You are on page 1of 6

ÓPERA DE ARAME Estacionamento: gratuito Horário: Diariamente, das 8h às 20h.

Um teatro em forma circular, com estrutura tubular e totalmente transparente. Construído em uma pedreira desativada, cercado por lagos, cascatas e vegetaç o abundante. !ste " o cen#rio $ue abriga a Ópera de Arame. %alco de performances artísticas e culturais, o espaço " semelhante à &pera de %aris. ' o (00 metros $uadrados de #rea construída em tr)s níveis. * capacidade total, incluindo lugares na plateia e camarotes, chega a $uase 2 mil espectadores. +naugurado em ,--2, o pro.eto do ar$uiteto Domingos /ongestabs " composto totalmente por fios e canos de arame. 0 comple1o fa2 parte do %ar$ue das %edreiras, .untamente com o espaço cultural da pedreira %aulo 3emins4i. %or motivo de reforma, o local estar# fechado para visitaç o a partir do segundo semestre de 20,5. * %edreira %aulo 3emins4i inclui um palco ao ar livre, $ue pode abrigar grandes apresentaç6es, e o !spaço Cultural %aulo 3emins4i, onde obras, fotos e hist7rias do poeta e intelectual podem ser vistas e lidas. 8a comemoraç o dos 500 anos de Curitiba, em ,--5, apresentou9se na %edreira, o tenor catal o :os" Carreras, acompanhado pela 0r$uestra 'inf;nica /rasileira. * &pera de *rame " um teatro com capacidade para 2.(00 espectadores, construído em estrutura tubular e teto transparente. 0 %ar$ue das %edreiras " um espaço cultural envolvido por lagos, cascatas e mata de arauc#rias. 0nde a arte humana encontra9se em harmonia com a arte da nature2a, formando uma paisagem singular. 3# est o a &pera de *rame e o !spaço Cultural %aulo 3emins4i. 0 %ar$ue das %edreiras foi inaugurado em ,--2, no local de uma antiga pedreira. Pedreira Paulo Leminski Endereço: <ua :o o =ava, ->0, %ar$ue das %edreiras 9 %ilar2inho Contato: Horário ?echada para obras de funcionamento:

*s e1plos6es de dinamite, $ue antes se ouvia na velha pedreira municipal, foram substituídas por outros tipos de e1plos6es@ de sons, cores e lu2es dos grandes espet#culos $ue a %edreira %aulo 3emins4i abriga desde $ue teve seu uso reciclado. Com capacidade para 2A mil pessoas, ao ar livre, o local tem sido cen#rio para eventos grandiosos, com a presença de artistas de renome, brasileiros e estrangeiros, al"m de bandas nacionais e internacionais de roc4. *ssim, onde antigamente se e1traia pedra e p7 de brita para pavimentar a cidade, est# ho.e o espaço cultural %aulo 3emins4i e a &pera de *rame, formando o %ar$ue das %edreiras, um dos pontos turísticos mais visitados de Curitiba. 3ocali2ada no /airro %ilar2inho, a antiga pedreira municipal transformou9se em espaço cultural no dia 2( de agosto de ,-8-, com a apresentaç o do espet#culo B%arceiros de %aulo 3emins4iC. 0 evento integrava o programa B%erhappinessC, criado pela ?undaç o Cultural de Curitiba para homenagear o poeta, escritor, mDsico, compositor e publicit#rio curitibano %aulo 3emins4i, falecido dois meses antes, em > de .unho de ,-8-. * inauguraç o oficial aconteceu em 50 de setembro de ,--0, com a entrega da primeira etapa das obras de adaptaç o do novo espaço cultural da cidade. Desde ent o a %edreira tem sido palco de grandes espet#culos, como o concerto do tenor espanhol :os" Carreras, ocorrido em ( de abril de ,--5, ponto alto das comemoraç6es dos 500 anos de

ciclovia. estacionamento privativo para artistas e e$uipes de produç o. situada no t"rreo. Forre panorGmica Estacionamento: n o possui Horário: Ferça a domingo.--. tra2 uma vista privilegiada da cidade de Curitiba. às margens do rio /arigui. lagos. pista de cooper e bistr..8 m de profundidade. $ue reDne diversos tipos de aparelhos antigos.0-. os cap6es. mirante de AI metros de altura e um . trilhas e um grande . 0 ob. da tribo FingMi. .eç o de vídeo. 'ituado entre os municípios de Curitiba e *lmirante Famandar". Parque Tingui 0 %ar$ue Fingui foi inaugurado em .0 m de altura.8h. 0 nome do %ar$ue " uma homenagem aos índios tinguis $ue habitavam a regi o por "poca de sua coloni2aç o pelos portugueses. . lago. e a sala de pro. !st# incluído no roteiro da linha turismo. Considerada o ponto mais alto de Curitiba.--. al"m do passeio panorGmico. lo. %ossui lagos.ardineiras $ue partem da %raça Firadentes "ardim #otânico Estacionamento: gratuito Horário: Diariamente. pela Felepar e corresponde a um edifício de (0 andares. por um mirante $ue oferece 5A0J de vis o. 8h às . Uma est#tua representando o caci$ue Findi$Mera. lanchonete. dos $uais (0P s o ocupados por florestas remanescentes de vegetaç o regional. +nformaç6es F"cnicas@ 0 espaço ocupa uma #rea ao ar livre de . Parque Tanguá Estacionamento: gratuito Horário: Diariamente.ardim franc)s cu. Dois anos depois da inauguraç o.etivo inicial da #rea era abrigar uma usina de li1o industrial e reciclagem de caliça.ardim. Ah às 20h. par$ue infantil.0 mil m2. na margem direita do <io /arigMi. 0 palco tem .. 0 emorial !craniano " uma das principais atraç6es do %ar$ue. pontes de madeira cobertas.--A em regi o de preservaç o ambiental@ cerca de 25I mil metros $uadrados. a Torre Panorâmica. o par$ue recebeu portal de acesso. entre as ruas :os" Nalle e ?redolin Oolf.fundaç o da cidade. palco coberto.o espelho dK#gua pro. Hedindo . camarins. . ciclovia e bastante #rea verde. sala para ambulat7rio e #rea para convidados especiais. ?ica no bairro FingMi. +naugurado em . o pDblico pode conhecer a e1posiç o no Huseu do Felefone. Uma 7tima opç o de la2er em Curitiba. heliporto. feito por . est# colocada na entrada do %ar$ue. 0s índios tinguis cooperavam e prestavam serviços para os coloni2adores europeus.--( com 580 mil mL de #rea.-h. com capacidade para 2A mil pessoas. 'eu nome oficial homenageia a urbanista ?rancisca Haria =arfun4el <ischbieter. 0 par$ue tamb"m oferece estacionamentos. $ue colocou Curitiba na rota dos grandes shoEs nacionais e internacionais.8 m de largura e . cascata.5. conhecida tamb"m como Forre das Herc)s.0h às . o Parque Tanguáfoi inaugurado em 25 de novembro de .as e torre de observaç o.>8 mil metros $uadrados. e o local possui lagos. sob a ordem do %refeito C#ssio Faniguchi. o "ardim #otânico de Curiti$a possui #rea de .eta o belvedere@ construç o distribuída em dec4s met#licos e $ue possui sanit#rios.Im de altura.. * construç o foi reali2ada em .

-. estDdio de de arte eletr. o acervo do museu guarda obras dos paranaenses *lfredo *ndersen.ardins do :ardim /otGnico. * estufa abriga plantas características da floresta atlGntica do /rasil. e o mercado $ue ali havia. o pr"dio foi restaurado em março de 200-. possui apro1imadamente 5I mil mL de #rea contruída e . facilitando o acesso #s ferramentas de produç o e # circulaç o dos trabalhos. disponibili2ando aos visitantes livraria. Carib" e 0scar 8iemeWer. foi inspirada em um pal#cio de cristal $ue e1istiu em 3ondres. Fel@ 52A(9A--(. construída com inspiraç o no %al#cio de Cristal de 3ondres. 8o :ardim das 'ensaç6es d# pra ver as plantas com as m os. foi sede do gabinete de (2 prefeitos. ouvir a vo2 do vento e da cascata. um dos maiores herb#rios do /rasil. 3ocali2ado no Centro Cívico de Curitiba.etivo de incentivar a proteç o à nature2a. 0 %aço da 3iberdade possui espaço para a arte e cultura do povo %aranaense.20I metros $uadrados.eto cultural. 'eus .e esta com uma cara totalmente renovada. o Huseu /otGnico Hunicipal. Higuel /a4un. possui uma #rea de 2. esta revitali2aç o durou 2 anos e ho.0h às . *briga sala de leituras. CGndido %ortinari. 0 !spaço Cultural ?rans Qra. h Tno ver oU e das > h às 20 h Tno invernoU. locali2ada atr#s da estufa.cberg oferece e1posiç o permanente de obras doadas pelo artista $ue d# nome à construç o. abriga grande variedade de plantas e flores. pelo 'esc %aran#. =uido Niaro e Velena Oong. o useu &scar 'ieme(er foi inaugurado em 22 de novembro de 2002. . sempre presente na %raça =eneroso Har$ues . desenvolve um trabalho científico com o ob. *cesso pela rua !ngR. para mostras e produç6es paranaenses . Nisitas@ diariamente. 0 Huseu.o nome era !difício %residente Vumberto Castelo /ranco.Uma estufa de vidro com (I0 metros $uadrados. 0sto. aspirar o perfume das plantas e o cheiro da terra.--. Fheodoro De /ona.nicas e com estilo *rt 8ouveu.e nosso Hercado Hunicipal.> mil mL de #rea e1positiva.. considerada a maior da *m"rica 3atina. 0 :ardim /otGnico de Curitiba foi inaugurado em . *o longo do tempo o %aço da 3iberdade tra2 consigo uma longa hist7ria. respons#vel pela ar$uitetura do ane1o. biblioteca com um acervo de I mil títulos um espaço com internet para pes$uisas. %ar$ues Curitiba useu &scar 'iema(er Estacionamento: gratuito Horário: Ferça a domingo. Fem semente. %ara completar a lista de atrativos. % em uma trilha de 200 metros de e1tens o no :ardim /otGnico de Curitiba. sentir o ch o com os p"s. em $ue o visitante percorre de olhos vendados conhecendo com os sentidos restantes plantas e algumas paisagens naturais.# abrigou o Huseu %aranaense.ardins geom"tricos e a estufa de tr)s ab7badas tornaram9se um dos principais cart6es postais de Curitiba. salas de e1ibiç o de vídeos n o comerciais.nica para criaç o e ediç o de som e vídeo. +anelli.8h. no s"culo . linhas ar$uitet. Uma sala para mDsica e estDdio de gravaç o para bandas paranaenses para pro. cu. sino $ue toca a anuncia a bele2a da vida. dei1ou de ser sede da secretaria de !stado e ganhou um ane1o chamado popularmente de 0lho. ho. 'ua ar$uitetura. al"m de Farsila do *maral. estilo ecl"tico. das A h às 2. ?ormas geom"tricas nos . $uando o pr"dio principal. galho. !stilo ?ranc)s. das .a <ogus4i S bairro :ardim /otGnico. %aço da 3iberdade 0 %aço da 3iberdade foi criado no inicio do s"culo XX. conhecido como H08. com uma #rea de 2(I mil mL. Composto por mais de tr)s mil peças. um dos principais monumentos da cidade de Curitiba. em estrutura met#lica e estilo art9noveau.

>00 mL o local conta com um belo chafari2 ornamentado. as e1posiç6es podem ser encontradas no p#tio e no interior da paço da 3iberdade. um dos fundadores da instituiç o. e novamente 3obo de Houra.880. pois a praça n o recebeu melhorias dignas de um logradouro o $ue dificultava at" a entrada no edifício da instituiç o e os demais fre$Mentadores da praça tinham $ue se habituar aos entulhos e o li1o. plantada no dia > de setembro de . como@ o Campus %r"dio Vist7rico da U?%< e no lado oposto o Featro =uaíra.-0. 0 espaço conta com elevadores. pois em seu entorno encontram9se dois dos principais pontos hist7ricos e culturais de Curitiba. a administraç o da capital iniciou algumas obras em .2.# teve pista de patinaç o do gelo e o shoE Bdança da #guasC.# possuiu outras denominaç6es.8a parte de bai1o do %aço da 3iberdade apresenta caf" cultural. 0 logradouro conhecido por %raça 'antos *ndrade Tref. !ntre o final do s"culo X+X e a primeira d"cada do s"culo XX o largo era um e1tenso campo e suas dimens6es chegavam at" as pro1imidades da <ua ' o ?rancisco e as ruas Harechal Deodoro e =aribaldi Tatual <ua %residente ?ariaU. !sta Dltima designaç o permaneceu at" 5 de . 3argo Du$ue de Ca1ias. entre eles. no bairro curitibano do Centro. e esta locali2ado na regi o central da capital paranaense.aneiro de . por"m. * denominaç o da praça e uma homenagem ao e19presidente do estado. estado do %aran#. * rotina este largo era receber companhias circenses e espet#culos diversos. na forma de um c#lice Tremodelado nos anos de . em concreto. nesta "poca. como@ 3argo 3obo de Houra. :os" %ereira dos 'antos *ndrade. 8o Fhere2a Christina os governos do município e o estado . * situaç o n o modificou muito nos primeiros anos do novo pr"dio da universidade. $uando o local passou a ser chamado 3argo Fhere2a Christina.8>-. * %raça 'antos *ndrade * %raça 'antos *ndrade " um logradouro da cidade de Curitiba.0U . 8ilo Cairo. o do professor Dr. a 20 de . * praça " considerada como um marco cultural da cidade. guias rebai1adas para cadeirantes nas calçadas. %ara os visitantes $ue v o at" o local.-00. 20. recebida em I de abril de . pois o local. todas administrada pela U</'. * praça tamb"m " um dos terminais de . pois na mesma encontram9se algumas linhas convencionais da capital e da regi o metropolitana. Caetano Hunho2 da <ocha.A de novembro de . de . como os pinheiros =uapuruWus e a B*rauc#ria do Centen#rioC.-. a partir de . como o nivelamento e a . todos com a face voltada para o pr"dio da U?%<. mais especificamente.-22 Tno centen#rio da +ndepend)ncia do /rasilU pelo ent o presidente do estado. era um verdadeiro dep7sito destas ma2elas urbanas.-80 e . .# cogitaram em construir o %aço Hunicipal e edificaç6es para o %al#cio das 'ecret#rias.>.8-0.nibus urbanos de Curitiba.88.8-A a .-I0U e $ue se destaca entre as arvores centen#rias. conta com amostras e e1posiç6es de longa e curta duraç o. !m . o largo recebeu a denominaç o de %raça 'antos *ndrade em honra ao e19presidente do !stado :os" %ereira dos 'antos *ndrade $ue administrou o %aran# em duas gest6es. deve9se dei1ar os carros em estacionamento privativo ou nas ruas laterais. como touradas T tamb"m .--0U.aneiro de .unho de . * urbani2aç o da nova praça de Curitiba s7 ocorreu a partir de .-.. escadarias. Com uma #rea de . %or reclamaç6es do Centro *cad)mico. *ntes disso o local n o passava de um descampado sem pavimentaç o e $ue se tornava um verdadeiro lamaçal em dias de chuva. caf" e piano. estes na atual praça nas d"cadas de . nenhuma destas obras chegou a ser e1ecutada. uma sala de atos para apresentaç6es musicais e teatrais.-00 e $ue faleceu em . 0 %aço da 3iberdade. n o h# estacionamento pr7prio.0 e foi incrementada com o início da construç o do pr"dio da ent o Universidade do %aran#. e os v#rios bustos de personalidades da cultura paranaense.

as de roupas.ardins $ue por l# e1istem s o lindos. inspirada no %al#cio de Cristal de 3ondres.-5(.a da 0rdem e pela famosa ?eira de *rte e *rtesanato do 3argo da 0rdem. pois o trecho da rua $ue se encontrava logo em frente às escadarias do pr"dio da U?%< foi transformado em calçad o para pedestres. 8as comemoraç6es do Centen#rio de !mancipaç o do !stado. Centro Cívico Z a sede dos %oderes do !stado do %aran#. ?oi implantado em . o par$ue " tamb"m a grande #rea de preservaç o natural da regi o central da cidade.->> a praça recebeu a pavimentaç o completa do petit pavet e nesta obra a <ua :o o 8egr o perdeu alguns metros de sua pista de rolagem para veículos.-22 $uando a prefeitura e o governo estadual escolheram a %raça 'antos *ndrade para as comemoraç6es do Centen#rio da +ndepend)ncia do /rasil e assim a praça foi a. com a colocaç o de Bmeio9 fiosC. %ontos turísticos de curitiba Curitiba " uma cidade nacionalmente conhecida. !m . selecionamos .-I( o !difício <uW /arbosa. o /arigui " uma boa opç o.ardinada e nela construiu9se um repu1o com tr)s bicos dY#gua T$ue na d"cada de . 20.. 'ua principal atraç o " uma estufa de ferro e vidro.inha ou saborear um lanche\ 8a XN ainda tem o famoso /ondinho da XN e o %al#cio *venida. pela +gre. com o %al#cio +guaçu. o :ardim /otGnico funciona como um centro de pes$uisas da flora do %aran#.0U.construç o de bueiros. <ua XN de 8ovembro Z o centro de com"rcio popular de Curitiba. o !difício Harumbi e em .-I5. ou est# em Curitiba simplesmente para passear.-I. 0s turistas podem encontrar lo. roupas. pelas construç6es antigas. esculturas. acess7rios. bancos. em . no centen#rio da emancipaç o política do %aran#. lembrancinhas da cidade. ! mais@ os tradicionais bares para tomar uma cerve.->0. pelas apresentaç6es de 8atal no %al#cio *venida. 0 acesso " gratuito. pelos belos pontos turísticos $ue por a$ui e1istem. foi lançada a pedra fundamental do novo pr"dio do Featro =uaíra $ue s7 foi concluído na d"cada de . *l"m de refDgio para v#rios animais. 'etor Vist7rico 0 bairro ' o ?rancisco " famoso pelos bares.-I0 seria remodelado nos atuais moldes S ref. correr ou andar de bicicleta. e tamb"m. tamb"m conhecida como ?eirinha do 3argo. panificadoras. pelo tradicional ?estival de Featro. pinturas. al"m da %refeitura de Curitiba.a pela boa culin#ria. bolsas. bem como. 8as barracas h# artesanato.. 8 o se es$ueça de fotografar@ os . a delimitaç o definitiva da praça. $ue acontece todos os domingos. . onde acontecem as apresentaç6es do 8atal mais famoso do país. se. restaurantes. a *ssembleia 3egislativa e o Fribunal de :ustiça. [uem adora caminhar. calçados. e as tradicionais barracas de gastronomia. 0 entorno da praça sofreu transformaç6es ao longo do s"culo XX com o desaparecimento do casario peculiar da velha Curitiba para surdir importantes e BmodernosC edifícios.-I5. 'e voc) chegou à cidade h# pouco tempo. em . %ar$ue /arigui Z o par$ue mais fre$uentado de Curitiba. al"m de peças de decoraç o e utensílios para co2inha. * urbani2aç o efetiva da praça ocorreu em . como a sede dos Correios em . :ardim /otGnico Um dos cart6es postais mais famosos do /rasil.0 pontos turísticos $ue voc) precisa conhecer.

ardim em estilo franc)s com canteiros de flores e espelhos d]#gua.2 um dos 20 museus mais bonitos do mundo pelo guia norte9amerciano ?lavorEire. %ar$ue Fangu# 0 %ar$ue Fangu# fica situado entre os municípios de Curitiba e *lmirante Famandar". Comida italiana " $ue n o vai faltar. obra do ar$uiteto brasileiro 0scar 8iemeWer. ciclovia. 0s restaurantes s o os desta$ues do local. unidades de interesse de preservaç o pelo valor hist7rico e ar$uitet. ar$uitetura e design e " composto por apro1imadamente duas mil peças. foi inaugurado em 2002.Huseu 0scar 8iemeWer *inda no Centro Cívico. %rincipal ei1o gastron. 'anta ?elicidade 0 bairro " formado por imigrantes italianos das regi6es do N)neto e do Frentino. a 0i Forre %anorGmica foi construída pela Felepar $ue ap7s a privati2aç o passou a ser propriedade da /rasil Felecom. 0 acesso " gratuito e fica aberto ininterruptamente. churras$ueira e um . lagos. o Huseu 0scar 8iemeWerTH08U. . " um desfile de casas típicas. e atualmente da 0i.nico. a Forre possui um mirante com vista de 5A0 graus para a cidade de Curitiba e um museu $ue conta a hist7ria da telefonia. ponte.r9do9sol. Com $uase . cascata.. 0 H08 foi eleito em 20. Conta com um mirante com AI metros de altura.mico de Curitiba.0 metros de altura. Uma das principais atraç6es " apreciar o p. Forre %anorGmica Hais conhecida como Forre da Felepar. 0 espaço " dedicado à e1posiç o de artes visuais.

Related Interests