“Não seja leviano com as pessoas. Não aceite pessoas levianas.


Um presepeiro é todo aquele que faz o que não deveria fazer.

Em dado momento, a atitude adotada de um presepeiro vai se esbarrar em você e na maioria das vezes, e logicamente, são as pessoas que mais convivem conosco. (há exceções). E virá sempre acompanhado de vitimização e cara de cachorrinho pidão! Vamos pensar no perfil presepeiro não exatamente no tom “agressivo” como o conceito do que seja uma pessoa leviana, mas é que a frase é boa e faz todo o sentido, levianos não têm mesmo que serem aceitos! Mas vamos pensar nas pessoas que conhecemos, vamos pensar em nós mesmos, e como mesmo sem ter a semente do mal no coração, ainda assim algumas pessoas têm o dom de gerarem problemas para elas e para todas as pessoas que estão em volta delas! Refletindo... Se algo desconfortável chega até você, uma conseqüência, um problema, por assim dizer, em forma de solicitação de ajuda, ou pedido para que resolva algo não previsto, nem que estavam em seus planos e que seja resultado da ação/ atitude de outra pessoa, logo, o que ela fez de errado está lhe impactando e como isso, na maioria das vezes, mas nem sempre, vem de pessoas muito próximas e queridas, as pessoas se vêem constrangidas em dizer NÃO, parte por sentimento de culpa, outras por vergonha, outras por medo e assim vai... E não se dão conta de que a incapacidade de agir de maneira firme e dizer NÃO faz com que a conseqüência da presepada alheia seja admitida na vida de qu em não gerou a causa da conseqüência e o presepeiro tem sua conseqüência (vulgo castigo) minimizada... Refletindo um pocado mais... Como o presepeiro não “sofreu” suficiente e sozinho, porque alguém segurou sua onda, muito provavelmente a experiência não lhe serviu como a prendizagem e ele provavelmente repetirá o mesmo padrão presepeiro, mas com conteúdos diferentes... Se fará de vítima novamente e de novo alguém vai passar pela conseqüência que deveria ser apenas do presepeiro. Ele não aprend e nem a resolver as próprias lambanças bem como não aprende a evitar as futuras. Possíveis conclusões... - Dizer não é muito bom e faz bem à saúde emocional. - Dizer não é muito bom e faz bem à saúde física.

amizades e por ai vai. na maneira como elas conduzem a própria vida. Quando a decisão do SIM para alguém. que sem culpa. distorçõ es da realidade.. Digamos que. passam por curtos períodos de real tranqüilidade e logo o termômetr o da adrenalina cobra por uma atitude presepeira para se sentirem vivos. . elas começam pelas pequeninas coisas como deixar o pacote de bolacha aberto. mas com amor correto ao próximo. E geralmente se sentem injustiçados ou mal amados.Dizer não é muito bom e faz bem ao Poder Pessoal. mesmo os que não tenham intenção de serem “prejudiciais” às pessoas. ou. geralmente foi uma criança presepeirinha. são absorvidos de outras pessoas e isso. é NÃO para si próprio. descontrole emocional. pois são pessoas que têm a vida muito atribulada.. geralmente são vistas como individualistas.Dizer não é muito bom e faz bem à saúde financeira.. a bolacha vai murchar e o irmão vai comer bolacha murcha porque o outro não foi cuidadoso com as coisas.. interpretações de mundo equivocadas e uma série de maus hábitos.Dizer não é muito bom e faz bem.. Dizer não é muito bom e faz bem ao espírito. egocêntricas. A maioria dos problemas que as pessoas falam que têm. e que esse amor fizesse com que muitos presepeiros começassem a exercer a observação de suas próprias atitudes. você ama tanto aquela pessoa que seu desejo é que de fato ela possa tirar algo de bom da própria conseqüência. . carreiras.. livre de culpa. Um presepeiro adulto. já na fase adulta. E qual a presepada maior de alguém? A decisão de absorver a conseqüência de alguém. Esses presepeiros são capazes de destruir relacionamentos. que na abstinência provoca euforia. não dotadas de amor ao próximo. Pessoas que não aceitam levianos ou presepeiros. Pois bem. Identifica-se um presepeiro facilmente. egocêntricas. passa a ser de quem absorve e é um problema de fato a partir de então.Dizer não é muito bom e faz bem ao ente presepeiro. é como u m vício mesmo. te deixa firme para perceber a diferença entre o que é ajudar alguém X tentativa de salvamento de quem não quer se salvar. . não são delas. . num efeito osmose. uma constância de pequenos e grandes infortúnios e preocupações. desejaria que o mundo tivesse mesmo bem mais pessoas individualistas.. vidas.. se mantém tranqüilo .. e nas coisas mais complexas.

ao passo que a idade avança. Ual! Mas isso daria uma próxima matéria. Não basta ser pai/mãe . . esse cuidado se estende bem mais facilmente a diversas possibilidades. mas minimizando potencialmente o comportamento dessa criança e o g anho disso na vida dela é que ela poderá ser uma pessoa com muitas chances de não se tornar uma pessoa presepeira. Por amor. . é importante aos pais e educadores que mais vale ensinar conceito de s er cuidadoso com coisas e pessoas. farão escolhas melhores e sadias. porque ela aprendeu a ser uma pessoa cuidadosa.o pacote de bolacha. Isso potenci aliza muito quando dois presepeiros se juntam. .o copo de leite na beirada da mesa prestes a cair. relacionamentos.o pé sujo em cima do estofado. é preciso ser humilde até mesmo para reconhecer que a maneira que v ocê educa seus filhos pode não ser a melhor maneira e que é de sua responsabili dade então ir à busca de tal conhecimento. ela também estende o padrão de ser cuidadosa com a vida dela e das demais pessoas para tudo. Aproveitando o exemplo do garotinho que deixa o pacote de bolacha aberto sem se importar. que serão mais bem preparados para avaliarem suas amizades. etc. menos eles.dizer que ama . ou se sentir de bem com a vida. é preciso saber educá-los para a vida.a mordida no braço do coleguinha. até mesmo dizendo Não! Por amor... Ajuda e muito a evitar um presepeiro no futuro. Se a criança aprende o conceito de ser cuidadoso com coisas e pessoas. não erradic ando todas. todos estão errados. Ariana Arruda Seja! Não Pareça. exemplo: .a posição de sentar na cadeira a ponto dela cair de um lado e o menino bater a cabeça na quina da mesa.Um presepeiro pode ser feliz.. se transforma no(a) adolescente em que os pais podem confiar que não se meterão em confusões. do que ter que repetir isso para todas as infinitas possibilidades de situações pontuais. . mesmo que pareça chato e entediante..e pagar boas escolas. . geralmente eles não reconhecem que são assim.