You are on page 1of 3

ELETRÔNICA

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETROTÉCNICA - Disciplina Eletrônica - Profª Elisabete -elisanm@utfpr.edu.br

TRANSDUTORES DE TEMPERATURA
1 INTRODUÇÃO

A medição da temperatura pode ser efetuada de diferentes formas. Apesar de existir uma grande variedade de transdutores de temperatura, os principais tipos são: • Resistências de metal (RTD – Resistance Temperature Dependant) - baseia-se na variação da resistência de um metal (platina, níquel, cobre) com a temperatura; • Termistores (NTC, PTC) – baseia-se na variação da resistência de óxidos de metais (níquel, manganes, cobalto) em função da temperatura; • Termopares – baseia-se no efeito termoelétrico: quando dois metais diferentes unidos numa junção (junta quente e fria), são submetidos a uma variação de temperatura, gera-se uma diferença de potencial aos terminais dos dois metais; • Diodo de junção – baseia-se na variação da condutividade de materiais semicondutores com a temperatura. Existem circuitos integrados como o LM335 que utiliza um diodo de junção, em que a tensão de saída é diretamente proporcional à temperatura (em Kelvin). 2 Resistências de Metal ou Termo resistências (RTD)

As termo resistências também conhecidas pela abreviação inglesa RTD (Resistive Temperature Detectors) são sensores de temperaturas constituído por metais de resistência elétrica com elevado coeficiente de temperatura α . Resistência de metais A resistência elétrica dos metais varia de uma maneira quase linear. A Fig. a seguir apresenta a resistência elétrica normalizada R/R0 , na qual R0 é a resistência elétrica a 0o C, em função da temperatura para metais comumente usados na fabricação de termo resistências. A unidade do coeficiente de temperatura α é expresso em Ω /Ω /oC. Quanto maior coeficiente α , maior a variação da resistência para uma dada variação de temperatura. Dos metais usados na fabricação de termo resistências, o níquel possui o maior coeficiente α = 6,72.10-3 Ω /Ω /o C e o cobre de 4,27.10-3 Ω /Ω /oC.

Por ElisabeteNM -1-

uma corrente contínua fluirá pelo circuito termoelétrico.3 NTC/PTC Os termistores são dispositivos construídos de materiais semicondutores. Os termistores PTC (Positive Temperature Coefficient ) apresentam uma variação positiva da resistência com o aumento da temperatura e alguns são caracterizados por esta subida ser abrupta. A esta tensão dá-se o nome de tensão Seebeck .. cuja resistência varia acentuadamente com a temperatura. Apesar de a palavra termistor derivar da junção das palavras inglesas “THERMally sensitive resISTOR”. em geral. as curvas de variação dos termistores com a temperatura são altamente não lineares. Se dois metais dissimilares forem soldados nas duas extremidades e uma delas for aquecida. Enquanto que a variação da resistência do sensor de platina é quase linear. referenciada a 25 ºC (abreviadamente referida por R25). São geralmente utilizados na gama de temperaturas de -50°C a 150°C. A resistência do NTC é. Para mais detalhes.. Os termistores NTC (Negative Temperature Coefficient) apresentam uma variação negativa de resistência com o aumento da temperatura. Para a maior parte das aplicações. 4 TERMOPARES O princípio de funcionamento do termopar baseia-se no efeito Seebeck. e 100 Ω k. o que os torna úteis em dispositivos de proteção contra sobre aquecimentos. ver artigo acerca de termístores do tipo NTC em: (http://www. No entanto. na sua faixa de utilização de temperaturas. o NTC pode ser classificado de uma forma mais precisa como um semicondutor cerâmico.enautica.pt/publico/Professores/Baptista/instrum. podendo ir até 300°C no caso de modelos encapsulados em vidro. existem valores de R25 inferiores a 10Ω .doc . uma tensão elétrica de circuito aberto aparecerá e estará diretamente relacionada à diferença de temperatura entre a extremidade soldada e a extremidade aberta e à composição dos dois metais. e superiores a 40 Ω M . descoberto por Thomas Seebeck em 1821. Os NTC’s apresentam uma série de vantagens para a medição e controle de temperatura. os valores de R25 estão compreendidos entre 100Ω . e resistências referenciadas a temperaturas diferentes de 25 ºC.htm). Por ElisabeteNM data -2- Sensores_Temperatura. Se o circuito for aberto numa das extremidades.

30 a 40% pelas termo resistências de platina e o restante pelos outros tipos de sensores (incluindo termistores e pirômetros ópticos). HENRIQUE DEPARTAMENTO DE MÁQUINAS MARÍTIMAS M412 . termopares podem ser usados para medições para temperaturas de até 3000o C. Os sensores tipo circuito integrado (CI) são fabricados por técnica de fabricação de circuito integrado que incorporam num “chip” o termoelemento (geralmente um termistor PTC) junto ao circuito eletrônico de condicionamento de sinal. na qual tanto os RTDs quanto os termopares tem bom desempenho. mas na prática será difícil realizar medições precisas para temperaturas acima de 1000o C. De forma análoga. Luis Filipe Baptista.doc . os sensores RTD são mais lineares.5 Comparação entre Sensores de Temperaturas em Aplicações Industriais Cerca de 60% de todas as medições de temperatura industriais são feitas com termopares. Eng. Os termopares apresentam uma faixa de leitura de temperatura mais ampla do que as termo resistências e termistores. Referencial Teórico: Apostila: ESCOLA NÁUTICA INFANTE D. A Fig. termo resistências de Pt são usadas para medições até 1000o C.INSTRUMENTAÇÃO TRABALHO LABORATORIAL Nº 4 TRANSDUTORES DE TEMPERATURA Prof. Carlos Santos Silva Por ElisabeteNM data -3- Sensores_Temperatura. a faixa de medição de temperatura é de 200 a 400o C. abaixo ilustra o sinal de saída relativa de sensores de temperatura como função da temperatura. Em princípio. Em compensação. mas em aplicações industriais é muito difícil realizar medições precisas para temperaturas acima de 400o C. Na maioria das medições industriais.