitados no mundo da Nova Energia continuam apresentando mudanças significativas, apontando de maneira geral, que estamos “coletivamente” ultrapassando um novo limiar quântico. Minha compreensão a respeito destes eventos conduz sempre ao ponto de que estamos em uma nova oitava da espiral evolutiva. Nesta oitava, não teremos mais a necessidade de guias multidimensionais “externos”. Estamos dando os primeiros passos para sermos Mestres despertos de nosso enredo e construindo manuais para estes passos, com o amparo de nosso Corpo multidimensional de Luz. Este será nosso guia a partir deste momentum. À medida que vamos despertando do sonho... passo a passo nos conduzimos oitava acima, até a Nova Terra. Todo o Conhecimento para este Salto já está amorosamente revelado. Agora é uma questão de integrá-lo para seguir oitava acima. Fico cada vez mais impressionada com nossa capacidade criativa. A maior delas, sem dúvida, é a criação do todo o cenário de nosso sonho e a ilusão de que ele se desenrola “fora de nós”. Cada partícula do que Eu Sou possui um centro que corresponde a existir em conformidade com sua própria natureza. O que o Cosmos espera é que cada uma das partículas encontre seu centro. Apenas isto. A descoberta deste centro iguala-se a um encaixe único que se adapta perfeitamente ao Corpo multidimensional de Luz. Cada partícula possui seu próprio encaixe, único e perfeito. À medida que este centro é descoberto, cada partícula segue acoplando-se ao Corpo de Luz, no Agora contínuo, que já possui todos os encaixes, à espera de seus respectivos correspondentes. Assim vamos compondo o belo Corpo de Luz em 5ª
93

Dimensão. Às partículas que já desvelaram seu centro, cabe dele não se afastarem e nutrirem uma compreensão amorosa pelos centros de todas as outras partículas, em suas diferenças e peculiaridades... em seus respectivos papéis, ainda que não desvelados. Acredito que cada vez mais construiremos um monólogo amoroso com nosso Corpo multidimensional de Luz. É uma questão de afinarmos os instrumentos do coração para acompanhá-lo. E... algo me diz que todas as energias sutis que nos orientaram nesta travessia... onde estiverem... batem palmas para tal acontecimento. E Gaia? Bem... Nossa querida Terra também não está “fora de nós”. Se queremos um processo de transição harmônico e amoroso... se queremos curar Gaia para uma existência plena e harmoniosa entre as partículas do que Eu Sou... precisamos apenas curar nosso interior. “Seja Mestre no seu sonho e todo o enredo o acompanhará”.

94

Em que Terra estarei...

Desde que o Manual para um Monólogo Amoroso foi acessado tenho convivido com ele. Alguns conteúdos já pude compreender, outros ainda não. Alguns conhecimentos já integrei, com outros vou aprendendo a ser paciente, confiando que há um tempo exato para manifestar tal integração. Assim, resolvi expressar em voz alta algumas sensações, para que outras partículas me ajudem a compreendê-lo melhor. Por exemplo, o tema Transição Planetária é no momento um dos que mais chamam a atenção daqueles que acreditam que a Terra está passando por um processo de sutilização e se encaminha a uma dimensão superior. Segundo o Manual: “Há múltiplas Terras em 3ª Dimensão existindo paralelamente. Elas abrigam experiências de consciências tridimensionais”. Minha compreensão a respeito desta afirmação sugere que ininterruptamente escolhemos linhas de experiência para vivenciar, que nos transportam a diversas Terras em trânsito. Como “matéria é um estado de consciência” é com a consciência que nos transportamos (muitas vezes sem perceber) pelas diversas Terras. Em uma, poderíamos ter experimentado um resultado X, em outra, um desfecho completamente diferente. Todas estas Terras existem simultaneamente, o que as difere são os enredos que elas contêm. Em algumas, os conteúdos da transição apresentam-se catastróficos, em outras ainda sequer existem imaginários da transição. E, em outras, o episódio Transição Planetária estará transcorrendo suavemente. O que nos ilude e faz crer que não realizamos continuamente este transporte de uma Terra a outra é a aparência de que os
95

personagens com os quais convivemos e o cenário que criamos permanecem os mesmos. E isto é, de fato, mera aparência porque personagens vêm e vão em nosso sonho. Alguns vão definitivamente, quando deixam os corpos, outros vão porque se ausentam de nosso enredo, enquanto novos chegam. E mesmo os que ficam, transformam-se continuamente. De forma semelhante, os cenários também mudam. Assim, tenho considerado que cada escolha que eu manifesto, me transporta para Terras diferentes, sem que eu mesma perceba. Por que isto tem alguma importância? Primeiro porque me ajuda a compreender quem Eu Sou. Depois, porque me faz crer que se eu aprender a ser Mestre em meu sonho, há uma Terra cujo enredo me acompanhará em Luz, Amor e Harmonia. E é nesta Terra que eu quero Existir. Cada partícula do que Eu Sou está mais próxima ou mais distante desta Terra. Isto pouco importa já que todas estarão juntas no Agora contínuo. Todavia, quanto mais vamos nos tornando Mestres, mais nos aproximamos do enredo desta Terra, através de nossa consciência, que é o nosso veículo condutor. Nossa Merkabah. Desse modo, a Terra em que estou define e é definida pelo que Eu Sou no enredo do meu sonho, neste instante. “Seja Mestre no seu sonho e todo o enredo o acompanhará”. Nesta Terra em transição na qual me encontro – este organismo vivo - cada partícula possui seu próprio papel, como nas células de meu corpo. Todas têm participação ativa e fundamental para a sustentação material do sonho, ou seja, para a sustentação da tela em 3ª Dimensão. Melhor dizendo, de todas as telas paralelas em 3ª Dimensão. Algumas partículas têm a função de matar, como um vírus que ataca meu organismo e me ensina a ser mais resistente ou forte. Outras têm a função de transmitir informações vitais ou potenciais, como os neuro-transmissores que me auxiliam nas sinapses, ou aquelas “células premonitoras” que me

96

emitem alertas. Outras ainda têm a função de transmitir luz, enquanto outras se apresentam desequilibradas para me mostrar o caminho da cura e da transmutação pelo Amor. Todas são invariavelmente importantes e necessárias para a expansão de minha consciência. “Amarás a ti mesmo porque assim estarás Amando o Todo”. À medida que eu consiga gradualmente integrar esta Lei essencial, irei me transportando gradualmente para várias Terras paralelas. Em cada uma delas, o enredo será diferente, com personagens diferentes ou transmutados. Tal qual acontece quando gradualmente harmonizo meu corpo, ao existir em conformidade com minha própria natureza, e as células se transfiguram. Chegará o momentum em que será “Assim na Terra como no Céu”. Até lá, vou experimentando o enredo do meu sonho, convicta de que tudo está em perfeita ordem com o Plano Divino. Nesta Terra em transição na qual habito, há ainda partes a transformar pelo Amor. Em outras Terras, os conteúdos já foram transmutados. Por isso Gaia é generosa. Ela se apresentou para ser o berço amoroso de um Anjo, tal qual nosso próprio corpo se configurou para ser uma das Casas do Espírito. Como ainda tenho partes a transformar pelo Amor, Gaia me reflete. Por isso tenho feito um exercício que gostaria de partilhar... Freqüentemente pergunto ao nosso Corpo de Luz: Onde está meu oriente? Onde está o meu meio? Meu Oriente Médio está próximo ao meu coração? Minha Jerusalém é o meu próprio coração? E quem são meus judeus que voltam e voltam e voltam feito sinais?

97

O que eu preciso Amar para que a Semente floresça em minha Nova Jerusalém? Jeru Jeru Salem! Perguntem... E o Corpo de Luz amorosamente responde... Na medida...

98

Um mapa interno da Terra

Um pouco mais sobre o tema Transição Planetária... Segundo o Manual: “A matéria só existe para aqueles níveis de consciência que precisam projetar fora de si, a Existência. Condição típica de uma consciência tridimensional”. Ou ainda: “Não há nada além de você, no interior do seu sonho”. Aparentemente estas afirmações têm um cunho egocêntrico. Todavia, se eu não estou enganada, egocêntrico é aquele que olha apenas para si mesmo. E as afirmações não se referem ao olhar e, sim, ao Amor. Isto me faz lembrar que se “matéria é um estado de consciência”, a própria consciência não é material. Mais ainda, a consciência não está depositada no meu cérebro, tampouco em meu coração. Meu corpo físico não é o núcleo de minha consciência. Então, onde está minha consciência? Se a 3ª Dimensão é um espaço para a consciência experimentar a Existência fora de si, minha consciência habita o que está aparentemente fora de mim. Naquilo que ilusoriamente considerei “mundo exterior”. Mais do que estar, minha consciência É o próprio “mundo exterior”. “Para um grande sonho, um grande telão”. Bem, se o “mundo exterior” é apenas uma aparência... se o que “está fora” é minha consciência projetada em um grande telão tridimensional, então o exercício abaixo é oportuno para o episódio Transição Planetária:

99

O que é o meu Estados Unidos... que segue sozinho, desprezando as diferenças? O que são minhas Coréias... separadas e inimigas? O que é o meu Irã... ressentido, irado, belicoso? O que é minha França... bela, racional e distante? O que é minha pobre África... desprezada e faminta? O que é o meu sábio Egito... esquecido? O que é meu Tibet... amoroso e espiritual? O que são minhas praias mornas e seguras... minhas montanhas... altivas e plenas... meus campos floridos... meus desertos? O que são meu Ocidente e Oriente... divididos e ferozes? O que é o mapa da Terra? Quem sabe os Mestres, os Guias, os Seres Multidimensionais e, agora, nosso Corpo de Luz tivessem dito sempre: “A resposta está no seu interior... olhe para fora!” E assim, talvez estas energias sutis quisessem dizer: “Não olhe para a Terra como se sua responsabilidade para com ela fosse resultado de um gesto benevolente, generoso em direção aos outros... olhe para a Terra porque ela é você... sua consciência projetando a Existência fora de si”. “A resposta não está no jogo... Está no jogador que joga o jogo”. Se assim for, o episódio Transição Planetária não é um evento externo. Ele é a minha própria transição. E eu preciso escolher se quero um rito de passagem harmônico e suave... Para isso, preciso perguntar: “Quantos tsunames, vulcões, terremotos, furacões preciso ainda manifestar?”

100

Ou seria melhor acolher, iluminar e liberar... para expandir a consciência até que ela passe a experimentar a Existência em si mesma? O mapa da Terra é o mapa de minha consciência... Por isso é que se eu aprender a me Amar estarei, na verdade, Amando a própria Terra ao integrar a Existência... Ao experimentar a Existência em mim... “Amarás a ti mesmo porque assim estarás Amando o Todo”. Se eu mudo a mim mesma, mudo o Mundo... porque Você e a Terra Somos Um.

101

Um novo Lar

“Comece a encarar os parâmetros “fora” e “dentro”, como blocos-capicuas, frente e verso do inseparável e simultâneo. Talvez fique mais fácil compreendê-los.” É... Já que a qualquer hora iremos habitar nosso Corpo de Luz, todo o movimento de transição sugere uma mudança de Casa. Uma mudança inseparável e simultânea. De dentro para fora, de fora para dentro. Do macro ao micro ao macro... De Oitava em Oitava... Respirando... respirando... Mudam as células do nosso corpo, como mudam as células da Terra. Muda o nosso interior, como muda o âmago da Terra. Um Corpo sutil não necessita mais de algumas partículas que cumpriram suas missões divinas de sustentar a densidade. Um Corpo de Luz não necessita mais de uma consciência a Existir fora de si. O momentum da transição é o tempo exato de dizer adeus agradecido a tais bagagens... E seguir, rumo ao novo Lar. Acolher, iluminar e liberar... Suavemente... “No ritmo do Tempo Cósmico... Mas sempre no Agora contínuo.”

102

E o centro...

O Centro de cada partícula do que Eu Sou, aquilo que corresponde a Existir em conformidade com a própria natureza, não é um núcleo, tal qual acostumamos a imaginar um centro. O Centro de cada partícula do que Eu Sou é a Essência que está em todo lugar. É a Essência que está no Todo. “Frente e verso do inseparável e simultâneo”. Aquilo que se expande sem ter a necessidade de se concentrar. É a conexão que está nas células do meu corpo e no âmago da Terra, inseparável e simultaneamente. O chacra cósmico. O chacra unificado com a Nova Terra. Seja bem-vindo! Vamos ancorar o próximo passo...

103

Transmutação

“Se você acreditar que é um Anjo, um Anjo você se tornou”. Esta afirmação sugere que se minha consciência pode acreditar que a matéria existe, posso co-criar qualquer outra “realidade” em minha Jornada, já que a matéria nada mais é do que um estado de consciência. Isto não significa negar o que está diante dos meus olhos e, sim, criar novos olhos para enxergar. A porta para estes “novos olhos” é a consciência porque ela é o veículo condutor. E esta Lei vale para todos os eventos do meu sonho. Para aqueles que considerei particulares e também para os coletivos. Em que Terra estou... devo perguntar frequentemente. Há inúmeras maneiras de se chegar a este Caminho. Contemplação, meditação ativa, jejum, peregrinação, dança, nada disso... tudo isso... Enfim, cada qual traça sua rota. Mas, uma vez no Caminho, o percurso parece ser simples: Os eventos passam ininterruptamente diante de “nossos olhos”... projetados no telão tridimensional, naquilo que nos iludimos considerar “mundo exterior”. Os eventos passam, mas nós é que escolhemos o que apanhar na prateleira das experiências. E as escolhas com Amor são Perfeitas. Além do quê, apenas nós podemos manifestar: “Basta! Eu não preciso mais experimentar este evento!” Ou: “Estes eventos não me pertencem, eu não preciso chamálos para mim”.
104

Ninguém pode criar em meu lugar. Por isso tenho feito o exercício abaixo, como forma de unificar o “dentro” e o “fora” para alimentar um monólogo amoroso com meus personagens e também com Gaia. Estou convicta de que ele me transporta continuamente a outras Terras. E é um exercício que pode ser feito internamente a qualquer instante, em qualquer “lugar”. Se você não tivesse defeitos, eu também não teria... Se você está enxergando os meus, é porque não está curando os seus. (pausa) Se eu não tivesse defeitos, você também não teria... Se eu estou enxergando os seus, é porque não estou curando os meus. (Acolher, iluminar e liberar com Amor o episódio relacionado) Eu Sou Perfeito e Você também É! Obrigado(a)! A transmutação é uma ação em si porque expressa uma vontade consciente de mudar o enredo do sonho. Mas, ela deve vir sempre acompanhada por outra qualidade de ação, aquela que resulta da convivência harmoniosa na 3ª Dimensão, com os eventos transmutados. Ou seja, A 1ª ação é sempre co-criar. A 2ª ação é conviver harmonicamente na 3ª Dimensão, com as manifestações co-criadas.

105

Com aquilo que não co-criamos mantemos apenas uma reação, ainda que esta tenha uma aparência de ação. “Seja Mestre no seu sonho e todo o enredo o acompanhará!” Então... Vamos co-criar! A vida é feita de “pequenas” transmutações que dão cor à Existência e nos transportam a múltiplas Terras. “Este não é um desafio para poucos... É uma oportunidade para todos!”

106

Quem é você?

“Quando você chamar os outros pelo seu próprio nome, terá compreendido o Segredo. A partir daí, agradeça!” Esta foi a primeira informação que recebi antes de começar a transcrever o Manual para um Monólogo Amoroso. E, como era de ser, a frase ficou girando, girando, girando em mim... o tempo certo até que o próprio Manual começasse a tomar forma. Inicialmente considerei que aquela afirmação estivesse relacionada com a condição de sermos todos um. Somente depois fui ter consciência de que somos todos um porque o Manual me ensinava: “Não há nada além de você no interior do seu sonho.” Já que “A matéria só existe para aqueles níveis de consciência que precisam projetar fora de si, a Existência. Condição típica de uma consciência tridimensional.” Assim, se o Corpo de Luz afirma: “Você Sou Eu!” Eu devo continuamente exercitar o predicado: “Eu Sou Você!” Que diferença isto faz? Ora, o Corpo de Luz me acolhe amorosamente ao decretar: “Você Sou Eu!” E eu devo responder aos meus personagens e à Gaia com o mesmo Amor: “Eu Sou Você!” Eu Sou Você quando me ama. Eu Sou Você quando me irrita.
107

Eu Sou Você quando me agride. Eu Sou você quando me ajuda. Eu Sou Você que fere a Terra. Eu Sou Você que ama a Terra. Por Amor, o Corpo de Luz me acolheu como Eu Sou! O mesmo devo fazer com todos os meus personagens. A Terra que eu habito neste instante é a tela que me lembra o que eu preciso Amar. À medida que eu vou lembrando o que é Amar, através da ação de acolher, iluminar e liberar meus eventos e personagens, mais e mais passo a irradiar harmonia e a conviver com um enredo harmônico. E... quando eu tiver iluminado todos os cantos esquecidos do meu Ser, Gaia refletirá em Luz. “A resposta não está no jogo... Está no jogador que joga o jogo!” Deus não faz assim? Você é um reflexo de Deus na Tela Cósmica para que Ele mantenha o Monólogo Amoroso. Como? Deus possui o atributo de criar... Você, o atributo de co-criar para que Deus mantenha um monólogo amoroso Consigo mesmo... E... Eu? Eu Sou Você! Por isso... Tudo é Amor. A Matemática Divina É Perfeita!

108

Um pouco de trigo...

“O Conhecimento é um patrimônio cósmico e como tal deve ser reconhecido”. Quando o primeiro ser humano chegou ao Pólo Norte e fincou sua bandeira em um território desconhecido, ele não estava sozinho. Levou junto consigo toda a Humanidade, que a partir de então, havia descoberto novas terras. Esta é uma metáfora da Jornada do Ser. Apenas uma metáfora... mas ilustra o que pode significar o episódio Transição Planetária. Minha compreensão sugere que não existem invenções na Jornada do Ser. Invenção é uma resposta do ego que ainda não reconhece o Conhecimento como um patrimônio cósmico e precisa possuí-lo. Existem descobertas que... como indica o nome... revelam o que até então, permanecia encoberto. Mas, nenhum Ser passa sozinho pela Porta da Descoberta, ainda que “sua Jornada seja particular e intransferível”. Ao passar, leva consigo a Essência de todas as partículas, deixando como bandeira, um rastro de luz para revelar o Caminho. Assim, a Nova Terra não é, de fato, nova. Tampouco está sendo construída. A Nova Terra já Existe no Agora contínuo, ou em um universo paralelo, que está sendo desvelado. Vai sendo desvendado pela consciência que se expande e alcança novos territórios. O Cosmos já está criado! “Cada partícula ao seu ritmo... mas sempre no Agora contínuo...” é que confirma a criação.
109

Por isto, “há múltiplas Terras em 3ª Dimensão existindo paralelamente”. Cada uma delas com enredos e ritmos diferentes para uma Transição que, de fato, já ocorreu no Agora contínuo. No momentum da grande separação, o joio cumpre sua missão divina de sustentar a densidade. “Por isto, a 3ª Dimensão existirá eternamente, para abrigar consciências tridimensionais”. Cada partícula que se expande deve procurar pelo trigo porque ele indica a descoberta... indica o Caminho para a Nova Terra. Quando desvendo o trigo, em suas infinitas expressões... de um raio de sol a uma partícula que antevejo pela rua... Eu Sou a Nova Terra. “Seja Mestre no seu sonho e todo o enredo o acompanhará”. Em que Terra estou... devo perguntar continuamente, enquanto procuro pelo trigo. Quanto mais trigos encontrar pelo Caminho, mais Nova Terra Eu Sou! E... “Eu Sou Você!”

110

O trigo e o joio

Antes da leitura do Manual, considerava que o processo de transição planetária fosse um evento “coletivo” de sutilização da matéria, que estaríamos experimentando de maneira simultânea com o planeta. Mas, a afirmação de que “há múltiplas Terras em 3ª Dimensão existindo paralelamente” me sugere hoje, uma outra compreensão. Toda vez que um número significativo de partículas despertas alcança em 3ª Dimensão um novo limiar... um novo patamar de energia, se produz uma nova interação com o Corpo de Luz. Seria como dizer que Ele se “encorpa” um pouco mais, confirmando a criação no Agora contínuo. Estou me referindo ao Corpo de Luz ao qual as partículas do que Eu Sou pertencem, uma vez que somos todos um e estaremos nos reunindo a Ele, no final da transição. O Corpo de Luz é a nova Casa das partículas. É a Nova Terra. Ao que tudo indica, o quantum já alcançado permite afirmar que acessamos a 5ª Dimensão, isto é, as bases para a Nova Terra já estão fundadas. E o Corpo de Luz toma forma. Todavia, como o processo de transição – de mudança de Casa – não está completo, vamos experimentando existir interdimensionalmente. Um pouco em 3ª, outro pouco em 5ª Dimensão. Um pouco na “velha”, outro pouco na “nova” Terra. Mas... e agora vem a parte menos palatável... se somos todos Um, realizando a experiência da separação até que a mudança de Casa se complete e reúna as partículas em um só Corpo de Luz, eu não posso me iludir... Eu Sou o trigo e também o joio, neste instante.
111

Seria cômodo me considerar trigo e apontar o dedo para o joio. Seria fácil considerar o joio como o outro... como um elemento exterior. Mas, não é assim. “A matéria só existe para aqueles níveis de consciência que precisam projetar fora de si, a Existência. Condição típica de uma consciência tridimensional.” Por isso o mapa da Terra me representa nesta tela de 3ª Dimensão. Por isso eu devo transmutá-lo com Amor. O que é trigo em mim, já é a Nova Terra de 5ª Dimensão. O que é joio cumpre a missão divina de me sustentar na densidade de 3ª Dimensão. A Nova Terra não vem a mim. Sou Eu que a acesso, como quem muda de Casa, ao expandir a consciência... meu veículo condutor. Na Jornada do Ser, que está mudando de Casa, o que for joio e não pôde ser transmutado com Amor, ficará para “trás”... em 3ª Dimensão. Em que Terra estou... devo perguntar continuamente enquanto procuro pelo trigo. No mesmo passo em que acolho, ilumino e libero o joio em mim... E vou mudando de tela pelas múltiplas Terras, até que Gaia reflita em Luz. Eu me lembro: Eu Sou Você!

112

Transição planetária

Afinal, Quem Sou Eu? Aquilo que observa? Aquilo que era observado? Aquele que se torna o que era observado... Aquilo que observa é o ego, incapaz da compreensão amorosa porque apenas olha o jogo e... “a resposta não está no jogo. Está no jogador que joga o jogo”. Aquilo que era observado é o próprio jogo. E é o início da compreensão amorosa para a partícula, ao saber que “a matéria só existe para aqueles níveis de consciência que precisam experimentar a Existência fora de si. Condição típica de uma consciência tridimensional”. Por isso eu não devo maldizer o joio. O joio não está “fora de mim” e o mapa da Terra... a Terra em que eu me encontro é a tela de 3ª Dimensão que me lembra o que eu preciso Amar. E eu não devo mais me iludir, acreditando que exista um “mundo exterior”, para o qual eu possa apenas olhar, observar. Aquele “mundo exterior” é a projeção do que Eu Sou nesta tela de 3ª Dimensão. “Para um grande sonho, um grande telão”. Então, eu devo cuidar melhor de mim... “Amarás a ti mesmo, assim estarás Amando o Todo”. Eu devo acolher, iluminar e liberar o joio... para transmutálo pelo Amor.
113

Cada transmutação me transporta a uma outra tela... a “múltiplas Terras em 3ª Dimensão”, com enredos cada vez mais harmônicos... até que Gaia reflita em Luz. “Seja Mestre no seu sonho e todo o enredo o acompanhará”. Assim É porque Aquele que se torna o que era observado é capaz de integrar, reunir, unificar e manifestar Amor. É capaz de integrar... “Seja o Conhecimento”. É capaz de reunir e unificar... “Não há nada além de você, no interior do seu sonho”. É capaz de manifestar Amor... “Você Sou Eu!” Aquele que se torna o que era observado mudou de Casa. E Gaia reflete em Luz. Se o percurso parece difícil... a oportunidade é para todos.

114

Sonar

O belo é uma expressão do Amor. Por isso a Terra é bela pela própria Natureza. Não há um só canto da Terra que não expresse o belo. A Terra toda é uma expressão de Amor a céu aberto. É a tela com o qual o Criador presenteou as partículas do que Eu Sou, para acolher o enredo de seu sonho tridimensional. Se o enredo não manifesta o belo é porque possui cantos esquecidos, onde o Amor pede para ser descoberto... pede para se expressar. O Criador deixou a tela da Terra como um marco para o despertar do sonho. Deixou este berço amoroso de um Anjo como um Sinal para a memória cósmica, a lembrar: Ela é bela assim... e esta é uma oportunidade para todos. Então, eu devo perguntar uma vez mais: O que é o mapa da Terra neste instante? Eu devo repetir para ser capaz de despertar minhas partes adormecidas... Eu devo proferir para ouvir... e para ecoar... O mapa da Terra é a tela de 3ª Dimensão que me lembra o que eu preciso Amar... Até que Gaia reflita em Luz!

115

Sete notas

E foi dito: “Sete notas compõem infinitas melodias”. Então, lembrei que música é matemática. Melhor dizendo, música é uma expressão da matemática. Lembrei também que um dó volta a ser outros dós, oitavas acima... oitavas abaixo. Mas, não é o mesmo. Entre um dó e outro existe todo um percurso de ré a si e inúmeras combinações entre eles na pauta harmônica. Inúmeras freqüências sonoras. Degraus tonais... de oitava em oitava. Cabe uma compreensão amorosa sobre o que são estas “sete notas que compõem infinitas melodias”. Elas podem dizer muito para a Jornada do Ser que muda de Casa. E isto não é uma metáfora. Tal Conhecimento está posto em 3ª Dimensão como uma chave para a Jornada do Ser porque a Existência é expressão da Matemática Divina. E... “A Matemática Divina é Prefeita”. É oportuno ler os Sinais... Prestar atenção às migalhas de pão deixadas para indicar o Caminho... Porque estamos afinando a consciência para a Sinfonia Cósmica.

116

Sinfonia

Eu fico imaginando a Terra e o universo que a cerca, imersos em uma bolha de 3ª Dimensão. Uma fina camada... De fato, um véu que separa esta tela tridimensional das outras dimensões. Fico imaginando que esta película se desmancha a ponto de ser possível a um número significativo de partículas do que Eu Sou alcançarem a 5ª Dimensão, morada do Corpo de Luz. Imagino, então, que para estas partículas que rompem a bolha, a 3ª Dimensão jamais será a mesma. Elas ouvem e expressam cada vez mais a voz de um só Corpo de Luz. Elas sabem que são um embrião... a semente deste Corpo, que podemos chamar de Anjo. Elas lembram que vivem o enredo de um sonho... e que este enredo abriga inúmeros personagens e cenários projetados em uma grande tela de 3ª Dimensão, que nos acostumamos a chamar de Terra. Elas lembram que já habitam a 5ª Dimensão... esta porta de passagem para tantos Cosmos e o último ensejo para a matéria. Elas lembram que a 3ª Dimensão é ilusória e enxergam os Sinais que vêem na tela. Elas aprendem a ter uma compreensão amorosa por este derradeiro enredo de um sonho chamado 3ª Dimensão. E elas já são muitas... muitas... Eu posso ouvir os seus acordes. Elas estão mudando de Casa. E começam a ouvir a Sinfonia Cósmica. Então, me dou conta de que tudo isto não é só imaginação...

117

Queridos, Entramos na reta final (que, afinal, não é tão reta assim...) de um Tempo Cósmico muito especial para a Existência em 3ª Dimensão. Uma Alvorada, eu diria... Quando iniciei um blog, em 2006, o propósito era partilhar. Tal propósito está cumprido. E já entramos em outra fase da Viagem. As partículas ouvem cada vez mais as lições do Corpo de Luz, sem a ajuda de intermediários. Assim, deixo apenas um último Ensinamento, recentemente enviado: “O Mestre parece ensinar... Mas... Ele está lá, para o discípulo se tornar... Senão, um Mestre Ele não seria.” De fato, um átomo só existe porque as minúsculas partículas que o compõem, doam amorosamente sua energia para aquela existência. Na verdade, não doam... retribuem o privilégio de existir, enquanto se tornam o próprio átomo. E, “Tal qual em cima...” Acredito que é disto que trata o manual para um monólogo amoroso em todo o seu conjunto. Uma compreensão amorosa sobre esta transmutação. E, para que dizer mais, não? Obrigada e Boa Viagem! “Que a compreensão amorosa permaneça abrindo suas asas generosas a todas as partículas do que Eu Sou!” Um abraço fraterno, adriana

Outono de 2008

118

CONTATO COM A AUTORA adrianacasim@yahoo.com.br

Impressão e Acabamento:

Gráfica Scortecci
Telefax: (11) 3815-1177 www.graficascortecci.com.br grafica@graficascor tecci.com.br