You are on page 1of 3

A Célula É a unidade fundamental dos seres vivos, ou a menor unidade capaz de manifestar as propriedades de um ser vivo; ela é capaz

de sintetizar seus componentes, de crescer e de multiplicar-se. Todos os seres vivos são compostos desta unidade fundamental, desde as mais simples estruturas unicelulares, as bactérias e os protozoários, até os mais complexos, como o ser humano e as plantas. Dentro do mesmo indivíduo as células de diferentes tecidos são diferentes, não existindo célula típica. Algumas diferenças entre células animais e vegetais são ressaltadas no aplicativo GBOL. As estruturas subcelulares (organelas) são comuns a muitos tipos de células. Essas organelas desenvolvem funções distintas, que, no total, produzem as características de vida associada com a célula. Na célula animal eucariótica existem três componentes básicos: membrana, citoplasma e núcleo. A existência de um núcleo bem diferenciado é a principal característica da célula eucariótica. As seguintes organelas estão presentes nos organismos superiores: No Citoplasma: Delimitado externamente pela membrana plasmática e internamente pela carioteca é o constituinte celular mais volumoso dividindo-se em hialoplasma e morfoplasma Hialoplasma: Também chamado de citoplasma fundamental ou matriz citoplasmática, é transparente, homogêneo e sem estrutura; nele estão mergulhados os componentes celulares. Morfoplasma: O morfoplasma engloba todos os elementos figurados do citoplasma, ou seja, os organóides celulares, dentre os quais se destacam: Núcleo, Retículo Endoplasmático liso e rugoso, Ribossomos, Mitocôndrias, Lisossomos, Complexo de Golgi e Centríolo. Ribossomos: São pequenos grânulos que são vistos livres mergulhados no citoplasma podendo também estarem agregados às membranas do retículo endoplasmático formando o R.E.Rugoso. Local de uma das mais importantes funções celulares a síntese de cadeias polipeptídicas e Proteínas. Retículo Endoplasmático: O hialoplasma é percorrido por uma série de vesículas e canais que se intercomunicam formando o retículo endoplasmático Trata-se de uma estrutura que auxilia a distribuição e armazenamento de substâncias e onde ocorrem reações bioquímicas. Existem dois tipos de Retículo endoplasmático. O RE granular é responsável pelo transporte de material dentro da célula e participa da síntese de proteínas. O RE liso também tem por função permitir o transporte de substâncias, síntese de esteróides, inativação de certos hormônios, inativação de substâncias nocivas. Complexo de Golgi: É constituído por uma pilha de vesículas circulares e achatadas, servindo principalmente para o acúmulo de secreções para serem liberadas no momento certo pela membrana citoplasmática e síntese de açúcares.

e onde estão imersos a cromatina e o nucléolo. A quantidade de poros varia de acordo com o estágio funcional da célula. possui uma matriz limitada por duas membranas.Pequeno cilindro situado próximo ao núcleo. Se rompido (isto não acontece devido a um revestimento glicoprotéico na sua face interna. como as hepáticas e cartilaginosas. e plurinucleadas (mais de dois núcleos). É no cloroplasto que ocorre a fotossíntese. onde irá regular através dos ribossomos toda a síntese de proteínas específicas(estruturais e enzimáticas). dentre outros). Através dos poros são realizadas trocas entre o núcleo e o citoplasma. Uma externa ou lisa e outra interna com expansões chamadas cristas. pigmentos solúveis e diversos produtos a serem eliminados. responsáveis pela arquitetura e fisiologia celulares. No Núcleo: O núcleo controla todas as atividades celulares: representa assim o centro de coordenação celular. que é sintetizado por uma série de enzimas tendo como molde o DNA (cromatina). Centríolos . como as musculares estriadas. Envoltório Nuclear ou Carioteca: A membrana nuclear constitui um envoltório que engloba o suco nuclear. Plastos . cadeia de transporte de elétrons. Estas enzimas digestivas intracelulares ajudam na eliminação de bactérias e corpos estranhos. Nela ocorrem a respiração celular (ciclo de Krebs. basicamente uma membrana que envolve enzimas. úteis no metabolismo celular. Tais informações são transmitidas ao citoplasma através do RNA-mensageiro. podem causar a destruição da célula (autólise)). A maioria das células é uninucleada(apenas um núcleo). Peroxissomos: Degradação de água oxigenada e do álcool. pigmentos e outros produtos celulares. depositários da informação genética que são responsáveis pela atividade celular. Mitocôndrias: Corpúsculos esféricos ou alongados. são responsáveis pela formação de cílios e flagelos.ausentes em animais. . Cada célula (excetuando os vegetais superiores onde estão ausentes) possui dois centríolos.ausentes em animais.Lisossomos: São pequenas bolsas formadas pelo complexo de golgi. perpendiculares entre si.ausentes em animais. Além de desempenharem papel importante no processo de divisão celular formando os pólos. Estruturas para armazenamento de amido. Contém enzimas para conversão de lipídios em açúcares. Participação no controle osmótico da célula e armazenamento de substâncias. excesso de água. Esta membrana é uma diferenciação local do retículo endoplasmático e se caracteriza pela alta quantidade de poros. Glioxissomos . É no DNA do núcleo que estão localizados a maioria dos genes. mas existem células binucleadas (dois núcleos). Vacúolos .

Entre as duas membranas situa-se uma cavidade chamado espaço perinuclear. principal constituinte dos ribossomos. que envolve o nucleoplasma e a externa que vive em contato com o hialoplasma e possui ribossomos. Cromossomos: entidades portadoras da informação genética. como RNA e Proteínas. Quimicamente a carioteca possui a mesma composição do plasmalema e retículo endoplasmático que é basicamente proteínas e fosfolipídeos. a membrana apresenta-se constituída de duas lâminas: a interna.Observada ao microscópio eletrônico. Nucleoplasma: Líquido onde estão imersos o nucléolo e a cromatina e são acumulados produtos resultante da atividade nuclear. . Nucléolo: Síntese de RNA-ribossômico.