1

Medição da altura Capítulo fundamental da Topografia, constituindo por um conjunto de procedimentos de mensuração que permitem determinar a diferença de altura entre 2 pontos ou, a sua altitude em relação a uma referência.

A Altimetria também é denominada de Nivelamento.

2

No Brasil a referência oficial de altitude é o Marégrafo de Imbituba, SC.

3

4 . da a determinação da Cada instrumento tem um procedimento. 2 específicos para altitude do ponto.Os instrumentos são divididos em duas classe: 1 específicos para a determinação diferença de altura entre dois pontos. denominado de Nivelamento.

►Mangueira com água ►Nível ótico ►Teodolito ►Estação Total Nivelamento Expedito Nivelamento Geométrico Nivelamento Taqueométrico Nivelamento Trigonométrico 5 .

Cuidar para que uma ponta não fique muito acima de outra para evitar o derrame da água.Mangueira de plástico transparente com preenchida com água e sem bolhas de ar. 6 . Não deve ultrapassar 20 metros.

7 .A mangueira é fundamental durante a execução das obras civis.

Altura de B = Altura de A + Leitura 1 – Leitura 2 Precisão deste método ~ 0.3 cm 8 .

9 . A linha de visada é estabelecida no plano horizontal com o auxílio de uma bolha de nível ou por um sistema ótico pendular.O nível ótico é constituído por uma luneta montada em um suporte com movimento horizontal.

10 .Estacionar o nível em um local que permita visibilidade aos pontos a serem nivelados. Sobre os pontos nivelados se estaciona uma mira graduada.

As miras apresentam divisões a cada centímetro 11 .

1ª leitura na mira Ponto 1 12 .

13 .

2ª leitura na mira Ponto 2 14 .

Retículo horizontal na luneta 15 .

47 m 3.43 m 3.41 m .Retículo horizontal Leitura na mira: 3.49 m 3.50 m 3.45 m 3.456 m 3.40 m 3.

Régua de 3 m Nível A DV < 3 m B 17 .

E2 C E3 B D A E1 18 .

D E3 A C E1 B HD E2 HA HB HC 19 .

Altura da visada da estação E1 HA + l1A l3C l1A A l3D D l1B E1 l2B B l2C E3 C HD HA HB HC E2 HB= HA + l1A – l1B HC= HB + l2B – l2C HD= HC + l3C – l3D HD= HA + l1A – l1B + l2B – l2C + l3C – l3D 20 .

356 B HC E2 HB HB= 822.589 = 821.264 m HD= 822.623 m HC= 821.335 – 0.212 m 1.754 2.754 = 823.264 + 2.694 = 822.856 A 2.623 + 1.Nível da visada da estação E1 822.335 0.356 + 1.238 m 21 .694 C D E3 HD E1 822.758 1.728 – 1.856 – 2.856 = 824.356 + 1.589 1.

C B lB lA E lC lD A D 22 .

003 – 0.248 m HD= 791.755 C B 789.755 = 789.Nível da visada da estação E 789.003 – 2.412 = 790.147 + 1.856 = 791.247 = 788.591 m 23 .247 1.003 – 1.856 2.756 m HC= 791.147 D A E HB HC HD HB= 791.003 m 0.412 1.

E2 C B E3 D A E1 24 .

Estação E1 E2 Ponto visado A B B C D Leitura m 0.649 Altura inicial conhecida E3 D A 336.368 1.754 1.403 Altura visada 335.000 m 25 .403 335.456 335.000 334.557 334.258 0.346 Altura ponto 335.000 Erro de fechamento = 0.789 0.088 334.456 1.697 1.

26 .

É constituído por uma luneta acoplada em uma alidade com dois eixos de movimento. ortogonais entre acoplados a círculos graduados Círculo graduado vertical Luneta Círculo graduado horizontal 27 .

A luneta é provida de 3 retículos horizontais que permitem ler três valores na mira – l1 l2 l3 l1 l2 dl l3 28 .

Anota-se: hi Altura do Instrumento Z Ângulo zenital dl Diferença as leituras l1 e l3 = dl lc Leitura no retículo central (l2) Distância Inclinada DI Z dl lc hì A B HB HA 29 .

lc HB=HA + hi + ct·dl·sen(z)·cos(z) .Constante taqueométrica do teodolito = ct Distância Inclinada Distância Horizontal DI = ct·dl DH = DI·sen(z) HB=HA + hi + DI·cos(z) .lc 30 .

35 HB=822.35 + 1.08 m 31 .35 HA = 822.436 1.35 + 100·0.756 1.596 1.9995·0.596 = 823.03054 – 1.32·0.88º 15’ 1.

A ET é a integração do teodolito com um Medidor Eletrônico de Distância ─ MED. Este nivelamento é denominado de trigonométrico Alvo Refletor ET Existem modelos que medem a distância sem refletor 32 . O MED fornece Distância Inclinada (DI) até um alvo.

Z halvo B HB hìnst A HA HB = HA + distância·cos(Z) + (hinst – halvo) 33 .

34 .Visadas em distâncias longas refração Z B halvo HB hìnst A HA curvatura Refração aparentemente eleva o alvo de R = 0.078·d2 m. Nas duas expressões: d é a distância em km.012·d2 m e a curvatura da Terra “abaixa” o alvo em C =0.

Visadas em distâncias longas HB = HA + Di·cos(Z) + (hinst – halvo) + C .R C = 0.078·d2 m (d em km) 35 .012·d2 m R = 0.

36 .