You are on page 1of 16

CÉLULAS DO SANGUE DO CORDÃO

CÉLULAS DO TECIDO DO CORDÃO

Porque deve armazenar o sangue e o tecido do cordão umbilical...

Momentos que nunca mais acontecerão. perceberá que a sua vida nunca mais será a mesma. Nesse momento. 2 . Terá mil e uma decisões para tomar enquanto ele cresce e se desenvolve. Agora. para o proteger e cuidar. tem uma outra vida totalmente dependente de si.A vida está cheia de momentos únicos. Como a primeira vez que segurar o seu bebé recém-nascido nos seus braços.

Por isso.E terá que tomar uma decisão mesmo antes do nascimento do seu bebé. mas provavelmente das mais importantes que alguma vez terá de tomar. 3 . um dia. É uma das decisões mais fáceis. precisa de saber tudo sobre aquilo que. Preservar ou não o sangue e/ou tecido do cordão umbilical do seu bebé. poderá ajudar a proteger a vida do seu filho… e nós na Future Health Biobank gostaríamos de o/a ajudar.

descobriu-se que o sangue e o tecido do cordão umbilical são uma das fontes mais ricas em células estaminais no corpo. tecidos. 4 . No entanto. a principal fonte de células estaminais era a médula óssea. órgãos. Hoje em dia. durante os últimos 20 anos. As células estaminais têm a capacidade de se transformar em qualquer tipo de célula especializada e. Ao invés de ser um resíduo. desta forma. ou seja. De onde vêm as células estaminais? No passado. A sua função é multiplicar-se e transformar-se em células que constituem o nosso sangue. ocorreram importantes desenvolvimentos utilizando células estaminais retiradas do cordão umbilical – o qual é geralmente descartado após o parto. estas células estaminais são utilizadas em tratamentos de milhares de pessoas. tendo mesmo um melhor potencial regenerativo do que as células estaminais da médula óssea. tudo o que fisicamente faz de nós o que somos. tendões. ossos. sendo que a lista de situações clínicas em que as células estaminais podem ser utilizadas aumenta de dia para dia. na prática. restaurar e reparar durante o crescimento de tecidos que tenham sido sujeitos a desgaste ou sofrido danos.O que são células estaminais? Source: Steve Gschmeissner/Science Photo Library As células estaminais são os “blocos de construção” do nosso corpo.

uma vez que está já identificado e armazenado. É por isso que esta importante oportunidade apenas surge. lesões cerebrais e paralisia cerebral. enquanto a média de espera das células da medula óssea é de 4 meses para encontrar um dador compatível e posteriormente extraídas. estão a originar novos métodos terapêuticos revolucionários na medicina regenerativa. Quando podem ser recolhidas? Embora as células estaminais da medula óssea possam ser recolhidas em qualquer a altura. anemias e doenças autoimunes são apenas algumas das doenças tratadas desta forma. perturbações de sangue. 5 . As novas áreas mais importantes de aplicação para o sangue do cordão umbilical são os tratamentos da Diabetes Tipo 19. uma vez que é concebida a aprovação do dador. existe uma menor probabilidade de que estas células ataquem o corpo do recetor. • O sangue do cordão encontra-se disponível. após enfarte do miocárdio ou insuficiência cardíaca7. após o cordão ter sido clampado e cortado.8. Imediatamente após o nascimento do seu bebé. Várias formas de leucemia. o sangue do cordão umbilical apenas pode ser recolhido à nascença. sendo hoje em dia uma prática médica comum. As células do sangue do cordão também têm uma maior taxa de enxerto e são mais tolerantes às incompatibilidades HLA. Todo o procedimento demora menos de 10 minutos.Vantagens da utilização do Sangue do Cordão Umbilical em vez da Medula Óssea • Como o sangue do cordão umbilical é mais primitivo do que a medula óssea. o sangue e o tecido do cordão umbilical podem ser recolhidos por um profissional de saúde. tais como Epstein-Barr ou citomegalovírus. uma vez que são mais jovens do que as da medula óssea. Como podem salvar vidas? Há já vários anos que os transplantes de células estaminais do cordão umbilical têm sido utilizados como parte do tratamento para doenças graves do sangue e do sistema imunitário e em alguns tipos de cancro. literalmente. • Acredita-se que as células-tronco encontradas no sangue do cordão têm propriedades regenerativas maiores. uma vez na vida. Estudos clínicos recentes sobre transplantes de células estaminais para reparação cardíaca3-6. • A medula óssea tem uma maior probabilidade de contaminação por vírus. resultando numa menor incidência de enxerto-versus-hospedeiro (GVHD).

6 . Queremos que os pais se sintam seguros de que a Future Health Biobank usa o método de redução de volume que é também o padrão da indústria usado nos Bancos Públicos do NHS (Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido). pois poderá influenciar na sua decisão sobre qual o banco que irá guardar as células estaminais do seu filho. consideramos que os pais devem estar cientes desta importante questão.Porque razão a Future Health Biobank armazena as células estaminais (método de volume reduzido) em vez de todo o sangue Como empresa.

O processo de congelação provocará a lise dos glóbulos vermelhos e libertará a hemoglobina e outro material intracelular. que é fácil de remover pós-congelação. uma amostra pode ter que ser reduzida em volume antes do uso. 2012). 3 Reações adversas do doente devido à presença dos glóbulos vermelhos Método utilizado na prática clínica atual Elevados níveis de glóbulos vermelhos num transplante podem resultar em reações adversas devido a incompatibilidade do tipo de sangue. Estabilidade térmica As amostras. ter um efeito negativo. têm uma fraca uniformidade térmica. o uso da amostra do seu filho pode sofrer limitações no futuro. A amostra poderá ter que ser lavada. o custo reflete o serviço de manuseamento mínimo que está a ser fornecido. por sua vez. o que. Fator do sangue de cordão umbilical As nossas amostras são manuseadas sob rigorosas diretrizes para garantir que. também criopreservamos amostras de todos os componentes do sangue de cordão umbilical que possam comprovar-se úteis no futuro. As amostras de sangue do cordão umbilical reduzida em volume estão atualmente em uso nos procedimentos clínicos. poderá querer garantir que ao pagar por este serviço. As amostras armazenadas também podem ter volumes inconsistentes. que pode ter efeitos prejudiciais na amostra. só precisamos de usar uma pequena quantidade de DMSO. Visto que reduzimos o volume da sua amostra. o que significa que nem todas as amostras têm a mesma hipótese de sobrevivência. adicionamos um conservante criogénico químico (DMSO) à sua amostra biológica. reduzirá a recuperação das células estaminais. O maior volume armazenado do sangue inteiro exige uma maior quantidade de DMSO a adicionar à amostra. podem ser prejudiciais para os nossos órgãos internos e podem. o que. 3 Lise de uma célula rotura da membrana da célula e o conteúdo celular é libertado. Não será solicitado nenhum pagamento adicional pela Future Health Biobank porque já garantimos que fazemos tudo o que podemos para um uso ótimo da sua amostra. para que apenas as células estaminais sejam transplantadas. Por isso. minimiza as incompatibilidades de tipo de sangue ABO/Rh para o dador. por exemplo.REDUÇÃO DE VOLUME Conformidade com as tendências gerais no armazenamento de sangue do cordão umbilical Elevada recuperação e viabilidade das células estaminais extraídas O “padrão-de-ouro” é a redução de volume. Não há provas na literatura científica de que o fator do sangue de cordão umbilical exista. por sua vez. Isto pode afetar o tempo de vida das células. se poderão adaptar rapidamente ao seu novo ambiente. em geral. pois demonstrou-se que a sua ausência favorece uma elevada recuperação e viabilidade de células mononucleares pós-descongelação. se transplantadas. devido à sua toxicidade. mas tem um valor clínico controverso e ainda não comprovado. Poderá também esperar possíveis custos adicionais para garantir a conformidade com orientações gerais de boas práticas. As nossas amostras são termicamente estáveis. porque as células são armazenadas num pequeno volume. Byrd and Blake S. até à data. Neil P. Conservante criogénico (DMSO) De modo a proteger as células durante a criopreservação. 4 VSEL (very small embryonic-like) são células estaminais semelhantes a células embriónicas muito pequenas que podem responder a uma população primitiva de células que também têm um potencial regenerativo. À parte da amostra de volume reduzido. As amostras de sangue inteiro podem acabar por precisar de mais processamento para remover os glóbulos vermelhos e logo incorrer em custos adicionais de processamento. que são grandes devido à presença de glóbulos vermelhos e plasma. como parte das orientações gerais de boas práticas clínicas. Podem incorrer danos na amostra se for processada pós-congelação. 7 . Células tipo embrionário muito pequenas (VSEL) 4 A presença das VSEL no sangue do cordão umbilical ainda não foi extensivamente estudada. tido um elevado sucesso no tratamento de doentes com leucemia. Terry. 2 Crenação é quando uma célula fica com a sua forma distorcida devido a ter sido retirada do seu ambiente fisiológico normal. Minimizamos o número de glóbulos vermelhos na amostra antes de armazenar. sendo simplesmente congelada. SANGUE TOTAL Não é o método usado pelo NHS e Bancos Públicos do Reino Unido. Glóbulos vermelhos crenados também reduzem a recuperação das células 2 estaminais . quando é congelada. No fim. Ainda são necessários estudos para demonstrar a viabilidade pós-congelação das VSEL. Removemos os glóbulos vermelhos antes do armazenamento. Podem estar presentes na pós-congelação. Maiores quantidades de DMSO são menos fáceis de remover pós-congelação. Custos que refletem o processamento Custos adicionais Os nossos custos são muito competitivos e refletem a quantidade de processamento que fazemos na sua amostra para garantir que reduzimos todas as complicações antecipadas se a amostra for usada. A aplicação clínica das VSEL também não é conhecida. Estamos em 100 % de conformidade com os procedimentos mais recentes publicados sobre o armazenamento do sangue do cordão umbilical e operamos de acordo com 1 as orientações gerais de boas práticas clínicas . 1 Este método foi implementado pela primeira vez pelo New York Cord Blood Bank em conformidade com a Clinical Good Tissue Practise (Trends in National Blood Collection and Cord Blood Banking. porque os enxertos de unidades de sangue de cordão umbilical de volume reduzido têm. Visto que a amostra não é processada.

e com células B normais • Síndroma de Omenn Perturbações hereditárias do sistema imunitário • Síndrome de Kostmann • Mielocatexia • Ataxia-telangiectasia • Síndroma dos linfócitos nus • Imunodeficiência comum variável • Síndroma de DiGeorge • Deficiência na adesão dos leucócitos • Perturbações linfoproliferativas (LPD) • Perturbação linfoproliferativa ligada ao cromossoma X • Síndroma de Wiskott-Aldrich Perturbações fagocitárias • Síndroma de Chediak-Higashi • Doença granulomatosa crónica • Deficiência em actina dos neutrófilos • Disgénese reticular Cancros na medula óssea (perturbações das células de plasma) • Mieloma múltiplo • Leucemia das células plasmáticas • Macroglobulinemia de Waldenström Outros cancros • Neuroblastoma • Retinoblastoma Leucemias aguda • Leucemia linfoblástica aguda (ALL) • Leucemia mielóide aguda (AML) • Leucemia bifenóptica aguda • leucemia indiferenciada aguda Leucemias crónicas • Leucemia mielóide crónica (CML) • Leucemia linfocítica crónica (CLL) • Leucemia mielóide crónica juvenil (JCML) • Leucemia mielomonocítica juvenil (JMML) Síndromas mielodisplásicos • Anemia refratária (RA) • Anemia refratária com sideroblastos em anel (RARS) • Anemia refratária com excesso de blastos (RAEB) • Anemia refratária com excesso de blastos em transformação (RAEB-T) • Leucemia mieloomocítica crónica (CMML) Linfomas • Doença de Hodgkin • Linfoma Não-Hodgkin (Linforma de Burkitt) Anomalias hereditárias dos glóbulos vermelhos • Beta-talassemia maior • Anemia de Blackfan-Diamond • Aplasia pura de glóbulos vermelhos • Anemia falciforme 8 Alogénico – o doente recebe células estaminais de um dador compatível. familiar ou não Autólogo – o doente recebe as suas próprias células estaminais . Em contraste. apesar do pequeno número de aplicações que exigem o tratamento autólogo. a maioria destas não são aplicadas com frequência nos doentes. existem muitas pessoas a necessitar deste tipo de tratamento.Situações em que eventualmente transplante de células estaminais Embora um grande número de terapias seja alogénicas. Terapias comuns Anemias • Anemia aplástica grave • Anemia diseritropoiética congénita • Anemia de Fanconi • Hemoglobinúria paroxística nocturna (PNH) • Aplasia pura dos glóbulos vermelhos Anomalias plaquetárias hereditárias • Amegacariocitose / Trombocitopenia congénita • Trombastenia de Glanzmann Pertubrações mieloproliferativas • Mielofibrose aguda • Metaplasia mielóide agnogénica (Mielofibrose) • Polycythemia Vera • Trombocitemia essencial Perturbações hereditárias do sistema imunitário Imunodeficiência combinada grave (SCID) • SCID com deficiência na desaminase de adenosina ADA-SCID) • SCID ligada ao cromossoma X • SCID com ausência de células T e B • SCID com ausência de células T.

Histiocitose das células de Langerhans (LCH ou Histiocitose . na verdade.com Visitada em 28 de Julho 2011.parentsguidecordblood.copyright Frances Verter 9 .X) • Epidermólise Bolhosa Terapia génica • Trombastenia de Glanzmann • Imunodeficiência combinada grave (SCID) • SCID com deficiência em adenosina-desaminase (ADA-SCID) • SCID ligada ao cromossoma X • Beta-talassemia • Síndroma de Wiskott-Aldrich Terapia cardíaca • Enfarte do miocárdio • Angina • Cardiomiopatia Doenças auto-imunes • Diabetes Tipo 1 • Lúpus • Doença de Crohn Reparação do sistema nervoso • Lesões cerebrais pediátricas: .poderá ser efetuado o O CIBMTR (Center for all International Blood & Marrow Transplant Research) recolhe dados de todos os tipos de transplantes de células estaminais realizados. autólogos.Hipóxia .2 %) foram autólogos. Terapias comuns (continuação) Tranplantes para doenças hereditárias • Hipoplasia da cartilagem e cabelo • Doença de Gunther (Porfíria eritropoiética) • Síndroma de Hermansky-Pudlak • Síndroma de Pearson • Síndroma de Shwachman-Diamond • Mastocistose sistémica Transplanres para perturbações metabólicas hereditárias Mucopolissacaridoses (MPS) • Mucopolissacaridoses (MPS) • Síndroma de Hurler (MPS-IH) • Síndroma de Scheie (MPS-IS) • Síndroma de Hunter (MPS-II) • Síndroma de Sanfilippo (MPS-III) • Síndroma de Morquio (MPS-IV) • Síndroma de Maroteaux-Lamy (MPS-VI) • Síndroma de Sly Syndrome. nos Estados Unidos de 16790 transplantes efetuados no ano 2009.Paralisia cerebral • Esclerose múltipla (MS) • Lesão da medula espinhal Reparação de órgãos • Restauração da visão por crescimento de uma nova córnea • Restauração da visão por tratamento da degenerescência macular Fonte: www. 9778 (58. Os dados demonstram que a maioria dos transplantes são. Por exemplo. deficiência de Betaglucuronidase (MPS-VII) • Mucolipidose II (doença da célula I) Doenças por armazenamento Lisossomal • Doença de Gaucher • Doença de Niemann-Pick • Doença de Sandhoff • Doença de Tay-Sachs • Doença de Wolman Leucodistrofias • Adrenoleucodistrofia (ALD)/Adrenomieloneuropatia (AMN) • Doença de Krabbe (Leucodistrofia celular globóide) • Leucodistrofia metacromática • Doença de Pelizaeus-Merzbacher Outras doenças • Síndroma Lesch-Nyhan • Osteoperose Terapias em fase de ensaios clínicos Transplantes para tumores cancerígenos • Cancro da mama • Sarcoma de Ewing • Carcinoma das células renais Transplantes para perturbações de proliferação celular ou metabolismo • Fibrose cística • Doenças histiocíticas: .Hemofagocitose .Encefalopatia .Linfohistiocitose eritrofagocítica familiar .

10 .Células estaminais do tecido do cordão umbilical Para além de recolher e armazenar as células estaminais do sangue do cordão umbilical do seu bebé. também pode recolher e armazenar as células estaminais do tecido do cordão umbilical (células estaminais mesenquimais ou MSC). a Future Health Biobank foi a primeira empresa do Reino Unido a oferecer um valioso serviço de preservação de tecido do cordão umbilical. Fiéis à nossa natureza pioneira.

limpa e colocada no tubo de recolha estéril. são as células estaminais mesenquimais as “peritas” em reparação e regeneração de tecidos no nosso corpo. até ao momento em que o seu filho ou um familiar precisar das células estaminais mesenquimais que ele contém. Como pode beneficiar a saúde futura do seu filho? As células estaminais mesenquimais não são estranhas a uma das áreas mais entusiasmantes e potencialmente de maior alcance do tratamento com células estaminais – o da medicina regenerativa. Imediatamente após o nascimento do seu bebé. ao cuidado da Future Health. 25 anos. Uma vez passado esse momento crucial. Embora as células estaminais do sangue do cordão umbilical estejam a ser cada vez mais utilizadas para tratar doenças do sangue.12 • Musculosquelética 15 • Reparação de lesões no neurónio motor • Regeneração do cabelo • Regeneração /engenharia de tecidos • Tratamentos de feridas 14 16 17 11 . sistema imunitário e algumas formas de cancro como a leucemia. O procedimento é completamente indolor. pelo menos. após o cordão ser clampado e cortado. o seu filho/a já não terá outra oportunidade de beneficiar das células estaminais do tecido do cordão umbilical. apenas podem ser recolhidas para processamento e armazenamento à nascença. previamente fornecido. rápido e mesmo mais simples de efetuar do que fazer a recolha do sangue do cordão umbilical. Este tecido do cordão umbilical pode então ser armazenado por um período de. tal como as células estaminais do sangue do cordão umbilical. Elas podem ser usadas para: • Regeneração do osso 10 • Doenças autoimunes 13 14 • Enfarte do miocárdio 11. é depois entregue sem demora no nosso laboratório para processamento e preservação.Quando podem ser recolhidas? As células estaminais do tecido do cordão umbilical. Este. não invasivo. é removida uma secção de 15 cm.

20 12 . A amostra também pode ser usada pelos pais ou irmãos da criança. não autólogas). visto que as hipóteses de compatibilidade são boas. Esta nova investigação afirma que 1 em cada 200 pessoas receberá um transplante de células estaminais durante a sua vida. Quando as células estaminais são alogénicas (i. em 18 todo o mundo . Facto: Mito: As células estaminais de sangue do cordão umbilical apenas podem ser utilizadas na pessoa de quem foram recolhidas. Desde então. é muito mais elevada do que se pensava anteriormente. Se a amostra estiver armazenada num banco que não tenha uma licença Human Tissue Bank então apenas pode ser utilizada no próprio dador (uso autólogo apenas). mais de 100 Bancos de Sangue do Cordão Umbilical públicos recolheram mais de 500 000 unidades de sangue de cordão umbilical de doações altruístas. O uso alogénico da amostra apenas é permitido se a amostra for processada e armazenada num banco totalmente licenciado como o do Future Health. Facto: Novos dados publicados em março 2008 indicam que a probabilidade de uma pessoa nos Estados Unidos precisar de um transplante de células estaminais. usando quer as suas próprias células ou as de um dador. gratuitas e anónimas que resultaram em mais de 25 000 transplantes independentes de sangue de cordão umbilical. 19 doenças metabólicas e falhas na medula óssea . O primeiro transplante com sucesso de células estaminais do cordão umbilical realizou-se em 1988. Facto: As células estaminais do sangue do cordão umbilical são 100 % compatíveis com a criança de que foram recolhidas. o armazenamento de sangue de cordão umbilical direcionado pode-se tornar prática médica comum.e. ou uma amostra do sangue do cordão umbilical de um irmão. bem como para imunodeficiências. Se os ensaios clínicos em curso tiverem sucesso. a primeira escolha quando se procura por elas será sempre uma amostra de um membro da família do doente. com base na utilização terapêutica atual das células estaminais hematopoiéticas. Se não for encontrado um dador da mesma família. porque temos uma licença HTA. Isto aplica-se a doenças malignas em adultos e crianças. O registo Eurocord identificou 596 doentes transplantados com Sangue do Cordão 18 Umbilical de 1988 a 2010 . Mito: Não há razão para armazenar células estaminais porque a probabilidade de se precisar delas é extremamente baixa.Factos e mitos Mito: O uso de células estaminais é puramente experimental. então será feita uma busca num registo público.

Fomos os primeiros a lançar o serviço de armazenamento de tecido de cordão umbilical e o primeiro banco de sangue do cordão umbilical do Reino Unido a oferecer aos nossos clientes uma larga gama de serviços. Todas as amostras são processadas e armazenadas no local. oferecendo um melhor futuro para os nossos filhos – e para a próxima geração. fazendo de nós a melhor escolha para o armazenamento de longa duração da sua amostra. Temos uma situação financeira saudável. 13 . liderando o caminho na ciência das células estaminais. O nosso laboratório do Reino Unido processou e armazenou amostras de mais de 51 países em 4 continentes e temos escritórios em 29 países em todo o mundo. em dois tanques separados. Somos o banco mais inovador do Reino Unido. • A ciência médica continua a encontrar mais utilizações para as células estaminais do sangue/tecido do cordão umbilical. tecido adiposo e sistema imunitário. incluindo o armazenamento de dentes. Somos o maior banco privado de sangue do cordão umbilical do Reino Unido. Elas estão no Reino Unido e podem ser transportadas para qualquer local no mundo a seu pedido.Porque acreditamos que a Future Health Biobank é a empresa líder no armazenamento de sangue e tecido do cordão umbilical Somos a primeiro banco privado de células estaminais de sangue do cordão umbilical do Reino Unido Somos o primeiro banco de sangue do cordão umbilical do Reino Unido a receber uma acreditação total da MHRA (Medicines and Healthcare products Regulatory Agency) e HTA (Human Tissue Authority). • Se a sua família tiver uma predisposição genética para o cancro ou outras doenças. no nosso laboratório de Nottingham. A Fuure Health é o único banco do mundo a ter recebido o prestigioso Queen’s Award for Enterprise e o nosso administrador do Reino Unido recebeu recentemente um MBE (título de cavaleiro do império britânico) pelos serviços prestados à ciência. em duas zonas de armazenamento distintas. as células estaminais do sangue ou tecido do cordão umbilical podem ser um recurso vital. • As células estão imediatamente disponíveis. Outras razões pelas quais deve preservar as células estaminais do sangue e tecido do cordão umbilical do seu bebé • A compatibilidade das células é 100 % garantida para o seu filho – e provavelmente para o resto da família. • Encontrar uma amostra de medula óssea adequada de um banco público pode revelar-se difícil – especialmente entre famílias multirraciais ou pais mais velhos. sem quaisquer dívidas bancárias. Armazenamos as células de sangue e tecido do cordão umbilical em duas amostras separadas. Processamos mais amostras do que todos os outros bancos de sangue do cordão umbilical do Reino Unido juntos.

onde temos os nossos laboratórios. a diretriz relativa a Tecidos e Células usadas em Transplante e as Boas Práticas de Fabrico em vigor (cGMP). Hematologia. Biologia da Transplantação. se necessário. concedida em 2004 pela Medicines & Healthcare Products Regulatory Agency (MHRA) do Reino Unido. Ginecologia e Medicamentos metabólicos. • Somos a primeira empresa privada de armazenamento de sangue do cordão umbilical a receber o Queen’s Award for Enterprise. Por exemplo: • Fomos o primeiro banco privado de sangue do cordão umbilical no Reino Unido a receber a acreditação total como banco de tecidos humanos. • Somos o primeiro e mais antigo banco privado de células estaminais do Reino Unido acreditado pela MHRA (Medicines and Healthcare products Regulatory Agency) e licenciado pela HTA (Human Tissue Authority).A nossa experiência Há mais de nove anos que a Future Health Biobank é líder global na recolha e armazenamento de sangue e tecido do cordão umbilical para o tratamento de uma grande variedade de doenças. • Temos experiência comprovada em 51 países diferentes em 4 continentes. Biologia das Células. • O nosso plano de contingência permite que. Também aderimos a todas as relevantes diretivas da UE. • O nosso Conselho Consultivo inclui alguns dos mais qualificados e respeitados peritos no campo da Imunogenética. a diretriz relativa a Segurança Microbiológica de Órgãos Humanos. que foram propositadamente construídos para o seu efeito. • Temos também um certificado ISO9001 para o nosso sistema de garantia da qualidade. as nossas instalações de armazenamento e os nossos escritórios administrativos. Reino Unido. 14 . O nosso conhecimento e especialização são inigualáveis. com o armazenamento de sangue e tecido do cordão umbilical no nosso banco no Reino Unido. Mecanismos de Doenças. • Estamos situados em Nottingham. Patologia Química. • Temos uma Licença de Banco de Tecidos da Human Tissue Authority (HTA). todos os nossos tanques de criopreservação sejam relocalizados temporariamente noutras instalações HTA. • Os nossos laboratórios seguem rigorosamente os Regulamentos de Segurança e Qualidade do Sangue de 2005. • Temos uma autorização MHRA de estabelicimento de sangue (BEA). Instalações modernas e laboratório equipado com a mais avançada tecnologia • Usamos o equipamento de processamento e criopreservação mais recente e funcionamos segundo os mais elevados padrões de segurança e monitorização. • A nossa segurança está ativa 24 horas por dia nos 365 dias do ano e a nossa temperatura de armazenamento é controlada e monitorizada 24 horas por dia.

temos uma família completa de serviços concebidos para a recolha e preservação de vários tecidos: Armazenamento das células estaminais dos dentes de leite dos seus filhos – e dos seus dentes de “adulto” – que poderão vir a ser utilizadas no tratamento de doenças tais como a diabetes .Outras formas em que podemos ajudar a sua saúde futura O armazenamento de células estaminais de sangue e tecido do cordão umbilical do seu filho não é a única forma que a Future Health Biobank tem para ajudar a saúde futura da sua família. Recolher e guardar as células estaminais do seu tecido adiposo para ajudar em procedimentos cosméticos e tratamentos regenerativos. Após ter tomado a decisão de que deseja que a Future Health armazene as células estaminais do seu filho. o que deve fazer agora? Se quiser mais informações. Na verdade. 15 . Então. ligue para a nossa linha Gratuita 24 horas 800 103 480 ou envie-nos um e-mail para info@futurehealth. Esperamos pelo seu contacto. à medida que vai envelhecendo. contacte-nos antecipadamente em relação à data de nascimento esperada do seu filho de maneira a receber o seu kit de recolha de sangue / tecido do cordão umbilical. e doenças cardíacas.pt.

2007. Stem Cells. Li W. and H. Ladilov Y. Cristina Navarrete. 213 161 318 Linha Gratuita 800 103 480 Email: info@futurehealth. Cao FJ et al. Luo G et al. (Epub ahead of print). Joanne Kurtzberg. Stamm C. Ogawa M: Identification in culture of a new class of haematopoietic colonyforming units with extensive capability to self renew and generate multipotent haematopoietic colonies. 2005.x. 22nd Aug 2004 online edition of Nature Biotechnology Diabetes. 7-12. Family-directed umbilical cord blood banking by Eliane Gluckman. B E Shaw et al. Int J Clin Exp Med. 66(1).co. 1250-173 Lisboa Tel. published online 12 January 2009. Obstetrics and Gynaecology Vol. J Dermatol Sci. 12. Nietfeld JJ.2008. Ma N. 3843-3847. Regen Med. MA N. Logan BR. 72 A. 60(2): 74-83. Human cord blood cells induce angiogenesis following myocardial infarction in NOD\scid-mice. Hida N.uk Em Portugal. 10. Nishiyama N. 89.S.E.420. United Kingdom Telephone: + 44 115 967 77 07 Fax: + 44 115 967 78 36 Email: info@fhbb. Chin Med J (Engl). 1038/btm. S. por favor contacte: Rua Nova de São Mamede.2010. 63:29-34. Umbilical cord blood cell transplantation for myocardial regeneration. 2011 Jan. 19. 2010 Nov. Antonio Maria Leone et al. 96:pages1-20. 2010 Sep-Oct. Prof D van der Kooy. Biol Blood Marrow Transplant. The influence of oxygen tension on the long-term growth in vitro of haematopoietic progenitor cells from human cord blood. Application of mesenchymal stem cells derived from bone marrow and umbilical cord in human hair multiplication. Nishiyama N et al. February 1997. Recommendations for a standard UK approach to incorporating umbilical cord blood into clinical transplantation practice: conditioning protocols and donor selection algorithms. 2007. Yoo BY et al.futurehealthbiobank. 2010 Sep 7. 6(1): 95-109. Smith. 2010 Dec 29. Analysis of the chondrogenic potential and secretome of mesenchymal stem cells derived from human umbilical cord stroma. Epub 2010 Sep 16. Vanderson Rocha. 25(8): 2017-24. 5. Stem Cells. 3. Kaminski A. 16. Wound Repair Regen. Kaminski A.. J. Pasquini MC. 8.1111/j. Stem Cells Dev. Human umbilical cord blood cells: a new alternative for myocardial repair?. Wiley JM & Kuller JA: Storage of newborn stem cells for future use. Human umbilical cord mesenchymal stem cells and the treatment of spinal cord injury. Stamm C. Transplant proc. 7(9): 1311-22. et al. Faraday Building. 13.pt Web: www. 11. doi: 10. Verter F. Feb 2005. Seaberg R. 4. Harris DT. 10. 2007 Aug. Mar 2008. Promotion of cutaneous wound healing by local application of mesenchymal stem cells derived from human umbilical cord blood. 2005. 3(4): 248-69. Lifetime probabilities of hematopoietic stem cell transplantation in the U. Bone Marrow Transplantation (2009) 44. Etienne Baudoux. Br. Musculoskeletal tissue engineering with human umbilical cord mesenchymal stromal cells. Epub 2007 May 10. 15. Wang L et al. Expert Opinion on Biological Therapy. 14. Leor J et al. Nottingham NG7 2QP. 7: 251-7. 2. Michael Boo. Cytotherapy 2005. 7. 1986. University Boulevard. The potential of cord blood stem cells for use in regenerative medicine. No 2. Arufe M C et al. et al. van Walraven Haematologica 2011. 20. Miyoshi S. Cardiovascular Research. The significant cardiomyogenic potential of human umbilical cord blood-derived mesenchymal stem cells in vitro. 18(5): 506-13. Gaballa MA. European Heart Journal. 1524-475X.Referências: 1. 9. Annalisa Ruggeri.00616. doi:10. 17. 122(2): 225-31. Piechaczek C. 18. Future Health Biobank.com Web: www. Horowitz MM.14(3):316-322. Haematology. Malgieri A et al. Bone marrow and umbilical cord blood human mesenchymal stem cells: state of the art. 2009 Jan 20. Broxmeyer. 6. Nottingham Science & Technology Park. The significant cardiomyogenic potential of human umbilical cord blood-derived mesenchymal stem cells in vitro. Smukler S. 25(8): 2017-24. Proc Nat’l Acad Sci USA 79: 1982. and Suzanna M. Kathy Welte.futurehealthbiobank. Badowski M. 45-54.pt ©Future Health Biobank March 2013 PT v 2 . 38(3): 771-3. Nakahata T. Ahmad N.