1º BLOCO ........................................................................................................................................................................................... 2 I. II. Brasil ...................................................................................................................................................................................... 2 Aspectos Econômicos ............................................................................................................................................................ 2 Extrativismo - Animal ......................................................................................................................................................... 2 Extrativismo - Vegetal ........................................................................................................................................................ 4 Extrativismo - Mineral ........................................................................................................................................................ 7 Plataforma Continental ...................................................................................................................................................... 8 2º BLOCO ......................................................................................................................................................................................... 11 I. Brasil - Vegetação ................................................................................................................................................................ 11 Rendimento...................................................................................................................................................................... 11 Finalidade ........................................................................................................................................................................ 11 Técnicas .......................................................................................................................................................................... 12 II. Pecuária no Brasil ................................................................................................................................................................ 14 Formas de Criação .......................................................................................................................................................... 14 Principais Rebanhos - Áreas de Criação ......................................................................................................................... 15 3º BLOCO ......................................................................................................................................................................................... 19 I. Industrialização Brasileira .................................................................................................................................................... 19 Processos Históricos - Períodos ...................................................................................................................................... 19 4º BLOCO ......................................................................................................................................................................................... 27 I. Os Grandes Ecossistemas................................................................................................................................................... 27 Evolução Histórica dos Impactos Ambientais .................................................................................................................. 27 II. III. Conferências Ambientais ..................................................................................................................................................... 30 Problemas Ambientais Brasileiros........................................................................................................................................ 32

I. BRASIL II. ASPECTOS ECONÔMICOS EXTRATIVISMO Extrativismo segundo Raymundo Laranjeira, “... Extração ou captura de produtos vegetais e animais...” O extrativismo pode ocorrer em 3 formas, vegetal, mineral e animal.

EXTRATIVISMO - ANIMAL O Extrativismo animal, se baseia em 2 principais áreas, que é a caça e a pesca. CAÇA

A Caça no Brasil é proibida sendo amparada na lei a sua proibição, porém ela pode ser autorizada. Quando a caça for para subsistência, sobrevivência do individuo, por exemplo, as tribos Indígenas, povos da floresta amazônica, etc., a caça é permitida nesses casos.

38% são cultivados).25 milhões de toneladas de pescado (deste total. Atualmente o País produz em torno de 1. O primeiro porto pesqueiro do Brasil é o de Laguna. localizado no atual estado de Santa Catarina.PESCA O Brasil é um país que não tem a cultura da extração píscea. As formas de pesca e seus principais locais segue na tabela abaixo: Principais países aos quais utilizam das técnicas de extração ictíaco no mundo. .

Graças a ela. temos que dar um destaque principal à exploração de madeira.EXTRATIVISMO . como destaque do extrativismo vegetal. EXPLORAÇÃO DA MADEIRA Neste tópico. como segue no esquema: . o homem deixou de ser nômade (modo de vida baseado na caça e coleta de alimentos) e passou a ser sedentário (modo de vida baseado no cultivo de plantas e domesticação de animais). principalmente na parte de extração da mata atlântica. e uma atividade que teve seu “inicio” na época do Brasil-Colônia. O extrativismo vegetal no Brasil. Podemos apontar na atualidade. pois antecedeu a agricultura e a pecuária. e da exploração do pau Brasil.VEGETAL A prática da agricultura surgiu há aproximadamente 12 mil anos. a exploração de madeira. na colonização.

html 16/10/2012 .com/natureza/noticia/2012/10/floresta-amazonicaperde-431-km-de-area-em-setembro-aponta-imazon.globo.http://g1.

madeira.Outros destaques da exploração vegetal: Pará Castanha-do-pará Amazonas Látex. Ceará. açaí. ATENÇÃO: Prestar a atenção para os fatores que determinam o extrativismo. além dos impactos para o meio ambiente. . castanha-de-cajú e o buriti. quando é feito de maneira adequada. e suas formas. palmito. piaçava. coco.) Piauí. Rio Grande do Norte e Bahia Carnaúba. Maranhão e Tocantins (A Pecuária tem gerado uma destruição de áreas férteis para o plantio) -Babaçu (Encontra-se na mata dos cocais. LEMBRANDO que o extrativismo não é uma coisa ruim.

5 biliões de anos.br/especial/mineracao-em-terrasindigenas-e-debatida-no-para-id319203.br/arquivos/album/115/arq_676. Principais áreas mineralógicas do Brasil: .html MINERAIS METÁLICOS E NÃO METALICOS Sua formação teve inicio na era pré-cambriana(A mais antiga e mais vasta divisão do tempo geológico).MINERAL http://www. no período proterozoico.EXTRATIVISMO .dci. 32% é do período arqueozoico e os outros 4% é do período proterozoico. á 4.com.jpg http://www. O Brasil tem 36% da formação de seus mineiras na era pré-cambriana.asminasgerais.com.

Processo histórico no Brasil 1937 .criação da Petrobrás (Getúlio Vargas) 1968 .PETRÓLEO NO BRASIL O petróleo é um combustível fóssil. E a área onde é encontrada.criação do CNP .Conselho Nacional do Petróleo (atual ANP. Era Geológica de formação é a Mesozoica e a era Cenozoica.Agência Nacional do Petróleo) 1953 . a qual tem origem através de restos orgânicos de animais e vegetais depositados no fundo de lagos e mares sofrendo transformações químicas ao longo de milhares de anos.novas descobertas –(Pré-sal) ÁREAS DE EXPLORAÇÃO DO PETRÓLEO PLATAFORMA CONTINENTAL . são as bacias sedimentares.quebra do monopólio da Petrobrás (FHC) 2006 .início da exploração na plataforma continental 1996 . 2008/09 .autossuficiência em reservas.

O Brasil tem o direito de explorar os recursos encontrados no subsolo. sem o conhecimento do Brasil. atingindo as bacias oceânicas. compõe aquilo que é chamado de margem continental. (ZEE) O conjunto de campos petrolíferos do pré-sal se estende entre o litoral dos estados do Espírito Santo até Santa Catarina. São reservas com petróleo considerado de média a alta qualidade. . chama-se plataforma continental à porção dos fundos marinhos que começa na linha de costa e desce com um declive suave até o talude continental (onde o declive é muito mais pronunciado). porém submersa. lançar cabos. a parte ainda pertencente à crosta continental. segundo a escala API. com profundidades que variam de 1000 a 2000 metros de lâmina d’água e entre quatro e seis mil metros de profundidade no subsolo. incluindo uma camada que varia de 200 a 2000m de sal. a plataforma continental desce até uma profundidade de 200 metros. Em média. Estão localizadas nas águas territoriais brasileiras e na zona econômica exclusiva. isto é. A plataforma. juntamente com o talude continental e os depósitos sedimentares. Ê no fundo oceânico que o Brasil encontrou o pré-sal As reservas de petróleo encontradas na camada pré-sal do litoral brasileiro estão dentro da área marítima considerada zona econômica exclusiva do Brasil. chegando portanto a até 8000m da superfície do mar.PLATAFORMA CONTINENTAL Em oceanografia. porem qualquer país pode navegar. geomorfologia e geologia. quando existentes.

c) A rápida ocupação empresarial e capitalista. Na última década a ampliação das reservas e da extração de petróleo no Brasil foi possibilitada pela descoberta de novos campos localizados principalmente nas bacias sedimentares: a) b) c) d) e) do Amazonas. tem provocado interferências profundas e irreversíveis no meio Amazônico. as madeireiras abrem brechas enormes na vegetação. na Amazônia. do Planalto Atlântico. da Plataforma Continental. GABARITO 1-B 2-C . b) O ecossistema amazônico. 2. e) O aumento do número de pequenas e médias propriedades para o desenvolvimento de atividades produtivas na Amazônia tem representado verdadeiros desastres ecológicos. d) As condições ambientais ligadas ao clima quente e muito úmido têm acentuado a dificuldade de ocupação permanente da Amazônia. "Na Amazônia. tem impedido a ocupação efetiva de seu espaço e tornado a região pouco atraente aos investimentos. a) A coexistência da floresta com as atividades produtivas tem representado um dos obstáculos ao desenvolvimento da Amazônia. do Recôncavo Baiano." Assinale a alternativa que exprime o conteúdo do texto. Espaços de pastagens homogêneas substituem a mata.EXERCÍCIOS 1. do Meio-Norte. muito resistente. A vegetação original não se regenera e a erosão pluvial age de forma destruidora. Culturas agrícolas de mercado se espalham extensivamente sobre antigas áreas florestadas.

I. Produção por homem. Mão-de-obra escassa e não-qualificada. FINALIDADE Subsistência Próprio consumo. Baixo rendimento. Baixo acompanhamento técnico. Terra abundante. Suas características são: Grande acompanhamento técnico. Suas características são: Praticada em grandes áreas. Comercial Mercado (interno ou externo). Rotação de solos. Pequeno rendimento. BRASIL . Uso contínuo do solo Rotação de cultivos Fertilizantes Seleção de sementes Seleção de espécies Mecanização Grande rendimento Produção por hectare Mão-de-obra abundante e qualificada Terra escassa Praticada em pequenas áreas. Desflorestamento. Extensiva: É o tipo de sistema mais utilizado. Dentro do sistema extensivo aparece outro sistema conhecido popularmente como “roça”. e que no Brasil é bastante utilizado. . Esgotamento dos solos.VEGETAÇÃO Fatores que influenciam a vegetação CLASSFICAÇÃO Classificação da atividade agrícola no Brasil: RENDIMENTO Intensiva: encontrado principalmente no Sul e Sudeste.

TÉCNICAS CURVAS DE NÍVEL O Objetivo das curvas de nível é impedir a erosão. causando a voçoroca.: Planta-se no primeiro ano milho. ou valas decorrentes da erosão. sempre alternando a plantação. e a outra. e no terceiro soja. http://pt. ou seja. não realizando o cultivo repentino de um certo produto.blogspot.com. onde se utiliza apenas metade da área para a plantação. feijão. assim fazendo a troca sucessiva das áreas plantadas. do que esta se plantando. http://sociedadeespaco. não se utiliza. Ex. e impedir o acumulo da agua em regiões causando uma perda do solo.wikipedia.html ROTAÇÃO DE TERRAS É a pratica. e no período seguinte.br/2012/07/imagens-sobre-agricultura.org/wiki/Rota%C3%A7%C3%A3o_de_culturas . ROTAÇÃO DE CULTURA É a rotação.

ácaros. entre outros. Destinada a impedir a ação ou matar diretamente insetos.com/2009/12/plantacao_trigo. http://ruidoserumores. fungos. no qual agrotóxicos são produtos químicos usados na lavoura.wordpress.files. bactérias.jpg USO DE AGROTÓXICOS É muito comum nos dias atuais.USO DE MÁQUINAS A agricultura mecanizada . .é todo o processo de produção feito mecanicamente. O Uso indiscriminado de agrotóxicos pode causa prejuízos.

FORMAS DE CRIAÇÃO INTENSIVA Pequenas áreas Grande acompanhamento técnico Seleção genética Maior Cuidado Criação em confinamento (estábulos) Mais rápida a criação Mais Cara http://3. o custo e a função no solo. É sempre benéfico ao solo. Produtos destaque II. porém deve ser levado em consideração diversos fatores.USO DE FERTILIZANTES Fertilizantes ou adubos sintéticos são compostos químicos que visam suprir as deficiências em substâncias vitais à sobrevivência dos vegetais.blogspot. PECUÁRIA NO BRASIL Conceito: é a atividade que envolve a criação. como por exemplo.com/-hnowv7jYeMQ/UAW37Ot6JUI/ AAAAAAAAALU/ 5EXG6ESk00o/s1600/Gado+intensivo. a domesticação e a reprodução de animais.bp.jpg . São aplicados na agricultura com o intuito de melhorar a produção.

(Brasil colônia) Sudeste .Oeste .jpg PRINCIPAIS REBANHOS .corte e produção de leite Centro . Sul .ÁREAS DE CRIAÇÃO Bovinos: O Brasil esta entre os 3 maiores criadores de bovinos do mundo.sertão .EXTENSIVA Criado em pastagens naturais Menor acompanhamento técnico Maior tempo para o abate O Custo é menor Menor rendimento http://4.blogspot.bp.com/-F-5VrLZWIzQ/TWLeixgZ8OI/AAAAAAAAKNI/ qmx_bSVvmzI/ s1600/Nao+tem+nada+a+ver.exposição e produção de leite (Minas Gerais e Goiás) .destaque para o corte Nordeste .

e por vezes empreendendo. adubo. Caprinos: Nordeste .Voltado para a agroindústria ATENÇÃO: Causa um impacto ambiental. que antes era depositado nos rios e hoje esta tendo outros fins. com menos impacto. os biodigestores dos quais transformam os dejetos em energia.Suínos: Sul . etc. poluição dos dejetos. como por exemplo.sobrevivência (carne e leite) .

OBS: vem se desenvolvendo para outras regiões como o Centro-Oeste.exposição. Também utilizado na agricultura. Asininos: Serve como carga.Equinos: Utiliza-se na criação de bovinos. Tem sofrido bastante com as doenças no que tange a exportação.agroindústria. esta ligado a atividades econômicas de algumas regiões. tropeirismo.tradicionalismo gaúcho e no uso pecuarista. dentro deste padrão. Sudeste .uso na pecuária. . Sudeste e Nordeste. Nordeste . mercado externo e interno (frango). Centro-Oeste . Sul .utilização diversa Aves: o Brasil esta entre um dos maiores criadores de aves do mundo. porem tem adotado medidas para se enquadrar. Sul .

V. resolver os problemas decorrentes da falta de chuvas. IV. pois podem ser obtidas em quaisquer circunstâncias e a custo baixíssimo. I. O clima hoje já não é fator importante para a atividade agrícola. a) b) c) d) e) I. Com os avanços tecnológicos. II. V GABARITO 1-E . Assinale a alternativa que contém o maior número de afirmações corretas. III. V. que hoje são acessíveis a todos os lavradores. A irrigação pode minorar e. V. III. em alguns casos. II I. Apesar dos avanços científicos e tecnológicos. as condições naturais (especialmente o clima) ainda são importantes para a agricultura. a agricultura não depende mais das condições climáticas.EXERCÍCIOS 1. III. IV. II. As chuvas artificiais resolvem o problema da falta de água.

assim. que adotou a sigla BRICS. a África do sul passou a fazer parte do agrupamento. INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA BRIC é uma sigla formada pelas letras iniciais de Brasil. Enquanto o Brasil foi colônia de Portugal (1500 a 1822) a metrópole proibia o estabelecimento de fábricas em nosso território. PROCESSOS HISTÓRICOS . analista de mercado do grupo Goldman Sachs (um dos maiores bancos de investimento do mundo). vamos fazer uma analise histórica.que proibia a instalação de indústrias O Brasil. "ele fez um estudo de previsão de crescimento econômico no mundo para os próximos cinquenta anos. e chegou à conclusão de que justamente essas quatro nações eram as que mais se destacavam" Segundo o documento. esses países ocuparão o topo no ranking das maiores economias do mundo. Rússia. Índia e China .D. Segundo o Itamaraty. . para que os brasileiros consumissem os produtos manufaturados portugueses. Maria. não acompanhou o processo de industrialização promovido pela 1º revolução industrial. por ocasião da III cúpula. Em 2011.I. Fins do século XVIII .PERÍODOS 1500-1808 Ausência de indústrias neste período. PACTO COLONIAL. criada em 2001 pelo economista Jim O’Neill. dentro das próximas décadas. Para compreendermos a industrialização.Rainha de Portugal (carta Régea) .

1808-1930 Vinda da família real para o Brasil Revogação da carta Régea á qual “Proibia a instalação de indústrias” http://purl.apap.pt/22611/1/hg-25366-v_JPG/hg-25366-v_JPG_24C-W0140/hg-25366-v_0001_rosto_t24-C-W0140.com.jpg Início do processo de industrialização .php?id_agenda=812 .destaque para Irineu Evangelista de Souza (barão de Mauá) http://www.br/agenda-detail.

br/2010/09/otrabalho-escravo-africano-na-america. no brasil.POLÍTICA AGROEXPORTADORA DO CAFÉ http://sextadimensaocepfs.com. iniciou-se nessa época) 1929 .br/wp-content/uploads/2012/06/10012012234746284092892.com.1955 (A Industrialização basicamente.crise do café http://portosemmisterio.jpg .blogspot.html 1930 .

Petrobrás) Na foto. CBA.br/quemsomos/historico/ Surgimento do Keynesianismo .industrialização estatal Década de 40 (CSN. Getúlio Vargas na CSN (Companhia Siderúrgica Nacional) http://www.Governo Getúlio Vargas .abmbrasil. CVRD.com.

por meio de estímulos a instalação de multinacionais no país.1955 . Criou infraestrutura (Transporte. Propôs à industrialização rápida do país.1964 Governo de Juscelino Kubitschek com o plano de metas que levou ao desenvolvimento do Brasil chamo de 50 anos em 5. Mercado Consumidor. Mão de Obra) Empréstimos Aumento da Divida externa brasileira Criação do Distrito federal 1964-1980 Governos militares . Energia.

Maior dependência da indústria do estado e das multinacionais Milagre econômico/Milagre Brasileiro (1967 -1973) Grande avanço industrial (Chegou a crescer 10% ao ano) 1973 a primeira crise do petróleo. . 1980 .2012 Redemocratização Planos econômicos Plano real (Criado por Itamar Franco)-1994 Neoliberalismo e privatizações no governo Fernando Henrique Cardoso FHC.

Características atuais da indústria brasileira Dependência de tecnologia externa. Participação maior de capital externo. Distribuição da Indústria no Brasil Maior concentração no Sudeste Capitais acumulados com o café Melhor infraestrutura Mão de obra Mercado consumidor . Privatização da infraestrutura industrial. Predomínio das indústrias de bens de consumo duráveis e não duráveis.

I . III e IV. foi sem duvida a região sudeste. EXERCÍCIOS 1. buscando outras regiões para desenvolver suas atividades.Desindustrialização . Este processo foi gerado por medidas político-econômicas implementadas pelos governos militares pós-64. III e IV. Isenção e/ou redução de impostos. II . I . Nesse período ocorreu o que se denominou de: "milagre brasileiro". após 1964. 2. "crescer 50 anos em 5". Até a década de 1930. o desenvolvimento foi realizado com grande participação de capitais estrangeiros. Doação de barracões. II e IV. Linhas de crédito com juros baixos. ou seja. II e III. Sobre as fases do processo de industrialização do Brasil. I . iniciando-se a internacionalização da economia do país. não se desenvolveu uma política de industrialização. III e IV.década de 1990/2000 Guerra fiscal Representa a saída de indústrias da região sudeste. GABARITO 1-A 2-E . Aproveitando de benefícios doados pelos estados como: Doação de terrenos. O período de 1969-1973 caracterizou-se pelo crescimento acelerado da economia brasileira. II. são corretas as afirmações: a) b) c) d) e) I . "Diretas-já". as taxas de crescimento do produto interno bruto (PIB) alcançaram cifras superiores a 10% ao ano. "Plano de Metas". Os governos militares. diminuindo a dependência de capitais externos. Quem saiu perdendo com a desindustrialização. IV. Após 1950. Um período importante para o desenvolvimento industrial ocorreu após 1929 com a crise da cafeicultura. interromperam o processo de internacionalização. "Brasil ano 2000". As atenções voltavam-se para o setor agrário-exportador. a) b) c) d) e) I. II . III.

OS GRANDES ECOSSISTEMAS Ação antrópica É a ação do homem no meio onde vive alterando suas condições naturais causando impacto.: Os resíduos do qual o homem por sua vez produz. Ex. EVOLUÇÃO HISTÓRICA DOS IMPACTOS AMBIENTAIS ATÉ A I REVOLUÇÃO INDUSTRIAL SÉC. assim os impactos causados pelo homem no espaço onde vivia eram menos intensos.XIX Ação mais restrita do homem sem uso de técnicas. . XVIII .I.

1945 Expansão do capitalismo Crescimento da população Crescimento da mão de obra barata. as necessidades de mateiras primas passam a ser maiores. a origem da maquia.A PARTIR DA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL Com as transformações promovidas pela revolução industrial. A origem das maquinas Origem de novas técnicas Novos Produtos Novos meios Um Grande impacto causado pelo homem nesse espaço PÓS II GUERRA MUNDIAL . originado pelas multinacionais que buscaram isso em países pobres . isso resultará em uma maior ação na natureza e os impactos serão maiores.

seja no espaço rural.Crescimento do comercio Evolução da tecnologia Evolução dos meios de transportes Exploração de recursos naturais ocorrendo de forma indiscriminada e sem precedentes Hoje podemos ver os resultados causados destas ações desmedidas observando as grandes alterações nas paisagens seja no espaço urbano. Com este proposito. surgiram as “conferencias ambientais”. . Estas alterações levaram as sociedades a repensar a própria pratica de se apossar dos recursos da natureza.

1972 Primeiro evento ambiental organizado pela ONU. 1992 Formação de princípios gerais.II. A entidade existe até os dias atuais e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso é um dos membros honorários do grupo. intelectuais e alguns representantes governamentais para discutir alguns dos principais problemas ambientais. mas tiveram como contribuição o estabelecimento de um debate político mundial. com uma ampla discussão sobre o conceito de desenvolvimento sustentável. livro sobre meio ambiente que vendeu mais exemplares em todo o mundo. empresários. responsável por debater as mudanças climáticas globais e que idealizou o Protocolo de Kyoto. O primeiro encontro culminou com a produção de uma obra intitulada “Os limites do crescimento”. Uma das principais contribuições do encontro foi a Convenção Quadro sobre Mudança de Clima. . que não definiram grandes metas. CONFERÊNCIA DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE O MEIO AMBIENTE E O DESENVOLVIMENTO RIO 92 OU ECO 92. O encontro ficou conhecido pelas declarações diplomáticas. no ano de 1972. criado em 1987 pelo Relatório Brundtland. foi apresentada a Agenda 21. CONFERÊNCIA DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE O MEIO AMBIENTE .CONFERÊNCIA DE ESTOCOLMO. uma série de recomendações para as nações alcançarem o desenvolvimento sustentável. economistas. CONFERÊNCIAS AMBIENTAIS CLUBE DE ROMA. Durante a Rio 92. 1968 Encontro que reuniu cientistas. contando com a presença de alguns dos mais importantes chefes de Estado.

não ratificaram o acordo.A Austrália também não ratificou o protocolo em 1997. Não se teve tanto resultado quanto esperado. a reunião acabou produzindo muitas recomendações. o que ficou conhecido como Mecanismos de Desenvolvimento Limpo. Em razão de um cenário internacional voltado para a crise econômica mundial e as divergências entre os países desenvolvidos e os países emergentes.AFRICA DO SUL . de maneira a incentivar uma economia mais sustentável e fomentar investimentos em fontes alternativas de energia. Os créditos são emitidos pelas empresas ou pelos países que conseguiram atingir as suas metas e são comprados por aqueles que não se adequaram.Rio + 20. O protocolo apresentou possibilidades para a os países se adaptarem às metas acordadas. mas pouco avançou no estabelecimento de metas para os diferentes grupos de países. durante a Conferência de Bali. 2012 Buscou discutir o conceito de Economia Verde para alcançar o desenvolvimento sustentável e a erradicação da pobreza. tomando como referência o ano de 1990. . como os Créditos de Carbono. assim como o papel das instituições nesse processo. com validade até o ano de 2012. Os Estados Unidos.PROTOCOLO DE KYOTO. que naquele momento eram os maiores emissores anuais de CO2 e que ainda hoje são os maiores emissores de CO2 acumulado desde a Revolução Industrial. mudando a sua posição e aceitando as condições de Kyoto apenas em 2007.2002 Não teve tanto êxito quanto as outras Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento . JOANNESBURGO . 1997 Determinou a redução de 5% nas emissões de CO2.

o extrativismo vegetal (atividade madeireira) e a má gestão dos resíduos urbanos. ouro). café. estendendo-se aos subsequentes ciclos econômicos (pau-brasil. os principais problemas estão relacionados com as práticas agropecuárias predatórias. os seguintes: Atmosférica Visual Sonora Lixo Rios Ocupações irregulares Sendo os principais agravantes de ordem urbana. os seguintes: Destruição das matas ciliares. Atualmente. O Lixo propriamente dito Sendo os principais agravantes de ordem urbana. cana.III. Uso indiscriminado de agrotóxicos Poluição dos rios nascentes Envenenamento de pessoas e animais . PROBLEMAS AMBIENTAIS BRASILEIROS Os problemas ambientais de âmbito nacional (no território brasileiro). relacionados à degradação da diversidade biológica ocorrem desde a época da colonização.

apenas II e III. II. quanto maior for o declive de uma encosta. retirada da vegetação que protege as áreas de encostas da erosão do solo provocada pelo escoamento das águas.O índice de desmatamento em nosso território é tão alarmante que chega a pontuar proporcionalmente o Brasil como o segundo país. I. II e III. com maiores áreas devastadas em todo o mundo. que não respeita a preservação da vegetação. menor será a erosão causada pelo escoamento das águas. Está(ão) correta(s) a) b) c) d) e) apenas I. I. apenas III. III. atrás apenas da China. GABARITO 1-C . principalmente. pela: ocupação humana desordenada das encostas. Atenção para o desmatamento na Floresta Amazônica O Cerrado A mata atlântica Mangues Pantanal EXERCÍCIO 1. apenas I e II. Os deslizamentos são causados. declividade pois.