You are on page 1of 4

Vídeo: Instrumentos nas Mãos de Deus

Vídeo apresentado na reunião geral da Sociedade de Socorro. Nele, o Presidente Hinckley narra a história da
Sociedade de Socorro, e vemos o Profeta Joseph Smith, Emma Smith, Lucy Mack Smith e as primeiras irmãs
da Sociedade de Socorro reunidos na loja de tijolos vermelhos.

Presidente Hinckley: O crescimento da Sociedade de Socorro, que foi organizada com 18 membros em 17
de março de 1842, na cidade pioneira de Nauvoo, já ultrapassou os cinco milhões 160 anos depois e tem
membros em pequenas e grandes comunidades do mundo inteiro; é uma saga extraordinária e notável.

Os elementos que deram início à Sociedade de Socorro antecedem sua organização. Esses elementos incluem
o instinto natural das mulheres de estender a mão para ajudar a promover o bem comum, auxiliar os aflitos e
desenvolver a própria mente e talentos. Naquela ocasião, Joseph Smith organizou-os e organizou uma
sociedade.

Joseph Smith: Essa “sociedade de irmãs pode incentivar os irmãos a realizarem boas obras e a cuidarem
das necessidades dos pobres — a procurar as pessoas necessitadas e atender a suas necessidades — e
ajudá-los; ela pode fazer isso corrigindo a moral e fortalecendo as virtudes da comunidade”.1

Presidente Hinckley: A partir daquele humilde início, ela cresceu até se tornar, na minha opinião, a maior e
mais eficaz organização dessa natureza em todo o mundo.

Naquela primeira reunião, quando foi eleita presidente, Emma H. Smith disse que “cada membro deve ter o
desejo de fazer o bem”.2 Esse era o espírito naquela época, e esse é o espírito hoje. É preciso que esse
continue a ser o princípio orientador em todas as gerações futuras: “Cada membro deve ter o desejo de fazer
o bem”.

Emma Smith: “Faremos algo extraordinário. (…) Esperamos ocasiões extraordinárias e chamados
urgentes.”3

Joseph Smith: “Esta Sociedade deve receber instruções [por meio] da ordem que Deus estabeleceu — [por
intermédio] das pessoas designadas para liderar.”4

“É natural para as mulheres terem sentimentos de caridade. Vocês estão agora numa situação em que podem
agir de acordo com essa compreensão que Deus plantou eu seu coração. Se viverem de acordo com esses
princípios, quão grande e glorioso será! Se viverem à altura de seus privilégios, não se poderá impedir que os
anjos as acompanhem e ajudem. (…) Não são as guerras, as contendas e contradições que nos magnificam,
mas a mansidão, o amor e a pureza (…) e, assim, as bênçãos do céu fluirão.

Quando voltarem para casa, nunca usem palavras ríspidas, mas façam com que a bondade, a caridade e o
amor adornem suas obras daqui por diante. (…)

À medida que sua inocência e virtude aumentarem, à medida que desenvolverem suas boas qualidades,
tenham o coração cheio de amor ao próximo — é preciso que tenham longanimidade e suportem as falhas e
erros da humanidade. Quão preciosa é a alma dos homens! (…)

(…) E agora, abro-lhes a porta em nome de Deus, e esta Sociedade se alegrará, e o conhecimento e a
inteligência fluirão do alto a partir de agora; este é o início de dias melhores para esta Sociedade.”5

Presidente Hinckley: Essa declaração profética tem sido um guia durante os cento e cinqüenta anos de
existência da Sociedade de Socorro d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Lucy Mack Smith, a mãe do Profeta, ao falar para as irmãs de Nauvoo, disse:

Lucy Mack Smith: “Precisamos ter carinho umas pelas outras, cuidar umas das outras, consolar-nos
mutuamente e instruir-nos para poder estar juntas no céu.”6
Presidente Hinckley: A história da organização mostrou que as mulheres da Igreja não tiveram que esperar
a ocasião em que se reuniriam no céu para experimentar os doces frutos das diversas atividades que ela
descreveu.

Elas vivenciaram muito do céu na Terra, pois na vida tinham carinho umas às outras, consolavam-se e
instruíam-se mutuamente. Quem pode avaliar os efeitos milagrosos na vida de milhões de mulheres cujo
conhecimento aumentou, cuja visão se ampliou, cuja vida se expandiu e cuja compreensão das coisas de
Deus se enriqueceu, graças às incontáveis lições ensinadas e aprendidas com eficácia nas reuniões da
Sociedade de Socorro?

Quem pode medir a alegria que essas mulheres passaram a ter por se reunirem socialmente no ambiente da
ala ou ramo, enriquecendo a vida umas das outras por meio de um relacionamento doce e agradável? Quem
poderia imaginar os incontáveis atos de caridade que foram realizados, todo o alimento que foi colocado em
mesas vazias, a fé que foi nutrida nas horas desesperadoras de enfermidade, as feridas que foram tratadas,
as dores que foram aliviadas por mãos amorosas e palavras serenas e confortadoras, o consolo nas horas de
luto e solidão?

Falando da Sociedade de Socorro, o Presidente Joseph F. Smith disse certa vez: “Esta organização foi criada
por Deus, autorizada por Deus, instituída por Deus e ordenada por Deus a ministrar em favor da salvação da
alma das mulheres e dos homens. Portanto, não existe nenhuma organização que se compare a esta, (…) que
possa sequer ocupar o mesmo patamar que ela (…) .

Façam da [Sociedade de Socorro] a primeira, a mais importante, a mais elevada, a melhor e a mais profunda
organização existente no mundo. Vocês foram chamadas pela voz do Profeta de Deus para isso, para serem
as mais importantes, para serem as maiores e as melhores, as mais puras e mais dedicadas à retidão.”7

Deus abençoe a Sociedade de Socorro d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Que o amor que
motivou seus membros por mais de um século e meio continue a crescer e a ser sentido em todo o mundo.
Que as obras de caridade toquem a vida de inúmeras pessoas, onde quer que sejam realizadas, e que a luz e
a compreensão, o aprendizado, o conhecimento e a verdade eterna adornem a vida de futuras gerações de
mulheres, em todas as nações da Terra, graças a essa instituição singular estabelecida por Deus. Que todas
elas reconheçam sua grande responsabilidade e bênção que é ser “instrumentos nas mãos de Deus para
levar a efeito esta grande obra” (Alma 26:3).
Venham para a Sociedade de Socorro
Irmã Virginia U. Jensen
Primeira Conselheira na Presidência Geral da Sociedade de Socorro

Não importa de onde venha, quais sejam suas fraquezas, qual seja sua aparência. Seu lugar é
aqui! O Senhor as ama, cada uma de vocês, individual e coletivamente.

Na última conferência geral de abril, como presidência da Sociedade de Socorro, regozijamo-nos
quando o Presidente Boyd K. Packer subiu a este púlpito e disse: "Meu propósito é
dar total apoio à Sociedade de Socorro, encorajando todas as mulheres a entrar para
essa organização e freqüentá-la, bem como incentivar os líderes do sacerdócio, em
todos os níveis, a ajudá-la de tal modo que ela floresça"1.

Irmãs, esse também é o meu propósito nesta noite. A Presidente Mary Ellen Smoot
falou-nos a respeito de convites. Eu tenho um convite para vocês: Venham para a
Sociedade de Socorro!

A Sociedade de Socorro foi organizada pela autoridade do sacerdócio e é dirigida hoje em dia por essa
mesma autoridade. O Profeta Joseph Smith disse a respeito do sacerdócio: "É a autoridade eterna de
Deus, por meio da qual o universo foi criado e é governado, as estrelas vieram a existir"2. Falando
especificamente às mulheres da Igreja, o Presidente George Albert Smith disse referindo-se à
Sociedade de Socorro: "Foi Deus quem a concedeu a vocês, como resultado da revelação dada a um
profeta do Senhor"3. De que modo devemos encarar uma organização que foi criada por meio dessa
autoridade profética do sacerdócio? Como líderes da Sociedade de Socorro, servimos como auxiliares
do sacerdócio para ajudar a conduzir as mulheres e suas famílias a Cristo.

O que existe na Sociedade de Socorro que nos leva a "entrar para essa organização e freqüentá-la",
conforme declarou o Presidente Packer?

Na Sociedade de Socorro existem programas para ajudar-nos, como mulheres, a encontrar significado
e propósito na vida, tanto para nós mesmas quanto para nossa família. De acordo com o Presidente
Spencer W. Kimball: "Não há maior e mais glorioso conjunto de promessas dadas às mulheres do que
as que são recebidas por meio do evangelho e da Igreja de Jesus Cristo"4. Esta é uma época em que
tudo o que vemos na sociedade, nas mulheres e em suas famílias encontra-se em crise. O índice de
casamentos desfeitos está crescendo de maneira alarmante. Um número excessivamente grande de
crianças está sendo vítima de maus-tratos e negligência. As mulheres lutam para ouvir a verdadeira
voz de retidão em meio a uma multidão de vozes que as instigam persuasivamente a buscar o que for
mais prático ou mais politicamente correto. Muitas dentre as nossas quatro milhões e duzentas mil
irmãs da Sociedade de Socorro estão passando por sofrimento e confusão. Será que nos damos conta
do que possuímos, irmãs? Será que compreendemos quem realmente somos? Será que nos damos
conta de que dentro da organização da Sociedade de Socorro contamos com todos os instrumentos e
recursos necessários para consolar a alma individual ou para curar um mundo cheio de problemas?

O principal objetivo da Sociedade de Socorro é edificar a fé em Jesus Cristo e dar-nos a oportunidade
de ensinarmos umas às outras as doutrinas do reino de Deus. Por meio das lições, atividades e
experiências compartilhadas na Sociedade de Socorro, vocês podem adquirir um testemunho ou
fortalecer o testemunho que já possuem. No fim de tudo, essa pode ser a coisa mais importante que
fazemos na Sociedade de Socorro, pois a força espiritual e o firme testemunho das mulheres da Igreja
são absolutamente essenciais -- para elas mesmas, para sua família, para seus ramos e alas e para o