Já faz algum tempo que eu fiz parte da Forever.

Na época, eu estava precisando bastante de dinheiro, ou pelo menos achava que estava, quando me foi oferecida esta oportunidade. O fato é que eu fui um fiasco, pois não nasci para vender. No entanto, percebi que outras pessoas com até menos habilidades comercias que eu estavam prosperando nesta empresa. Foi quando entendi que a Forever Living Products não é meramente uma oportunidade de trabalho, é uma religião. E como dizia a minha gerente “Se você quer vencer na Forever, coma Forever, beba Forever, viva Forever”. Ocorre que se você comparar o cotidiano de um bem sucedido membro desta empresa, vai notar o mesmo que eu. Deixe-me fazer algumas comparações entre a fé e a prática de um cristão evangélico e a “fé” e a prática de um membro da Forever, e você concluirá o mesmo que eu. 1. Os evangélicos possuem um carro chefe: a salvação. Eles sentem-se obrigados biblicamente a oferece-la a toda e qualquer pessoa, com um senso de urgência. Qualquer crente sabe que se deixa de oferecer o evangelho a alguém, está cometendo um erro grave. A Forever também possui um carro chefe. Opa, não é o suco da Babosa (que é excelente, por sinal), mas a salvação também. A Forever promete a salvação do patrão, do horário fixo de trabalho e da liseira. Lembro quando foram me oferecer esta salvação que o rapaz perguntou: “Quanto você precisa? Dois salários? Você pode ter muito mais!”. E qualquer membro da Forever sente -se obrigado a oferecer esta grande oportunidade a toda e qualquer pessoa, com um senso de urgência, pois tolos são todos os que não enxergam que não há felicidade fora da FLP. 2. Se tem salvação, também tem conversão. A maior alegria de um evangélico é, ou pelo menos deveria ser, ver alguém convertendo-se a Cristo. Para um crente, converter-se é se arrepender do passado, e depositar fé, que não é um mero assentimento, mas um comprometimento com Cristo. Na Forever também é assim. Quando me ofereceram a oportunidade, disseram que eu deveria entender que todo trabalho que eu havia realizado deveria ser deixado para trás, e que eu precisava depositar fé ao comprar 1.600,00 reais em produtos, e comprometer-me de vender todos eles em 2 meses. Desta maneira, eu estaria demonstrando que havia de fato me convertido e depositado fé naquela maravilhosa oportunidade. 3. Os evangélicos possuem um Mestre, para quem trabalham e sabem que quanto mais O servem, mais bem sucedidos espiritualmente são. A Forever também possui seu mestre, e todo “foreviano” sabe seu nome: Rex Maughan. Todos sabem que ele é o dono da FLP, mas sabem também que devem encher o bolso dele se quiserem ter seus próprios bolsos cheios. Afinal de contas, é o sonho de todos da Forever receber o “servo bom e fiel” dele, ou seja, um cheque gordo de participação de lucros. 4. Todo evangélico sabe que, para ser bem sucedido espiritualmente, é preciso estudar o seu manual chamado Bíblia, pois ela é quem diz tudo o que devemos ou não fazer. A Forever não tem sua Bíblia, pelo menos não me foi apresentada. Porém, tão logo eu me “converti”, foi -me dado uma série de materiais com o dever de estuda-los. Recebi apostilas, palestras, encartes e muito mais. E o mais interessante é que, assim como nas igrejas, na Forever também há discipulado! É mais ou menos assim: se você é quem me cadastra, é seu dever me ensinar as diretrizes básicas do sucesso na empresa. Ou seja, assim como os evangélicos valorizam a Bíblia e a doutrina, a Forever também possui suas doutrinas essenciais para todo aspirante ao sucesso. 5. A Forever, em um ponto, é bem parecida com a uma parte dos evangélicos. Eles crêem que “uma vez Forever, Forever para sempre”. Foi-me dito que eu jamais perderia meu cadastro, no entanto era meu dever manter forte a minha comunhão com a empresa. É o que eles chamam de ATIVO, que consiste em produzir pelo menos 4 CC por mês. Ou seja, ninguém nos separa do amor de Rex Maughan, mas o desfrutar deste amor depende de nós. É o não parecidíssimo

Forever. que funciona mais como um culto. Quando eu fiz parte dela. Lembro de um evento de apresentação de negócio na minha casa quando eu pedi que o rapaz responsável por “pregar” não mostrasse as fotos de pessoas ganhando milhões. mas trabalho que eu buscava e queria oferecer aos demais. Deus. Para ser bem sucedido na . umas das coisas que todo crente faz à medida que “veste a camisa” a camisa do cristianismo é ter relacionamentos mais restrito com pessoas de sua mesma igreja. Dependendo da igreja. falo do mais grave de tudo. Quando eu entrei. suas amizades. suas diversões são especialmente feita com o pessoal de sua igreja. pois este é o coração da Forever. Ainda há detalhes nessas reuniões mais parecidos com alguns grupos evangélicos. apelo às emoções e etc. Lembro de dizer para ele que não era riqueza. Foi em vão. Na Forever há também aquelas programações obrigatórias. A Forever tem um Deus. Os evangélicos têm um Deus. que serve para vender produto. o dinheiro. impressionantemente me vi tendo minhas maiores amizades com o pessoal da minha “rede”. 7. Assim. Todo evangélico sabe que há uma algumas programações semanais essenciais. Em penúltimo lugar. salvo para sempre”? 6. que diz “uma vez salvo. Há o Encontro de Qualidade de Vida.com a fé cristã. E há um encontro de oportunidade. onde é dever de cada um levar visitantes para ouvirem um pregador tentar convence-los de que devem receber a Forever como a solução de seus maiores problemas. E o que mais falávamos? Forever. especialmente a de linha calvinista. há pelo menos duas. mas depois eu digo a quem é este culto. Enfim. notei que tudo gira em torno do “dinheiro”. e outra no meio da semana. é um culto. carrões e viagens. e de ver em quando jogávamos vídeo-game. seus namoros. Forever. como culto à personalidade. Para finalizar. uma aos domingos. 8. Na Forever também é assim.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful