MODELOES DE PROJETOS/TEMAS DE MESTRADO EM GEOGRAFIA 1. IDENTIDADE TERRITORIAL – A GEOGRAFIA DAS CONSTRUÇÕES E DISSOLUÇÕES CULTURAIS URBANAS; 2.

CIDADES METROPOLITANAS: A CIDADE DE LAURO DE FREITAS DA RMS/BA; 3. A PERIFERIA DE SALVADOR: AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA EM ÁREAS DE INTERVENÇÃO HABITACIONAL PARA POPULAÇÃO DE BAIXA RENDA

Projetos do

prof. Angelo Serpa

1997 - Atual Identidade de bairro nas periferias urbanas: Um estudo de geografia humanística aplicado ao planejamento (Projeto Espaço Livre) Descrição: A presente pesquisa pretende, sobretudo, embasar cientificamente processos participativos de planejamento urbano, a partir de conceitos e métodos da Geografia humanística e da percepção e da fenomenologia, entendendo os bairros como espaços de vivência e áreas prioritárias de intervenção. O projeto integrado de pesquisa, apoiado pelo CNPq, visa redefinir recortes e análises sobre os novos conteúdos da relação homem/espaço, assim como experimentar, imaginar e assimilar as novas possibilidades para intervenção no espaço construído para habitação em bairros periféricos de Salvador. Os procedimentos metodológicos buscam conciliar as técnicas de campo extraídas da obra de LYNCH (1990) e os conceitos e teorias desenvolvidos no âmbito da Geografia humanística e da percepção, bem como da fenomenologia. Trabalha-se a percepção da identidade dos bairros estudados, a partir da noção de intersubjetividade (HUSSERL, 2000a e b) e de transubjetividade das imagens e representações (BACHELARD, 1998), entendendo o "bairro" como um espaço social, reflexo e condição do/para o surgimento de um sistema de relações. Com base na realização de entrevistas com moradores das áreas pesquisadas, busca-se explicitar o entendimento e a imagem que se tem do bairro enquanto construção mental. A partir das representações individuais dos moradores, visa-se obter uma representação coletiva para cada bairro pesquisado, agrupando-se as representações em níveis diferenciados até se chegar a uma representação coletiva "síntese" do bairro. As atividades propostas pretendem fomentar um diálogo interdisciplinar entre a universidade e as representações populares de bairros da periferia de Salvador, subsidiando um planejamento urbano processual, baseado nos mecanismos de autogestão e participação.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação ( 2) / Mestrado acadêmico ( 2) . Integrantes: Angelo Szaniecki Perret Serpa - Coordenador. Finaciador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa. Número de produções C, T & A: 47 / Número de orientações: 17. 2002 - 2003 Clonagem de Paisagens e Não-Lugares:Subsídios de Geografia Cultural para uma Análise de Projetos Paisagísticos Contemporâneos na França e no Brasil Descrição: A pesquisa pretendeu identificar as diferentes tendências e concepções dos projetos contemporâneos de qualificação/requalificação de espaços livres públicos nas Capitais Francesa e Baiana, com base nos conceitos de "clonagem de paisagens" e "não-lugar", buscando compreender os mecanismos de apropriação social dos espaços livres públicos selecionados para análise, observando, em especial, a congruência entre forma e função, estrutura e processo, nos diferentes contextos culturais, e investigando a evolução das técnicas de planejamento da paisagem e

Bolsa. no cotidiano dos bairros e da cidade.suas implicações na homogeneização da linguagem projetual e na descontextualização dos projetos paisagísticos contemporâneos. Natureza: Pesquisa..Atual Territórios da Cultura Popular: Manifestações Culturais e Identidade de Bairro na Periferia de Salvador (Produção de Vídeos-Documentário) Descrição: O Grupo de Pesquisa TERRACULT: Territórios da Cultura Popular originou-se. a Lavagem de São Brás e a Mariscagem. O projeto visa proporcionar condições técnicas para a produção de seis vídeos-documentário sobre manifestações culturais em bairros populares de Salvador. o bloco Ilê Aiyê e a Berimbalada. Objetiva-se caracterizar algumas dessas manifestações culturais como: as Regatas e a Segunda-Feira Gorda. Número de produções C. no ano de 2004.Coordenador.Coordenador. Situação: Em andamento. na Ribeira. a partir da operacionalização dos conceitos de Território e Identidade Cultural. Número de produções C. Finaciador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia .Auxílio finaceiro. Alunos envolvidos: Graduação ( 2) . . em Plataforma. T & A: 6. Natureza: Pesquisa. mostrando como surgiram e como se encontram hoje. buscando aprofundar a análise das manifestações culturais em bairros populares de Salvador. Integrantes: Angelo Szaniecki Perret Serpa . Visase à médio prazo inventariar as manifestações culturais em áreas de urbanização popular em Salvador como subsídio para a produção de vídeos documentário. no Curuzú. Finaciador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior . Integrantes: Angelo Szaniecki Perret Serpa . 2005 . Situação: Concluído. das pesquisas desenvolvidas no Grupo Espaço Livre. T & A: 4 / Número de orientações: 1. .

sociais e gerenciais.Integrante / Maria Aparecida Netto Teixeira . das reformas no papel do Estado. no contexto da descentralização e da frgmentação. este projeto tem como objetivo analisar as diversas manifestações localismos no Brasil. também. seja em países subdesenvolvidos. destacando os aspectos sociais. Estes vem ocorrendo na escala do município.Integrante / Adriano Márcio Integrante. institucional e territorial. Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) . o advento de variados conflitos territoriais envolvendo os limites territoriais dos municípios. de regulação e gestão. econômicos e gerenciais. Integrantes: Antonio Angelo Martins da Fonseca . Em países como o Brasil onde estes processos ocorreram e ainda vem ocorrendo de forma marcante.Atual DESCENTRALIZAÇÃO Descrição: Durante os últimos quarenta anos a conjunção dos processos de reestruturação capitalista.Auxílio financeiro. experiências de consórcios e de modelos de gestão do território. também. pois se fortaleceu enquanto agente político e institucional e adquiriu maior visibilidade como escala espacial de planejamento. indicadores relacionados às motivações econômicos.. das reformas do papel do Estado e das demandas sociais a partir da década de 1980.Integrante / Lara Moraes Borowski . modelos de gestão empresariais. se busca investigar o desempenho institucional dos municípios emancipados de Irecê e Jacobina. Especificamente.Número de orientações: 5 2011 . experiências de descentralização das políticas públicas. Natureza: Pesquisa. tem gerado significativas transformações para os territórios nas mais diversas escalas geográficas.Atual DESCENTRALIZAÇÃO. do aumento de demandas sociais por participação no nível das decisões locais e dos jogos de interesses que envolvem os grupos do/no poder nas escalas locais e regionais. Diante deste cenário localista. que é um processo com conteúdos eminentemente político-administrativo. Descentralizada porque as inovações descentralizadoras de 1988. Situação: Em andamento. . e se expressam através de conflitos envolvendo limites municipais. Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico . destacando. permitiu que o município brasileiro passasse a dispor de uma capacidade de decisão e ação jamais observado desde o fim do período colonial. descentralizador e frsagmentador. e fragmentado porque de forma simultânea e até mesmo articulada à descentralização. a organização políticoterritorial do Estado pode ser considerada como descentralizada e fragmentada. FRAGMENTAÇÃO E A EMERGÊNCIA DE LOCALISMOS NO BRASIL Descrição: Tomando como referência os processos de descentralização e fragmentação engendrados por intermédio do processo de reestruturação do capitalismo. emancipações.Coordenador / Adriana de Jesus Santana . processo 477382/2011-8.Projetos do prof.. Antonio Angelo Martins da Fonseca E FRAGMENTAÇÃO NO TERRITÓRIO BAIANO 2012 . o objetivo geral desta pesquisa é analisar o desempenho institucional nos municípios emancipados na década de 1980 no Estado da Bahia. Edital Universal 14/2011.Integrante / Leandro Lopes Fiuza Santos . também vem ocorrendo no Brasil à ampliação das emancipações municipais como. seja em países desenvolvidos.

A pesquisa diz respeito ao Projeto 4: Análise da relação entre organização social do espaço metropolitano e o mercado imobiliário na Metrópole do Recife e ao Projeto 5: Estudo comparativo sobre o papel das atividades imobiliárias . Cristóvão de Souza Brito PRODUÇÃO IMOBILIÁRIA NO PROCESSO DE ORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO METROPOLITANO DO RECIFE. Coesão Social e Governança Democrática. o Grupos de Pesquisa de Fortaleza. a provisão da moradia se organiza através de um mercado profundamente segmentado. coordenado em nível nacional pelo do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional .turísticas na transformação do espaço social das metrópoles nordestinas: Salvador.. Na primeira tendência sugerem-se as hipóteses de que por um lado. no qual são identificáveis pelo menos quatro grandes segmentos: o empresarialmonopolista. esta pesquisa procurará levar em consideração as especificidades do mercado imobiliário nas cidades brasileiras no período de 1980 a 2005. sendo localmente desenvolvido pela equipe de pesquisadores do Observatório Pernambuco de Políticas Públicas e Práticas Sócio-Ambientais e do Núcleo de Gestão Urbana e Políticas Públicas/NUGEPP e o segundo integra.Sub-Linha: Descrição. .IPPUR.1980/2000. o empresarial-concorrencial. De acordo com os objetivos delineados pelo projeto Milênio. Natal e Salvador. do Projeto Milênio Observatório das Metrópoles Território. O primeiro integra todos os Núcleos de Pesquisa da Rede Metrópoles. análise da dinâmica e evolução da organização social do território das Metrópoles . além da Equipe de Recife. sob a perspectiva de duas tendências. levando-se em conta os novos vetores do comportamento do mercado. o rentista patrimonial e a autoprodução parcial. Recife. Descrição: O projeto de pesquisa aqui apresentado compõe o escopo da Linha II: Dimensão socioespacial da exclusão/integração nas metrópoles: estudos comparativos . Estes segmentos estão dispostos territorialmente nas metrópoles e a dinâmica imobiliária resulta de como em cada metrópole eles se articulam para formar um sistema de provisão de moradia.Projetos do prof. Natal e Fortaleza.

encontram-se o blog 2i2p http://www.ocupada pela população de baixa renda. 2009 ..Atual Metrópoles na Atualidade Brasileira: a Região Metropolitana de Salvador Descrição: O projeto se propõe a atualizar e avançar na análise de alguns dos fenômenos e processos. será suficiente para conter a reprodução da cidade irregular. especialmente no que tange ao seus impactos no acesso aos serviços públicos e às oportunidades de trabalho.. um sítio experimental para a comunicação e interação com a informação geográfica http://www. Estas são algumas questões fundamentais que determinarão as transformações de nossas metrópoles.2010 Mapeamento de Vazios Urbanos e Levantamento da situação fundiária das ZEIS ocupadas e dos vazios urbanos com Potencial de Implantação de Empreendimentos Habitacionais de Interesse Social do Município do Salvador Descrição: O processo histórico de desenvolvimento das cidades brasileiras nos revela um quadro de extremas desigualdades sociais e concentração de renda. Levantar aplicações de mídias sociais que veiculem conhecimento sobre o território. problemas habitacionais. O projeto tem . bem como de políticas habitacionais excludentes para população de baixa renda. contribuir para o uso da Internet na construção da cidadania. no âmbito do Edital Bahia Inovação 002/2008. Definir requisitos para interfaces para a produção de conhecimento sobre o território de modo colaborativo via Internet.Atual Cidadão em Gilberto Corso Pereira De Consumidor a Produtor de Informação sobre o Território Rede: Descrição: Projeto amparado pelo Protocolo de Cooperação Tecnológica firmado pelo SERPRO.. que afetam as metrópoles brasileiras. UFBa e UNEB.gov. precariedade ocupacional e vulnerabilidade social. em decorrência do alto custo da terra infra-estruturada. reguladas pelo mercado imobiliário . foi realizado em parceria entre PRODEB e LCAD/ Faculdade de Arquitetura da UFBA. Este projeto deverá: Levantar e conhecer as possibilidades e condições de aplicação de teorias e técnicas de análise de redes sociais on-line. os padrões de apropriação e utilização do espaço metropolitano e da sua segregação. tem por objetivo caracterizar o uso de mídias sociais na produção de conhecimento em rede sobre o território. A pesquisa integra a rede nacional de pesquisa do INCT . No contexto de uma nova cultura de apropriação das tecnologias. b) como se reconfiguraram. neste período. finalizado em 2011. PRODEB. tendo resultado em um cenário urbano de fortes contrastes traduzido. Pretende investigar a) como as transformações da economia e do mercado de trabalho ocorridas na primeira década deste novo milênio refletiram sobre a estrutura social sobre as condições de vida da população da RMS e de outras regiões metropolitanas. Aprofundará a pesquisa exploratória realizada pelo projeto 2i2p .Internet e Interatividade para a Participação Pública. por um lado. 2011 .Projetos do professor 2011 . por outro lado.ufba.br/guia2i2p. se a implantação de uma nova política habitacional. c) se a dinâmica do mercado imobiliário e os novos padrões habitacionais.2011 Internet e Interatividade para a Participação Pública Descrição: O projeto investigou o uso da internet como forma de aumentar a participação pública através da ampliação do diálogo entre Administração Pública e cidadãos acerca de ações sobre o território. 2007 .br. na modalidade Pesquisador na Empresa. Entre os produtos do projeto. aprofundando algumas das discussões anteriormente desenvolvidas.br e um guia com recomendações para sítios e portais da Administração Pública http://www. como os da segregação. é papel da academia e das empresas. d) os impactos mais amplos da segregação socioespacial. A idéia é ampliar a compreensão das possibilidades de uso de mídias sociais para promover a participação pública em eventos e ações sobre o território envolvendo mapeamento colaborativo. com apoio da FAPESB/CNPq.2i2p.Observatório das Metrópoles.2i2p. bem como invasões de áreas públicas e privadas . que incorpora os agentes do mercado.e. será capaz de reverter o padrão de reprodução das desigualdades em nossas metrópoles.2i2p.ufba. pela cidade formal caracterizada por áreas com ampla oferta de infra-estrutura. pela cidade informal .caracterizada pela implantação de loteamentos irregulares.ba.

que privilegia as ocupações profissionais. Adotando problemática comum e uma mesma metodologia. que engloba projetos para as regiões metropolitanas brasileiras. formatos e qualidade da informação geográfica disponível. as composições ocupacionais.. 2004 . tem se interrogado sobre efeitos das transformações econômicas e sociais em curso desde o final dos anos 70 e as possibilidades históricas de um novo modelo de desenvolvimento que supere as tendências à exclusão social. Compreender os aspectos gerais e as particularidades desse processo na estruturação das RM nordestinas é o objetivo dessa pesquisa. . já tendo produzido mapas sociais georeferenciados dessas metrópoles. vem recebendo especial atenção nas políticas de desenvolvimento adotadas pelos estados nordestinos. revelando a sua distribuição. em conformidade com os projetos de planejamento que as transformam. elas são alavancadas pelas políticas públicas de caráter local (Estadual) e incentivadoras do turismo como atividade econômica associada à pauta de desenvolvimento da região. censitários. as dinâmicas demográficas e as condições de vida da população das cidades analisadas.2006 PROGEO - Gerenciamento de projetos de Geoprocessamento Descrição: Existe. análise e visualização espacial. 2003 ..2009 Estudo comparativo sobre o papel das atividades imobiliário-turísticas na transformação do espaço social das metrópoles nordestinas: Salvador.2008 Metrópole e Desigualdades Sócioespaciais: Projeto Salvador Descrição: A pesquisa Metrópole. Cada produto ofertado é capaz de atender. a pesquisa permite a produção de resultados comparáveis. Desigualdades Socioespaciais e Governança: Projeto Salvador integra a rede nacional de pesquisa do Observatório das Metrópoles. se vêem oneradas por escolhas enviesadas. a metáfora da Cidade do Sol. as necessidades dos usuários dessas tecnologias. Através do PRODETUR-NE. Os dados não-espaciais. o CRH e o LCAD. Nasce. O tema deste projeto faz parte da agenda científica de um vasto mundo acadêmico que. freqüentemente. quer seja pelas inclinações e preferências particulares dos seus usuários. uma grande oferta de tecnologias digitais para aquisição de dados. rede cooperativa de pesquisa que integra diversas instituições coordenada nacionalmente pelo IPPUR/UFRJ. referente aos anos de 1980 e 1991. A leitura consistente e comparativa dessa problemática. O projeto Salvador ingressou na rede em 2003 e está sendo desenvolvido no âmbito da UFBA. dessa forma. atualmente. Nesse contexto.como objetivo conhecer atualizar o mapeamento dos vazios Urbanos realizado em projeto anterior e conhecer a situação fundiária das ZEIS Zonas de Especial Interesse Social . A pesquisa em andamento tem como um dos objetivos desvendar a Geografia Social de Salvador e sua Região Metropolitana. Além da equipe local (Salvador) envolveu equipes nas demais metrópoles envolvidas. colocando os espaços litorâneos de todos os municípios sob a dependência direta das capitais e sem a mediação de outros centros urbanos intermediários. A atividade turística. espaciais e não-espaciais. em importantes destinações turísticas. Natal e Fortaleza Descrição: Este projeto integra a Linha de pesquisa Dimensão sócio-espacial da exclusão/integração nas metrópoles: estudos comparativos do Observatório das Metrópoles Instituto do Milênio. certamente irá apontar para futuras propostas que possam enfrentar essa questão tão presente no mundo atual e nas nossas cidades. Ante a impossibilidade de testá-las exaustivamente antes de adquiri-las. projeto de dimensão regional. através de levantamento de dados em fontes documentais e pesquisa de campo. Neste processo foi formada uma ampla base de dados. somada à grande diversidade de fontes. no final dos anos 1980. as cidades litorâneas nordestinas são transformadas em pontos de recepção e de distribuição do fluxo turístico. quer seja pela forte influência exercida pelo marketing dos fornecedores. no todo ou em parte. A grande variedade de tecnologias de aquisição e coleta de dados espaciais. as organizações públicas e privadas.ocupadas e dos vazios urbanos potenciais para implantação de Habitação de Interesse Social do município de Salvador. gradativamente. Recife. a partir de dois núcleos de pesquisa.SIG e para a seleção de software de que o atenda que não se pode desprezar. A abrangência da pesquisa permite a espacialização da distribuição da riqueza e da pobreza urbana. em vários países e de diversos ângulos e disciplinas. foram usados para analisar a estrutura social da Região Metropolitana que foi espacializada. é um complicador para a especificação e acompanhamento de projetos de Sistemas de Informações Geográficas . colocando em contexto geográfico as desigualdades sociais. 2006 .

. A representação usual se baseia na idéia de um retrato da realidade que expressa um momento específico. em áreas de interesse da rede. e infra-estrutura de tecnologias de informações. metodologia para integração de dados gerados por Geoprocessamento e Computação Gráfica. Capacitação . mudanças dinâmicas não podem ser expressas deste modo a não ser por coletâneas de retratos diferenciados no tempo. representação digital da cidade. a elaboração e gerenciamento de um projeto dessa ordem pode se tornar uma tarefa bastante complexa. As organizações envolvidas. Os tópicos de investigação da pesquisa são: design de interface adequada à representação de informações geográficas. recursos humanos e materiais. O projeto apresentado teve como objetivo geral a investigação de formas de representação da cidade e de apresentação de informações que facilitem análises espaciais amplas e interativas. As limitações vem em grande medida das limitações tradicionais da mídia e das técnicas de apresentação de informações geográficas. A representação do mundo tridimensional em mídia bidimensional é um dos problemas básicos das tradicionais técnicas cartográficas. animações. buscam-se consolidar parcerias já desenhadas e diminuir o tempo de aprendizagem.imagens. capazes de se organizar para a realização de estudos.. Geoprocessamento na Bahia . O objetivo do projeto proposto é construir metodologias de elaboração e acompanhamento de projetos e de avaliação de qualidade de software para aplicações espaciais em organizações voltadas para o desenvolvimento e disseminação de informações geográficas.Este eixo engloba atividades de difusão tecnológica: organização de cursos de curta duração e seminários técnicos. visualização de modelos 3d interativos. 2002 . terceiro setor. 2003 . etc. Este objetivo foi alcançado através da construção de uma aplicação computacional voltada para a visualização de informações urbanas sobre a cidade de Salvador. com apoio de um centro de Pesquisa e Desenvolvimento reconhecido nacionalmente.A pesquisa mostrou a necessidade de o Estado estabelecer condições mais propícias à difusão e uso das geotecnologias através da organização de uma Infra-Estrutura de Dados Espaciais (IDE) capaz de garantir a difusão e o acesso a essa informação. serviços e pesquisas relacionadas a tecnologias de informação espacial.Assim. Através do desenvolvimento de um projeto cooperativo de pesquisa. uma das maiores cidades do Brasil. ferramentas de análise espacial. O mapa tradicional é uma representação simplificada da realidade que se baseia na redução da complexidade do mundo a um conjunto de feições selecionadas. que caracterizam atividades distintas mas convergentes com o objetivo central que é capacitar e consolidar o uso e aplicação de tecnologias de informação espacial no âmbito do Estado da Bahia.2004 Projeto REBATE - etapa 2 Descrição: A rede é uma organização sem fins lucrativos. e decisões equivocadas podem gerar perdas significativas. Esta aplicação pode ser caracterizada como um atlas hipermídia que permite o cruzamento de planos de diversos planos de informação expressos na forma de cartografia temática. O projeto de pesquisa visa alcançar grande sinergia pela reunião de distintos expertises detidos pela universidade.Atividade de pesquisa que levantou o grau de capacitação e qualidade das organizações envolvidas com Geoprocessamento no estado. que compartilham tecnologias. O objetivo foi conhecer o grau de maturidade das organizações sediadas no Estado da Bahia em projetos dessa natureza. por sua penetração social. empresa de tecnologia de informação. Os objetivos do projeto REBATE na etapa atual se estruturam segundo três eixos. Essa estrutura fornece uma base e um ambiente para a localização e aplicação de dados geográficos para usuários e provedores em todos os níveis de governo. A REBATE se caracteriza como uma rede cooperativa. possuem alto grau de capacidade de alavancar a capacitação tecnológica no Estado da Bahia. sem a necessidade do usuário dominar ferramentas SIG. processos de visualização e cognição espacial. . academia e cidadãos.2006 VIRE - Visualização e Representação do Espaço Descrição: O uso de mapas para comunicar informação geográfica tem uma série de limitações. organização produtora de informação socioeconômica. além do setor privado. que integra técnicos e pesquisadores de alto nível. A adoção de representações digitais permitidas pelos Sistemas de Informação Geográfica e por tecnologias de Computação Gráfica permitem novas formas de visualização e representação de informações espaciais. geográfica e ambiental do estado. Infra-estrutura De Dados Espaciais: Modelos De Gestão e o Caso da Bahia . formada por instituições parceiras. de tempo e recursos materiais.

Computação Gráfica e Multimídia utilizadas como instrumento tanto de análise de dados espaciais quanto de apresentação de informações. abre perspectivas para atividades ligadas a projeto. formada por instituições parceiras.REBATE. Este fato por si. ligadas ao mercado. A rede proposta será uma organização sem fins lucrativos. estaduais e municipais) e a iniciativa privada. que compartilham tecnologias. A rede liderada pelo LCAD/UFBA congrega universidade. O universo de análise e estudo foi a cidade de Salvador. O projeto se subdivide em três etapas complementares para o estabelecimento de uma base tecnológica sólida entre as instituições participantes da rede.2002 REBATE - Rede Baiana de Tecnologia de Informação Espacial Descrição: O projeto apresentado propõe a consolidação de uma Rede Baiana de Tecnologia Espacial .organizações privadas e públicas. ao Município. e infra-estrutura de tecnologias de informações. uma etapa inicial de capacitação de equipes técnicas. O resultado final foi a produção de uma aplicação computacional que permita a visualização de informações urbanas de Salvador de forma interativa pelo usuário. uma segunda etapa de levantamento de ações e projetos de Geoprocessamento no estado e a terceira propõe formas de intercâmbio e padronização de dados espaciais. O Programa de Capacitação Tecnológica em Geoprocessamento. ou planejadas no âmbito estadual. empresas públicas (federais. A REBATE se caracteriza como uma rede cooperativa. planejamento e gestão do espaço urbano e regional. . e do lançamento dos pressupostos para um efetivo intercâmbio de dados e informações. ao estabelecer as premissas para um trabalho cooperativo entre organizações de diversas caraterísticas . a Universidade. capazes de se organizar para a realização de uma vasta gama de serviços e pesquisas relacionadas a tecnologias de informação espacial. ou Governo Federal. que integra técnicos e pesquisadores de alto nível. O primeiro projeto da rede possibilitará o estabelecimento de um patamar comum de conhecimento entre os diversos parceiros da rede. ao Estado da Bahia. recursos humanos e materiais. órgão públicos. 2000 . justifica a cooperação entre instituições e empresas.. Tecnologias de informação espacial envolvem conhecimentos complexos que demandam investimentos em aprendizado de grande tempo de maturação e larga troca de experiência. sendo utilizada a base de dados formada em pesquisas anteriores acrescida de novos dados geográficos. através da socialização das atividades já em andamento.2003 VIU - Visualização de Informações Urbanas Descrição: O projeto visou construir metodologia de visualização e análise de informações urbanas através da integração de tecnologias de Geoprocessamento. facilitando o acesso de uma imensa quantidade de dados digitais e permitindo que cada usuário produza sua própria visualização cartográfica de acordo com sua demanda sem necessidade de conhecer tecnologias de Geoprocessamento.2001 .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful