You are on page 1of 5

SEQÜÊNCIAS

Séries e Seqüências

Definição: Uma seqüência é uma função cujo domínio é o conjunto dos números inteiros positivos. O contradomínio de uma seqüência será considerado o conjunto dos números reais.

A cada número inteiro positivo "n" corresponde um número rea f(n).

a! " f#!$ % a& " f#&$ % a' " f#'$ % ... % an " f#n$ Notações: (an) " (a!* a&* a'* ...* an* ...) an é o termo +enérico da seqüência. Exemplos:

!$

&$ ,e* quando n cresce* an se torna cada ve- mais pr./imo de um número rea L* di-0se que a seqüência (an) tem imite 1 #ou conver+e para 1$ e se escreve2

Uma seqüência que não é conver+ente* é c3amada de diver+ente. TEORE A DO SAND!"C#E ,e (an)* (4n)* (cn) são seqüências tais que an 4n cn para todo e se

então

S$RIES
Definição: ,e (an) é uma seqüência* então2

A soma infinita a! 5 a& 5 a' 5 ... 5 an 5 ... " é c3amada s%&ie. 6ada número ai é um termo da série% an é o termo +enérico de ordem n. 7ara definir a ,O8A de infinitas parce as* consideram0se as SO AS 'ARCIAIS( ,! " a! ,& " a! 5 a& ,' " a! 5 a& 5 a' 000000000000000000000000 ,n " a! 5 a& 5 a' 5 ... 5 an0! 5 an 9 a SEQÜÊNCIA DAS SO AS 'ARCIAIS ,!* ,&* ,'* ...* ,n* ... ,e essa seqüência tem imite ,* então a série CONVERGE e sua soma é S( Ou seja2 ,e * então a série conver+e e sua soma é a!5a&5a'5...5an... " , ,e a seqüência (,n) não tem imite* então a série DI)ER*E.

2 .e( S$RIE *EO $TRICA TI'O: r é a ra-ão.e a série conver+e* então O+S: : A recíproca desse teorema é fa sa* isto é* e/istem séries cujo termo +enérico tende a -ero e que não são conver+entes.ABC9 D9O8AEBC6A A série +eométrica com a = Con-e&.. : .e e se diver+e* então tam4ém diver+e. 9/2 ! 5 & 5 > 5 ? 5 !@ 5 .e e se conver+e* então tam4ém conver+e. TESTE DA CO 'ARA/0O Se1am e duas séries de termos positi-os( 9ntão2 : . então a série não converge"* que constitui o2 TESTE DA DI)ER*ÊNCIA <ada a série * . Ap icando o teste da comparação* temos2 ..erifique se a série dada conver+e ou diver+e2 é uma série +eométrica de ra-ão !J'* o+o e a é conver+ente.entes( : .i-e&. : . OH.TEORE A .a e a contrapositiva2 "se o limite não é zero.entes ou am4as . se F r F G !.e * sendo 232 um número rea * então as séries são am4as 3on-e&.e se F r F !.e an é e/pressa por uma fração* devemos considerar tanto no numerador* quanto no denominador de 4n somente os termos de maior importIncia.e e tem soma Di-e&.O8A <9 U8A . 9/2 .i-e&. a"! r" .

i-e&.1o+o* conc ui0se que a série 6OK.e x: ou S%&ies .du os é .eu termo +enérico* em m?. S$RIE5' 6OK. 39 considerar a função f8x9 : f8n9 e verificar o sina de sua derivada.@los % . 7ara determinar os outros va ores de x para os quais a série conver+e* uti i-a0se o teste . Ao su4stituir x por um número rea * o4tém0se uma série de termos constantes que pode conver+ir ou diver+ir.e3&es3ente( Má três maneiras diferentes de verificar se a série dos m.9BD9.9BD9 se p ! .e pot7n3ias . 9m qua quer série de potências de /* a s%&ie 3on-e&.e p " !* a série .e semp&e pa&a x:.a &a=ão( TESTE DE LEI+IN> Uma série a ternada 6OK. .e pa&a x : 3.* então f é decrescente.< pois se su4stituirmos x por .a a=.e pot7n3ia . .9BD9 se p L ! <C. 49 verificar se* para todo 2A2 inteiro positivo* . a série se redu.e3&es3ente( a9 verificar se* para todo 2A2 inteiro positivo* .@lo* tende a =e&o( : A série dos m?. Ka série de potências de #/0c$* a s%&ie 3on-e&.e 8x539: 7or conveniência* vamos admitir que * mesmo quando / " =.ente( S$RIE ALTERNADA A da forma2 é c3amada S$RIE #AR 6NICA e* de acordo com o teorema* é S$RIES DE 'OTÊNCIA S%&ies .9BD9 se2 : .e fB8x9C.

9BD9 e tem soma se F r F G !.du os é uma série0p* com p"& L ! e* portanto* conver+ente. * é* em +era * uma série +eométrica ou uma 6OK. 9ntão2 CONVERGÊNCIA ou DIVERGÊNCIA COMENTÁRIOS Kada se pode afirmar se <C. 7ara ac3ar 4n* consideram0 se apenas os termos de an que têm maior efeito.9BD9* então e <C. . : .ente* então a série é 3on-e&.e <C.e * * então am4as as séries 6OK.ente( . : . B9.du os % 3on-e&.U8O TESTE da DI)ER*ÊNCIA ou do N5$SI O TER O SÉRIE .CON)ER*ÊNCIA A+SOL!TA Definição2 Uma série é a4sol@tamente 3on-e&. : <C.9BD9 se p ! Nti para testes de comparação : .e an L =* 4n L = então e 6OK.9BD98 ou am4as A série de comparação <C.e 1 " !* o teste fa 3a #nada se pode afirmar$.9BD9 se p L ! : <C.ente( 9/2 A série a ternada é a4so utamente conver+ente* pois a série dos m. da CO 'ARA/0O no imite e : .9BD9.9BD9 se F r F ! Nti para testes de comparação S$RIE5' : 6OK.9BD9 se S$RIE *EO $TRICA : 6OK.ente se a série dos m.9BD9.9BD98.9BD9* série0p. : .e 1 G !* a série é A+SOL!TA ENTE CON)ER*ENTE.e uma série infinita TESTE DE DBALE +ERT é a4sol@tamente 3on-e&.eja uma série de termos não nu os e seja : . E9OB98A .e 1 L !* #inc uindo 1 " $* a série é DI)ER*ENTE.

9BD9 se2 : : A série decrescente. dos m.A1E9BKA<A de LEI+NI> an L = 6OK. .E9 <A <C.e o primeiro item é fa so* ap ica0se o E9.9BDOK6CA .du os é Ap icáve somente a séries a ternadas.