You are on page 1of 6

O Circo dos Irmãos Thiannate

Por Baden "O maior espetáculo da Terra, um fabuloso circo itinerante com atrações fantásticas, vindas dos quatro cantos de Arton".

Os Thiannate
Bahannut Thiannate, um jovem e inexperiente comerciante de Sambúrdia, sempre gostou tanto de crianças quanto de negócios. E foi com sua grande força de vontade e trabalho árdua que pôde criar seus quatro filhos mesmo depois da morte de sua mulher e ainda acumular uma grande quantidade de bens. Há alguns anos, seus filhos sentiram-se responsáveis o suficiente para tocar seu próprio negócio. Após muita insistência, comprou um circo capenga pensando tratar-se apenas de mais um capricho de seus filhos, e propôs que tomassem conta dele. Ao contrário do esperado, os quatro irmãos, que antes só brigavam, uniram-se e em pouco tempo produziram um enorme show, recuperando rapidamente o investimento, para alívio do pai, que financiava a aventura. Vasser F1 H2 R1 A0 PdF0, Meio-elfo, Riqueza, Marketing (de Manipulação e Artes). Con 11 For 9 Dex 11 Agi 12 Int 15 Will 12 Per 14 Car 16, Publicitário de 5º nível Espada Curta 20/20, Etiqueta 40%, Publicidade 60%, Diplomacia 30%, Burocracia 10%, Barganha 20%, Lábia 35%, Impressionar 40%, Montaria 40% Aprimoramentos: Contatos 3, Recursos 4 O mais velho é também o mais alto dos Thiannate. Vasser é magro, tem traços delicados, cabelos azul-esverdeados e olhos azuis. Um de seus passatempos favoritos costuma ser perturbar Eriph ("Ele é muito competitivo, não sabe perder!"), e sair de cena pouco antes do irmão explodir. Sempre extrovertido, bem humorado e muito criativo, Vasser é quem cuida da imagem do circo, fazendo fortes campanhas publicitárias e espalhando o nome do grande Circo dos Irmãos Thiannate pelos "quatro cantos de Arton", como costuma dizer em um de seus slogans, e que costuma enervar seu irmão ("Mas são só três, TRÊS!"). Quando perguntado sobre esse assunto, Vasser diz que é porque o circo tem "algo a mais", e a curiosidade por saber o que isso é atrai gente de todos os cantos (sejam eles três ou quatro) de Arton. Como estratégia adicional para atrair espectadores, Vasser costuma partir uma semana antes dos outros para organizar as coisas pelo caminho e anunciar a chegada do circo. Eriph F2 H1 R1 A0 PdF0, Meio-elfo, Riqueza, Apresentação (de Artes) e Máquinas. Con 15 For 14 Dex 12 Agi 12 Int 11 Will 10 Per10 Car14, Apresentador 3º nível/ Administrador 4º nível Montaria 30%, Briga 20/20, Espada curta 20/20, Carpinteiro 30%, Administração 60%, Apresentação 40%, Impressionar 30%, Aprimoramentos: Contatos 2, Recursos 4, Pontos Heróicos 2

O mais forte dos filhos de Bahannut tem pele morena, cabelos ruivos, olhos castanhos, braços fortes e tronco volumoso. Pode-se dizer que "viver intensamente" é o lema de Eriph Thiannate. Explica-se: possui um humor extremamente variável, o que pode torná-lo furioso, inquieto, ou feliz de uma hora para outra, mudança causada por um simples gesto. Algo que parece realmente elevar seu estado de espírito é apresentar-se. É ele que comanda as apresentações do circo, coordenando as atrações. Ele também é responsável pela manutenção e conserto de coisas no circo, chegando a colocar a mão na massa algumas vezes. Adora competir, especialmente se puder vencer seu irmão mais velho: a rivalidade entre Vasser e Eriph já é algo bastante conhecido (e comentado) entre os trabalhadores do circo, e costuma irritar Mireny, enquanto Dinks parece se divertir com ela. Ultimamente Eriph tem sido visto freqüentemente conversando com Moudjuushu, e parece que ambos estão se tornando grandes amigos. Mireny F0 H0 R0 A0 PdF0, Meio-elfo, Riqueza, Contabilidade (de Ciências) e Barganha (de Manipulação), Aparência Inofensiva. Con 10 For 8 Dex 11 Agi 10 Int 17 Will 15 Per 14 Car 15, Administradora de 6º nível Etiqueta 40%, Barganha 60%, Burocracia 30%, Contabilidade 40%, Lábia 35%, Montaria 20% Aprimoramentos: Contatos 3, Recursos 4 Cabelos loiro-rosados, olhos azuis, pele clara e única garota entre os Thiannate, Mireny é a mais centrada e realista dos quatro irmãos. Extremamente prática e determinada, simplesmente não entende Dinks ("Como pode ser tão avoado??"), apesar de ele ser seu melhor amigo. É a encarregada da ala financeira do circo, que comanda com mãos de ferro. Pode ser muito materialista, especialmente quando se trata de dinheiro. Sua eficiência é tamanha que seus irmãos confiam a ela grande parte de seus patrimônios pessoais. Certas vezes chega a ser chamada de anti-social por não ir assistir às apresentações, mas isso se deve ao fato de ela trabalhar muito. Sua beleza (e riqueza!) costumam atrair vários pretendentes, mas Mireny não chega a ter envolvimentos românticos: Vasser e Eriph costumam atuar como verdadeiros cães de guarda quando percebem que ela conversa com homens e não está falando de negócios... Dinks F1 H3 R1 A0 PdF0, Meio-elfo, Riqueza, Aceleração, Esportes. Con 12 For 12 Dex 11 Agi 15 Int 10 Will 12 Per 14 Car 12, Acrobata de 4º nível Acrobacias 60%, Trapézio 50%, Esquiva 30%, Escapismo30%, Arremesso 25%, Salto 30%, Natação 20%, Etiqueta 10% Montaria 10% Aprimoramentos: Pontos heróicos 2, Recursos 4 Magro, de pele clara, olhos verdes e cabelos extremamente negros, Dinks é o caçula da família, e também o mais sonhador entre eles. Junto com sua parceira Thaís, ele lidera as apresentações aéreas do circo, desde acrobacias no trapézio até equilíbrio na corda bamba. Thaís, aliás, vem se tornando cada vez mais amiga de Dinks: ela mostra-se capaz de entender e compartilhar sua paixão pelas alturas, e ambos têm treinado juntos no trapézio durante todo seu tempo livre. Toda essa atenção de Dinks para Thaís e os boatos entre os funcionários de que haveria entre eles mais que amizade parecem enciumar Mireny, que tem no irmão seu maior amigo. Dinks adora Mireny (apesar de achar que ela se preocupa demais com coisas simples), e considera as discussões entre Vasser e Eriph muito engraçadas ("Assistir a uma delas é uma das poucas coisas que me faz parar de treinar.").

O Circo
Extremamente pomposo, com três enormes e finamente trabalhadas tendas principais, interligadas por grandes túneis de lona e capazes de fazer apresentações simultâneas em seus três picadeiros. O visitante, ao chegar no circo, se depara com as três grandiosas estruturas principais, rodeadas de tendas menores, onde acontecem jogos, rifas e pequenas apresentações, além de barracas de venda de sanduíches, gorad e outras guloseimas. Dentro das tendas principais, o verdadeiro espetáculo: em cada tenda, quatro mastros principais de quase dezoito metros e na parte superior de cada lona, relativa ao centro de cada picadeiro, uma abertura para que possa entrar ar e luz, possibilitando a acomodação confortável de até setecentas pessoas em cada um dos três conjuntos de arquibancadas. Note que, em sua lotação máxima, o circo supera até mesmo a grande arena imperial de Valkaria. Cada picadeiro apresenta números de malabarismo, contorcionismo, trapézio, pirâmide humana, ilusionismo, domínio de animais exóticos e/ou selvagens, palhaços, música e muita diversão. É praticamente impossível não voltar a ser criança em meio àquelas belezas, cores, sons e emoções. Atrações menores, tais como "Itty, a mulher realmente barbada", uma halfling depressiva que sofre de problemas hormonais, "Tarrasque, o esqueleto mais forte do mundo" - morto-vivo desprovido de fala fornecido ao circo por Vladislav - e "Madame Rozankobah, vê tudo, sabe tudo" (uma cigana petryniense com grande capacidade para inventar histórias, convencer os outros e que às vezes realmente vê o futuro!) podem ser encontradas dentro das pequenas barracas que rodeiam as três tendas principais. Há também vendedores de balões coloridos (alguns deles com formas de animais ou monstros, criados pelo Lorde Niebling), guloseimas - desde pipoca até as Delícias das Nuvens (pequenas nuvens coloridas, de sabor bastante adocicado)- e jogos como tiro ao alvo e pescaria, onde se pode ganhar pequenos prêmios. Entre as três grandes tendas há uma barraca de tamanho um pouco menor, ligada a cada uma delas por um corredor de lona. Esta barraca serve como administração do circo e comunicação entre as tendas principais; afinal, em pouquíssimo tempo as atrações mudam de uma tenda para outra, possibilitando apresentações simultâneas mesmo sem um grande número de atrações. O ingresso custa apenas dez tibares por pessoa e é cobrado na entrada de cada uma das grandes tendas, sendo a arrecadação levada de tempos em tempos para Mireny na administração. As atrações menores costumam ser cobradas separadamente, e custam entre dois e cinco tibares cada. Naturalmente, o transporte de tantos funcionários e equipamentos é bastante trabalhoso, sendo necessárias vinte carroças grandes e três menores, e cerca de vinte e oito cavalos. Durante a armação do circo, é feito um cercado para os cavalos e as carroças são convertidas em alojamentos para os circenses. Segundo o itinerário oficial, o circo parte de Malpetrim rumo a leste, passa por Fauchard, entra em Fortuna,ruma ao norte até Nimbarann, atravessa Lomatubar (parando em Ralandar e Barud), passa por Trodarr e Vallahim em Tollon, ruma na direção sul até Collen, onde faz apresentações em Kriegerr e Hoereen, entra em Ahlen, passa por Nilo e pela capital Thartann, atravessa o rio Yrlanyadish para finalmente entrar em Deheon, onde vai até Valkaria. O período que o circo passa em Valkaria costuma coincidir propositalmente com as visitas comerciais de Bahannut à cidade, para que a família possa se reunir uma vez por ano.

A caravana circense faz o mesmo caminho de volta a Malpetrim, onde participa da Grande Feira e segue no sentido oeste - Trandia, Kamalla, Altrin - até que entra em Hershey para visitar Ashven e Hocky. Nos últimos anos, devido à Praga Coral, o circo não tem entrado em Lomatubar, impedindo que faça a maior parte do trajeto. Vasser e Mireny estão discutindo a viabilidade de contornar Lomatubar pelo mar.

A Equipe
Após comprar o circo, os quatro irmãos decidiram que seria necessário contratar novos profissionais. Buscaram grandes talentos de cada posição, a fim de montar uma elite que poderia treinar mais artistas e coordenar as apresentações. Moudjuushu Ryou F3 H2 R4 A0 PdF0, Minotauro, Membros Elásticos (chicote), Perícia: Animais, Código do Caçador e dos Cavalheiros. Con 15 For 16 Dex 9 Agi 13 Int 13 Will 10 Per 14 Car 10, Domador de Feras de 5º nível Briga 40/40, Chicote 60%, Chifres 30%, Doma 55%, Tratamento de Aninais 20%, Treinamento de Animais 40%, Zoologia 35%. Obs: minotauros não montam outros animais. Aprimoramentos: Pontos Heróicos 4, Saúde de ferro Moudjuushu é um minotauro de gênio forte, corpo musculoso e “origem tamuriana” (foi criado por um nativo de Tamu-rá). Já estava no circo quando os Thiannate o compraram, e vivia em constantes discussões com os antigos donos. Propôs a Eriph um pacto de confiança mútua, que vem funcionando: "Vocês sempre me consultam no que disser respeito à minha área, e eu respeito suas decisões". Extremamente honrados, os tamurianos não têm a tradição escravista dos minotauros de Tapista, considerando que o amor de uma mulher deve ser recebido por merecimento, não pela força. Moudjuushu absorveu esse ponto de vista, mas sabe que isso, aliado à sua timidez em relação ao sexo oposto pode significar o fim de sua família, pois não tem coragem de se aproximar de Mireny, por quem é secretamente apaixonado. Além de grande respeito pelas mulheres, também nutre grande admiração por seus amigos, os animais, não os perturbando desnecessariamente. Apesar de não gostar de manter animais em cativeiro, entende que a bela Tamu-ra não existe mais e certas espécies agora ameaçadas não poderiam viver em liberdade, devido ao alto valor que adquiriram e ao grande número de caçadores. Então, prefere criá-los ele mesmo, com a ajuda do circo. Utiliza um chicote típico de Tamu-ra, chamado Kau-sin-Ke, para conter os animais mais arredios ou apenas para impressionar a platéia durante as apresentações. Arak F0 H1 R3 A0 PdF0, Kit: Ilusionista, Luz 5, Ar 5, Terra 3, Prestidigitação (de Artes), Lábia. Con 10 For 10 Dex 15 Agi 9 Int 14 Will 13 Per 15 Car 14, Ilusionista de 8º nível Cajado 30/30, Alquimia 30%, Astrologia 25%, Disfarce 30%, Escapismo 50%, Falsificação 40%, Ler e Escrever Valkar 50%, Prestidigitação 60%, Rituais 35%, Teoria da Magia 45%, Lábia 30% Aprimoramentos: Poderes mágicos 4, pontos heróicos 1, Ar 7, Luz 7 , Terra 5 Desde pequeno Arak foi interessado por pequenos truques do tipo: "A mão é mais rápida que a visão". Especializou-se na arte de enganar as pessoas a tal ponto que precisava de algo maior. Foi quando decidiu entrar para a Academia Arcana. Saiu-se tão bem nas aulas quanto era mal disciplinado, mas chamou a atenção pessoal do Magnífico Taandus, que o tomou como seu aprendiz

particular quando ele foi "convidado a se retirar" da academia... Formou-se em pouco tempo, com notas exemplares na matéria chamada Ilusão, de tal forma que entrou facilmente para o circo, passando a ocupar o posto de Ilusionista chefe. É atualmente conhecido por gostar de grandes imagens, podendo até criar um dragão em pleno vôo, se estiver de muito bom - ou muito mal humor. Não há mais mágicos no circo, por Arak achar que pode dar conta sozinho dos espetáculos. Aparenta ser um jovem loiro e belo, embora tudo isso possa ser apenas mais uma ilusão. Baden F0 H2 R1 A0 PdF1, Halfling Kit: Bardo (Artes, Crime, Idiomas), Ar 2. Con 9 For 7 Dex 15 Agi 15 Int 14 Will 11 Per 12 Car 13, Bardo de 5º nível Adaga 30/30, Atuação 40%, Camuflagem 20%, Canto 60%, História 30%, Disfarce 20%, Etiqueta 40%, Idioma: Valkar 20%, Ler e Escrever 30%, Instrumento Musical: Bandolim 50%, Lábia 20%, Sedução 20%, Rituais 20%, Subterfúgio 20%, Teoria da Magia 30% Aprimoramentos: poderes mágicos 2, Contatos 2, Pontos heróicos 1, Caminhos: ar 3 Dotado de excelente voz e muito talento, Baden veio de Fortuna para estudar no Conservatório Twilight de Gorendill, em uma das primeiras turmas, antes que o Conservatório atingisse o renome que tem hoje. Foi convidado para integrar o circo depois que Mireny viu uma de suas apresentações em uma pequena praça em Malpetrim, atraindo muita gente.Vasser e Eriph pensaram que Mireny contratou-o por estar interessada por ele, mal entendido que só foi desfeito (ao menos parcialmente) depois que Baden fez sua primeira apresentação oficial no circo. Vendo que a música de Baden realmente comovia o público, os homens da família passaram a dar mais crédito às opiniões de Mireny. Baden é atualmente famoso por sua magia de ampliação sonora Voz dos Ventos, que permite ampliar sons de forma a permitir a apresentação de um único músico para uma grande platéia. Thaís F1 H3 R2 A0 PdF2, Elfa, Kit: Herói dos Ventos (Levitação, Invisibilidade), Aparência Inofensiva. Con 10 For 11 Dex 11 Agi 14 Int 11 Will 16 Per 13 Car 14 Heroína dos ventos de 3º nível Acrobacias 40%, Vôo 60%, Trapézio 40%, Esquiva 40%, Escapismo30%, Adagas 20/20, Arremesso 30% Aprimoramentos: Vôo, Invisibilidade temporária, Pontos heróicos 2 Cabelos negros como a noite, olhos púrpura, um sorriso nos lábios, leveza ao falar e corpo escultural. Filha de um elfo-do-céu com uma elfa terrestre, Thaís herdou a determinação da mãe e, do pai, a paixão pelos ares (apesar de não ter asas). Assim, não foi surpresa que ela tenha conseguido, após pouquíssimo tempo de treinamento, tornar-se uma Heroína dos Ventos. Veio ao circo puramente pela possibilidade de passar o resto de seus dias no ar, e ainda receber por isso! Fazer piruetas no trapézio é brincadeira q uando não se depende mais de apoios sólidos. E a multidão simplesmente delira quando ela desaparece diante de seus olhos, para reaparecer segundos mais tarde, pendurando-se em um outro trapézio. Thaís não gosta muito do assédio do público, principalmente dos elogios à sua beleza. Dinks é aquele de quem Thaís mais gosta no circo, e com quem se dá melhor, principalmente se estiverem ambos nas alturas, em meio a acrobacias. Ghonzo F0 H2 R1 A0 PdF0 Goblin, Kit: Bufão. Con 11 For 10 Dex 13 Agi 16 Int 12 Will 11Per 12 Car17, Palhaço de 2º nível /Baloeiro de 1º nível

Salto 20%, Atuação 35%, Acrobacias 15%, Prestidigitação 15%, Pilotar Balões 10%, Empatia 30%, Impressionar 20%; Aprimoramentos: Azarado, Pontos Heróicos 1 O líder das artes cômicas do circo foi o último membro da Equipe e veio parar aqui por acidente, literalmente! Desempregado, tentou trabalhar de baloeiro durante a estada de Vectora em Malpetrim, que coincidiu com a passagem do circo pela cidade. Diz-se ainda na cidade que a melhor atração do circo é quando um goblin entra pelo respiradouro da tenda principal, amarrado por um dos pés a um balão, enquanto se debate freneticamente. O episódio ficou famoso e muitas pessoas passaram a ir ao circo só para ver o tal goblin. Assim, os irmãos se reuniram e d ecidiram que seria melhor contratá-lo. Gonzo é atrapalhado por natureza, mas mesmo assim é uma pessoa muito agradável (para quem gosta de rir, é claro).

Os Problemas
A boa reputação do circo só é arranhada por um triste fato em seu passado: um antigo membro da equipe, o malabarista e atirador de facas Sean Cavendish, meio elfo psicopata que mais tarde se tornaria membro do Grupo do Mal, achava "divertido" esfaquear pessoas até a morte enquanto elas dormiam. Foi uma série de assassinatos sem igual na história de Arton. Sean foi desmascarado, mas conseguiu fugir após ferir dois guardas. Este lamentável episódio, além de ter dado muito trabalho para limpar a imagem do circo, serviu de alerta para os donos, que agora proíbem a maior parte das atrações tidas como "perigosas": não há mais atiradores de facas ou engolidores de fogo, o canhão do homem bala foi desativado antes mesmo de sua estréia e as feras são vigiadas de perto por Moudjuushu, que toma o cuidado de mantê-las constantemente bem-alimentadas e treiná-las para não atacarem. Situação atual O circo vem passando por problemas financeiros gerados pela impossibilidade de chegar até Valkaria (o ponto do reinado onde o circo lota por mais tempo) devido à "barreira Lomatubar". Até agora a boa administração de Mireny e o aumento da publicidade realizada por Vasser têm conseguido evitar prejuízos. A saída mais visível seria a travessia de Fortuna para Tollon pelo mar, que possibilitaria a chegada em Valkaria; porém, a viagem de navio é muito dispendiosa, e no momento não há recursos suficientes para tal investimento. Recentemente, têm ocorrido vários pequenos acidentes durante treinos e apresentações, que até agora foram mantidos em segredo do público através de muito improviso e pensamento rápido por parte dos artistas. Contudo, tais acidentes vêm se tornando mais freqüentes e cada vez mais perigosos, apesar de ninguém ter se ferido ainda. Autores Alex C. Lopes “Baden” badenobardo@bol.com.br dramlopes@uol.com.br Henrique C. Barbieri nicar48@uol.com.br

Related Interests