(nome do empreendimento

)
CADERNO DE ENCARGOS
CONDIÇÕES TÉCNICAS ESPECIAIS - Execução dos trabalhos
(Projecto geral; projecto de fundações; projecto de estruturas, etc..)
(Cliente)
ALVENARIA À VISTA Código

Autoria: (nome da empresa autora)
João Flores
Coordenação do projecto:
Elaborado Verificado Data Emissão Controlado Data

Pág. 1 de 5

1.1. ÂMBITO

Esta especificação aplica-se aos trabalhos de realização de alvenaria à vista, compreendendo
esta designação todo aquele cujos paramentos expostos não foram objecto de qualquer acção de
tratamento pelo exterior a posteriori. A estes trabalhos, correspondem os seguintes artigos do
mapa de trabalhos:
- artº- ...... – ....;
Estes trabalhos encontram-se detalhados nos seguintes desenhos do projecto:
- ....
Esta especificação não se aplica a alvenaria revestida ou destinada a sofrer tratamentos de
superfície. As características indicadas nesta especificação são independentes daquelas relativas
à execução de trabalhos de alvenaria com função estrutural ou alvenaria armada.

1.2. MATERIAIS E TRABALHOS CORRELACIONADOS

Na realização dos trabalhos objecto desta especificação intervêm os seguintes materiais e
elementos de construção, cujas características deverão ser conformes ao especificado nas
respectivas fichas de Caderno de Encargos:

- argamassa de assentamento;
- alvenarias.

Os trabalhos em apreço relacionam-se ainda com os seguintes trabalhos, cujas características
deverão ser conformes ao especificado nas respectivas fichas de Caderno de Encargos:

- paredes divisórias em tijolo;
- paredes com função estrutural;
- sistemas integrados de construção em alvenaria;
- alvenaria armada.

1.3. CONDIÇÕES GERAIS

O Empreiteiro deverá fornecer todos os materiais, equipamento, mão-de-obra e serviços
necessários à execução dos trabalhos referentes a alvenarias à vista especificados no projecto. O
empreiteiro respeitará integralmente os pormenores do projecto, em especial os contidos nos
desenhos de execução. A recepção dos materiais em obra deve garantir e verificar que estes
correspondem às exigências de projecto, que apresentam a uniformidade desejada e que não
sofreram qualquer deterioração durante o transporte. Dada a função arquitectónica, concorrente
com a função estrutural e construtiva da alvenaria à vista, deverão ser tomadas todas as
precauções para evitar a ocorrência de defeitos que possam danificar a qualidade da superfície
final da alvenaria.

(nome do empreendimento)
CADERNO DE ENCARGOS
CONDIÇÕES TÉCNICAS ESPECIAIS - Execução dos trabalhos
(Projecto geral; projecto de fundações; projecto de estruturas, etc..)
(Cliente)
ALVENARIA À VISTA Código

Autoria: (nome da empresa autora)
João Flores
Coordenação do projecto:
Elaborado Verificado Data Emissão Controlado Data

Pág. 2 de 5

1.3.1 Argamassas de assentamento

A argamassa de assentamento das alvenarias será normalmente constituída pelo seguinte traço
(em volume):
-

1.3.2- Levantamento da parede em zona corrente

Depois de ser verificado (ou corrigido) o nivelamento do pavimento – com régua de 2 metros –
marcam-se as paredes de acordo com o projecto de execução (plantas, alçados e cortes).
Para realizar esta marcação, aplica-se uma fina camada de argamassa de cimento e areia (com
largura compatível com a espessura da parede a marcar) na qual se implantam primeiramente os
ângulos, seguindo-se os alinhamentos rectos e a localização das aberturas.

Os elementos serão dispostos em fiadas, atendendo-se ao tipo de parede determinado no
projecto, de modo a conseguir-se um bom travamento. Os parâmetros destas alvenarias serão
perfeitamente planos, conforme indicado no projecto.

Na construção destas paredes, ter-se-á o cuidado de não empregar os tijolos sem os mergulhar
em água durante alguns segundos, não se devendo assentar nenhuma fiada, sem previamente
se humedecer a fiada precedente.No assentamento dos tijolos deverá merecer especial atenção
a verticalidade das paredes, não sendo de aceitar um desvio, entre pavimentos de mais de 10mm
nesta verticalidade.

As juntas horizontais e verticais devem ser feitas para que não haja descontinuidades entre a
argamassa das mesmas. Quaisquer que sejam os tipos de muros ou paredes e a natureza da
alvenaria, o perfil das juntas das alvenarias exteriores à vista não se devem opor ao escoamento
das águas superficiais.

As argamassas das juntas devem ser preparadas à medida da montagem da parede de
alvenaria, para evitar a sua dissecação e consequente perda de trabalhabilidade. A argamassa
estender-se-á em camadas mais espessas do que o necessário a fim de que, comprimidos os
tijolos contra as juntas e leitos, a argamassa ressuma por todos os lados. A espessura dos leitos
e juntas não será superior a 1cm.

O espalhamento da argamassa na junta horizontal, criando o leito de assentamento, pode
abranger, de cada vez, o comprimento de um ou mais blocos, dependendo do ritmo de aplicação
e das condições climatéricas.Com tempo seco severo é preferível a aplicação da argamassa tijolo
a tijolo, para evitar a sua dessecação precoce e a diminuição de trabalhabilidade.

O fecho superior das paredes contra lajes ou vigas deve ser feito alguns dias depois. No fim de
cada dia de trabalho as paredes devem ser protegidas com filme plástico para evitar uma
secagem demasiado rápida ou para as resguardar da chuva. Qualquer erro no posicionamento
inicial do bloco que não possa ser corrigido com ligeira percussão, deve ser corrigido mediante o
levantamento do bloco, retirando completamente a argamassa das juntas e tornando a executar a
(nome do empreendimento)
CADERNO DE ENCARGOS
CONDIÇÕES TÉCNICAS ESPECIAIS - Execução dos trabalhos
(Projecto geral; projecto de fundações; projecto de estruturas, etc..)
(Cliente)
ALVENARIA À VISTA Código

Autoria: (nome da empresa autora)
João Flores
Coordenação do projecto:
Elaborado Verificado Data Emissão Controlado Data

Pág. 3 de 5

operação com argamassa fresca. Nos cunhais e ângulos das paredes deverá haver um especial
cuidado de modo a que os blocos fiquem bem travados entre si. Terminada a execução de cada
pano de parede é necessário proceder às seguintes verificações:

- alinhamento das fiadas;
- verticalidade, planeza e ortogonalidade das paredes;
- alinhamento da parede com as paredes confinantes do mesmo piso e com a estrutura;
- alinhamento com as dos outros pisos (caso existam);
- aspecto geral das juntas (sem rebarbas, sem irregularidades e com espaçamento regular);
- dimensão das juntas horizontais;
- completo preenchimento das juntas verticais de ligação à estrutura de betão armado;

A aplicação do isolamento pelo interior é executado após a conclusão e secagem das alvenarias
e deve ser encarada como uma actividade de revestimento especial. A face interna das paredes é
revestida por uma capa à base de um ligante hidráulico executado da seguinte forma:

- aplicação manual: execução dum reboco que cobra totalmente a alvenaria, seguida duma
segunda camada aplicada com uma talocha;
- aplicação por projecção: aplicação duma só camada.

As dosagens e espessuras dependem da classe de exposição da parede.

1.3.3- Alvenaria em contacto com o terreno

As paredes de alvenaria devem ser protegidas da água dos solos (humidade por capilaridade).
Essa protecção pode ser efectuada por uma barreira de betão armado ao nível do soalho do rés-
do-chão ou do lajeamento sob toda a alvenaria. Esta barreira deve elevar-se pelo menos 5 cm
acima do solo, como demonstra a figura seguinte.



Nos casos em que tal não for possível é necessária uma barreira protectora que não se pode
elevar a mais de 15 cm do solo, como demonstra a figura seguinte.

(nome do empreendimento)
CADERNO DE ENCARGOS
CONDIÇÕES TÉCNICAS ESPECIAIS - Execução dos trabalhos
(Projecto geral; projecto de fundações; projecto de estruturas, etc..)
(Cliente)
ALVENARIA À VISTA Código

Autoria: (nome da empresa autora)
João Flores
Coordenação do projecto:
Elaborado Verificado Data Emissão Controlado Data

Pág. 4 de 5



1.3.4- Pontos singulares

1.3.4.1- Vãos e corte do tijolo

O corte do tijolo pode ser feito manualmente com pequenos golpes de martelo ou por meios
mecânicos (serra circular com arrefecimento a água). Quer na ligação às estruturas de betão
armado, quer nos vãos, o topo cortado deve ficar voltado para o interior da parede, isto é, deve
constituir a última junta vertical interior e não a ligação ou extremidade. Na execução de vãos
devem usar-se moldes ou pré-aros indeformáveis que permitam a execução da parede nas
dimensões exactas.

1.3.4.2- Roços para alojamento de cabos e tubagens

O planeamento dos traçados e a sua marcação devem ser rigorosos e a abertura limitada ao
mínimo indispensável. Os roços não devem afectar, se possível, mais do que um alvéolo do
bloco, tendo o cuidado, de recobrir convenientemente as tubagens. Nos roços de maior
dimensão, pode ser útil preencher o roço com argamassa e pequenos fragmentos de tijolo.

1.4. CRITÉRIOS DE MEDIÇÃO

A medição será realizada em:

- m
2
para espessuras inferiores ou iguais a 0,35 m;
- m
3
para espessuras superiores a 0,35 m;

Os comprimentos serão determinados segundo formas geométricas simples. As alturas das
paredes de fundação serão a distância entre o plano superior das sapatas e a camada de
impermeabilização ou o nível superior do tosco do primeiro pavimento. As alturas, imediatamente
acima das paredes de fundação, serão definidas a partir da camada de impermeabilização ou do
(nome do empreendimento)
CADERNO DE ENCARGOS
CONDIÇÕES TÉCNICAS ESPECIAIS - Execução dos trabalhos
(Projecto geral; projecto de fundações; projecto de estruturas, etc..)
(Cliente)
ALVENARIA À VISTA Código

Autoria: (nome da empresa autora)
João Flores
Coordenação do projecto:
Elaborado Verificado Data Emissão Controlado Data

Pág. 5 de 5

nível superior do tosco do primeiro pavimento. Em construções com estrutura resistente de outro
material, as medidas serão determinadas entre as faces dos elementos resistentes.

1.5. SEGURANÇA E SAÚDE

Todos os trabalhadores afectos à execução desta tarefa devem estar protegidos, no desempenho
das suas funções, dos riscos inerentes a esta tarefa. Devem ser aplicados os equipamentos de
protecção Colectiva e Individual conforme o indicado no Plano de Saúde e Segurança, dos quais
se destacam os seguintes:

Riscos
Medidas de protecção
colectivas
Medidas de protecção
individuais
Queda em altura
Utilização de guarda-
corpos nas bordaduras das
lajes dos pisos e aberturas
neles existentes;
Montagem de redes de
protecção exteriores;
Montagem de redes de
grande extensão;
Execução adequada de
andaimes e plataformas de
trabalho;
Correcta utilização da
escada de mão.
Utilização de cinto de
segurança.
Queda ao mesmo nível
Limpeza do estaleiro e
arrumação de materiais e
equipamentos;
Delimitação das zonas de
circulação.
Calçado de sola anti-
derrapante.
Queda de objectos
Execução de rodapé nos
guarda-corpos;
Colocação de uma rede de
protecção na periferia do
edifício;
Execução de passadeiras
com cobertura de
protecção.
Utilização de capacete de
protecção;

Utilização de botas de
palmilha e biqueira de aço.
Intempéries, insolação
Suspensão dos trabalhos
em condições climatéricas
desfavoráveis (chuva,
vento forte).
Utilização de equipamento
de protecção adequado
(vestuário).