Não Acredito Em Fantasmas

9 de outubro de 2013 Rev. Alcenir Oliveira
“... por meio da Lei eu morri para a Lei, a fim de viver para Deus. Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim”, Gálatas 2:19-20.

Não existe efeito tão avassalador para as emoções e a razão humanas do que participar dos momentos finais da vida de alguém, ver seu corpo ser levado de volta à terra, mas posteriormente encontrar com a mesma pessoa viva e em plena saúde. Em um romance de Lee Child, seu personagem faz parte da polícia interna do exército americano. Dentre suas atividades há algumas ultra secretas, como a queima de arquivo. Ele presenciou a execução na Califórnia de um desertor que vendia segredos industriais militares. Certo dia ele viu esse mesmo indivíduo saindo de um teatro em Boston. A expressão dele foi de que não acreditava em fantasmas e então teria que descobrir a verdade. Descobriu depois que este não tinha morrido. Não foi o que aconteceu com Lázaro que foi visto por centenas de pessoas amigas e conhecidos, por pertencer a uma família muito popular em sua cidade. Quando Jesus Cristo chegou e o ressuscitou, provocou reações espetaculares das pessoas que o viram vivo depois de ter presenciado seu sepultamento. Isso levou essas pessoas a uma única conclusão possível: Quem fez isso acontecer é Deus, o filho do Deus vivo, Jesus Cristo! Se eu disser que é possível alguém ressuscitar sem morrer, muitos vão dizer que eu “pirei”, e não é sem razão, porque só quem morre pode ressuscitar. Mas o apóstolo Paulo disse que ele ressuscitou sem passar pela morte! Você deve estar querendo saber como é que vou explicar isso. Pois você vai entender. E darei glórias a Deus se tiver acontecido o mesmo com você! “Por meio da lei eu morri para a lei, a fim de viver para Deus”, diz Paulo. Ele continua dizendo que foi crucificado com Cristo e agora, não é ele mais que vive, mas Cristo vive nele. Os Judeus criam que estavam cumprindo a lei quando torturaram e mataram Jesus Cristo, ou seja, por meio da lei. Os Judeus fizeram o que eles achavam que a Lei queria que eles fizessem, vendo pecado e crime em quem não tinha. Cristo morreu pelos pecados ou crimes que ele não cometeu; esses pecados eram os de Paulo e os nossos, de todos aqueles que foram lavados por aquele sangue que impregnou a cruz do Calvário. Quando isso aconteceu, Paulo e todos os que creram, os que crêem e os que ainda vão crer em Jesus Cristos morreram, mas ressuscitaram com Cristo. E agora todos podem dizer com Paulo “agora já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim, pois a vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus que me amou e se entregou por mim”. Quando a missão estiver cumprida aqui, nossas atividades se encerram. O corpo, “... o pó volta à terra, de onde veio, e o espírito volta a Deus, que o deu”, Ecl 12:7. Na ressurreição, nos será dado um corpo incorruptível que não estará mais sujeito à morte para sermos cidadãos eternos do Reino de Deus! Esse será o corpo glorificado, semelhante ao corpo de Cristo depois da ressurreição. Tenho certeza que, se você pode dizer o mesmo que Paulo, é candidato a esse corpo glorificado e ao título de Cidadão do Reino dos Céus! Se não é, ainda há vaga para o título de Cidadão do Reino. É de graça! Pela fé! Basta crer, confessar-se pecador, pedir o perdão e receberá a vida eterna! Deus abençoe o seu dia e lhe a paz que excede a todo entendimento! Rev. Alcenir Oliveira Venha nos visitar! Somos uma família de Cidadãos do Reino de Deus! Come to visit us! We are a family of citizens of the Kingdom of God! Igreja Presbiteriana da Bay Area - IPBA (Richmnond, CA)

Ministério de Língua Portuguesa Portuguese Language Ministry First Presbyterian Church Richmond 3415 Barrett Ave, Richmond, CA 94805 http://www.iprichmond.com http://www.iprichmond.com/youtube http://www.iprichmond.com/sermoes

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful