You are on page 1of 4

Proposta de Alteração de Estatutos

Uma pessoa, um voto.

O último Congresso Estatutário, em Coimbra, foi um congresso onde nada mudou - o que aliás é dito por todos aqueles que estiveram presentes. Apresentei uma proposta de alteração de estatutos, com as mesmas reformulações das alíneas e dos artigos que vou apresentar no próximo congresso. Tenho de admitir que a proposta que apresentei, por mais útil e necessária que, do meu ponto de vista fosse, tinha alguns erros na terminologia jurídica, carecendo do rigor próprio a este tipo de documento. Insisto na prossecução do meu objetivo, que se prende com o andamento daquilo que proponho: Independentemente do número de inerências que um militante tiver em qualquer um dos seguintes órgãos - Conselho Distrital, Conselho Nacional, Congresso Distrital e Congresso Nacional – apenas poderá delegar uma e só uma dessas inerências, no caso de não comparecer. Consequentemente, proponho o complemento dos artigos 38, 40, 48 e 50. Artigo 38º (Composição do Congresso Distrital) 1. São Congressistas por inerência: f) Os Presidentes das Comissões Políticas Concelhias do respectivo distrito, que não estando presentes no Congresso Distrital, apenas podem delegar uma das suas inerências, num militante do mesmo concelho. Artigo 40º (Composição do Conselho Nacional) O Conselho Distrital é composto por: c) Os Presidentes das Comissões Políticas Concelhias, que não estando presentes no Conselho Distrital, apenas podem delegar uma das suas inerências, num militante do mesmo concelho.

SECÇÃO II ‘’Do Congresso Nacional’’ Artigo 48º (Composição) 1. São Congressistas por inerência: h) Os Presidentes das Comissões Políticas Regionais, regularmente eleitos. Estes, não estando presentes no Congresso Nacional, apenas podem delegar uma das suas inerências num militante da mesma Região Autónoma. i) Os Presidentes das Comissões Políticas distritais, regularmente eleitos. Estes, não estando presentes no Congresso Nacional, apenas podem delegar uma das suas inerências num militante do mesmo distrito. j) Os Presidentes das Comissões Políticas Concelhias, regularmente eleitos. Estes, não estando presentes no Congresso Nacional, apenas podem delegar uma das suas inerências num militante do mesmo concelho. k) Os Presidentes dos Núcleos Internacionais, regularmente eleitos e estes apenas podem delegar a sua inerência num membro do mesmo núcleo, no caso de este ser militante da Juventude Popular e se não estiverem presentes no Congresso Nacional.

SECÇÃO III ‘’Do Conselho Nacional’’ Artigo 50º (Composição) g) Os Presidentes das Comissões Políticas Regionais, regularmente eleitos. Estes, não estando presentes no Conselho Nacional,

apenas podem delegar uma das suas inerências num militante da mesma Região Autónoma. h) Os Presidentes das Comissões Políticas distritais, regularmente eleitos. Estes, não estando presentes no Conselho Nacional, apenas podem delegar uma das suas inerências num militante do mesmo distrito. i) Os Presidentes das Comissões Políticas Concelhias, regularmente eleitos. Estes, não estando presentes no Conselho Nacional, apenas podem delegar uma das suas inerências num militante do mesmo concelho.