CAPITULO 1

INTRODUÇÃO AOS MOTORES DE COMBUSTÃO INTERNA

Eng. Julio Cesar Lodetti Volvo Powertrain

HISTORICO DOS MOTORES
• 1824: Sadi CARNOT escreve “Reflexões sobre a potência motriz do fogo”; • 1860: Jean Joseph Etienne LENOIR escreve na Bélgica: “O motor sem compressão”. No mesmo ano, ele desenvolve o primeiro motor a pistão equipado com ignição por centelha. • 1862: França. Alphonse BEAU du ROCHAS define teoricamente o ciclo do motor a 4 tempos; • 1867: Nicolas August OTTO patenteia o primeiro motor a gasolina a aspiração natural. • 1876: OTTO, funcionário da DEUTZ, constrói o primeiro motor a combustão, seguindo a teoria de BEAU du ROCHAS; • Taxa de compressão: 2,5:1 e rendimento de 15%. • 1884: Primeiro automóvel em 12/12/1884 na França • 1886: Primeiros automóveis na Alemanha – Carl Benz, Gottlieb Daimler e Wilhelm Maybach. Este, inventou o carburador em 1893, antes, usava-se “dispositivos evaporadores”.

Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti
2

HISTORICO DOS MOTORES
• 1894: Primeira corrida de automóvel entre as cidades de Paris e Rouen; • 1897: Surge o primeiro motor DIESEL, construído por.....Rudolf DIESEL, em Augsburg na Alemanha.

– 20cv a 172 rpm, η~26%
• 1898: Primeiro salão do automóvel, Paris. • 1904: Primeiro navio a Diesel; • 1909: Motor diesel injeção Indireta pronto para entrar em produção; • 1912: Primeira locomotiva a Diesel; • 1936: Primeiro veículo de passeio Diesel, Mercedes 260D; • 1954: Surge o motor rotativo (Wankel); • 1989: Primeiro veículo de passeio Diesel a injeção direta (Audi); • 1997: Primeiro veículo de passeio com injeção direta a gasolina (Mitsubishi GDI);

Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti
3

. o inglês Thomas Newcomen.mas ainda era a combustão externa Volvo Powertrain Eng..HISTORICO DOS MOTORES • E antes deles.. em 1712..com sucesso. Julio Lodetti 4 . desenvolveu o primeiro motor a vapor.

• Objetivo do motor: bombear mais de 3000 m3 de água para abastecer as fontes do palácio de Versailles.HISTORICO DOS MOTORES • E antes dele. mas a combustão interna. em 1673. A pólvora. o físico alemão Christian Huygens. a mando do rei Louis XIV. Julio Lodetti 5 . desenvolveu o primeiro motor a combustão interna. da França. Volvo Powertrain Eng.

5 Liter Best 2.99 liter 1.4 liter Best 1. Julio Lodetti 6 . 525hp @ 7200 rpm Fonte: Engine Technology International Magazine Volvo Powertrain Eng. 18 km/l 5 cyl. twincharger. 306 hp. 340hp. 25 km/l TSI. aspro.5 liter 3 liter 4 liter 6. Direct Injection.Os ban-ban-bans 2010 Brand Displacement Fuel Remark International Engine of the year 2010 Best New Engine Best Green Engine Best Performance Best Sub 1 liter Best 1 to 1.6 liter 2 liter 2. 260 Nm Twin-Turbo. 420hp @ 8250 rpm (M3) Aspirated.4 liter 1.8 to 2 liter Best 2 to 2. 178hp Aspirated Hybrid Aspirated.3 liter 0. 178hp Turbo. 204 hp. 630 Nm 3 cyl. 178hp.5 to 3 liter Best 3 to 4 Liter Best above 4 Liter VW FIAT Toyota AMG-Mercedes Toyota VW BMW-PSA BMW-PSA AUDI BMW-PSA BMW AMG-Mercedes 1.4 liter 1.4 to 1. Direct Injection Twin-Turbo.3 liter Gas Gas Gas Gas Gas Gas Gas Diesel Gas Gas Gas Gas TSI twincharger.8 liter Best 1. direct injection.8 liter 6.4 liter 1. 400 Nm V8.

Julio Lodetti 7 .Os ban-ban-bans Fonte: Engine Technology International Magazine Volvo Powertrain Eng.

Volvo Powertrain Eng. cada pessoa percorre por dia.Desde então.. Julio Lodetti 8 ...

Volvo Powertrain Eng. a produção de veículos aumenta a cada dia...Desde então. Julio Lodetti 9 ..

Produção de veículos no Brasil Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti 10 .

Previsão para o mercado americano Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti 11 .

Julio Lodetti 12 .Carros por 1000 habitantes Volvo Powertrain Eng.

Julio Lodetti 13 .NORMAS DE EMISSÕES Volvo Powertrain Eng.

Julio Lodetti 14 .Evolução Fonte: Corning. forum SAE Diesel 2008 Volvo Powertrain Eng.

em 1º/1/2006 -> exigido para todos os modelos. Julio Lodetti 15 . poderá ser isenta da apresentação do atendimento aos limites.15 monóxido de carbono (CO em g/km) hidrocarbonetos (HC em g/km) óxidos de nitrogênio (NOx em g/km) monóxido de carbono em marcha lenta (COMarcha Lenta) ≤ 250 cc > 250 cc 5.em 1º/1/2005 -> iniciou para todos os novos lançamentos de modelos.5 1.Legislação Brasileira Ciclomotores POLUENTES Desde 1º/1/2005(1)(2) monóxido de carbono (CO em g/km) hidrocarbonetos + óxidos de nitrogênio (HC + NOx em g/km) 1.8 0.0 1.15 ≥ 150 cc 2.0 0. Volvo Powertrain Eng.2 LIMITES (1) a produção ou importação de até 50 unidades de um modelo por ano. LIMITES Motocicletas POLUENTES Desde 1º/1/2005(1)(2) Motorização < 150 cc ≥ 150 cc 5. .0% 4.0 0. num total máximo da 100 unidades de diferentes modelos por importador ou fabricante.3 6.em 1º/1/2006 -> exigido para todos os modelos.3 (1) a produção ou importação de até 50 unidades de um modelo por ano.2 0. poderá ser isenta da apresentação do atendimento aos limites. num total máximo da 100 unidades de diferentes modelos por importador ou fabricante.0 0.5 1.5% a partir de 1º/1/2009(1) < 150 cc 2.em 1º/1/2005 -> iniciou para todos os novos lançamentos de modelos. . (2) . (2) .3 0.

004 (-92%) 0.71 (-96%) 0.63 (-96%) 0.6 (-73%) 0.0020 (-96%) 0.014 (-92%) 0.7 (-42% ) 0.042 (-77%) 0.51 (-98%) 0.10 (-89%) nd Fonte: CETESB Diesel (9) Volvo Powertrain Eng.0 28.0 1. Tabela 7 .042 (98%) nd 0.4 (-13% ) 1.4 (-42%) 1.34 (-99%) 0.35 (-87%) 0.7 (-88%) 1.17 (-89%) 0.3 (-53%) 10.025 (-50%) 0.05 0.10 (-92%) 0.39 (-98%) 0.42 (-98%) 1.16 0.75 0.90 (-96%) nd nd nd 0.014 (-92%) 0.6 (-62% ) 0.10 (-96%) 0.8 (-82%) 1.2 (0%) 0.30 4.8 (-36%) 4.016 (-91%) 0.7 3.2 1.0 33.45 (-98%) 0.6 (-75%) 0.0 18.66 (-97%) nd 0.003 (-94%) 0.0 1.05 (-97%) 0.3 (-19%) 0.09 (-94%) 0.9 (-91% ) 0.4 1.01524 (92%) nd nd nd nd 23 10 2.9 13. que representam a situação sem controle de emissão.37 (-99%) nd 0.0 16.18 0.05 0.069 (97%) 0. Julio Lodetti 16 .11 (-95%) 0.06 1.21 (-87%) 0.73 (-97%) 0.2 1.82 (-95%) 0.6 (-93% ) 0.18 (-89%) 0.052 (97%) 0.Fatores médios de emissão de veículos leves novos (1) Ano Modelo Combustível CO (g/km) HC (g/km) NOx (g/km) RCHO (g/km) Emissão Evaporativa de Combustível (g/teste) PRÉ .6 1.7 (-83%) 4.6 2.13 (-95%) 0.040 (-20%) 0.73 (-97%) 1.048 (96%) 0.14 (-91%) 0.0014 (-97%) nd 0.21 (-83%) 0.1980 1980 1983 1984 1985 Gasolina Gasolina C Álcool Gasolina C Álcool 1990 1995 2000 Gasolina C Álcool Gasolina C Álcool Gasolina C Álcool Gasolina C 2005 (5) Álcool Flex-Gasolina C Flex-Álcool Gasolina C 2008 Álcool (8) Flex-Gasolina C Flex-Álcool 54.039 (98%) nd) 0.08 (-93%) 0. O termo "Gasolina C" caracteriza a gasolina com 22% de álcool. que é o combustível adequado aos veículos fabricados a partir de 1982.Legislação Brasileira – Veículos leves A tabela 7 permite uma comparação mais detalhada dos resultados obtidos nos diversos estágios de desenvolvimento tecnológico exigidos pelo PROCONVE em relação aos veículos ano-modelo 1985.004 (-92%) 0.05 0.7 (-56%) 0.6 1.110 (-39%) 0.4 1.041 (97%) 0.

Julio Lodetti 17 .Emissões no Brasil Fonte: CETESB Volvo Powertrain Eng.

Fase não implantada por problemas de diponibilidade nacional do óleo diesel adequado a essa 5 . a ser integralizado em jan/05 e.No caso da opção 2.6 (4) P .Conforme a Resolução CONAMA nº 315/02. 4 . 2 .Legislação Brasileira – Veículos pesados Tabela 6 .Datas de implantação dos novos limites de emissões para veículos pesados (1) Data Fase do PROCONVE Aplicação 100% ônibus urbanos ou 60% ônibus urbanos (2) 100% microônibus 100% ônibus urbanos (3) 40% demais veículos ou 60% demais veículos (3) 100% demais veículos Todos os veículos Todos os veículos 4-Jan P-5 5-Jan 6-Jan 9-Jan 12-Jan P-5 P-5 P . Fonte: CETESB Volvo Powertrain Eng.Conforme a Resolução CONAMA nº 403/08. neste caso.O fabricante poderá optar por 60% desta data. Julio Lodetti 18 . deverá atender 3 . "P" = veículos pesados.7 (5) 1 .

13 0.Legislação Brasileira – Veículos pesados Veículos Pesados – Ciclo Diesel – Convencional e com Pós-tratamento (Ciclo de testes ESC/ELR) – Resolução 403 de 11 de novembro 2008 LIMITES POLUENTES Fase P-5(1) desde 1º/1/2004 monóxido de carbono (CO em g/kW.50 0.10 0.h) óxidos de nitrogênio (NOx em g/kw.50 0. Julio Lodetti 19 .46 2.h) hidrocarbonetos (HC em g/kW.80 (2) Fase P-6 a partir de 1º/1/2009 1.02 0.02 0.h) material particulado (MP em g/kW.50 (1) Permanece em vigor nos anos de 2009.50 Fase P-7 a partir de 1º/1/2012 1. 2010. Fonte: CETESB Volvo Powertrain Eng.75 dm³ e rotação à potência nominal superior a 3000 m-1.h) opacidade ELR (m-1) 2.46 3.66 5.00 0.10 ou 0. e 2011 por força de Termo de Ajustamento homologado pelo Juízo Federal no estado de São Paulo (2) Aplicável somente a motores de cilindrada unitária inferior a 0.00 0.50 0.

Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti 20 .

Julio Lodetti 21 .A legislação no “primeiro” mundo Fonte: BOSCH/MTZ Volvo Powertrain Eng.

Julio Lodetti 22 .Source: Dieselnet Volvo Powertrain Eng.

Evolução

Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti
23

Legislação nos USA
Carros de passeio

Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti
24

Fonte: FEV

Ciclos normalizados
Veículos de Passeio

• Ciclo FTP 75 (USA, Brasil)

Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti
25

Fonte: Dieselnet

Legislação na Europa – Veículos de Passeio • Ciclo NMVEG (Europa) Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti 26 .

Julio Lodetti 27 .CLASSES DE MOTORES Volvo Powertrain Eng.

hidrogênio.CLASSES DE MOTORES • A combustão interna: São os motores onde os produtos da combustão constituem eles mesmos o fluido de trabalho. Volvo Powertrain Eng. vapor d`água etc). Julio Lodetti 28 . Este fluido intermediário que é o gerador do trabalho mecânico. • A combustão externa: São aqueles aonde o calor dissipado por uma combustão é transferido a um fluido intermediário (ar.

as diferentes evoluções do fluido motor acontecem em espaços sucessivos e justapostos. Volvo Powertrain Eng. – Nestes últimos. • Motores axiais: No caso das turbinas de avião e a gás. a câmara de combustão.CLASSES DE MOTORES No caso dos motores a combustão interna podemos distinguir ainda: • Motores alternativos do tipo a “ignição por centelha” e motores a ignição por compressão ou “Diesel”. Ao contrário dos motores alternativos onde as transformações acontecem todas no mesmo espaço. Julio Lodetti 29 .

CLASSES DE MOTORES Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti 30 .

Julio Lodetti 31 .CLASSES DE MOTORES Motores axiais Motores alternativos Volvo Powertrain Eng.

etanol.Famílias de motores alternativos • Ciclo termodinâmico 2 ou 4 tempos • Modo de combustão » Ignição por centelha. » ATAC • Natureza do combustível » Gasolina. Julio Lodetti 32 .V. metanol. » Gás liquefeito de petróleo. G. » Ignição por compressão. » Diesel. etc Volvo Powertrain Eng.N. » Dual-Fuel. » HCCI. » Carga estratificada e/ou lean burn.

– Injeção direta Diesel. pressão de injeção (< 5 bar) – Injeção direta de gasolina (50-200 bar). – Injeção de gasolina indireta mono ou multi-ponto. com o sistema‘Common rail’. Unidades injetoras. rotativa. com bombas de injeção em linha. Julio Lodetti 33 .Famílias de motores alternativos – Modo de alimentação em combustível – Carburador. – Injeção indireta Diesel em pré-câmara de combustão. • Modo de alimentação em ar – Aspiração natural – Sobre-alimentação com baixa Volvo Powertrain Eng.

US10.600 • Diâmetro: 135 mm • Curso: 156 mm • Potência: 345-540 hp a 1800 rpm • Torque: 1750-2600 Nm a 1050 rpm • Razão de compressão: 18:1 • Emissões: Euro3/4/5 . JPN-NLT. US07.•Especificações de um motor DIESEL pesado • Fabricante: VOLVO Powertain • Tipo do Motor: D13A/B/C • Deslocamento volumétrico (cm3): 12. Julio Lodetti 34 . Volvo Powertrain Eng.

Julio Lodetti 35 .OS CICLOS MOTOR Volvo Powertrain Eng.

Julio Lodetti 36 .OS CICLOS MOTOR • 2 TEMPOS • 4 TEMPOS Volvo Powertrain Eng.

Julio Lodetti 37 .OS CICLOS MOTOR .outros • WANKEL Volvo Powertrain Eng.

outros • BRAYTON • Early Gas Turbine History • 1791 First patent for a gas turbine (John Barber. Neuchâtel. Switzerland (velox burner. United Kingdom) • 1904 Unsuccessful gas turbine project by Franz Stolze in Berlin (first axial compressor) • 1906 GT by Armengaud Lemale in France (centrifugal compressor. constant volume combustion) • 1923 First exhaust-gas turbocharger to increase the power of diesel engines • 1939 World’s first gas turbine for power generation (Brown Boveri Company). Julio Lodetti 38 .T Volvo Powertrain Eng.OS CICLOS MOTOR . aerodynamics by Stodola) Fonte: M. no useful power) • 1910 First GT featuring intermittent combustion (Holzwarth. 150 kW.I.

Julio Lodetti 39 .OS CICLOS MOTOR .outros • BRAYTON Volvo Powertrain Eng.

Volvo Powertrain Eng..outros • Para nunca mais esquecer como funciona . Julio Lodetti 40 .OS CICLOS MOTOR ..

ARQUITETURA DO MOTOR Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti 41 .

ARQUITETURA DO MOTOR BAIXO MOTOR Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti 42 .

Julio Lodetti 43 .Câmaras de combustão Volvo Powertrain Eng.

A Fonte: Oficina Brasil Volvo Powertrain Eng. V.Câmaras de combustão • Q = vazão mássica na seção da válvula • ρ = densidade do fluido que atravessa a seção da válvula • V = Velocidade deste fluido • A = Área da seção de passagem na válvula Q = ρ . Julio Lodetti 44 .

Julio Lodetti 45 .Câmaras de combustão Volvo Powertrain Eng.

blogspot.Camaras de Combustão 5 válvulas por cilindro 4 válvulas por cilindro Fonte: AutoEntusiastas.com Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti 46 .

Julio Lodetti 47 .Camaras de Combustão Fonte: BOSCH/MTZ Fonte: Fiat Powertrain Volvo Powertrain Eng.

Julio Lodetti 48 .SAE Volvo Powertrain Eng.Sistemas de distribuição Comando no bloco Comando no cabeçote Fonte: livro “The Romance of Engines” .

Julio Lodetti 49 . • Pré-Câmara de combustão. OHC). Volvo Powertrain Eng. • Ignição por compressão (Diesel). • Válvulas acionadas por ataque direto.Sistemas de distribuição • Comando simples no cabeçote (SOHC.

Julio Lodetti 50 .Sistemas de distribuição Comando simples no bloco – motor em V Volvo Powertrain Eng.

) • Ignição por centelha e Injeção direta (na câmara de combustão) – Exemplo: TSI e TFSI da VW.Sistemas de injeção de combustível • Ignição por centelha e Injeção indireta (via coletor de admissão) – Carburador (in-memoriun) – Mono-ponto (Ex: E.F. Julio Lodetti 51 .I) – Multi-ponto (Ex: M.I.F.P. • Diesel e injeção indireta (em pré-câmara) • Diesel e injeção direta (na câmara de combustão) Volvo Powertrain Eng.

Configuração de cilindros • I • L • V • W • X • H • Etc etc.. Julio Lodetti 52 .. • V invertido • Duplo V • U • Espiga de milho • VW – VR • Contrapostos Volvo Powertrain Eng.

Julio Lodetti 53 .Configuração de cilindros V x W Volvo Powertrain Eng.

Julio Lodetti 54 .Configuração de cilindros Radial de 5 cilindros Volvo Powertrain Eng.

VELOCIDADE MÉDIA DO PISTÃO Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti 55 .

. Volvo Powertrain Eng. é o limite.. L . 10 − 3 Vp ( m / s )= 30 Onde: •L = curso do pistão (mm) •N = rotação do motor (rpm) O valor máximo da velocidade média do pistão é limitada pelos esforços de Inércia e pela garantia de um bom enchimento dos cilindros. Uma velocidade de 24 m/s nos dias de hoje.Velocidade média do pistão • EQUAÇÃO GERAL 2 . 10 Vp ( m / s ) = 60 −3 ou L .. N .salvo motores F1. N . Julio Lodetti 56 .

os valores ficam em torno de 12 a 18 m/s. • Motores de F-1 atuais. ultrapassam a barreira dos 26 m/s. • Existem versões esportivas que atingem a casa dos 23 m/s.Velocidade Média do Pistão • Para motores a ignição por centelha. • A velocidade média do pistão nos dá uma idéia da escolha técnica do motor. Influenciando prestações e custos de produção Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti 57 .

onde Vp = 6 – 8 m/s.B. N<600 rpm 3 2 1 L.. N= 4000 a 5000 rpm.N. Julio Lodetti 58 Fonte: RAYNAL. Caminhão. onde Vp = 12 – 14 m/s. onde Vp = 7 – 9 m/s.10−3 Vp(m / s )= 30 Volvo Powertrain Eng. 2 Semi-rápidos.. trem. N < 1000 rpm 3 Lentos. .Velocidade média do pistão • A velocidade média do pistão permite classificar os motores diesel como: 1 Rápidos (automóvel).

está na marca de 11 m/s de Velocidade média do pistão. tanto os rápidos quanto os semi-rápido. Julio Lodetti 59 .Velocidade média do pistão • A tendência atual para os motores DIESEL. Volvo Powertrain Eng.

h Vm = 9 m/s Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti 60 .Velocidade média do pistão • Motor Rodoviário rápido – Volvo D12D Curso = 150 mm NPmax = 1800 rpm Pot = 70 kw/cilindro CSEmin = 200 g / kw.

Julio Lodetti 61 .Velocidade média do pistão Fonte: Volvo Powertrain Volvo Powertrain Eng.

300 mm N = 1000 rpm Pot = 200 kw/cilindro CSEmin = 190 g / kw. Julio Lodetti 62 .Velocidade média do pistão • Motor Ferroviário rápido D.h Vm = 10 m/s Volvo Powertrain Eng.L = 200.

Julio Lodetti 63 .Velocidade média do pistão • Motor Marinho SEMI-RAPIDO D = 400 – 600 mm N = 350 – 500 rpm Pot = 1000 kw/cilindro CSEmin = 190 g / kw.h Vm ~ 8 m/s Volvo Powertrain Eng.

Julio Lodetti 64 .h Vm ~ 6 m/s Volvo Powertrain Eng.Velocidade média do pistão • Motor Marinho LENTO N = 70 – 120 rpm Pot = 3500 kw/cilindro CSEmin = 155 g / kw.

Velocidade média do pistão Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti 65 .

navio Volvo Powertrain Eng.Relação diâmetro x curso • Motor QUADRADO – Onde L = D – Ex: Automóveis “populares” • Motor SUPER-QUADRADO – Onde L < D – Ex: Motores de competição ou esportivos • Motor SUB-QUADRADO – Onde L > D e L >> D – Ex: Motores de caminhão. Julio Lodetti 66 .

incluindo o volume da pré-câmara. – VEZÃO = volume do cilindro. Julio Lodetti 67 .. mas este termo é errôneo. no caso de injeção indireta diesel. • Além da espessura da junta do cabeçote. • ONDE: – vezinho = volume da câmara de combustão.. Vu + v ε = v Volvo Powertrain Eng.Relação de compressão • Também conhecido como “taxa de compressão”.

CONTROLE ELETRÔNICO DO MOTOR Volvo Powertrain Eng. Julio Lodetti 68 .

aceleração. – Ao fim dos anos 70.As prestações para satisfazer o cliente • Antes de 1970: só importava desempenho. Volvo Powertrain Eng. o cliente desejava um carro que consumisse pouco. diminuir poluição viria ser a maior preocupação das industria automotiva e petrolíferas.potência e velocidade. devido a pressão exercida pela legislação. – Depois. por causa das crises petróleo. Julio Lodetti 69 .

As prestações para satisfazer o cliente • Agora. Julio Lodetti 70 . quando um construtor tem que ajustar um motor. deve-se combinar as diferentes prestações seguintes para seduzir o cliente : • Consumo • Desempenhos • Ruídos/Vibrações • Dirigibilidade (correção do torque) • Poluição\Emissões • Confiabilidade • Arranque a frio / quente Volvo Powertrain Eng.

Isso é o controlador do motor. Julio Lodetti 71 . Volvo Powertrain Eng.As prestações para satisfazer o cliente • Graças aos melhoramentos com a velocidade de tratamento para o calculador dos dados provenientes dos sensores. muitos fatores podem ser ajustados durante o funcionamento do motor para adequar-se a estas prestações.

DIESEL Volvo Powertrain Eng.. Julio Lodetti 72 Fonte: Renault .Dimensões dos calculadores..