You are on page 1of 28

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL
Prevalência vs. Faixa Etária

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL
Mortalidade Cardiovascular vs PA

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL
Prevalência e Risco Cardiovascular

Fig. 37-7 pag. 965

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL
História Natural da Doença
Complicações Freqüência Cardíacas Hipertrofia (RX) 74% Hipertrofia (ECG) 59% ICC 50% Angina 16% Cerebrais Encefalopatia 2% AVC 12% Renais Proteinúria 42% Elevação uréia 18% HA acelerada 7% Sobrevida após início (em anos) 8 6 4 5

1 4
5 1 1
Pereyra, 1955

Cardiologia

Tendências no Conhecimento, Tratamento e Controle da Hipertensão Arterial

1976-80

1988-91

1991-94

1999-00

Conhecimento (%) Tratamento (%) Controle (%)

51 31
10

73 55
29

68 54
27

70 59
34

Cardiologia

Mecanismos de Regulação da Pressão Arterial

Pressão Arterial = Débito cardíaco X Resistência Periférica

Cardiologia

Mecanismos de Regulação da Pressão Arterial
Fatores que influem no Débito Cardíaco
Fatores cardíacos Freqüência cardíaca Contratilidade Fatores volêmicos Excreção de Sódio Prostaglandinas Dopamina Fator natriurético atrial Retenção de sódio Aldosterona Arginina-vasopressina

Angiotensina II

Noradrenalina

Cardiologia

Mecanismos de Regulação da Pressão Arterial
Fatores que influem na Resistência Periférica
Hipertrofia Vascular Fatores locais Iônicos (sódio e cálcio) Auto-regulatórios Neurais simpáticos Ação constritora (alfa) Ação dilatadora (beta) Humorais Vasodilatadores Vasoconstritores PGI2, PGE2 Angiotensina II Dopamina Noradrenalina Bradicinina PGF2 FNA ADH

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL

ÓRGÃO ALVO

COMPLICAÇÕES Hipertensivas Ateroscleróticas

Cérebro
Coração Rins Vasos

AVC hemorrágico
Hipertrofia, ICC Nefrosclerose Dissecção aórtica

AVC isquêmico
Doença coronariana Ateromatose A Renal Aneurisma arterial

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL
Complicações Cardíacas

Hipertrofia Ventricular esquerda

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL
Complicações Vasculares

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL
Complicações Renais

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL
Complicações Encefálicas

Hemorragia no Cerebelo

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL
Expectativa de vida
Homem de 35 anos

PA 120/80 130/90 140/95 150/100

Expectativa 41a 37a 32a 25a

Redução -10% -22% -40%

Cardiologia

Classificação da Pressão Arterial (Adultos ≥ 18 anos)
Classificação PA Normal Pré-Hipertensão HA Estágio 1 < 120 120-139 140-159 PA sistólica (mmHg) e ou ou PA diastólica (mmHg) <80 80-89 90-99

HA Estágio 2

≥160

ou

≥100
7 JNC, 2003

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL
Etiologia

1. HA sistólica e diastólica Primária ou essencial Secundária
2. HA sistólica Débito cardíaco aumentado IAo, estados hipercinéticos, fistulas artério-venosas Rigidez da aorta Arteriosclerose

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL PRIMÁRIA
Patogenia
1. Ingesta excessiva de sódio: aumenta volemia 2. Estresse : aumenta atividade simpática 3. Obesidade : hiperinsulinemia 4. Genética: retenção de sódio diminuição filtração renal alteração membrana celular

5. Fatores derivados do endotélio: endotelina

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL SECUNDÁRIA
Patogenia
1. Endócrina Supra renal:

Córtex - S. Cushing Hiperaldosteronismo primário Hiperplasia congênita Medula - Feocromocitoma

Acromegalia Hipo/Hipertireoidismo Hiperparatireoidismo (hipercalcemia) Exógena Anticoncepcionais, corticóides e simpatomiméticos

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL SECUNDÁRIA
Patogenia
2. Renal Parênquima

GNA, nefrite crônica, rim policístico, nefropatia diabética, hidronefrose e colagenoses Doença renovascular Tumores produtores de renina 3. Coarctação da aorta 4. Neurogênica Psicogênica Hipertensão intracraniana 5. Policitemia 6. Eclâmpsia

Cardiologia

AFERIÇÃO DA PRESSÃO ARTERIAL
Ambiente, posições e número de medidas Equipamento Manguito Manômetro Método palpatório e auscultatório Sons de Korotkoff 1° Primeiro batimento 2° Batimentos suaves 3° Batimentos fortes 4° Ruídos abafados 5° Ruídos desaparecem

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL
Avaliação do Hipertenso

Objetivos

1. Avaliar repercussão hemodinâmica 2. Detectar formas secundárias 3. Determinar condições associadas

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL
Avaliação do Hipertenso
Anamnese Sintomas (em geral ausentes) da própria elevação da PA Cefaléia, nucalgia, zumbido e tontura das causas secundárias renal, feocromocitoma das repercussões hemodinâmicas angina, dispnéia e AVC Doenças pregressas História Familiar (essencial) Medicamentos

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL
Avaliação do Hipertenso
Exame Físico Causas secundárias Renovascular Coarctação da aorta Acromegalia, hipotireoidismo Avaliação da repercussão Hipertrofia cardíaca ICC Seqüelas neurológicas Aneurismas

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL
Avaliação do Hipertenso

Fundoscopia (Keith-Wagener)

Grau I : Estreitamento arteriolar (relação A-V 1:2)

Grau II : Estreitamento arteriolar 1:3 Grau III : Hemorragia, exsudatos
Grau IV : Edema de papila

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL
Fundoscopia

HIPERTENSÃO ARTERIAL

Cardiologia

Cardiologia

HIPERTENSÃO ARTERIAL
Avaliação do Hipertenso
Exames complementares Rotina Parcial de urina Creatinina Potássio Colesterol, TG e HDL Glicemia Ácido úrico ECG Especiais