You are on page 1of 19

Exercícios de revisão

Unidade IV Web aulas 1 e 2 1. Considere a função real definida por:

Para qual valor de k a função é contínua? Solução Inicialmente, devemos definir o domínio dessa função, e, como sa emos que não podemos ter valores ne!ativos dentro das raí"es, temos que: 1 # $ % &, lo!o, $ % '1 1 ' $ % &, lo!o, $ ( 1 '1 ( $ ( 1 )inda não podemos ter denominador nulo, lo!o: 1#$*1'$ +$ * & $ * &. , que é respeitado quando di"emos que para $ - &, f.$/ - k.

)!ora, para sa er a continuidade, devemos fa"er o limite da função f.$/ para $ tendendo a "ero. Para isso:

c) h(x)= 2x-1 se x >=1 ( a!o" ou !gual a 1) x² -x se 0#x#1 se x#0 $os pontos% x=0& x=1 e x=2' 4esposta: sim.1.$'%1/ e$iste .0implificando o $: 1o!o. em $-15 pois o limite quando $ tende a 1 . b) g(x)=1/x² no ponto x=0 4esposta: não. . a função não est6 definida nesse ponto. +. a função é descontínua em $-&5 pois apesar do limite e$istir .s/ ponto. para que f.$/ se2a contínua.s/ indicado. )s se!uintes funç3es são contínuas no.s/? a) f(x)= x²+3 no ponto x=2 4esposta: sim.1/. k . é contínua em $-+.limites laterais são i!uais/ e é i!ual a ima!em da função no ponto $-1 ou 7.i!ual a infinito positivo/.

a função 7.$/ não est6 definida no ponto & . 9. 0im.+/. quando $ tende a + . :etermine.&//. ao tender a &.8ão. se e$istir: a/ / c/ d/ e/ Soluç(es a/ . em $-&5 pois apesar do limite. e$istir.7. e$iste .$'%+/.limites laterais são i!uais/ e é i!ual a ima!em da função no ponto $-+ ou 7. em $-+5 pois o limite.

/ c/ d/ .

. Calcule.e/ . se possível: a/ / c/ Solução .

a/ / c/ )xe"c*c!os +e "e. Considere a função 7: . ./ 0eb aulas 3 e 1 1.!são -n!+a+e . definida por: Calcule o limite para $<1.

descreva o limite em $-p na notação de limite apropriado. conclui'se que e$iste o limite pretendido e 8ote'se que este limite é diferente do valor de 7 em '1. uma ve" que 7. :e acordo com os !r6ficos apresentados. .Solução =ste limite e$iste apenas se os limites laterais e$istirem e forem i!uais.'1/. >em'se: Como os limites laterais são i!uais. +.'9.

=ntão: .Solução (a) ) função decresce indefinidamente quando x tende a p pela esquerda e cresce indefinidamente quando x tende a p pela direita. =ntão: (b) ) função cresce indefinidamente quando x tende a p pela esquerda e decresce indefinidamente quando x tende a p pela direita.

. determine os limites no . :e acordo com o !r6fico da função infinito. pode'se escrever por comodidade: 9.(c) ) função cresce indefinidamente quando x tende a p tanto pela esquerda como pela direita. =ntão: 8este caso. pode'se escrever por comodidade: (+) ) função decresce indefinidamente quando x tende a p tanto pela esquerda como pela direita. =ntão: 8este caso.

isto é: Concluindo que: )nalo!amente.Solução :e acordo com o !r6fico da função. tem'se que. f (x) se apro$ima cada ve" mais de 1. sem limitação. tem'se que ? medida que x decresce. f (x) se apro$ima cada ve" mais de 1. ? medida que x cresce sem limitação. isto é: Concluindo que: ) reta y=1 é a assíntota vertical do !r6fico da função .

3 e 4 . (b)Inicialmente. pode'se escrever o quociente como um produto entre a constante k e a função 5 em se!uida. pode'se escrever o quociente como um produto entre a constante k e a função 5 em se!uida. 0endo k uma constante real. 2.. então. Exercícios de fixação Unidade IV Web aulas 1. ac7e: Solução (a) Inicialmente.. 0endo K uma constante real qualquer. aplica'se o corol6rio. aplica'se o corol6rio.

A descontinuidade dessa função ocorre no ponto x=0. sendo olução . Para alores ! es"uerda do ponto x=0. *onfira seu tra+al)o atra és da cur a e das estimati as das ass(ntotas. é uma descontinuidade do tipo salto. 'ncontre as ass(ntotas )orizontal e ertical de cada cur a. &. Localize as descontinuidades de função olução e ilustre com um gráfico. a imagem tende a #=1$ %á para alores ! direita do ponto x=0.1. a imagem tende a #=0. .

. calcule os limites1 a2 +2 olução a2 . emos perfeitamente no gráfico os alores das ass(ntotas ertical em x=-.. e )orizontal em #=1. /.o caso deste exerc(cio. 0e%a1 a2 3uais são o dom(nio e a imagem de f4 +2 'm "ue pontos C existe c2 'm "uais pontos existe apenas o limite ! es"uerda4 d2 'm "uais pontos existe apenas o limite ! direita4 olução . 5e acordo com o "ue oc6 estudou.

*alcule1 a2 +2 olução a2 .+2 7.

*alcule1 9a2 .+2 8.

Ac)e o alor do limite1 olução .. *alcule os limites no infinito1 9a2 .9+2 olução 9a2 9+2 :.

@m paciente. ) cada . ) quantidade f.t/ do medicamento presente na corrente san!uínea. é e$i ida na fi!ura a se!uir. rece e uma dose inicial de +&& mili!ramas de um medicamento. 7oras rece e uma dose adicional de 1&& m!. Interprete e determine.9+2 olução (a) (b) Exercícios de !on"ex"uali#ação Unidade IV 1. apAs t 7oras. em um 7ospital. a2 +2 .

vapor dB6!ua/ é mantido ? temperatura constante. o !6s assume forma líquida. determine: a/ / c/ . servando a fi!ura a se!uir. . C medida que o !6s é comprimido.olução a2 170 +2 &70 +.P/ crítica. o volume D decresce até que atin2a uma certa pressão . )lém dessa pressão. @m !6s .

olução a2 0. +2 0... c2 não existe .